• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 88
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 90
  • 90
  • 23
  • 20
  • 19
  • 18
  • 16
  • 15
  • 12
  • 11
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Termografia e ultrassonografia Doppler do plexo pampiniforme e termografia do escroto de touros : correlação com a qualidade do sêmen /

Portugal, Elói dos Santos. January 2014 (has links)
Orientador: Luiz Carlos Marques / Banca: Lindsay Unno Gimenez / Banca: Cezinande Meira / Banca: Gilson Hélio Toniollo / Banca: Lúcia Helena Rodrigues / Resumo: O Brasil possui o maior rebanho bovino comercial do mundo e chegou a 212,8 milhões de cabeças em 2011. Foram comercializadas 12,3 milhões de doses de sêmen bovino em 2012. O efetivo de fêmeas bovinas em idade reprodutiva é 61,4 milhões e a utilização de duas doses de sêmen por vaca estima-se que 10% do rebanho nacional está sendo inseminado. A fertilidade é uma importante característica nos sistemas produtivos e o macho de grande importância. Utilizando a termografia infravermelha (TIV) e ultrassonografia Doppler a termorregulação e o fluxo sanguíneo foram avaliados em touros. Dois grupos de seis touros foram avaliados por um ano e os dados obtidos da termografia - temperatura global do plexo (TGP), temperatura global do escroto (TGE), temperatura do plexo esquerdo (TPE), temperatura do plexo direito (TPD), temperatura do escroto esquerdo (TEE), temperatura do escroto direito (TED) e da ultrassonografia Doppler - velocidade sistólica máxima (VSM), velocidade diastólica final (VDF), índice de pulsatilidade (IP), índice de resistência (IR) e a temperatura ambiental (TA) foram correlacionados com os espermogramas. Foram observadas correlações positivas e negativas entre as variáveis da TIV e US Doppler com as variáveis dos espermogramas e conclui-se que a TIV permite a observação de alterações precoces da temperatura do plexo e escroto; a US Doppler demonstrou correlações entre a VDF, IR e IP com qualidade do sêmen; de acordo com este estudo touros com qualidade de sêmen superior apresentaram menor impedância vascular das artérias testiculares / Abstract: Brazil has the largest commercial cattle herd in the world and reached 212,8 million head in 2011. 12,3 million doses of bovine semen were sold in 2012. Effective from cows of reproductive age is 61,4 million and the use of two doses of semen per cow is estimated that 10 % of the national herd is being inseminated. Fertility is an important feature in production systems and the bull has great importance. Using infrared thermography (IRT) and Doppler ultrasonography thermoregulation and blood flow were evaluated in bulls. Two groups of six bulls were evaluated for a year and the data of thermography - global temperature plexus (GTP), global temperature of the scrotum (GTE), temperature of the left plexus (TLP), temperature of the right plexus (TRP), temperature the left scrotum (TLE), temperature of the right scrotum (TRE) and Doppler ultrasonography - peak systolic velocity (PSV ), end diastolic velocity (EDV), pulsatility index (PI), resistance index (RI) and room temperature (RT) were correlated with semen analyzes. Positive and negative correlations were found between the variables of IRT and US Doppler variables of semen analyzes and concludes that IRT allows observation of early changes of the plexus and scrotal temperature; Doppler US demonstrated correlations between EDV, RI and IP with semen quality; according to this study bulls with superior quality of semen showed lower vascular impedance of the testicular arteries / Doutor
12

Termografia e ultrassonografia Doppler do plexo pampiniforme e termografia do escroto de touros: correlação com a qualidade do sêmen

Portugal, Elói dos Santos [UNESP] 07 February 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-04-09T12:28:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-02-07Bitstream added on 2015-04-09T12:48:10Z : No. of bitstreams: 1 000814318.pdf: 799152 bytes, checksum: 36f7b91352463121d3390598b87e5119 (MD5) / O Brasil possui o maior rebanho bovino comercial do mundo e chegou a 212,8 milhões de cabeças em 2011. Foram comercializadas 12,3 milhões de doses de sêmen bovino em 2012. O efetivo de fêmeas bovinas em idade reprodutiva é 61,4 milhões e a utilização de duas doses de sêmen por vaca estima-se que 10% do rebanho nacional está sendo inseminado. A fertilidade é uma importante característica nos sistemas produtivos e o macho de grande importância. Utilizando a termografia infravermelha (TIV) e ultrassonografia Doppler a termorregulação e o fluxo sanguíneo foram avaliados em touros. Dois grupos de seis touros foram avaliados por um ano e os dados obtidos da termografia – temperatura global do plexo (TGP), temperatura global do escroto (TGE), temperatura do plexo esquerdo (TPE), temperatura do plexo direito (TPD), temperatura do escroto esquerdo (TEE), temperatura do escroto direito (TED) e da ultrassonografia Doppler – velocidade sistólica máxima (VSM), velocidade diastólica final (VDF), índice de pulsatilidade (IP), índice de resistência (IR) e a temperatura ambiental (TA) foram correlacionados com os espermogramas. Foram observadas correlações positivas e negativas entre as variáveis da TIV e US Doppler com as variáveis dos espermogramas e conclui-se que a TIV permite a observação de alterações precoces da temperatura do plexo e escroto; a US Doppler demonstrou correlações entre a VDF, IR e IP com qualidade do sêmen; de acordo com este estudo touros com qualidade de sêmen superior apresentaram menor impedância vascular das artérias testiculares / Brazil has the largest commercial cattle herd in the world and reached 212,8 million head in 2011. 12,3 million doses of bovine semen were sold in 2012. Effective from cows of reproductive age is 61,4 million and the use of two doses of semen per cow is estimated that 10 % of the national herd is being inseminated. Fertility is an important feature in production systems and the bull has great importance. Using infrared thermography (IRT) and Doppler ultrasonography thermoregulation and blood flow were evaluated in bulls. Two groups of six bulls were evaluated for a year and the data of thermography - global temperature plexus (GTP), global temperature of the scrotum (GTE), temperature of the left plexus (TLP), temperature of the right plexus (TRP), temperature the left scrotum (TLE), temperature of the right scrotum (TRE) and Doppler ultrasonography - peak systolic velocity (PSV ), end diastolic velocity (EDV), pulsatility index (PI), resistance index (RI) and room temperature (RT) were correlated with semen analyzes. Positive and negative correlations were found between the variables of IRT and US Doppler variables of semen analyzes and concludes that IRT allows observation of early changes of the plexus and scrotal temperature; Doppler US demonstrated correlations between EDV, RI and IP with semen quality; according to this study bulls with superior quality of semen showed lower vascular impedance of the testicular arteries
13

Processamento digital de sinais ultrassom Doppler para o cálculo do débito cardíaco

Brandão, Bruno Barros 29 November 2012 (has links)
Submitted by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2013-12-06T13:31:40Z No. of bitstreams: 1 Dissertação PPGM Bruno B Brandão versão digital final.pdf: 2314378 bytes, checksum: e62125e067cc06d897023386e50e1df9 (MD5) / Approved for entry into archive by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2013-12-06T13:31:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação PPGM Bruno B Brandão versão digital final.pdf: 2314378 bytes, checksum: e62125e067cc06d897023386e50e1df9 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-06T13:31:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação PPGM Bruno B Brandão versão digital final.pdf: 2314378 bytes, checksum: e62125e067cc06d897023386e50e1df9 (MD5) / Uma das principais variáveis hemodinâmicas do organismo humano é o Débito Cardíaco (DC). Este é definido como o volume de sangue bombeado pelo coração por minuto para a artéria Aorta e constitui um elemento diagnóstico básico para determinação da melhor conduta clínica, influenciando as indicações para internamentos em Unidades de Tratamento Intensivo, para as intervenções cirúrgicas e outros procedimentos. O método referência para medição e monitorização do DC é a Termodiluição, realizada através da introdução do cateter de Swan-Ganz. Porém, por este método ser invasivo, alternativas são buscadas, sendo uma delas a utilização de equipamentos para a medição do DC por ultrassom Doppler. Assim, neste trabalho, é implementado um algoritmo que através do processamento digital do sinal de ultrassom Doppler calcula o débito cardíaco (DC) de forma não-invasiva e automática, ou seja, sem necessidade de realizar medições em imagens e cálculos manuais. A coleta das amostras apenas começou após aprovação de projeto por Comitê de Ética em Pesquisa, e foi realizada por especialista do Instituto Cárdio Pulmonar. A estimação espectral do sinal é realizada através da Transformada de Fourier de Tempo Curto. Os valores dos débitos cardíacos calculados pelo algoritmo, para todas as amostras, são apresentados e avaliados em relação ao exame ecocardiográfico padrão (EEP), baseando-se em trabalho referência, na área médica, para aferir se o algoritmo proposto é clinicamente aceitável. O resultado desta pesquisa preliminar revela-se satisfatório conforme premissa medica: erro percentual geral, igual a 17,8%, inferior ao limite aceitável clinicamente de 20%. O coeficiente de correlação entre os DC calculados pelo EEP é igual a 0,93. Portanto, o algoritmo é considerado promissor, mas faz-se necessário a coleta de mais amostras e a expansão da abrangência dos critérios de inclusão para aferir se o algoritmo pode substituir o EEP.
14

Proposta de avaliação da insuficiência venosa profunda infra-patelar ao eco color Doppler

Horn, Marisa Helena da Silva January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-05-19T04:09:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 333588.pdf: 1420919 bytes, checksum: e8a5d79129f1ad0cb8aa5b72f936b7bf (MD5) Previous issue date: 2015 / Introdução: A insuficiência venosa crônica é uma doença comum e de morbidade elevada, com piora da qualidade de vida, gerando dificuldade laboral e com impacto sócio-econômico de conhecimento mundial. Em estudos brasileiros, foi identificada uma prevalência da doença em 50,9% das mulheres e em 37,9% dos homens. Há hoje uma tendência em classificar esta entidade em forma não complicada e a forma complicada. A insuficiência venosa crônica não complicada, primária ou não-trombótica gera sinais e sintomas insidiosos e sutis, sendo a forma mais comum, com fatores de risco de difícil controle como a obesidade, o sedentarismo, o ortostatismo prolongado, o uso de contraceptivos orais e a gravidez. Os achados desta insuficiência venosa crônica não trombótica no sistema venoso profundo não são uniformemente diagnosticados nos exames de imagens atuais. Provavelmente isto se deve ao fato de que o exame de eco color Doppler (ECD) poder ser subutilizado na avaliação hemodinâmica do sistema venoso profundo, pois utiliza o refluxo sobretudo do sistema de safenas como seu marcador mais fiel, a despeito da importância da bomba muscular da panturrilha e seu volume venoso na fisiopatologia da hipertensão venosa. Objetivos: Avaliar a forma não-trombótica da insuficiência venosa crônica profunda infra-patelar ao eco color Doppler (ECD) investigando o diâmetro, o refluxo e a estase associados buscando reconhecer o critério diagnóstico mais fidedigno nas diferentes graduações da classificação CEAP. Métodos: Num estudoclínico prospectivo, analítico e transversal avaliaram-se o sistema venoso profundo distal ao ECD de 100 pacientes com sintomas de insuficiência venosa crônica (CEAP 2 a 4), comparando-os com 100 pacientes assintomáticos (grupo controle) CEAP 0 e 1. Mediu-se diâmetro e quantificou-se o refluxo venoso em repouso (manobras habituais) e após manobras de esvaziamento venoso da panturrilha aos moldes da pletismografia. Na predição do padrão normal do diâmetro, utilizou-se o teste t de Student, sendo o diâmetro e o refluxo avaliados pelo teste do qui-quadrado, na sua relação clínica com o grau CEAP. Valores de p<0,05 foram definidos como estatisticamente significativos. Resultados: Houve diferença estatisticamente significativa nos achados de diâmetro se comparados os grupos CEAP, indicando que quanto maior o grau da doença maior o achado de ectasia das veias profundas da panturrilha ao Doppler. A identificação do refluxo ao Doppler foi significativamente superior após a manobra de esvaziamento venoso muscular da panturrilha em comparação ao exame em repouso, indicando a presença de estase venosa. Conclusões: Os achados sugeriram que a ectasia venosa infrapatelar está presente nos pacientes com doença venosa clínica e é diretamente proporcional ao grau desta doença. As manobras de esvaziamento venoso muscular sugeriram que a estase nestas veias ectasiadas dificulta a identificação do refluxo às manobras atuais de avaliação do sistema venoso profundo ao eco Doppler . Assim, a mensuração isolada do diâmetro destas veias parece ser eficaz e objetiva no diagnóstico da doença venosa distal.<br> / Abstract : Introduction: Chronic venous insufficiency is a common and high morbidity disease, resulting in worsening of quality of life, labor difficulties and a well-known global socio-economic impact. In Brazilian studies, we identified the disease prevalence in about 50.9% of women and 37.9% of men. There is a tendency nowadays to classify this entity in two forms: uncomplicated and complicated. Uncomplicated chronic venous insufficiency, primary or non-thrombotic -the most common form - generates insidious and subtle signals and symptoms, with risk factors difficult to control such as obesity, sedentary lifestyle, prolonged orthostatism, the use of oral contraceptives and pregnancy. This chronic non-thrombotic venous insufficiency in the deep venous system is not uniformly diagnosed in current imaging examinations. This probably happens because the examination in the echo-color Doppler (ECD) can be under-utilized in the hemodynamic evaluation of deep venous system, since it uses mainly the reflux of the saphenous system as its most faithful marker, despite the importance of the calf muscle pump and its venous volume in the pathophysiology of venous hypertension. Objectives: To evaluate the non-thrombotic form of infrapatellar chronic deep venous insufficiency in the echo-color Doppler (ECD), investigating the associated diameter, reflux and stasis in the search for the most reliable diagnostic criteria in the different grades of the CEAP classification. Methods: In a prospective, analytical and cross-clinical study we evaluated the distal deep venous system in the ECD of 100 patients with symptoms of chronic venous insufficiency (CEAP 2-4), comparing them with 100 asymptomatic patients CEAP 0 and 1 (control group). After measuring the diameter, we quantified the venous reflux at rest (usual maneuvers) and after calf venous emptying maneuvers according to plethismografy. For predicting normal diameter standard, we used the Student t test; the diameter and the reflux were evaluated by the chi-square test, in its clinical relationship with the CEAP degree. P values <0.05 were defined as statistically significant.Results:There was a statisticallysignificant difference indiameterfindingswhen comparedto theCEAPgroups, indicating that the higherthe degreeofthedisease,the greater the ectasiafindings of the deep veinsof the calfin theDoppler. The identification ofthe refluxin the Dopplerwas significantly superiorafter the calf musclevenous emptying maneuver comparedto the examinationat rest,indicating the presence ofvenous stasis. Conclusions:The findings suggestedthat theinfrapatellarvenousectasiais presentin patients with clinicalvenous diseaseandisdirectlyproportional to the degreeof the disease.Musclevenous emptyingmaneuverssuggested that thestasisin theseectasiaveinshinder the reflux identificationfor the currentevaluation maneuversofdeep venous systemin theecho Doppler.Thus, theisolated determinationof thediameter of theseveinsappear to be effective andobjectivein the diagnosisof the distalvenous disease.
15

Dopperfluxometria e avaliação morfométrica da veia porta em cães hígidos diferentes pesos corpóreos

Sartor, Raquel [UNESP] 27 June 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-06-27Bitstream added on 2014-06-13T20:48:21Z : No. of bitstreams: 1 sartor_r_me_botfmvz.pdf: 489346 bytes, checksum: 9b91bd20452e95baa43143bbef305d52 (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / A perfusão total hepática e suas contribuições relativas, pelo sistema portal e pela artéria hepática, podem estar alteradas por vários processos hepáticos, como doença hepato-celular difusa, neoplasias e shunts intra-hepáticos. O estudo do comportamento do fluxo sangüíneo nos vasos do fígado por meio da ultra-sonografia Doppler, mostrou-se um método de grande auxílio, principalmente na avaliação da hemodinâmica portal. Tal avaliação é feita pela mensuração da área, velocidade média, volume de fluxo sangüíneo e pelo índice de congestão portal. Este estudo teve como objetivos mensurar os diâmetros e as áreas da veia porta, da veia cava caudal e da aorta abdominal, e efetuar a avaliação dopplerfluxométrica da veia porta de cães hígidos divididos em três grupos conforme o peso corporal, (Grupo A: 10kg; Grupo B: de 10,1 a 20,0kg; Grupo C: 20,1kg), e avaliar se estas variáveis são influenciadas pelo peso do animal. Os diâmetros e as áreas da veia porta, da veia cava caudal e aorta abdominal foram significativamente menores para os cães do Grupo A em relação aos demais grupos e, os cães dos Grupos B e C tiveram resultados semelhantes entre si. Na dopplerfluxometria da veia porta, a velocidade média de fluxo foi semelhante para os três grupos avaliados, não variando com o peso do animal. O volume de fluxo e o índice de congestão portal foram respectivamente maior e menor para o Grupo A em relação aos demais, os quais obtiveram resultados semelhantes entre si. / Total hepatic perfusion through the portal system and hepatic artery, as well as its respective average contributions, can be affected by several hepatic processes such as diffuse liver disease, neoplasm and intrahepatic shunt. Blood flow exams of liver vessels using Doppler ultrasonography has been a viable non-invasive diagnostic method helpful in portal hemodynamic evaluation. Portal hemodynamics is assessed by measuring the area, mean velocity, flow volume and congestion index of the portal vein. The aims of this study were to measure the diameter and area of portal vein, caudal vena cava and abdominal aorta; to analyze, through Doppler flowmetry, the portal vein of healthy dogs, which were divided into three groups according to body weight (Group A: 10 kg; Group B: 10.1–20.0 kg; Group C: 20.1 kg); and to assess whether these data are influenced by the animal weight. The diameter and area of the evaluated vessels were significantly larger in Group A, relative to the other groups, and similar between Groups B and C. The mean velocity of portal vein flow was similar among groups and did not vary with the animal weight. Group A had greater flow volume and lower congestion index of portal system, relative to the other groups, which had similar results.
16

Dopperfluxometria e avaliação morfométrica da veia porta em cães hígidos diferentes pesos corpóreos /

Sartor, Raquel. January 2008 (has links)
Orientador: Maria Jaqueline Mamprim / Banca: Luiz Carlos Vulcano / Banca: Giorgia Bignardi Janetta / Resumo: A perfusão total hepática e suas contribuições relativas, pelo sistema portal e pela artéria hepática, podem estar alteradas por vários processos hepáticos, como doença hepato-celular difusa, neoplasias e shunts intra-hepáticos. O estudo do comportamento do fluxo sangüíneo nos vasos do fígado por meio da ultra-sonografia Doppler, mostrou-se um método de grande auxílio, principalmente na avaliação da hemodinâmica portal. Tal avaliação é feita pela mensuração da área, velocidade média, volume de fluxo sangüíneo e pelo índice de congestão portal. Este estudo teve como objetivos mensurar os diâmetros e as áreas da veia porta, da veia cava caudal e da aorta abdominal, e efetuar a avaliação dopplerfluxométrica da veia porta de cães hígidos divididos em três grupos conforme o peso corporal, (Grupo A: 10kg; Grupo B: de 10,1 a 20,0kg; Grupo C: 20,1kg), e avaliar se estas variáveis são influenciadas pelo peso do animal. Os diâmetros e as áreas da veia porta, da veia cava caudal e aorta abdominal foram significativamente menores para os cães do Grupo A em relação aos demais grupos e, os cães dos Grupos B e C tiveram resultados semelhantes entre si. Na dopplerfluxometria da veia porta, a velocidade média de fluxo foi semelhante para os três grupos avaliados, não variando com o peso do animal. O volume de fluxo e o índice de congestão portal foram respectivamente maior e menor para o Grupo A em relação aos demais, os quais obtiveram resultados semelhantes entre si. / Abstract: Total hepatic perfusion through the portal system and hepatic artery, as well as its respective average contributions, can be affected by several hepatic processes such as diffuse liver disease, neoplasm and intrahepatic shunt. Blood flow exams of liver vessels using Doppler ultrasonography has been a viable non-invasive diagnostic method helpful in portal hemodynamic evaluation. Portal hemodynamics is assessed by measuring the area, mean velocity, flow volume and congestion index of the portal vein. The aims of this study were to measure the diameter and area of portal vein, caudal vena cava and abdominal aorta; to analyze, through Doppler flowmetry, the portal vein of healthy dogs, which were divided into three groups according to body weight (Group A: 10 kg; Group B: 10.1-20.0 kg; Group C: 20.1 kg); and to assess whether these data are influenced by the animal weight. The diameter and area of the evaluated vessels were significantly larger in Group A, relative to the other groups, and similar between Groups B and C. The mean velocity of portal vein flow was similar among groups and did not vary with the animal weight. Group A had greater flow volume and lower congestion index of portal system, relative to the other groups, which had similar results. / Mestre
17

Avaliação da vascularização dos nódulos de tireoide por ultrassonografia e sua correlação com achados citopatológicos

Faria, Marcelo Antonio Serra de January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Raquel Viana (tempestade_b@hotmail.com) on 2010-04-07T18:55:13Z No. of bitstreams: 1 2009_MarceloAntonioSerradeFaria.pdf: 670558 bytes, checksum: 0420aef2d25f277d558387199e6338b2 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-05-07T21:40:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_MarceloAntonioSerradeFaria.pdf: 670558 bytes, checksum: 0420aef2d25f277d558387199e6338b2 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-05-07T21:40:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_MarceloAntonioSerradeFaria.pdf: 670558 bytes, checksum: 0420aef2d25f277d558387199e6338b2 (MD5) Previous issue date: 2009 / Objetivo: Avaliar a reprodutibilidade das classificações da vascularização dos nódulos de tireoide ao Doppler colorido descritas por Lagalla et al. e Chammas et al.. Métodos: 265 nódulos de tireoide foram estudados com Doppler colorido e citopatologia. Resultados: No diagnóstico de nódulos com citopatologia maligna, os padrões IV e V de Chammas mostraram sensibilidade de 16,7%, especificidade de 97,6%, valor preditivo positivo de 33,3%, valor preditivo negativo de 94,1% e acurácia de 92,1%; o padrão III de Lagalla mostrou sensibilidade de 44,4%, especificidade de 19,4%, valor preditivo positivo de 3,9%, valor preditivo negativo de 82,8% e acurácia de 21,1%. Conclusão: A classificação de Lagalla mostrou baixas sensibilidade e acurácia na detecção de nódulos com citopatologia maligna, enquanto a classificação de Chammas mostrou alta acurácia, mas também baixa sensibilidade. O Doppler colorido mostrou-se insuficiente para substituir a punção com agulha fina e o estudo citopatológico no diagnóstico dos nódulos malignos da tireoide, mas poderia auxiliar na decisão de quais nódulos devem ser biopsiados. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Objective: Evaluate the reproducibility of the classifications of thyroid nodules vascularization with color Doppler described by Lagalla et al. and Chammas et al.. Methods: 265 thyroid nodules were studied with color Doppler and citopathology. Results: In the diagnosis of nodules with malignant citopathology, Chammas’s IV and V patterns showed sensibility of 16.7%, specificity of 97.6%, positive predictive value of 33.3%, negative predictive value of 94.1% and accuracy of 92.1%; Lagalla’s III pattern showed sensibility of 44.4%, specificity of 19.4%, positive predictive value of 3.9%, negative predictive value of 82.8% and accuracy of 21.1%. Conclusions: Lagalla’s classification showed low sensibility and accuracy in the detection of nodules with malignant citopathology, while Chammas’s classification showed high accuracy, but also low sensibility. Color Doppler was also insufficient to substitute fine-needle aspiration and the citopathologic study in the diagnosis of malignant thyroid nodules, but could aid in the decision of which nodules should be biopsied.
18

Analise da morfologia ultra-sonografica aliada a colordopplervelocimetria na previsão do diagnostico histologico dos nodulos solidos da mama

Marussi, Emilio Francisco, 1944- 28 July 2018 (has links)
Orientadores : Marcelo Alvarenga, Jose Guilherme Cecatti / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-28T08:52:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marussi_EmilioFrancisco_D.pdf: 298031 bytes, checksum: 44f5734d2fa6568df2103d822913b1c6 (MD5) Previous issue date: 2001 / Doutorado
19

Terapia de reposição hormonal e indices de pulsatilidade das arterias uterina e carotida interna na pos-menopausa

Lazar Junior, Felipe 28 July 2018 (has links)
Orientador : Lucia Helena Simões da Costa Paiva / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-28T23:44:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LazarJunior_Felipe_M.pdf: 1084063 bytes, checksum: 943ec1d11e58d2d7c197950a218494d4 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Objetivo ¿ Avaliar os efeitos da terapia de reposição hormonal sobre os índices de pulsatilidade das artérias uterinas e carótidas internas em mulheres na pósmenopausa. Sujeitos e Método ¿ Realizou-se um ensaio clínico prospectivo, controlado, aleatorizado e duplo cego. Oitenta mulheres foram alocadas e acompanhadas por 12 semanas em dois grupos de tratamento: 40 pacientes receberam 2mg de estradiol associados a 1mg de acetato de noretisterona de forma contínua, comparadas com 40 pacientes que receberam placebo. Setenta e seis mulheres concluíram o estudo, 38 em cada grupo. Foram realizadas medidas dos índices de pulsatilidade das artérias uterinas e carótidas internas através de ultra-sonografia bidimensional com Doppler em cores utilizando equipamento Aloka SSD 2000 com transdutor linear de 7,5MHz para as artérias carótidas e de 5,0MHz para as artérias uterinas. As aferições foram realizadas antes do início, com quatro e 12 semanas de tratamento. Análise dos dados ¿ Foi utilizado o teste t de student para amostras independentes na comparação das médias entre os grupos. A comparação das médias entre grupos ao longo do tempo foi feita com análise de variância para medidas repetidas (ANOVA). O coeficiente de correlação de Pearson foi utilizado para testar a correlação entre as diversas variáveis. Resultados ¿ A comparação das características das mulheres nos dois grupos mostrou que foram semelhantes em relação à idade, tempo de menopausa, índice de massa corporal, pressão arterial, colesterol total e frações e estradiol plasmático pré-tratamento. Nas artérias uterinas houve queda significativa no índice de pulsatilidade ao redor de 32%, atingindo o máximo na 12ª semana do estudo no grupo de usuárias de TRH. Nas artérias carótidas internas, os resultados mostraram que não houve diminuição significativa do índice de pulsatilidade nos grupos estudados. Observou-se através do coeficiente de correlação linear, que as variáveis idade e índice de massa corporal mostraram-se diretamente associadas ao índice de pulsatilidade da artéria carótida interna. No grupo que utilizou placebo, não houve alterações significativas entre quatro e 12 semanas de tratamento quando comparadas aos valores pré-tratamento. Conclusão ¿ A Terapia de Reposição Hormonal contínua foi efetiva em reduzir o índice de pulsatilidade da artéria uterina, sendo que este mesmo efeito não foi observado nas artérias carótidas internas. O efeito observado neste estudo sugere que a terapia de reposição hormonal combinada com estrogênios atua de forma diversa e individual sobre os vasos, dependendo do território estudado / Abstract: Objective: To compare the short-term effects of oral hormone replacement therapy (HRT) and placebo on carotid and uterine vascular impedance. Methods: Eighty postmenopausal women were randomized to 3 months treatment with oral continuous combined HRT or placebo. Carotid and uterine arteries pulsatility indices (PIs) were assessed by color Doppler at baseline, and after 4 and 12 weeks of treatment. Seventy-six women completed the trial, 38 in the TRH group and 38 in the placebo group. The study had a 90% power to detect a difference between treatment groups of 0.05 in the carotid artery and of 0.25 in uterine artery PI at the 5% significance level. Results: The carotid PI did not decrease significantly in both groups. In the uterine arteries, the drop in PI was steeper and greater and reached its maximum at 3 months (32%). Drops in carotid PI correlated positively with baseline PI values, but were affected positively by age, time since menopause and BMI. Drops occurred at despite of the supposed counteract effect of norethisterone acetate. In the placebo group, there was no significantly difference between 4, and 12 weeks of treatment with the baseline. Conclusion: Oral continuous HRT are effective at 12 weeks in reducing impedance to flow in uterine circulation. This effect did not occur in the carotid circulation. This short-term vascular effect suggests that the vascular effect of HRT is not the same when comparing different territories / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Tocoginecologia
20

Nova tecnica para medição de velocidade do fluxo sanguineo com ultra-som Doppler

Oliveira, Eduardo Jorge Valadares 03 August 2018 (has links)
Orientador: Vera Lucia da Silveira Nantes Button / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica e de Computação / Made available in DSpace on 2018-08-03T18:54:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Oliveira_EduardoJorgeValadares_M.pdf: 3919622 bytes, checksum: 3dd171bceece9f4f436450dc1ebba933 (MD5) Previous issue date: 2003 / Mestrado

Page generated in 0.136 seconds