• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 56
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 63
  • 63
  • 36
  • 19
  • 18
  • 13
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Técnicas de amostragem aplicadas pelas empresas de auditoria independente de Santa Catarina /

Cunha, Paulo Roberto da, Beuren, Ilse Maria, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2005 (has links) (PDF)
Orientadora: Ilse Maria Beuren. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
2

Uso dos controles de gestão em micro e pequenas madeireiras do estado de Roraima /

Melo, Mariano Terço de, 1969-, Beuren, Ilse Maria, 1957-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2010 (has links) (PDF)
Orientador: Ilse Maria Beuren. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
3

Mudanças nos imperativos da configuração organizacional em decorrência da crise subprime e seus reflexos na controladoria /

Oliveira, Araceli Farias de, 1978-, Beuren, Ilse Maria, 1957-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2011 (has links) (PDF)
Orientador: Ilse Maria Beuren. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
4

Estudo dos controles internos e seus efeitos sobre os indicadores econômico-financeiros em empresas de serviços de informática /

Fernandes, Luciano, Hoeltgebaum, Marianne, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2008 (has links) (PDF)
Orientador: Marianne Hoeltgebaum. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
5

Compartilhamento de informações ajustando demonstração de fluxo de caixa e demonstração de origens e aplicações de recursos /

Borges, Edson José, Tinoco, João Eduardo Prudêncio, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2005 (has links) (PDF)
Orientador: João Eduardo Prudêncio Tinoco. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
6

Metodologia para implementação de sistema de controladoria

Piai, Marilda Aparecida Brandão January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T15:35:49Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T17:53:00Z : No. of bitstreams: 1 174940.pdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / O crescente aumento da competitividade verificado no cenário econômico nacional e as constantes mudanças no ambiente organizacional fazem com que as empresas procurem desenvolver instrumentos de tomadas de decisões visando manter ou mesmo aumentar sua participação no mercado. Este trabalho tem por objetivo propor uma sistemática para implementação de um Sistema de Controladoria, abrangendo desde conceitos envolvidos em sua definição até sua efetiva utilização dentro da empresa. Para esta finalidade, o trabalho ressalta a importância da Controladoria, que detém papel fundamental como condutora do processo de planejamento, organização, controle, comunicação e motivação que converge para o sistema de informações gerenciais. Nesse contexto, apresentam-se os pontos principais que devem ser considerados para a implementação de controles focalizados nos sistemas Contas a Pagar, a Receber, Contabilidade, Caixa e Suprimentos. A metodologia de implementação de um Sistema de Controladoria permite o monitoramento e a visualização da performance da empresa através do planejamento estratégico estabelecido para o sucesso da organização. Na atual realidade econômica, a utilização desta metodologia nas empresas poderá representar um diferencial na qualidade dos serviços prestados e nas informações gerenciais necessárias para a tomada de decisões e para o acompanhamento e realinhamento da estratégia estabelecida pela organização.
7

Proposta de modelo de controle dos recursos financeiros gerados nas instituições de apoio no âmbito da Universidade Federal do Ceará

Lima, Alexandre Oliveira January 2006 (has links)
LIMA, Alexandre Oliveira. Proposta de modelo de controle dos recursos financeiros gerados nas instituições de apoio no âmbito da Universidade Federal do Ceará. 2006. 134, [11] f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado, Fortaleza-CE, 2006. / Submitted by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-12-21T18:21:16Z No. of bitstreams: 1 2006_dis_aolima.pdf: 501110 bytes, checksum: a8bb470e2eb57c67adcf8a71f2f79a8f (MD5) / Approved for entry into archive by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-12-22T17:12:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_dis_aolima.pdf: 501110 bytes, checksum: a8bb470e2eb57c67adcf8a71f2f79a8f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-22T17:12:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_dis_aolima.pdf: 501110 bytes, checksum: a8bb470e2eb57c67adcf8a71f2f79a8f (MD5) Previous issue date: 2006 / The main purpose of this research is to propose a model to control the financial resources generated by Institutions that provide support within Federal University of Ceará (UFC). The proposal was based on the procedures that would have to be used from the organizacional context of the UFC, with intention to offer a greater transparency upon the application of the projects resources, which financial management is carried through the Institutions of Support within UFC. In order to have a control more effective, it is suggested to increase the staff members in the unit of Internal Auditorship of the UFC. The importance of such model goes beyond the control of the financial resources; it tries to find an alternative way of financing since the constant reductions of the financial resources that comes from Federal Government. To validate this study, was conducted a bibliographical revision of the available reading about this regard including a datacollecting with a survey applied to the controllers of those institutions within UFC. The conclusion of the research indicates that the current actions and tools of control of these generated financial resources could be better in order to improve the efficiency and the effectiveness of the financial resources management. This proposal will be able to bring advantages to university, since it realizes an effective control of the financial resources generated in the Institutions of Support within UFC, the control of its staff members and also the control of the research projects, extension and in progress graduate programs. / O objetivo do trabalho é propor um modelo de controle dos recursos financeiros gerados nas Instituições de Apoio no âmbito da Universidade Federal do Ceará (UFC). A sugestão do modelo baseou-se na observação dos procedimentos que deveriam ser utilizados a partir do contexto organizacional da UFC, com o intuito de oferecer maior transparência na aplicação dos recursos dos projetos, cuja administração financeira é realizada nas Instituições de Apoio no âmbito da UFC. Para que o controle tenha mais efetividade, sugere-se a ampliação do quadro de pessoal da unidade de Auditoria Interna da UFC. A importância de tal modelo vai além do controle dos recursos financeiros, busca disciplinar uma alternativa de financiamento diante das constantes reduções dos recursos repassados pelo Governo Federal. Para a viabilização deste trabalho, foi realizada revisão bibliográfica da leitura disponível sobre o tema com levantamento de dados em fontes apropriadas e foram aplicados questionários com os dirigentes das Instituições de Apoio no âmbito da UFC. A conclusão da pesquisa indica que as atuais ações e ferramentas de controle dos recursos financeiros gerados nas Instituições de Apoio no âmbito da UFC poderão ser aperfeiçoadas para melhorar a eficiência e a eficácia da gestão dos recursos financeiros citados. O modelo proposto poderá trazer vantagens para a universidade, realizando o efetivo controle dos recursos financeiros gerados nas Instituições de Apoio no âmbito da UFC, o controle dos servidores envolvidos e, ainda, controlar os projetos de pesquisa, extensão e pós-graduação em andamento.
8

O bom controle público e as cortes de contas como tribunais da boa governança

Ferreira Júnior, Adircélio de Moraes January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-09-08T04:07:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 333913.pdf: 1481136 bytes, checksum: a94db0f5cbc39ab712ba103966e3e376 (MD5) Previous issue date: 2015 / O funcionamento do Poder Público implica uma atividade financeira, de caráter instrumental, cuja finalidade é arrecadar recursos para devolvê-los à sociedade por meio da prestação de serviços públicos. Dentre os princípios e valores constitucionais consagrados pelo Estado brasileiro, encontram-se a justiça financeira e o direito fundamental à boa administração e governança pública, que devem nortear toda a atuação estatal, desde a elaboração até a execução orçamentária. Essa vinculação impõe a eficiência e eficácia do agir do Estado por meio de suas políticas públicas de tributação e de gasto. Os Tribunais de Contas, por sua vez, como órgãos titulares da função de controle da administração pública, colocam-se na posição de promotores ou garantidores do cumprimento desses compromissos constitucionais, devendo cobrar esse engajamento e a adoção de uma boa governança pública por parte de seus jurisdicionados. Essa postura demanda por parte daqueles órgãos um novo paradigma de controle, mais eficiente, eficaz, racional e abrangente, que se traduz na ideia de bom controle público, alçado também à condição de direito fundamental na sociedade contemporânea. A partir da construção dessa nova concepção de controle, e após traçar um diagnóstico do déficit de legitimidade de que padecem as Cortes de Contas brasileiras, o que se sugere no presente trabalho são alguns prognósticos no sentido do redimensionamento material e procedimental dessas instituições, visando combater as anomalias da atuação estatal causadoras de injustiças, notadamente a ineficiência, a ineficácia e a corrupção, de forma que as Cortes de Contas se convertam em verdadeiros Tribunais da Boa Governança Pública.<br> / Abstract : The operation of the Government involves a financial activity, that has an instrumental character and whose purpose is to raise funds to return them to society through the provision of public services. Among the constitutional principles and values enshrined by the Brazilian State, are the financial justice and the fundamental right to good public administration and governance, which should guide all the actions of the State, from the preparation to the budget execution. This link requires the efficiency and effectiveness of State acting through its public policies of taxation and expenditure. The Courts of Accounts, in turn, as organs holders of the control function over the public administration, are placed in the position of promoters or guarantors of the compliance with these constitutional commitments and must demand this engagement and the adoption of good public governance from those who are under their jurisdiction. This attitude demands from those organs a new paradigm of control, more efficient, effective, rational and comprehensive, which means the idea of good public control, also elevated to a fundamental right condition in contemporary society. From the construction of this new conception of control, and after tracing a diagnosis of legitimacy deficit suffered by Brazilian Courts of Accounts, which is suggested in this essay are some measures towards the material and procedural resizing of these institutions, in order to combat anomalies of State action that cause injustice, especially inefficiency, ineffectiveness and corruption, so that the Courts of Accounts turn themselves into true Courts of Good Public Governance.
9

Estrutura de propriedade e qualidade da governança corporativa: uma análise da empresa brasileira

Brandão, Isac de Freitas January 2014 (has links)
BRANDÃO, Isac de Freitas. Estrutura de propriedade e qualidade da governança corporativa: uma análise da empresa brasileira. 2014. 174 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Mestrado Acadêmico em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2014. / Submitted by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-02-02T13:18:37Z No. of bitstreams: 1 Dissertação de Isac de Freitas Brandão.pdf: 2090087 bytes, checksum: bc11d9ebff5b1659c80c5fc592b2e612 (MD5) / Approved for entry into archive by Dioneide Barros(dioneidebarros@gmail.com) on 2016-02-02T14:10:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação de Isac de Freitas Brandão.pdf: 2090087 bytes, checksum: bc11d9ebff5b1659c80c5fc592b2e612 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-02-02T14:10:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação de Isac de Freitas Brandão.pdf: 2090087 bytes, checksum: bc11d9ebff5b1659c80c5fc592b2e612 (MD5) Previous issue date: 2014 / This study investigated the relationship between ownership structure and corporate governance quality in the largest public companies in Brazil. The literature indicates that shareholders pursue higher stakes to increase monitoring on the management and/or obtaining private benefits of control. The different interests of shareholders, depending on their shareholdings’ position and their nature can affect the governance quality of companies, suggesting the hypothesis that the ownership structure is affecting the level of adoption of voluntary corporate governance practices by public companies from Brazil, according to the purpose of the expropriation effect and the substitution effect. The sample included 85 of the 100 largest companies listed on the BM&FBovespa in the period between 2010 and 2013. We measured he corporate governance quality by an index composed of 28 recommended practices on the main codes of good corporate governance practices in Brazil – Índice de Qualidade da Governança Corporativa (IQGC). We analyzed the ownership structure from ownership concentration, nature of the principal shareholders and corporate control characteristics. The relationship between the variables of ownership structure and the IQGC was tested via regression analyzes, using three econometric modeling: ordinary least squares, generalized least squares and generalized method of moments systemic. The estimates revealed that the concentration of ownership and control affect negatively the IQGC, especially in high levels of concentration. About the nature of principal shareholders, the IQGC is lower when there is a higher share of another company or persons in control of the companies, compared with other types of shareholders. The analysis of the shareholding control corroborates with previous analyzes, indicating that the voting and cash flow rights of controller shareholders and the control exercised by another company or a family are related with less IQGC. Moreover, the dispersed ownership and the absence of a majority shareholder are associated with increasing the corporate governance quality, while the separation between voting rights and cash flow rights of both main and controller shareholders do not affects the IQGC. These results suggest that corporate governance quality of the largest public companies in Brazil depends of their ownership structure. The negative relationship between ownership concentration and the presence of a controlling shareholder with IQGC is more compatible with the substitution effect, indicating that controlling shareholders may be using his power over the management as a substitute for other voluntary practices of corporate governance, although one cannot exclude a possible expropriation. The negative relationship between the IQGC and the control exerted by corporate groups and families may be reflective of the strategic interests of these shareholders, suggesting the effect of expropriation, or just a consequence of the effect substitution because their most control power. / Este trabalho investigou a relação entre estrutura de propriedade e qualidade da governança corporativa nas maiores companhias de capital aberto do Brasil. A literatura indica que os acionistas buscam maiores participações societárias para aumentar o monitoramento sobre a gestão e/ou para auferir benefícios privados do controle. Os diferentes interesses dos acionistas, dependendo de suas participações acionárias e de sua natureza, podem afetar a qualidade da governança das companhias, sugerindo-se a hipótese de que a estrutura de propriedade esteja afetando o nível de adoção das companhias de capital aberto do Brasil às práticas voluntárias de governança corporativa, segundo o efeito expropriação e o efeito substituição. A amostra compreendeu 85 das 100 maiores companhias listadas na BM&FBovespa no período entre 2010 e 2013. A qualidade da governança foi mensurada por meio de um índice composto por 28 práticas recomendadas nos principais códigos de boas práticas de governança corporativa do Brasil – Índice de Qualidade da Governança Corporativa (IQGC). A estrutura de propriedade foi analisada a partir da concentração acionária, da natureza dos principais acionistas e de características do controle societário. A relação entre as variáveis de estrutura de propriedade e o IQGC foi testada por meio de análises de regressão, utilizando-se três modelagens: mínimos quadrados ordinários, mínimos quadrados generalizados e método generalizado de momentos sistêmico. As estimações revelaram que a concentração de propriedade e de controle afeta negativamente o IQGC, sobretudo em elevados índices de concentração. Quanto à natureza dos principais acionistas, o IQGC é menor quando há uma maior participação de outra empresa ou de pessoas físicas no controle das companhias, em comparação com os demais tipos de acionistas. A análise do controle societário corrobora com as análises anteriores, indicando que direitos de voto e de fluxo de caixa dos controladores e o controle exercido por outra empresa e por famílias estão relacionados ao menor IQGC. Ademais, o controle disperso e a ausência de um acionista majoritário estão associados à melhora da qualidade da governança corporativa, enquanto a separação entre direitos de voto e de fluxo de caixa dos principais acionistas e do acionista controlador não afetam o IQGC. Estes resultados sugerem que a qualidade da governança corporativa das maiores empresas de capital aberto no Brasil depende de sua estrutura de propriedade. A relação negativa da concentração acionária e da presença de um acionista controlador com IQGC é mais compatível com o efeito substituição, indicando que os acionistas controladores podem estar usando a seu poder sobre a gestão como um substituto para outras práticas voluntárias de governança corporativa, embora não se possa excluir uma possível expropriação. A relação negativa entre o IQGC e o controle exercido por grupos empresariais e famílias pode ser reflexo dos interesses estratégicos desses acionistas, sugerindo o efeito expropriação, ou apenas uma consequência do efeito substituição, por causa de seu maior poder de controle.
10

Gestão financeira das agências reguladoras estaduais multissetoriais: análise, perspectiva e desafios

Negreiros, Josiany Melo January 2014 (has links)
NEGREIROS, Josiany Melo. Gestão financeira das agências reguladoras estaduais multissetoriais: análise, perspectiva e desafios. 2014. 106 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2014. / Submitted by Dioneide Barros (dioneidebarros@gmail.com) on 2016-03-21T17:21:03Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_jmnegreiros.pdf: 693896 bytes, checksum: bcecafb3a3f7e32dc43272fbd807960a (MD5) / Approved for entry into archive by Dioneide Barros(dioneidebarros@gmail.com) on 2016-03-23T13:34:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_jmnegreiros.pdf: 693896 bytes, checksum: bcecafb3a3f7e32dc43272fbd807960a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-23T13:34:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_jmnegreiros.pdf: 693896 bytes, checksum: bcecafb3a3f7e32dc43272fbd807960a (MD5) Previous issue date: 2014 / In a context of administrative reforms to public administration, Brazil underwent changes in the 1990s with the objective of reducing red tape and of approximating the public management to the standards of the private sector. For more efficient management, it was necessary the downsizing of public administration, transferring to the private sector activities that could be controlled by the market. Thus, several utilities concessionaires were privatized, and regulatory agencies were created to ensure the quality of their services. To fulfill this mission, the agencies should be provided with administrative and financial autonomy, exempting therefore political interference in their activities. Thus, noting the need for financial autonomy and the consequent self-sufficiency of resources that should be granted to independent regulatory agencies, this study aimed to analyze the multisectoral state regulatory agencies under the financial perspective in the light of the proposed model in the literature and the expected evolution of the reality of regulation in Brazil. For this analysis, we used bibliographical research and field survey with the application in 19 state agencies. After grouped, summarized and compared with the applied literature, the survey results identified the lack of financial autonomy for state agencies in most cases, be it related to the need of resources or freedom to manage their allocation. In this sense, 88% of the agencies that took the survey found that the bureaucracy itself and the barriers created by their state governments are the major obstacles to the implementation of its resources. Moreover, it was observed that some state agencies have evolved institutionally and that there are still many challenges to overcome. / Num contexto de reformas administrativas à gestão pública, o Brasil passou por alterações na década de 1990 com vistas à redução dos entraves burocráticos e à aproximação da administração pública aos padrões da iniciativa privada. Para uma gestão mais eficiente, fazia-se necessário o enxugamento da máquina pública, transferindo para o setor privado atividades que poderiam ser controladas pelo mercado. Assim, diversas empresas prestadoras de serviços públicos foram privatizadas, tendo sido criadas agências reguladoras para assegurar a qualidade da prestação desses serviços. Para o cumprimento dessa missão, as agências deveriam ser dotadas de autonomia administrativa e financeira, eximindo-se, portanto, de ingerência política em suas atividades. Assim, observando a necessidade de autonomia financeira e a consequente autossuficiência de recursos que deveriam ser próprias das agências reguladoras independentes, o presente estudo objetivou analisar as agências reguladoras estaduais multissetoriais sob a perspectiva financeira, à luz do modelo proposto na literatura e da evolução esperada para a realidade da regulação no Brasil. Para esta análise, foi utilizada pesquisa bibliográfica, documental e de campo, com a aplicação de survey em 19 agências estaduais. Após agrupados, resumidos e comparados com a literatura aplicada, os resultados da pesquisa identificaram a ausência de autonomia financeira para as agências estaduais na maioria dos casos, seja ela relacionada à necessidade de recursos ou de liberdade para gerir sua alocação. Neste sentido, 88% das agências respondentes da pesquisa consideraram que a burocracia própria da gestão pública e os entraves criados por seus Governos Estaduais são os maiores empecilhos à execução de seus recursos. Ademais, observou-se que as agências estaduais pouco evoluíram institucionalmente e que há ainda muitos desafios a superar.

Page generated in 0.092 seconds