• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 625
  • 9
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 653
  • 469
  • 77
  • 67
  • 60
  • 51
  • 51
  • 46
  • 44
  • 44
  • 43
  • 38
  • 37
  • 36
  • 35
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ação de agentes quimicos no processo de diferenciação celular induzida pelo feltro de colageno microcristalino "in vitro"

Gallão, Maria Izabel 09 August 1990 (has links)
Orientador : Maria Lucia Furlan Wada / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-13T22:47:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Gallao_MariaIzabel_M.pdf: 17937642 bytes, checksum: 025b2a0dbfd463edf6d926c6686bed5b (MD5) Previous issue date: 1990 / Resumo: Muitos trabalhos têm sido feitos empregando substratos a base de colágeno para vários tipos celulares. É bem conhecida a ação indutora na diferenciação celular desta macromolécula. Neste trabalho utilizamos um feltro tridimensional de colágeno microcristalino fornecido pelo Dr E.C. Vidal (Departamento de Eiologia Celular Unicamp), como substrato para a adesão e crescimento de célulãs VERO, uma linhagem celular estabelecida partir de células renais de macaco. Este colágeno utilizado como substrato foi dividido em três grupos sendo um submetido ao tratamento com glutaraldeído, outro tratado com ácido periódico, e o terceiro permaneceu sem tratamento As amostras foram retiradas com i, 5, 10 e 15 dias de cultivo. Com os resultados obtidos pudemos concluir que este feltro de colágeno sem tratamento e com tratamento induzem um processo de diferenciação que se caracteriza por alterações na forma e no tamanho das células e por alterações no complexo DNA- proteínas, visualizadas através da coloração com Azul de toluidina. Como foi demonstrado por muitos trabalhos, o glutaraldeído tem a capacidade de aumentar as ligações cruzadas na molécula de colágeno. Devido a esta característica os fragmentos de colágeno tratados com glutaraldeído são melhor preservados, tornando-se mais resistentes à ação enzimática. O ácido periódico age sobre as porções glicosídicas da molécula de colágeno. As células que crescem sobre este substrato têm sua capacidade de adesão e de espalhamento alteradas indicando que os colágeno boidratos laterais da molécula das cadeias exercem influências no processo de adesão e espalhamento das células VERO sendo proliferação celular alterada / Abstract: Collagen bàsed substrate have been employed in many works The induction action the cell diffErentation of this macromolecule is well known Tridimensional microcristalino collagen sponge provided by Dr. S.C. Vidal Has been used àS substratum for attachment and growth of VERO cells, a cell type derived from monkey kidney vells. The collagen used as substratum has been divided in 3 groups: one under glutaraldehyde treatment, the second under periodate acid treatment, while the third remained non treated. The samples were removed after 1, 5, 10 and 15 days of grwth. The results led to the conclusion that both treated and non treated collagen sponge induce a differentiation process distinguished by alterations in shape an size of cells and modifications in the protein-DNA complex, observed by Toluidine blue staining. As widely demonstrated in other works the glutaraldehyde has the ability of increasing the number of cross-linking in the collagen molecule, making possible a better preservation of glutaraldehyde collage fragments and increased resistence to enzyme activity. The periodate acid acts on glicosidic portion of the collagen molecule the cells that grow on this substratum have attachment and spreading ability alterated, indicating that the lateral chains carbohydrates of the collagen molecule exert influence on the attachment and spreading process of VERO cells, causing a partially alterated cell proliferation / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
2

Ação do colageno extraido de tendões bovinos (colageno tipo I) na recuperação de lesões da mucosa duodenal induzidas por lectinas de feijão (Phaseolus vulgaris) : modelo experimental em ratos

Santos, Ivan Domingos Carvalho 28 August 1992 (has links)
Orientadores: Admar Costa de Oliveira, Benedicto de Campos Vidal / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-15T22:29:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Santos_IvanDomingosCarvalho_M.pdf: 65516182 bytes, checksum: ebd6511bfe20b9716f10832998a6981a (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: O presente trabalho teve como objetivo estudar uma nova utilização ao tendão bovino, subproduto da indústria animal, mais particularmente ao colágeno tipo I extraído, purificado e reconstituído na forma de gel, visando sua aplicação no tratamento de ulcerações do trato gastrintestinal (duodeno). Para se obter o colágeno, os tendões foram colocados em solução de ácido acético adicionada de pepsina, seguida de homogeneização por 48 horas (10-12°C), para logo após ser centrifugada. O material não colagênico insolúvel foi descartado e as fibras colágenas reconstituídas a partir do sobrenadante por adição de NaCl para completa precipitação destas fibras. As lesões do trato gastrintestinal de ratos Wistar foram obtidas pela ação tóxica de lectinas, quando os animais passaram a ser alimentados com dieta contendo feijão (Phaseolus vuIgaris, cv Aroana) cru. Esses feijões foram moídos e analisa dos quanto a composição centesimal, e empregados como única fonte protéica na formulação da dieta, em ensaio randomizado. No período de aclimatação (4 dias) os animais foram mantidos em dieta não-purificada de fórmula fechada (DC) e água. O grupo controle após esse período continuou nesta dieta até o final do experimento enquanto o grupo a ser testado passou a receber a dieta contendo o feijão cru (DU). Os animais foram mantidos em condições controladas de temperatura e ciclo de luz em gaiolas individuais, e receberam as dietas e água ad libitum. Após 09 dias, com a morte de 25% dos ratos, sabendo-se que desta forma ter-se-ia animais lesionados e em estado grave, foi encerrado o período da ocorrência das lesões e sacrifica dos alguns animais dos dois grupos (controle e lesão) e extraí do os duodenos para posterior exame histológico. Os animais restantes foram divididos em dois grupos, sendo um tratado com gel de colágeno e outro com água destilada esterilizada por intubação oro-gástrica nos tempos 0, 24 e 48 horas, sendo, desta forma coletados os duodenos para histologia, em 24, 48 e 72 horas desde a primeira intubação. Durante e após período de intubação, os animais restantes, 4 por tratamento, foram alimentados com dieta DC e água ad libitum, por mais 22 dias, em um experimento de crescimento. Os resultados obtidos na análise de crescimento ponderal mostraram que os animais, após terem tido um ganho de peso de aproximadamente 31% no período de aclimatação, passaram a perder peso quando alimentados com dieta DU, chegando esta perda ser de aproximadamente 31%. Quando retirados desta dieta, tratados com gel de colágeno ou água e alimentados com dieta DC, esses animais voltaram a ganhar peso e chegaram ao final dos 35 dias, com os tratados com colágeno não apresentando diferença significativa (p < 0,05) quando comparados aos controles. Os resultados obtidos do exame histológico da mucosa duodenal dos ratos alimentados com dieta DU apresentaram lesões generalizadas, modificando a morfologia tecidual das vilosidades, glândulas de Lieberkuhn e atingindo até mesmo a lâmina própria. Observou-se que aqueles animais que foram tratados com gel de colágeno apresentaram integridade morfológica na mucosa duodenal já nas primeiras 24 horas após intubação, o mesmo não ocorrendo com os tratados com água que, mesmo em 72 horas, ainda apresentavam lesão no ápice das vilosidades. Foi observado também, por teste in situ, que o colágeno adere á superfície do trato gastrointestinal. A contagem do número de células caliciformes das vilosidades representada pelo material PAS-positivo nas mesmas, mostrou que em ratos tratados com colágeno, em 24 horas, a quantidade destas células não difere (p < 0,05 ) dos controles; em 48 horas este número é maior na metade inferior das vilosidades, e em 72 horas, maior na metade inferior, superior e no total das vilosidades. Estes resultados demonstram não haver uma diminuição de células calicíformes, mas um esgotamento das mesmas interrompendo sua produção de muco. Os ratos tratados com água, somente em 72 horas, e, na metade superior das vilosidades, apresentaram quantidade semelhante aos controles. Os resultados indicaram uma utilização promissora do gel de colágeno purificado, obtido de tendões bovinos (colágeno tipo I), com vistas à recuperação de lesões do trato gastrintestinal / Abstract: The effect of collagen extracted from bovine tendons (Type I collagen) in the recuperation of lesions of duodenal epithelium induced by bean (Phaseolus vulgaris) lectins. Experimental model in the rat. The present thesis aimed at studying the utilization of type I collagen from bovine tendons, a by-product of animal industry, in the treatment of gastrointestinal (duodenum) lesions in rats. The collagen was extracted, purified and reconstituted in a gel form. Tendon collagen was obtained by extraction in acetic acid solution containing pepsin, and lightly homogenization at 10-12°C for 48 h, followed by centrifugation. The precipitate, considered to be insoluble collagen or a non-collagen material, was discarded and collagen fibers were reconstituted from the supernatant by adding NaCl to achieve precipitation. The lesions of gastrointestinal tract of Uistar rats were caused by the action of active lectins from raw common dry beans (Phaseolus vulgaris, cv Aroana). Raw common bean was offered to the rats in an otherwise balanced diet (DU) as the sole protein source, in a randomized assay. Another group of rats (control) was fed a non-purified diet of closed formula (DC) during the assay. The rats were caged individually and maintained on the experimental diets and water ad libitum. The temperature and light cycle of the animal laboratory were controlled. Within 9 days of the assay, 25% of the rats receiving raw bean died, and the surviving rats become seriously ulcerated. The duodenum of some control and ulcerated rats was dissected at this time for histological examination. The surviving rats were then divided in two groups: one received the collagen and other received distil led water by gastric intubation at time, 0, 24 and 48 h. At 24, 48 and 72 h after the first intubation, the duodenum of the rats were dissected for histological examination. During and after the intubation procedures, the remaining animals, 4 per treatment, were fed DC and water ad libitum for 22 days, in a growth experiment. The rats fed DU showed 31% loss of body weight, and a subsequent restoration of the normal growth when the toxic effect of bean lectins have been removed by feeding DC. Nevertheless, the rats treated with collagen showed a better weight recovery than those treated with distilled water, and at the end of the experiment their weights did not differed (p <0,05) from control rats. Histological findings showed ulceration of duodenum in rats fed DU and in some cases, the lesions reached also the lamina propria. However, the duodenum of rats treated with collagen showed normal morphological characteristics in the first 24h post cibum, whereas the rats treated with distilled water still exhibited lesions in the apical portion of the villi 72 h after intubation. The counting of duodenum goblet cells was made in the upper half, lower half and entire villi, by observation of the F'AS-positive material. An exhaustion of PAS-positive material of goblet cells was observed in the damaged villi of rats fed DU. After 24 h of the first intubation of collagen, the quantity of these cells did not differed (p < 0,05) from the control rats, whereas those rats treated with distilled water reached the control rats only after 72 h, in the upper portion of villi. The data reported in the present research, permitted drawing the conclusion that the purified collagen gel, extracted from bovine tendons (Type I collagen), has a promising utilization in the recovery of lesions of the gastrointestinal tract by gastric intubation / Mestrado / Mestre em Ciência da Nutrição
3

Glicoproteinas estruturais associadas aos feixes de colageno

Yamada, Aureo Tatsumi, 1957- 16 July 2018 (has links)
Orientador : Benedicto de Campos Vidal / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-16T12:23:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Yamada_AureoTatsumi_M.pdf: 6212958 bytes, checksum: 9b4e7b708d1cf94fa4414c4ce58e6218 (MD5) Previous issue date: 1983 / Resumo: Glicoproteínas estruturais (G.P.Es.) associadas aos feixes de colágeno foram isoladas por meio de extrações se letivas e analisadas as suas propriedades físicas, químicas e estruturais. o processo de extração e isolamento, além de limitar conceitualmente uma fração de glicoproteínas dentre todas aquelas encontradas na matriz do tecido conjuntivo, permite também constatar o alto grau de estabilidade fíSico-química das G.P.Es. A utilização de ácido tricloroacético (T.e.A.) aquecido, criticada por ser considerada um tratamento drástico na extração destas glicoproteínas, foi reavaliada frente a um processo alternativo ( extração pela colagenase tipo III), não revelando este diferenças significativas no produto final de extração. Por outro lado, a solubilidade destas glicoproteínas restrita a uréia '8H + 2-mercaptoetanol 0,1%, limitou alguns dos estudos bioquímicos. A heterogeneidade atribuída às G.P.Es. é discutida frente aos resultados encontrados entre tecidos heterólogos de um mesmo animal (tendões e ossos de bovinos) e tecidos homólogos de animais diferentes (tendões da cauda de rato e tendões calcaneares bovinos). Para se estabelecer a disposição e a organização das G.P.Es. nos feixes colagênicos foram efetuados estudos ultraestruturais ao nível da microscopia eletrônica e da polarização. Este último permitiu detectar" in situ " um grau de cristalinidade apreciável das G.P.Es. Tal grau de cristalinidade é atribuído ao ordenamento molecular decorrente do alinhamento e interação das fibrilas de G.P.Es. entre sI, cuja organização espacial lembra uma paliçada de fibrilas circunscrevendo fibras colagênicas / Abstract: Structural glycoproteins (SGP) associated to collagen fibers were isolated by a selective extraction procdure and their physical, chemical and structural properties were analysed. The extraction and isolation procedures used permit a conceptual separation of certain glycoproteins fraction from the connective tis3ue matrix, and appraisal of their high degree of physico-chemical stability. The use of hot trichloroacet acid (TCA) has been criticised by various authors who consider it a drastic method for the extraction of glycoproteins. This treatment was therefore, re-evaluated in compari30n with an alternative method (extraction with type 111 collagenase), and no significant differences were encountered in the resulting fraction. On the other hand the limiting solubility of this glicoprotein which occurs only at 8M urea + 0,1% 2-mercaptoetanol restricts others biochemical analyses. The heterogeneity attributed to SGP is discussed in relation to the results found for heterogeneous tissues of the same animal (bovine tendon and bone) and homologous tis sues from different animal sources ( rat tail tendon and bovine Achilles tendon). Based on the current model proposed by JACKSON & BENTLEY (1964) for the arrangement and organization of SGP around native collagen fibers, analyses were made at the ultrastructural leveI with the polarizing and electron microscopes. The polarizing microscope revealed a considerable crystallini ty of the SGP " in situn. This crystalline is attributed to the molecular order formed by the arrangemente and interaction of this fibrils. Considering this a spatial distribution, a model of SGP fibrils arranged as a palisad, and encircling collagen fiberis suggested. / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
4

Avaliação in vitro do efeito da desnaturação térmica do colágeno e do tratamento com clorexidina da dentina na resistência adesiva / In vitro evaluation of the effect of thermal collagen denaturation and chlorhexidine application on resin-dentin bond strength

Silva, Marília Mota January 2010 (has links)
SILVA, Marília Mota. Avaliação in vitro do efeito da desnaturação térmica do colágeno e do tratamento com clorexidina da dentina na resistência adesiva. 2010. 46 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-12-14T16:03:21Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_mmsilva.pdf: 904708 bytes, checksum: 6b5a04fa356df86b182085ae11ec1c25 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-01T14:10:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_mmsilva.pdf: 904708 bytes, checksum: 6b5a04fa356df86b182085ae11ec1c25 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-01T14:10:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_mmsilva.pdf: 904708 bytes, checksum: 6b5a04fa356df86b182085ae11ec1c25 (MD5) Previous issue date: 2010 / The current adhesive systems promote an immediate and effective bond strength to dental substrates, however, over time, there may be a degradation of that process, impacting negatively on the maintenance of resistance values. Chlorhexidine digluconate (CHX) its widespread use in dentistry as an antimicrobial agent, however beyond acting disinfectant, it has been studied to maintain the stability of the bond strength. On the other hand, some authors have considered the hypothesis that the collagen fibers may not be as important for micromechanical union between dentin and composite resin, since there is evidence that the phosphoric acid itself can lead to a change in the structure molecular fibers, which can denature them. The aim of this study was evaluate the effect of thermal collagen denaturation and 2% chlorhexidine (CHX) application on resin-dentin bond strength in teeth restored with conventional adhesive. The study sample consisted of 30 human third molars, of which the dentin was exposed followed by phosphoric acid etching. The specimens were distributed in three main groups (CHX, thermal denaturation and control). Thermal denaturation consisted of immersion in water at 50ºC for 10 minutes. Control and thermal denaturation groups was costumarily restored and CHX group was treated with 2% chlorhexidine after acid etching and before bonding. The specimens were stored in distilled water at 37ºC for 24 hours or 6 months and then sectioned into sticks which were submitted to tensile bond testing at a crosshead speed of 1mm/min. The bond failure mode was observed by microscopy (40X). The results of the tensile bond test were expressed in MPa and analyzed with the tests of Kolmogorov-Smirnov, Levine, Snyder F, Tukey and Student t. In all groups bond strength decreased significantly over 6 months (p<0.05), but the loss of bond strength was smaller in the CHX group (16,08%) than in the control group (27,27%) and the thermal denaturation group (28,58%). The hybrid layer was extensively degraded over a period of 6 months. However, treatment with CHX reduced loss of bond strength in relation to controls. Thermal denaturation of collagen fibrils did not affect bond strength. / Os sistemas adesivos atuais promovem uma imediata e eficaz resistência de união com os substratos dentais. Entretanto, ao longo do tempo, pode haver uma degradação desse processo, influenciando negativamente na manutenção dos valores de resistência. O digluconato de clorexidina (CHX) tem seu emprego difundido na odontologia como um agente antimicrobiano, entretanto além da ação desinfetante, ele tem sido estudado para manter a estabilidade da resistência adesiva. Por outro lado, alguns autores têm considerado a hipótese de que as fibras de colágeno podem não ser tão importantes para a união micromecânica entre dentina e resina composta, já que existem evidências de que o próprio condicionamento com ácido fosfórico pode levar a uma mudança na estrutura molecular das fibras, podendo desnaturá-las. Este estudo tem por objetivo avaliar a resistência adesiva entre sistema adesivo e dentina, utilizando um sistema adesivo convencional, em função do tempo e dos tratamentos que serão empregados: desnaturação das fibras de colágeno e aplicação do CHX previamente ao sistema adesivo. Para isto foram utilizados 30 terceiros molares humanos que tiveram a dentina superficial exposta, seguido do condicionamento com ácido fosfórico e divididos em três grupos. O grupo controle e grupo CHX foram imersos em água a 37ºC durante 10 minutos e o grupo desnaturação em água a 50ºC durante 10 minutos. O grupo controle e desnaturação foram tratados de acordo com as instruções dos fabricantes e o grupo CHX com clorexidina a 2% após o condicionamento ácido e antes da aplicação do sistema adesivo. Os espécimes ficaram armazenados em água destilada a 37ºC e, posteriormente cortados, obtendo-se espécimes em forma de palitos que foram testados nos períodos de 24h e 6 meses. Os espécimes foram tracionados até a ruptura da união a uma velocidade de 1mm/min e sua força de união mensurada. O modo de fratura foi observado utilizando microscopia ótica com 40X de aumento. Os dados da resistência de união foram estatisticamente analisados usando os testes de Kolmogorov-Smirnov, Levine, F de Snyder, Turkey e T de Student. Os resultados da microtração mostraram que o grupo controle, o grupo tratado com CHX e o grupo desnaturado, tiveram uma redução significativa da resistência (p < 0,05) após 6 meses. Entretanto o percentual dessa redução do grupo CHX foi de apenas 16,08%, enquanto o grupo controle teve 27,27% e o grupo desnaturado 28,58%. Observa-se uma queda da resistência menor no grupo CHX, quando comparado aos outros 2 grupos. A degradação da camada híbrida foi significativa no período de 6 meses nos dois tratamentos utilizados, embora o grupo CHX tenha apresentado uma melhor performance. A desnaturação térmica das fibras de colágeno não influenciou a resistência adesiva.
5

Análise histológica e radiográfica do potencial osteopromotor da membrana de cortical óssea bovina no reparo de defeito ósseo de tamanho crítico na calvária de cobaia (Cavia porcellus)

Marcio Luiz Lima Taga 18 October 2004 (has links)
Materiais à base de colágeno têm sido amplamente usados na medicina e odontologia em virtude das suas propriedades biológicas e físicas. A pretensão deste estudo foi de avaliar histológica e morfometricamente o reparo de defeitos de tamanho crítico promovido pela dupla membrana de osso cortical bovino (Gen-derm, 250-300 m de espessura). Um defeito de 10 mm de diâmetro foi produzido na calvária de 40 cobaias ("Cavia porcellus") levando à remoção de ambas as corticais. Em 20 animais, o lado epidural do defeito foi protegido com uma membrana sobre a dura-máter e depois preenchido com coágulo sangüíneo, o lado ectodural foi recoberto com uma segunda membrana. Um suporte de osso alogênico desmineralizado inativado (3 mm de diâmetro) foi usado como mantenedor de espaço. O defeito, no grupo controle, foi preenchido com coágulo sangüíneo e o mantenedor de espaço na região central. Após os períodos de 1, 3, 6 e 9 meses pós-cirurgia, as calotas foram coletadas, fixadas, radiografadas, processadas para análise histológica através de cortes semi-seriados. Morfométrica e histologicamente o grupo experimental mostrou aumento significativo na neoformação óssea iniciando-se pelas bordas do defeito. No primeiro e terceiro mês , o osso primário ocupava 31,7% e 59,9% (versus 21,3% e 38,6% do controle), respectivamente, da área do defeito. Em dois casos, nos meses 6 e 9 ocorreu o preenchimento total do defeito com osso lamelar. Nestes dois últimos períodos, o novo osso ocupou 81,9% e 96,2% dos defeitos, respectivamente, enquanto no grupo controle a média da área do novo osso foi 55,4% e 45,4%. A regressão linear múltipla com correção de Bonferroni aplicada nos dados da morfometria radiográfica mostrou uma diferença estatisticamente significante entre os grupos nos períodos de 6 e 9 meses. Os resultados obtidos, neste estudo, indicaram que o uso da dupla membrana de cortical óssea bovina desmineralizada e o mantenedor de espaço promoveram um ótimo reparo do defeito de tamanho crítico em calvária de cobaias / Collagen materials has been extensively used in medicine and dentistry due to its biologic and physical properties. The aim of this work was to evaluate histologically and morphometrically the repair of critical size bone defects promoted by double demineralized bovine cortical laminar bone sheets (Gen-derm, 250-300 m of thickness). A bone defect of 10 mm diameter was produced the calvarium of 40 guinea pigs. In 20 animals the inner aperture of the defect was protected by laminar bone sheet above the duramater and after fulfilled with blood clot, the outer aperture was covered with a second bone sheet. A shank of inactive demineralized allogenic bone (3 mm diameter) was used as space maintainer. The defect of the control group was fulfilled with blood clot and a central space maintainer. The skulls were collected 1,3, 6 and 9 months after surgeries. Morphometrically and histologically the experimental group showed substantial increase in the bone growth starting at the border of the defects. At 1 and 3 months woven bone occupied 31,7% and 59,9% (versus 21,3% and 38,6% of the control), respectively, of the defect area. In two cases at 6 and at 9 months occurred the total fulfillment of defect with lamellar bone. In these two last periods the new bone occupied in mean 81,9% and 96,2% of the defects respectively, while the control group the mean area was 55,4% and 45,4%, respectively. The multiple linear regression with Bonferroni`s correction applied on the data of the radiographic morphometry showed a significant statistical diference between the groups at the time of 6 and 9 months. The results obtained here indicated that the use of double demineralized bovine cortical laminae bone sheets and a space maintainer promoted a good repair of critical size calvarium defects
6

Análise histológica e radiográfica do potencial osteopromotor da membrana de cortical óssea bovina no reparo de defeito ósseo de tamanho crítico na calvária de cobaia (Cavia porcellus)

Taga, Marcio Luiz Lima 18 October 2004 (has links)
Materiais à base de colágeno têm sido amplamente usados na medicina e odontologia em virtude das suas propriedades biológicas e físicas. A pretensão deste estudo foi de avaliar histológica e morfometricamente o reparo de defeitos de tamanho crítico promovido pela dupla membrana de osso cortical bovino (Gen-derm, 250-300 m de espessura). Um defeito de 10 mm de diâmetro foi produzido na calvária de 40 cobaias ("Cavia porcellus") levando à remoção de ambas as corticais. Em 20 animais, o lado epidural do defeito foi protegido com uma membrana sobre a dura-máter e depois preenchido com coágulo sangüíneo, o lado ectodural foi recoberto com uma segunda membrana. Um suporte de osso alogênico desmineralizado inativado (3 mm de diâmetro) foi usado como mantenedor de espaço. O defeito, no grupo controle, foi preenchido com coágulo sangüíneo e o mantenedor de espaço na região central. Após os períodos de 1, 3, 6 e 9 meses pós-cirurgia, as calotas foram coletadas, fixadas, radiografadas, processadas para análise histológica através de cortes semi-seriados. Morfométrica e histologicamente o grupo experimental mostrou aumento significativo na neoformação óssea iniciando-se pelas bordas do defeito. No primeiro e terceiro mês , o osso primário ocupava 31,7% e 59,9% (versus 21,3% e 38,6% do controle), respectivamente, da área do defeito. Em dois casos, nos meses 6 e 9 ocorreu o preenchimento total do defeito com osso lamelar. Nestes dois últimos períodos, o novo osso ocupou 81,9% e 96,2% dos defeitos, respectivamente, enquanto no grupo controle a média da área do novo osso foi 55,4% e 45,4%. A regressão linear múltipla com correção de Bonferroni aplicada nos dados da morfometria radiográfica mostrou uma diferença estatisticamente significante entre os grupos nos períodos de 6 e 9 meses. Os resultados obtidos, neste estudo, indicaram que o uso da dupla membrana de cortical óssea bovina desmineralizada e o mantenedor de espaço promoveram um ótimo reparo do defeito de tamanho crítico em calvária de cobaias / Collagen materials has been extensively used in medicine and dentistry due to its biologic and physical properties. The aim of this work was to evaluate histologically and morphometrically the repair of critical size bone defects promoted by double demineralized bovine cortical laminar bone sheets (Gen-derm, 250-300 m of thickness). A bone defect of 10 mm diameter was produced the calvarium of 40 guinea pigs. In 20 animals the inner aperture of the defect was protected by laminar bone sheet above the duramater and after fulfilled with blood clot, the outer aperture was covered with a second bone sheet. A shank of inactive demineralized allogenic bone (3 mm diameter) was used as space maintainer. The defect of the control group was fulfilled with blood clot and a central space maintainer. The skulls were collected 1,3, 6 and 9 months after surgeries. Morphometrically and histologically the experimental group showed substantial increase in the bone growth starting at the border of the defects. At 1 and 3 months woven bone occupied 31,7% and 59,9% (versus 21,3% and 38,6% of the control), respectively, of the defect area. In two cases at 6 and at 9 months occurred the total fulfillment of defect with lamellar bone. In these two last periods the new bone occupied in mean 81,9% and 96,2% of the defects respectively, while the control group the mean area was 55,4% and 45,4%, respectively. The multiple linear regression with Bonferroni`s correction applied on the data of the radiographic morphometry showed a significant statistical diference between the groups at the time of 6 and 9 months. The results obtained here indicated that the use of double demineralized bovine cortical laminae bone sheets and a space maintainer promoted a good repair of critical size calvarium defects
7

Efeito da hidroxiapatita de coral implantada na derme de ratos

Velasques, Débora Zanutto January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006. / Submitted by Natália Cristina Ramos dos Santos (nataliaguilera3@hotmail.com) on 2009-11-01T21:58:58Z No. of bitstreams: 1 2006_Debora Zanutto Velasques.pdf: 4792905 bytes, checksum: c218290ab13db2003da3f87b9dfa911c (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2010-03-05T13:06:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Debora Zanutto Velasques.pdf: 4792905 bytes, checksum: c218290ab13db2003da3f87b9dfa911c (MD5) / Made available in DSpace on 2010-03-05T13:06:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Debora Zanutto Velasques.pdf: 4792905 bytes, checksum: c218290ab13db2003da3f87b9dfa911c (MD5) Previous issue date: 2006 / Objetivo: Estudar o efeito da Hidroxiapatita de coral (HA) implantada na derme, em ratos. Métodos: 48 ratos Wistar distribuídos em três grupos de 16 animais cada, onde animais do grupo I receberam implante de HA, do grupo II, ácido hialurônico (AH), do grupo III, Solução Fisiológica (SF). Cada grupo foi dividido em dois subgrupos de acordo com o período de avaliação de 30 ou 90 dias. A avaliação histológica constou da quantificação de fibras colágenas e da analise qualitativa de processo inflamatório. Resultados: Não houve reação inflamatória em nenhum período. Houve aumento da espessura da derme nos grupos onde se injetou AH e HA, aos 30 dias de avaliação, quando comparados com o grupo em que se injetou SF. Aos 90 dias, o grupo HA, ainda mantinha aumento da espessura da derme, quando comparado aos demais. A análise quantitativa das fibras colágenas mostrou que aos 30 dias os grupos AH e HA tinham maior quantidade de fibras colágenas que o grupo SF. Aos 90 dias, o grupo HA apresentou maior quantidade de fibras colágenas que os demais. A análise quantitativa do colágeno tipo I e III mostrou que aos 30 dias o grupo SF manteve as mesmas quantidades e que os grupos AH e HA mostraram prevalência do colágeno tipo I. Aos 90 dias, o grupo SF manteve-se igual, mas os grupos AH e HA mostraram maior quantidade de colágeno tipo III. Conclusão: A HA mostrou-se biocompatível e indutora de neoformação de fibras colágenas, quando implantada na derme de ratos, e mantém esse efeito por período maior que o ácido hialurônico. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Objective: To study the effect of the calcium hydroxylapatita implanted in derm, rats. Methods: 48 Wistar rats distributed in three groups of 16 animals each, where the animals of group I had received implantation from calcium hydroxylapatita (HA), of group II, acid hialuronic (AH) and of group III, Physiological Solution (SF). Each group was redistributed in two sub-groups in accordance with the period of evaluation of 30 or 90 days. The histologic evaluation consisted of the collagens staple fibre quantification and of it analyzes qualitative of inflammatory process. Results: It did not have inflammatory reaction in period of evaluation. It had increase of the thickness of derm reticular in the groups where if it injected AH and HA, to the 30 days of evaluation, when compared with the group where if it injected SF. To the 90 days, the group where if it injected HA, still kept increase of the thickness of derm reticular, when compared with excessively. The quantitative analysis of collagens staple fibres showed that to the 30 days groups AH and HA had greater amount of collagens staple fibres that group SF. To the 90 days, group HA presented greater amount of collagens staple fibres that excessively. The quantitative analysis of collagens staple fibres of type I and III showed that to the 30 days of comment group SF kept a balance between the amounts and in such a way the group AH how much group HA had presented a prevalence of the collagen of type I. To the 90 days, group SF kept standard the same, but in such a way the group AH how much group HA had shown a bigger amount of collagen of type III. Conclusion: The HA revealed biocompatible and inductive of neoformation of collagens staple fibres, when implanted in derm of rats, and keeps this effect for bigger period that the acid hialuronic.
8

Fibras de colágeno no músculo reto do abdome em cadáveres de diferentes faixas etárias: avaliação quantitativa e qualitativa / Collagen fibers in the rectus abdominis muscle of cadavers of different age groups: quantitative and qualitative assessment

Calvi, Eliziane Nitz de Carvalho [UNIFESP] January 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:46:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Introdução: Os defeitos mais frequentes da parede abdominal sao representados pelas hernias. O colageno e um componente importante dos musculos e fascias que proporciona resistencia e integridade estrutural nos tecidos. OBJETIVO: Avaliar a quantidade de colageno do musculo reto abdominal em cadaveres de diferentes faixas etarias. METODOS: Foram utilizados 40 cadaveres do genero masculino, oriundos do Instituto Medico-Legal de Franca, divididos em dois grupos: Grupo 1 (n = 20) u 18 a 30 anos; Grupo 2 (n = 20)u 31 a 60 anos. Utilizou-se a cicatriz umbilical como referencia e assim fez-se uma biopsia do musculo reto do abdome a uma distancia de tres centimetros superiormente e dois centimetros inferiormente. Foram realizados cortes histologicos corados por Tricomio de Masson, Picro Sirius red e Imuno-histoquimica. RESULTADOS: Pela coloracao de Tricromio de Masson (colageno I) nao houve diferenca significante entre o grupos, ja atraves da coloracao de Picro Sirius red (colageno I + III), verificou-se que a quantidade foi maior no Grupo 1 em relacao ao Grupo 2 (p<0,05); pelo metodo Imuno-histoquimico nao foi visualizada a presenca do colageno tipo II e nao houve diferenca significante do colageno tipo IV. O colageno tipo I e III mostrou diminuicao significante no Grupo 2 em relacao ao Grupo 1 (p<0,05); o colageno tipo V foi identificado, porem nao foi possivel quantificar devido a coloracao de fundo apresentada na reacao. CONCLUSAO: Ha menor quantidade de colageno tipo I e III no grupo com faixa etaria mais elevada e nao ha alteracao de quantidade de colageno tipo IV. / INTRODUCTION: The most frequent abdominal wall defects are represented by hernias. The collagen is an important fascia and muscle component that provides structural strength in tissues. PURPOSE: Evaluate the collagen fibers of abdominal rectus muscle in cadavers of different age groups. METHODS: Forty fresh male cadavers from the Institute of Legal Medicine of Franca were dissected within 24 hours of death. The cadavers were divided in two groups: Group 1 (n = 20) - 18 to 30 years old; Group 2 (n = 20) - 31 to 60 years old. Umbilicus was used as anatomical reference. The incisions were made in the middle portion of anterior rectus muscle 3 cm superiorly and 2 cm inferiorly to the umbilicus. Histological sections were performed with Masson’s trichrome, Picro Sirius red and immunohistochemistry analysis. RESULTS: The Masson´s trichrome didn´t present significant difference among Group 1 and 2. However, the Picro Sirius red (collagen I + III), showed higher collagen amount in Group 1 than in Group 2 (p<0,05); the immunohistochemistrydid not show type II collagen and there was no difference in the amount of type IV collagen between the groups. The type I and III collagen presented significant reduction in Group 2 in comparison to Group 1 (p<0,05). The type V collagen was identified in the immunohistochemistry, but there was not possible to identify due to background color of reaction. CONCLUSION: There is reduction in type I and III collagen in the higher age group and there were no variations in amount of type IV collagen. / BV UNIFESP: Teses e dissertações
9

Avaliação comparativa do processo inflamatório e cicatricial da anastomose por invaginação colo-cólica em comparação à anastomose por sutura manual, plano único: estudo em cães / Comparative evaluation of healing response between colo-colic invagination anastomosis and single-layer running suture: experimental study in dogs

Nogueira, Miguel Augusto Arcoverde 24 June 2016 (has links)
NOGUEIRA, M. A. A.Avaliação comparativa do processo inflamatório e cicatricial da anastomose por invaginação colo-cólica em comparação à anastomose por sutura manual, plano único: estudo em cães. 2016. 79 f. Tese (Doutorado em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-08-23T11:45:02Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_maanogueira.pdf: 2751141 bytes, checksum: e3c561077f2e4eb5911f6de78407940e (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-08-23T11:45:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_maanogueira.pdf: 2751141 bytes, checksum: e3c561077f2e4eb5911f6de78407940e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-23T11:45:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_maanogueira.pdf: 2751141 bytes, checksum: e3c561077f2e4eb5911f6de78407940e (MD5) Previous issue date: 2016-06-24 / Objective: Evaluate the healing response of colo-colic invagination anastomosis comparing with single-layer running suture. Methods: Sixty female dogs (Canis familiaris) weighing 8.0-19.5 Kg supplied by a municipal dog pound were randomly distributed in two groups. In Group I (control), the animals were submitted to colo-colic anastomosis with a single-layer running suture (polypropylene thread 000). In Group II (study), the animals were submitted to colo-colic anastomosis by invagination secured by four cardinal sutures (polypropylene thread 000). At the end of the study period, the animals underwent to a second laparotomy to excise the anastomosed colon segment for histological and immunohistochemical analysis. The study parameters included body weight, abdominal adhesions, edema, vasoproliferation, type I and III collagen, myeloperoxidase and nitric oxide. The findings were statistically analyzed with Studentʼs t test (parametric data) and the Mann-Whitney test (non-parametric data). Results: The animals were euthanized with 20% potassium chloride (i.v.) under anesthesia with ketamine. Ten from each group were euthanized on the 7th postoperative day (POD7) and 20 on the 21st postoperative day (POD21). None animal died prior to euthanasia. Body weight was statistically similar in both groups. The median weight was 10.86 Kg, 9.98 Kg in Groups I, II respectively (p=0.41) on POD7 and 11.86 Kg, 11.55 Kg in Groups I, II respectively (p=0.71) on POD21. The abdominal adhesions incidence was statistically similar in both groups, (p=0.7383 on POD7; p=0.5685 on POD21), as well as for the levels of edema (p=0.3006 on POD7; p=0.7990 on POD21), vasoproliferation (p=0.1191 on POD7; p=0.0758 on POD21), type I collagen (p=0.4591 on POD7; p=0.3357 on POD21), type III collagen (p=0.2166 on POD7; p=0.2712 on POD21) and nitric oxide (p=0.3980 on POD7; p=0.4796 on POD21). The myeloperoxidase levels were also statistically similar for both groups (p=0.580 on POD7; p=0.755 on POD21). Conclusion: It was not demonstrated in this experimental sudy any significant difference on healing response between colo-colic anastomosis performed by invagination with single-layer running suture. / Neste estudo experimental, foram avaliadas a resposta inflamatória e cicatricial em anastomoses cólicas em cães submetidos com fio de prolene 3.0, sutura contínua comparando-se a anastomose por invaginação colo-cólica em cães. Foram utilizados 2 grupos com 30 animais ( Cannis familiaris ) fêmeas em cada grupo, pesando entre 8,00 e 19,25 kg, obtidos do Canil Municipal de Teresina - Pi. Em ambos os grupos houve preparo intestinal com Glicerina 12% via retal. No Grupo Controle, foram realizadas laparotomias com colotomia transversa a 20 cm da margem anal e anastomose colo-cólica com fio de polipropileno 000, em sutura contínua, extramucosa. Nos animais do grupo Estudo foi realizado anastomose por invaginação colo-cólica contida por quatro pontos de prolene 3.0 nos pontos cardinais. Todos os animais foram avaliados no pós-operatório por Médico Veterinário, alimentaram-se à base de ração padrão e água, ad libitum, instituída quando se observou evacuação. Os animais de ambos os grupos foram submetidos à eutanásia no 7º ( n= 10 ) e 21º ( n= 20 ) DPO, com Cloreto de Potássio 10%, via endovenosa após anestesia com Cloridrato de Cetamina, quando se fez nova laparotomia para exérese do segmento cólico anastomosado para análise histológica e imuno-histoquímica. Avaliou-se aderências abdominais, edema na anastomose, vasoproliferação, concentração de colágenos tipo I e III, óxido nítrico e mieloperoxidase. Realizou-se análise estatística com Test t Student para amostras não pareadas para dados paramétricos e Mann-Whitney test para dados não paramétricos. Durante a realização do experimento não ocorreu óbito em nenhum animal em cada grupo. Não ocorreu diferença estatisticamente significante entre os grupos com relação à presença de aderências intra-abdominais, ao edema na anastomose, a vasoproliferação, colágenos tipo I e III, óxido nítrico e mieloperoxidase no 7º. e 21º. DPO. Conclui-se que o tipo de anastomose não altera o processo inflamatório e cicatricial das anastomoses, sendo a evolução clínica semelhante para ambos os grupos.
10

Um estudo exploratório de duas técnicas de fabricação de scaffolds de colágeno : microfluídica e sonicação

Carvalho, Vinicius de Abreu e January 2015 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Departamento de Engenharia Metalúrgica, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by giuliana silveira (giulianagphoto@gmail.com) on 2016-03-04T16:13:27Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoExploratórioDuas.pdf: 15025460 bytes, checksum: 046f71c639e45bd7a0f3336cd56cdb8f (MD5) / Approved for entry into archive by Oliveira Flávia (flavia@sisbin.ufop.br) on 2016-04-13T15:51:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoExploratórioDuas.pdf: 15025460 bytes, checksum: 046f71c639e45bd7a0f3336cd56cdb8f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-13T15:51:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoExploratórioDuas.pdf: 15025460 bytes, checksum: 046f71c639e45bd7a0f3336cd56cdb8f (MD5) Previous issue date: 2015 / O uso de materiais de origem biologica possui varias vantagens sobre o uso de materiais sinteticos no contexto da Medicina Regenerativa e da Engenharia de Tecidos. A complexidade quimica e nanoestrutural desses materiais produz efeitos notaveis de incentivo a proliferacao celular e ao crescimento tissular. Alem do material propriamente dito, a microgeometria do substrato em que celulas sao cultivadas tem grande importancia nos mecanismos de proliferacao, mobilidade e diferenciacao celular, o que e de suma importancia para o desenvolvimento dos tecidos. O controle da geometria e desejavel para a que se possa influenciar, ainda que indiretamente, as propriedades dos tecidos cultivados. Foi estudada a influencia da viscosidade de solucoes polimericas de colageno – um biomaterial amplamente usado na Engenharia de Tecidos – na eficiencia da tecnica de fabricacao de scaffolds atraves do emprego de dispositivos microfluidicos. Foram preparadas solucoes de colageno bovino de tipo I em Acido Acetico e essas amostras foram caracterizadas quanto a concentracao e pH. Variacoes de tais amostras foram fabricadas – de concentracao 2%, 7%, 15% e 30%, e de pH variando entre 1 e 10 – e foram executados ensaios reologicos de medicao de viscosidade por taxa de cisalhamento constante em viscosimetro de cone?placa. Foi observada uma intensa variacao na viscosidade entre as amostras de concentracoes diferentes, mas mais especialmente pronunciada entre as amostras de 15% e 30%. Nas amostras em que o pH foi modificado tambem foi observado aumento de viscosidade, ainda que menos intenso que o detectado no ensaio com variacao na concentracao. O aumento de viscosidade ocorreu especialmente na faixa de pH entre 4 e 5, sendo esses os valores de pH em que o material se mostra mais morfologicamente estavel. Foram explorados tambem metodos e materiais variados na fabricacao de dispositivos microfluidicos, visando reduzir o custo de implementacao dessas ferramentas tao versateis. Foi possivel concluir que a resolucao de fabricacao necessaria para que o dispositivo trabalhe em regime microfluidico e mais facilmente alcancavel do que e deduzivel pela literatura, porem o controle de fluxo dentro dos canais requer bombas e reguladores de pressao de alta resolucao, o que faz com que os custos de operacao da tecnica ainda sejam relativamente elevados. Adicionalmente, foi desenvolvida uma tecnica de fabricacao de espumas por sonicacao e reticulacao rapida, e os scaffolds resultantes foram analisados por microscopia eletronica quanto a morfologia, interconexao e dimensoes dos poros. A concentracao de surfactantes na solucao sonicada tambem foi considerada. Os resultados evidenciam que a sonicacao permite um controle menor da morfologia do que a tecnica microfluidica, porem consegue um controle maior do que outras tecnicas de baixo custo, evidenciando uma relacao custo beneficio superior. __________________________________________________________________________________ / ABSTRACT : The use of biological materials has several advantages over the use of synthetic materials in the field of Regenerative Medicine and Tissue Engineering. In addition to compatibility and a smaller chance of rejection of biomaterials, the chemical and nanostructural complexity of these materials produce remarkable effects to stimulate cell proliferation and tissue growth. In addition to the actual material, the microgeometry of the substrate in which cells are grown is very important in the proliferation, mobility and cell differentiation mechanisms, which is of paramount importance for the development of tissues. Controlling the geometry is desirable to be able to influence, though indirectly, the properties of the cultured tissue. In the present work were studied the influence of the viscosity of polymer solutions based on collagen a widely used biomaterial in tissue engineering – in the efficiency of the scaffold manufacturing technique by employing microfluidic devices. Type I bovine collagen solutions were made in Acetic Acid and these samples were characterized in regards to concentration and pH. Variations of such samples were produced versions of concentration 2%, 7%, 15% and 30%, and pH ranging between 1 and 10 and rheological tests were performed for the measurement of viscosity at constant shear rate in a viscometer of the cone plate kind. A strong variation in viscosity between samples of different concentrations, but especially pronounced between the samples of 15% and 30%, was observed. In the samples of varying pH was observed a viscosity increase, although less intense than what was detected on the varying concentration test. The increase happens especially in the pH range between 4 and 5, these being the pH in which the material possesses its greatest morphological stability. Varied methods and materials were explored in the manufacture of microfluidic devices in order to reduce the cost of implementation of these very versatile tools. It was concluded that the manufacturing resolution necessary for the device to work on microfluidic regimen is more easily attainable than is deductible by the literature, but the flow control within the channels requires pumps and high resolution pressure regulators, which keep the technical operating costs still relatively high. Additionally, a technique for making foams by sonication and rapid crosslinking was developed and the resulting scaffolds were analyzed by electron microscopy for morphology, pore size and interconnection analysis. The concentration of surfactant in the sonicated solution was also taken into account. The results show that the sonication allows a lesser control of the morphology when compared with the microfluidic technique, but achieves a greater control than other low cost techniques, meaning a higher cost benefit ratio.

Page generated in 0.05 seconds