• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2010
  • 121
  • 51
  • 14
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 2243
  • 720
  • 613
  • 332
  • 293
  • 277
  • 264
  • 245
  • 241
  • 234
  • 207
  • 193
  • 159
  • 152
  • 143
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A sexualidade na adolescencia: os valores hierarquicos e igualitarios na construcao da identidade e das relacoes afetivo-sexuais dos adolescentes

Pereira, Claudia de Paulo. 2002 (has links) (PDF)
Mestre -- Escola Nacional de Saude Publica, Rio de Janeiro, 2002.
2

Nivel de Conocimiento y Actitud hacia el uso de Métodos Anticonceptivos en Adolescentes Atendidos en el Instituto Nacional Materno Perinatal, 2012

Latorre Martínez, Pamela Alexandra 10 October 2013 (has links)
El presente trabajo tuvo como objetivo principal determinar si el nivel de conocimientos y actitud hacia el uso que tienen los adolescentes sobre los métodos anticonceptivos; para llegar a una conclusión y verificar si realmente existía relación entre las dos variables de estudio se utilizó como método de recolección de datos la encuesta, compuesta por un cuestionario de actitud hacia el uso de métodos anticonceptivos de 25 ítems y un cuestionario sobre nivel de conocimiento de los métodos anticonceptivos realizada directamente, de persona a persona; teniendo como resultado una p: 0, existiendo una relación estadísticamente significante entre las dos variables de estudio.
3

Actitud del adolescente de cuatro y quinto de educación secundaria frente al consumo de alcohol en la Institución Educativa Nacional "República del Perú"-Villa el Salvador

Mafaldo Mejía, Roxana 2012 (has links)
Introducción: Los adolescentes son una población altamente vulnerable y propensa a adquirir conductas de riesgo que pueden afectar su de salud como lo es con la ingesta de alcohol, ya que su consumo pueden impedir su posibilidad de desarrollo personal, limitándoles para realizar proyectos positivos de vida .Para ello es importante que desarrollen actitudes tanto cognitivas y emocionales para la toma decisiones las cuales deberían concretarse en conductas positivas para su salud, evitando aquellas que dañen al final su integridad como lo hace el consumo de alcohol, sin embargo tenemos indicios que el alcohol está afectando a los adolescentes. El presente estudio tuvo como objetivo determinar la actitud de los adolescentes de cuarto y quinto de educación secundaria frente al consumo de alcohol en la institución educativa nacional “República del Perú” en distrito de Villa el Salvador .Este estudio presentó una metodología de enfoque cuantitativo de ,tipo descriptivo, diseño no experimental y de corte transversal en una muestra de 123 adolescentes que estudian en el cuarto y quinto grado de secundaria, la técnica que se utilizó para la recolección fue la encuesta y el instrumento un cuestionario estructurado que consta preguntas de actitud frente al consumo de alcohol, el instrumento fue validado por 10 jueces expertos conocedores del área, aplicándose la prueba binomial donde se obtuvo como resultado un valor p=0.002515, asimismo la confiabilidad fue determinada por una prueba piloto aplicada a una población similar a la del estudio, cuyos resultados estuvieron sometidos a la prueba alfa de cronbach obteniendo un alfa de 0.61. El procesamiento y análisis de los datos se realizaron empleando el programa estadístico SPSS Versión 19. Dentro de los resultados tenemos que el 50% de adolescentes presentan una actitud cognitiva indiferente, el 28% una actitud cognitiva positiva y 22% una actitud cognitiva negativa. También se aprecia que el 58% presenta una actitud afectiva indiferente seguida de una actitud afectiva positiva con un 28% y un 14% con actitud afectiva negativa. Respecto a la actitud conductual el 70% de ellos presentan resultados indiferentes seguida de un actitud positiva con un 19% y un actitud negativa con un 11%. Por lo que concluye que la mayoría de los adolecentes presenta una actitud cognitiva indiferente manifestando incertidumbre y un porcentaje significativo de actitud cognitiva negativa y afectiva los cuales manifiestan una predisposición cognoscitiva y emocional. Se puede observar también la mayoría presentan actitudes conductuales indiferentes sin embargo existe adolescentes en ambos grupos que llegan a manifestar actitudes conductuales negativas las cuales indican un posible riesgo.
4

A sexualidade na adolescência: os valores hierárquicos e igualitários na construção da identidade e das relações afetivo-sexuais dos adolescentes The sexuality in the adolescence

Pereira, Claúdia de Paulo 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:43Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 633.pdf: 914007 bytes, checksum: e9804ceb889bf89dea18ff58be35df4e (MD5) Previous issue date: 2002 Esta pesquisa teve como objetivo compreender de que forma os valores hierárquicos e igualitários que referem-se ao masculino e ao feminino operam na constituição da identidade e das relações afetivo-sexuais dos adolescentes. Partindo de uma perspectiva relacional de gênero e considerando o contexto em que se dão os relacionamentos afetivo-sexuais na contemporaneidade, foram realizadas oito entrevistas com adolescentes de ambos os sexos que estudam no bairro do Carangola e freqüentam a unidade de saúde. As entrevistas permitiram perceber a coexistência de valores hierárquicos, que caracterizavam o masculino como superior ao feminino e de valores igualitários, que admitem as diferenças sem hierarquias. Esta coexistência traz contradições nítidas nos discursos dos jovens, nas quais o conteúdo igualitário é enunciado mais claramente e o hierárquico surge nas entrelinhas.Embora, em sua maioria, os jovens entrevistados tenham práticas afetivo-sexuais que baseiam-se em valores dignificantes e humanizantes, estes reconhecem a existência, na sociedade e entre seus pares, da dissociação amor e sexo e da violência entre pares, o que pode ser compreendido como uma masculinização no conceito de igualdade. A contribuição que este trabalho pretende trazer aos profissionais que atuam com adolescentes é apontar para a importância do empoderamento pessoal (personal empowerment) dos adolescentes, no sentido de ajudá-los a preservarem os valores humanizantes e dignificantes
5

Bullying entre escolares do ensino médio : o fenômeno em escolas do município de Sobral – Ceará Bullying among high school students : the phenomenon in schools of the city of Sobral - Ceará

Moraes, Késia Marques 2012 (has links)
MORAES, Késia Marques. Bullying entre escolares do ensino médio : o fenômeno em escolas do município de Sobral - Ceará. 2012. 84 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-18T16:22:34Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_kmmoraes.pdf: 1051050 bytes, checksum: 09a2e1429d2f9ce592dd131a68ef4d97 (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-18T16:26:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_kmmoraes.pdf: 1051050 bytes, checksum: 09a2e1429d2f9ce592dd131a68ef4d97 (MD5) Made available in DSpace on 2013-12-18T16:26:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_kmmoraes.pdf: 1051050 bytes, checksum: 09a2e1429d2f9ce592dd131a68ef4d97 (MD5) Previous issue date: 2012 Bullying is the name used for a range of aggressive behaviors, delivered in an intentional and repetitive way, without an apparent motivating stimulus. It can be variously classified as: verbal, physical and material, psychological and moral, sexual and virtual or ciberbullying. The study objectives were to analyze the situation of bullying among students of the Public Schools in Sobral - CE, to describe the socioeconomic, cultural and behavioral of the students, to identify situations in which students find themselves as victims, aggressors or observers and investigate the confrontation mechanisms of the victims against the bullying. This is a cross-sectional study conducted from September to December 2011 in thirteen state schools in the city of Sobral – CE with 369 students. To identify differences between groups of students who were victims, witnesses and aggressors were conducted Pearson’s chi-square test being used p value less than 0.05. The data were analyzed in Excel and SPSS 15. The results show that 18.4% of students consider themselves victims of aggression, the witnesses are configured in 44.4% and 9.5% are classified as aggressors. As to the types of aggression, there is the verb form, identified by 75% of students surveyed, followed by psychological and physical form. With regard to age, the older, lesser is the chance of the student becoming victim of aggression (p <0.05). By associating the family arrangement with the presence or absence of aggression (p <0.05), those whose parents are separated / divorced are more likely to be abused than children of married parents. When it comes to variety and age, students in third grade and older witness fewer episodes of aggression (p <0.05). About the event location, the classroom is configured as primary site, followed by the space time interval. But, as regards the number and age, students of 3rd year and older witness fewer episodes of aggression (p <0.05). This study may contribute to help parents, educators, students, health professionals and managers in facing this problem in search of an acting education with effective public policies. Bullying é a denominação utilizada para um conjunto de comportamentos agressivos, emitidos de maneira intencional e repetitiva, sem um estímulo motivador aparente. Pode ser classificado de diversas formas, como: verbal, física e material, psicológica e moral, sexual e virtual ou ciberbullying. Os objetivos do estudo foram: analisar a situação do bullying entre estudantes do Ensino Médio de Escolas Públicas de Sobral – CE; descrever o perfil socioeconômico, cultural e comportamental dos estudantes; identificar situações em que os estudantes se encontram como vítima, observadores ou agressores e investigar os mecanismos de enfrentamento das vítimas frente ao bullying. Trata-se de um estudo transversal, realizado nos meses de setembro a dezembro de 2011 em treze escolas estaduais do município de Sobral – CE com 369 estudantes. Para identificar diferença entre os grupos de alunos que eram vítima, testemunha e agressor, foram realizados teste de qui-quadrado de Pearson e Fisher, sendo utilizado valor de p menor que 0,05. Os dados foram analisados em Excel e SPSS 15. Os dados encontrados mostraram que 18,4% dos estudantes consideram-se vítimas de agressão, as testemunhas se configuram em 44,4% e 9,5% deles se classificaram como agressores. Quanto à tipologia das agressões, destaca-se a forma verbal, identificada por 75% dos estudantes pesquisados, seguido da forma psicológica e física. No que diz respeito à idade, quanto maior a idade, menor a chance dele vir a ser vítima de agressão (p<0,05). Ao associar o arranjo familiar com a presença ou não de agressão (p<0,05), filhos de pais separados/divorciados tem mais chances de serem agredidos do que filhos de pais casados. Quando se trata da série e idade, os alunos do 3º ano e os mais velhos presenciam menos episódios de agressão (p<0,05). Sobre o local do evento, a sala de aula configura-se como principal local, seguido dos espaços na hora do intervalo. Mas, no que diz respeito à série e idade, os alunos do 3º ano e os mais velhos presenciam menos episódios de agressão (p<0,05). Este estudo poderá contribuir para ajudar pais, educadores, estudantes, profissionais de saúde e gestores no enfrentamento deste problema na busca de um agir educativo com políticas públicas efetivas.
6

Conocimientos, practicas sexuales y actitud del adolescente hacia la sexualidad responsable y embarazo precoz

Flores Tejada, Mariel Edith 2012 (has links)
Fundamento: Los Conocimientos, Actitudes y Prácticas sexuales de los adolescentes, hacia la sexualidad Responsable, son de diferentes tipos y han ido variando con el paso de los años, además, se han incrementado los porcentajes de embarazos precoces en los adolescentes. Objetivos: Determinar si existe relación entre el nivel de Conocimientos, Actitudes hacia la Sexualidad y Prácticas sexuales Responsables con el riesgo de embarazo precoz de los Adolescentes de 3ro, 4to y 5to de secundaria del Colegio Julio C. Tello. Metodología: El estudio, es de tipo cuantitativo, descriptivo, correlacional, transversal, de nivel aplicativo, a la vez, No probabilística de tipo intencional, escogiendo de esa manera a los participantes correspondientes de la muestra, siendo 180 alumnos y el instrumento que se utilizó fue a través de un cuestionario con 10 preguntas para el nivel de conocimientos, 3 preguntas sobre prácticas sexuales, la escala de Likert para medir las Actitudes con 19 preguntas, y 1 pregunta abierta sobre el significado de tener un hijo a temprana edad, siendo los datos procesados para obtener los resultados correspondientes. Resultados: El nivel de Conocimientos de los Adolescentes es de nivel regular. Las actitudes de los Adolescentes en mayor porcentaje son indecisas, con Pensamientos Favorables hacia su sexualidad y el menor porcentaje de alumnos Conductas Indecisas 38.9%. La gran mayoría de los Adolescentes, aún no tienen relaciones y un 30% ya las tiene, siendo el promedio de edad entre 15-16 años, donde predomina el sexo masculino. Los Adolescentes que tienen un nivel de Conocimiento de medio a bajo, tienen mayores prácticas sexuales. El sexo femenino en mayor porcentaje no se protege. El mayor porcentaje de Alumnos, refirieron que tener un hijo a temprana edad en primer lugar significa Tener más responsabilidad y madurez en esa nueva etapa de su vida.
7

Redes sociais de adolescentes em contexto de vulnerabilidade social e sua relação com os riscos de envolvimento com o tráfico de drogas Social networks of adolescents in the context of social vulnerability and its relation to the risks of involvement with drug trafficking

Pereira, Sandra Eni Fernandes Nunes 2009 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2009. Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2010-04-07T20:00:36Z No. of bitstreams: 1 2009_SandraEniFernandesNPereira.pdf: 1632802 bytes, checksum: 1f2bfc60eec3b0492e07e7ea776827da (MD5) Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-05-03T20:57:11Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_SandraEniFernandesNPereira.pdf: 1632802 bytes, checksum: 1f2bfc60eec3b0492e07e7ea776827da (MD5) Made available in DSpace on 2010-05-03T20:57:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_SandraEniFernandesNPereira.pdf: 1632802 bytes, checksum: 1f2bfc60eec3b0492e07e7ea776827da (MD5) Previous issue date: 2009 O presente trabalho aborda o tema das redes sociais de adolescentes em contexto de vulnerabilidade social e sua exposição ao tráfico de drogas e à violência. Foi definido como objeto da pesquisa o estudo do processo de construção das relações nos diferentes espaços de socialização do adolescente – a família, a escola, entre pares – e sua relação com os riscos de envolvimento com o tráfico de drogas e a violência, identificando e descrevendo a trama relacional complexa que os envolve. Foi tomado como referencial teórico a escola de Psicossociologia Francesa, a qual compreende os grupos e instituições como espaços privilegiados para a investigação dos processos de afiliação e desafiliação social, e os vínculos como parte da identidade-em-contexto do sujeito, respeitando a singularidade e a capacidade de evolução e de aprendizagem de cada um. Diante da complexidade do tema em questão, essa primeira base teórica e conceitual foi complementada, numa proposta de diálogo e aproximação com outros referenciais teóricos, como o Sistêmico. Foi utilizada a metodologia qualitativa de pesquisaintervenção com adolescentes entre 14 e 18 anos, de ambos os sexos, de uma escola pública do DF. Os instrumentos utilizados no trabalho de campo foram entrevistas individuais semi-estruturadas e grupo focal. As entrevistas foram gravadas e o grupo focal foi filmado. Após o registro, as gravações e filmagens foram transcritas na íntegra e analisadas utilizando o método de análise construtivo-interpretativo. A análise resultou na construção das seguintes Zonas de Sentido: “A autoridade líquida”, “Da interrupção dos grupos potenciais à afiliação aos grupos de passagem ao desvio” e “Os grupos de sobrevivência”. A discussão dessas Zonas aponta para os caminhos tortuosos percorridos pelo adolescente no processo de construção de suas relações rumo à inserção nos grupos de risco. Essa discussão amplia-se nos vínculos societais, partindo de uma perspectiva macro-social. Nesta perspectiva, compreende-se que a exclusão gerada pelos princípios da lógica consumista em camadas da população, que estão em situação de vulnerabilidade social, afeta os processos de filiação e afiliação do adolescente, fragilizando suas relações já existentes e dificultando a formação de novas relações mais sólidas e efetivas, o que ocasiona sua inserção em grupos de risco, como o tráfico de drogas. Desta forma, as possibilidades de mudanças efetivas são pensadas no sentido da inclusão de processos de reconhecimento que legitimem o sujeito na sua humanidade. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT The present work addresses the theme of the social networks of adolescents in the context of social vulnerability and their exposure to drug trafficking and to violence. It was defined as the object of this research the study of the construction process of the relationships in different areas of the adolescent socialization - the family, the school, between peers - and its relation to the risks of involvement with drug trafficking and violence, identifying and describing a complex relational plot that involves them. It was taken as the theoretical referential the school of French Psychosociology, which includes the groups and institutions as privileged forums for investigating the processes of social affiliation and disaffiliation, and the bonds as part of the identity in the context of the subject, respecting the uniqueness and the ability of each one to develop and learn. Given the complexity of the issue in question, the first conceptual and theoretical basis has been supplemented, in a proposal for dialogue and rapprochement with other theoretical referentials, such as the Systemic. We used the qualitative methodology of research-intervention with adolescents between 14 and 18 years old, of both genders, from a public school of the DF. The instruments used in the fieldwork were semistructured individual interviews and focus group. The interviews were recorded and the focus group was filmed. After the registration, the recordings and films were fully transcribed and analyzed using the constructive-interpretation analysis method. The analysis resulted in the construction of the following Areas of Sense: "The net authority", "From the interruption of the potential groups to the affiliation to groups of transition to the deviation" and "The groups of survival". The discussion of these Zones points to the tortuous paths taken by the adolescent in the construction process of his/hers relationships towards the inclusion in risk groups. This discussion expands in the societal ties, starting from a macro-social perspective. In this perspective, it is understood that the exclusion generated by the principles of the consumerist logic in sectors of the population, who are in a situation of social vulnerability, affects the processes of membership and affiliation of the adolescent, weakening its existing relationships and hindering the formation of new stronger and more effective relationships, which causes his/hers inclusion in risk groups, such as drug trafficking. Thus, the possibilities for effective changes are thought to include recognition processes that legitimize the subject in its humanity.
8

Adolescencia, psicoterapia e desenvolvimento humano

Jardim, Adriano Pereira 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre a área de pesquisa em psicologia do desenvolvimento aplicada à adolescência e o campo de atendimento psicoterapêutico com adolescentes. Realizou-se, para essa investigação: uma revisão da literatura que ressalta a importância da consideração de fatores do desenvolvimento para a prática clínica; e entrevistas com 15 psicoterapeutas (psicólogos e psiquiatras), de diferentes abordagens que descrevem a prática corrente. As entrevistas foram analisadas em três etapas sucessivas: descrição qualitativa (tematização), análise indutiva (identificação de temas críticos) e análise crítica (confronto dos temas críticos com a literatura). Os resultados indicaram que os clínicos não utilizam dados de pesquisa na sua prática, e que a atualização de conhecimentos sobre a adolescência ocorre de forma desordenada, no contato direto com os pacientes. Como conseqüência, esses terapeutas demonstram dificuldades para avaliar resultados das intervenções. Essas dificuldades caracterizam o campo psicoterapêutico em um momento de transição, no qual os profissionais tendem a afastar-se das teorias e privilegiar a prática.
9

Paternidade na adolescência : expectativas, sentimentos e a interação com o bebê

Levandowski, Daniela Centenaro 2001 (has links)
O objetivo deste estudo foi examinar eventuais diferenças nas expectativas e sentimentos de futuros pais adolescentes e adultos, bem como sua interação com o bebê aos três meses de vida. Participaram do estudo 23 futuros pais, sendo doze adolescentes (M = 17,7 anos, DP = 1,0) e onze adultos (M = 29,9 anos, DP = 3,8). Todos esperavam seu primeiro filho. Os futuros pais foram entrevistados no final da gestação e quando o bebê completou três meses. Nesta ocasião foi realizada a observação da interação da díade pai-bebê. A expectativa inicial que previa diferenças entre os grupos não foi totalmente corroborada neste estudo. Análise de conteúdo das entrevistas, utilizando seis categorias temáticas, mostrou mais semelhanças do que particularidades em relação às expectativas e sentimentos dos futuros pais. O Teste de Mann-Whitney não revelou diferenças significativas na interação pai-bebê entre adolescentes e adultos. Estes resultados sugerem que a idade não é necessariamente um fator determinante para a transição para a paternidade, e que muitos adolescentes podem realizar este processo com sucesso, especialmente quando recebem apoio familiar e social.
10

Adolescencia, psicoterapia e desenvolvimento humano

Jardim, Adriano Pereira 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre a área de pesquisa em psicologia do desenvolvimento aplicada à adolescência e o campo de atendimento psicoterapêutico com adolescentes. Realizou-se, para essa investigação: uma revisão da literatura que ressalta a importância da consideração de fatores do desenvolvimento para a prática clínica; e entrevistas com 15 psicoterapeutas (psicólogos e psiquiatras), de diferentes abordagens que descrevem a prática corrente. As entrevistas foram analisadas em três etapas sucessivas: descrição qualitativa (tematização), análise indutiva (identificação de temas críticos) e análise crítica (confronto dos temas críticos com a literatura). Os resultados indicaram que os clínicos não utilizam dados de pesquisa na sua prática, e que a atualização de conhecimentos sobre a adolescência ocorre de forma desordenada, no contato direto com os pacientes. Como conseqüência, esses terapeutas demonstram dificuldades para avaliar resultados das intervenções. Essas dificuldades caracterizam o campo psicoterapêutico em um momento de transição, no qual os profissionais tendem a afastar-se das teorias e privilegiar a prática.

Page generated in 0.0742 seconds