• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 396
  • 10
  • 10
  • 10
  • 8
  • 7
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 402
  • 228
  • 211
  • 148
  • 84
  • 74
  • 71
  • 70
  • 65
  • 62
  • 61
  • 59
  • 57
  • 57
  • 54
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Características limnológicas e do fitoplâncton de viveiro de criação de tilápia-do-nilo e de wetlands construídas para o tratamento do efluente

Osti, João Alexandre Saviolo [UNESP] 03 June 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:57Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-06-03Bitstream added on 2014-06-13T20:40:58Z : No. of bitstreams: 1 000749767.pdf: 5466815 bytes, checksum: 704a9b0728bde03901f47140694ddee1 (MD5) / Essa tese no qual esta dividida em quatro capítulos. O capitulo I apresenta uma introdução geral, onde são abordados alguns aspectos gerais da aquicultura assim como os impactos ambientais provocados pela atividade, a comunidade fitoplanctônica e o tratamento de efluente por wetlands construídas. Os capítulos subsequentes são referente ao experimento desenvolvido no Centro de Aquicultura da UNESP (CAUNESP) (21º 15’22”S e 48º18’48”W), Jaboticabal, SP, Brasil, realizado entre os meses de março e junho de 2010. Os principais objetivos destes capítulos foram: avaliar e caracterizar a dinâmica e a estrutura da comunidade fitoplanctônica de viveiro de criação de tilápia-do-nilo e relaciona-las com as variáveis físicas e químicas da água como uma forma de avaliar o impacto da criação na água de abastecimento e caracterizar a eficiência de sistemas que utilizam macrófitas aquáticas flutuantes como o aguapé e emergentes como a taboa, como forma de tratamento do efluente de viveiro de criação. Os resultados do (capitulo II) permitem concluir que como resposta da constante entrada de nutrientes no centro do viveiro de piscicultura observamos um acréscimo no biovolume fitoplanctônico e que a instabilidade do sistema com consequência do método de criação, aliada ao forrageio de organismos pastadores favoreceu a presença de espécies fitoplanctônicas com pequenas dimensões celulares e adaptadas a ambientes intermediários de colonização. No (capitulo III) podemos concluir que o sistema de piscultura apresentou como característica principal a exportação de nutrientes, material particulado em suspensão e biomassa fitoplanctônica, mas não foram observadas densidades que caracterizassem florações de cianobactérias no efluente do viveiro. No (capitulo IV) concluímos que os sistemas de tratamento apresentaram comportamentos diferentes entre os tipos de sistemas... / It was organized into four chapters. The (Chapter I) provides a general introduction, which outlines some general aspects of aquaculture as well as the environmental impacts of the activity, the phytoplankton and wastewater treatment by constructed wetlands. The subsequent chapters are related to the experiment developed in Aquaculture Center of UNESP (CAUNESP) (21 º 15'22 S and 48 º 18'48 W), Jaboticabal, SP, Brazil, conducted between March and June 2010. The main objectives of these chapters were: evaluate and characterize the dynamics and structure of the phytoplankton community in Nile tilapia culture and relate them to the physical and chemical variables of water as a way to assess the impact of culture in the water supply and characterize the efficiency of systems using aquatic macrophytes such as the floating water hyacinth and emergent as cattail, as treatment of the effluent of fishpond. With the results (chapter II) we can conclude that in response of the constant nutrient input in the center of the fishpond an increase in phytoplankton biovolume were observed. Indeed, an instability in the system due to the method of culture, together with the grazing organisms favored the yield of phytoplankton species with reduced cell size and adapted to intemediated environments of colonization. In Chapter III we can observed that the fishpond system was characterized as a nutrient exporter, and that it was not due to algae densities, that characterize cyanobacterial blooms in the fishpond effluent. In Chapter IV we can concluded that treatment systems had different performance types depending of the systems and macrophytes used. Although soil systems filter and cattail have outcomes in a better percentage of nutrient removal, the cattail contribution was lower than the water hyacinth in the system without soil filter
22

Valor agregado aos resíduos do processamento de tilápia: aspectos tecnológicos, químicos e microestruturais /

Jamas, Eliriane. January 2012 (has links)
Orientador: Léa Silvia Sant'Ana / Banca: Fabíola Helena dos Santos Fogaça / Banca: Rose Meire Vidotti / Resumo: A aqüicultura apresenta crescimento em todo mundo, sendo a criação intensiva de tilápia uma atividade em expansão. No processo de filetagem da tilápia é gerada grande quantidade de subprodutos, sendo que a produção de surimi surge como alternativa de aproveitamento destes resíduos. A tecnologia do surimi permite agregar valor funcional, nutricional e comercial para elaboração de produtos reestruturados. O presente trabalho teve como objetivo contribuir com a sustentabilidade da indústria de filetagem de tilápia pela produção de um alimento para consumo humano (Hambúrguer), bem como pela utilização de resíduos do processamento (água de lavagem). Os resultados obtidos indicaram que foi possível elaborar produto reestruturado (hambúrguer), com teor de umidade desejável utilizando processamento manual para a obtenção do mesmo. A composição centesimal obtida para os hambúrgueres ficou dentro dos valores determinados para outras espécies, podendo ser considerado produtos de boa qualidade nutricional. As micrografias dos hambúrgueres apresentaram orifícios de ar característicos de produtos reestruturados, e algumas fibras musculares isoladas. O estudo comprovou que a lavagem e a adição de amido de mandioca ao músculo da tilápia transformam a proteína original em um tecido flexível e modelável, proporcionando a utilização do surimi na elaboração de diversos tipos de produtos. O resíduo do processamento (água de lavagem do surimi) possui proteínas que ao serem hidrolisadas podem ser utilizadas na alimentação. Estudos futuros são necessários para a utilização dos hidrolisados para o uso industrial / Abstract: Aquaculture has been growing worldwide, and the intensive farming of tilapia an expanding activity. In the process of filleting tilapia is generated large quantity of by-products, and the production of surimi appears as an alternative use of these residues. The technology allows surimi add value is bringing added value functional, nutritional and commercial development of restrutured products. This study aimed to contribute to the sustainability of tilapia filleting industry for the production of a foodstuff (Hamburger), and the use of processing waste (wash water). The results of this study indicated that it was possible to develop restructured products (hamburger) with desirable moisture content using manual processing to achieve the same. The chemical composition obtained for the burgers is within the range determined for other species, can be considered products of good nutritional quality. The micrographs of the burgers had air holes characteristic of restructured products, and some isolated muscle fibers. The study found that washing and addition of cassava starch to the muscle of tilapia transform the original protein in a tissue flexible, allowing the use of surimi in the preparation of different types of products. The waste processing (surimi wash water) has to be hydrolyzed proteins that can be used in foodstuffs. Further studies are needed to use hydrolysates for industrial use / Mestre
23

Perfil de personalidade e suscetibilidade a doenças em tilápia do Nilo

Mello, Isabela Maria de. January 2018 (has links)
Orientador: Percilia Cardoso Giaquinto / Resumo: Pesquisas recentes têm considerado aspectos individuais de personalidade em seus resultados. As personalidades podem explicar o sucesso adaptativo e aptidões individuais, além de outros fatores, como a variação imunológica. Estudos realizados em mamíferos comprovam a existência de variação em fatores imunológicos, dependendo do tipo de personalidade. Em peixes, os estudos em relação à personalidade são incipientes e são poucos os estudos que correlacionem perfil de personalidade e predisposição a doenças nesses animais. Assim, testamos a suscetibilidade dos perfis de personalidade tímido e ousado em tilápia do Nilo infectando o ambiente aquático com a bactéria Aeromonas hydrophila. Como resultados obtivemos que as lâminas histológicas com esfregaços sanguíneos apresentaram hifas fungicas e alterações nas membranas dos eritrócitos dos indivíduos com perfil tímido. A infecção bacteriana interferiu no comportamento alimentar de ambos os perfis, com diminuição da ingestão. Por outro lado, a infecção não afetou os demais parâmetros comportamentais e nem o número de células sanguíneas. / Abstract: Recent studies have considered individual aspects of personality in their results. Personalities can explain the adaptive success and individual fitness, and other factors, such as immune variation. Studies in mammals prove the existence of variation in immune factors, depending on type of character. In fishes, the studies on personality are incipient and there isn't study that correlates personality profile and susceptibility to disease in these animals. Thus, we tested the susceptibility of “shy-bold” personality profiles in Nile tilapia infecting the aquatic environment with the bacterium Aeromonas hydrophila. As a result we found that the histological slides with blood scrub showed fungal hyphae and alterations in the erythrocyte membranes of individuals with a shy profile. The bacterial infection interfered in the feeding behavior of both profiles, with decreased ingestion. Still, the infection did not affect the other behavioral parameters nor the number of blood cells. / Mestre
24

Desempenho produtivo de linhagens de Oreochromis niloticus cultivadas em viveiros adubados na região do Vale do Itajaí, Santa Catarina, Brasil

Oda, Carlos Eduardo January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-01-15T14:48:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336737.pdf: 713477 bytes, checksum: 887a1492f28738ac2f1b20faa6c2864d (MD5) Previous issue date: 2015 / O presente estudo avaliou o desempenho produtivo de duas linhagens de tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus) cultivadas em viveiros escavados, durante os meses de janeiro a maio de 2014 na região do Vale do Itajaí (Santa Catarina, Brasil). As linhagens estudadas foram a GIFT (Genetically Improved Farmed Tilapia) e a Chitralada (tailandesa) testadas em três repetições, tendo sido utilizada a densidade de estocagem de 2 peixes/m². Foi utilizada ureia e superfosfato triplo para adubação dos viveiros. Os parâmetros físicos e químicos da água foram monitorados diariamente e se mantiveram dentro dos níveis aceitáveis para o bom desenvolvimento do cultivo. Inicialmente os peixes foram alimentados com ração comercial contendo 40%PB com 2mm e após 30 dias, ração contendo 32%PB com 4 mm até o final do estudo. As biometrias foram realizadas quinzenalmente. O teste t de Student (a=0,05) foi utilizado para comparação das linhagens, porém não foi registrada diferença significativa em peso total, comprimento total, sobrevivência, conversão alimentar e rendimento de filé. O presente estudo mostrou que as duas linhagens de tilápia utilizadas na piscicultura da região não apresentaram diferenças com relação ao desempenho final.
25

Exigência do ácido graxo a-linolênico para tilápia-do-Nilo em temperatura sub-ótima

Nóbrega, Renata Oselame January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-01-15T14:51:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336706.pdf: 644252 bytes, checksum: b42ba0f199eff5edf568cc7e9cc14b30 (MD5) Previous issue date: 2015 / Existem lacunas nas exigências nutricionais da tilápia-do-Nilo em relação aos ácidos graxos, principalmente quando criada em temperatura sub-ótima. O objetivo deste estudo foi estimar a exigência em ácido graxo a-linolênico (a-LNA, 18:3n-3) para a tilápia-do-Nilo, quando mantida a 22ºC. Níveis crescentes de óleo de linhaça foram adicionados a uma mistura de óleos vegetais, gerando as seguintes concentrações de a-LNA: 0,03; 0,25; 0,48; 0,71 e 0,93% do peso seco da dieta. A dieta basal foi formulada com ingredientes semi-purificados, contendo 5% de lipídio. Juvenis (10,6 ± 0,28 g) de tilápia foram alimentados com as dietas experimentais duas vezes ao dia (08:30 h e 17:00 h), até a saciedade aparente, por 14 semanas. A média da temperatura da água em todo período experimental foi 22,12 ± 0,17°C. O aumento de a-LNA na dieta afetou significativamente o ganho em peso, taxa de crescimento específico, eficiência alimentar e a ingestão diária. Os ácidos graxos da série n-3 presentes no corpo e no músculo da tilápia mostraram resposta linear significativa à inclusão crescente de a-LNA nas dietas. O acúmulo de ácido linoleico (LOA, 18:2n-6) no músculo teve relação direta com o aumento de a-LNA na dieta. No entanto, o conteúdo de LC-PUFA da série n-6 no músculo diminuiu significativamente. A exigência dietética em a-LNA estimada para juvenis de tilápia-do-Nilo de 10,67 a 59,80 g foi de 0,68% para o máximo ganho em peso de 0,55 g/dia e de 0,71% para a máxima eficiência alimentar.
26

Aeração em cultivos superintensivos de tilápias Oreochromis niloticus, em bioflocos e com troca mínima de água

Malpartida Pasco, Jesús Joselino January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-01-15T14:52:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336715.pdf: 1609005 bytes, checksum: bde3ad9aca6cac41dfa0b492af3a27eb (MD5) Previous issue date: 2015 / Em sistemas que utilizam a tecnologia de bioflocos, os aeradores precisam fornecer oxigênio suficiente para a respiração dos organismos cultivados e da biota acompanhante. O sistema de aeração empregado deve ser capaz de manter o material particulado em suspensão evitando a formação de zonas mortas dentro dos tanques de cultivo. Devido a que os aeradores devem funcionar as 24 horas do dia, durante todo o ciclo de cultivo, o custo de energia elétrica é mais elevado do que quando são usados em sistemas convencionais. Consequentemente, escolhendo o modelo de aerador mais eficiente, conseguira-se reduzir custos e incrementar os lucros. O objetivo desta pesquisa foi de determinar, dentre os modelos mais utilizados na piscicultura brasileira, aquele que seja o mais eficiente em termos de consumo de energia elétrica e que satisfaça os requerimentos do sistema de produção com bioflocos sem causar impactos no crescimento dos organismos cultivados nem na funcionalidade do floco formado. Inicialmente, as características físicas e mecânicas de quatro modelos de aeradores foram observadas. Os modelos utilizados foram o chafariz, o aerador de pás, o propulsor e o modelo soprador. A eficiência padrão dos aeradores (SAE) foi avaliado como fator comparativo. A metodologia de determinação de SAE foi inicialmente aplicada em água salgada sem sólidos em suspensão (clara) para obter o aerador mais eficiente. O modelo chafariz obteve o maior SAE (2,03 kg O2.kWh-1) e foi selecionado para testar seu SAE em baixas salinidades tanto em água clara como em bioflocos. Em baixa salinidade também foi testado o soprador considerando como controle. Ambos modelos de aeradores diminuíram o SAE em água com bioflocos em baixas salinidades (0,89 kg O2.kWh-1 para o chafariz e 0,23 kg O2.kWh-1 para o soprador). Os resultados em baixas salinidades em ambos tipos de água confirmam a que as variações de salinidade influenciam no valor de SAE. Isto pode ser devido à dificuldade da transferência de oxigênio quando acontecem mudanças na densidade da água, na tensão superficial, no diâmetro da gotícula ou borbulha formada e na concentração de sólidos suspensos na coluna de água. Embora a salinidade influenciou negativamente no SAE, o modelo chafariz manteve a prevalência sobre o modelo soprador. Na última parte da pesquisa, foi realizado um cultivo de tilápia Oreochromis niloticus com altas densidades iniciais (7 kg.m-²) para testar a influência do modelo chafariz nos bioflocos formados. Parâmetros de qualidade de água e de desempenho dos peixes cultivados foram medidos. A maioria dos índices de desempenho foram melhores (p<0,05) para o modelo chafariz do que para o modelo soprador. A temperatura media da água, tanto de manhã como à tarde, foi maior utilizando o modelo soprador. Isto pode ter relação com a forma de incorporar oxigênio na água, já que o modelo chafariz aumenta a superfície de contato entre a água e o ar, provocando uma maior troca térmica o que aumenta o esfriamento da água. Embora a temperatura da água foi menor (p<0,05) nos tanques contendo o modelo chafariz, o ganho de peso diário não apresentou diferenças significativas (p>0,05), e além disso a produtividade atingida pelo modelo chafariz (14,1 kg.m-2) foi maior (p<0,05) do que a obtida pelo modelo soprador (13,5 kg.m-2). Finalmente, conclui-se que o modelo chafariz cumpre com os requisitos para ser utilizado em cultivos superintensivos de tilápias em bioflocos.<br> / Abstract : In Biofloc Technology, aeration systems needs to provide enough dissolved oxygen for fish and microbiota. Aerators must be capable to keep solids in suspension to avoid sedimentation and formation of dead zones too. Due to the aeration devices works 24 hours per day and for several months, the cost of energy is higher using biofloc systems than when those are used in conventionally ponds culture. Consequently, choosing the most efficient aeration system might reduce production cost and increase profits. The aim of this research was to determinate the best model of aerator between the most popular semiintensive Brazilian models that fits in Biofloc Technology requirements without impacts in fish´s grows and in flocs development. Initially, the physical and mechanical characteristics of four aerators models have been observed. Such models were vertical pump sprayer, paddle wheel, propeller aspirator pump and blower. Standard Aerator Efficiency (SAE) has been determined as comparative factor. SAE methodology has been applied firstly in clean seawater to choose the best aerator model. Vertical pump sprayer obtained the best SAE (2,03 kg O2.kWh-1) values in the conditions tested. This model has been chosen for testing their SAE in both clean and bioflocs low salinity waters. At this part of this research, blower model was tested as control treatment too. Both of aerator models decrease their SAE in low salinity bioflocs water (0.89 kg O2.kWh-1 vertical pump sprayer´s SAE and 0.23 kg O2.kWh-1 blower´s SAE). Results obtained in lower salinities, in both type of water, confirms that SAE reduction impact because of the salinity. This may occurred due to the difficult of oxygen transfer when water density, surface tension and bubble or drop diameter change. High total suspense solid concentrations should affect SAE too. Independent of the salinity or type of water, better SAE results remains for vertical pump sprayer than blower aerator. In the last part of this research, a high initial densities (7 kg.m-²) tilápia Oreochromis niloticus culture was performed to testing the potential impacts of using vertical pump sprayer in biofloc technology comparing with blower´s results. Water quality and production index was measured. Majorly results observed, indicated that vertical pump sprayer aerator was better (p<0.05) than control aerator system (blower). Temperature was bigger in the blower´s tanks than in the vertical pump sprayer tanks. That may be in relation with the form of diffusing oxygen into the water, because the vertical pump sprayer rises the superficial of contact between air and water, performing the thermal exchange. Although temperature in vertical pump sprayer was lower than blower´s, the daily weight gain wasn´t different within treatments (p<0.05) besides the vertical pump sprayer productivities was higher (14.1 kg.m-2) that blower´s (13.5 kg.m-2). Finally, joining all the parts of this research, it concludes that vertical pump sprayer fits the Biofloc technology requirements for an aeration system in a tilápia production.
27

Fontes de ácidos graxos da dieta no desempenho da tilápia-do-nilo em temperatura ótima e subótima

Corrêa, Camila Fernandes January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-01-15T14:52:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336716.pdf: 1806665 bytes, checksum: 75fc53c31c6580fee3342e043c32389d (MD5) Previous issue date: 2015 / As tilápias, entre elas a tilápia-do-Nilo, têm importante contribuição na aquicultura mundial e brasileira. A grande disseminação da sua criação se deve à boa produtividade em diversos sistemas e condições climáticas. O desafio é manter a alta produtividade em clima subtropical, como na região sudeste e sul brasileira, onde se concentra mais da metade da sua produção. Neste sentido, a nutrição e a formulação de rações específicas podem ser uma importante ferramenta. Ainda há muitas lacunas em relação à exigência em ácidos graxos para tilápias, principalmente em temperatura subótima fria, onde seu papel na manutenção da fluidez das membranas celulares é fundamental. Foram propostos dois estudos sobre fontes de ácidos graxos dietéticos para a tilápia-do-Nilo mantida em diferentes temperaturas. No primeiro estudo, juvenis de tilápia foram alimentados com cinco dietas com diferentes óleos (peixe, linhaça, girassol, oliva e coco), em dois ensaios, de 9 e 12 semanas, respectivamente, em temperatura ótima (28°C) e subótima (22°C). No segundo estudo, três misturas dos óleos vegetais foram formuladas para mimetizar as classes de ácidos graxos do óleo de peixe e serem comparadas a este, com variação apenas na proporção n-3/n-6 dos ácidos graxos poli-insaturados (PUFA), nas mesmas condições do estudo anterior. No primeiro estudo, as dietas não influenciaram o crescimento das tilápias a 28°C, mas a 22°C os melhores resultados ocorreram com o óleo de peixe, linhaça ou girassol, ricos em PUFA. O óleo de oliva, rico em ácidos graxos monoinsaturados, teve um efeito intermediário, enquanto o óleo de coco, rico em saturados, causou queda de desempenho a 22°C. No segundo estudo, em ambas temperaturas, as misturas de óleo vegetais proporcionaram pior crescimento que o óleo de peixe. Foi observado que, em geral, as dietas devem conter PUFA da série n-3 para o melhor aproveitamento do alimento pelos peixes. O perfil de ácidos graxos corporal foi influenciado pelas dietas e os efeitos positivos no desempenho coincidem com o maior acúmulo de PUFA. Os PUFA, principalmente os de cadeia longa, se mostraram importantes na adaptação da tilápia à temperatura mais baixa. Alguns óleos vegetais são boas fontes dietéticas de lipídios para a tilápia-do-Nilo. Entretanto, seus perfis de ácidos graxos devem ser considerados para manutenção do desempenho, sobretudo em temperatura subótima fria.
28

Metformina no desempenho e composição corporal de tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus) alimentada com duas concentrações de carboidratos

Silva, Adriano Machado da January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-01-15T14:55:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336739.pdf: 719775 bytes, checksum: 3117f0fc8f281967f48e87fc855b8834 (MD5) Previous issue date: 2015 / Apesar do carboidrato ser o macronutriente que fornece a energia mais barata na composição de uma dieta, peixes possuem capacidade limitada para utilização de um de seus importantes constituintes: a glicose. A metformina (MET) é uma droga utilizada para o tratamento de diabetes, cuja função é reduzir os níveis de glicose no sangue, melhorando, assim, sua utilização pelos mamíferos. O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho da tilápia-do-Nilo com e sem a suplementação de 0,2% de MET, em dietas com 24% (24C) e 48% de carboidrato (48C), representando concentrações adequada e excessiva, respectivamente, deste macronutriente. Quatro grupos de 20 juvenis de tilápia-do-Nilo (22,00 ± 1,45 g) foram alimentados com cada uma das dietas experimentais duas vezes ao dia, por 80 dias. Houve interação entre a concentração de carboidrato e a presença de MET para a matéria seca e extrato etéreo corporal, as quais, na presença da droga, aumentaram nos peixes que receberam a dieta 48C, mas diminuíram naqueles que receberam a dieta 24C. Não houve efeito da suplementação de MET no desempenho dos peixes. Entretanto, o aumento na concentração de carboidrato na dieta propiciou o acúmulo de gordura corporal, aumentando significativamente os índices hepato e viscerossomáticos, enquanto o desempenho dos peixes diminuiu.
29

Farinha de Schizochytrium sp. como fonte de DHA na suplementação dietética para tilápia-do-nilo

Brignol, Fernando Dutra January 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2018-02-06T03:19:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 350677.pdf: 1118510 bytes, checksum: 419851d6dfb2a2ef77ab850787cf80d5 (MD5) Previous issue date: 2017 / O objetivo deste estudo foi avaliar a farinha de Schizochytrium sp. (All-G-Rich®) como fonte de ácido docosaexaenoico (DHA) em dietas para juvenis de tilápia-do-nilo, quanto à retenção de ácidos graxos corporais e composição de ácidos graxos no músculo. A farinha de Schizochytrium sp. foi testada em quatro níveis (0,5; 1,0; 2,0 e 4,0% da dieta na matéria seca), além de uma dieta sem inclusão de farinha de Schizochytrium sp. (0% All-G-Rich®), em delineamento inteiramente ao acaso (DIC), com cinco tratamentos e cinco repetições. Ainda, a dieta com 1% de farinha de Schizochytrium sp. foi comparada com uma dieta controle, contendo quantidade equivalente de DHA, mas na forma de 1,7% de óleo de fígado de bacalhau, na matéria seca (OFB), em DIC, com dois tratamentos e cinco repetições. Os juvenis de tilápia (8,35 ± 0,80 g) foram alimentados duas vezes ao dia até saciedade aparente, em unidades experimentais de 100 L estocadas com 25 peixes cada, em sistema de recirculação e temperatura controlada da água (28°C), durante 57 dias. Ao final do experimento foi possível observar uma redução na retenção corporal dos ácidos graxos DHA e total PUFA n-3 e aumento na retenção corporal de a-LNA, LOA e total PUFA n-6 em juvenis de tilápia, devido ao aumento da inclusão da farinha de Schizochytrium sp. nas dietas. A composição de ácidos graxos no músculo da tilápia foi afetada pelas inclusões crescentes de farinha de Schizochytrium sp. na dieta, com aumento nas quantidades de DHA, a-LNA, PUFA n-3 e LC-PUFA n-3 e diminuição de MUFA, PUFA n-6 e LC-PUFA n-6. Ao comparar a retenção corporal dos ácidos graxos entre os peixes alimentados com fontes equivalentes em DHA na dieta, farinha de Schizochytrium sp. e OFB, observou-se maior retenção corporal para os ácidos graxos DHA, a-LNA, LOA, PUFA n-3 e PUFA n-6 nos peixes alimentados com a dieta contendo OFB. Igualmente, juvenis alimentados com a dieta OFB apresentaram maior conteúdo DHA, PUFA n-3 e LC-PUFA n-3 e menor conteúdo de SFA, PUFA n-6 e LC-PUFA n-6 na composição de ácidos graxos no músculo. Conclui-se que apesar da redução da taxa de retenção corporal de DHA em juvenis de tilápia-do-nilo com o aumento da farinha de Schizochytrium sp. na dieta, ocorreu aumento do conteúdo de DHA e melhora da relação n-3/n-6 PUFA no músculo dos peixes. Portanto, a farinha de Schizochytrium sp. pode ser considerada uma fonte alternativa de DHA em dietas para a tilápia-do-nilo. / Abstract : The aim of this study was to evaluate Schizochytrium sp. dried meal (All-G-Rich®) as an alternative source of docosahexaenoic acid (DHA) in diets for Nile tilapia juveniles, regarding whole body retention of fatty acids and the muscle fatty-acid profile. Schizochytrium sp. dried meal was tested at four concentrations (0.5, 1.0, 2.0, and 4.0% diet, dry matter basis) and, in addition, a diet without Schizochytrium sp. dried meal (0% All-G-Rich®), in a completely randomized design (CRD) with five replicates. Furthermore, the diet with 1% of Schizochytrium sp. was also compared to a control diet, containing an equivalent content of DHA, given as 1.7% cod liver oil, dry matter basis (CLO), in CRD with five replicates. Tilapia juveniles (8.35 ± 0.80 g) were fed twice a day to apparent satiety, in 100-L experimental units, stocked with 25 fish each, in a recirculation system with controlled water temperature (28°C), during 57 days. There was a reduction in apparent body retention of DHA and total n-3 PUFA fatty acids and an increase in apparent body retention of a-LNA, LOA and total n-6 PUFA as the dietary concentration of Schizochytrium sp. increased. The muscle fatty-acid profile was affected by the increasing concentration of Schizochytrium sp. dried meal in the diet, with an increase in DHA, a-LNA, n-3 PUFA and n-3 LC-PUFA, and a decrease in MUFA, n-6 PUFA and n-6 LC-PUFA. When comparing the apparent body retention of fatty acids between fish fed the two DHA-equivalent sources in the diet, Schizochytrium sp. and CLO, we registered higher apparent body retention for DHA, a-LNA, LOA, PUFA n-3 and PUFA n-6 in fish fed CLO. Similarly, tilapia fed the CLO diet showed higher DHA, n-3 PUFA, and n-3 LC-PUFA contents, as well as lower SFA, PUFA n-6 and LC-PUFA n-6 contents in the muscle. In conclusion, despite the reduction on apparent body retention of DHA in Nile tilapia juveniles with the increase of Schizochytrium sp. dried meal in the diet, there was an increase in DHA content and an improvement in the n-3/n-6 PUFA ratio in the fish muscle. Therefore, Schizochytrium sp. dried meal could be considered as an alternative source of DHA in diets for Nile tilapia.
30

Avaliação da piscicultura em esgoto doméstico tratado: aspectos zootécnicos, ambientais e de qualidade do pescado produzido / Evaluation of treated domestic sewage in fish: aspects of husbandry, environmental and quality of fish produced

Monteiro, Cleto Augusto Baratta 24 February 2011 (has links)
MONTEIRO, C. A. B. Avaliação da piscicultura em esgoto doméstico tratado: aspectos zootécnicos, ambientais e de qualidade do pescado produzido. 2011. 142 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil: Saneamento Ambiental) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011. / Submitted by João silva (jpauloqxb@gmail.com) on 2016-05-03T16:57:29Z No. of bitstreams: 1 2011_tese_cabmonteiro.pdf: 2447201 bytes, checksum: 6b77a0cb65a79e9e9bc479cd24c2de37 (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2016-05-25T17:29:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_tese_cabmonteiro.pdf: 2447201 bytes, checksum: 6b77a0cb65a79e9e9bc479cd24c2de37 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-25T17:29:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_tese_cabmonteiro.pdf: 2447201 bytes, checksum: 6b77a0cb65a79e9e9bc479cd24c2de37 (MD5) Previous issue date: 2011-02-24 / The use of wastewater is an alternative widespread nowadays. One way to reuse it in fish activity, considering that the effluent from Sewage Treatment Stations, are rich sources of nutrients that could be used by fish. However, some restrictions arise regarding the quality of animals for use in human diet. Thus, this research was conducted using treated sewage, to raise Nile tilapia (Oreochromis niloticus), observing zootechnical aspects, toxicology of the culture environment, as well as qualitative sanitary conditions, nutrition, and acceptability of fish produced. The experimental unit was deployed in an area adjacent to the Sewage Treatment Station (stabilization ponds), at the east side of Teresina-PI, with eighteen of fiberglass tanks, arranged in three treatments with six repetitions. Treatment T-01 was supplied only with treated water and industrial fish feed; treatment T-02 received treated sewage from the maturation pond, without additional supply of feed or oxygen, and treatment T-03 was stocked with the same sewage effluent without feed, but received supplemental aeration. During the experimental cycle, we performed a daily renewal of 15% of the volume of water stored in experimental tanks for nutrient replacement and cleaning. In ponds stocked fingerlings of tilapia, sexually reversed for males in batches of 10 individuals per tank (about 03 fingerlings / m²). We analyzed the main parameters of water quality and sewage, fueling the tanks, with special emphasis on tests for monitoring of fish farming. To verify the productive capacity of the culture environment, we assessed the growth parameters such as growth, weight gain, feed conversion and productivity. Were also conducted microbiological testing of genotoxicity (micronuclei), acceptability and preference (sensory analysis), and the level of rigor mortis (MRI) and bioimpedance. This set of tests was used to identify the level of fish quality. Individuals undergoing treatment T-01 (productivity 118,14 kg/ha.day), had the best performance, followed of treatment T-03 (productivity 48,61kg/ha.day), and T-02 (productivity 34,90 kg/ha.day). However in tests that assessed the quality, fish health and the flavor, there was not significant difference. It is concluded that the fish farming with treated domestic sewage in stabilization ponds, it is feasible. But new studies are still needed for development of the practice. / O aproveitamento de águas residuárias é uma alternativa bastante difundida na atualidade, e uma das formas de reúso é na atividade piscícola, considerando-se que os efluentes das Estações de Tratamento de Esgotos são fontes ricas em nutrientes que podem ser aproveitados pelos peixes. Entretanto, algumas restrições se apresentam com relação à qualidade dos animais para aproveitamento na alimentação humana. Dessa forma, essa pesquisa foi realizada utilizando esgotos domésticos tratados, na criação de tilápias do Nilo, Oreochromis niloticus, observando-se os aspectos zootécnicos, toxicológicos do ambiente de cultivo, bem como condicionantes qualitativos sanitários, nutricional, e de aceitabilidade do pescado produzido. A unidade experimental foi implantada em área adjacente à Estação de Tratamento de Esgotos (lagoas de estabilização), da zona leste de Teresina-Pi, com dezoito tanques de fibra de vidro, dispostos em três (03) tratamentos com seis (06) repetições (3X6). O tratamento T-01 foi abastecido somente com água tratada e forneceu-se ração industrializada; o tratamento T-02 recebeu esgoto tratado da lagoa de maturação, sem suprimento adicional de ração ou oxigênio, e o tratamento T-03 foi abastecido com o mesmo efluente sem fornecimento de ração, mas, recebeu aeração suplementar. Durante o ciclo experimental, foi realizada a renovação diária de 15% do volume de água armazenado nos tanques experimentais, para reposição de nutrientes e limpeza. Nos tanques foram estocados alevinos de tilápias, revertidos sexualmente para machos em lotes de 10 indivíduos por tanque (aproximadamente 03 alevinos /m²). Foram analisados os principais parâmetros de qualidade da água e do esgoto, que abastece os tanques, com especial destaque para as análises destinadas ao monitoramento da piscicultura. Para verificação da capacidade produtiva do ambiente de cultivo, foram avaliados os parâmetros zootécnicos, tais como: crescimento, ganho de peso, produtividade e conversão alimentar aparente. Também foram realizados os testes microbiológicos, de genotoxicidade (micronúcleos), de aceitabilidade e preferência (análise sensorial), além do Índice do rigor mortis (IRM) e da Bioimpedancia. Este conjunto de testes foi utilizado para identificar o nível de qualidade do pescado. Os indivíduos submetidos ao tratamento T-01 (produtividade de 118,14 kg/ha.dia), tiveram o melhor desempenho zootécnico, seguido dos peixes do T-03 (produtividade de 48,61kg/ha.dia), e com o pior resultado ficou o grupo do tratamento T-02 (produtividade de 34,90 kg/ha.dia). Entretanto, nos testes que aferiram a qualidade sanitária do pescado e a palatabilidade não foram registradas diferenças significativas. Conclui-se que a piscicultura com esgoto doméstico tratado em lagoas de estabilização é viável, mas, ainda são necessários novos estudos para o desenvolvimento desta prática.

Page generated in 0.0414 seconds