• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 9
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Perfil da equipe de enfermagem acometida por algias na coluna vertebral na rede pública do município de Cacoal no Estado de Rondônia

Barbosa, Fabrício Almeida January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007. / Submitted by Priscilla Brito Oliveira (priscilla.b.oliveira@gmail.com) on 2009-12-11T12:49:06Z No. of bitstreams: 1 2007_FabricioAlmeidaBarbosa.pdf: 314350 bytes, checksum: 895d43432d07723da826ffa59a231e65 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2009-12-11T21:36:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_FabricioAlmeidaBarbosa.pdf: 314350 bytes, checksum: 895d43432d07723da826ffa59a231e65 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-11T21:36:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_FabricioAlmeidaBarbosa.pdf: 314350 bytes, checksum: 895d43432d07723da826ffa59a231e65 (MD5) Previous issue date: 2007 / Os problemas osteomusculares relacionados ao trabalho têm demonstrado uma importância crescente grande no âmbito de saúde pública, sendo a segunda causa de afastamento no trabalho no Brasil e responsável por 80% dos benefícios por auxilio acidente e aposentadoria pelo INSS. Na equipe de enfermagem nota-se seu acometimento nas diversas regiões da coluna vertebral em decorrência do grande utilização do corpo durante as atividades de trabalho. Com objetivo de melhor identificar a importância deste problema na equipe de enfermagem no município de Cacoal estado de Rondônia realizamos um estudo descritivo para identificar o perfil da equipe de enfermagem dos hospitais da rede pública, acometida por algias na coluna vertebral nos últimos doze meses. A amostra constituiu-se de 69 rofissionais de enfermagem que trabalhavam nos dois hospitais da rede pública de Cacoal. Foi utilizado o preenchimento de um questionário, a toda equipe de enfermagem que se propuseram em colaborar com a pesquisa. Foi observado que 85,5% dos pesquisados apresentaram alguma algia na coluna vertebral nos últimos doze meses. A região topográfica da coluna vertebral mais acometida foi à coluna lombar com 44%.Nos últimos doze meses essa algias se tornaram presentes mais de dez vezes em 42% dos pesquisados, e 35,6% dos trabalhadores já justificaram ausência no trabalho devido as dores nas costas. Um dos fatores que poderiam estar relacionados com as algias na coluna vertebral nesta equipe pesquisada seria a falta de mobiliário adequado, onde 69.5% dos pesquisados julgaram o mobiliário inadequado em seus locais de trabalho. Conclui-se que a falta de um maior conhecimento pela equipe de enfermagem estudada em relação aos possíveis riscos ergonômicos expostos, podem ser uma das causas que estariam causando algia na coluna vertebral destes trabalhadores, e que estes trabalhadores necessitam da implantação de um programa ergonômico. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Work related muscle skeletal problems has been an increasing relevance in public health and are the second cause of absent of work in Brazil and responsible for 80% of accidents related benefits and retirement by INSS(Brazilian social security sistem). Nurse workers have affected several parts of spinal column because of great use of body in their work. To identify the relevance of this problem in nurse workers in the city of Cacoal, Rondonia state we perform a descriptive study to evaluate the profile of nurse workers in public hospitals with spinal pain in the last 12 months. The study group was composed by 69 nurse workers in practice in Unidade Mista de Cacoal and Hospital Materno Infantil. We apply to every nurse team member that agree to participate in the study a questionary. We observed that 85,5% of nurse workers had some kind spinal column in the last 12 months. The region most commonly affected was the lumbar region in 44% of cases. In the last 12 months these complaints occurred more than 10 times in 42% of nurse workers and in 35.6% of nurse workers had been absent of work because of pain. One factor possibly associate with spinal column pain could be the lack of appropriated hospital furniture. 69.5% of nurse workers think that the hospital furniture was not appropriate in their work place. In conclusion the lack of knowledge of nurse workers about ergonomic risks could be a cause of spinal pain of this professionals, and these professionals need some kind of ergonomic program.
2

Vertebroplastia percutânea : comparação do procedimento com a cânula tradicional e a nova cânula de orifício lateral para fratura osteoporótica da coluna vertebral

Figueiredo Neto, Nicandro de 05 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Raquel Viana (tempestade_b@hotmail.com) on 2010-04-05T19:22:55Z No. of bitstreams: 1 2009_NicandrodeFigueiredoNeto.pdf: 2443591 bytes, checksum: 0e00ad418c46230a6c25068a3a8ff269 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-04-06T00:18:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_NicandrodeFigueiredoNeto.pdf: 2443591 bytes, checksum: 0e00ad418c46230a6c25068a3a8ff269 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-06T00:18:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_NicandrodeFigueiredoNeto.pdf: 2443591 bytes, checksum: 0e00ad418c46230a6c25068a3a8ff269 (MD5) Previous issue date: 2009-05 / Desenho do estudo. Ensaio clínico, simples-cego, randomizado, sobre uma nova cânula para a realização da vertebroplastia percutânea (VP). Objetivos. Analisar a segurança e a eficácia clínica desta nova cânula de orifício lateral, especialmente em sua capacidade de reduzir o risco de extravasamento do cimento ósseo durante a sua injeção e na eficácia no controle da dor. Resumo da revisão da literatura. A VP é um procedimento minimamente invasivo, no qual se faz a injeção percutânea de cimento ósseo através de uma cânula especial, para o interior do corpo vertebral acometido por fratura osteoporótica, neoplasias osteolíticas e angiomas agressivos. A VP apresenta riscos de algumas complicações, e as mais freqüentes são decorrentes da extrusão do cimento ósseo durante o procedimento, as quais são geralmente assintomáticas. Esta extrusão pode resultar em complicações clínicas, tais como: compressão de raiz ou de medula espinal, embolia pulmonar, entre outras. Foi desenvolvida uma modificação na cânula tradicional por Heini e Allred, ocluindo sua abertura terminal, e abrindo uma janela lateral em sua extremidade, a fim de permitir a injeção do cimento ósseo para o centro do corpo vertebral, podendo reduzir o risco de extrusão desse cimento, aumentando a segurança do procedimento. Métodos. Foram estudadas VPs realizadas para fraturas vertebrais osteoporóticas, utilizando a cânula tradicional e a nova de orifício lateral. Os resultados foram comparados, buscando essencialmente, verificar a incidência de extravasamento do cimento ósseo com ambos os tipos de cânulas, além da análise clínica dos casos operados. Resultados. Foram incluídas 47 VPs, realizadas em 31 pacientes, no período de março de 2003 a fevereiro de 2008. Vinte e cinco VPs foram realizadas utilizando-se a cânula de orifício terminal, grupo controle, e 22 usando a cânula de orifício lateral, grupo experimental. A incidência de extravasamento do cimento ósseo nas vertebroplastias com a cânula de orifício terminal foi de 68%, e com a nova cânula de orifício lateral foi de 27%, sendo todas elas assintomáticas (p<0,01). Os resultados foram semelhantes, pois houve alívio significativo da dor e não houve complicação clínica. Conclusões. A VP mostrou-se um procedimento muito seguro e eficaz para o alívio da dor em pacientes com fratura vertebral osteoporótica. O extravasamento do cimento ósseo costuma ocorrer em alta freqüência, embora seja geralmente assintomático, mas tem um potencial para causar complicações clínicas. Esse extravasamento pode ser significativamente reduzido com o uso desta nova cânula de orifício lateral, que permite uma injeção mais direcionada para o centro do corpo vertebral, aumentando a segurança do procedimento, sem aumento do seu custo. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Study Design. A clinical, single-blinded, randomized study, about a new cannula for percutaneous vertebroplasty (PV). Objectives. To analyze the safety and efficacy of a new cannula with lateral opening, especially the reduction of cement extravasation during the injection and the pain control. Summary of Background Data. Percutaneous vertebroplasty is a minimally invasive procedure used to treat focal pain of osteoporotic vertebral fractures, osteolytic metastatic disease, myeloma and aggressive hemangioma. PV has some potential complications: the most common are caused by cement extrusion, usually asymptomatic, but may lead to clinical complications, such as radicular or spinal cord compression and lung embolism. A new cannula for cement injection was developed by Heini and Allred, by closing the frontal aperture and opening a lateral one, close to the tip of the traditonal cannula. This allows the flow of cement to be redirected medially, thus reducing the risk of cement extravasation and increasing the safety of the procedure. Methods. This study included procedures of PV performed for osteoporotic vertebral fractures, using the frontal-opening and the new side-opening cannula, and the results were compared, aiming to detect mainly the difference between the two cannulas regarding the incidence of cement extravasation and the clinical outcome. Results. A total of 47 PVs, performed from March 2003 to February 2008, were performed for osteoporotic vertebral fractures in 31 patients, 25 PVs were performed using the frontal-opening and 22 using the new side-opening cannula, randomly distributed. The incidence of cement extrusion was 27% with the side-opening cannula, and 68% with the frontal-opening, all asymptomatic (p<0.01). The pain control was very hight and similar for both groups, and there were no clinical complications. Conclusions. Percutaneous vertebroplasty seems to be a very safe and efficacious pain relieving procedure for patients with osteoporotic vertebral fracture. Cement leakage is very common, usually asymptomatic, but there is a potential for clinical complications. This leakage can be significantly reduced with this new side opening cannula, which allows for a better cement injection toward the center of the vertebral body and increases the safety of the procedure with no elevation in cost.
3

Frequencia dos alelos do HLA-B27 em pacientes com espondilite anquilosante e controles sadios

Conde, Roseneide Aparecida 31 March 2004 (has links)
Orientador: Manoel Barros Bertolo / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T23:31:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Conde_RoseneideAparecida_D.pdf: 3236864 bytes, checksum: 98661c2da502d5bb6769a6c73d7ecf1a (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Até o momento, 25 alelos do HLA-B27 (HLA-B*2701-B*2724) foram identificados, e alguns desses alelos (B*2702, B*2704, B*2705 e B*2707) são claramente associados com a espondilite anquilosante. O alelo HLA-B27 mais comum na população normal e com espondilite anquilosante é o B*2705, seguido pelo B*2702, observado em populações caucasóides. Os alelos B*2704 e B*2707 são freqüentes em populações asiáticas e o alelo B*2703 em populações africanas. O presente estudo teve como objetivo identificar e determinar a freqüência dos alelos do HLA-B27 numa população de pacientes com EA e comparar com uma população de indivíduos normais. O estudo foi conduzido em 108 pacientes classificados como EA, de acordo com o critério New York modificado, atendidos no ambulatório clinico da Unidade de Reumatologia, do Hospital das Clínicas, da Universidade Estadual de Campinas, e 111 controles normais HLA-B27 positivos, recrutados a partir de doadores de órgãos e sangue sadios ou doadores de transplante de células primárias hematopoéticas atendidos no laboratório de Imunogenética de Transplante do Departamento de Patologia Clínica da Universidade Estadual de Campinas e do laboratório de Imunologia Molecular da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto. Os alelos do HLA-B27 foram tipificados no Laboratório de Reumatologia utilizando a técnica da reação em cadeia da polimerase amplificando DNA hibridados com seqüências específicas de ¿primers¿ (PCR-SSP) de alta resolução HLA-B27 (B*2701-B*2721). O HLA-B*2705 foi o alelo predominante, observado em 90% dos pacientes e 80% dos controles, seguido pelo HLA-B*2702, presente em 8% dos pacientes e 10% dos controles. O HLA-B*2713 foi encontrado em um paciente e um controle, ambos caucasóides; o HLA-B*2704 em um paciente japonês-brasileiro, e ausente na população-controle; os alelos HLA-B*2703 (6%) e HLA-B*2707 (3%) foram observados somente nos controles. Correlações estatísticas foram estabelecidas entre a presença dos alelos B*2703 e B*2707 e o grupo controle (p=0.0086), e entre os alelos B*2703 e afro-brasileiros (p=0.028); foi observada uma tendência estatística entre histórico familial de EA e o alelo B*2702 (p=0.084), quando comparados com todos os alelos observados no grupo de pacientes, entretanto, ao compararmos apenas os alelos detectados com histórico familial, foi observada uma associação estatística de p=0,035 com relação ao alelo B*2702. Com base nestes resultados, pudemos concluir: os alelos B*2702, B*2704, B*2705 e B*2713 estão relacionados à EA nesta amostra da população brasileira, porém, em relação ao HLA-B*2713, é necessário mais relatos para confirmar a associação deste alelo com a doença; os alelos B*2703 e B*2707 estão associados de forma negativa com a EA na amostra da população estudada; o alelo B*2703 pode estar influenciando a freqüência da EA na amostra da população controle estudada; a distribuição dos alelos HLA-B27 na casuística não diferiu da maioria das populações caucasóides com EA, onde o B*2705 e B*2702 são os alelos predominantes; os resultados demonstraram que a população estudada, composta de caucasóides e afro-brasileiros, apresentou um grande polimorfismo, comparada a estudos realizados em outros países da América, como no México, Venezuela e Colômbia; o estudo confirmou que diferentes origens genéticas e geográficas podem contribuir significativamente para diferenças na distribuição dos alelos HLA-B27 na população brasileira / Abstract: At moment, 25 alleles of B27 (HLA- B*2701 to B*2724) have been identified, and some of them (B*2702, B*2704, B*2705 and B*2707) are clearly associated with AS (REVEILLE et al., 2001). The most common HLA-B27 allele in the healthy population and in populations with ankylosing spondylitis is the B*2705, followed by B*2702 which is a restricted allele in Caucasian population. The B*2704 and B*2707 alleles are frequent in Asiatic populations and the B*2703 allele in Africans populations. The aim of this study was to identify the frequency of the HLA-B27 alleles in a population of Brazilian patients with AS and to compare with a population of normal individuals HLA-B27 positives. The study was carried out on 108 patients classified as AS according with the modified New York criteria who attended the outpatient clinic of the Rheumatology of Unit, the State University of Campinas and 111 HLA-B27 positive controls, retrieved from healthy blood donors and solid organ or hematopoietic stem cell transplantation donors who attended the Transplant Immunogenetic Laboratory of the Department of Clinical Pathology of the State University of Campinas and the Laboratory of Molecular Immunology of the State University of São Paulo at Ribeirão Preto. HLA-B27 alleles were typed in the Laboratory of Rheumatology using polymerase chain reaction amplified DNA hybridized with sequence specific high-resolution B27 Primers - PCR-SSP- (HLA-B*2701 to HLA-B*2721) (Dynal, Biotech Ltd., UK). HLA-B*2705 was the most common, allele in 90% of the patients and 80% of the controls, followed by the HLA-B*2702, observed in 8% of the patients and 10% of the controls. HLA-B*2713 was found in one patient and in one control. HLA-B*2704 was identified in one patient, and it was absent in the control population. HLA-B*2703 (6%) and HLA-B*2707 (3%) alleles were observed only in the controls. Statistical correlation was established between family history of AS and the HLA-B*2702 allele (p=0.035), B*2703 allele and the African-Brazilians (p=0.028), and the presence of the B*2703 and B*2707 alleles and the control group (p=0.0086). In conclusion, we found that the B*2702, B*2704, B*2705 and B*2713 alleles are related to AS in the Brazilian population but more data would be necessary regarding the B*2713 to confirm the association of this allele with the disease; the B*2703 e B*2707 alleles are associated in a negative form to AS in the sample population studied; the B*2703 allele might be influencing AS frequency in the control population studied ; the distribution of B27 alleles in the population sample did not differ from other Caucasian populations with AS in which B*2705 and B*2702 are the predominant alleles; the results demonstrated that the population study sample composed of Caucasians and African-Brazilians presented a great polymorphism compared the study realized in country the American, with the México, Venezuela e Colombia. This study confirmed that different genetic and geographical origins could contribute significantly to the differences in the distribution of the HLA-B27 alleles in the Brazilian population / Doutorado / Clinica Medica / Doutor em Clínica Médica
4

Avaliação postural computadorizada de colaboradores no ambiente de trabalho

Perigolo, Jefferson Burgo [UNESP] 24 February 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:07Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-02-24Bitstream added on 2014-06-13T20:29:54Z : No. of bitstreams: 1 perigolo_jb_me_botfm.pdf: 1416980 bytes, checksum: c4f092e79630c902e17f696af9023ee8 (MD5) / Fundação Amaral Carvalho / Postura é a disposição relativa do corpo exercendo atividade específica em determinado momento, composto de posições das diferentes articulações. De forma geral, a postura correta é a posição na qual um estresse mínimo é imposto sobre cada articulação. Avaliação postural é importante para mensurarmos os déficits e desequilíbrios do corpo, que estão sendo causados pela postura inadequada e agir para sua correção. Coluna vertebral tem sido tema de muitos estudos já que ela é o eixo do corpo que deve conciliar a rigidez e a flexibilidade. O indivíduo sentado em postura incorreta com flexão anterior do tronco, falta de apoio lombar e falta de apoio do antebraço pode ter alterações potencializadas, sendo que a pressão intradiscal aumenta para mais de 70%. Quando falamos em postura sentada, relata-se que é maior a pressão sobre os discos intervertebrais quando adotada essa postura, cerca de 40% a mais que a posição ortostática. Estudo em autopsias indicou que quando os discos eram inclinados para frente em 8º, a pressão intradiscal era aumentada em 1,5 kg/cm2, correspondendo a aproximadamente 20 kg de carga externa. Quando se aumenta a inclinação para frente do assento da cadeira, a coluna lombar se estende , com 5º de inclinação do assento o individuo sentado apresenta apenas 25º de flexão lombar, podendo ser reduzida a 15º com o assento inclinado a 15º para frente. Analisar a postura e ergonomia no local de trabalho dos colaboradores da Universidade Corporativa do Hospital Amaral Carvalho e a possível influência na qualidade de vida, identificando posturas errôneas que podem causar Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho e através dos resultados criar meios de correção. Ao inicio do trabalho foi empregado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Foram coletadas as imagens em uma... / Posture is the provision for exercising specific activity of the body at any given time, consisting of different positions of the joints. In general, the correct posture is the position in which a minimal stress is imposed on each joint. Postural evaluation is important to measure the deficits and imbalances of the body that are caused by poor posture and act to correct it. Spine has been the subject of many studies since it is the axis of the body that must reconcile the rigidity and flexibility. The person sitting in poor posture with flexion of the trunk, lack of lumbar support and lack of support of the forearm can be potentiated changes, and intradiscal pressure increases to more than 70%. When we talk about sitting posture, it is reported that there is greater pressure on the intervertebral discs when adopted this approach, about 40% more than the standing position. Autopsy study indicated that when the disks were inclined forward at 8º, intradiscal pressure was increased by 1.5 kg/cm2, corresponding to approximately 20 kg of external load. When increasing the bending forward of the seat of the chair, the lumbar spine extends, with 5º tilt of the seat the individual sitting has only 25 degrees of lumbar flexion, which can be reduced to 15º with the seat tilted 15º forward. To analyze posture and ergonomics in the workplace of employees of the University Corporate Hospital Amaral Carvalho and possible influence on the quality of life by identifying faulty postures that can cause work-related musculoskeletal disorders through the results and create a means of correction. At the beginning of the work we employed the term of consent. Images were collected on a standard workstation, where individuals were photographed standing, sitting sitting horizontal and inclined at 18 °. The images were transferred to the Postural Assessment... (Complete abstract click electronic access below)
5

Avaliação postural computadorizada de colaboradores no ambiente de trabalho /

Perigolo, Jefferson Burgo. January 2012 (has links)
Orientador: Paulo Eduardo de Abreu Machado / Banca: Ildeberto Muniz de Almeida / Banca: Stela Neme Daré de Almeida / Resumo: Postura é a disposição relativa do corpo exercendo atividade específica em determinado momento, composto de posições das diferentes articulações. De forma geral, a postura correta é a posição na qual um estresse mínimo é imposto sobre cada articulação. Avaliação postural é importante para mensurarmos os déficits e desequilíbrios do corpo, que estão sendo causados pela postura inadequada e agir para sua correção. Coluna vertebral tem sido tema de muitos estudos já que ela é o eixo do corpo que deve conciliar a rigidez e a flexibilidade. O indivíduo sentado em postura incorreta com flexão anterior do tronco, falta de apoio lombar e falta de apoio do antebraço pode ter alterações potencializadas, sendo que a pressão intradiscal aumenta para mais de 70%. Quando falamos em postura sentada, relata-se que é maior a pressão sobre os discos intervertebrais quando adotada essa postura, cerca de 40% a mais que a posição ortostática. Estudo em autopsias indicou que quando os discos eram inclinados para frente em 8º, a pressão intradiscal era aumentada em 1,5 kg/cm2, correspondendo a aproximadamente 20 kg de carga externa. Quando se aumenta a inclinação para frente do assento da cadeira, a coluna lombar se estende , com 5º de inclinação do assento o individuo sentado apresenta apenas 25º de flexão lombar, podendo ser reduzida a 15º com o assento inclinado a 15º para frente. Analisar a postura e ergonomia no local de trabalho dos colaboradores da Universidade Corporativa do Hospital Amaral Carvalho e a possível influência na qualidade de vida, identificando posturas errôneas que podem causar Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho e através dos resultados criar meios de correção. Ao inicio do trabalho foi empregado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Foram coletadas as imagens em uma... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Posture is the provision for exercising specific activity of the body at any given time, consisting of different positions of the joints. In general, the correct posture is the position in which a minimal stress is imposed on each joint. Postural evaluation is important to measure the deficits and imbalances of the body that are caused by poor posture and act to correct it. Spine has been the subject of many studies since it is the axis of the body that must reconcile the rigidity and flexibility. The person sitting in poor posture with flexion of the trunk, lack of lumbar support and lack of support of the forearm can be potentiated changes, and intradiscal pressure increases to more than 70%. When we talk about sitting posture, it is reported that there is greater pressure on the intervertebral discs when adopted this approach, about 40% more than the standing position. Autopsy study indicated that when the disks were inclined forward at 8º, intradiscal pressure was increased by 1.5 kg/cm2, corresponding to approximately 20 kg of external load. When increasing the bending forward of the seat of the chair, the lumbar spine extends, with 5º tilt of the seat the individual sitting has only 25 degrees of lumbar flexion, which can be reduced to 15º with the seat tilted 15º forward. To analyze posture and ergonomics in the workplace of employees of the University Corporate Hospital Amaral Carvalho and possible influence on the quality of life by identifying faulty postures that can cause work-related musculoskeletal disorders through the results and create a means of correction. At the beginning of the work we employed the term of consent. Images were collected on a standard workstation, where individuals were photographed standing, sitting sitting horizontal and inclined at 18 °. The images were transferred to the Postural Assessment... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
6

Sistema de avaliação e tratamento da coluna lombar com o uso de tração mecânica / System evaluation and treatment of the lumbar spine using mechanical traction

Carvalho, André Sólon de [UNESP] 05 February 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-05-14T16:53:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-02-05Bitstream added on 2015-05-14T16:59:03Z : No. of bitstreams: 1 000825172.pdf: 1169211 bytes, checksum: 6ea62b494664f697da481d8884dc9fd8 (MD5) / Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os distúrbios da coluna vertebral acometem cerca de 85% da população mundial em alguma fase de sua vida, sendo a segunda causa de incapacidade de trabalho na vida adulta. A hérnia de disco lombar é uma das doenças mais frequentes na prática clínica dos neurocirurgiões e ortopedistas, no entanto, o tratamento, ao contrário do que muitos pensam, é a princípio conservador, ou seja, a cirurgia é indicada somente em pacientes com sintomas refratários ao tratamento com fisioterapia e osteopatia, pois é comum o paciente não se recuperar rapidamente, e até 38% dos pacientes operados podem necessitar de novas cirurgias. A tração lombar é uma poderosa ferramenta para o reposicionamento articular e a liberação da compressão nervosa evitando assim, em um grande número de casos, uma intervenção cirúrgica. Neste trabalho foi desenvolvida uma maca capaz de realizar tração lombar mecanicamente monitorada, apresentando três novas metodologias para tratar e avaliar o uso da tração mecânica para a coluna lombar. A primeira, é a utilização de um eletroestimulador funcional (FES), para a correta colocação dos eletrodos de superfície do eletromiógrafo (EMG), fator este que minimiza o erro na coleta de dados. A segunda, é o posicionamento do paciente em decúbito ventral, que favorece a tração devido a anatomia da coluna lombar. A terceira é a tração dinâmica capaz de realizar a tração com movimento contínuo de flexo-extensão. Para avaliar a eficiência do sistema foram avaliados 10 (dez) voluntários, sendo descritos os dados de angulação, magnitude da força ou carga ideal aplicada, tempo e frequência da tração. Conclui-se neste estudo, um melhor aproveitamento dos benefícios da tração lombar e acreditando-se que os valores gerados servem como contribuição para auxílio do tratamento na protrusão e hérnia de disco da coluna lombar / According to World Health Organization (WHO), disorders of the spine affect about 85% of world population at some stage in their life, being the second leading cause of work disability in adulthood. A herniated lumbar disc is one of the most common diseases in clinical practice by neurosurgeons and orthopedic surgeons, however, the treatment, contrary to what many believe is the conservative principle, surgery is indicated only in patients with symptoms refractory to treatment with physiotherapy and osteopathy, as is common for the patient does not recover quickly, and up to 38% of patients may need more surgery. The pull back is a powerful tool to reposition the joint and release of nerve compression, thus avoiding a large number of cases, surgery. For this it developed in this work a stretcher capable of performing lumbar traction, with three innovations: first, the use of an electro (FES) for the correct placement of electrodes surface electromyography (EMG) factor that minimizes the error in data collection. The second is the positioning of the patient in a supine position, a factor that favors the draw, because the anatomy of the lumbar spine. The third, dynamic traction, table has the ability to perform traction during flexion-extension movement. To assess the efficiency of the system were evaluated ten (10) volunteers, data angle, and magnitude of applied force or load ideal, time and frequency drift. The conclusion of this study was a better use of the benefits of lumbar traction and it is believed that the values generated serve as a scientific contribution to aid in the treatment of pathologies of the lumbar spine
7

Sistema de avaliação e tratamento da coluna lombar com o uso de tração mecânica /

Carvalho, André Sólon de. January 2015 (has links)
Orientador: Mauro Pedro Peres / Banca: José Geraldo Trani Brandão / Banca: Eliana Vieira Canettieri / Banca: Marcus Bruno Soares Forte / Banca: Silvio Silvério da Silva / Resumo: Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os distúrbios da coluna vertebral acometem cerca de 85% da população mundial em alguma fase de sua vida, sendo a segunda causa de incapacidade de trabalho na vida adulta. A hérnia de disco lombar é uma das doenças mais frequentes na prática clínica dos neurocirurgiões e ortopedistas, no entanto, o tratamento, ao contrário do que muitos pensam, é a princípio conservador, ou seja, a cirurgia é indicada somente em pacientes com sintomas refratários ao tratamento com fisioterapia e osteopatia, pois é comum o paciente não se recuperar rapidamente, e até 38% dos pacientes operados podem necessitar de novas cirurgias. A tração lombar é uma poderosa ferramenta para o reposicionamento articular e a liberação da compressão nervosa evitando assim, em um grande número de casos, uma intervenção cirúrgica. Neste trabalho foi desenvolvida uma maca capaz de realizar tração lombar mecanicamente monitorada, apresentando três novas metodologias para tratar e avaliar o uso da tração mecânica para a coluna lombar. A primeira, é a utilização de um eletroestimulador funcional (FES), para a correta colocação dos eletrodos de superfície do eletromiógrafo (EMG), fator este que minimiza o erro na coleta de dados. A segunda, é o posicionamento do paciente em decúbito ventral, que favorece a tração devido a anatomia da coluna lombar. A terceira é a tração dinâmica capaz de realizar a tração com movimento contínuo de flexo-extensão. Para avaliar a eficiência do sistema foram avaliados 10 (dez) voluntários, sendo descritos os dados de angulação, magnitude da força ou carga ideal aplicada, tempo e frequência da tração. Conclui-se neste estudo, um melhor aproveitamento dos benefícios da tração lombar e acreditando-se que os valores gerados servem como contribuição para auxílio do tratamento na protrusão e hérnia de disco da coluna lombar / Abstract: According to World Health Organization (WHO), disorders of the spine affect about 85% of world population at some stage in their life, being the second leading cause of work disability in adulthood. A herniated lumbar disc is one of the most common diseases in clinical practice by neurosurgeons and orthopedic surgeons, however, the treatment, contrary to what many believe is the conservative principle, surgery is indicated only in patients with symptoms refractory to treatment with physiotherapy and osteopathy, as is common for the patient does not recover quickly, and up to 38% of patients may need more surgery. The pull back is a powerful tool to reposition the joint and release of nerve compression, thus avoiding a large number of cases, surgery. For this it developed in this work a stretcher capable of performing lumbar traction, with three innovations: first, the use of an electro (FES) for the correct placement of electrodes surface electromyography (EMG) factor that minimizes the error in data collection. The second is the positioning of the patient in a supine position, a factor that favors the draw, because the anatomy of the lumbar spine. The third, dynamic traction, table has the ability to perform traction during flexion-extension movement. To assess the efficiency of the system were evaluated ten (10) volunteers, data angle, and magnitude of applied force or load ideal, time and frequency drift. The conclusion of this study was a better use of the benefits of lumbar traction and it is believed that the values generated serve as a scientific contribution to aid in the treatment of pathologies of the lumbar spine / Doutor
8

Efeitos da biometenergia de praticantes de meditação prânica sobre as dores crônicas de coluna vertebral

Silva, César Augustus Fernandes da 24 February 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2016. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-04-22T14:02:58Z No. of bitstreams: 1 2016_CesarAugustusFernandesSilva.pdf: 2401858 bytes, checksum: acf58d09eaba06d6f97f517f1584e653 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-05-05T20:49:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_CesarAugustusFernandesSilva.pdf: 2401858 bytes, checksum: acf58d09eaba06d6f97f517f1584e653 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-05T20:49:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_CesarAugustusFernandesSilva.pdf: 2401858 bytes, checksum: acf58d09eaba06d6f97f517f1584e653 (MD5) / Introdução: A meditação prânica é uma modalidade de meditação constituída por técnicas de concentração e visualização que presumivelmente permitem ao praticante captar, concentrar e projetar biometenergia (BME) para atuar na manutenção e recuperação da saúde multidimensional, tanto de si mesmo (autocura), como na de outras pessoas, inclusive por meio de tratamento a distância (alterocura). Entende-se por BME o conjunto de energias não-físicas que transcendem o espaço-tempo, não é bloqueável pelas barreiras físicas e podem transmitir intenção. As propriedades da BME, inclusive seus efeitos curativos, ainda são pouco conhecidos. Objetivos: A presente investigação teve como objetivo avaliar os efeitos da BME, tanto a captada ativamente durante as práticas de meditação prânica, como a emitida a distância com intenção de cura, em indivíduos com dores crônicas de coluna, com ou sem ansiedade e depressão, bem como estabelecer algumas de suas propriedades. Metodologia: A investigação compreendeu dois estudos independentes, mas complementares. O primeiro, de série temporal, constou da observação de 49 indivíduos que praticaram meditação prânica por cinco semanas e aprenderam a manipular ativamente BME em seu benefício. O segundo estudo, com delineamento do tipo cross-over, duplo-cego e aleatorizado, foi realizado com 26 indivíduos que receberam, durante três semanas, 12 sessões de cerca de 17 minutos de tratamento a distância com projeção de BME dotada de intenção de cura, realizado por praticante experiente de meditação prânica. Os participantes dos dois estudos apresentavam dores crônicas de coluna, com ou sem manifestações de ansiedade e/ou depressão. Para avaliar a intensidade da dor foram utilizados o questionário de dor de McGill (estudos 1 e 2) e a escala de dor de faces (estudo 2). A ansiedade e a depressão foram avaliadas pelos respectivos inventários de Beck (estudos 1 e 2). A qualidade de vida foi avaliada no estudo 1 mediante o uso do questionário de qualidade de vida desenvolvido pela Organização Mundial da Saúde (WHOQOL–BREF). O campo biometenergético foi mensurado antes e após cada sessão de meditação prânica (estudo 1), ou de tratamento a distância (estudo 2), e foram captadas imagens termográficas das costas dos participantes durante os tratamentos com BME e os tratamentos simulados, utilizando-se câmara sensível à radiação infravermelha (estudo 2). Resultados: No primeiro estudo, após cinco semanas de práticas de meditação prânica, os participantes apresentaram redução significativa das dores crônicas de coluna (p<0,0001) e das manifestações de ansiedade (p=0,006) e depressão (p=0,0007), e melhora da qualidade de vida (p<0,0001). Em paralelo à melhora das condições clínicas, observou-se aumento do campo biometenergético dos participantes (p<0,0001) nos sujeitos que praticaram a meditação com assiduidade. Os resultados do segundo estudo mostraram que três semanas de tratamento a distância com BME foram capazes de reduzir as dores crônicas (p=0,02) e as manifestações de ansiedade ajustada pela depressão (p<0,001), bem como das manifestações de depressão ajustada pela ansiedade (p=0,003). Após cada sessão de tratamento com BME, os participantes apresentaram melhora da intensidade da dor, avaliada pela escala de dor de faces (p=0,01), o que não ocorreu com aqueles que receberam tratamento simulado. Também foi possível observar significativa ampliação do campo biometenergético (p=0,001) e aumento da temperatura cutânea ao longo da coluna vertebral (p<0,001) nos sujeitos tratados com BME, mas não nos que receberam tratamento simulado. Conclusões: A presente investigação mostrou que tanto a captação ativa de BME por praticantes recentes de meditação prânica, como a emissão de BME com intenção de cura por praticante experiente de meditação prânica, tiveram efeitos benéficos em indivíduos com dor crônica, com ou sem manifestações de ansiedade e/ou depressão. Nossos resultados indicam que o tratamento a distância com BME emitida com intenção de cura, mas não o tratamento simulado, foi capaz de aumentar a temperatura corpórea ao longo da coluna vertebral e ampliar o campo biometenergético dos sujeitos do estudo. Estes achados podem ser considerados como potenciais marcadores da eficiência de tratamentos biometenergéticos. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: Pranic meditation is a modality of meditation whose techniques allow the practitioner purportedly to capture, concentrate, and project biometenergy (BME), capable to act for the maintenance and recovery of multidimensional health, both of ourselves (self-healing), and of other people (alter-healing), including by means of treatments at a distance. It is postulated that BME is an array of non-physical energies that transcend space-time, are not blocked by physical barriers and can convey intention. The properties of BME, including its healing effects, are poorly understood. Objectives: The present investigation aimed at evaluating the effects of BME, both that actively captured by pranic meditation practitioners, as well as that projected at a distance by them, on chronic back pain, anxiety, and depression, as well as to establish some of its properties. Methodology: The investigation comprised two independent but complementary studies. The first one, a temporal series study, consisted of the observation of 49 recent pranic meditation practitioners suffering of chronic back pain, who learned how to actively manipulate BME to benefit them, during a period of 5-week of meditation practices. The second study was a randomized, cross-over, double-blind evaluation of 26 individuals, who were treated at a distance with 12 sessions of about 17 minutes each, provided by a experienced practitioner of pranic meditation, who projected to them BME with healing intention. The participants of both studies presented chronic back pain with or without anxiety and/or depression. To evaluate pain intensity both the McGill questionnaire (studies 1 and 2) and the faces pain scale (study 2) were used, while anxiety and depression were assessed by the Beck Anxiety Inventory and the Beck Depression Inventory, respectively (studies 1 and 2). The quality of life of the subjects of study 1 was evaluated by means of the questionnaire adopted by the World Health Organization (WHOQOL-BREF). To evaluate the properties of BME, the biometenergetic field was measured before and after each session of pranic meditation (study 1), or of treatment at a distance (study 2), and thermographic images from the back of patients were captured by an infrared-sensitive camera during BME or sham treatments (study 2). Results: In the first study, the participants presented a significant improvement of their manifestations of chronic pain (p<0.0001), anxiety (p=0.006), and depression (p=0.0007), as well as of their quality of life (p<0.0001), after 5 weeks of pranic meditation practice. In parallel with these improvements, a significant increment of the biometenergetic field (p<0.0001) of the practitioners was observed. The results of the second study showed that three weeks of BME treatment at a distance with healing intention were able to significantly reduce chronic back pain (p=0.02), and the manifestations of anxiety adjusted by depression (p<0.001), and depression adjusted by anxiety (p=0.003). After each session of BME treatment, but not of sham treatment, the subjects presented a significant decrease of pain intensity (p=0.01), as assessed by the faces pain scale. It was also observed a significant increase of the biometenergetic field (p=0.001), and of the skin temperature alongside the vertebral column (p<0.001) in the subjects treated with BME, but not in those submitted to sham treatment. Conclusions: The present investigation showed that both the active manipulation of BME by recent practitioners of pranic meditation, and the passive reception of BME with healing intention provided by an experienced pranic meditation practitioner, had beneficial effects on individuals with chronic back pain with or without associated anxiety and/or depression. Our results indicate that the projection of BME with healing intention, but not the sham treatment, increased the skin temperature alongside the vertebral column and expanded the biometenergetic field of the subjects who were submitted to its action. These findings allow us to consider these procedures as possible markers to evaluate the effect of biometenergetic treatments, something that does not exist nowadays.
9

Efeitos de um programa educacional de autocuidado de coluna em idosos da comunidade com dor lombar crônica

Rios, Júlia Catarina Sebba 29 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação Strictu-Sensu em Educação Física, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-11-28T15:35:01Z No. of bitstreams: 1 2014_JuliaCatarinaSebbaRios.pdf: 1791109 bytes, checksum: 91399313c4760259698baade513a4bb0 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-11-28T19:24:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_JuliaCatarinaSebbaRios.pdf: 1791109 bytes, checksum: 91399313c4760259698baade513a4bb0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-28T19:24:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_JuliaCatarinaSebbaRios.pdf: 1791109 bytes, checksum: 91399313c4760259698baade513a4bb0 (MD5) / Dor lombar crônica não específica (DLCNE) é uma das condições mais comuns e terapeuticamente desafiadoras que atingem os idosos, e está associada a consequências adversas incluindo incapacidade funcional e aumento do uso de recursos de saúde. O autotratamento é visto como uma das formas de tratamento apropriado da DLCNE. Este estudo teve por objetivo verificar os efeitos de um programa educacional de autocuidado de coluna, na dor e na incapacidade em idosos da comunidade com DLCNE. Dois Centros de Convivência de Idosos (CCIs) do Distrito Federal foram escolhidos e divididos por meio de sorteio em grupo experimental (GE n = 42) e controle (GC n = 31). A intervenção consistiu na entrega de uma Cartilha de Autocuidado de Coluna e três workshops semanais. Foram variáveis dependentes: 1. intensidade da dor (EVN e EQD), 2. capacidade funcional relacionada à DL (RMQ), 3. número de pontos de dor (diagrama corporal), 4. frequência de uso de medicação para DL. Houve avaliação pré e após 1 mês da primeira avaliação, para análise dos dados intragrupo foi utilizado o Teste de Wilcoxon e para a análise intergrupo o Teste U de Mann-Whitney. Na avaliação intragrupo foi observada no GE diminuição significativa (todos p < 0,001) com grandes tamanhos de efeito (todos TE [maior ou igual a] 0,63) de todos os parâmetros avaliados, fato não observado no GC. Quanto à análise intergrupo houve melhora significativa de todas as variáveis dependentes (todos p < 0,001) com tamanhos de efeitos grandes no GE para: 1. EVN (TE = 0,65) e EQD (TE= 0,55), 2. RMQ (TE = 0,65), 3. número de pontos de dor (TE = 0,73), e tamanho de efeito moderado para: 4. frequência de uso de medicação para DL (TE = 0,46). Os resultados em curto prazo deste programa educacional de autocuidado de coluna demonstram eficácia em reduzir dor e incapacidade em idosos da comunidade com DLCNE e apontam a Cartilha, juntamente com os workshops, como ferramenta capaz de gerar independência no cuidado da DL. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Chronic non specific low back pain (CNLBP) is one of the most commonand therapeutically challenging conditions that affect the elderly, and isassociated with adverse consequences including disability and increaseduse of health resources. Self-management is seen as one way of propertreatment of CNLBP. This study aimed to investigate the effects of aneducational self-care program of spine in the control of pain and disabilityin older adults with CNLBP. Two of the Community Center for the Elderly(CCEs) of the Federal District were chosen and divided by sortition into anexperimental group (EG n = 42) and control (CG n = 31). The intervention consisted of the delivery of a Self-Care Handbook of Spine and threeweekly workshops. Dependent variables were: 1. intensity of pain (VNSand QSP), 2. functional capacity related to LBP (RMQ), 3. number of painpoints (body diagram), 4. frequency of medication use for LBP. There was evaluation before and after 1 month of the first evaluation, to intragroupanalysis of data evaluation was used the Wilcoxon test and for intergroupanalysis U Mann-Whitney test. The intragroup evaluation was observed inEG significant decrease (all p <0.001) with large effect sizes (all ES  0.63)for all parameters, fact was not observed in CG. As for intergroup analysisshowed significant improvement in all dependent variables (all p <0.001)with large effect sizes for the EG: 1. VNE (ES = 0.65) and EQD (ES =0.55), 2. RMQ (ES = 0.65), 3. number of pain points (ES = 0.73), andmoderate effect size for: 4. frequency of medication use for LBP (ES =0.46). The short-term results of this educational self-care program of spineshow efficacy in reducing pain and disability in elderly with CNLBP andpoint the Handbook, along with the workshops, as a tool able to generateindependence in the care of LBP.

Page generated in 0.0809 seconds