• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 41
  • Tagged with
  • 44
  • 44
  • 17
  • 13
  • 12
  • 11
  • 10
  • 8
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo do grau de intangibilidade por meio das informações contábeis :uma análise das empresas S/A de capital aberto constantes do índice IBrX-índice Brasil /

Fietz, Édina Elisangela Zellmer, Scarpin, Jorge Eduardo, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2007 (has links) (PDF)
Orientador: Jorge Eduardo Scarpin. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
2

Núcleo declaratório contábil na análise da solvência de empresas do setor têxtil listadas na BOVESPA /

Pinto, Juliana, 1983-, Hein, Nelson, 1967-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2008 (has links) (PDF)
Orientador: Nelson Hein. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
3

Contribuição a avaliação do ativo intangivel

Martins, Eliseu January 1972 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia e Administração, Departamento de Contabilidade e Atuaria / Made available in DSpace on 2013-07-15T20:10:39Z (GMT). No. of bitstreams: 0
4

Relação entre os ativos intangíveis e o valor de mercado das empresas brasileiras

Sallaberry, Jonatas Dutra 07 March 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa Multi-institucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-07-17T13:29:08Z No. of bitstreams: 1 2014_JonatasDutraSallaberry.pdf: 1177696 bytes, checksum: 6a49d1c144afc5aa3705e5b27b876847 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-07-18T16:35:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_JonatasDutraSallaberry.pdf: 1177696 bytes, checksum: 6a49d1c144afc5aa3705e5b27b876847 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-07-18T16:35:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_JonatasDutraSallaberry.pdf: 1177696 bytes, checksum: 6a49d1c144afc5aa3705e5b27b876847 (MD5) / A presente dissertação teve como objetivo analisar a relação dos ativos intangíveis com o valor de mercado das empresas brasileiras, entre 2003 e 2012. A amostra foi extraída da base de dados Economática®, em 40 períodos trimestrais. A análise foi realizada por meio de dados em painel, para as 147 empresas da amostra balanceada, utilizando-se os softwares Gretl e Eviews 7. Em relação à hipótese de que o valor dos ativos intangíveis não reconhecidos são capazes de influenciar o valor de mercado da empresa, o coeficiente da variável referente ao patrimônio líquido mostrou-se negativo, ao contrário do esperado, além disso, a variável explanatória apresentou p-valor elevado, não sendo possível corroborá-la. Em relação a os intangíveis reconhecidos, identificou-se que são capazes de influenciar o valor de mercado da empresa empregando variáveis explicativas contendo os intangíveis reconhecidos, o goodwill e o diferido. O goodwill revelou-se significativo ao nível de 1%, o grupo de intangíveis a 5%, e o intangível puro a 10%. O coeficiente do intangível puro apresentou-se negativo, diferentemente do esperado, de forma a inferir que a existência de intangíveis no acervo patrimonial da entidade reduz as expectativas financeiras sobre a empresa. Em relação à forma como as mudanças nas normas contábeis, decorrentes da convergência internacional, afetaram a percepção dos investidores na precificação do valor de mercado, a hipótese não pôde ser confirmada. Em relação aos intangíveis ao longo do tempo e em momentos de crises financeiras, a análise evidenciou o rápido crescimento dos intangíveis não reconhecidos até o ano de 2007, superior a 2 trilhões de reais. Após a crise, reduzido em 74%, uma perda superior a 1,5 trilhões de reais entre 2007 e 2008. A evolução do valor de mercado foi superior a 2 trilhões de reais, entre 2003 e 2007. Por ocasião da crise financeira, em 2008, o mercado societário teve uma perda superior a 1,2 trilhões de reais, parcialmente recomposta nos dois primeiros trimestres de 2009. Nesse período, o patrimônio líquido dessas empresas manteve-se em contínuo e suave crescimento, de 144% no período de 2003 a 2012. As taxas de variação do valor de mercado no período oscilaram entre -34% e +55% com tendência de decréscimo. A partir da taxa de variação mensal da média do valor de mercado das 147 empresas, percebe-se que desde o início de 2003, o valor de mercado cresceu aproximadamente 200% até o encerramento de 2012. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation aims at analyzing the relationship between intangible assets and market value of Brazilian companies between 2003 and 2012. The sample was extracted from the Economática® database in 40 quarterly periods. The econometric analysis was performed using a balanced panel with 147 companies and utilizing the backages Gretl and Eviews 7. Regarding the hypothesis that the amount of unrecognized intangible assets are able to influence the market value of the company, the coefficient of the variable relating to equity was negative, contrary to expectations, in addition, the explanatory variable with high p-value, it is not possible to corroborate it. In relation to intangible recognized, it was identified that are able to influence the market value of the company employing explanatory variables containing the recognized intangible, goodwill and deferred. Goodwill proved significant at 1 %, the group of intangibles to 5 %, and 10% pure intangible. The estimated coefficient of pure intangible resulted negative, contrary to expectations, leading to infer that the existence of intangible assets reduces the financial expectations of the company. With respect to how changes in accounting standards, under international convergence affect investors' perception on pricing in market value, the hypothesis could not be confirmed. Regarding intangible over time and in times of financial crises, the analysis showed the rapid growth of intangible assets not recognized until 2007, over 2 trillion BRL. After the crisis, reduced by 74 %, more than 1.5 trillion BRL between 2007 and 2008. The evolution of the market value was more than 2 trillion reais, between 2003 and 2007. During the financial crisis in 2008, the corporate market suffered loss of more than 1.2 trillion BRL, which was partially recomposed in the first two quarters of 2009. During this period, the net worth of these companies had a continuous and smooth growth of 144 % in the period 2003-2012. The rates of change of market value in the period ranged between -34 % and +55 % with a decreasing trend. From the monthly rate of change of the average market value of the 147 companies, we noticed that since the beginning of 2003, the market value increased by approximately 200 % until the end of FY 2012.
5

Tangibilidade e intangibilidade na determinação do desempenho superior de companhias abertas : evidências para o mercado brasileiro

Medeiros, Ayron Wanderley 25 April 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-08-20T13:52:59Z No. of bitstreams: 1 2014_AyronWanderleyMedeiros.pdf: 356530 bytes, checksum: 9a5d3ad71d45362c0568ee28b15454d6 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-08-25T14:35:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AyronWanderleyMedeiros.pdf: 356530 bytes, checksum: 9a5d3ad71d45362c0568ee28b15454d6 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-08-25T14:35:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AyronWanderleyMedeiros.pdf: 356530 bytes, checksum: 9a5d3ad71d45362c0568ee28b15454d6 (MD5) / Os ativos das empresas são distribuídos de forma heterogênea por setor de atuação, pois cada um apresenta suas particularidades nas atividades. Esta pesquisa investigou a estrutura de ativos, tangíveis e intangíveis, no desempenho superior e persistente em companhias abertas brasileiras associadas ao nível de governança corporativa e ao grau de responsabilidade social. Foram utilizadas variáveis propostas e adaptadas por Villalonga (2004), Daniel e Titman (2006) e Carvalho, Kayo e Martin (2010), como: tangibilidade, VarBook, intangibilidade, Q de Tobin, desempenho e lucro específico da firma (LEF), para serem inseridas nos modelos econométricos. A amostra foi constituída por empresas brasileiras de capital aberto listadas na BM&FBovespa e com informações completadas disponíveis na base de dados da consultoria Bloomberg. As ferramentas estatísticas utilizadas foram: regressões multivariadas, como método de Mínimos Quadrados Ordinários (MQO); técnicas de dados em painel por efeitos fixos (EF) e efeitos aleatórios (EA); e painel dinâmico por estimação pelo Método dos Momentos Generalizados (GMM). Os resultados corroboraram com o estudo de Carvalho, Kayo e Martin (2010), pois em vários setores da economia predominaram os recursos tangíveis como fonte de desempenho persistente, todavia, contrariamente ao referido estudo, foram encontradas evidências importantes da intangibilidade como influência no desempenho persistente. Além disso, variáveis de nível de governança corporativa e de grau de responsabilidade social auferiram relevantes coeficientes na influência da persistência dos resultados das firmas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The assets of companies are distributed like heterogeneous per sector of industry, because each presents your specifications in activities. This research examined the structure of assets, tangibles and intangibles, in superior performance and persistence to open capital Brazilian enterprises with association level Corporate Governance and social responsibility. Used variables proposals and adapted by Villalonga (2004), Daniel and Titman (2006) and Carvalho, Kayo and Martin (2010), as tangibility, VarBook, intangibility, Q of Tobin, and performance, LEF, to inside in econometric models. The sample was compose of open capital Brazilian companies, whose stocks were listed in the BM&FBovespa and complete information accessed through Bloomberg. The statistic tools used were multivariate regressions through method Minimal Ordinary Squares (MQO), statistic panels with estimates non variable effects (EF), random effects (EA) and dynamic panel with estimates by the Generalizated Moments Method (GMM). The results contributed with study Carvalho, Kayo and Martin (2010), because sectors of economy predominate the resource tangibles as importance to persistence performance, but, contrary that study, were find important evidences to intangibility like influence in persistence performance. Including, variables of level Corporate Governance and social responsibility get coefficients in influence of persistence results.
6

Otimização em grids em N estágios

Omati, Marcelo Leite Viana January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-03-20T12:06:51Z No. of bitstreams: 1 2012_MarceloLeiteVianaOmati.pdf: 1057393 bytes, checksum: f5d998bc29b171c3f8ad112ca2693702 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-03-21T12:01:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_MarceloLeiteVianaOmati.pdf: 1057393 bytes, checksum: f5d998bc29b171c3f8ad112ca2693702 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-21T12:01:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_MarceloLeiteVianaOmati.pdf: 1057393 bytes, checksum: f5d998bc29b171c3f8ad112ca2693702 (MD5) / Esta dissertação versa sobre o tema da otimização de carteira em gestão integrada de ativos e passivos, Asset and Liability Management (ALM), voltada para as Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC). O problema de pesquisa edificou-se em fazer outra forma de otimização para determinar a melhor alocação para investimentos dos recursos garantidores de plano de benefícios. Para tanto, estabelece como objetivo geral a comparação entre duas formas de otimização com a mesma função objetivo, sujeita a um conjunto de restrições, nos diversos segmentos de investimentos das EFPC; e como objetivos específicos: a) realizar revisão histórica sobre otimização; b) conceituar e classificar as classes de ativos de uma EFPC e revisar seus os aspectos gerais; c) conceituar o ALM sob a perspectiva do gerenciamento estratégico de uma EFPC ou EAPC d)apresentar formas de otimização de funções; e e) apresentar os resultado das comparações das duas formas de otimização. Neste recorte, foi possível confirmar as vantagens da otimização em grids em n estágios sobre a programação por metas. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation deals with the issue of portfolio optimization in integrated management of assets and liabilities, Asset and Liability Management (ALM), focused on the Closed Pension Fund Entities (CVET). The research problem is built on making another form of optimization to determine the best allocation of resources for investment guarantor of benefit plan. To do so, establishes as general objective comparison between two forms of optimization with the same objective function, subject to a set of constraints, investments in various segments of CVET, and specific objectives: a) conduct historical review of optimization, b) conceptualize and classify asset classes and a CVET revise their general aspects; c) conceptualize the ALM from the perspective of strategic management of an OVET CVET or d) provide forms of optimization functions, and e) present the results of comparisons of two forms of optimization. In this cut, it was possible to confirm the benefits of optimization in grids in n stages on the goal programming (shape optimization).
7

Perda no valor recuperável de ativos

Souza, Maíra Melo de January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T05:14:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 288172.pdf: 1017124 bytes, checksum: 42a77697adab7b895764a3824b9ff49a (MD5) / Este trabalho tem como objetivo identificar fatores significativos para explicar o nível de evidenciação (disclosure) da perda no valor recuperável de ativos nas empresas de capital aberto brasileiras. Para atingir o objetivo geral, primeiramente verificou-se as Notas Explicativas referentes aos anos de 2008 e 2009 de todas as empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), visando identificar quais haviam reconhecido perda no valor recuperável em ativos imobilizados ou intangíveis neste período delimitado. Deste filtro inicial, resultaram 67 casos de perda no valor recuperável que constituíram amostra de pesquisa no presente estudo. Para medir o nível de disclosure, nesta amostra, foi calculado um índice de evidenciação com base em cinco métricas elaboradas a partir das exigências de divulgação contidas no pronunciamento CPC-01. Os dados para cálculo dos índices foram obtidos por meio de análise de conteúdo nas Notas Explicativas e Demonstração do Resultado do Exercício das empresas. Depois de calculados os índices de evidenciação, que constituíram variáveis dependentes neste estudo, através de um Modelo de Regressão Linear Múltipla foram testadas sete hipóteses constituídas com base nas seguintes variáveis independentes: tamanho; rentabilidade; empresa de auditoria; governança corporativa; internacionalização; oportunidades de crescimento e endividamento. Os resultados demonstram que, na amostra pesquisada, as variáveis 'tamanho' e 'empresa de auditoria' são significativas ao nível de significância de 5% e a variável 'rentabilidade' é significativa, com coeficiente negativo, ao nível de 10%. Desta maneira, em média, as empresas maiores e auditadas por Big Four tendem a ter um maior nível de atendimento às exigências de divulgação do CPC-01, e ao nível de 10% as empresas com menores índices de rentabilidade tendem, em média, a ter um maior nível de adequação às exigências de evidenciação emanadas pelo CPC-01.
8

Influência das taxas de juros de curto prazo no impairment de ativos de longo prazo

Campagnoni, Mariana January 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2017 / Made available in DSpace on 2017-09-26T04:17:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 348096.pdf: 1412024 bytes, checksum: 32153ebf7c015781524c6da1951856d9 (MD5) Previous issue date: 2017 / Este estudo tem como objetivo verificar a influência das taxas de juros de curto prazo (TJCP) sobre o impairment de ativos de longo prazo reconhecido no resultado. As empresas devem reconhecer perdas por redução ao valor recuperável (impairment) quando o valor justo líquido das despesas de vendas (VJLDV) ou o valor em uso (VU) de seus ativos são menores que o valor contábil registrado nas Demonstrações Contábeis. Tal reconhecimento é necessário porque ele indica que o valor contabilizado do ativo não corresponde mais às expectativas do mercado ou da entidade (quanto à capacidade de geração de fluxos de caixa). Dentre os motivos que levam as empresas a reconhecerem perdas por impairment, Prakash (2010) sugere que o momento econômico (expansão ou retração nas atividades) pode afetar a valoração dos ativos e, consequentemente, implicar em perdas de valor. O autor sugere, portanto, que as condições econômicas dos países influenciam as perdas por impairment. Desse modo, uma vez que a taxa básica de juros de curto prazo da economia é uma das ferramentas utilizadas pelo governo em políticas monetárias, sejam elas expansionistas ou contracionistas (FRANK; BERNANKE, 2012), então ela pode influenciar as perdas decorrentes de impairment nas empresas, pois ela reflete o momento econômico do ambiente onde elas operam. A amostra é constituída por 5.228 empresas (21.891 observações) oriundas de 52 países, cujas análises estatísticas testaram se as TJCP influenciam a probabilidade de reconhecimento e o montante do impairment de ativos de longo prazo entre o período de 2011 a 2015. Para tal, utilizaram-se modelos multivariados de regressão logit e tobit. Adicionalmente a esta variável de interesse, verificaram-se fatores que também podem explicar o impairment, quais sejam: fatores econômicos (perda no valor econômico) e incentivos gerenciais (gerenciamento de resultados). Os resultados indicaram uma relação negativa entre as perdas por impairment e as TJCP, tanto para a probabilidade de reconhecimento quanto para a magnitude dos valores reconhecidos. Ou seja, quanto maiores as TJCP dos países onde as empresas exercem suas atividades, menor a probabilidade de que elas reconheçam impairment, e menor o montante reconhecido. Dos quatro fatores econômicos investigados em nível de firma - variação no fluxo de caixa operacional (FCO), variação no retorno sobre o ativo (ROA), variação no volume de vendas (TURNOVER) e book-to-market do período -, dois se mostram significantes para explicar as perdas (FCO e BM). Por sua vez, a variável relativa aos incentivos gerenciais (dívidas) não apresentou significância estatística no modelo. Infere-se, portanto, que as razões pelas quais as companhias reconhecem impairment estão mais relacionadas a sua performance econômica do que ao ambiente macroeconômico ou a incentivos gerenciais. / Abstract: This research aims to verify the influence of short-term interest rates (STIR) on the impairment of long-term assets recognized in the income statement. Companies should recognize impairment losses when the fair value less costs of disposal (FVLCD) or the value in use (VU) of their assets are smaller than the book value recorded in the Financial Statements. Such recognition is necessary because it indicates that the historical value of the asset no longer matches the expectations of the market or entity (as to the capacity to generate cash flows). Among the reasons that lead companies to recognize impairment losses, Prakash (2010) suggests that the economic momentum (expansion or retraction) can affect the valuation of assets and, consequently, implies losses in value. The author suggests, therefore, that economic conditions of the countries influence impairment losses. Thus, since short-term interest rate of the economy is one of the tools used by the government in monetary policies, which can be expansionary or contractionary (FRANK; BERNANKE, 2012), then it can influence losses due to impairment in companies because it reflects the economic momentum of the environment in which they operate. The sample consisted of 5,228 companies (21,891 observations) from 52 countries, in which statistic data tested whether the STIR influence the probability of recognition and amount of impairment of long-term assets between the period from 2011 to 2015. For this purpose, multivariate logit and tobit regression models were used. In addition, there are also factors that may explain the impairment, namely: economic factors (loss in economic value) and managerial incentives (management of results), which were included in the models. The results indicated a negative relationship between the impairment losses and the STIRs, both for the probability of recognition and for the magnitude of the recognized values. That is, the larger the TJCPs of the countries where the companies carry out their activities, the less likely they are to recognize impairment, and the smaller the amount recognized. Analysing four economic factors investigated at the firm level - change in operating cash flow (OCF), variation in return on assets (ROA), change in turnover (TURNOVER) and book-to-market in the period -, two of them are significant to explain the losses (FCO and BM). On the other hand, the variable related to the managerial incentives (debts) was not significant in the model. It is inferred, therefore, that the reasons why companies recognize impairment are more related to their economic performance than to the macroeconomic environment or to managerial incentives.
9

Tratamento contábil dos ativos intelectuais focados em ativos humanos de empresas de governança corporativa da bolsa de valores de São Paulo /

Pereira, Marcia Batista, Castro Neto, José Luís de, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2006 (has links) (PDF)
Orientador: José Luís de Castro Neto. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
10

A influência dos ativos intangíveis na análise de risco de crédito de empresas de base tecnológica

Honorato, Hermes Guimarães January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2009-11-18T19:00:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacaofinal.pdf: 1252209 bytes, checksum: f9bb009ab713950d6f72b97e84a728bb (MD5) Previous issue date: 2008 / Evolution is present in world dynamics. And it is just in such transformational environment where companies have been encapsulated. In an economy of knowledge, physical assets alone are unable to provide profits to meet shareholders' demands. Now there comes an invisible component with the purpose of defining strategies and impelling results: Intangible Assets. Banking financing systems, however, have not kept pace with this knowledge revolution and its resulting new income generation techniques. Credit analysis methods for most financing agents would not employ any intangible parameters in their methodology of study as yet. This paper seeks to discuss the importance of intangible assets by focusing their role of influencial factor in decisions to finance technology-based companies. By studying the credit risk classification system employed by FINEP, Brazil's Federal Agency for innovation development, we wished to suggest indicators for intangibles which might be put to use in the Financiadora. / A evolução está presente na dinâmica do mundo. E é nesse ambiente de transformação que as empresas estão inseridas. Na economia do conhecimento os ativos físicos não mais sustentam sozinhos os lucros que satisfazem as exigências dos acionistas. Surge como definidor de estratégias e como alavancador de resultados um componente invisível: os Ativos Intangíveis. Os sistemas bancários de financiamento, por outro lado, não acompanharam a revolução do conhecimento e das técnicas de geração de receitas. Os métodos de análise de crédito, na maioria dos agentes financeiros, ainda não incluem, em sua metodologia de estudo, os parâmetros intangíveis. Este trabalho busca discutir a importância dos ativos intangíveis, com foco na sua utilização como fator de influência na decisão de financiar as empresas de base tecnológica. Ao estudar o sistema de classificação de risco de crédito da FINEP, Agência Federal de fomento à inovação no Brasil, procuramos propor indicadores de intangíveis que poderão ser utilizados pela Financiadora.

Page generated in 0.0842 seconds