• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 954
  • 71
  • 22
  • 7
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 1069
  • 256
  • 245
  • 215
  • 186
  • 186
  • 149
  • 125
  • 118
  • 85
  • 85
  • 84
  • 83
  • 82
  • 81
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Adequação da densidade de plantas de milho à disponibilidade hídrica em semeadura direta / Adequation of density of corn to water availability at sowing in late winter

Serpa, Michael da Silva January 2011 (has links)
A escolha correta da densidade de plantas é um dos principais fatores determinantes de alta produtividade em milho. Entretanto, a determinação da densidade ótima de plantas para obtenção de altos rendimentos de grãos depende de alguns fatores, como época de semeadura, nível de disponibilidade hídrica e de nutrientes durante a estação de crescimento e híbrido utilizado. O objetivo do presente trabalho foi determinar a densidade de plantas mais adequada para obtenção de máximo rendimento de grãos para diferentes híbridos de milho, em função do nível de disponibilidade hídrica, em semeadura no final de inverno (agosto a primeira quinzena de setembro). Foram conduzidos dois experimentos na estação de crescimento 2008/09 e três na de 2009/10, em Eldorado do Sul, região ecoclimática da Depressão Central do RS. No primeiro ano, com semeadura realizada em 27 de agosto, foi conduzido um experimento com irrigação sempre que necessário durante todo o ciclo e outro com irrigação quando necessário apenas durante o período mais crítico da cultura (estádios V15 a R2). No segundo ano, com semeadura realizada em 16 de setembro, além dos dois níveis de disponibilidade hídrica utilizados na estação anterior, acrescentou-se um sob condições naturais de precipitação pluvial. Em cada experimento os tratamentos constaram de quatro densidades de plantas (5,0; 7,0; 9,0 e 11,0 pl m-2), quatro híbridos em 2008/09 e três híbridos em 2009/10. Ocorreram três períodos de deficiência hídrica no primeiro ano: nos estádios V3, V11 a R2 e R4. Já no segundo ano, ocorreu deficiência hídrica apenas no estádio R5. No primeiro ano, a densidade de plantas ótimas no experimento irrigado durante todo ciclo foi de 11 pl m-2 enquanto no irrigado apenas no período de V15 a R2 foi de 10,4 pl m-2. No segundo ano, a densidade ótima de plantas variou em função de híbrido e nível de disponibilidade hídrica. Nos dois anos, os máximos rendimentos de grãos foram obtidos com densidades superiores a 9,0 pl m-2, independentemente do nível de disponibilidade hídrica e do híbrido utilizado. A utilização de densidades de plantas superiores a 9,0 pl m-2 é uma estratégia eficiente para otimizar o rendimento de grãos em semeaduras de final de inverno, desde que não ocorra deficiência hídrica no período mais crítico da cultura. / The correct choice of density is one of the major determinants of high productivity in maize. However, determining the optimal density of plants for obtaining high grain yield depends on factors such as sowing time, the level of available water and nutrients during the growing season and used hybrid. The purpose of this study was to determine the most appropriate plant density to obtain maximum grain yield for different hybrids of corn, depending on the level of water availability at sowing in late winter (August to mid-September). Two experiments were conducted in the 2008/09 growing season and three in 2009/10, in Eldorado do Sul, ecoclimatic Central Depression of the RS. In the first year, at sowing on 27 August, was conducted with irrigation when necessary throughout the cycle and another with irrigation when necessary only during the most critical period of culture (stage V15 to R2). In the second year, at sowing on 16 September, in addition to two levels of water availability used in the previous season, was added to an under natural rainfall. In each experiment treatments consisted of four plant densities (5.0, 7.0, 9.0 and 11.0 pl m-2), four hybrids in 2008/09 and three hybrids in 2009/10. There were three periods of water shortage in the first year: at stages V3, V11 to R2 and R4. In the second year, water deficiency only at stage R5. In the first year, the optimum plant density in irrigated during the whole experiment cycle was 11 pl m-2 while in irrigated only during the V15 to R2 was 10.4 pl m-2. In the second year, the optimal density of plants varied with hybrid and level of water availability. In both years, the maximum grain yields were obtained with densities exceeding 9.0 pl m-2, regardless of level of water availability and use of the hybrid. The use of plant densities in excess of 9.0 pl m-2 is an effective strategy to optimize the yield by sowing in late winter, since there is never any stress at cutting edge of culture.
2

Estudo econômico-financeiro da Agência Nacional de Saúde Suplementar para o equilíbrio da função de órgão regulador / Economic-financial study of the National Agency of Suplemental Health for the balance of the function of regulating agency

Melo, Rosena Maria Bastos de January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:12:22Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 724.pdf: 240170 bytes, checksum: 080f79baf7eba70e56b21a6828645217 (MD5) Previous issue date: 2004 / As agências reguladoras foram criadas com a intenção de normatizar os setores dos serviços públicos delegados e de buscar equilíbrio e harmonia entre o Estado, usuários e delegatários. De um modo geral, as agências adquiriram grande importância no cenário econômico nacional na medida em que passaram a deter o poder de amplos setores da atividade econômica do interesse de investidores. Por isso, o modelo das agências reguladoras foi implantado de forma a concedê-las autonomia administrativa e financeira para evitar que tanto governo quanto empresas ajam de forma oportunista. Este estudo teve como objetivo geral analisar o processo orçamentário da Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, pretendendo conhecer sua limitação de receitas e a expansão de seus gastos na tentativa de avaliar sua autonomia financeira - inerente a todo órgão regulador, face ao cumprimento de suas metas eselecidas no contrato de gestão. Para tanto, a pesquisa teve caráter exploratório com características de estudo de caso, visto a escolha de apenas uma agência dentre várias. O estudo envolveu pesquisa bibliográfica e documental sendo os dados tratados de forma qualitativa. Os resultados da pesquisa mostraram que os recursos que sustentam a ANS são oriundos da Taxa de Saúde Suplementar - TSS, multas aplicadas e de outras receitas previstas em Lei, além dos recursos que são repassados pelo Governo Federal. Pela análise dos balanços e demonstrações contábeis constatou-se que a agência vem empregando suas atividades, seu patrimônio e os seus recursos nos fins para os quais foi instituída.
3

Estudo para elaboração do manual de procedimentos do diretor fiscal de operadoras de plano de saúde para regimes especiais / Study for elaboration of the manual of procedures of the fiscal director of operators of health plans for special schemes

Araújo, Cezar Melo January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:12:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 721.pdf: 677578 bytes, checksum: 18466584f3f3727dfe4514f68823bff9 (MD5) Previous issue date: 2004 / O Regime Especial de Direção Fiscal ocorre quando uma operadora de saúde suplementar fica sob acompanhamento especial da ANS, em decorrência de anormalidades graves de natureza administrativa e/ou econômico-financeira, que ponham em risco a continuidade ou a qualidade do atendimento à saúde. A adoção desse regime objetiva determinar, com exatidão, a situação administrativo-econômico-financeira da operadora. Para tanto, cabe ao Diretor Fiscal - designado pela ANS - examinar, in loco, as contas da operadora sob Regime especial, mediante a aplicação de técnicas de auditoria, que analisem as demonstrações contábeis e o fluxo financeiro visando, com isso, verificar se houve ou não a correta aplicação dos recursos resultantes do ciclo operacional da empresa. O Manual de Procedimentos do Diretor Fiscal disciplina, de forma abrangente e completa, todos os passos a serem seguidos pelo Diretor Fiscal e seus Assistentes nesses procedimentos. Composto de sete capítulos, o Manual, dentre outros aspectos, aborda a forma como se darão a escolha e a posse do diretor fiscal e seus assistentes; indica que tipo de informações deve ser levantado e a que exame deve-se proceder; ensina a gerar todos os tipos de relatório que orientarão com efetividade as decisões a serem tomadas; indica toda a legislação aplicável ao Regime Especial e orienta o Diretor Fiscal quanto às condições que levem ao encerramento do Regime de Direção Fiscal ou a outros procedimentos aplicáveis. A observância rígida às ações, aos procedimentos e às orientações contidos no Manual resultará em maior objetividade, rapidez e eficácia nas ações executadas pelo Diretor Fiscal na implementação do Regime Especial e maior transparência e publicidade na conclusão de seus trabalhos.
4

Adequação da densidade de plantas de milho à disponibilidade hídrica em semeadura direta / Adequation of density of corn to water availability at sowing in late winter

Serpa, Michael da Silva January 2011 (has links)
A escolha correta da densidade de plantas é um dos principais fatores determinantes de alta produtividade em milho. Entretanto, a determinação da densidade ótima de plantas para obtenção de altos rendimentos de grãos depende de alguns fatores, como época de semeadura, nível de disponibilidade hídrica e de nutrientes durante a estação de crescimento e híbrido utilizado. O objetivo do presente trabalho foi determinar a densidade de plantas mais adequada para obtenção de máximo rendimento de grãos para diferentes híbridos de milho, em função do nível de disponibilidade hídrica, em semeadura no final de inverno (agosto a primeira quinzena de setembro). Foram conduzidos dois experimentos na estação de crescimento 2008/09 e três na de 2009/10, em Eldorado do Sul, região ecoclimática da Depressão Central do RS. No primeiro ano, com semeadura realizada em 27 de agosto, foi conduzido um experimento com irrigação sempre que necessário durante todo o ciclo e outro com irrigação quando necessário apenas durante o período mais crítico da cultura (estádios V15 a R2). No segundo ano, com semeadura realizada em 16 de setembro, além dos dois níveis de disponibilidade hídrica utilizados na estação anterior, acrescentou-se um sob condições naturais de precipitação pluvial. Em cada experimento os tratamentos constaram de quatro densidades de plantas (5,0; 7,0; 9,0 e 11,0 pl m-2), quatro híbridos em 2008/09 e três híbridos em 2009/10. Ocorreram três períodos de deficiência hídrica no primeiro ano: nos estádios V3, V11 a R2 e R4. Já no segundo ano, ocorreu deficiência hídrica apenas no estádio R5. No primeiro ano, a densidade de plantas ótimas no experimento irrigado durante todo ciclo foi de 11 pl m-2 enquanto no irrigado apenas no período de V15 a R2 foi de 10,4 pl m-2. No segundo ano, a densidade ótima de plantas variou em função de híbrido e nível de disponibilidade hídrica. Nos dois anos, os máximos rendimentos de grãos foram obtidos com densidades superiores a 9,0 pl m-2, independentemente do nível de disponibilidade hídrica e do híbrido utilizado. A utilização de densidades de plantas superiores a 9,0 pl m-2 é uma estratégia eficiente para otimizar o rendimento de grãos em semeaduras de final de inverno, desde que não ocorra deficiência hídrica no período mais crítico da cultura. / The correct choice of density is one of the major determinants of high productivity in maize. However, determining the optimal density of plants for obtaining high grain yield depends on factors such as sowing time, the level of available water and nutrients during the growing season and used hybrid. The purpose of this study was to determine the most appropriate plant density to obtain maximum grain yield for different hybrids of corn, depending on the level of water availability at sowing in late winter (August to mid-September). Two experiments were conducted in the 2008/09 growing season and three in 2009/10, in Eldorado do Sul, ecoclimatic Central Depression of the RS. In the first year, at sowing on 27 August, was conducted with irrigation when necessary throughout the cycle and another with irrigation when necessary only during the most critical period of culture (stage V15 to R2). In the second year, at sowing on 16 September, in addition to two levels of water availability used in the previous season, was added to an under natural rainfall. In each experiment treatments consisted of four plant densities (5.0, 7.0, 9.0 and 11.0 pl m-2), four hybrids in 2008/09 and three hybrids in 2009/10. There were three periods of water shortage in the first year: at stages V3, V11 to R2 and R4. In the second year, water deficiency only at stage R5. In the first year, the optimum plant density in irrigated during the whole experiment cycle was 11 pl m-2 while in irrigated only during the V15 to R2 was 10.4 pl m-2. In the second year, the optimal density of plants varied with hybrid and level of water availability. In both years, the maximum grain yields were obtained with densities exceeding 9.0 pl m-2, regardless of level of water availability and use of the hybrid. The use of plant densities in excess of 9.0 pl m-2 is an effective strategy to optimize the yield by sowing in late winter, since there is never any stress at cutting edge of culture.
5

Cobertura e empacotamento por circuitos através de um elemento em matróides

Paulo Castalonga, João January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:33:20Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8703_1.pdf: 670727 bytes, checksum: 9918037a2d4726b9b9c433582614d4f0 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Seja M uma matróide conexa e e um elemento de M tal que M/e seja conexa. Seja CeM o conjunto dos elementos de M que contém e, veM o tamanho de uma maior subfamília Ce na qual cada dois membros se encontram somente em e e 0eM o tamanho de uma maior subfamília de CeM que cobre M. Lemos e Oxley demonstraram que veM + 0eM < r*M + 2, e, em particular, veM + 0eM < r*M + 1 se M não possui um menor F7 usando e. O objetivo deste trabalho é apresentar a prova para tal teorema, bem como a teoria necessária para seu entendimento e algumas de suas consequências. Em paricular, o trabalho inclui alguns resultados importantes em conectividade em matróides(especialmente em 3-connectividade), e, como consequência do teorema principal, um teorema de Seymour, o qual diz que, em uma matróide conexa M, a soma do tamanho de uma maior família de circuitos disjuntos com o tamanho de uma menor família cobrindo M é, no máximo, r*M + 1
6

O desempenho térmico de uma cobertura verde em simulações computacionais em três cidades brasileiras

Dias, Adriano Ethur January 2016 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2017-04-25T04:06:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 344811.pdf: 5839630 bytes, checksum: 5fc62dd5e5a792994c92e1f1c2449f35 (MD5) Previous issue date: 2016 / A busca pela eficiência energética das edificações é um assunto amplamente discutido no meio acadêmico. Diversas são as tecnologias, políticas e práticas voltadas à redução do consumo energético. Neste trabalho, o desempenho térmico de uma cobertura verde foi analisado através de simulações computacionais no programa EnergyPlus, em três cidades brasileiras. Foi utilizado um modelo de 16m², com paredes e piso adiabáticos formando uma única zona térmica. A cobertura foi a única superfície exposta às transferências de calor com o ambiente externo. Como alternativas à cobertura verde, foram utilizadas como referência uma cobertura convencional de fibrocimento e uma variedade ?fria? (superfície externa pintada de branco). O desempenho térmico foi analisado a partir do sistema de condicionamento por cargas térmicas ideais, com temperatura de operação fixada entre 22 e 24°C. Os totais de cargas térmicas necessárias, integradas no ano, foram: 20,4 kWh/m².ano (Belém-PA), 9,9 kWh/m².ano (Curitiba-PR) e 4,2 kWh/m².ano (Brasília-DF). Quando comparados ao desempenho térmico da cobertura convencional, as reduções de cargas térmicas encontradas foram de 83% (102,1 kWh/m².ano), 89% (78,3 kWh/m².ano) e 95% (72,4 kWh/m².ano), para Belém, Curitiba e Brasília, respectivamente. Comparando-se o desempenho térmico da cobertura verde com a cobertura ?fria?, obteve-se uma redução de cargas térmicas de 28% em Belém (5.6 kWh/m².ano), 90% em Curitiba (86,5 kWh/m².ano) e 91% em Brasília (40,3 kWh/m².ano). O balanço térmico e períodos específicos foram analisados para as três coberturas. A evapotranspiração mostrou-se como a parcela fundamental para o melhor desempenho térmico da cobertura verde em situações de demanda de resfriamento. Na ocasião de demanda de aquecimento, a camada de substrato atua limitando a retirada de calor do ambiente interno por condução. Exceto em Brasília a adição de uma camada de isolamento foi suficiente para que os desempenhos térmicos das coberturas de fibrocimento superassem o da cobertura verde sem isolamento. A cobertura verde conforme utilizada, mostrou-se uma forma de melhorar o desempenho térmico nos três climas simulados.<br> / Abstract : The ever growing urban population, the increasing urbanization and its consequences, brings attention to the importance of the adequate utilization of the available energy resources. The quest for energy efficiency of buildings is a topic widely discussed in academia. Several are the technologies, policies and practices aimed at reducing energy consumption. In this thesis, the thermal performance of a green roof was assessed and analyzed through simulations in EnergyPlus using three different Brazilian cities. A prototype model of 16 m² of area was used. It is constituted by adiabatic walls and floor forming a single thermal zone. The roof was the only surface exposed to heat transfers with the external environment. As alternatives to the green roof, a fibrocement roof and "cool" variety of it (outer surface painted white) were also used. The thermal performance was analyzed by ideal thermal loads, with an air conditioning system with fixed operating thermostat set point between 22 and 24°C. The total thermal loads required during the whole year of simulations were: 20.4 kWh/m².year (in Belem-PA), 9.9 kWh/m².year (in Curitiba-PR) and 4.2 kWh/m².year (in Brasília-DF). When compared to the thermal performance of the conventional roof, thermal loads reductions were 83% (102.1 kWh/m².year), 89% (78.3 kWh/m².year) and 95% (72.4 kWh/m².year) using the green roof, in Belem, Curitiba and Brasília, respectively. Comparing the thermal performance of the green roof with the cool roof, there was a reduction in annual thermal loads of 28% in Belem (5.6 kWh/m².year), 90% in Curitiba (86.5 kWh/m².year) and 91% in Brasilia (40.3 kWh/m².year). The thermal balance, and specific periods of the year were analyzed for all three roofs in each city. The evapotranspiration was fundamental to the improve in the thermal performance of green roof, when there is cooling demand. In heating demand situations, the substrate layer acts as insulation, limiting the heat removed from the indoor environment by conduction. The addition of a layer of insulation material was enough for the conventional and cool roofs perform better than the green roof without insulation, except in Brasilia. The used green roof proved itself as a way to improve the thermal performance in the three simulated climates using this specific model.
7

Adequação da densidade de plantas de milho à disponibilidade hídrica em semeadura direta / Adequation of density of corn to water availability at sowing in late winter

Serpa, Michael da Silva January 2011 (has links)
A escolha correta da densidade de plantas é um dos principais fatores determinantes de alta produtividade em milho. Entretanto, a determinação da densidade ótima de plantas para obtenção de altos rendimentos de grãos depende de alguns fatores, como época de semeadura, nível de disponibilidade hídrica e de nutrientes durante a estação de crescimento e híbrido utilizado. O objetivo do presente trabalho foi determinar a densidade de plantas mais adequada para obtenção de máximo rendimento de grãos para diferentes híbridos de milho, em função do nível de disponibilidade hídrica, em semeadura no final de inverno (agosto a primeira quinzena de setembro). Foram conduzidos dois experimentos na estação de crescimento 2008/09 e três na de 2009/10, em Eldorado do Sul, região ecoclimática da Depressão Central do RS. No primeiro ano, com semeadura realizada em 27 de agosto, foi conduzido um experimento com irrigação sempre que necessário durante todo o ciclo e outro com irrigação quando necessário apenas durante o período mais crítico da cultura (estádios V15 a R2). No segundo ano, com semeadura realizada em 16 de setembro, além dos dois níveis de disponibilidade hídrica utilizados na estação anterior, acrescentou-se um sob condições naturais de precipitação pluvial. Em cada experimento os tratamentos constaram de quatro densidades de plantas (5,0; 7,0; 9,0 e 11,0 pl m-2), quatro híbridos em 2008/09 e três híbridos em 2009/10. Ocorreram três períodos de deficiência hídrica no primeiro ano: nos estádios V3, V11 a R2 e R4. Já no segundo ano, ocorreu deficiência hídrica apenas no estádio R5. No primeiro ano, a densidade de plantas ótimas no experimento irrigado durante todo ciclo foi de 11 pl m-2 enquanto no irrigado apenas no período de V15 a R2 foi de 10,4 pl m-2. No segundo ano, a densidade ótima de plantas variou em função de híbrido e nível de disponibilidade hídrica. Nos dois anos, os máximos rendimentos de grãos foram obtidos com densidades superiores a 9,0 pl m-2, independentemente do nível de disponibilidade hídrica e do híbrido utilizado. A utilização de densidades de plantas superiores a 9,0 pl m-2 é uma estratégia eficiente para otimizar o rendimento de grãos em semeaduras de final de inverno, desde que não ocorra deficiência hídrica no período mais crítico da cultura. / The correct choice of density is one of the major determinants of high productivity in maize. However, determining the optimal density of plants for obtaining high grain yield depends on factors such as sowing time, the level of available water and nutrients during the growing season and used hybrid. The purpose of this study was to determine the most appropriate plant density to obtain maximum grain yield for different hybrids of corn, depending on the level of water availability at sowing in late winter (August to mid-September). Two experiments were conducted in the 2008/09 growing season and three in 2009/10, in Eldorado do Sul, ecoclimatic Central Depression of the RS. In the first year, at sowing on 27 August, was conducted with irrigation when necessary throughout the cycle and another with irrigation when necessary only during the most critical period of culture (stage V15 to R2). In the second year, at sowing on 16 September, in addition to two levels of water availability used in the previous season, was added to an under natural rainfall. In each experiment treatments consisted of four plant densities (5.0, 7.0, 9.0 and 11.0 pl m-2), four hybrids in 2008/09 and three hybrids in 2009/10. There were three periods of water shortage in the first year: at stages V3, V11 to R2 and R4. In the second year, water deficiency only at stage R5. In the first year, the optimum plant density in irrigated during the whole experiment cycle was 11 pl m-2 while in irrigated only during the V15 to R2 was 10.4 pl m-2. In the second year, the optimal density of plants varied with hybrid and level of water availability. In both years, the maximum grain yields were obtained with densities exceeding 9.0 pl m-2, regardless of level of water availability and use of the hybrid. The use of plant densities in excess of 9.0 pl m-2 is an effective strategy to optimize the yield by sowing in late winter, since there is never any stress at cutting edge of culture.
8

Bloomberg UPT 2019. Parte 11 de 12. Análisis de derivados de commodities con Bloomberg y licenciamiento de datos

Aparecido, Julio, De Luca, Marina 07 November 2019 (has links)
La Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC) fue sede de la segunda edición del “University Premium Training” organizada por Bloomberg, empresa líder en información financiera y económica a nivel mundial. / El evento, que fue realizado los días 5, 6 y 7 de noviembre en el campus San Isidro, tuvo como objetivo poder reforzar las competencias de los docentes de diversas universidades de Lima que emplean Bloomberg como una herramienta didáctica para la educación y planificación financiera. Esta compañía brinda herramientas de software financiero, como análisis, plataformas de comercio capital y servicios de datos para las empresas quienes deseen consultar información bursátil y financiera en tiempo real. / Además, se contó con la participación de expertos que emplean la herramienta como apoyo para la toma de decisión financiero: Lizzette Lara; especialista en riesgos y derivados, André Lapponi; especialista Senior en Portafolio y Análisis técnico, Pedro Cortejo, CEO-Founder de Decision Capital, entre otros. / Se continúa la presentación del video 10, y se explica el test de efectividad de cobertura, a partir del estudio de caso IFRS 9 y su impacto en el negocio. Ponente: Julio Aparecido, especialista de Commodities en América Latina. / En la segunda presentación se describen los tipos de datos que ofrece Bloomberg, importancia de la información y del uso de los datos, los desafíos y las tendencias para los profesionales del área de datos, así como los servicios coprorativos de Bloomberg --datos de cierre del día, datos en línea y servicio de evaluación de bancos y derivados OTC--. Ponente: Marina de Luca, especialista de soluciones corporativas de datos - Bloomberg
9

Desempenho higrotérmico de cobertura vegetal inclinada em dois protótipos construídos na região de Florianópolis

Lohmann, Alberto January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo / Made available in DSpace on 2012-10-24T05:49:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 255984.pdf: 9435595 bytes, checksum: efad7264c651a990a010fa73fbc3bee7 (MD5) / A cobertura vegetal é uma alternativa para sistemas de coberturas em edificações, tanto inclinadas como planas. Este trabalho consiste em relatar um breve histórico de soluções vernaculares a projetos contemporâneos, descrevendo algumas tipologias, características e materiais empregados na execução de coberturas. Também se descreve aqui a construção de dois protótipos realizados com placas cimentícias de madeira mineralizada e laje de cobertura. Escolheram-se coberturas inclinadas, pois são comumente utilizadas na região de Florianópolis, com a vantagem de apresentarem escoamento rápido das águas pluviais, e coberturas vegetais, por apresentarem certa inovação tecnológica na construção de edificações. Assim, foi projetada uma cobertura de fácil construção, podendo ser industrializada, capaz de melhorar o desempenho térmico de edificações e de utilizar sistemas de rápido estabelecimento de vegetação. Realizou-se a construção de dois protótipos a fim de que pudessem ser feitas simultaneamente as medições de desempenho higrotérmico para demonstrar a diferença de comportamento entre as coberturas vegetal, laje maciça e de fibrocimento, na região de Florianópolis. Os resultados obtidos apresentam melhoria no desempenho higrotérmico do protótipo com cobertura vegetal; desse modo, o trabalho traz uma alternativa em construções e reformas futuras para coberturas na região.
10

Estudo de cobertura para grandes vãos utilizando perfis tubulares.

Furtini, Flávia Macedo January 2005 (has links)
Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Civil, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by Oliveira Flávia (flavia@sisbin.ufop.br) on 2014-12-17T20:13:37Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoCoberturaGrandes.pdf: 25162454 bytes, checksum: d9338c390c64efc3110e52c632309675 (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2015-01-16T15:31:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoCoberturaGrandes.pdf: 25162454 bytes, checksum: d9338c390c64efc3110e52c632309675 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-01-16T15:31:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoCoberturaGrandes.pdf: 25162454 bytes, checksum: d9338c390c64efc3110e52c632309675 (MD5) Previous issue date: 2005

Page generated in 0.0526 seconds