• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 80
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 82
  • 82
  • 33
  • 30
  • 17
  • 17
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A orientação sexual na escola: como os professores, alunos e pais percebem a sexualidade e o papel da escola na orientação sexual

Garcia, Antonio Miguel [UNESP] 17 January 2003 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:49Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003-01-17Bitstream added on 2014-06-13T18:21:18Z : No. of bitstreams: 1 garcia_am_me_bauru.pdf: 804636 bytes, checksum: 554716a72928d93338ea50d1ae981bd8 (MD5) / A sexualidade tem sido considerada um atributo do ser humano, que se desenvolve dentro de seus aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais. Com o propósito de se investigar como pensam os professores, alunos e genitores sobre a sexualidade humana e sobre o papel da escola na orientação sexual de seus alunos, foram aplicados questionários nesses três segmentos e realizadas entrevistas semi estruturadas com professores e alunos, junto ao ensino fundamental de duas escolas públicas estaduais, uma do centro e outra da periferia, pertencentes ao município de Bauru. Considerando-se o envolvimento da família no ambiente escolar, foram apontados aspectos, expressos pelos 3 segmentos investigados e pela literatura consultada, os quais devem ser considerados na elaboração de uma proposta de orientação sexual. Os resultados ressaltam, quando da elaboração de um programa de orientação sexual na escola, a necessidade de se proporcionar momentos de reflexão dos 3 segmentos envolvidos, em relação aos aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais da sexualidade humana, no sentido de proporcionar aos professores, a reconstrução de sua sexualidade, colaborando em sua atuação como elemento de formação; aos jovens, as concepções e informações necessárias ao desenvolvimento sociocultural de sua sexualidade, possibilitando que os mesmos sejam capazes de elaborar sua própria conduta e descobrir suas capacidades e aos pais, a ampliação dos conhecimentos em direção à diversidade de valores existentes na sociedade, constituindo-os elementos colaboradores para com a escola / The sexuality has been considered an attribute of human being that develops in its biologics aspect, pshycologics and socialculture. The purpose was to investigate how teachers, students and fathers think of the human sexuality and about the role that schools play in the student's sexual orientation. That three segments were interviewed and quizzed completely in two public elementary schools, one school is located in the suburb and the other one in Bauru city's downtown. Also it was considered the family's involvement in all the school's activities. It was found some aspects expressed by those 3 investigated segments, and by the literature that was used and read to help this work. All that aspects ha been considered in the development of a sexual orientation study. Results assure the need of reflexing moments in the 3 segments, involving biologics, pshycologics and socialcultures aspects in the human sexuality. The results help the teachers on the improvement of their sexuality and they can act as a formation element, helping teens with new informations and concepts that teenagers need to develop their sexuality, after that students can elaborate and have their own way life. Also they can discover their capacity and show the parents how they increase their knowledgement. Then they will be able to identificate and separate all the different concepts and thoughts that the society has. Finally, tenagers will become helping elements to the school
2

Sexualidade, quem precisa disso ? a trajetoria de uma oficina

Preve, Ana Maria Hoepers January 1997 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Educação / Made available in DSpace on 2012-10-17T02:17:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T22:22:39Z : No. of bitstreams: 1 107957.pdf: 7877677 bytes, checksum: 1132494a1832c15474cf4418cce2a755 (MD5) / Reflexão sobre a produção dos discursos sobre a sexualidade nos dias atuais, a partir da experiência com uma oficina, que foi gestada no âmbito dos trabalhos de pesquisa-ensino do Núcleo de Alfabetização Técnica/CED/UFSC. O trabalho expõe a noção dispositivo de sexualidade e de como este, atua no sentido de produzir sujeitos com uma sexualidade e, com necessidade de uma prática que o ajude a viver melhor.
3

Estudo analítico-descritivo do curso de pedagogia da UNESP-Araraquara quanto a inserção das temáticas de sexualidade e orientação sexual na formação de seus alunos /

Leão, Andreza Marques de Castro. January 2009 (has links)
Orientador: Paulo Rennes Marçal Ribeiro / Banca: Maria Teresa Vilaça / Banca: Ana Cláudia Bortolozzi Maia / Banca: Sebastião de Souza Lemes / Banca: Luci Regina Muzetti / Resumo: A Pedagogia deve resgatar a responsabilidade do professor em atuar com a sexualidade, tendo em vista que a orientação sexual é uma questão básica de cidadania. Desta maneira, o presente estudo de natureza analítico-descritivo, objetivou analisar o Projeto Pedagógico do curso de Pedagogia da Unesp-Faculdade de Ciências e Letras, do Campus de Araraquara quanto à inserção das temáticas de sexualidade e orientação sexual, a partir da análise dos programas e matriz curriculares e dos saberes expressos pelos alunos. Em relação à metodologia, ela consiste de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, sendo que participaram da mesma 70 alunos do 4.º ano do curso. Foi realizada a análise dos programas e das disciplinas do citado curso de Pedagogia, por meio da técnica análise documental. A seguir aplicou-se um questionário com os alunos do curso de Pedagogia, contendo 20 questões fechadas. A análise dos resultados permite afirmar que de modo geral não há na grade curricular do curso menção à sexualidade e orientação sexual, sendo que no histórico do curso houve apenas a oferta de disciplinas optativas que abarcavam estes temas, as quais não foram mais ofertadas. Outrossim, que o currículo oficial deste curso não dá margem para discussão da sexualidade, embora no currículo oculto há a possibilidade de abordar a sexualidade. Em função da natureza deste currículo pode-se afirmar que o espaço existente para esta discussão é velado e subaproveitado. Dessa forma, o ideal seria que a sexualidade pudesse fazer parte da grade curricular, porquanto embora apresente espaço no currículo oculto, não significa que terá oportunidade de ser abrangida em sala de aula. Constatou-se também que falta a muitos dos participantes o conhecimento dos diversos temas que compõem a sexualidade humana, dando indícios de que provavelmente... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The pedagogy must redeem the responsibility of the teacher in working with sexuality, since sexual orientation is a basic issue of citizenship. Thus, this study of an analytical-descriptive, aimed to analyze the Project Pedagógico Course Pedagogy of Unesp-Faculty of Sciences and Letters of Araraquara Campus on the inclusion of themes of sexuality and sexual orientation from the analysis of programs and curriculum matrix and the knowledge expressed by the students. Regarding methodology, it is a qualitative and quantitative research, which involved the same 70 students of 4th grade of that course. It was initially established contact with the director of that Faculty to request its completion within the Campus and the authorization for it to be possible to analyze the programs and matrices of the course curriculum, and to apply the questionnaire to the students. Then, we performed the analysis of programs and disciplines of that course of education, through technical document analysis. Then a questionnaire was applied to the students of the course of education, with 20 closed questions. The analysis of results suggests that in general there is in the curriculum of the course reference to sexuality and sexual guidance, and the history of the course was only to offer elective courses that cover these topics, which were no longer offered. Also, the official curriculum of this course does not give room for discussion of sexuality, while the hidden curriculum open this possibility. In view of the nature of this curriculum can be stated that the existing space for this discussion is veiled, and underused. Thus, the ideal would be that sexuality could be part of the actual grade curriculum of that course, but has since hidden space in the curriculum does not mean that you will be covered in the classroom. It was also discovered that... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
4

Estudo analítico-descritivo do curso de pedagogia da UNESP-Araraquara quanto a inserção das temáticas de sexualidade e orientação sexual na formação de seus alunos

Leão, Andreza Marques de Castro [UNESP] 09 November 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:31Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-11-09Bitstream added on 2014-06-13T19:41:49Z : No. of bitstreams: 1 leao_amc_dr_arafcl_parcial.pdf: 131586 bytes, checksum: f214c9bec63e5cea8ae8ca3c5cbc5029 (MD5) Bitstreams deleted on 2015-06-25T13:01:19Z: leao_amc_dr_arafcl_parcial.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2015-06-25T13:03:32Z : No. of bitstreams: 1 000603793_20151220.pdf: 118424 bytes, checksum: 3e7e13e6adf98bbb28e8bb26cfd0b96c (MD5) Bitstreams deleted on 2015-12-22T10:26:29Z: 000603793_20151220.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2015-12-22T10:27:12Z : No. of bitstreams: 1 000603793.pdf: 1482196 bytes, checksum: 70dc7668dcc7262b4abfba01e59b0e43 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A Pedagogia deve resgatar a responsabilidade do professor em atuar com a sexualidade, tendo em vista que a orientação sexual é uma questão básica de cidadania. Desta maneira, o presente estudo de natureza analítico-descritivo, objetivou analisar o Projeto Pedagógico do curso de Pedagogia da Unesp-Faculdade de Ciências e Letras, do Campus de Araraquara quanto à inserção das temáticas de sexualidade e orientação sexual, a partir da análise dos programas e matriz curriculares e dos saberes expressos pelos alunos. Em relação à metodologia, ela consiste de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, sendo que participaram da mesma 70 alunos do 4.º ano do curso. Foi realizada a análise dos programas e das disciplinas do citado curso de Pedagogia, por meio da técnica análise documental. A seguir aplicou-se um questionário com os alunos do curso de Pedagogia, contendo 20 questões fechadas. A análise dos resultados permite afirmar que de modo geral não há na grade curricular do curso menção à sexualidade e orientação sexual, sendo que no histórico do curso houve apenas a oferta de disciplinas optativas que abarcavam estes temas, as quais não foram mais ofertadas. Outrossim, que o currículo oficial deste curso não dá margem para discussão da sexualidade, embora no currículo oculto há a possibilidade de abordar a sexualidade. Em função da natureza deste currículo pode-se afirmar que o espaço existente para esta discussão é velado e subaproveitado. Dessa forma, o ideal seria que a sexualidade pudesse fazer parte da grade curricular, porquanto embora apresente espaço no currículo oculto, não significa que terá oportunidade de ser abrangida em sala de aula. Constatou-se também que falta a muitos dos participantes o conhecimento dos diversos temas que compõem a sexualidade humana, dando indícios de que provavelmente... / The pedagogy must redeem the responsibility of the teacher in working with sexuality, since sexual orientation is a basic issue of citizenship. Thus, this study of an analytical-descriptive, aimed to analyze the Project Pedagógico Course Pedagogy of Unesp-Faculty of Sciences and Letters of Araraquara Campus on the inclusion of themes of sexuality and sexual orientation from the analysis of programs and curriculum matrix and the knowledge expressed by the students. Regarding methodology, it is a qualitative and quantitative research, which involved the same 70 students of 4th grade of that course. It was initially established contact with the director of that Faculty to request its completion within the Campus and the authorization for it to be possible to analyze the programs and matrices of the course curriculum, and to apply the questionnaire to the students. Then, we performed the analysis of programs and disciplines of that course of education, through technical document analysis. Then a questionnaire was applied to the students of the course of education, with 20 closed questions. The analysis of results suggests that in general there is in the curriculum of the course reference to sexuality and sexual guidance, and the history of the course was only to offer elective courses that cover these topics, which were no longer offered. Also, the official curriculum of this course does not give room for discussion of sexuality, while the hidden curriculum open this possibility. In view of the nature of this curriculum can be stated that the existing space for this discussion is veiled, and underused. Thus, the ideal would be that sexuality could be part of the actual grade curriculum of that course, but has since hidden space in the curriculum does not mean that you will be covered in the classroom. It was also discovered that... (Complete abstract click electronic access below)
5

O dano moral por discriminação à pessoa em decorrência de orientação sexual

Fernandes, Belmiro Vivaldo Santana January 2006 (has links)
139 f. / Submitted by Simone Silva (simogui@ufba.br) on 2013-03-21T14:14:54Z No. of bitstreams: 1 BELMIRO VIVALDO SANTANA FERNANDES - Dissertação.pdf: 530416 bytes, checksum: 631d20a76541c6eefdb2e10c2bcf0d34 (MD5) / Approved for entry into archive by Simone Silva(simogui@ufba.br) on 2013-03-21T14:15:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 BELMIRO VIVALDO SANTANA FERNANDES - Dissertação.pdf: 530416 bytes, checksum: 631d20a76541c6eefdb2e10c2bcf0d34 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-21T14:15:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 BELMIRO VIVALDO SANTANA FERNANDES - Dissertação.pdf: 530416 bytes, checksum: 631d20a76541c6eefdb2e10c2bcf0d34 (MD5) Previous issue date: 2006 / Esta dissertação buscou examinar a aplicação da responsabilidade civil por danos morais como instrumento de proteção às pessoas que são discriminadas em decorrência de orientação sexual. A partir da interlocução possível entre a Constituição e o Direito Civil, examinou-se o valor filosófico da dignidade humana e seu reconhecimento jurídico como princípio constitucional, cuja aplicabilidade revela-se plena mediante a utilização das teorias lastreadas no pensamento pós-positivista. Objetivando o reconhecimento de sua máxima eficácia, pôs-se em aproximação a dignidade humana perante os direitos de personalidade e direitos fundamentais, enquanto suas decorrências normativas, enfrentando-se, com relação a estes últimos, o regramento da direta aplicação do direito à igualdade às relações jurídicas entre particulares. Reconhecidos tais limites, estudou-se mais detidamente o instituto da responsabilidade civil por danos morais, mediante o levantamento de seus pressupostos e das diversas correntes que regulam sua aplicação. Neste contexto, buscou-se o regramento da livre expressão da sexualidade como decorrência do exercício da dignidade, mediante levantamento de dados antropológicos, científicos e históricos que atestam a ocorrência e legitimação social da homossexualidade em outras culturas e épocas, bem como os elementos que motivaram sua discriminação. A seguir, expôs-se o quadro da tolerância da orientação sexual no Brasil, a partir da análise de exemplos contemporâneos, conferindo-se especial destaque aos casos levados a julgamento nos tribunais pátrios. A pesquisa indicou que, embora a sociedade brasileira ainda discrimine pessoas em decorrência de orientação sexual, o ordenamento jurídico pátrio é capaz de indenizá-las moralmente por tais agressões, considerando que o livre exercício da sexualidade é componente da plena manifestação da personalidade e satisfação do corolário da dignidade humana. / Salvador
6

A discriminação de homens gays na dinâmica das relações de emprego : reflexões sob a perspectiva do direito fundamental ao trabalho digno

Santos, Rodrigo Leonardo de Melo 20 April 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-05-30T17:33:25Z No. of bitstreams: 1 2016_RodrigoLeonardodeMeloSantos_Parcial.pdf: 299500 bytes, checksum: 588b4f4887d5654f1812c9c143152faf (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2016-05-31T15:51:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_RodrigoLeonardodeMeloSantos_Parcial.pdf: 299500 bytes, checksum: 588b4f4887d5654f1812c9c143152faf (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-31T15:51:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_RodrigoLeonardodeMeloSantos_Parcial.pdf: 299500 bytes, checksum: 588b4f4887d5654f1812c9c143152faf (MD5) / Tendo por referência o direito fundamental ao trabalho digno assentado pela Constituição Federal de 1988, a presente dissertação tem por objetivo investigar as respostas que o Direito do Trabalho brasileiro oferece ao problema da discriminação por orientação sexual na dinâmica das relações de emprego, especialmente a sofrida por trabalhadores gays. Em sua maior parte, a construção dos argumentos foi amparada em pesquisa bibliográfica. A pesquisa partiu de uma contextualização histórica dos preconceitos culturalmente herdados a respeito do homoerotismo, cobrindo o período que vai da Antiguidade Clássica até os dias atuais. Ao examinar a experiência dos homossexuais no contexto das organizações empresariais contemporâneas, esse subsídio histórico serviu para esclarecer que a discriminação sofrida pelos obreiros gays não apenas é resultado da reprodução de preconceitos homofóbicos ainda existentes na sociedade, como também é fomentada pela organização flexível do trabalho que se disseminou desde a década de 1970. Diante dessas constatações, a pesquisa passou a analisar o Estado Democrático de Direito, enquanto paradigma contemporâneo do constitucionalismo assentado pela Constituição Federal de 1988, com enfoque em seus principais elementos: a dignidade da pessoa humana, o pluralismo e os direitos fundamentais. Concluiu-se que o combate à discriminação surge como exigência de concretização desses princípios constitucionais, e que essa necessidade se estende à discriminação por orientação sexual, ainda que este atributo não esteja expressamente elencado pela legislação como critério proibido de diferenciação. A sexualidade de cada indivíduo, afinal, enquanto forma pessoal de realização, integra a sua esfera de autodeterminação protegida pelo Direito. A pesquisa também constatou que o trabalho, enquanto direito fundamental assegurado pela Constituição da República, tem seu sentido axiológico vinculado à realização da dignidade humana. A proteção constitucional é voltada, portanto, para o trabalho que dignifica o homem e não para o trabalho degradante, que instrumentaliza o obreiro ou não lhe fornece condições para se realizar e participar de forma paritária da vida social. O direito fundamental ao trabalho digno é, assim, incompatível com toda forma de discriminação em matéria de emprego, inclusive a praticada contra homossexuais por conta de sua orientação sexual. A última etapa da pesquisa consistiu na análise da jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho sobre discriminação empregatícia sofrida por trabalhadores gays. Concluiu-se que, em linhas gerais, a Corte Trabalhista tem adotado o discurso constitucional inclusivo, fazendo do Direito do Trabalho um instrumento de proteção à dignidade dos homossexuais diante da discriminação homofóbica. / In the light of the fundamental right to decent work, as set by the Constitution of 1988, the aim of this dissertation is to investigate the remedies that Labor Law offers against employment discrimination on the basis of sexual orientation, especially the discrimination faced by gay men. For the most part, the arguments were based on bibliographic research. The study was initiated with a historical contextualization of culturally inherited prejudices against homoeroticism, from the Classic Antiquity to the present day. By examining the experiences of gay men in contemporary organizational context, this historic subside has served to clarify the fact that discrimination faced by these workers is not only a result of the reproduction of still lasting homophobic prejudices, but it is also nurtured by the work organization model which became widespread since the 1970s. Given these findings, the research turned to the analysis of the Democratic Rule of Law State, as the contemporary paradigm of constitutionalism settled by the Federal Constitution of 1988, focusing on its main elements: human dignity, pluralism and fundamental rights. The conclusion was that the elimination of discrimination is a requirement for the realization of these constitutional principles, and that this condition also concerns discrimination based on sexual orientation, even if this attribute is not explicitly listed by the law as a suspect classification. After all, the sexuality of each individual is part of their self-determination sphere protected by the law, as an intimate form of personal fulfillment. The research also found that the axiological meaning of work, as a fundamental right guaranteed by the Constitution, is bound to the realization of human dignity. Therefore, the constitutional protection is aimed to the types of work that dignify man, not to the degrading work, which exploits the worker or denies him the conditions to achieve selfrealization and to participate as an equal in social life. The fundamental right to decent work is thus incompatible with all forms of discrimination in respect of employment, including the discrimination faced by homosexuals because of their sexual orientation. The last phase of the research was the analysis of the precedents set by the Superior Labor Court regarding employment discrimination against gay workers. It was found that, in general, the Court has been adopting an inclusive constitutional discourse, thus making Labor Law an instrument for protecting the dignity of homosexuals in cases ofhomophobic discrimination.
7

Antropologia, diversidade sexual e educação

Nunes, Virgínia de Santana Cordolino 20 September 2016 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2016 / Made available in DSpace on 2016-09-20T04:36:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 340494.pdf: 2530186 bytes, checksum: 8f6b22a3e064d1d44ee8d67123ef62e9 (MD5) / Esta dissertação pretende revelar como os processos econômicos, políticos e sócio-culturais, permitiram a constituição e a emergência das práticas discursivas de dez intelectuais mayas, interlocutoras neste trabalho. Além disso, coloca em evidência como os fatos de subjetivação e objetivação dessas mulheres tiveram um papel fundamental na construção de suas trajetórias bem como, de suas diversas estratégias de resistência e transgressão. Tais estratégias resultaram em uma profunda transformação pessoal, constituindo-se também em paradigmas diferentes para as próximas gerações de mulheres mayas e para a sociedade guatemalteca em geral. Adotei como ponto de partida os relatos de dez histórias de vida que tem como pano de fundo a violência extrema contra as mulheres vivida na cotidianidade guatemalteca. Destes relatos destacam-se as relações de poder, tendo como base teórica Michel Foucault, que as explica como uma força que coage, disciplina e controla os individuos através do aparato ideológico, burocrático e bélico. Essas relações de poder e suas diversas expressões serão enfatizadas a partir da intersecção com o gênero, a classe e a etnia, a fim de entender os nexos existentes entre as identidades dessas mulheres e seu trabalho político e intelectual. Epistemologicamente, a Antropologia Feminista é o eixo que guia esta etnografia, já que como ferramenta teórico-metodológica torna visível o lugar das mulheres, assim como também valoriza a questão da subjetividade e o significado da experiência individual, acadêmica e coletiva dos sujeitos da pesquisa. Paralelamente, como metodologia, revisou-se os aportes teóricos do modelo foucaulteano da #genealogia e arqueologia do saber#, para estabelecer a emergência das práticas discursivas. E, para alcançar este objetivo, se privilegiou a metodologia qualitativa, pois esta dá ênfase ao estudo dos processos sociais. Como parte da estratégia metodológica buscou-se trabalhar com a técnica de #Histórias de Vida e testemunhos#, portanto, no que se refere aos procedimentos metodológicos, cabe mencionar que a etnografia aqui não é apenas pensada como um conjunto de técnicas, mas sim como uma articulação entre dados empíricos e teóricos que acaba por fornecer, na fase final do trabalho, um texto de cunho antropológico. A importância deste estudo sobre as mulheres indígenas torna-se mais uma ferramenta para que se identifiquem eventos cotidianos de resistência e transgressão nos espaços rituais, políticos, acadêmicos, territoriais, sociais, étnicos e religiosos. Finalmente percebe-se que embora, as protagonistas desta etnografia se desenvolvam em um sistema dominante neoliberal, elas emergem com uma série de práticas discursivas, com as quais propõem e participam da construção de uma sociedade mais equitativa, enriquecendo e transformando o conteúdo simbólico, político e social das mulheres indígenas da Guatemala e, nesse sentido, das mulheres indígenas do mundo. Mulheres intelectuais mayas que como menciona Edwar Said (1996) desmistificam, que criticam, que estão sempre alertas à manipulação do poder e, sobretudo, lutam por sua independência intelectual, tanto através de seus espaços privados quanto públicos, onde elas transitam permanentemente. <br> / Abstract : This dissertation analyses how the matter of sexual diversity was implemented in governmental education policies and materialized as documents, programs and actions in the city of Lauro de Freitas (BA). The ethnography, which took place in the education system of a city known to be pioneer in gender and race politics in 2015, had as its field the Municipal Secretary of Education, a public elementary school and the local professor s labor union. For seven months, the method above was grounded in participant observation and interviews, as well as in the analysis of videos, social networks and documents that guide the municipal education. The collected data allowed me to observe the lack of public policies for education which address multiple expressions of gender and sexuality identities, here understood as "sexual diversity". What is happening in that city is the production of wider educational policies, the so called "diversity policies". However, if, on the one hand, there are gains such as a better support in local political discussions, on the other, there are losses in the construction of specific policies that include the needs of lesbians, gays, bisexuals, transsexuals and transgenders rights agenda. The insertion of the sexual diversity matter in schools is, thereby, understood, embraced and implemented with professor s intermediation. In conclusion, the Human Rights promotion and difference's acknowledgment is only possible in a perspective of equality, through public policies imbricated in collective actions of subjects that are articulated with the government. In this way, the school, as an institution that (re)produces prejudices, discriminations and sexist, misogynist and homophobic violence, can as well be a place of resistance, transformation and production of multiple sexualities.
8

O pensamento da esquerda e a política de identidade: as particularidades da luta pela liberdade de orientação sexual

SANTOS, Silvana Mara de Morais dos 31 August 2005 (has links)
Submitted by Fernanda Rodrigues de Lima (fernanda.rlima@ufpe.br) on 2018-10-03T20:16:43Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Silvana Mara de Morais dos Santos.pdf: 3052624 bytes, checksum: 86a2debd371428b80d0384c427ae133d (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-11-14T16:16:36Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Silvana Mara de Morais dos Santos.pdf: 3052624 bytes, checksum: 86a2debd371428b80d0384c427ae133d (MD5) / Made available in DSpace on 2018-11-14T16:16:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Silvana Mara de Morais dos Santos.pdf: 3052624 bytes, checksum: 86a2debd371428b80d0384c427ae133d (MD5) Previous issue date: 2005-08-31 / Este trabalho analisa o pensamento das esquerdas sobre as formas de opressão com o objetivo de apreender a direção social contida nas reivindicações, táticas e formas de luta dos sujeitos que atuam na defesa da liberdade de orientação sexual no Brasil, no período de 1988-2005. As fontes de pesquisa que serviram de referência foram: (a) documentos, tais como relatórios; resoluções e textos produzidos no universo dos partidos políticos e de entidades que aglutinam a militância e definem as prioridades da luta; (b) entrevistas com militantes e dirigentes das entidades que reivindicam a liberdade de orientação sexual e a identidade de gênero e (c) inúmeros contatos oriundos de oficinas com segmentos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) que facilitaram a compreensão das dificuldades, limitações e desafios políticos por eles enfrentados. O estudo leva à reflexão sobre os entraves à realização da liberdade de orientação sexual e seus resultados permitem considerar que: (a) a esquerda democrática, composta por diferentes sujeitos coletivos e tendo no PT a principal referencia partidária, formou seu pensamento, que, seguindo tendência mundial, absorveu demandas sobre o antirracismo, a igualdade nas relações sociais e patriarcais de gênero e a liberdade de orientação sexual na perspectiva de superar o economicismo da esquerda tradicional; (b) ao atuar, prioritariamente, na luta pela conquista da igualdade de oportunidades, segmentos expressivos da esquerda se submete a um projeto de conciliação de classe e altera sua intervenção e a própria filosofia política referente a um projeto político radicalmente de esquerda. Ou seja, passa a compreender as relações sociais sem considerar as mediações de classe, diluindo as diferenças entre projetos societários; (c) os sujeitos coletivos que atuam na defesa da liberdade de orientação sexual questionam o Estado de direito e mostram que os segmentos não heterossexuais enfrentam formas variadas de violência e não têm acesso aos direitos; (d) a população LGBT vivencia sua orientação sexual como expressão de identidade e opressão;(e) suas principais reivindicações referem-se à luta contra manifestações da violência, pela garantia dos direitos humanos, notadamente direitos civis, especialmente, o direito à união civil e à livre expressão da sua orientação sexual e acesso aos direitos sociais. Apesar de algumas conquistas, permanecem o tratamento desigual, o preconceito e a discriminação contra a homossexualidade porque a sociabilidade do capital incorpora diferenças, de modo mercantil, em explícita oposição à cultura política de valorização da diversidade humana e sexual e à realização da igualdade e da liberdade substantivas. / This paper analyzes left thinking about forms of oppression in order to understand the social direction contained in the demands, tactics and forms of struggle of the individuals who defend the freedom of sexual orientation in Brazil in the period 1988-2005. The sources of research that served as reference were: (a) documents, such as reports; resolutions and texts produced in the universe of political parties and entities that agglutinate militancy and define the priorities of the struggle; (b) interviews with activists and leaders of entities claiming freedom of sexual orientation and gender identity; and (c) numerous contacts from workshops with lesbian, gay, bisexual, transvestite and transgender (LGBT) segments that facilitated understanding the political difficulties, constraints and challenges they face. The study leads to the reflection on the obstacles to the realization of the freedom of sexual orientation and its results allow to consider that: (a) the democratic left, composed of different collective subjects and having in the PT the main party reference, formed its thinking, which, following has absorbed demands on anti-racism, equality in social and patriarchal gender relations and freedom of sexual orientation with a view to overcoming the economism of the traditional left; (b) acting primarily in the struggle for equality of opportunity, expressive segments of the left submit to a project of class reconciliation and change their intervention and political philosophy itself regarding a radical left-wing political project. That is, it begins to understand social relations without considering class mediations, diluting the differences between social projects; (c) collective actors who advocate for freedom of sexual orientation question the rule of law and show that non-heterosexual segments face varying forms of violence and do not have access to rights; (d) the LGBT population experiences its sexual orientation as an expression of identity and oppression; (e) its main demands relate to the fight against manifestations of violence, the guarantee of human rights, notably civil rights, especially the right to civil union and the free expression of their sexual orientation and access to social rights. Despite some achievements, unequal treatment, prejudice and discrimination against homosexuality remain, because the sociability of capital incorporates differences, in a commercial way, in explicit opposition to the political culture of valuing human and sexual diversity and achieving equality and freedom.
9

A orientação sexual na escola : como os professores, alunos e pais percebem a sexualidade e o papel da escola na orientação sexual /

Garcia, Antonio Miguel. January 2003 (has links)
Orientador: Mara Alice Fernandes Abreu / Banca: Renato Eugênio da Silva Diniz / Banca: Celso Ivan Conegero / Banca: Aída Vitória Garcia Montrone / Banca: Ana Maria Lombari Daibem / Resumo: A sexualidade tem sido considerada um atributo do ser humano, que se desenvolve dentro de seus aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais. Com o propósito de se investigar como pensam os professores, alunos e genitores sobre a sexualidade humana e sobre o papel da escola na orientação sexual de seus alunos, foram aplicados questionários nesses três segmentos e realizadas entrevistas semi estruturadas com professores e alunos, junto ao ensino fundamental de duas escolas públicas estaduais, uma do centro e outra da periferia, pertencentes ao município de Bauru. Considerando-se o envolvimento da família no ambiente escolar, foram apontados aspectos, expressos pelos 3 segmentos investigados e pela literatura consultada, os quais devem ser considerados na elaboração de uma proposta de orientação sexual. Os resultados ressaltam, quando da elaboração de um programa de orientação sexual na escola, a necessidade de se proporcionar momentos de reflexão dos 3 segmentos envolvidos, em relação aos aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais da sexualidade humana, no sentido de proporcionar aos professores, a reconstrução de sua sexualidade, colaborando em sua atuação como elemento de formação; aos jovens, as concepções e informações necessárias ao desenvolvimento sociocultural de sua sexualidade, possibilitando que os mesmos sejam capazes de elaborar sua própria conduta e descobrir suas capacidades e aos pais, a ampliação dos conhecimentos em direção à diversidade de valores existentes na sociedade, constituindo-os elementos colaboradores para com a escola / Abstract: The sexuality has been considered an attribute of human being that develops in its biologics aspect, pshycologics and socialculture. The purpose was to investigate how teachers, students and fathers think of the human sexuality and about the role that schools play in the student's sexual orientation. That three segments were interviewed and quizzed completely in two public elementary schools, one school is located in the suburb and the other one in Bauru city's downtown. Also it was considered the family's involvement in all the school's activities. It was found some aspects expressed by those 3 investigated segments, and by the literature that was used and read to help this work. All that aspects ha been considered in the development of a sexual orientation study. Results assure the need of reflexing moments in the 3 segments, involving biologics, pshycologics and socialcultures aspects in the human sexuality. The results help the teachers on the improvement of their sexuality and they can act as a formation element, helping teens with new informations and concepts that teenagers need to develop their sexuality, after that students can elaborate and have their own way life. Also they can discover their capacity and show the parents how they increase their knowledgement. Then they will be able to identificate and separate all the different concepts and thoughts that the society has. Finally, tenagers will become helping elements to the school / Mestre
10

Formação inicial e concepções de assistentes sociais do interior do Rio Grande do Norte sobre a sexualidade da pessoa idosa / Initial formation and social workers conceptions from the interior of Rio Grande do Norte about the sexuality of the elder people: eng

Silva, Carla Bessa da [UNESP] 27 August 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2016-02-05T18:29:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-08-27. Added 1 bitstream(s) on 2016-02-05T18:33:52Z : No. of bitstreams: 1 000856055_20170827.pdf: 351143 bytes, checksum: b5c2badf504ccf427d8a003350d10038 (MD5) Bitstreams deleted on 2017-09-01T13:14:04Z: 000856055_20170827.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2017-09-01T13:15:02Z : No. of bitstreams: 1 000856055.pdf: 1964468 bytes, checksum: 163d4e161db5c70bc7fa440e387f8db6 (MD5) / O crescimento progressivo e acelerado da população idosa em todo o mundo, inclusive no Brasil, vem configurando um novo cenário na sociedade contemporânea. O envelhecimento da população traz implicações para a sociedade como um todo, de modo que esta precisa estar apta de maneira a propiciar uma melhor qualidade de vida à população idosa. Considerando, dentre outros aspectos, a necessidade do usufruto e vivência da sexualidade. Desse modo, se faz necessário profissionais capacitados em educação sexual para lidar com esse público, incluindo entre elas/es a figura da/o assistente social. Assim, a presente pesquisa, de cunho descritivo e de natureza qualitativa, teve por objetivo investigar as concepções das/os Assistentes Sociais do município de Pau dos Ferros/RN, sobre Sexualidade, Educação Sexual e sua formação inicial, com vistas a verificar como elas/es concebem a sexualidade da pessoa idosa e como lidam com a (in)formação sobre a educação sexual voltada para esse público. Assim, delimitamos como lócus de entrevistas os Centros de Referências de Assistência Social (CRAS), por entendermos que é nesse espaço que se promove o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, dentre eles o da pessoa idosa. A pesquisa contou com a colaboração de seis assistentes sociais, que responderam a uma entrevista semiestruturada contendo 16 perguntas abertas, que foram gravadas e transcritas na íntegra. A análise de dados se pautou na análise de conteúdo. Os resultados nos mostram que durante a formação na graduação em Serviço Social elas tiveram contato com a temática da sexualidade. Apesar disso, relataram dificuldades em sua práxis profissional em abordar este assunto junto aos grupos de convivência de idosas/os, sinalizando que o contato com o tema foi superficial. Quanto às concepções reveladas por esses profissionais, pudemos verificar, por exemplo... / The fast and continuous growth of the elderly population all over the world, including Brazil, has been establishing a new scenery in the contemporary society. The aging of the population brings consequences to the society in general; therefore it has to be able to provide a better life quality to the elderly population. Considering, among other aspects, the need of usufruct and experience on sexuality. Therefore, it is necessary capable professionals to deal with this specific group, including also the presence of the social worker. Thus, this following research, of a descriptive impress and qualitative nature, has had a goal to investigate the initial formation and the conceptions of the social workers from the county of Pau dos Ferros / RN, about Sexuality and Sexual Education, focusing on checking how they receive the sexuality of the elderly people and how they deal with the formation / information regarding sexual education focused on this group of people. So, we have delimitated for an interview the site Social Assistance Reference Centers (CRAS), for we believe that it is in this place that the strengthening of familiar and communitarian bounds is promoted, including the elderly people. The research has had the support of six social workers, who responded to a semi-structured survey containing sixteen opened questions, which were recorded and transcripted in full. Following a qualitative way, the data analysis was based on the content analysis. The results have showed us that in some moment of the formation on the graduation of the social workers, they had contact with the sexuality theme. Despite that, they have reported difficulties in their professional practice when it comes to bringing this subject up with the groups of acquaintanceship of elders, showing that the contact with this subject had been superficial. As for the conceptions found by these professionals we could see ...

Page generated in 0.0566 seconds