• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 271
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 275
  • 115
  • 64
  • 41
  • 40
  • 36
  • 33
  • 23
  • 23
  • 22
  • 21
  • 19
  • 18
  • 18
  • 17
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A influência do gramado molhado sobre o desempenho em um teste progressivo para jogadores de futebol

Moreira, Geraldo Magela Delamore January 2001 (has links)
A performance esportiva de jogadores de futebol pode ser afetada por diversos fatores como a qualidade técnica individual, o nível de condicionamento físico, a motivação, o treinamento, o adversário, o clima e as condições da superfície de jogo. Neste estudo, 20 jogadores da categoria sub-20 (idade média 18,6 anos ± 0,94) foram submetidos a um teste progressivo para investigar a influência da umidade do gramado sobre alguns aspectos do rendimento físico. Os resultados mostraram uma diminuição na duração do teste sobre o gramado molhado, comparado ao resultado do teste sobre o gramado seco. Os parâmetros das freqüências cardíacas e as concentrações finais de lactato sangüíneo foram semelhantes nas situações de gramado seco e de gramado molhado. Entretanto, a percepção subjetiva ao esforço apresentou resultados mais acentuados a partir da segunda metade do teste progressivo sobre o gramado molhado. A umidade do gramado pareceu ter modificado a eficiência mecânica da corrida o que pode ter acelerado a instalação do processo de fadiga nos jogadores investigados.
2

A influência do gramado molhado sobre o desempenho em um teste progressivo para jogadores de futebol

Moreira, Geraldo Magela Delamore January 2001 (has links)
A performance esportiva de jogadores de futebol pode ser afetada por diversos fatores como a qualidade técnica individual, o nível de condicionamento físico, a motivação, o treinamento, o adversário, o clima e as condições da superfície de jogo. Neste estudo, 20 jogadores da categoria sub-20 (idade média 18,6 anos ± 0,94) foram submetidos a um teste progressivo para investigar a influência da umidade do gramado sobre alguns aspectos do rendimento físico. Os resultados mostraram uma diminuição na duração do teste sobre o gramado molhado, comparado ao resultado do teste sobre o gramado seco. Os parâmetros das freqüências cardíacas e as concentrações finais de lactato sangüíneo foram semelhantes nas situações de gramado seco e de gramado molhado. Entretanto, a percepção subjetiva ao esforço apresentou resultados mais acentuados a partir da segunda metade do teste progressivo sobre o gramado molhado. A umidade do gramado pareceu ter modificado a eficiência mecânica da corrida o que pode ter acelerado a instalação do processo de fadiga nos jogadores investigados.
3

A influência do gramado molhado sobre o desempenho em um teste progressivo para jogadores de futebol

Moreira, Geraldo Magela Delamore January 2001 (has links)
A performance esportiva de jogadores de futebol pode ser afetada por diversos fatores como a qualidade técnica individual, o nível de condicionamento físico, a motivação, o treinamento, o adversário, o clima e as condições da superfície de jogo. Neste estudo, 20 jogadores da categoria sub-20 (idade média 18,6 anos ± 0,94) foram submetidos a um teste progressivo para investigar a influência da umidade do gramado sobre alguns aspectos do rendimento físico. Os resultados mostraram uma diminuição na duração do teste sobre o gramado molhado, comparado ao resultado do teste sobre o gramado seco. Os parâmetros das freqüências cardíacas e as concentrações finais de lactato sangüíneo foram semelhantes nas situações de gramado seco e de gramado molhado. Entretanto, a percepção subjetiva ao esforço apresentou resultados mais acentuados a partir da segunda metade do teste progressivo sobre o gramado molhado. A umidade do gramado pareceu ter modificado a eficiência mecânica da corrida o que pode ter acelerado a instalação do processo de fadiga nos jogadores investigados.
4

Efeitos do biperideno sobre a preferência condicionada por lugar e a sensibilização comportamental induzidas pela cocaína em camundongos / Effects of biperiden on conditioned place preference and behavioral sensitization induced by cocaine on mice

Ramos, Anna Carolina [UNIFESP] January 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:44:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011 / BV UNIFESP: Teses e dissertações
5

Analise da expressão do produto do proto-oncogene zif/268 no hipocampo de pombos apos treino em condicionamento classico aversivo

Brito, Ivana 20 March 2002 (has links)
Orientador : Elenice A. de Moraes Ferrari / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T07:15:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Brito_Ivana_M.pdf: 2178839 bytes, checksum: 83f4d09affdf89a62ee98be50aaf6e4a (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: O presente estudo pretendeu analisar os mecanismos neurais envolvidos na aquisição de condicionamento clássico aversivo, em pombos, através do estudo da expressão do produto do proto-oncogene zif/268, no hipocampo, após a sessão de treino. Os animais foram submetidos a três associações som (1O00-Hz, 83 dE, ls) choque (10 mA, ls), durante os 20 minutos da sessão. Os animais controles foram expostos apenas ao choque, contexto, som ou manipulação. Análises comportamentais revelaram um aumento do freezíng durante a sessão de treino dos grupos som-choque e choque. Análises imuno histoquímica foram realizadas uma hora após o treino. Essas análises revelaram uma maior expressão de zif/268 no hipocampo de ambos os grupos, experimental e choque, em comparação com os grupos controle som, contexto e manipulação. A expressão do zif/268 no hipocampo indicou uma ativação diferencial das regiões hipocampais para cada grupo: o hipocampo medial para o grupo som-choque, e o hipocampo dorsal para o grupo choque. Os dados são interpretados como evidência da participação do hipocampo no condicionamento clássico aversivo / Abstract: The present study intended to analyze the neural mechanisms underlying the acquisition of aversive c1assical conditioning in pigeons by studying the expression of the product of the immediate early gene zif/268 in the hippocampus after the training session. Pigeons were submitted to three sound (1O00-Hz, 83 dB, 1s) and shock (10 mA, 1s) associations during one 20 min session. Control pigeons were exposed only to the shock context, sound or manipulation. Behavioural analysis revealed increased freezing during the training session in the sound-shock and shock groups. The immunohistochemical analysis began one hour after training. Analysis revealed enhanced expression of zif/268 in the hippocampus both for the experimental and the shock-control groups in comparison to sound, context and manipulation-control pigeons. The expression of zif/268 in the hippocampus indicated a differential activation of hippocampal regions in each of these groups: medial hippocampus for the sound-shock group and dorsal hippocampus for the shock groups. The data are interpreted as evidences of the hippocampal participation in the c1assical aversive conditioning / Mestrado / Fisiologia / Mestre em Biologia Funcional e Molecular
6

Temporal proteomic analysis of rat hippocampus provides evidence for memory reconsolidation in operant conditioning / Análise proteômica temporal de hipocampo de ratos fornece evidências para a reconsolidação de memórias no condicionamento operante

Pontes, Arthur Henriques 19 June 2018 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Biologia Celular, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2018. / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). / Os animais são capazes de guardar informações adquiridas do mundo exterior em forma de memórias. A formação de memórias ocorre através de um rearranjo de circuitos neurais, que é provocado por alterações na transcrição, tradução e adição de grupos químicos em proteínas em forma de mudanças pós-traducionais (PTMs) em células de regiões específicas do sistema nervoso central como o hipocampo. Notavelmente, a caracterização molecular da formação de memórias tem sido realizada primariamente em animais submetidos a paradigmas comportamentais relacionados a memória espacial ou de medo. Neste estudo, nós examinamos as mudanças moleculares associadas com o armazenamento de informações em animais submetidos ao condicionamento operante (OC). Aqui, empregamos a cromatografia de troca aniônica (SAX) offline com eluição através de um gradiente crescente de sal seguido de uma cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas em tandem (LC-MS/MS) para mensurar mudanças no proteoma e fosfoproteoma hipocampais em estágios precoce e tardio da formação de memórias, assim como depois da evocação do comportamento. Identificamos um total de 8.951 proteínas e 568 fosfoproteínas. Mudanças estatisticamente significativas foram detectadas em 456 proteínas e 53 fosfoproteínas ao longo dos intervalos de tempo mencionados anteriormente. Ademais, mensurações de abundância de mRNA por reação em cadeia de polimerase em tempo real revelou uma fraca interdependência entre os níveis de transcritos e proteínas, dando suporte a noção de uma baixa correlação entre proteínas e mRNAs em estados celulares perturbados. Além disso, a identificação de proteínas diferencialmente reguladas do sistema ubiquitina-proteassoma (UPS), assim como calcium/calmodulin-dependent protein kinase II (CaMKII), fornece evidência para a existência de uma janela de tempo depois da evocação do comportamento na qual informações armazenadas se tornam sensíveis a modificações conhecido como reconsolidação. / Animals are able to store newly acquired information about the external world as memories. Memory formation occurs via rearrangements of neural circuitries, which are elicited by changes in transcription, translation and post-translation modifications (PTMs) in cells of specific regions of the central nervous system such as the hippocampus. Notably, the molecular characterization of memory formation has been carried out primarily in the context of animals that have been subjected to fear or spatial learning paradigms. In this study, we examined the molecular changes associated with information storage in rodents subjected to operant conditioning (OC). Herein, we employed strong anionic exchange (SAX) with salt gradient elution as a fractionation strategy followed by liquid chromatography-tandem mass spectrometry (LCMS/ MS) to measure changes in hippocampal proteome and phosphoproteome at early and late stages of memory formation, as well as after behavior recall. We identified a total of 8,951 proteins and 568 phosphoproteins, making this study the largest hippocampal proteome to date. Statistically significant abundance changes were shown in 465 proteins and 64 phosphoproteins throughout the aforementioned time intervals. Furthermore, quantitative polymerase chain reaction measurements of mRNA abundance levels revealed a weak interdependence between protein and transcript levels, giving credence to the notion of a low correlation between proteins and mRNAs in disturbed cellular states. Also, the identification of differentially regulated proteins of the ubiquitin-proteasome system (UPS), as well as calcium/calmodulin-dependent protein kinase II (CaMKII), provides evidence for the existence of a time window after behavioral recall in which stored information may become liable to further changes known as memory reconsolidation.
7

Efeitos de estressores e do cortisol na memória em peixes

Barreto, Rodrigo Egydio [UNESP] 01 March 2006 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-03-01Bitstream added on 2014-06-13T18:40:11Z : No. of bitstreams: 1 barreto_re_dr_botib.pdf: 165542 bytes, checksum: ef4ca41b613e9d2dadcb00ab8bef94a9 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Esta tese versa sobre relações entre memória e estresse. Assim, inicialmente apresentamos alguns conceitos dessas duas áreas que permeiam os estudos apresentados neste trabalho. O estresse é um fenômeno que tem sido amplamente estudado, tanto por razões teóricas quanto pelas suas implicações em atividades zootécnicas de interesse econômico. O estresse é conceituado como um estado do organismo frente situações de ameaça da perda da homeostase causada por algum fator (o estressor). Esse estado implica num conjunto relativamente padronizado de respostas bioquímicas, fisiológicas e comportamentais. Pickering (1981) apresenta o quadro geral de estresse em peixes. Segundo ele, o estressor provoca estimulação no sistema nervoso autônomo simpático que libera das células cromafins da interrenal catecolaminas para o sangue; estimula também o eixo HPI (hipotálamo-pituitária-interrenal), que libera corticosteróides para a circulação. Dessas respostas primárias são induzidas respostas secundárias que podem mobilizar energia que é então usada para o organismo se ajustar à ameaça imposta pelo estressor. Se esses mecanismos de resposta persistem respostas terciárias ocorrem, como imunossupressão, redução ou inibição do crescimento e funções reprodutivas. Temporalmente, as respostas primárias e secundárias podem ocorrer em segundos, ou algumas horas ou dias; as terciárias geralmente demoram alguns dias para que sejam percebidas. Segundo Moberg (2000), o estado de estresse é aquele em que o organismo usa de suas reservas para enfrentar a situação de ameaça (estressor), e o estado de distresse ocorre quando essas reservas são levadas a limites extremos e o uso de energia e vias metabólicas implica necessariamente na supressão, total ou parcial...
8

Efeitos da desconexão funcional entre o estriado dorsal e a amígdala nas tarefas de condicionamento clássico de medo ao som e ao contexto / Effects of functional disconnection between dorsal striatum and amygdala on tone fear conditioning and contextual fear conditioning

Ferreira, Tatiana Lima [UNIFESP] 30 January 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:49:57Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-01-30. Added 1 bitstream(s) on 2015-08-11T03:26:33Z : No. of bitstreams: 1 Publico-Ferreira%20a.pdf: 1529637 bytes, checksum: 0c1275be36a91115271098d27675280a (MD5). Added 1 bitstream(s) on 2015-08-11T03:26:33Z : No. of bitstreams: 2 Publico-Ferreira%20a.pdf: 1529637 bytes, checksum: 0c1275be36a91115271098d27675280a (MD5) Publico-Ferreira%20b.pdf: 1159891 bytes, checksum: 34e1a53a8822f61cc395edb0b1e25f38 (MD5). Added 1 bitstream(s) on 2015-08-11T03:26:33Z : No. of bitstreams: 3 Publico-Ferreira%20a.pdf: 1529637 bytes, checksum: 0c1275be36a91115271098d27675280a (MD5) Publico-Ferreira%20b.pdf: 1159891 bytes, checksum: 34e1a53a8822f61cc395edb0b1e25f38 (MD5) Publico-Ferreira%20c.pdf: 1074107 bytes, checksum: ba421a04eed572fea3b3250c3254343b (MD5). Added 1 bitstream(s) on 2015-08-11T03:26:34Z : No. of bitstreams: 4 Publico-Ferreira%20a.pdf: 1529637 bytes, checksum: 0c1275be36a91115271098d27675280a (MD5) Publico-Ferreira%20b.pdf: 1159891 bytes, checksum: 34e1a53a8822f61cc395edb0b1e25f38 (MD5) Publico-Ferreira%20c.pdf: 1074107 bytes, checksum: ba421a04eed572fea3b3250c3254343b (MD5) Publico-Ferreira%20d.pdf: 688165 bytes, checksum: 873a3a2c68e5abe7ae2554d42d64cf31 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP) / O núcleo central da amígdala (CeA) – uma estrutura crítica na memória emocional – projeta para a substância negra compacta e para o núcleo retrorubral, ambos os quais fornecem inervação dopaminérgica ao estriado dorsal. O estriado dorsal está envolvido em vários processos de aprendizagem e memória, tais como memória de procedimento, aprendizagem de hábitos, associação com recompensa e memória emocional. A proposta do presente estudo foi verificar os efeitos de lesões do estriado dorsal e das conexões indiretas entre o CeA e o estriado dorsal nas tarefas de condicionamento clássico de medo ao som e ao contexto. Na Etapa 1, ratos Wistar receberam, antes da sessão de treino, lesões bilaterais do CeA e do estriado dorsal, e lesões assimétricas de CeA-estriado dorsal (desconexão funcional) - que consistia em uma lesão eletrolítica do CeA em um hemisfério cerebral combinada com uma lesão do estriado dorsal no hemisfério contralateral - e foram submetidos às tarefas de condicionamento de medo ao som e ao contexto. A lesão pré-treino do CeA prejudicou o desempenho dos animais em ambas as tarefas. Por outro lado, a lesão bilateral do estriado dorsal e a lesão assimétrica contralateral do CeA-estriado dorsal prejudicaram o desempenho dos animais apenas na tarefa de condicionamento de medo ao som. Esses resultados sugerem que tanto o estriado dorsal como as conexões entre o CeA e o estriado são importantes na mediação do condicionamento de medo ao som. Na Etapa 2, foram realizadas lesões bilaterais do estriado dorsal e lesões assimétricas do CeA-estriado dorsal antes do teste (após o treino) dos animais na tarefa comportamental. Os resultados mostraram que os animais com lesões bilaterais do estriado dorsal, pré-teste, apresentaram prejuízo na tarefa de condicionamento de medo ao som, mas não na de condicionamento de medo ao contexto. As concentrações plasmáticas de ACTH avaliadas após os testes das tarefas comportamentais não foram diferentes entre os animais lesados e os animais controles. A lesão assimétrica contralateral CeA-estriado dorsal realizada antes do teste não prejudicou o desempenho dos animais na tarefa de condicionamento de medo ao som. Os resultados desta etapa sugerem que o estriado dorsal também está envolvido na expressão da resposta condicionada de medo ao som, sendo este envolvimento seletivo às respostas que apresentam um componente somatomotor, como a resposta de congelamento. Entretanto, a interação entre o CeA e o estriado dorsal não é importante no momento da expressão desta mesma resposta. Os principais achados xix do presente trabalho foram confirmados após a inativação temporária pré-treino de estriado dorsal e das conexões indiretas entre o CeA-estriado dorsal na tarefa de condicionamento de medo ao som (Etapa 3). No último experimento da Etapa 3 observou-se ainda que a lesão de CeA combinada com a inativação temporária de estriado dorsal imediatamente após o treino do animal, não prejudicou o desempenho da tarefa de condicionamento de medo ao som. Estes resultados indicam que as conexões entre o CeA e o estriado dorsal são importantes para a aquisição do condicionamento de medo ao som, mas não para a consolidação desta tarefa. O estriado dorsal, por sua vez, é importante para a aquisição/consolidação e expressão do condicionamento de medo ao som. Os resultados do presente estudo sugerem, pela primeira vez, que a via indireta CeA-estriado dorsal está envolvida na aquisição da tarefa de condicionamento de medo ao som, indicando que uma estrutura prosencefálica – o estriado dorsal - medeia a resposta somatomotora condicionada a um estímulo discreto. Esses resultados, também estão de acordo com outros estudos que mostram que os condicionamentos de medo ao som e ao contexto são mediados por diferentes vias anatômicas. / The central nucleus of the amygdala (CeA) - a critical structure in emotional memory - projects to the substantia nigra pars compacta and retrorubral nucleus, both of which provide dopaminergic innervation to the dorsal striatum. Dorsal striatum is involved in several learning and memory processes, such as procedural memory, habit learning, reward-association and emotional memory. The purpose of the present study was to verify the effects of lesions in the dorsal striatum and in the indirect pathway between the CeA and dorsal striatum on tone and contextual fear conditioning tasks. In Phase 1, Wistar rats received pre-training bilateral lesions of the CeA and dorsal striatum, and pre-training asymmetrical CeA-dorsal striatum lesions that consist of an electrolytic lesion of the CeA in one cerebral hemisphere combined with a dorsal striatum lesion in the contralateral hemisphere, and were submitted to tone and contextual fear conditioning tasks. Pre-training CeA lesion impaired the performance of animals on both tasks. However, bilateral dorsal striatum lesion and the asymmetrical contralateral CeA-dorsal striatum lesion only disrupted the performance in the tone fear conditioning task. These results suggest that both the dorsal striatum and the indirect CeA-dorsal striatum pathways are important in mediating tone fear conditioning. In Phase 2, bilateral dorsal striatum lesions and asymmetrical CeA-dorsal striatum lesions were performed before the test (after training) of animals in the behavioral tasks. The results showed that animals with bilateral pre-test dorsal striatum lesions showed impairment in tone, but not in contextual fear conditioning tasks. ACTH plasma levels, measured after the behavioral tests, did not differ between lesioned and control animals. Asymmetrical contralateral CeA-dorsal striatum lesion carried out before the test did not impair the performance of animals in the tone fear conditioning task. The results observed in Phase 2 suggest that dorsal striatum is also involved in the expression of the conditioned fear response to tone, and that this involvement is selective to responses that present a somatomotor component, such as freezing response. However, the interaction between CeA and dorsal striatum is not important for the expression of this response. The main findings of the present work were confirmed by pre-training temporal inactivation of the dorsal striatum and the indirect CeA-dorsal striatum pathway in tone fear conditioning (Phase 3). The last experiment of this phase showed that the temporal inactivation of CeA-dorsal striatum, immediately after training, did not impair the behavioral performance of animals in the tone fear xxi conditioning task. These results indicate that the CeA-dorsal striatum pathway is important for the acquisition, but not for the consolidation of this task. On the other hand, the dorsal striatum is involved in the acquisition/consolidation and expression of tone fear conditioning. The present results suggest, for the first time, that an indirect CeA-dorsal striatum pathway is involved in the acquisition of tone fear conditioning, implying that a forebrain structure – the dorsal striatum - mediates a somatomotor conditioned response to an explicit stimulus. Moreover, these results corroborate previous studies showing that tone and contextual fear conditioning are mediated by distinct anatomical pathway. / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações
9

Memória emocional de ratos selecionados no campo aberto em alto e baixo rearing: aquisição, consolidação e extinção no condicionamento de medo / Emotional memory of rats in open field in selected high and low rearing: acquisition, consolidation and extinction in fear conditioning

Figueredo, Larissa Zeggio Perez [UNIFESP] 26 May 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:50:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-05-26 / O comportamento de rearing apresenta papel fundamental na exploração, sendo considerado mais eficiente na busca e introjeção de informações do ambiente do que outros comportamentos exploratórios. A formação hipocampal parece ser a estrutura neural envolvida na inter-relação entre rearing, formação de mapas cognitivos e emocionalidade. Além disso, a utilização de subgrupos de animais que apresentam alta (HR) ou baixa (LR) expressão de rearing pode amplificar a observação de potenciais diferenças neurobiológicas correlatas. No presente projeto, foram investigados os processos de aprendizagem, consolidação, esquecimento e extinção da memória nas tarefas de condicionamento de medo ao contexto (CCONT) e ao som (CSOM) de animais selecionados como HR e LR frente à novidade inerente ao campo aberto. A primeira etapa mostrou que os animais diferem no desempenho de alguns aspectos do CCONT, mas não do CSOM. Animais dos subgrupos HR e LR aprendem igualmente as tarefas de CCONT e CSOM quando testados 24 horas após o treino. Quando o teste das tarefas é realizado 30 dias após o treino, o subgrupo LR apresenta hiperconsolidação em comparação ao subgrupo HR apenas na tarefa contextual. Os animais LR também déficit na extinção da tarefa de CCONT comparados ao subgrupo HR, mas a extinção é similar entre os subgrupos no CSOM. O padrão comportamental apresentado pelos animais do subgrupo LR parece análogo à hiperconsolidação e déficit de extinção da memória traumática, sintoma comportamental predominante do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Para explorar essa hipótese, a segunda etapa desse trabalho avaliou a influência do antidepressivo tricíclico imipramina (20 mg/kg) e do benzodiazepínico diazepam (10 mg/kg) (drogas usadas na terapêutica do TEPT) na extinção da memória emocional condicionada ao contexto dos animais dos subgrupos HR e LR, no intuito de reduzir o déficit de extinção dos animais do subgrupo LR. Os resultados mostraram que os animais selecionados em HR e LR que receberam tanto imipramina quanto diazepam na extinção do CCONT não apresentam diferenças quando comparados aos respectivos subgrupos que receberam salina. Os resultados são discutidos no sentido de utilizar os animais do subgrupo LR como potencial modelo animal de TEPT e as limitações disso. / Rearing behavior displays a fundamental role in exploration, being considered more efficient in search and input of enviroment information than other exploratory behaviors. The hippocampal formation is the main neural structure involved in the interplay of rearing, cognitive map formation and emotion. Furthermore, selection of subgroups of animals displaying high or low rearing expression can enlarge the evaluation of potential correlated neurobiological differences. In the present work, the memory acquisition, consolidation, forgetting and extinction in the context and tone fear conditioning tasks (CFC and TFC, respectively) were investigated in animals displaying high and low rearing towards open field novelty exposure. The firts part shows that animals performance differs in some aspects of CFC, but not TFC. Animals from both HR and LR subgroups learn equally CFC and TFC tasks, when evaluated 24 hours after training. When the test session of the tasks is done 30 days after training, LR subgroup displays hyperconsolidation in comparison to HR subgroup only in CFC task. LR animals also take more time to extinguish CFC task than HR animals, while extinction is similar between groups in TFC. The behavioral pattern shown by LR animals seems analogous to traumatic memory hyperconsolidation, a behavioral symptom of post traumatic stress disorder (PTSD). To investigate this hypothesis, the second part of the present work evaluated the influence of the tricyclic antidepressant imipramine (20 mg/kg) and of the benzodiazepine diazepam (10 mg/kg), which are used in PTSD therapeutics, in the emotional memory extinction of CFC of animals from HR and LR subgroups, in the sense to diminish hyperconsolidation of LR animals. Results show that HR and LR animals which received imipramine or diazepam after session of extinction of CFC task did not show any significant difference when compared to their respective saline treated counterpart. The results are discussed in the sense to use animals from LR subgroup as pontential animal model of PTSD, and the limits of it. / TEDE
10

Neuroproteômica de abelhas e ratos para descoberta de proteínas relacionadas à aprendizagem

Souza, Jaques Miranda Ferreira de 03 March 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-07-12T16:55:22Z No. of bitstreams: 1 2017_JaquesMirandaFerreiradeSouza.pdf: 2982862 bytes, checksum: 20647199d81a1bad4c017a1e467820df (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-08-10T17:24:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_JaquesMirandaFerreiradeSouza.pdf: 2982862 bytes, checksum: 20647199d81a1bad4c017a1e467820df (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-10T17:24:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_JaquesMirandaFerreiradeSouza.pdf: 2982862 bytes, checksum: 20647199d81a1bad4c017a1e467820df (MD5) Previous issue date: 2017-08-10 / O condicionamento operante é uma forma de aprendizagem associativa, através da qual o indivíduo aprende a antecipar eventos futuros em decorrência das consequências de seus atos. Essa forma de aprendizagem encontra-se compartilhada entre o homem e outros animais. O uso de ratos e abelhas no estudo de aprendizagens associativas têm gerado informações a respeito dos mecanismos moleculares envolvidos nessas aprendizagens. No entanto, existem poucos relatos a respeito de alterações proteômicas envolvidas na aprendizagem por condicionamento operante utilizando modelos biológicos como ratos e abelhas. O presente trabalho teve como objetivo identificar proteínas com abundâncias alteradas em indivíduos treinados no paradigma operante utilizando uma abordagem de cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas. Ratos foram submetidos a sessões de treinamento operante em caixa de Skinner e tiveram seus perfis proteicos hipocampais comparados com os seus controles. Seguindo essa abordagem foi possível identificar 6.082 proteínas das quais 39 apresentaram diferenças de abundância entre os grupos. Tais proteínas estão envolvidas em processos de regulação da organização do citoesqueleto, tráfico de vesículas, transdução de sinais e controle pós-transcricional da expressão gênica. Uma segunda vertente da tese utilizou abelhas da espécie Mellipona quadrifasciata submetidas a aprendizagem por condicionamento operante de pressão a barra. Um total de 3.291 proteínas foram identificadas, até então a maior cobertura para o proteoma cerebral dessa espécie. Conseguimos identificar 850 proteínas com diferença de abundância entre os grupos treinados e controle. / Operant conditioning is a form of associative learning in which the subject learns to anticipate future events coming as consequence of its behavior. This learning process occurs in humans and other animals. Rats and bees have been used in behavior and learning research for the generation of molecular information related to such processes. However, little proteomic data related to operant conditioning is available. The present thesis aimed at using LC-MS/MS to identify proteins with differential abundance in subjects trained under the operant paradigm. Rats were submitted to operant conditioning in Skinner boxes, followed by analyses of their hippocampal proteomes. A total of 6,082 proteins were identified, from which 39 were differentially abundant between trained and control rats. Such proteins are involved in regulation of cytoskeleton organization, vesicle traffic, signal transduction and gene expression control. A second work in this thesis used Mellipona quadrifasciata bees submitted to operant conditioning for bar pressing learning. A total of 3,291 brain proteins were identified, the widest coverage for this species to date, from which 850 presented differential abundance between trained and control groups. A third work was the determination of 120 proteins from Apis mellifera brain that interact with MRJP1 (major royal jelly protein 1). Many of them are involved in processes related to synaptic plasticity.

Page generated in 0.0795 seconds