• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 271
  • 15
  • 11
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 302
  • 302
  • 141
  • 106
  • 103
  • 74
  • 62
  • 60
  • 48
  • 42
  • 40
  • 38
  • 33
  • 22
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Perfil do investidor anjo : características socioeconômicas e comportamentais, motivações e critérios decisórios / Business Angel Profile: social, economic and behaviour features, motivations and decision-making (Inglês)

Martins, Thiago Braga 31 August 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:58:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-08-31 / This study¿s intention in to understand the profile of the angel investor, from his/her social and economic characteristics, motivations while dedicating himself/herself to such activities and his/her criteria for taking decisions and his/her behavioral. The approach is qualitative; regarding the purposes, it is a descriptive research; regarding the means, it is a documental, telematics and field research, comprising an exploratory investigative phase. Nine angel investors acting in the state of Ceará were interviewed, and their testimonials were examined under the bias of content analysis, by creating a theoretical board, which included distinct categories and elements of the analysis. Amongst the most relevant identified attributes, we could find: they are strongly driven by the search of high financial return, followed by the desire of being useful to young entrepreneurs; while making decisions, they evaluate primarily the entrepreneur team and, later, the presence of innovation in the business model; they consider themselves patient and persistent, observers and gifted with relationship and communication facility, they don¿t dedicate a lot of time to the companies they have invested in, they have ambitious expectations regarding return, they are mostly driven by intuition, they are males with average age of 42 years old, mostly administrators and entrepreneurs, graduated in college or with a specialization degree. Keywords: Angel investment. Angel investor profile. Risk capital. Startup. Entrepreneurship. / O presente estudo propõe-se a entender o perfil do investidor anjo, a partir de suas características socioeconômicas e comportamentais, suas motivações em se dedicar a tal atividade e seus critérios para tomada de decisões. A abordagem é qualitativa; quanto aos fins, trata-se de pesquisa descritiva; quanto aos meios, trata-se de pesquisa documental, telematizada e de campo, compreendendo inicialmente uma fase investigativa exploratória. Foram entrevistados nove investidores anjos em atuação no estado do Ceará, cujos relatos foram examinados sob o viés da análise de conteúdo, mediante a criação de um quadro teórico que contemplou distintas categorias e elementos de análise. Entre os atributos mais relevantes identificados, estão: são do gênero masculino com idade média de 42 anos, em sua maioria administradores e empresários, com nível superior completo ou especialização; são motivados fortemente pela busca de alto retorno financeiro, seguida do desejo de ser útil a jovens empreendedores; na tomada de decisão para investimento, avaliam primordialmente a equipe empreendedora e, em seguida, a existência de inovação no modelo de negócio; consideram-se pacientes e persistentes, observadores e dotados de facilidade de relacionamento e comunicação, não dedicam grande parcela de seu tempo às empresas investidas, possuem expectativas ambiciosas de retorno, são guiados em considerável medida pela intuição. Palavras-chave: Investimento anjo. Perfil do investidor anjo. Capital de risco. Startup. Empreendedorismo.
2

Evidenciação de riscos de empresas que captam recursos no mercado de capitais brasileiro :um estudo do setor de energia elétrica /

Laudelino, Julien Ariani de Souza, Fernandes, Francisco Carlos, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2008 (has links) (PDF)
Orientador: Francisco Carlos Fernandes. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
3

O treinamento industrial e a gerencia de riscos - uma proposta de instrução programada

Souza, Evandro Abreu de January 1995 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Feeral de Santa Catarina, Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2012-10-16T05:49:12Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T18:14:06Z : No. of bitstreams: 1 101548.pdf: 4817841 bytes, checksum: 96821359749be55f3e86187d88b2d9a6 (MD5) / O aumento dos riscos industriais, proveniente da utilização de tecnologias mais avançadas e complexas, maior número de insumos, utilização de novos produtos, transporte e armazenagem de grandes quantidades de produtos perigosos, etc., vem desencadeando pressões sociais para que as empresas adotem medidas de emergência e de contenção de riscos eficientes. Neste sentido, a decisão das empresas em alocar recursos para a mitigação de perdas fundamenta-se no cotejo entre a adoção ou não, total ou parcial, das medidas preconizadas pela Gerência de Riscos. Além da influência social, os danos provenientes da ocorrência de eventos indesejáveis atuam diretamente na qualidade e nos resultados da ocorrência, o que muitas vezes justifica a conveniência econômica de sua implementação. Desta forma, a preocupação com riscos em plantas industriais é atualmente parte integrante da filosofia de modernização empregada por empresas que procuram qualificar seus serviços de forma a aumentar sua competitividade, agregando qualidade e confiabilidade a seus produtos e atentando tanto para fatores internos quanto externos aos domínios da empresa. Este trabalho busca contribuir para o aperfeiçoamento operacional das empresas, apresentando um meio de melhorar sua segurança e qualificar o seu quadro funcional através da aplicação de uma técnica de análise de riscos industriais e da utilização dos resultados obtidos como base de conhecimento de um sistema de instrução programada para ser utilizado em treinamento técnico-operacional de funcionários.
4

Modelling main worldwide financial índices risk management: so far, but so close!/

Fonseca, Ronald Bernardes January 2015 (has links)
FONSECA, Ronald Bernardes. Modelling main worldwide financial índices risk management: so far, but so close! 2015. 42f. Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza - Ce, 2015 / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-02-29T20:26:02Z No. of bitstreams: 1 2015_dissert_rbfonseca.pdf: 1358735 bytes, checksum: db31b9a544c323ee192b2f988a2b0123 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-02-29T20:26:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dissert_rbfonseca.pdf: 1358735 bytes, checksum: db31b9a544c323ee192b2f988a2b0123 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-02-29T20:26:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dissert_rbfonseca.pdf: 1358735 bytes, checksum: db31b9a544c323ee192b2f988a2b0123 (MD5) Previous issue date: 2015 / This paper enter into the search of a refined and trustable metric for measuring financial risk. RiskMetrics (1994) marked the start of this search and since them many researches contributed with innovations and new models for that measure, and here we find a stepforward into the search, by aggregating multivariate models, with this it’s possible to capture the effect of a worldwide contagion and financial interdependence. The group of 10 countries presents in this study represents 49,9% of world GDP and has representation across 5 continents. We follow the model of volatilities suggested in Cappielo, Engle e Sheppard (2006) and Value-at-Risk follows Matos, Cruz, Macedo e Jucá (CAEN-UFC Working paper), though this procedure it’s possible to accurate VaR model, and take in count the contagion and interdependence between markets, in long term. Our results are robust to problems with omitted variable, heteroskedasticity and endogeneity. We also take into account for structural break. According to our results, the interdependence plays an important role into financial risk measure process, although its until now usually forbidden by modelers, mostly because world’s financial integration leads the global economies to the scenario of increasing dependence among them and contagion effect that spreads the impacts that occur into one market to the others. We invite researchers to revisit this issue in order obtain evidences using larger data and other countries as well. We claim that the world is year by year more globalized, and so are the other economies, here we add this into account for measuring financial risks. This leads to model, legal and internal, more accurate that help supervisors to guarantee the long term stability across the markets, have trustable measure of the financial institutions under their responsibility. Besides, helps the Risk Management area of banks and other financial institutions to better understand their risk profile, improve communication with institutional investors worldwide and rank effiently their investments and applications into the markets. Previous studies have a common aspect: they only consider the volatilities change across the domestic market, not tanking in consider the effect of the other countries into the domestic volatility, and this effect here is proven to be important and representative, the univariate domestic risk measure fails more and harder than the multivariate model. That being said, here we take this step, the challenge of modeling no more univariate, domestic risk measures, but a worldwide multivariate. This is a methodological innovation that helps better measure and understands the financial risks behavior across the world. / O presente artigo busca uma métrica refinada e confiável para mensurar riscos financeiros. RiskMetrics (1994) marcou o início dessa busca e desde então vários pesquisadores contribuíram com inovações e novos modelos para essa medida e aqui se apresenta mais um passo desse caminho, ao se agregar uma modelagem multivariada. Com essa modelagem é possível capturar o efeito contágio e a interdependência financeira global. O grupo de 10 países presente no estudo representa 49,9% do PIB mundial e possuem representantes de 5 continentes. O modelo de volatilidade segue sugestão apresentada por Cappielo, Engle e Sheppard (2006) e modelos de Value-at-Risk (VaR) seguem Matos, Cruz, Macedo e Jucá (CAEN-UFC Workingpaper). Através desse procedimento é possível calcular VaR levando em consideração o efeito contágio e a interdependência entre os mercados ao longo do tempo. Os resultados encontrados são robustos contra problemas de variáveis omitidas, heterocedasticidade e endogeneidade, além de considerar quebras estruturais. De acordo com os resultados encontrados, a interdependência apresenta um papel importante dentro do processo de mensuração de risco de mercado, apesar de até agora ter sido esquecida pelos pesquisadores. Isso se deve, principalmente, porque a integração financeira a nível global leva ao cenário de dependência crescente entre os mercados financeiros e, dessa forma, aumentando o contágio de um impacto que ocorre em um mercado nos outros. Convidamos outros pesquisadores a rever nossa metodologia, utilizando inclusive mais informações e incluindo outros países. Acredita-se que o mundo está ano a ano se tornando mais globalizado e suas economias por consequência. Nesse artigo esse efeito está sendo considerado dentro da mensuração do risco de mercado. Incorporar esse efeito leva a modelagem, legal e interna, mais acurada, que ajuda supervisores de mercado a garantirem estabilidade de longo prazo para os mercados e possuírem métricas mais confiáveis dentro das instituições sob sua tutela. Além disso, é de grande valia para áreas de Gestão de Risco de bancos e instituições financeiras ao ajuda-las a compreender melhor seu perfil de risco, melhorar a comunicação com investidores institucionais internacionais e ranquear de maneira mais eficiente seus investimentos e aplicações. Estudos anteriores possuem um aspecto comum: Apenas levam em consideração mudanças de volatilidade nos mercados domésticos, não levando em consideração os efeitos que outros países possuem neles. No presente estudo, esse efeito se provou como importante e representativo, os modelos univariados domésticos falharam mais e com mais severidade que os modelos multivariados. Portanto, no presente artigo, buscou-se o desafio de dar o passo de não mais modelar modelos univariados domésticos, mas modelos 4 multivariados globais. Acredita-se que esse avanço metodológico ajudará a melhor mensurar e entender o comportamento do risco de mercado através do mundo.
5

Programa de gestão de riscos para tubulações industriais

Bentes, Flavio Maldonado 13 November 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Mecânica, 2007. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2009-12-02T17:48:06Z No. of bitstreams: 1 2007_FlavioMaldonatoBentes_parcial.pdf: 1766183 bytes, checksum: ab384de749db93e0048408d25bfd62d8 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-11T22:19:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_FlavioMaldonatoBentes_parcial.pdf: 1766183 bytes, checksum: ab384de749db93e0048408d25bfd62d8 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-11T22:19:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_FlavioMaldonatoBentes_parcial.pdf: 1766183 bytes, checksum: ab384de749db93e0048408d25bfd62d8 (MD5) Previous issue date: 2007-11-13 / Dentre os diversos estudos que abordam a temática de Gestão de Riscos, a idéia proposta neste trabalho consiste na elaboração de um Programa de Gestão dos Riscos que possa orientar métodos para antecipação, o reconhecimento, a avaliação e o controle dos riscos em tubulações industriais. Risco é todo evento futuro e incerto que possa comprometer a realização de um ou mais objetivos do projeto. A Gestão de Riscos aplicada consiste na identificação, classificação e quantificação dos riscos, bem como na definição, planejamento e gerenciamento das ações de resposta a estes riscos. Sendo assim, pode-se dizer que os principais benefícios da Gestão de Riscos são a minimização da probabilidade da ocorrência de eventos adversos aos objetivos dos projetos, ampliando assim as chances de sucesso destes, o que é vital no mercado competitivo de hoje e o diferencial para a realização de projetos de excelência. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Among many studies involving the theme Risk Management, the main purpose of these dissertation is to create a management risk program that guides customers to apply anticipation, recognizing, avaliation and control methods for industrials pipelines. Risk is all uncertain and future event that can harm one or more design objectives. Applied Risk Management consists in the identification, classification and quantification of the risks, and the planning and management of feedback actions to these risks. Thus, we can say that the main benefits of the risk management is the minimization of the probability of harming events for the design, increasing the possibility of being successful, that is very important nowadays and may be the difference to make a well done design.
6

Tornar-se adolescente : a participação da escola na construção da transição da infância para a adolescência

Campolina, Luciana de Oliveira 03 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2007. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2009-12-07T15:28:15Z No. of bitstreams: 1 2007_LucianadeOliveiraCampolina.PDF: 635234 bytes, checksum: 14f78cd7f1a4bae6a706b354d3c24ee7 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-11T22:33:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_LucianadeOliveiraCampolina.PDF: 635234 bytes, checksum: 14f78cd7f1a4bae6a706b354d3c24ee7 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-11T22:33:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_LucianadeOliveiraCampolina.PDF: 635234 bytes, checksum: 14f78cd7f1a4bae6a706b354d3c24ee7 (MD5) Previous issue date: 2007-03 / Este trabalho se insere no campo de investigação da psicologia do desenvolvimento humano. O objetivo do estudo é investigar a transição da infância para a adolescência no contexto da escola. As teorias tradicionais de psicologia enfocam a transição infânciaadolescência a partir da maturação biológica e, consideram a puberdade como o evento disparador de todo o processo, ao qual se seguem as transformações psicossociais, emocionais e motivacionais. As teorias socioculturais, por outro lado, compreendem os processos de desenvolvimento em relação dialética com os sistemas culturais e práticas sociais. No que se refere à transição infância-adolescência, a perspectiva histórico-cultural a concebe como fenômeno sociocultural, no qual a experiência subjetiva é interdependente dos significados culturais em um contexto particular. Diante do panorama das sociedades urbanas contemporâneas, há necessidade de estudos voltados a compreensão do desenvolvimento da adolescência. Foi realizada uma pesquisa empírica em escola pública de Ensino Fundamental do Distrito Federal (DF). Foram utilizadas diferentes estratégias metodológicas, baseadas em princípios de investigação qualitativa. Os participantes da pesquisa eram alunos de 5ª a 7ª série, com idades de 10 a 18 anos, e 02 professores da escola. A fase exploratória da pesquisa utilizou um instrumento com o objetivo de identificar comportamentos, hábitos e concepções relacionados ao objeto do estudo. Posteriormente, a pesquisa principal enfatizou a observação sistemática do cotidiano da escola; e foram realizadas entrevistas individuais com oito crianças e adolescentes. Os resultados evidenciaram que as interações entre professores e alunos e, entre os alunos, estão permeadas de representações coletivas dominantes e por discursos historicamente construídos sobre a infância e a adolescência. Por outro lado, as narrativas construídas pelas crianças e adolescentes durante as entrevistas revelaram perspectivas singulares sobre o processo do adolescer. Destacaram transformações significativas nos relacionamentos com pessoas da família e com colegas da escola e ainda; mudanças importantes no que se refere ao desenvolvimento da identidade e da autopercepção. Concluímos apontando a necessidade de investigação dos processos de transição que marcam o desenvolvimento e revelam contradições e tensões entre a perspectiva singular do sujeito e as significações construídas culturalmente. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This research concerns Developmental Psychology. Its main goal is to investigate the transition from childhood to adolescence in school. Most traditional psychological theories see the transition from childhood to adolescence as deriving from biological maturity, and consider the key point of this process as being puberty, followed by social, emotional and motivational transformations. The sociocultural theories about childhood and adolescence, consist of the developmental processes in dialectical relation with social systems and cultural practices. Considering the contemporary panorama in urban societies, it is necessary to understand the development during adolescence. An empirical research was conducted in a state elementary school located in the central area of Brasilia, Brazil. Different methodological strategies were adopted, based on principles of qualitative inquiry. The participants were students in the 5th to 7th grades, between the ages of 10 to 18, and two school teachers. In initial study a questionnaire was used in order to identify behaviors, habits and concepts of the students about the research topic. The main study involved observational sessions in the school context; and individual interviews with 08 children and adolescents were also conduct. The results demonstrated that the interactions between teachers and students and among students themselves are determined by collective representations and discourses about childhood and adolescence historically buried. However, narratives constructed by children and adolescents in the interviews, revealed singular perspectives on the process of becoming an adolescent. So, the subjects emphasized as relevant transformations, the relationships among family members and among school peers; they also pointed out important changes in the field of identity and self-perception. In conclusion, we suggest further research into the transitional events along development which reveal contradictions and tensions between singular senses and cultural meanings.
7

A inclusão do fator de risco macroeconômico para explicar os retornos das carteiras no mercado acionário brasileiro: utilização em modelos multifatoriais

PORTELA, Daniel Lucas Martins 05 December 2016 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-07-11T22:07:43Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Lucas Martins Portela.pdf: 2256281 bytes, checksum: 8b41e86f2a59d23def176f492cf2e3a5 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-11T22:07:43Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Lucas Martins Portela.pdf: 2256281 bytes, checksum: 8b41e86f2a59d23def176f492cf2e3a5 (MD5) Previous issue date: 2016-12-05 / Esta dissertação teve o objetivo de analisar se a utilização de um fator de risco macroeconômico nos modelos multifatoriais de Fama e French (1993, 2015) fornece melhor explicação para os retornos dos ativos no mercado brasileiro. O modelo de Cinco Fatores é visto como uma nova alternativa para melhorar a explicação das variações dos retornos das carteiras no mercado, a partir da inclusão da rentabilidade e do investimento como novos fatores de risco, se agregando aos fatores tamanho, book-to-market e prêmio de mercado. Foi introduzido também um fator de risco macroeconômico que relaciona o crescimento da receita das empresas ao crescimento do PIB de mercado. Os dados relativos às demonstrações financeiras e retornos dos ativos foram extraídos do software Economática®, utilizando-se como intervalo o período de julho de 2008 a junho de 2015. Foram realizadas duas simulações de carteiras de investimentos, em uma delas as ações foram classificadas de acordo com dois fatores de risco em cinco grupos cada, sendo construídas 25 carteiras. Na outra, as ações foram classificadas de acordo com os seis fatores de risco e alocadas em dois grupos cada, sendo formadas 32 carteiras de investimentos. Dentre os principais resultados está a significância estatística de todos os fatores de risco na maioria das 32 carteiras, com destaque para o prêmio de mercado, tamanho e o fator de risco macroeconômico; o poder explicativo da maioria das carteiras variou de 0,400 a 0,709, indicando que ainda há parte das variações dos retornos não explicada pelo modelo. / This dissertation aimed to analyze the use of a macroeconomic risk factor in Fama and French multifactorial models (1993, 2015) to provide a better explanation for the returns of assets in the Brazilian market. The Five-Factor model is seen as a new alternative to improve the explanation of the variations of portfolio returns in the market, from the inclusion of profitability and investment as new risk factors, adding to the factors size, book-to-market and premium of marketplace. A macroeconomic risk factor has also been introduced that relates the growth of corporate income to the growth of market GDP. The data on the financial statements and returns of the assets were extracted from Economática® software, using the interval from July 2008 to June 2015. Two simulations of investment portfolios were carried out, in one of them the shares were classified as according to two risk factors in five groups each, with 25 portfolios being built. In the other, the shares were classified according to the six risk factors and allocated in two groups each, being formed 32 investment portfolios. Among the main results is the statistical significance of all the risk factors in most of the 32 portfolios, highlighting the market premium, size and the macroeconomic risk factor; the explanatory power of most portfolios varied from 0.400 to 0.709, indicating that there are still some of the returns variations not explained by the model.
8

Integração entre abordagens qualitativa e quantitativa para a mitigação do risco operacional : estudo no Banco Central do Brasil

Borges, Jomar Fonteles 08 March 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:25:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-03-08 / O risco operacional cresceu em importância para o setor financeiro mundial apôs fazer parte das recomendações do Basileia II, ao lado dos riscos de mercado e risco de crédito. Neste estudo foram exploradas as abordagens qualitativas e quantitativas do gerenciamento do risco operacional, buscando-se a integração de modelos quantitativos embasados em análise multivariada de dados a modelos qualitativos apoiados no uso de boas práticas para a estimação e o gerenciamento de riscos operacionais em instituições financeiras. O estudo de caso foi utilizado como estratégia de pesquisa,do tipo exploratório e descritivo, envolvendo pesquisa qualitativa e quantitativa. A unidade de análise foi definida como sendo o processo de mapeamento e consolidação dos riscos não financeiros, incluindo os riscos operacionais, reputacionais e estratégicos, dos departamentos que compõem a Diretoria de Fiscalização do Banco Central do Brasil. Na análise qualitativa foram descritos os processos de mapeamento e consolidação dos riscos. Na análise quantitativa foram aplicadas as técnicas de Análise Discriminante e Análise de Agrupamentos respectivamente integradas aos processos de mapeamento e consolidação dos riscos. Os resultados encontrados demonstraram, em ambos os casos ,a consistência necessária à integração aos respectivos processos do modelo de gerenciamento de risco estudado, apresentando por conseguinte,duas formas possíveis de integração de modelos quantitativos a modelos qualitativos desenvolvidos para entidades do sistema financeiro visando à mitigação do risco operacional.
9

Metodologia para gerenciamento de risco

Calil, Luís Fernando Peres January 2009 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Florianópolis, 2009. / Made available in DSpace on 2012-10-24T06:48:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 267271.pdf: 8584165 bytes, checksum: 1cbfec369970dc9e7aececbe32721c17 (MD5) / O presente trabalho versa sobre gerenciamento de risco em organizações, focando não somente os possíveis danos ao homem, ao meio ambiente e ao sistema técnico resultante de um incidente, mas também os riscos de o negócio ser interrompido pela ocorrência de um evento indesejado. As questões relacionadas aos danos, principalmente as que se referem ao homem e ao meio ambiente, têm sido tratadas pelo gerenciamento de segurança, enquanto as relacionadas às interrupções, na operação do negócio, vêm sendo tratadas pelo gerenciamento de continuidade que é um conceito ampliado do planejamento de contingências. Apesar de a gestão de segurança e a de continuidade terem objetivos distintos, ambas são gerenciamento de risco. Este trabalho apresenta uma metodologia de gerenciamento de risco que considera esses dois aspectos. Este tipo de enfoque tem benefícios mais evidentes em organizações cujo empreendimento é portador de riscos à segurança e à continuidade, como na área de petróleo; geração, transmissão e distribuição de energia; setor naval; petroquímico; entre outros. É dentro desta perspectiva que a metodologia foi desenvolvida e parcialmente aplicada em duas empresas do setor elétrico, uma distribuidora e outra transmissora, que lidam com grande potencial de danos e, também, têm grande potencial de prejuízos , no caso de uma interrupção do negócio tanto para a organização (financeiros, à imagem da organização, etc.) quanto para a sociedade. Como resultados deste trabalhado, além da metodologia, destacam-se os seguintes pontos: foi definido um vocabulário único para suprir as necessidades do gerenciamento de continuidade e de segurança; foi elaborada uma estrutura de trabalho baseada nas técnicas IDEF0 (integration definition for function modeling), FHA (functional hazard assessment), FMECA (failure modes effects and criticality analysis), CNEA (Causal network event analysis), redes bayesianas, FTA (fault tree analysis) e atualização bayesiana que contribui para a unificação do gerenciamento de risco; e foi desenvolvida uma ferramenta computacional (software) a fim de auxiliar na aplicação da técnica FMECA. No que se refere aos estudos de caso nas duas empresas do setor elétrico, a aplicação da metodologia implicou recomendações e alterações nos procedimentos internos e na estrutura das empresas. No caso da distribuidora de energia, destaca-se a elaboração de uma instrução (norma interna) para atendimento emergencial diante de tempestades severas; a adequação das instalações, equipamentos e ferramental para possibilitar o atendimento nesta condição; a implementação de sistemas alternativos de comunicação; a implementação do esquema de prioridade para restabelecimento de carga (religamento); a aquisição de geradores portáteis; a disponibilização de uma verba anual para contingência; entre outras. Quanto à transmissora, destacam-se as recomendações referentes à política de atualização tecnológica; à política de atualização dos procedimentos; e à política de capacitação. Também foram elencadas algumas recomendações de responsabilidade da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) referentes à política regulatória. / The present thesis treats of risk management in organizations, focusing not only on the possible risks to man, to the environment and to the technical system resulting from an incident, but on the business activities interruption due to the occurrence of an undesirable event, as well. The issues related to harm, especially those that refer to man and to environment, have been assessed by safety management, while those related to interruptions of the business operation belong to the field of continuity management which is an amplified concept of contingency planning. Despite the distinct objectives of safety and continuity management, both of them are risk management. This thesis presents a methodology for risk management that considers both of these aspects. The benefits of this kind of approach are more evident in organizations which activity bears risks to both security and continuity, such as in the sectors of oil; power generation; transmission and distribution; marine operations; chemical process; among others. It is in this perspective that a methodology was developed and partially applied in two companies from the power sector, a electric power transmission company and a electric power distribution one, that deal with great potential of harm as well as great potential of loss, in case of business interruption both for the organization (financial, public image, et cetera) and the society. As a result of this work, aside the developed methodology, the following stand out: a single vocabulary was established to supply the continuity and safety management needs; a framework has been developed based on the techniques IDEF0 (integration definition for function modeling), FHA (functional hazard assessment), FMECA (failure modes effects and criticality analysis), CNEA (Causal network event analysis), bayesianas networks, FTA (fault tree analysis) and bayesian update that contributes to the risk management unification; and a software has been developed to assist in the application of the FMECA technique. Referring to the case studies in the two companies from the power sector, the application of the methodology resulted in recommendations and changes in the companies internal procedures and structure. In the case f the power distribution company, should be highlighted the elaboration of a set of instructions (internal standard) for emergency attendance in case of severe storms; the adequacy of installations, equipment and tools to allow the attendance in this circumstance; the implementation of alternate communication systems; the implementation of priority schemes for power reestablishment; the acquisition of portable generators; the availability of a annual budget to be used in contingencies; among other results. In the case of the power transmission company, should be highlighted the recommendations regarding the policy to upgrade technology; the policy to upgrade procedures; and the training policy. Also, a list of recommendations was also made, regarding some responsibilities attributed to the brazilian electricity regulatory agency ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) referring to the regulatory policy.
10

Ações de controle interno da Universidade Federal de Santa Catarina

Azevedo, Ivan Almeida de January 2017 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2017-07-25T04:12:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 347027.pdf: 1413836 bytes, checksum: f0a2ab1869df6e254dcadcec53d2b6ca (MD5) Previous issue date: 2017 / O presente trabalho teve por objetivo pesquisar o nível de maturidade do gerenciamento de riscos na Universidade Federal de Santa Catarina, de acordo com a Instrução Normativa Conjunta CGU/MP Nº 001/2016. Nestes termos, enquadra-se na área de pesquisa Gestão Universitária do PPGAU, e, ainda, na linha de pesquisa Análises, Modelos e Técnicas em Gestão Universitária. A metodologia usada caracteriza-se como sendo de abordagem quali-quantitativa, além de se constituir em uma pesquisa prática. Classifica-se, ainda, quanto aos seus fins, como uma pesquisa descritiva, um estudo de caso e de campo, uma pesquisa bibliográfica e documental. Para a coleta de dados primários, são adotados entrevistas semiestruturadas, e dois questionários, aplicados junto aos responsáveis pelo gerenciamento de riscos na UFSC. Para a análise dos dados quantitativos, faz-se necessário o uso de ferramentas estatísticas, enquanto, para os dados qualitativos, a opção é por uma abordagem interpretativa. O cumprimento do objetivo de avaliar em que medida a UFSC gerencia os riscos (maturidade do gerenciamento de riscos) evidenciou a incorporação de rotinas para a verificação de riscos junto às atribuições da sua Unidade de Controle, a partir do ano de 2016, em respeito à norma legal Instrução Normativa Conjunta CGU/MP Nº 001/2016. A descrição das ações de auditoria para o período investigado suscitam em rotinas de monitoramento, verificação, revisão e recomendações, que representam os atributos dos controles internos instituídos para a Instituição. Em relação ao funcionamento dos controles internos, a pesquisa indica que, para maioria das áreas da UFSC, as exigências são aplicadas. Houve exceção para o fator avaliação de riscos, que mostra insuficiência de formalidades, indicação de processos críticos e análise de riscos associados às metas e objetivos operacionais. Já, a avaliação do nível de maturidade da gestão de riscos na UFSC resultou na média geral para o grau ingênuo, isto é, a Instituição não faz uso de uma abordagem formal para gestão de riscos. Por fim, o estudo recomenda, de forma estruturante, a criação de políticas e critérios para gerir os riscos na UFSC, especificando os princípios, objetivos, diretrizes, competências e responsabilidades relacionadas à gestão de riscos por meio de um instrumento legal interno à Instituição. Igualmente, que a gestão de riscos seja incorporada em todas as práticas e processos organizacionais, além da criação de um Comitê Gestor de Riscos e controle para o assessoramento de rotinas relativas ao referido processo. Pelo exposto, é possível concluir que os riscos na UFSC, ainda, não estão sendo gerenciados dentro de um nível aceitável.<br> / Abstract : The objective of this study was to investigate the level of maturity of Federal University of Santa Catarina´s risk management, considering the Joint Normative Instruction CGU/MP No. 001/2016. Thus, the research The research adheres to PPGAU´s Analysis, Models and Techniques in University For the development of this research it were the qualitative-quantitative approach, the practical research, the descriptive research, the case and field study, and the bibliographical and the documentary research. The primary data were collected through semi-structured interviews and through questionnaires that were applied to the servers that are responsible for the risk management at UFSC. For the analysis of the quantitative data, it was used statistical tools, while for the qualitative data it was used the interpretative approach. As the research results it was obtained the description of the audit actions carried out by the AUDIN/UFSC, considering the verification, revision and recommendations routines, which represent the attributes of the internal controls instituted for the Institution. The research indicates that most of the requirements of the risk management are applied. But, as an exception, it was identified insufficiency of formalities, indication of critical processes and analysis of risks associated to operational goals and objectives. The evaluation of the level of maturity of the risk management in UFSC showed that the Institution does not use a formal approach to risk management. Finally, it were recommended some actions to improve the risk management at UFSC, as the creation of policies and criteria for the risk management at the UFSC; as the determination of principles, objectives, guidelines, competencies and responsibilities related to risk management through legal instruments of the Institution; as the incorporation of the risk management in the organizational practices and processes; and, as well the creation of a Risk Management Committee and the control for the advisory of routines related to mentioned process. From the above, it is possible to conclude that the risks at UFSC are still not being managed within an acceptable level.

Page generated in 0.2113 seconds