• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 65
  • Tagged with
  • 65
  • 65
  • 65
  • 29
  • 18
  • 16
  • 14
  • 14
  • 12
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

El "poder hacer" de la planeacion institucional universitaria : el caso de la Universidad Publica Mexicana

Fregozo, Elvia Mercedes Mendez 1988 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socio-Economico Made available in DSpace on 2012-10-16T01:57:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0 O presente trabalho tem a intenção de vislumbrar o espaço de existência da condição de "poder fazer" do planejamento institucional universitário, para ampliar a possibilidade de implantação efetiva do processo, abordando o caso da Universidade Pública Mexicana. A investigação se desenvolve baseada em elementos bibliográficos e de publicações especializadas, para com isto fazer uma revisão das origens e dos aspectos teóricos da atividade de planejamento, o que contribuiu para construir o marco referencial: recorreu-se, ainda, a análise dos conteúdos de publicações emitidas pelas próprias universidades tomadas como amostra. Finalmente, se faz uma proposta para sistematização de fatores de ordem qualitativa, geralmente não considerados em um diagnóstico (contemplando as dimensões teórico-contextual, teórico-interna) que afetam o processo de planejamento institucional universitário (em organizações públicas).
2

As Solenidades públicas de colação de grau como mecanismo de organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público

Ramos, Cléia Normandina Silveira 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2012 Made available in DSpace on 2012-10-26T10:39:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 302473.pdf: 1250306 bytes, checksum: 2df3f4d9b111247480e327af0fc7672d (MD5) O objetivo desta pesquisa é analisar a contribuição das solenidades públicas de colação de grau da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em nível de graduação, resgatadas a partir de 2004, com vistas à organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público na universidade como instituição social, sob a perspectiva dos gestores universitários. As formaturas da Instituição até o fim da década de 80 apresentavam o caráter público e democrático. A partir da década de 90 foram privatizadas e no ano de 2004, foi resgatado seu caráter institucional, público e democrático. A devolução da formatura pública para a comunidade garantiu a participação na solenidade, de todos os formandos em igualdade de condições e sem custos para o estudante. Esta ação visa fortalecer o processo de democratização das solenidades de colação de grau dos seus cursos de graduação, na perspectiva de resgatar o seu caráter público, fortalecendo o exercício da cidadania dos seus estudantes e familiares, que foi fortemente abalado a partir da década de 90, como reflexo das políticas públicas neoliberais. Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso de natureza qualitativa, utilizando a análise de documentos, a construção de um arcabouço teórico contextualizando o fenômeno investigado, além de entrevistas semiestruturadas com gestores universitários. Para este estudo a construção do público é concebido a partir do atendimento aos interesses comuns, onde as diferenças são respeitadas, o diálogo é mantido, e os elementos que envolvem a complexidade da universidade pública são compreendidos na perspectiva de promover o desenvolvimento e a preservação desses espaços para as próximas gerações. Este espaço deve possibilitar a integração e a inserção social promovendo assim a consolidação de valores que envolvem a ética, a democracia, a justiça social e o bem comum. A partir dos resultados da pesquisa, é possível observar fortes evidências de que a formatura pública da UFSC é envolvida por relações de grandes dimensões e que refletem diretamente no seu caráter público, democrático e isonômico. Assim, ela se constitui em um processo que se apresenta em constante movimento e que pode contribuir para a organização ou para a desorganização do espaço público, de acordo com o contexto que a envolve. A Universidade é uma instituição complexa, caracterizada pela diversidade da sua comunidade interna e externa. Diferentes culturas, etnias, classes sociais, credos religiosos e ideologias políticas, aliados às relações de poder, se manifestam no seu fazer diário, como instituição social, fazendo com que seja capaz de identificar, compreender e responder às contradições existentes. Sustentar o espaço público é uma ação complexa, pois não é uma ação isolada da Universidade. Todavia, demanda muito esforço, vontade política, ousadia e acima de tudo compromisso institucional.
3

Universidade pública e accountability

Roczanski, Carla Regina Magagnin 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. Made available in DSpace on 2012-10-24T19:32:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 264163.pdf: 948772 bytes, checksum: 7929955f1dcc507f9b02c994b59e8b47 (MD5) O presente estudo tem como tema a accountability, observada através dos procedimentos de da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC e se propõe a analisar as práticas da Udesc sob a ótica da accountability, além de estabelecer qual a relação existente entre elas. As organizações públicas, após o advento da nova gestão pública e da reforma do Estado, vêm sendo cobradas com legislação pelo governo, assim como pela sociedade, para que tenham as suas ações divulgadas de forma transparente e com uma preocupação constante em atender aos anseios e necessidades da sociedade, dentro da missão da Instituição. Esta pesquisa é do tipo descritiva e exploratória, caracteriza-se por um estudo de caso e foi realizada por meio de entrevista semiestruturada com os gestores da UDESC. A legislação, vigente hoje no Brasil, propõe claramente o caminho da accountability para as organizações públicas, porém, na prática, pode-se perceber, por esta pesquisa e pelos exemplos apresentados neste trabalho, que efetivamente isso ainda não está acontecendo. A pesquisa demonstrou que a UDESC carece de procedimentos padronizados de prestação de contas para a sociedade. Desta forma, observou-se que a responsabilidade do gestor público não vêm sendo totalmente cumprida, ademais a transparência é um fator crítico; em virtude de a Instituição não possuir um sistema de informações gerenciais, ocorrem falhas de divulgação interna e externa de informações. Isso afeta a prestação de contas à sociedade; a maioria dos entrevistados destaca que não existe a efetiva e completa prestação de contas. Ou seja, os procedimentos na gestão da UDESC ainda precisam ser desenvolvidos, melhorados e ampliados, para alcançar a accountability.
4

Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras

Rizzatti, Gerson 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Made available in DSpace on 2012-10-20T07:15:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 186334.pdf: 5824532 bytes, checksum: 0e450865fb52a59fd764d6b3e4d120d5 (MD5) O presente trabalho objetivou estabelecer e validar um conjunto de componentes e seus respectivos indicadores com a finalidade de compor as categorias de análise do clima organizacional, no âmbito das universidades federais da região sul do Brasil. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi utilizado o método dedutivo, desenvolvendo-se o estudo do clima organizacional, seqüencialmente, pela predicação de suas categorias e respectivos componentes e indicadores Considerando esta abordagem, o trabalho de campo foi realizado nas Universidades Federais de Santa Catarina, de Santa Maria e do Paraná. Participaram da amostra, três informantes-chave de cada universidade, selecionados entre servidores com tempo de serviço superior a 20 anos em instituições de ensino superior, com vasto conhecimento sobre o assunto e larga experiência acadêmico-administrativa no âmbito de universidades. A pesquisa teve início com a sistematização de um conjunto de componentes por categoria, para a análise de clima nas universidades federais. Após a sistematização, verificou-se, junto aos informantes-chave das universidades selecionadas, a importância e a adequabilidade desses componentes para compor cada uma das categorias de análise. E em seguida, identificaram-se e sistematizaram-se os indicadores, na perspectiva de dimensionar os componentes por categorias de análise de clima organizacional em universidades federais. Ao final, apresentam-se as categorias, os componentes e respectivos indicadores considerados importantes e adequados para o estudo do clima organizacional em universidades federais. O trabalho de campo foi desenvolvido por meio de entrevista e análise de documentos dos acervos bibliográficos das universidades. As conclusões do estudo resultaram na validação das categorias apresentadas e de seus componentes e indicadores para a análise do clima organizacional em universidades federais da região sul do Brasil. O resultado desta pesquisa servirá como fonte de informações aos dirigentes universitários, para o desenvolvimento de estudos que visem a melhoria dos diversos processos que compõem a instituições universitárias estudadas. As categorias com seus componentes e respectivos indicadores identificados e analisados para o estudo do clima organizacional em universidades podem constituir um acervo de informações estratégicas para as universidades federais da região sul do Brasil.
5

Fatores determinantes da competitividade das universidades públicas estaduais do Paraná

Merhy, Roberto Frederico 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia Made available in DSpace on 2012-10-18T14:19:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 As universidades estaduais paranaenses são responsáveis por quase todo o processo de interiorização do conhecimento do estado e detém 70,9% do total de matrículas no ensino superior público instalado no Paraná.
6

Sistema de custos para universidades federais autárquicas: uma aplicação na Universidade Federal de Santa Catarina

Bastos, Rogerio Cid 1983 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Made available in DSpace on 2012-10-15T22:10:16Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T14:48:32Z : No. of bitstreams: 1 262054.pdf: 5919383 bytes, checksum: b96e9691607d91a6c1bbcb22a2ce1060 (MD5)
7

Configurações estratégicas em universidades federais brasileiras

Freitas, Ieda Maria Araujo Chaves 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Made available in DSpace on 2012-10-19T20:26:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 189017.pdf: 857406 bytes, checksum: e219d08195a79322e0b6b868fdb8e740 (MD5) A tese defende que, com base na abordagem da configuração, é possível analisar o comportamento estratégico de universidades federais brasileiras no processo de adequação ao contexto ambiental, ao longo do tempo. A pesquisa foi desenvolvida com base na abordagem qualitativa e descritiva para análise dos fenômenos observados. Foi utilizado o estudo multicasos em três universidades federais brasileiras: a Universidade Federal de Santa Catarina; a Universidade Federal do Ceará e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os dados foram coletados utilizando-se fontes primárias, através de entrevistas semi-estruturadas, aplicadas com os representantes da coalizão dominante das três universidades. As fontes secundárias foram constituídas por: livros, periódicos, relatórios, documentos legais (Regimentos e Estatutos) e Resoluções. O período de abrangência da pesquisa foi 28 anos, envolvendo as décadas de 70, 80 e 90. Um modelo de análise foi construído com o embasamento das Teorias da Administração que se mostrou válido para a análise das configurações estratégicas em universidades e organizações não universitárias. Os resultados alcançados revelaram que o conceito de configuração estratégica de adaptação reativa, se adequa a ambientes estáveis característicos da década de 70, em que as universidades formularam suas estratégias sobre pressão de normas e regulamentos externos; na concepção determinista. A configuração de adaptação planejada foi observada na década de 80 em que os ambientes externo e interno exerciam pressões sobre as universidades, assim, as concepções determinista e voluntarista transitaram ao longo de um continuun. Na década de 90, as universidades estiveram inseridas em contextos complexos e dinâmicos e se adaptaram na configuração estratégica de adaptação incremental com base nas concepções determinista e voluntarista. Recomenda-se validar o modelo proposto tomando como unidades de análises universidades de diferentes vinculações administrativas, como também outros tipos de organizações.
8

Repositórios de instituições federais de ensino superior e suas políticas

Boso, Augiza Karla 26 October 2012 (has links)
Dissertação [mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Florianópolis, 2011 Made available in DSpace on 2012-10-26T05:50:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 296890.pdf: 5889201 bytes, checksum: 3501ed8a6eed04f0b9e00f92d7a4b5ac (MD5) As instituições federais de ensino superior no Brasil podem dar maior transparência aos recursos financeiros alocados para o desenvolvimento da ciência ao disponibilizar diversas fontes de informação nos seus repositórios. O objetivo geral visa analisar as políticas dos repositórios institucionais e quais fontes de informação são consideradas relevantes pelas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) no Brasil no povoamento de repositórios institucionais. Como objetivos específicos têm-se: identificar as instituições que mantêm repositórios e as que possuem políticas instituídas e disponibilizadas aos usuários e especificar a tipologia das fontes de informação recomendadas pelas políticas e/ou disponibilizadas nesses repositórios. A metodologia adotada foi de pesquisa básica, do ponto de vista de sua natureza; e descritiva, pela forma de estudo do objeto. A pesquisa descritiva desenvolveu-se em forma de pesquisa documental apoiada na pesquisa bibliográfica para contextualizar o tema, tendo cunho qualitativo. O universo da pesquisa constitui-se das 97 IFES existentes no Brasil, tendo em vista que as pesquisas científicas realizadas nessas instituições visam à contínua melhoria dos produtos e serviços para a sociedade. Dessas IFES, 57 são universidades federais, 38 são institutos federais e 2 são centros federais de educação tecnológica. A população constituiu-se das 23 IFES que mantêm repositórios, e a amostra, das 7 instituições que mantêm repositórios com políticas instituídas e disponibilizadas aos seus usuários. Entre as conclusões a que se chegou, pode-se destacar que os RIs apresentam fontes primárias e secundárias de informação. Os repositórios que possuem somente fontes primárias equivalem a 71,42% do total; 28,58% dos RIs, além de apresentarem fontes primárias, apresentaram também fontes secundárias; não foram observadas fontes terciárias. As fontes de informação consideradas relevantes pelas IFES para o povoamento de repositórios foram: teses e dissertações; artigos de periódicos; trabalhos apresentados em eventos; trabalhos de conclusão de curso de graduação; acervo fotográfico; trabalho de conclusão de curso de especialização; documentos (atas); livros e capítulos de livros e referências básicas para matérias de jornais. O estudo permitiu que as instituições federais de ensino superior conhecessem as fontes de informação utilizadas em seus repositórios, pois as políticas facilitam a organização e a disseminação da informação, o que traz benefícios tanto para a comunidade científica e institucional quanto para a sociedade de um modo geral, inclusive para a área de Ciência da Informação.
9

Gestão das Universidades Federais Brasileiras

Souza, Irineu Manoel de 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009 Made available in DSpace on 2012-10-24T21:49:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 275706.pdf: 3005637 bytes, checksum: a60c21e8756eb1709eae4cb3f5b6104f (MD5) As transformações no âmbito das organizações complexas exigem novas formas de gestão, maior flexibilidade organizativa, com sistemas decisórios mais participativos. Essas transformações requerem a busca da melhoria da qualidade nas estruturas e processos administrativos. As instituições universitárias continuam a enfrentar demandas que as teorias organizacionais tradicionais não conseguem atender. Nesse contexto, questiona-se qual a contribuição da gestão do conhecimento para a gestão das IFES. A partir do cenário evidenciado, sugere-se identificar as efetivas contribuições da gestão do conhecimento para a excelência da gestão das universidades federais. Como metodologia de estudo, além da abordagem quantitativa, foi adotada a abordagem qualitativa. Na pesquisa quantitativa, foi utilizada a modalidade survey, por meio de aplicação de questionário às 53 (cinquenta e três) Universidades Federais Brasileiras, criadas e consolidadas até o ano de 2008, inclusive. Na abordagem qualitativa foram efetuadas entrevistas semi-estruturadas com os reitores, ex-reitores, pró-reitores, diretores de centros/faculdades ou equivalentes, chefes de departamentos, coordenadores de cursos, bem como com os docentes, técnicos e estudantes integrantes do Conselho Universitário das IFES pesquisadas. Os resultados da pesquisa indicam que as práticas de gestão do conhecimento são pouco adotadas nas universidades federais. Constatou-se a ocorrência, ainda de forma parcial, das seguintes práticas: sistemas de informações, novas formas organizacionais, estratégia organizacional, avaliação organizacional, comunicação institucional, avaliação de competência individual, planos de reconhecimento e recompensa, estímulo a criatividade e inovação, relacionamento com a sociedade, relacionamento com outras instituições e responsabilidade social. Em relação a práticas de gestão relevantes, tais como gestão por competência, memória organizacional, educação corporativa, aprendizagem e compartilhamento do conhecimento, relacionamento e aprendizagem com instituições nacionais e internacionais, raramente são adotadas nas IFES. As respostas dos questionários, das entrevistas, e demais dados levantados, cotejados com a fundamentação teórica apresentada, embasam as proposições direcionadoras para o desenvolvimento de uma abordagem de gestão das universidades federais no contexto da gestão do conhecimento.
10

Gestão orçamentária

Espírito Santo, Sérgio Pereira do 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2011 Made available in DSpace on 2012-10-25T20:10:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 291118.pdf: 1274521 bytes, checksum: a0db3daf26219fac2f89b9b9f1d409b1 (MD5) O orçamento da União, estabelecido na Constituição Federal do Brasil, é identificado como um instrumento de gestão e de transparência das contas públicas, onde é possível conhecer os objetivos, as metas e as dotações incluídas nos programas de governo. A importância deste estudo se deve principalmente por analisar recursos destinados à educação superior, um dos pontos fundamentais para o desenvolvimento social e econômico de qualquer nação. Dentre os problemas para a interação entre o Estado e a sociedade, no que se refere à transparência dos gastos públicos, estão a compreensão e o acompanhamento da configuração desses gastos, assim, o objetivo desta dissertação consistiu em analisar, com base na classificação orçamentária da despesa, a composição, a destinação e o comportamento dos recursos orçamentários despendidos na subfunção Ensino Superior, pela Universidade Federal de Santa Catarina, nos exercícios financeiros de 2005 a 2009. Sendo assim, realizou-se uma pesquisa documental, prática e descritiva, com coleta de dados primários e secundários e informações de natureza qualitativa-quantitativa. Quanto à lógica foi adotado o método de reflexão indutivo e em relação aos resultados considerou-se como pesquisa aplicada. Foram feitas análises por identificador de resultado primário, por programa, por ação, por grupo de natureza de despesa e por fonte de recursos. A pesquisa revelou (i) tendência para o crescimento da participação das despesas primárias discricionárias na composição da despesa autorizada, a qual partiu de 16,3% em 2005 para 27,6% em 2009, por outro lado houve redução dos índices de execução, passando de 83,1% em 2005 para 53,4% em 2008 e 2009; (ii) preferência pela alocação dos recursos nos cursos de graduação a cursos de pós-graduação; (iii) incompatibilidade entre informações apresentadas nos Relatórios de Gestão e os registros contábeis; (iv) tendência de crescimento da participação do grupo 4 Investimentos na composição do orçamento autorizado, entretanto com execução média em torno de 27,6%; (v) projetos e atividades que surgem e desaparecem de um ano para o outro, o que prejudica a comparabilidade e alimenta a condição de assimetria informacional. Concluiu-se, quanto às despesas primárias discricionárias, que há tendência para o inchaço do orçamento autorizado e possibilidades mínimas de execução significativa no exercício de competência. The budget of the Union, established in the Constitution of Brazil, is identified as a management tool and transparency of public accounts, where you can meet the goals, targets and allocations included in government programs. The importance of this study is mainly for reviewing resources for higher education, a fundamental factor for social and economic development of any nation. Among the problems for the interaction between state and society, as regards the transparency of public expenditures, are understanding and monitoring the configuration of these expenditures, so the objective of this dissertation was to examine, based on the classification of budget expenditure, composition, the allocation of budgetary resources and behavior subfunction spent on Higher Education, Federal University of Santa Catarina, in fiscal years 2005 to 2009. Thus, there was a documentary research, practical and descriptive, with data collection from primary and secondary information and qualitative and quantitative. As to the logical was adopted the method of reflection inductive and about the results was considered as applied research. Analysis were made per primary result identifier, program, action. group of type of spending and source of resources. The survey revealed (i) upward trend in the share of primary spending discretionary in the composition of the expenditure authorized, which went from 16.3% in 2005 to 27.6% in 2009, on the other hand decreased rates of implementation, from 83.1% in 2005 to 53.4% in 2008 and 2009; (ii) preference for the allocation of resources in undergraduate courses to graduate, (iii) incompatibility between the information presented in Management Reports and accounting records; (iv) trend of increasing share of group 4 Investments in the composition of the budget approved, but with performance averaging around 27.6%; (v) projects and activities that appear and disappear from one year to another, which hinders the comparability and feeds the condition of information asymmetry. It was concluded, concerning to primary discretionary expenditure, there is a tendency for bloating the budget approved and minimal chances of meaningful implementation in the exercise of jurisdiction.

Page generated in 0.1141 seconds