• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4
  • Tagged with
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise de custos para a produção de um kit Elisa para diagnóstico de tuberculose utilizando proteínas recombinantes

Rocha, Sandrely Costa Machado 20 November 2012 (has links)
Resumo: A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa que ainda hoje representa um grave problema de saúde pública. O conhecimento e aplicação das técnicas diagnósticas, bem como a correta interpretação dos seus resultados, são fundamentais para o rápido controle da doença. A introdução de métodos diagnósticos, sensíveis, precisos e de baixo custo pode contribuir para a diminuição do número de casos a nível mundial. Nos últimos tempos houve um grande avanço no desenvolvimento de testes imunodiagnósticos com o surgimento dos anticorpos monoclonais e o aprimoramento na analise e identificação dos principais antígenos responsáveis pela ativação do sistema imunológico na presença do agente causador da tuberculose. Tais antígenos podem ser preparados em larga escala por síntese protéica e tecnologia recombinante, aumentando a especificidade do teste. O objetivo deste trabalho foi analisar o custo de produção de um kit diagnóstico utilizando a proteína recombinante ESAT 6 de Mycobacterium tuberculosis bem como padronizar e avaliar o reconhecimento desta proteína recombinante por anticorpos séricos da classe IgG em pacientes portadores de tuberculose doença através de método imunoenzimático indireto (ELISA). Utilizou-se como controle positivo para esta análise amostras de soro de pacientes em início de tratamento, com diagnóstico confirmado pelos métodos convencionais de baciloscopia, cultura, raios-X e PPD. Verificou-se que a proteína recombinante ESAT 6 foi reconhecida pelos anticorpos IgG séricos destes pacientes e apresentou reprodutibilidade satisfatória quando utilizada como antígeno de reação em concentração de 500?g por cavidade, numa diluição de amostra de 1:25 e concentração do conjugado de 1:10000. O cálculo do custo de produção de um kit diagnóstico ELISA utilizando esta proteína recombinante apresentou um valor aproximado de R$ 0,18 por análise o que torna o teste altamente viável para ser implementado em saúde pública quando comparado com o custo dos testes utilizados rotineiramente.
2

O controle da tuberculose nos presídios : atuaçao das equipes de saúde na região (DRS VI) de Bauru-SP /

Vitti Junior, Walter. January 2013 (has links)
Orientador: Luana Carandina / Banca: Helenice Bosco de Oliveira / Banca: Marli Teresinha Cassamassimo Duarte / Banca: Péricles Alves Nogueira / Banca: Valdemar Pereira de Pinho / Resumo: A morbimortalidade da tuberculose entre as pessoas privadas de liberdade é mais elevada do que na população livre, sendo esta situação mais grave nos países em desenvolvimento. Precárias condições de vida no cárcere, associadas ao perfil desta população, contribuem para manter as condições de transmissão entre os presos e destes para a população livre e facilitam o surgimento de formas resistentes à medicação. Para controlar esta situação vem-se investindo em programas de controle, em níveis internacional, nacional e estadual, buscando diagnosticar precocemente, aumentar as taxas de cura e oferecer melhores condições de vida na prisão. O objetivo deste estudo foi analisar a implementação das ações de controle da tuberculose nas Unidades Prisionais da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária de São Paulo localizadas na área de abrangência do Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS VI) e verificar se as diretrizes e recomendações oficiais estão sendo seguidas. Foi realizado estudo descritivo, de avaliação de programa, sendo as informações obtidas através de entrevista não-diretiva com profissionais de saúde coordenadores das ações de controle nas unidades prisionais. Obteve-se taxa de ocupação média de 1,7 presos por vaga e prevalência média pontual de tuberculose de 528,7 casos por 100 mil presos, sendo maior nas unidades de regime fechado. O rastreamento de casos entre os presos ingressantes e a busca periódica duas vezes ao ano são baseiam-se na queixa de tosse. Há dificuldade de acesso ao exame radiográfico de tórax e algumas unidades têm restrição para solicitação de exame baciloscópico e não dispõem de local adequado para coleta de escarro. Atendimento às intercorrências ou às consultas programadas nem sempre é garantido, pois muitas equipes de saúde não contam com médico e/ou enfermeiro, há resistência...(Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Tuberculosis morbimortality among inmates is higher than among free people, and this situation is more serious in developing countries. Precarious living conditions in detention facilities associated to these persons profile contribute to maintaining the transmission conditions among prisoners and those for the free population, and facilitate the emergence of resistant forms of medication. Keeping a hold of this situation, it has been investing in control programs, at an international, national and state scope, seeking to diagnose it in advance, increasing cure rates and offering better living conditions in prison. Analyze the implementation of control of tuberculosis in correctional facilities of the state board of prison administration in São Paulo located in the area covered by the Regional Health Department in Bauru (DRS VI) and verify that official recommendations and guidelines are being followed. It has been accomplished a descriptive study of program evaluation and information has been obtained through non-directive interviews with health professionals coordinators of control actions in each prison unit. It has been obtained the average occupancy rate of 1.7 prisoners per vacancy and an average point prevalence of tuberculosis of 528,7 cases per 100 thousand prisoners, being greater in the units closed regime. Searching cases among entering prisoners and periodic search twice a year are made based on complaints of cough. There is limited access to radiographic examination of the chest and some units have restriction to request bacteriological examination and have no place for sputum collection. Attendance to occurrences or appointments is not always guaranteed as many teams do not have a physician and/or a nurse. There is resistance on the part of the health units of reference and insufficient vehicles and/or escorts... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
3

O controle da tuberculose nos presídios: atuaçao das equipes de saúde na região (DRS VI) de Bauru-SP

Vitti Junior, Walter [UNESP] 28 February 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-02-28Bitstream added on 2014-06-13T19:24:38Z : No. of bitstreams: 1 vittijunior_w_dr_botfm.pdf: 2312897 bytes, checksum: 682d3dea4b508af39f273374e354ee62 (MD5) / A morbimortalidade da tuberculose entre as pessoas privadas de liberdade é mais elevada do que na população livre, sendo esta situação mais grave nos países em desenvolvimento. Precárias condições de vida no cárcere, associadas ao perfil desta população, contribuem para manter as condições de transmissão entre os presos e destes para a população livre e facilitam o surgimento de formas resistentes à medicação. Para controlar esta situação vem-se investindo em programas de controle, em níveis internacional, nacional e estadual, buscando diagnosticar precocemente, aumentar as taxas de cura e oferecer melhores condições de vida na prisão. O objetivo deste estudo foi analisar a implementação das ações de controle da tuberculose nas Unidades Prisionais da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária de São Paulo localizadas na área de abrangência do Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS VI) e verificar se as diretrizes e recomendações oficiais estão sendo seguidas. Foi realizado estudo descritivo, de avaliação de programa, sendo as informações obtidas através de entrevista não-diretiva com profissionais de saúde coordenadores das ações de controle nas unidades prisionais. Obteve-se taxa de ocupação média de 1,7 presos por vaga e prevalência média pontual de tuberculose de 528,7 casos por 100 mil presos, sendo maior nas unidades de regime fechado. O rastreamento de casos entre os presos ingressantes e a busca periódica duas vezes ao ano são baseiam-se na queixa de tosse. Há dificuldade de acesso ao exame radiográfico de tórax e algumas unidades têm restrição para solicitação de exame baciloscópico e não dispõem de local adequado para coleta de escarro. Atendimento às intercorrências ou às consultas programadas nem sempre é garantido, pois muitas equipes de saúde não contam com médico e/ou enfermeiro, há resistência... / Tuberculosis morbimortality among inmates is higher than among free people, and this situation is more serious in developing countries. Precarious living conditions in detention facilities associated to these persons profile contribute to maintaining the transmission conditions among prisoners and those for the free population, and facilitate the emergence of resistant forms of medication. Keeping a hold of this situation, it has been investing in control programs, at an international, national and state scope, seeking to diagnose it in advance, increasing cure rates and offering better living conditions in prison. Analyze the implementation of control of tuberculosis in correctional facilities of the state board of prison administration in São Paulo located in the area covered by the Regional Health Department in Bauru (DRS VI) and verify that official recommendations and guidelines are being followed. It has been accomplished a descriptive study of program evaluation and information has been obtained through non-directive interviews with health professionals coordinators of control actions in each prison unit. It has been obtained the average occupancy rate of 1.7 prisoners per vacancy and an average point prevalence of tuberculosis of 528,7 cases per 100 thousand prisoners, being greater in the units closed regime. Searching cases among entering prisoners and periodic search twice a year are made based on complaints of cough. There is limited access to radiographic examination of the chest and some units have restriction to request bacteriological examination and have no place for sputum collection. Attendance to occurrences or appointments is not always guaranteed as many teams do not have a physician and/or a nurse. There is resistance on the part of the health units of reference and insufficient vehicles and/or escorts... (Complete abstract click electronic access below)
4

Programa de Controle da Tuberculose: uma avaliação nas unidades prisionais da Região Metropolitana do Recife

SILVA, Ana Claudia Araújo da 03 June 2016 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-07-17T19:17:43Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Ana Cláudia Araújo da Silva.pdf: 1313922 bytes, checksum: 143493b48ec13d4fdfb19903f31dc530 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-07-19T21:51:32Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Ana Cláudia Araújo da Silva.pdf: 1313922 bytes, checksum: 143493b48ec13d4fdfb19903f31dc530 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-19T21:51:32Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Ana Cláudia Araújo da Silva.pdf: 1313922 bytes, checksum: 143493b48ec13d4fdfb19903f31dc530 (MD5) Previous issue date: 2016-06-03 / Foi realizado um estudo do tipo avaliativo normativo e transversal para descrever a organização do Programa de Controle da Tuberculose (PCT) e estimar o grau de implantação (GI) das ações do Programa nas unidades prisionais da Região Metropolitana do Recife, no ano de 2014. O estudo foi desenvolvido em quatro etapas. Na primeira, foi construído um modelo lógico do PCT nas Unidades Prisionais, que se caracteriza como uma representação esquemática do programa. A partir desse foi construída a matriz de análise e julgamento, para os componentes contidos na estrutura e no processo. Na terceira etapa foram analisadas as dimensões estrutura e processo, e a quarta se caracterizou na avaliação do GI das Unidades Prisionais do estudo, a partir da avaliação normativa. Para avaliação do GI, foi utilizado um questionário semiestruturado, a partir do modelo lógico e da matriz de critérios e normas, aplicados aos coordenadores de saúde do sistema penitenciário, que totalizaram 10 pessoas. Para definição do GI, foi utilizado um sistema de escores que permitiu classificá-lo em implantado (76 – 100% das atividades implantadas), parcialmente implantado (51 - 75%); baixo nível de implantação (26 - 50%) e implantação incipiente (Abaixo de 26%). Foi observado um grau de implantação final do PCT baixo em seis unidades; e nas outras quatro, parcialmente implantado. A dimensão estrutura foi responsável pelos piores resultados, tanto por unidade de análise quanto no resultado final. Houve uma variação de GI semelhante nas Unidades Prisionais do Recife, entre 54,6% e 62,9%. O mesmo ocorreu entre as Unidades classificadas como baixo nível de implantação, com variações de GI de 36% a 50%. A partir dos resultados do GI, ficam evidentes as falhas no desenvolvimento das ações do PCT. É importante assumir que a problemática da tuberculose entre os privados de liberdade não é uma questão somente de saúde ou de segurança, mas uma grave questão social e política que como tal precisa ser enfrentada pela sociedade como um todo. / We performed an evaluative cross-sectional study to describe the organization of the Tuberculosis Control Program (TCP) and estimate the degree of implementation (DOI) of the program’s actions in prison units in the metropolitan area of Recife, in 2014. The study was developed in four stages. During the first stage, we built a logical model of the TCP in the prison units, which is characterized as a schematic representation of the program. From that model, we built an analysis and judgement matrix for the components evaluated in structure and process. At the third stage, we contained the structure and process dimensions, and the fourth stage was characterized by the evaluation of the prison units’ DOI, from normative analysis. For the DOI evaluation, we used a semi-structured questionnaire, based on the logical model and the criteria and standards matrix. The instrument was applied to the health coordinators of the prison system, making a total of 10 people. For the DOI definition, we used a system of scores that allowed us to classify it as implemented (76 - 100% of the activities implemented), partially implemented (51 – 75%), low level of implementation (26 – 50%) and incipient implementation (lower than 26%). We observed a low final DOI in six units, and partial implementation in the remaining four. The structure dimension was responsible for the worst results, both by analysis unit and in the final result. There was a similar DOI variation in the prison units of Recife, varying from 54,6% to 62,9%. The same occurred among the units classified as low level of implementation, varying from 36% to 50%. Judging from the DOI results, the failures in the development of the TCP’s actions are evident. It is important to accept that the issue of tuberculosis among those deprived of their freedom is not only a health or safety matter, but also a grave social and political question that needs to be faced by society as a whole.
5

Perfil epidemiológico da exposição à tuberculose em um hospitaluniversitário: uma proposta de monitoramento da doença / Health profile exposure to tuberculosis in hospitaluniversitário one: a proposal for monitoring the disease

Gonçalves, Berenice das Dores January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2011-05-04T12:36:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009 / Introdução: Nas últimas duas décadas ampliou-se a demanda por serviços de maior complexidade tecnológica para o atendimento da tuberculose, especialmente em hospitais gerais e universitários. Em geral não há avaliação sistemática da magnitude da exposição local nas unidades hospitalares, apesar de ser considerada como doença ocupacional. Objetivo: Descrever e analisar o perfil epidemiológico da tuberculose-doença entre os pacientes atendidos no HUAP-UFF, e elaborar uma proposta de monitoramento da mensuração da doença. Métodos: Estudo descritivo e retrospectivo dos casos diagnosticados entre pacientes atendidos no HUAP-UFF no período de 2000 a 2006, construção de indicadores de morbidade e letalidade, e análise multivariada dos óbitos ocorridos entre os pacientes internados. Resultados: Foram diagnosticados 763 pacientes com tuberculose, 45,1 por cento no ambulatório, 11,1 por cento nas emergências e 43,8 por cento no setor de internação; 63,1 por cento eram do sexo masculino, com razão de 1,8 homens para cada mulher diagnosticada; a faixa etária mais atingida foi 30 a 59 anos. As formas clínicas pulmonares e extrapulmonares exclusivas foram predominantes, porém, entre os pacientes internados, verifica-se que as formas pulmonares positivas e negativas, associadas às extrapulmonares, e as pulmonares negativas exclusivas, foram mais frequentes. Nos pacientes que evoluíram para óbito a forma pulmonar foi também a mais encontrada. O tratamento foi iniciado em 41,9 por cento do total de casos e em 76 por cento dos pacientes internados. Entre os que iniciaram tratamento, 82,5 por cento utilizou o Esquema I. A presença de comorbidade foi mais prevalente entre os pacientes internados e os que evoluíram para óbito. O HUAP atua como uma referência não oficial de tuberculose para a sua região de abrangência. Conclusões: Os indicadores hospitalares e o perfil epidemiológico dos pacientes diagnosticados sugerem a necessidade de melhor organização da assistência à tuberculose na unidade e na sua região de referência e demonstraram a necessidade de definição rigorosa das medidas de biossegurança no hospital. / Background: Over the last decades the demand for higher complexity services for tuberculosis care has increased, especially in general and university hospitals. In these services, despite the fact that it is regarded as an occupational disease, often there is no systematic evaluation of the magnitude of the local exposure. Objective: To describe and analyze the epidemiological profile of tuberculosis-disease among the patients attended at HUAP, and to elaborate a monitoring proposal for measuring the disease. Methods: descriptive and retrospective study of the dignosed cases among patients attended at the HUAP-UFF for the 2000-2006 period, construction of morbidity and case-fatality and multivariate analysis of the deaths occurred among the admitted patients. Results: The tuberculosis diagnosis were made for 763 patients, 45.1% at the outpatient care, 11.1% at the emergency room and 43.8% at the admission sector; 63.1% were male, with male/female ratio of 1.8; the most affected age group was 30 to 69 years. Among the admitted patients it was observed that positive and negative pulmonary cases, associated to extra-pulmonary, and the exclusive negative pulmonary cases, were the most diagnosed. For the patients that evolved to death the pulmonary type was the most frequent as well. The treatment was started for 41.9% of the total cases and in 76% of the admitted patients. Among those who started treatment, 82.5% adopted the Scheme I. The presence of co-morbidity was more prevalent among the admitted patients and those who evolved to death. HUAP plays the role of an unofficial reference for tuberculosis in its region. Conclusions: The hospital indicators and the epidemiological profile of the diagnosed patients suggest the need for a better organization of tuberculosis care in the setting as well as its reference region and they show the need for a rigorous definition of the biosafety measures at the hospital.

Page generated in 0.0712 seconds