• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 109
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 110
  • 110
  • 65
  • 64
  • 63
  • 63
  • 41
  • 39
  • 36
  • 33
  • 25
  • 22
  • 21
  • 21
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uso de álcool e julgamento sócio-moral de estudantes do ensino médio /

Cruz, Luciana Aparecida Nogueira da. January 2006 (has links)
Orientador: Raul Aragão Martins / Resumo: A pesquisa constou de duas etapas. Na primeira, realizou-se o levantamento inicial (screening), no qual investigou-se o padrão de consumo de álcool, com o Alcohol Use Disorders Identification Test - AUDIT, o nível socioeconômico, religião e uso de álcool problemático na família. Na segunda etapa, a entrevista, investigou-se a quantidade e a freqüência de uso de álcool, o julgamento sócio-moral, a fim de avaliar-se em que domínios sociais os adolescentes colocam certas condutas, e quinze questões foram elaboradas objetivando-se conhecer o contexto de uso de álcool. O AUDIT identificou 22,3% de alunos como positivos (pontuaram oito ou mais no teste). Os resultados mostram que ser do sexo masculino, freqüentar as aulas no período noturno, não pertencer a uma religião e ter familiar que faz uso problemático de álcool são fatores de risco para o uso excessivo de bebida. Conclui-se que tanto o hábito de beber quanto o julgamento dos adolescentes com relação ao uso de drogas apresenta características distintas dos adultos e são essas peculiaridades que possibilitam realizar trabalhos de prevenção e/ou intervenção de maior eficácia / Abstract: The research took place in two instances: Firstly, on the screening stage, investigations on patterns of alcohol consumption using AUDIT (Alcohol Use Disorders Indetification Test) took place, as well as on their income level, religion and family problems related to alcohol consumption. Secondly, on the interview stage, matters such as how much and how often they drink alcohol, as well as their moral evaluation to understand which social domains these students relate their conduct to. Furthermore, 15 questions were applied to know the context in which alcohol consumption takes place. AUDIT identified 22.3% of the students as positive (score 8 or more in the test). Results showed that aspects such as male gender, attending school in the evening, non religion adepts, and having any family member who keeps unhealthy consumption of alcohol, increases the risk of extreme use of drinks. Either students who overdo on alcohol and those who do not drink or those who do it moderately put the consumption of legal or illegal drugs into personal domains. As a conclusion, both alcohol consumption habits and moral evaluations of it differ between teenagers and adults. And these specificities makes it easier to lead prevention and intervention works in a more successful way / Mestre
2

Os significados do uso de álcool entre os/as jovens quilombolas de Garanhuns/PE: uma perspectiva interseccional

Silva, Roseane Amorim da 14 February 2014 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-04T13:39:55Z No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Roseane Amorim da Silva.pdf: 1927430 bytes, checksum: 3d0e55431ac72a7900959f9ed3e2bf1f (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-04T13:39:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Roseane Amorim da Silva.pdf: 1927430 bytes, checksum: 3d0e55431ac72a7900959f9ed3e2bf1f (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2014-02-14 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este estudo buscou investigar os significados do uso de álcool entre os/as jovens quilombolas do município de Garanhuns/PE, em interface com as questões de gênero, classe social e raça/etnia. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de inspiração feminista, realizada com jovens na faixa etária entre 18 e 24 anos, moradores/as de duas comunidades quilombolas localizadas na área rural de Garanhuns/PE. A realização deste estudo ocorreu em três momentos: no primeiro, realizamos observação participante nas comunidades; no segundo, 20 entrevistas semiestruturadas com os/as jovens, e, no terceiro momento, os dados construídos foram analisados a partir da perspectiva da análise do discurso e da interseccionalidade. A perspectiva interseccional possibilitou a percepção da existência da opressão, mas principalmente seus desdobramentos a partir do efeito do cruzamento entre os diversos marcadores sociais (gênero, classe, raça/etnia) e a repercussão destes nas significações sobre o uso de álcool. Observamos o modo de vida dos/as jovens quilombolas e vimos como estes/as percebem o lugar onde moram: alguns e algumas satisfeitos/as, outros/as queixam-se da necessidade de melhorias para as comunidades. Constatamos que não há uma mobilização explícita dos/as jovens na luta por mudanças, e vários fatores se fazem presentes para que esses/as não se engajem na transformação social das condições de vida de sua coletividade. A condição de jovem e quilombola é marcada pelo preconceito, discriminação e opressão por sua identidade étnico-racial e por habitarem na área rural. As situações juvenis no contexto quilombola são diversas, há os/as jovens que trabalham, que estudam, que não trabalham e não estudam, que são mães, pais, casados/as, esses/as fazem uso de álcool nos bares das comunidades, em suas casas, sozinhos/as, acompanhados/as por parentes e amigos/as. As percepções sobre o uso diferem quando o consumidor é homem (naturalização) e quando é mulher (difamação, principalmente para o consumo nos bares). As motivações para o uso de álcool entre os/as jovens são diversas: diversão, lazer, meio de esquecer os problemas e lidar com as dificuldades cotidianas, entre outras. Constatamos também que o uso de álcool é uma prática cultural nas comunidades, visto que sempre esteve presente mediando às atividades realizadas pelos/as quilombolas. No entanto, ressaltamos que há uma necessidade de um olhar cuidadoso para essa prática, pois o uso abusivo tem apresentado consequências negativas nas comunidades, a exemplo dos acidentes automobilísticos e da violência contra as mulheres em espaços público e privado. Percebemos também que o uso de álcool aproxima os/as jovens rurais e urbanos/as nas comunidades quilombolas, funcionando como um elemento de mediação entre os contextos, mas também ressaltando as condições desiguais de acesso e circulação nesses. O estudo indica a necessidade de reflexões e ações sobre as condições desiguais que têm marcado a existência dos/das quilombolas e sobre estratégias que possam ser acionadas/desenvolvidas em prol da agentividade política dessa população, considerando as repercussões do uso de álcool em seus projetos de vida.
3

As implicações do curso de formação continuada sobre consumo de álcool: uma proposta de intervenção breve aplicada por professores

Cruz, Luciana Aparecida Nogueira da [UNESP] 09 February 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-02-09Bitstream added on 2014-06-13T19:21:09Z : No. of bitstreams: 1 cruz_lan_dr_mar.pdf: 810715 bytes, checksum: 7e1db0d06b28737e7bdf456fd608610d (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O consumo de álcool entre o público jovem tem se iniciado em idade cada vez mais precoce e com frequência cada vez maior. Por essa razão buscou-se realizar uma pesquisa com adolescentes, matriculados no ensino médio público, por profissionais da própria escola com apoio de um grupo de pesquisadores da UNESP (e não por pessoal externo à escola) em uma escola pública estadual de ensino médio de uma cidade do noroeste paulista, Brasil. Realizou-se um curso de formação continuada no local de trabalho com um grupo de professores e a fim de habilitá-los a desenvolver pesquisa sobre o padrão de beber de adolescentes e aplicar uma intervenção breve baseada no procedimento Brief Alcohol Screening and Intervention for College Students (BASICS). Essa intervenção é usada para a redução de danos e diminuição do consumo de álcool. O objetivo dessa pesquisa de doutorado foi avaliar as implicações que o curso de formação continuada teve na efetivação da pesquisa (levantamento e intervenção breve) dos profissionais da escola e na prática escolar desses profissionais, e a eficácia da intervenção breve aplicada por profissionais da educação. Os resultados apontam que a realização da pesquisa contribuiu significativamente para a prática docente e na autovalorização profissional. Notou-se que o vínculo entre professor e alunos facilitou a realização da intervenção breve alcançando índices significativos na redução de consumo de álcool, principalmente entre os alunos do primeiro ano do ensino médio. Assim, conclui-se que formar profissionais de escolas para pesquisa e aplicação de intervenções breve é válido e deve-se começar o trabalho de intervenção com alunos dos últimos anos do ensino fundamental ou primeiro ano do ensino médio. / The consumption of alcohol among teenagers has been initiated earlier and more often than ever. Therefore, we propose a study with teenagers enrolled in public high school conducted by in-house educators (not a third-party intervention as commonly occurs) supported by Unesp researchers in a public high school located in the northwest of São Paulo state. A continuing education course has been delivered to the group of educators in order to prepare them for the development of a research on teenagers‟ drinking behavior and to lead a Brief Intervention based on the BASICS method - Brief Alcohol Screening and Intervention for College Students. Such intervention has been conducted to decrease alcohol consumption and its harmful effects. The aim of this Ph.D. research is to evaluate the implications of the continuing education course on the effectiveness of the study held by school professionals, on their teaching practices, and on the efficiency of a Brief Intervention conducted by these educators. Results show that the study benefited the educators teaching practices and their professional self-image. It‟s evident that the degree of closeness between educators and students was a facilitating factor for the success of the brief intervention, which achieved significant levels of alcohol-use reduction especially among freshman high school students. Therefore we may conclude that it is valid to provide educators with research background and practical knowledge on brief intervention methods and that intervention must comprise middle school and freshman students especially.
4

As implicações do curso de formação continuada sobre consumo de álcool : uma proposta de intervenção breve aplicada por professores /

Cruz, Luciana Aparecida Nogueira da. January 2011 (has links)
Orientador: Raul Aragão Martins / Banca: Maévi Anabel Nono / Banca: Lourdes Marcelino Machado / Banca: Liana Abrão Romera / Banca: Alonso Bezerra de Carvalho / Resumo: O consumo de álcool entre o público jovem tem se iniciado em idade cada vez mais precoce e com frequência cada vez maior. Por essa razão buscou-se realizar uma pesquisa com adolescentes, matriculados no ensino médio público, por profissionais da própria escola com apoio de um grupo de pesquisadores da UNESP (e não por pessoal externo à escola) em uma escola pública estadual de ensino médio de uma cidade do noroeste paulista, Brasil. Realizou-se um curso de formação continuada no local de trabalho com um grupo de professores e a fim de habilitá-los a desenvolver pesquisa sobre o padrão de beber de adolescentes e aplicar uma intervenção breve baseada no procedimento Brief Alcohol Screening and Intervention for College Students (BASICS). Essa intervenção é usada para a redução de danos e diminuição do consumo de álcool. O objetivo dessa pesquisa de doutorado foi avaliar as implicações que o curso de formação continuada teve na efetivação da pesquisa (levantamento e intervenção breve) dos profissionais da escola e na prática escolar desses profissionais, e a eficácia da intervenção breve aplicada por profissionais da educação. Os resultados apontam que a realização da pesquisa contribuiu significativamente para a prática docente e na autovalorização profissional. Notou-se que o vínculo entre professor e alunos facilitou a realização da intervenção breve alcançando índices significativos na redução de consumo de álcool, principalmente entre os alunos do primeiro ano do ensino médio. Assim, conclui-se que formar profissionais de escolas para pesquisa e aplicação de intervenções breve é válido e deve-se começar o trabalho de intervenção com alunos dos últimos anos do ensino fundamental ou primeiro ano do ensino médio. / Abstract: The consumption of alcohol among teenagers has been initiated earlier and more often than ever. Therefore, we propose a study with teenagers enrolled in public high school conducted by in-house educators (not a third-party intervention as commonly occurs) supported by Unesp researchers in a public high school located in the northwest of São Paulo state. A continuing education course has been delivered to the group of educators in order to prepare them for the development of a research on teenagers‟ drinking behavior and to lead a Brief Intervention based on the BASICS method - Brief Alcohol Screening and Intervention for College Students. Such intervention has been conducted to decrease alcohol consumption and its harmful effects. The aim of this Ph.D. research is to evaluate the implications of the continuing education course on the effectiveness of the study held by school professionals, on their teaching practices, and on the efficiency of a Brief Intervention conducted by these educators. Results show that the study benefited the educators teaching practices and their professional self-image. It‟s evident that the degree of closeness between educators and students was a facilitating factor for the success of the brief intervention, which achieved significant levels of alcohol-use reduction especially among freshman high school students. Therefore we may conclude that it is valid to provide educators with research background and practical knowledge on brief intervention methods and that intervention must comprise middle school and freshman students especially. / Doutor
5

Avaliação do consumo do álcool entre universitários

Rocha, Bárbara [UNESP] 01 July 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:50:36Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-07-01Bitstream added on 2014-08-13T18:01:09Z : No. of bitstreams: 1 000736852_20150107.pdf: 137455 bytes, checksum: c488bc85e3946067f0d8b901ae3cd9fc (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / A população universitária apresenta padrões típicos de uso de álcool e fatores de risco, relacionados ao consumo de risco, que diferem da população em geral. Tendo em vista o número de usuários existentes; seu impacto sobre os indivíduos, instituições e sociedade; as conseqüências adversas e sendo também um tema de relevante preocupação mundial, o estudo propôs avaliar o consumo de álcool por universitários dos cursos de graduação dos Campi da UNESP- Araraquara- SP. Trata-se de um estudo observacional do tipo transversal. Para identificar os padrões de consumo entre os estudantes foi utilizado o questionário AUDIT. Para caracterização da amostra foram levantadas informações como idade, sexo, estado civil, escolaridade, consumo de álcool no ambiente familiar, religião, entre outros, além de aspectos do consumo como os locais onde bebem usualmente e com quem fazem uso da substância. Foram obtidas estatísticas descritivas das variáveis e a associação entre o “consumo de risco” e as variáveis de interesse, foram estudadas por meio do OddsRatio (OR). O nível de significância adotado foi de 5,0%. Do total de universitários pesquisados, 80,94% são consumidores de bebida alcoólica, sendo que destes, 62,81% são mulheres. De acordo com a pontuação do teste, 19,06% da população amostral foi classificada como abstêmio, valor inferior aos estudos anteriores de abrangência nacional, revelando-se um problema, visto que é considerado um fator protetor e revela indiretamente o consumo perigoso. O padrão de consumo de risco mostrou-se em proporção superior (37,03%) tanto aos estudos representativos da população universitária nacional quanto da população brasileira, levando a crer que o consumo perigoso está crescendo nesta população. O consumo alcoólico de 70,69% das mulheres não oferece risco, diferentemente dos 51,14% dos homens que foram classificados como consumidores de risco. A associação ... / The undergraduate student population present typical patterns and risk factors of alcohol use related to risky drinking, which differ from the population in general. Considering the number of existing users; its impact on individuals, institutions and society; adverse consequences and also being a relevant global concern issue, this study proposed evaluate undergraduate student alcohol consumption from individuals enrolled in UNESP campuses courses – Araraquara – SP. This is a cross-sectional study. The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) was used to evaluate alcohol consumption. Dada as age, gender, civil status, education, alcohol consumption in family environment, religion and other features were surveyed for sample characterization, and also, drinking aspects as kind of places they usually drink with whom. The descriptive analysis of variables was carried out, and the association between “at-risk drinking” and variables of interest, have been studied through Odds Ratio (OR) considering a 5,00% significance level. Of all surveyed students, 80,94% were alcoholic drinkers, of which 62,81% were female. According to test score, 19,06% from the sample was rated as abstemious, a lower value comparing to previous nationwide studies, showing to be a problem since it is considered a protective factor, and also reveals indirectly the hazardous drinking. The risk drinking pattern was found to be upper (37,03%) than either representative nationwide undergraduate sample or Brazilian population, leading to believe that the hazardous drinking is becoming higher in this population. The AUDIT scores showed that 70,69% of women presented low-risk drinking, unlike 51,14% of men who were classified as at-risk drinking. The association between risky drinking and gender in this population was strong. Besides, male undergraduate students drink alcohol more dangerously than female undergraduate students.It was observed a significant ...
6

Prevalência e fatores associados ao uso de álcool entre idosos do município de Sâo Paulo/SP, Estudo SABE /

Pinho, Roberta Justel do. January 2012 (has links)
Orientador: Maria Crisitina Pereira Lima / Banca: Ana Teresa De Abreu Ramos Cerqueira / Banca: Jair Licio Ferreira Santos / Resumo: Apesar do rápido avanço no número de idosos em todo mundo, diversas questões relacionadas a esse crescimento ainda apresentam-se pouco exploradas, como é o caso do uso de álcool por essa população. Estimar a prevalência de uso de álcool e de uso de risco de álcool bem como identificar os fatores associados a ambos os desfechos em amostra de idosos residentes no município de São Paulo/SP, participantes do ESTUDO SABE (Saúde, Bem-estar e Envelhecimento) em 2006. Análise transversal, com amostra aleatória por conglomerados de sujeitos com 60 anos ou mais (n=1184). As variáveis dependentes foram uso de álcool e uso de risco de álcool, este, identificado através do Short- Michigan Alcoholism Screening Test Geriatric (SMAST-G). Foram variáveis de exposição: características sociodemográficas, suporte familiar, condições de vida e saúde, declínio cognitivo, tabagismo e capacidade funcional. As estimativas de prevalência e respectivos intervalos de confiança foram obtidos aplicando-se pesos que corrigiram para o efeito de amostragem complexa. A significância estatística foi avaliada através do teste de Rao-Scott, por tratar-se de amostra complexa. A análise multivariada foi feita através da construção de modelos de regressão logística tanto para uso de álcool quanto para uso de risco de álcool, com cálculo de Odds Ratios ajustadas. Foram incluídas nos modelos as variáveis que mostraram associação com os desfechos com p≤0,25 na análise univariada. Permaneceram no modelo final as variáveis independentes que mantiveram associação com desfecho após ajuste (p≤0,05). A maioria da amostra era composta por mulheres (59,2%), idosos na faixa dos 60-64 anos (29,7%), brancos (63,7%), com escolaridade média de 4-7 anos (40,4%), aposentados (40,0%) e casados (61,9%). A prevalência de uso de álcool foi... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Despite the rapid advance in the number of elderly people worldwide, many issues related to this growth is still scant explored, as it is the case of alcohol use by this population. Objective To estimate the prevalence of alcohol use and hazardous use and factors associated with them among older adults living in São Paulo/ SP, who took part in SABE Study (Health, Wellness and Aging) in 2006. This is a cross-sectional analysis with random cluster sample of subjects aged 60 years or more (n = 1184). The dependent variables were alcohol use and hazardous alcohol use, the last one it was identified by the Short Michigan Alcoholism Screening Test-Geriatric (SMAST-G). Exposure variables were: demographic information, family support, living conditions and health, cognitive decline, smoking and functional capacity. . Prevalence estimates and confidence intervals were obtained by applying weights that corrected for the design. Statistical significance was assessed by the Rao-Scott test, because it is a complex sample. Multivariate analysis was done by building logistic regression models for both alcohol use and hazardous use of alcohol, with calculation of adjusted odds ratios. It was included in the models the variables that showed association with outcomes with p ≤ 0.25 in univariate analysis. Remained in the final model the variables that kept associated with outcome after adjustment (p ≤ 0.05). The majority of the sample were women (59.2%), aged between the ages of 60-64 years (29.7%), white (63.7%), and mean schooling was 4.7 years (40 4%), retired (40.0%) and married (61.9%). The prevalence of alcohol use was 21.1% and 47.7% among women and men, respectively (p = 0.001), with prevalence of alcohol use in the total sample of 31.9%. Alcohol use was associated with being male (ORadjusted = 3.71, CI 2.62 to 5.26), being younger... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
7

Qualidade de vida de mulheres alcoolistas atendidas em serviço ambulatorial

Zampieri, Patricia Regina [UNESP] 27 September 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-09-27Bitstream added on 2014-06-13T20:46:18Z : No. of bitstreams: 1 000740845.pdf: 2541975 bytes, checksum: e4ec9b59e68e14488140cecb6fe8bdb8 (MD5) / A dependência do álcool é um grave problema mundial, associada a uma menor qualidade de saúde física, emocional, mental e espiritual, com custo individual, familiar e social muito alto. No Brasil, o álcool é uma das substâncias mais consumidas, apesar de 48% da população adulta ser abstinente: 35% dos homens e 59% das mulheres. A necessidade de tratamento especial para mulheres dependentes de álcool tornou-se uma faceta cada vez mais importante da investigação da dependência e prática. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de vida de mulheres dependentes de álcool. Entrevistou-se 33 pacientes em acompanhamento no Programa de Tratamento de Alcoolismo do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas de Bauru. Foram coletados dados dos casos novos que entraram nos serviços a partir de 2010 e realizado seguimento dos mesmos por 3 e 6 meses (até janeiro de 2012). Foram aplicados instrumentos, em forma de entrevista, referentes aos dados sociodemográficos e ao padrão de ingestão alcoólico. Utilizou-se os instrumentos SADD para determinação da gravidade da dependência e o SF-36 para avaliação da qualidade de vida em todos os momentos. As mulheres alcoolistas referiram ter companheiro (66,7%), tinham ensino fundamental incompleto (60,6%), estavam empregadas (81,8%), sendo a ocupação mais citada trabalhadoras de serviços de limpeza (39,4%), mas não tinham previdência social (66,7%). A média do início da ingestão alcoólica foi de 25,36±13,01 anos. A bebida favorita mais citada em todos os momentos foi a pinga, seguida de cerveja. O local mais citado para consumir as bebidas alcoólicas foi a própria residência (66,7%). Ao entrarem nos serviços referiram-se abstinentes (69,7%), entretanto após 3 meses a ingestão esporádica e a ingestão frequente foram citados por 51,5% das mulheres e após 6 meses... / Alcohol dependence is a serious global problem, associated with a lower quality of physical, emotional, mental and spiritual cost to individual, family and social too high. In Brazil, alcohol is one of the most consumed substances. Although 48% of the adult population to be abstinent: 35% of men and 59% women. The need for special treatment for women addicted to alcohol has become an increasingly important aspect of research and practice of addiction. The aim of this study was to evaluate the quality of life of women alcoholics. We interviewed 33 patients followed at the Alcoholism Treatment Program of the Clinical Hospital of the Faculty of Medicine of Botucatu and Psychosocial Care Center Alcohol and Drug Bauru. We collected data from new cases that entered service from 2010 and were followed up by the same 3 and 6 months (until January 2012). Instruments were administered in an interview, referring to sociodemographic data and the pattern of alcohol intake. The instrumentation used for determining the severity SADD dependence and SF-36 quality of life assessment at all times. Alcoholic women had a partner (66.7%) had incomplete primary education (60.6%), were employed (81.8%) being the most frequently cited occupation workers cleaning services (39.4%), but they had no social security (66.7%). The average onset of alcohol intake was 25.36 ± 13.01 years. The most cited favorite drink at all times was the drips, then beer. The most often cited for consuming alcohol was his own residence (66.7%). By entering the services mentioned are abstinent (69.7%), but after 3 months intake sporadic and frequent intake were cited by 51.5% of women and after 6 months by 54.5%. As the frequency in the treatment, 93.9% attended weekly service, but the second time there has been significant drop (p<0.0001), remaining after 6 months ...
8

Prevalência e fatores associados ao uso de álcool entre idosos do município de Sâo Paulo/SP, Estudo SABE

Pinho, Roberta Justel do [UNESP] 27 August 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-08-27Bitstream added on 2014-06-13T18:39:14Z : No. of bitstreams: 1 pinho_rj_me_botfm.pdf: 790270 bytes, checksum: c001864cf364fd166ae301e05133b9fd (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Apesar do rápido avanço no número de idosos em todo mundo, diversas questões relacionadas a esse crescimento ainda apresentam-se pouco exploradas, como é o caso do uso de álcool por essa população. Estimar a prevalência de uso de álcool e de uso de risco de álcool bem como identificar os fatores associados a ambos os desfechos em amostra de idosos residentes no município de São Paulo/SP, participantes do ESTUDO SABE (Saúde, Bem-estar e Envelhecimento) em 2006. Análise transversal, com amostra aleatória por conglomerados de sujeitos com 60 anos ou mais (n=1184). As variáveis dependentes foram uso de álcool e uso de risco de álcool, este, identificado através do Short- Michigan Alcoholism Screening Test Geriatric (SMAST-G). Foram variáveis de exposição: características sociodemográficas, suporte familiar, condições de vida e saúde, declínio cognitivo, tabagismo e capacidade funcional. As estimativas de prevalência e respectivos intervalos de confiança foram obtidos aplicando-se pesos que corrigiram para o efeito de amostragem complexa. A significância estatística foi avaliada através do teste de Rao-Scott, por tratar-se de amostra complexa. A análise multivariada foi feita através da construção de modelos de regressão logística tanto para uso de álcool quanto para uso de risco de álcool, com cálculo de Odds Ratios ajustadas. Foram incluídas nos modelos as variáveis que mostraram associação com os desfechos com p≤0,25 na análise univariada. Permaneceram no modelo final as variáveis independentes que mantiveram associação com desfecho após ajuste (p≤0,05). A maioria da amostra era composta por mulheres (59,2%), idosos na faixa dos 60-64 anos (29,7%), brancos (63,7%), com escolaridade média de 4-7 anos (40,4%), aposentados (40,0%) e casados (61,9%). A prevalência de uso de álcool foi... / Despite the rapid advance in the number of elderly people worldwide, many issues related to this growth is still scant explored, as it is the case of alcohol use by this population. Objective To estimate the prevalence of alcohol use and hazardous use and factors associated with them among older adults living in São Paulo/ SP, who took part in SABE Study (Health, Wellness and Aging) in 2006. This is a cross-sectional analysis with random cluster sample of subjects aged 60 years or more (n = 1184). The dependent variables were alcohol use and hazardous alcohol use, the last one it was identified by the Short Michigan Alcoholism Screening Test-Geriatric (SMAST-G). Exposure variables were: demographic information, family support, living conditions and health, cognitive decline, smoking and functional capacity. . Prevalence estimates and confidence intervals were obtained by applying weights that corrected for the design. Statistical significance was assessed by the Rao-Scott test, because it is a complex sample. Multivariate analysis was done by building logistic regression models for both alcohol use and hazardous use of alcohol, with calculation of adjusted odds ratios. It was included in the models the variables that showed association with outcomes with p ≤ 0.25 in univariate analysis. Remained in the final model the variables that kept associated with outcome after adjustment (p ≤ 0.05). The majority of the sample were women (59.2%), aged between the ages of 60-64 years (29.7%), white (63.7%), and mean schooling was 4.7 years (40 4%), retired (40.0%) and married (61.9%). The prevalence of alcohol use was 21.1% and 47.7% among women and men, respectively (p = 0.001), with prevalence of alcohol use in the total sample of 31.9%. Alcohol use was associated with being male (ORadjusted = 3.71, CI 2.62 to 5.26), being younger... (Complete abstract click electronic access below)
9

Uso do álcool em estudantes do município de Botucatu-SP: prevalência e fatores de risco

Pereira, Priscila Lopes [UNESP] 24 August 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-08-24Bitstream added on 2014-06-13T19:17:54Z : No. of bitstreams: 1 pereira_pl_me_botfm.pdf: 520294 bytes, checksum: c6a563ab07f44eb69ac9908419929723 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O uso do álcool associa-se a problemas significativos para a saúde pública em diversos países. Estudos indicam que a média de idade para início do uso é em torno de 12,5 anos, um dado alarmante, já que o uso de álcool na adolescência está associado a uma série de comportamentos de risco. Objetivo: Estimar a prevalência do uso de bebidas alcoólicas pelos alunos do ensino fundamental e médio no município de Botucatu na vida e no último ano; analisar a associação entre o uso de álcool e uso de álcool de risco com variáveis sociodemográficas, uso de substâncias psicoativas pelo sujeito, familiares e amigos e comportamentos violentos. Metodologia: Estudo transversal, realizado com 1,507 estudantes (2007; 2008), onde foram coletados dados: sociodemográficos, de uso de álcool pelos estudantes, familiares e amigos, uso de outras drogas e comportamentos de violência. Foram utilizados vários instrumentos incluindo o Alcohol Use Disorders Identification Test C – AUDIT C, que identifica uso de álcool de risco. Inicialmente foram realizadas as análises descritivas, seguida de análises univariadas entre possíveis fatores de risco de uso de álcool no último ano e uso pesado de álcool de acordo com o AUDIT C (com ponto de corte ≥ 4 para homens, e ≥ 3 para mulheres) por meio do teste Qui-quadrado. Por fim foi realizada a análise multivariada, onde as variáveis cuja associação na análise univariada tiveram obtido p≤0,25 foram incluídas no modelo de regressão logística, obtendo-se assim as razões de chances ajustadas (Odds Ratio). A análise dos dados foi realizada com auxílio do programa STATA 10.0. Resultados: A prevalência de uso de álcool na vida encontrada no presente estudo foi de 38,8% entre estudantes do ensino fundamental... / In many countries, alcohol use is significantly associated with public health problems. Studies indicate that the average age for onset of use is around 12.5 years, an alarming fact, since alcohol use in adolescence is associated with a number of risk behaviors. Objective: To estimate the lifetime and previous year prevalence of alcohol use by junior and high school students in Botucatu, to analyze the association between alcohol use and risk alcohol use and: sociodemographic variables, tobacco and illicit substance use by the students, first degree family members and friends and violent behavior. Methodology: A cross-sectional survey was conducted with 1.507 students (2007 to 2008), and data were collected: on sociodemographic variables, alcohol use and misuse by students, family members and friends, use of illicit drugs, tobacco and violent behavior. A range of instruments was used including the Alcohol Use Disorders Identification Test C - AUDIT C, which identifies risk alcohol use. Descriptive analysis was performed followed by univariate analysis of possible risk factors for alcohol use in the previous year and heavy alcohol use according to the AUDIT C score (cutoff ≥ 4 for men, and ≥ 3 for women) through the chi-square test. Finally, a multivariate analysis was performed, and the variables whose association in the univariate analyses were ≤ 0.25 were included in the logistic regression model, thus obtaining the adjusted odds ratios. Data analysis was performed using STATA 10.0 software. Results: The prevalence of lifetime alcohol use found was 38.8% among junior high school students and 73.5% among high school students. The use of... (Complete abstract click electronic access below)
10

Avaliação do consumo do álcool entre universitários /

Rocha, Bárbara. January 2014 (has links)
Orientador : João Bosco Faria / Banca: Dalton Geraldo Guaglianoni / Banca: Romeu Magnani / Resumo: A população universitária apresenta padrões típicos de uso de álcool e fatores de risco, relacionados ao consumo de risco, que diferem da população em geral. Tendo em vista o número de usuários existentes; seu impacto sobre os indivíduos, instituições e sociedade; as conseqüências adversas e sendo também um tema de relevante preocupação mundial, o estudo propôs avaliar o consumo de álcool por universitários dos cursos de graduação dos Campi da UNESP- Araraquara- SP. Trata-se de um estudo observacional do tipo transversal. Para identificar os padrões de consumo entre os estudantes foi utilizado o questionário AUDIT. Para caracterização da amostra foram levantadas informações como idade, sexo, estado civil, escolaridade, consumo de álcool no ambiente familiar, religião, entre outros, além de aspectos do consumo como os locais onde bebem usualmente e com quem fazem uso da substância. Foram obtidas estatísticas descritivas das variáveis e a associação entre o "consumo de risco" e as variáveis de interesse, foram estudadas por meio do OddsRatio (OR). O nível de significância adotado foi de 5,0%. Do total de universitários pesquisados, 80,94% são consumidores de bebida alcoólica, sendo que destes, 62,81% são mulheres. De acordo com a pontuação do teste, 19,06% da população amostral foi classificada como abstêmio, valor inferior aos estudos anteriores de abrangência nacional, revelando-se um problema, visto que é considerado um fator protetor e revela indiretamente o consumo perigoso. O padrão de consumo de risco mostrou-se em proporção superior (37,03%) tanto aos estudos representativos da população universitária nacional quanto da população brasileira, levando a crer que o consumo perigoso está crescendo nesta população. O consumo alcoólico de 70,69% das mulheres não oferece risco, diferentemente dos 51,14% dos homens que foram classificados como consumidores de risco. A associação ... / Abstract: The undergraduate student population present typical patterns and risk factors of alcohol use related to risky drinking, which differ from the population in general. Considering the number of existing users; its impact on individuals, institutions and society; adverse consequences and also being a relevant global concern issue, this study proposed evaluate undergraduate student alcohol consumption from individuals enrolled in UNESP campuses courses - Araraquara - SP. This is a cross-sectional study. The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) was used to evaluate alcohol consumption. Dada as age, gender, civil status, education, alcohol consumption in family environment, religion and other features were surveyed for sample characterization, and also, drinking aspects as kind of places they usually drink with whom. The descriptive analysis of variables was carried out, and the association between "at-risk drinking" and variables of interest, have been studied through Odds Ratio (OR) considering a 5,00% significance level. Of all surveyed students, 80,94% were alcoholic drinkers, of which 62,81% were female. According to test score, 19,06% from the sample was rated as abstemious, a lower value comparing to previous nationwide studies, showing to be a problem since it is considered a protective factor, and also reveals indirectly the hazardous drinking. The risk drinking pattern was found to be upper (37,03%) than either representative nationwide undergraduate sample or Brazilian population, leading to believe that the hazardous drinking is becoming higher in this population. The AUDIT scores showed that 70,69% of women presented low-risk drinking, unlike 51,14% of men who were classified as at-risk drinking. The association between risky drinking and gender in this population was strong. Besides, male undergraduate students drink alcohol more dangerously than female undergraduate students.It was observed a significant ... / Mestre

Page generated in 0.0477 seconds