• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 53
  • Tagged with
  • 53
  • 53
  • 53
  • 17
  • 16
  • 15
  • 15
  • 15
  • 9
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

El "poder hacer" de la planeacion institucional universitaria : el caso de la Universidad Publica Mexicana

Fregozo, Elvia Mercedes Mendez 1988 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socio-Economico O presente trabalho tem a intenção de vislumbrar o espaço de existência da condição de "poder fazer" do planejamento institucional universitário, para ampliar a possibilidade de implantação efetiva do processo, abordando o caso da Universidade Pública Mexicana. A investigação se desenvolve baseada em elementos bibliográficos e de publicações especializadas, para com isto fazer uma revisão das origens e dos aspectos teóricos da atividade de planejamento, o que contribuiu para construir o marco referencial: recorreu-se, ainda, a análise dos conteúdos de publicações emitidas pelas próprias universidades tomadas como amostra. Finalmente, se faz uma proposta para sistematização de fatores de ordem qualitativa, geralmente não considerados em um diagnóstico (contemplando as dimensões teórico-contextual, teórico-interna) que afetam o processo de planejamento institucional universitário (em organizações públicas).
2

O papel da Fundação Rockefeller na organização do ensino e da pesquisa na Faculdade de Medicina de São Paulo (1916-1931)

Maria Gabriela S. M. C. Marinho 1993 (has links)
Resumo: Não informado. Abstract: Not informed.
3

As Solenidades públicas de colação de grau como mecanismo de organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público

Ramos, Cléia Normandina Silveira 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2012 O objetivo desta pesquisa é analisar a contribuição das solenidades públicas de colação de grau da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em nível de graduação, resgatadas a partir de 2004, com vistas à organização, desenvolvimento e fortalecimento do espaço público na universidade como instituição social, sob a perspectiva dos gestores universitários. As formaturas da Instituição até o fim da década de 80 apresentavam o caráter público e democrático. A partir da década de 90 foram privatizadas e no ano de 2004, foi resgatado seu caráter institucional, público e democrático. A devolução da formatura pública para a comunidade garantiu a participação na solenidade, de todos os formandos em igualdade de condições e sem custos para o estudante. Esta ação visa fortalecer o processo de democratização das solenidades de colação de grau dos seus cursos de graduação, na perspectiva de resgatar o seu caráter público, fortalecendo o exercício da cidadania dos seus estudantes e familiares, que foi fortemente abalado a partir da década de 90, como reflexo das políticas públicas neoliberais. Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso de natureza qualitativa, utilizando a análise de documentos, a construção de um arcabouço teórico contextualizando o fenômeno investigado, além de entrevistas semiestruturadas com gestores universitários. Para este estudo a construção do público é concebido a partir do atendimento aos interesses comuns, onde as diferenças são respeitadas, o diálogo é mantido, e os elementos que envolvem a complexidade da universidade pública são compreendidos na perspectiva de promover o desenvolvimento e a preservação desses espaços para as próximas gerações. Este espaço deve possibilitar a integração e a inserção social promovendo assim a consolidação de valores que envolvem a ética, a democracia, a justiça social e o bem comum. A partir dos resultados da pesquisa, é possível observar fortes evidências de que a formatura pública da UFSC é envolvida por relações de grandes dimensões e que refletem diretamente no seu caráter público, democrático e isonômico. Assim, ela se constitui em um processo que se apresenta em constante movimento e que pode contribuir para a organização ou para a desorganização do espaço público, de acordo com o contexto que a envolve. A Universidade é uma instituição complexa, caracterizada pela diversidade da sua comunidade interna e externa. Diferentes culturas, etnias, classes sociais, credos religiosos e ideologias políticas, aliados às relações de poder, se manifestam no seu fazer diário, como instituição social, fazendo com que seja capaz de identificar, compreender e responder às contradições existentes. Sustentar o espaço público é uma ação complexa, pois não é uma ação isolada da Universidade. Todavia, demanda muito esforço, vontade política, ousadia e acima de tudo compromisso institucional.
4

Universidade pública e accountability

Roczanski, Carla Regina Magagnin 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. O presente estudo tem como tema a accountability, observada através dos procedimentos de da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC e se propõe a analisar as práticas da Udesc sob a ótica da accountability, além de estabelecer qual a relação existente entre elas. As organizações públicas, após o advento da nova gestão pública e da reforma do Estado, vêm sendo cobradas com legislação pelo governo, assim como pela sociedade, para que tenham as suas ações divulgadas de forma transparente e com uma preocupação constante em atender aos anseios e necessidades da sociedade, dentro da missão da Instituição. Esta pesquisa é do tipo descritiva e exploratória, caracteriza-se por um estudo de caso e foi realizada por meio de entrevista semiestruturada com os gestores da UDESC. A legislação, vigente hoje no Brasil, propõe claramente o caminho da accountability para as organizações públicas, porém, na prática, pode-se perceber, por esta pesquisa e pelos exemplos apresentados neste trabalho, que efetivamente isso ainda não está acontecendo. A pesquisa demonstrou que a UDESC carece de procedimentos padronizados de prestação de contas para a sociedade. Desta forma, observou-se que a responsabilidade do gestor público não vêm sendo totalmente cumprida, ademais a transparência é um fator crítico; em virtude de a Instituição não possuir um sistema de informações gerenciais, ocorrem falhas de divulgação interna e externa de informações. Isso afeta a prestação de contas à sociedade; a maioria dos entrevistados destaca que não existe a efetiva e completa prestação de contas. Ou seja, os procedimentos na gestão da UDESC ainda precisam ser desenvolvidos, melhorados e ampliados, para alcançar a accountability.
5

Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras

Rizzatti, Gerson 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O presente trabalho objetivou estabelecer e validar um conjunto de componentes e seus respectivos indicadores com a finalidade de compor as categorias de análise do clima organizacional, no âmbito das universidades federais da região sul do Brasil. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi utilizado o método dedutivo, desenvolvendo-se o estudo do clima organizacional, seqüencialmente, pela predicação de suas categorias e respectivos componentes e indicadores Considerando esta abordagem, o trabalho de campo foi realizado nas Universidades Federais de Santa Catarina, de Santa Maria e do Paraná. Participaram da amostra, três informantes-chave de cada universidade, selecionados entre servidores com tempo de serviço superior a 20 anos em instituições de ensino superior, com vasto conhecimento sobre o assunto e larga experiência acadêmico-administrativa no âmbito de universidades. A pesquisa teve início com a sistematização de um conjunto de componentes por categoria, para a análise de clima nas universidades federais. Após a sistematização, verificou-se, junto aos informantes-chave das universidades selecionadas, a importância e a adequabilidade desses componentes para compor cada uma das categorias de análise. E em seguida, identificaram-se e sistematizaram-se os indicadores, na perspectiva de dimensionar os componentes por categorias de análise de clima organizacional em universidades federais. Ao final, apresentam-se as categorias, os componentes e respectivos indicadores considerados importantes e adequados para o estudo do clima organizacional em universidades federais. O trabalho de campo foi desenvolvido por meio de entrevista e análise de documentos dos acervos bibliográficos das universidades. As conclusões do estudo resultaram na validação das categorias apresentadas e de seus componentes e indicadores para a análise do clima organizacional em universidades federais da região sul do Brasil. O resultado desta pesquisa servirá como fonte de informações aos dirigentes universitários, para o desenvolvimento de estudos que visem a melhoria dos diversos processos que compõem a instituições universitárias estudadas. As categorias com seus componentes e respectivos indicadores identificados e analisados para o estudo do clima organizacional em universidades podem constituir um acervo de informações estratégicas para as universidades federais da região sul do Brasil.
6

Sistema de custos para universidades federais autárquicas

Bastos, Rogerio Cid 1983 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
7

Fatores determinantes da competitividade das universidades públicas estaduais do Paraná

Merhy, Roberto Frederico 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia As universidades estaduais paranaenses são responsáveis por quase todo o processo de interiorização do conhecimento do estado e detém 70,9% do total de matrículas no ensino superior público instalado no Paraná.
8

A cooperação universidade/empresa nas universidade públicas brasileiras

Melo, Pedro Antônio de 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Esta pesquisa apresenta e analisa como está estruturado o processo de cooperação universidade/empresa nas universidades públicas brasileiras. Os resultados da indicam que a cooperação está presente em todas as instituições pesquisadas, contudo, está fragmentada nas diversas áreas do conhecimento, é pouco estruturada, é exercida tendo como parâmetro às peculiaridades da instituição e da demanda do setor empresarial em que está inserida, em função do modelo, da vocação e das características regionais e ideológicas predominantes. Apontam, ainda, para o surgimento de uma nova universidade, muito mais aberta, interativa e empreendedora, em todas as suas frentes de atuação. O estudo evidencia que as universidades envolvidas beneficiam-se da parceria, não apenas pelo retorno financeiro, que lhes permite melhorar suas instalações, comprar novos equipamentos e manter seus laboratórios, mas, sobretudo, pelo retorno no aprendizado resultante do envolvimento do professor e dos alunos com a realidade do mercado, e no incremento da pesquisa, com retornos efetivamente significativamente para as empresas e a sociedade em geral. Consolida-se a ênfase teórica de que a universidade somente poderá cumprir seus princípios e finalidades se tiver liberdade para produzir, sistematizar e colocar em prática seus projetos educacionais, sem qualquer interveniência externa. Fica evidente, a necessidade de uma reestruturação em níveis globais nas instituições, pois, a cooperação se mal-conduzida pode interferir no comportamento dos envolvidos e por em risco funções precípuas da universidade. A implementação desse novo modelo permite as instituições entrarem na contemporaneidade, alinhadas com os caminhos do mundo globalizado e sem fronteiras, da era do conhecimento virtual e das idéias compartilhadas. Fica evidente, que a parceria só acontece efetivamente, a partir da atuação de pelo menos três segmentos o Estado, a Universidade e o Setor Produtivo. A falta de um desses elementos inviabiliza o processo. A cooperação, seguindo determinados parâmetros operacionais, apresenta-se não como uma panacéia, que resolverá todos os problemas financeiros da universidade, mas serve como um mecanismo capaz de minimizar a crise financeira da universidade e estreitar suas relações com o meio, contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico do país, e propiciar um diálogo mais direto e profundo com a sociedade.
9

O capital e as universidades federais no governo Lula

Seki, Allan Kenji 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2014. Na presente pesquisa analisou-se as propostas educacionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI) - fração específica do capital - para as universidades públicas no Governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003-2010). Estudamos o projeto dos empresários industriais, especificamente a CNI e suas entidades complementares. O exame dos documentos que abrangem os dois mandatos presidenciais de Lula possibilitou perceber que a CNI modificou suas proposições para as universidades públicas ao longo do tempo. No início do Governo Lula os industriais propunham formas de privatização que não aquela em sentido estrito, defendendo a gratuidade do ensino para os estudantes, porém vinculando a isto a flexibilização de cursos, a desconstrução do sentido das universidades em sua dimensão ensino-pesquisa-extensão, a incorporação do empreendedorismo na matriz pedagógica, bem como a introdução de um tipo de gerencialismo de resultados e gestão de competências próprias do setor privado. Ao final do Governo Lula, os industriais entendiam que a prioridade devia ser dada à Educação Básica, que as universidades públicas deveriam ser extintas e seus recursos repassados aos demais níveis de ensino, fomentando-se a privatização em sentido estrito, isto é, o empresariamento do Ensino Superior. Constatamos que o capital industrial constituiu um ideário pedagógico, no final do segundo Governo Lula, cujas bases são o "capital humano" e a "sociedade do conhecimento". Do ponto de vista da classe trabalhadora, não existe qualquer elemento positivo no ideário de tais empresários. Para a construção de projetos políticos que resgatem o papel da universidade brasileira e seu sentido público, a classe trabalhadora deve romper absolutamente com qualquer projeto de aliança com o setor produtivo industrial.
Abstract : In the present research, we analyzed the educational proposals of the National Confederation of Industry (CNI) - specific fraction of the capital - for public universities in the Government of Luiz Inacio Lula da Silva (2003-2010). We study the design of industrial entrepreneurs, specifically the CNI and its complementary entities. The examination of documents covering the two presidential terms of Lula allowed us to notice that the CNI modified its proposals for public universities over time. At the beginning of the Lula administration, industrialists proposed forms of privatization other than that in the strict sense, defending education gratuity for students, but linking this to the flexibility of courses, the deconstruction of the sense of universities in its teaching-research-extension dimension, the incorporation of entrepreneurship in the educational matrix as well as the introduction of a kind of managerialism of results and management skills specific to the private sector. At the end of Lula?s administration, industrialists understood that priority should be given to basic education, that public universities should be extinct and its funds transferred to other levels of education, encouraging the privatization in the strict sense, that is, the entrepreneurship of the higher education. We found that industrial capital constituted a pedagogical set of ideas at the end of the second Lula government, whose bases are the "human capital" and "society of knowledge". From the point of view of the working class, there is no positive element in the ideology of such entrepreneurs. To build political projects that reclaim the role of Brazilian university and its public sense, the working class must break completely with any project of alliance with the industrial production sector.
10

Percepções de alunos acerca da avaliação institucional da UFSC

Pinto, Marli Dias de Souza 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. O presente trabalho teve como objetivo conhecer a percepção de alunos de graduação acerca do Processo de Avaliação Institucional da Universidade Federal de Santa Catarina. (PAIUFSC), no período de 1996 a 1998. A pesquisa foi desenvolvida de março de 1998 a abril de 2000, os sujeitos pesquisados foram 52 alunos, de 13 cursos de graduação da UFSC. Tendo em vista ouvir alunos em seus significados, optou-se por desenvolver o estudo através do método qualitativo de pesquisa. Os dados foram colhidos por meio de entrevista no próprio Campus da UFSC. O estudo mostra que os alunos de graduação, matriculados e cursando regularmente a universidade no período de 1996 a 1998, desconhecem o processo e planejamento do PAIUFSC. A unanimidade deles conhece apenas o questionário de avaliação. Quanto à devolução dos dados, ele inexiste ou quando acontece é de forma inadequada na percepção dos entrevistados. Os resultados confirmam que o aluno reconhece que o processo é válido, entretanto, demonstram desinteresse, e ao mesmo tempo uma grande vontade de participar do PAIUFSC como um todo.

Page generated in 0.1414 seconds