• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 265
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • 9
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 279
  • 279
  • 82
  • 63
  • 57
  • 40
  • 39
  • 38
  • 36
  • 26
  • 26
  • 24
  • 20
  • 20
  • 20
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Substituição do uso de soro fetal bovino na manutenção do cultivo de células CER infectadas pelo vírus da doença infecciosa da bursa de Fabrícius /

Tapparo, Ane Franciele. January 2009 (has links)
Orientador: Tereza Cristina Cardoso / Banca: Maria Cecília Rui Luvizotto / Banca: Alessandra Mara Alves Ragozo / Resumo: Atualmente, as culturas celulares são consideradas uma das ferramentas mais importantes na virologia. Os meios de cultura utilizados na manutenção destes sistemas não oferecem capacidade às células de adsorver e se multiplicar em matrizes plásticas sem a adição suplementar de soro fetal bovino (SFB). Entretanto, o uso do SFB não é aconselhável devido às variações encontradas entre os lotes, o alto grau de proteína animal e a possibilidade da presença de agentes infecciosos. Além dos aspectos sanitários, existe o aspecto ético em relação à obtenção deste produto biológico. Com o aumento dos ensaios in vitro a quantidade estimada de produção de soro fetal bovino no mundo é de aproximadamente 500.000 litros/ano, isto significa, mais de 1.000.000 de fetos bovinos sacrificados para obtenção de SFB. O objetivo deste estudo foi cultivar as células CER (chicken embryo related) em diferentes meios de cultura: M-VSFM, 293- SFMII, VP-SFM, VP-SFM AGT, Glasgow, Leibovitz 15, adicionados de 2mg/ml ou 5mg/ml de IGF-1 (Insulin-like Growth Factor) e verificar a possibilidade das estirpes virais Lukert e Farangher de se adaptarem neste sistema. Nesta cultura a expressão da fibronectina e da laminina (LB1 e LB2) foram dectadas por imunofluorescência e imunoperoxidase indireta, respectivamente. As monocamadas de células CER foram infectadas pela estirpe Lukert e Farangher, sendo a m.o.i (multiplicidade de infecção) utilizada de 1.0. Após três passagens, o RNA viral foi extraído para determinar as substituições genéticas. A região hipervariável do gene VP2 foi amplificada por RT/PCR. Para confirmar as mutações, os produtos da PCR foram seqüênciados e comparados com as seqüências de VDIB publicadas no GenBank. Os resultados demonstraram que o meio VP-SFM e 5µg/mL de IGF-1 aplicado às culturas foi o melhor para a adaptação direta do cultivo das monocamadas... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Currently, the cell culture are considered one of the tools most important in the virology. The culture medium used in the maintenance those systems do not offer capacity to the cells of attachment and if spread in plastic surfaces without the supplementary addition of foetal bovine serum (FBS). However, the use FBS is not advisable due to batch-tobatch variation in composition, the high animal protein content, and the possibility of the presence of infectious agents. Beyond the sanitary aspects, exists the ethical aspect in relation to the attainment of this biological product. With the increase of in vitro assays the amount of FBS produced in the world is estimated at approximately 500.000 litres/year, this carry in 1.000.000 bovine fetuses sacrified for FSB attainment. The aim of this study was to adapt the CER cells (chicken embryo related) on different medium: M-VSFM, 293-SFMII, VP-SFM, VP-SFM AGT, Glasgow, Leibovitz 15, supplemented by 2mg/ml or 5mg/ml IGF-1 (Insulin-like Growth Factor) and to verify the possibility the Lukert and Farangher viral strain adapted in this system. The expression of the fibronectin and laminin (LB1 and LB2) were detected by immunofluorescence and indirect immunoperoxidase, respectively. The CER cells monolayer had been infected by Lukert and Farangher strain, being the m.o.i (infection multiplicity) used of 1.0. After three passages, viral RNA was isolated to determine the genetic changes. The hypervariable regions of the VP2 gene was amplified by RT/PCR. To confirm the genetic changes, PCR products were sequenced and compared to the sequences of the GenBank published VDIB strain.The results had demonstrated that the medium VP-SFM and 5µg/mL IGF-1 applied to the cultures was optimum for the direct adaptation of the culture of the monolayers without addition of FBS. In relation the detection of the extracellular protein, the fibronectin was induced... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
2

Avaliação de meio de cultura para a produção de interleucina-2 por linfoblastos murinos

Galesi, Adriana Lages Lima 31 October 2002 (has links)
Orientadores: Angela Maria Moraes, Wirla Maria da Silva Cunha Tamashiro / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Quimica / Made available in DSpace on 2018-08-02T21:30:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Galesi_AdrianaLagesLima_M.pdf: 3002198 bytes, checksum: 43f36f277091d77b215ac58948a451ef (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: As interleucinas são moléculas da família das citocinas que apresentam atividade modificadora da resposta biológica. Dentre os diferentes tipos de interleucinas já caracterizadas está a interleucina-2 (IL-2), que tem um papel importante na restauração da função imunológica, sendo utilizada no tratamento de alguns tipos de câncer e de doenças infecciosas. Neste trabalho, realizou-se um estudo da composição de um meio de cultura que conduzisse a um aumento da produção de IL-2 por linfoblastos murinos linhagem EL-4. Para isso, foram avaliados os efeitos das concentrações de glutamina e dos indutores de formação de IL-2 forbol-12-miristato-13-acetato (PMA) e concanavalina A (Com A), dos percentuais de Pluronic F68 e soro fetal bovino (SFB) e da concentração de inóculo celular sobre a produção de IL-2 e o crescimento das células EL-4. Para a avaliação dos efeitos destas variáveis utilizou-se a metodologia de planejamento experimental. Os ensaios foram realizados primeiramente de maneira estática, em placas de cultura, e, após a obtenção da formulação do meio de cultura mais adequada, realizaram-se ensaios cinéticos, em maior escala, em frascos do tipo spinner. Nos estudos realizados utilizando-se a metodologia do planejamento experimental, verificou-se que a concentração de IL-2 mostrou uma tendência de aumento com a elevação da concentração de PMA, enquanto a viabilidade celular diminuiu com a presença de soro fetal bovino... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Interleukins are molecules from the group of the cytokines that are capable of changing the biological response. Interleukin-2 is among the different types of already characterized interleukins and has an important role in immunological function restoration, being used in the treatment of some types of cancer and infectious diseases. In this work, a study of the composition of a culture medium was performed, aiming at increasing the productivity of IL-2 by suspended EL-4 cells. For that, the effects of glutamine concentration (carbon and nitrogen source),phorbol-12-myristate-13-acetate and concanavalin A concentrations (IL-2 production stimulants), Pluronic F68 percentage (a cell-protecting additive against shear damage), fetal calf serum percentage, and cell concentration on IL-2 production and cell growth were evaluated, using the experimental design strategy. The experiments were initially performed statically, in cell culture plates, and, after the most adequate culture medium composition was determined, kinetic experiments were carried out in larger scale, in spinner flasks. In the studies employing the experimental design strategy, IL-2 concentration increased with an increment in PMA concentration, and cell viability decreased increasing fetal calf serum percentage. In the experiments in which the effect of concanavalin A in association with PMA over IL-2 production was studied, it was observed that these stimulants did not have synergetic effect and that the induction capacity of Con A was less than that of PMA... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Desenvolvimento de Processos Biotecnologicos / Mestre em Engenharia Química
3

Desenvolvimento de metodologia para análise dos componentes de meios de cultura utilizados na produção industrial de vacinas / Development of a methodologye for the analysis of culture media components used in vaccines' industrial production

Figueiredo, Dayse Maria de Magalhaes 29 September 1988 (has links)
As vacinas virais, que representam os principais produtos obtidos a partir de células animais, continuam sendo produzidas com partículas virais obtidas a partir de culturas de células em grande escala. A produção industrial da vacina contra febre aftosa envolve o crescimento, em suspensão líquida, de células BHK-21 ("baby hamster kidney cells") usadas como hospedeiras para multiplicação do vírus. Essas células são normalmente cultivadas em um meio nutritivo (Eagle's medium Glasgow modified - MGM) suplementado com soro animal e/ou outros suplementos quimicamente indefinidos como caIdo tripticaseina fosfato (CTF) e hidrolisado de lactoalbumina. A função desses suplementos é estimular o crescimento das células para assegurar a manutenção continua da cultura. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de desenvolver uma metodologia prática, pouco dispendiosa e em escala de laboratório, capaz de avaliar com rapidez e confiabilidade, a atividade promotora de crescimento dos meios de cultura utilizados na fabricação industrial de vacinas. A determinação do tempo de dobramento (TD) e da densidade máxima ou desaturação (OS através de curvas de crescimento em monocamada mostrou-se um método bastante eficaz para avaliar os níveis de atividade promotora de crescimento de diferentes meios de cultura, soros e CTF usados no cultivo de células BHK-21. Os resultados obtidos em monocamada se aplicam a células crescendo em suspensão líquida e reproduzem, com excelente aproximação, aqueles obtidos na indústria. Além de permitir o estudo dos fatores promotores de crescimento, esta metodologia oferece perspectivas concretas no sentido da eliminação do soro no cultivo de células BHK-21. / Viral vaccines, the main product obtained from animal cells, have long been produced with viral particles obtained from large scale cell culture. The industrial production of the foot-and- mouth disease (FMD) vaccine involves growth, in liquid suspension of baby hamster kidney (BHK) cells used as the host for viral replication. Normally, these cells are cultured in nutrient medium (Eagle's medium Glasgow modified, MGM) supplemented with animal serum and/or other chemically undefined supplements like tryptose phosphate broth (TPB) and lactalbumin hydrolysate. These supplements stimulate cell growth and thus warrant continuous maintenance of the culture. The objective of the present work was to develop a practical unexpensive method to rapid and reproducibly evaluate the growth promoting activity of culture media components utilized in the industrial production of vaccines, in laboratory scale. Determination of the doubling time (TD) and saturation density (DS) through growth curves is shown to be an efficient and adequate method to evaluate the leveIs of growth promoting activity displayed by the different culture media, sera and TPBs utilized in BHK-21 cells culture. The results obtained in monolayer are shown to directly apply to suspension cultures both in laboratory and in industrial scale. In addition to allowing the study of growth promoting factors, this methodology offers concrete perspectives for the complete elimination of serum as a medium supplement in BHK-21 cultures.
4

Desenvolvimento de metodologia para análise dos componentes de meios de cultura utilizados na produção industrial de vacinas / Development of a methodologye for the analysis of culture media components used in vaccines' industrial production

Dayse Maria de Magalhaes Figueiredo 29 September 1988 (has links)
As vacinas virais, que representam os principais produtos obtidos a partir de células animais, continuam sendo produzidas com partículas virais obtidas a partir de culturas de células em grande escala. A produção industrial da vacina contra febre aftosa envolve o crescimento, em suspensão líquida, de células BHK-21 ("baby hamster kidney cells") usadas como hospedeiras para multiplicação do vírus. Essas células são normalmente cultivadas em um meio nutritivo (Eagle's medium Glasgow modified - MGM) suplementado com soro animal e/ou outros suplementos quimicamente indefinidos como caIdo tripticaseina fosfato (CTF) e hidrolisado de lactoalbumina. A função desses suplementos é estimular o crescimento das células para assegurar a manutenção continua da cultura. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de desenvolver uma metodologia prática, pouco dispendiosa e em escala de laboratório, capaz de avaliar com rapidez e confiabilidade, a atividade promotora de crescimento dos meios de cultura utilizados na fabricação industrial de vacinas. A determinação do tempo de dobramento (TD) e da densidade máxima ou desaturação (OS através de curvas de crescimento em monocamada mostrou-se um método bastante eficaz para avaliar os níveis de atividade promotora de crescimento de diferentes meios de cultura, soros e CTF usados no cultivo de células BHK-21. Os resultados obtidos em monocamada se aplicam a células crescendo em suspensão líquida e reproduzem, com excelente aproximação, aqueles obtidos na indústria. Além de permitir o estudo dos fatores promotores de crescimento, esta metodologia oferece perspectivas concretas no sentido da eliminação do soro no cultivo de células BHK-21. / Viral vaccines, the main product obtained from animal cells, have long been produced with viral particles obtained from large scale cell culture. The industrial production of the foot-and- mouth disease (FMD) vaccine involves growth, in liquid suspension of baby hamster kidney (BHK) cells used as the host for viral replication. Normally, these cells are cultured in nutrient medium (Eagle's medium Glasgow modified, MGM) supplemented with animal serum and/or other chemically undefined supplements like tryptose phosphate broth (TPB) and lactalbumin hydrolysate. These supplements stimulate cell growth and thus warrant continuous maintenance of the culture. The objective of the present work was to develop a practical unexpensive method to rapid and reproducibly evaluate the growth promoting activity of culture media components utilized in the industrial production of vaccines, in laboratory scale. Determination of the doubling time (TD) and saturation density (DS) through growth curves is shown to be an efficient and adequate method to evaluate the leveIs of growth promoting activity displayed by the different culture media, sera and TPBs utilized in BHK-21 cells culture. The results obtained in monolayer are shown to directly apply to suspension cultures both in laboratory and in industrial scale. In addition to allowing the study of growth promoting factors, this methodology offers concrete perspectives for the complete elimination of serum as a medium supplement in BHK-21 cultures.
5

Produção de lactobacillus plantarum em meio de cultura a base de melaço de cana-de-açucar

Feltrin, Valdemar Padilha January 1997 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Agrarias / Made available in DSpace on 2012-10-17T00:48:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Foram avaliados no cultivo de Lactobacillus plantarum o meio de cultura SS e os meios constituídos de melaÇo de cana-de-açúcar a 3%, enriquecidos com extrato de levedura 0,5%, citrato de amônio 0,5% e acetato de sódio 0,5% (meio experimental 1) e extrato de levedura 0,5%, acetato de sódio 0,5%, fosfato de amônio 0,5%, citrato de amônio 0,2%, Tween 80 0,1% e sulfato de manganês 0,005% (meio experimental 2). Os experimentos foram realizados em triplicata em fermentador de 5 litros com volume útil de 3,5 litros, sob agitação de 150 rpm, temperatura 35°C 0,1°C, aeração de 0,7 vvm, pH inicial de 6,0 0,2, tempo de fermentação de 24 horas, inóculo aproximado de 6,0 Logl0 UFC/ml e tomada de amostras em intervalos de 2 horas. Lactobacillus plantarun cresceu nos três meios estudados, confirmando a viabilidade dos meios experimentais para o cultivo desta espécie. O número médio de células viáveis (Log10 UFC/ml) ao final das fermentações foi de: 28,68 no caldo MRS; 19,36 no meio experimental 1 e 25,80 no meio experimental 2. A concentração final de biomassa foi maior no meio MRS (2,22 g/l), enquanto nos meios experimental 1 e 2 foi de 1,37 e 2,01 gL, respectivamente. O consumo de açúcares totais foi maior no meio MRS (87,21%), seguido dos meios experimental 1 e 2 com 60,11% e 83,80%.
6

Estudo sobre Acetilação da Isoniazida em Pacientes com Tuberculose Pulmonar e da sua Implicação na Redução ou Eliminação da Carga Bacilar no Escarro.

CHIABAI, M. J. 09 July 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:34:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6639_Dissertação Versão Final - MJC.pdf: 4293081 bytes, checksum: fe22d24a5fc835a59369af97b0e8f1c1 (MD5) Previous issue date: 2013-07-09 / A N-acetiltransferase 2 é a principal enzima responsável pelo metabolismo e inativação da isoniazida no organismo humano. Mutações no gene NAT2 levam a 3 perfis genotípicos de acetilação que alteram os níveis séricos do fármaco: acetiladores lentos, intermediários e rápidos, o que pode alterar o desfecho terapêutico. O objetivo do estudo foi investigar se os diferentes perfis podem influenciar no tempo de negativação da cultura de escarro, e se existe correlação entre carga bacilar e gravidade da doença com tempo de conversão da cultura. A população de estudo foi composta por 62 pacientes, que tiveram seus DNAs sequenciados para identificação de mutações no gene NAT2 e seus perfis de acetilação determinados. A análise genotípica detectou 10 SNPs, sendo as mutações 341 T>C (39,65%) e 481 C>T (38,71%) as mais frequentes. A determinação das variantes alélicas identificou NAT2*5B (29,03%), NAT2*6A (23,39%) e NAT2*4 (24,19%) como os alelos mais frequentes e NAT2*5B/*5B como o genótipo mais frequente (20,4%). Dentre os 62 pacientes, foi possível correlacionar tempo de negativação da cultura e perfil de acetilação entre 43 deles, os quais 58,3% e 55,6% tiveram o genótipo lento com maior frequência no mês 1 e mês 3, respectivamente. Por meio de dados microbiológicos, a carga bacilar e a gravidade da doença também foram comparadas com o tempo de negativação, indicando que os pacientes com doença moderada ou avançada (76,7%) e aqueles com carga bacilar alta (60,4%) não tiveram associação estatística com o tempo de conversão da cultura. Por último, curvas de crescimento de isolados de M. tuberculosis de pacientes foram construídas para verificar possíveis diferenças na duração da fase lag entre os isolados, porém não foi observada diferença estatística entre elas. Com base nos resultados encontrados, verifica-se que não existe associação entre o perfil de acetilação do paciente, a carga bacilar, a gravidade da doença e o tempo de negativação da cultura de escarro.
7

Efeitos da Chlorella vulgaris sobre a resposta imunologica de camundongos infectados com a Listeria monocytogenes

Dantas, Denise Conceição Mesquita 23 July 1999 (has links)
Orientador: Mary Luci de Souza Queiroz / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T05:13:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dantas_DeniseConceicaoMesquita_D.pdf: 3363409 bytes, checksum: 45e0f5535d4bc39dc990f5f2b9bb1047 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Neste trabalho estudamos os efeitos imunofarmacológicos do extrato da Chlorella vulgaris (ECV), sobre a resposta imunológica de camundongos BALB/c _infectados com a bactéria Usteria monocytogenes. . O efeito do ECV foi verificado sobre o número de células progenitoras hematopoiéticas da medula óssea para a série granulócito-macrófago (CFU-GM) e sobre a atividade estimuladora de colônia (CSA), presente no soro de animais infectados com a L. monocytogenes, tratados com o ECV e tratados e infectados. Além disso, investigamos nestes animais os efeitos do ECV sobre a atividade de células "Natural Killer" (NK) e sobre a resposta específica 'a infecção através das citocinas produzidas pelas sub-populações de células T auxiliares "T helper-1" (Th1) através dos níveis de interleucina-2 (IL-2) e interferon-gama (IFN-y), e de "Thelper-2"(Th2) pelos níveis de interleucina-4 (IL-4) e interleucina-10 (IL-10). Para a realização dos experimentos os animais foram tratados por via oral durante cinco dias consecutivos com o ECV na dose de 50 mg/Kg/dia. Ao final do tratamento, os animais foram infectados com uma dose sub-letal da bactéria (1x104 bactérias/animal). Os animais inoculados com a bactéria apresentaram uma mielosupressão que foi revertida pelo tratamento prévio com o ECV, observada nos animais tratados e infectados em relação àqueles somente infectados. Essa mesma relação também foi verificada quanto a atividade estimuladora de colônia (CSA), investigada no soro destes animais, nas 48 e 72 horas após a infecção. Com relação a atividade de células NK, o ECV produziu uma estimulação dessas .células mesmo em animais controle (sem infecção), promovendo um aumento mais pronunciado, na vigência da infecção; entretanto, quando os animais foram previamente tratados com o ECV e infectados um aumento adicional pôde ser detectado. o ECV também demonstrou ter um efeito estimulador sobre a produção de citocinas. Nossos resultados apresentaram um aumento da IL-2 em animais tratados com o ECV e infectados em relação aos controles. Em resposta à infecção, todos os grupos demonstraram um aumento de IFN-y que, entretanto, observou-se serem mais elevados nos animais que receberam tratamento prévio com o ECV e foram infectados, do que em animais apenas inoculados com a bactéria. Porém, o aumento significativo de IFN-y foi detectado 72 horas após a infecção, comparado ao respectivo grupo somente infectado. Das citocinas produzidas por Th2 (IL-4 e IL-1 O) e em relação ao grupo controle, a L-4 apresentou um ligeiro aumento, verificado apenas no grupo tratado e infectado (48h), contrariamente à IL-10 que não apresentou níveis alterados em grupo algum. Para avaliar a resistência dos animais à infecção, realizamos uma curva de sobrevida utilizando uma dose letal da L. monocytogenes (3x105 bactérias/animal), e duas doses do ECV, 50 e 500 mg/Kg/dia durante cinco dias de tratamento prévio à infecção. A dose de 50 mg/Kg protegeu 20% dos animais infectados e a de 500 mg/Kg do ECV conferiu a estes animais uma sobrevida de 52%, quando comparados aos animais controle, apenas infectados, onde a mortalidade foi de 100%. Diante dos resultados obtidos neste trabalho, podemos sugerir que o ECV aumenta a resistência dos camundongos BALB/c infectados com a L. monocytogenes .Através da modulação da resposta imunológica inespecífica verificada pelo aumento dos precursores hematopoiéticos da medula óssea, da atividade de células NK; como também pelo aumento da resposta Th1, através dos níveis de IFN-y e IL-2 que se sobrepôs sobre a resposta Th2 / Abstract: In the present study, we have investigated the effects of the Ch/orella vu/garis extract (CVE) on the growth and differentiation of bone marrow hematopoietic cells (CFU-GM), and on serum colony stimulating activity (CSA) in normal and Usteria monocytogenes infected mice. We have also investigated the effects of the CVE on Natural Killer cells and on Th1 cells activity (by IL-2 and IFN-y production) and Th2 activity (by IL-4 and IL-10) in normal and infected mice.Mice were pre-treated with dive doses of CVE (50 mg/Kg/day) and then infected with a sub lethal dose (1x104 bacterialanimal) of L monocytogenes. The treated mice showed an increased number of CFU-GM in the bone marrow and increased serum colony stimulating activity, at 48 and 72 hours after the infection, when compared to the infected mice. In relation to the NK cells activity, the CVE produced a significant increase in normal (non-infected) animals compared to the controls. Similarly, the infection alone praduced a signiticant increase on NK activity at 48 and 72 hours after the infection. When the animais were pre-treated with CVE and infected, an additional increase on the NK activity was observed. Regarding the cytokines production, in the treated and infected animals there was an increase on IL-2 and IFN-y compared to the contrails. However, the IFN-y showed an increase in the treated and infected group in relation to the infected group at 72 hours after the inoculation of the bacteria. The Th2 activity was not significant. Just the IL-4 showed an increase in the treated and infected group (48h) compared to the control group. The CVE treatment (50 and 500 mg/Kg) of mice infected with a dose of 3x105 bacterialanimal, which was lethal for all the non-treated contrails, has produced a dose response protection which led to a 20% and 52% survival, respectively / Doutorado / Fisiologia / Doutor em Ciências Biológicas
8

Analise do comportamento de celulas vero em geis de colageno tipo I utilizando a tecnica de cultivo em sanduiche

Haas, Vera da Rosa 02 September 2000 (has links)
Orientador: Maria Lucia Furlan Wada / Texto em ingles e portugues / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T20:50:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Haas_VeradaRosa_M.pdf: 5069943 bytes, checksum: 4bd884484141aaef6d2214bdb72ce74a (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: As células Vero, uma linhagem estabelecida a partir de células renais de macaco verde africano (Cercopithecus aethiops), foram mantidas utilizando a técnica de cultivo em sanduíche. Dois tipos de sanduíche foram utilizados vidro/colágeno e colágeno/colágeno, com 10% e 20% de soro feta! bovino (SFB), com o objetivo de se verificar o comportamento das células Vero neste método de cultivo. As células foram avaliadas quanto a morfologia utilizando-se a coloração com hematoxilina-eosina (HE), citoquimicamente por meio de azul de toluidina pH 4,0 (A T) e xylidine Ponceau pH 2,5 (XP), e imunocitoquimicamente com anticorpos anti-colágeno IV e anti-Iaminina. As células cultivadas durante um período de 7 dias, no sanduíche vidro-colágeno com 10% e 20% de SFB cresceram em ambos os substratos. As células que permaneceram sobre o vidro apresentaram morfologia variada com predomínio de células alongadas, sendo que em vários locais as lamínulas não apresentavam células mostrando que as mesmas foram capazes de migrar contra a força da gravidade em direção à matriz colagênica. Essas células que migraram para o colágeno I apresentaram formato alongado ou arredondado, sendo que este último predominou quando houve infiltração para o interior do gel colagênico. Observou-se também a contração do mesmo, ou seja, a redução do tamanho e a formação de dobras no gel de colágeno. Nas regiões onde as células não infiltraram, estas cresceram formando uma lâmina basal. No cultivo com a técnica de sanduíche colágeno/colágeno as células aderiram, proliferaram e infiltraram no colágeno existente abaixo e sobre as células, apresentando alterações na forma celular, caracterizando um processo de diferenciação induzido pelo substrato. O colágeno apresentou contração nas duas camadas do sanduíche. Nas regiões em que não houve infiltração das células Vero para o interior do gel, houve a formação de um tecido com características semelhantes as de um epitélio, com produção de uma lâmina basal, sendo este resultado igual ao observado no sanduíche vidro/colágeno. Na análise cito química, as células Vero, em ambos os sanduíches, quando coradas com A T mostraram núcleos, nucléolos e citoplasma basófilos e em algumas regiões evidenciou-se grânulos basófilos no meio extracelular. Quando as amostras foram coradas com XP , as células Vero apresentaram intensa coloração vermelho-alaranjado, onde pôde ser visualizada uma região acelular mais intensamente corada, entre as células e o colágeno, representando uma lâmina basal, que em algumas regiões era evidente e em outras não. Nesta região, os resultados imunocitoquímicos confirmaram a presença de uma membrana basal rica em colágeno IV e laminina. Tendo por base estes resultados, conclui-se que as células Vero apresentam comportamento similar quando cultivados sobre o colágeno ou quando cultivadas pela técnica de sanduíche. As células em contato com o colágeno diferenciaram-se e passaram a exibir características de um tecido epitelial, inclusive com a formação de uma lâmina basal, ou se infiltraram para o interior do gel colagênico. O comportamento celular é similar quando se usa 10% ou 20% de SFB no meio de cultivo, sendo que neste último caso, a formação de uma membrana basal foi mais evidente e ocorreu menor infiltração das células para o interior do gel / Abstract: Vero cells were cultured using the sandwich technique. Two sandwich types, the glass/collagen and collagen/coUagen variations, were used with 10% and 20% fetal calf serum (FCS), intending to define Vero cell behavior in these conditions. The cells were morphologically analyzed with hematoxilin-eosin staining, while cytochemical information was obtained with Toluidine blue at pH 4.0 (TB) and xylidine Ponceau at pH 2.5 (XP), and immunocytochemical data with anti-coUagen IV and anti-Iaminin antibodies. Cells cultured in the glass/collagen sandwich with 10% and 20% FCS grew on both substrata after 7 days. The cells on the glass surface had varied shapes but were predominantly elongated. In some regions of the coverslip, there were no ceUs, showing that these were able to migrate against gravity into the collagen covering. The migrated cells were elongated or rounded, with a greater number of rounded cells as they moved into the collagen I gel. The contraction, seen as folding and shrinkage of the collagen gel, was observed in this case. In the regions where cells did not penetrate the collagen layer, a basal lamina was produced. During cultivation in the collagen/collagen sandwich, the cells adhered, proliferated and infiltrated into the upper and lower gels, resulting in altered shapes, typical of substrate induced differentiation. Both collagen substrata contracted. In regions where cells did not penetrate the collagen layer, they formed a separating basal lamina as observed in the glass/collagen sandwich. Cytochemical analysis in both types of sandwich, with TB staining showed basophilic nuclei, nucleoli, and cytoplasm. In some regions, there were also extracellular vbasophilic granules. When the samples were XP stained, the Vero cells were stained strongly orange-red, bordered by a more intensely staining, acellular basallamina, although this layer was not always present. In the basal lamina, the presence of collagen IV and laminin was immunocytochemically confirmed. With these results, it can be concluded that Vero cells behave similarly when cultured on collagen or with the sandwich technique. Vero cells in contact with collagen undergo differentiation, expressing epithelial cell characteristics, including the formation of a basal lamina, or they may infiltrate into the collagen gel. Cell behavior is similar when 10% or 20% FCS is added to the culture medium, although the basal lamina is more evident, and there is less cellular penetration into the collagen in the higher serum concentration / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
9

Estudos da ação cito e genotoxica da violaceina e derivados em celulas de mamiferos em cultura

Pereira, Maristela Freitas 30 January 1991 (has links)
Orientador: Nora Marcela Haun Quiros / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-13T22:40:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pereira_MaristelaFreitas_M.pdf: 5394098 bytes, checksum: 196918fd6013613b4ad87f3241daf8bf (MD5) Previous issue date: 1991 / Resumo: A Doença de Chagas é uma infecção parasitária que afeta milhões de latino-americanos, causando nas ares endêmicas, uma entre 10 mortes nos indivíduos de 25 a 64 anos de idade. A quimioterapia da doença é baseada principalmente no uso de dois medicamentos, Nifurtimox (Bay 2502 : Lampit) e Benznidazole (Ro 7-1051 ; Radanil, Rochagan). Ambas as drogas possuem atividade genotóxica comprovada tanto in vitro, quanto in vivo. Assim sendo, resolvemos investigar os efeitos citóxicos do pigmento biossintético de Chromobacterium violaceum (Cepa BB-78), o 1,3-dihidro-2H-inol-2 ona, comumente denominado como Violaceína, bem como de seus derivados, Bromo-Violaceína e Matilol-Violaceína, já que este composto apresentou um perfil biológico interessante, mostrando-se com baixo poder hemolítico, ação microbiana e o mais importante, atividade tripanocida in vitro. Entretanto, Violaceína exibiu uma alta toxidade para células V79/M8, assim como Bromo-Violaceína. Já o derivado Metilol-Violaceína exibiu uma citotoxidade baixa em relação aos outros 2 compostos. A atividade citotóxica de Nifrutimox e Benznidaole também foi testada em células V79/M8. Entretanto, estes 2 compostos se comportaramde maneira similar ao Metilol-Violaceína, tanto na sobrevivência celular, quanto para a inibição da síntese de DNA. Sabe-se no entanto, que os efeitos tóxicos dos medicamentos são devidos à sua biotransformação niotrorredutiva para radicais que possam reagir com constituintes celulares, causando efeitos deletérios. Dosagens preliminares realizadas durante o tratamento das células com Violaceína, indicaram a presença de 'H IND. 2¿'O IND. 2¿ no meio reacional, apontando assim, para uma possibilidade de ser uma espécie pesponsável pelos efeitos cito e genotóxicos encontrados nestes estudos. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Chagas¿Disease is a parasitic infection that effects million of Latinamericans, inducing in endemic areas one in ten deaths in humans between 25 to 64 years old. Disease¿s chemotherapy is based on the use of two drugs, Nifurtimox (Bay 2502 : Lampit) and Benznidazole (Ro 7-1051 ; Radanil : Rochagen). Both drugs have a confirmed genotoxic activities in vitro and in vivo. We decided to test the cytotoxic effects of the biosynthetic pigment of Chromobacterium violaceum (strain BB-78), usually knowm as Violacein. This last compound has interesting biological profiles as low hemolytic effect, microbian action and principally in vivo trypanocide activity. Violacein and Br-Violacein exhibited a high toxity in V79/M8 cell. The Methhyl-Violacein derivative showed a low cytotoxicity compared to the other two compounds. Nifurtimox and Benznidazole cytotoxic activity was also tested in V79/m8 cells. However, the profile of both was similar to Methyl-Violacein in cellular survival and DNA inhibition synthesis experiments. It is known that the toxic effects of those drugs are due to their nitroreductive biotransformation to reactive free radicals, interacting with cellular constituents causing the deleterious effects. On prelimary studies using incubation medium of Violacein treatments in V79/M8 cells we observed 'H IND. 2¿'O IND. 2¿ formation, a reactive species that may be responsible for the detected cyto and genotoxic effects. ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Ciências Biológicas
10

Efeito do selenito no cultivo descontínuo de leveduras Saccharomyces cerevisiae, produtoras e não produtoras de H2S / not available

Freitas, Fabio Patrik Pereira de 04 September 2002 (has links)
O presente trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento de linhagens comerciais de leveduras Saccharomyces cerevisiae, produtoras e não produtoras de H2S, cultivadas em meio contendo diferentes teores de selenito de sódio. O trabalho consistiu em 4 ensaios de cultivo descontínuo independentes, nos quais avaliou-se os efeitos de teores de 40 e 80 mg de selenito de sódio por litro de meio. Inoculou-se 5 mL de suspensão celular 1% em erlenmeyer contendo 200 mL de meio de melaço com 6% de ART e suplementado com sais (pH inicial 4,0), que foram incubados em agitador a 120 rpm e 30º C por 18 ou 21 h. Retirou-se amostras nos tempos 0; 3; 6; 9; 12; 15; 18 e 21 h para leitura de absorbância em espectrofotômetro a 660 nm. Ao final de cada ensaio, quantificou-se a concentração de selênio na matéria seca, a viabilidade celular e a taxa de brotamento da levedura. No meio delevedurado, determinou-se o pH e o teor alcoólico. Os resultados obtidos revelaram que as linhagens produtoras de H2S não foram afetadas pelos teores de selenito de sódio avaliados, e apresentaram maior produção de biomassa, etanol, crescimento celular mais rápido, demonstrando maior tolerância ao selenito. As linhagens não produtoras de H2S tiveram a velocidade de crescimento, a produção de biomassa final e de etanol reduzidos pelo selenito. A taxa de brotamento celular apresentou redução, tanto nas linhagens produtoras, quanto nas linhagens não produtoras de H2S. O maior nível de selênio na biomassa foi ao redor de 7500 mg.Kg-1 de matéria seca, mas a característica de produção de H2S não afetou o acúmulo de selênio. / not available

Page generated in 0.058 seconds