• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 553
  • 28
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 4
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 623
  • 207
  • 123
  • 110
  • 99
  • 98
  • 89
  • 83
  • 83
  • 79
  • 77
  • 77
  • 73
  • 73
  • 72
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Um novo modelo de auditoria introduzindo uma metodologia para avaliação da efetividade dos projetos incentivados na Região Nordeste

Flávio Lopes de Morais, Lúcio January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:35:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7912_1.pdf: 1643555 bytes, checksum: e6d4fa493ba8a2b603bf18593122580c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Este trabalho tem por objetivo principal apresentar uma proposta de implantação, nas atividades de auditoria da nova Sudene, de instrumentos voltados para a avaliação do impacto no âmbito econômico e social sobre as linhas de ações que venham a ser implementadas pela nova instituição com o objetivo de cumprir o seu papel institucional. Face ao cenário político e econômico dos últimos anos, Reforma do Estado, extinção da Sudene, proposta de recriação da mesma, urge a necessidade que a auditoria pertencente à nova instituição não mais se limite ao exame do processo, mas, amplie suas avaliações para o resultado. Como os procedimentos realizados pela auditoria da extinta Sudene não alcançavam a efetividade dos projetos por ela examinados, se limitando basicamente ao aspecto da legalidade, a antiga instituição se ressentia por parte da auditoria, de avaliações que permitissem a visualização do impacto econômico e social na região, provenientes dos projetos por ela desenvolvidos. É possível direcionar os trabalhos de auditoria para avaliar a efetividade dos projetos incentivados na região, na medida em que as metodologias voltadas para o impacto sejam inseridas nos seus procedimentos. Os modelos não são excludentes, sendo viável utilizar os dois modelos (processo/resultado) de modo que os trabalhos de auditoria atendam aos aspectos da legalidade, autenticidade, economicidade, eficiência, eficácia e efetividade
2

Fatores determinantes para a eficácia da auditoria interna

Reif, Estelamaris, 1986-, Cunha, Paulo Roberto da, 1977-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração. January 2015 (has links) (PDF)
Orientador: Paulo Roberto da Cunha. / Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau.
3

Auditoria de Avaliação de Gestão:o uso de indicadores de desempenho nos processos de gestão das Unidades Jurisdicionadas da Marinha do Brasil/Jeisom de Melo Fajardo

Fajardo, Jeisom de Melo January 2011 (has links) (PDF)
Orientador: Prof. Stella Regina Reis da Costa , D.Sc. / Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Sistemas de Gestão da Universidade Federal Fluminense como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Gestão / Muitas são as formas e os conceitos teóricos a respeito da auditoria. No setor público ela ganha maior importância, pois trata-se da análise dos atos e fatos que envolvem a gestão de recursos oriundos do contribuinte. Com a introdução de alguns paradigmas / Many are the shapes and the theoretical concepts concerning the audit. In the public sector it becomes more important because it is the analysis of acts and events that involve the management of funds from the taxpayer's pocket. With the introduction of s / Made available in DSpace on 2018-02-14T18:06:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011. Added 1 bitstream(s) on 2019-02-13T19:05:50Z : No. of bitstreams: 1 000009a3.pdf: 1569230 bytes, checksum: 75acc7fd374cce2f0e91dc33c4edbae7 (MD5)
4

Auditoria operacional em projetos públicos do meio ambiente no Estado de Mato Grosso /

Melo, Vander da Silveira, Yoshitake, Mariano, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. January 2004 (has links) (PDF)
Orientador: Mariano Yoshitake. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.
5

Audioría de sistemas: capítulo 1

Mejía, Ronald 02 April 2007 (has links)
Introducción a la auditoría de sistemas.
6

Relação do tamanho, da expertise e da independência do comitê de auditoria com a qualidade da auditoria independente

Teixeira, Bruna January 2016 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2016-12-20T03:16:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 343053.pdf: 1085084 bytes, checksum: 1c300ce8fec3763c6c24b6cc4b72216b (MD5) Previous issue date: 2016 / O objetivo do presente estudo é investigar qual a relação das características do comitê de auditoria: tamanho, expertise e independência, das empresas da BM&FBovespa com a qualidade da auditoria independente. Com respaldos na teoria da agência e em estudos anteriores, formularam-se quatro hipóteses de pesquisa que foram testadas a partir de uma amostra de 129 empresas, em um período de cinco anos (2010-2014), operacionalizado pela estatística multivariada por meio da regressão linear múltipla com dados em painel desbalanceado. A qualidade da auditoria independente foi mensurada pelo índice de qualidade das auditorias (IQUA) desenvolvido por Braunbeck (2010). Constatou-se que comitês de auditoria com pelo menos um membro com expertise em auditoria e com maior proporção de membros independentes tendem a possuir auditorias de melhor qualidade. Os achados corroboram os estudos de Abbott et al. (2003), Vafeas e Waegelein (2007), Hoitash e Hoitash (2009), Bronson et al. (2009) e Robinson e Owens-Jackson (2009). As variáveis tamanho e expertise em contabilidade não foram significativas. Diante desta constatação, nota-se que, órgão reguladores, empresas e demais interessados em formar um comitê de auditoria que busque auditores de maior qualidade devem ter a atenção direcionada para a escolha de membros que não possuam laços familiares ou financeiros com a organização e que tenham experiência prática em auditoria. Assim, o estudo torna-se relevante por oferecer insights sobre os fatores que afetam a qualidade da auditoria e contribui para uma melhor compreensão sobre as formas de aumentar a confiança nas demonstrações contábeis e na profissão de auditor independente. Destaca-se que os resultados devem ser interpretados com cautela, diante das suas limitações quanto a amostra, definição das variáveis, operacionalizações dos testes e do modelo escolhido.<br> / Abstract : The objective of this study is to investigate what is the relation between the audit committee characteristics: size, expertise and independence, of BMF&FBovespa companies with the quality of the independent audit. With the support of the agency theory and in previous studies, there were formulated four hypothesis of research which were tested from an 129 companies sample, in a five year period (2010-2014), made through the support of multivariate statistics by multiple linear regression in an unbalanced panel data. The quality of independent audit was measured by the audit quality index (IQUA) developed by Braunbeck (2010). It was established the audit committees with less than one member with audit expertise and with larger proportion of independent members tend to have higher quality audits. The findings corroborate with the studies of Abbott, et al. (2003), Vafeas and Waegelein (2007), Hoitash and Hoitash (2009), Bronson et al. (2009) and Robinson and Owens-Jackson (2009). The variables size and accounting expertise were not relevant. Thus, it was found that regulatory body, companies and other stakeholders that want to form an audit committee that seeks higher quality auditors should have directed attention to the choice of members who do not have family or financial ties with the organization and have practice experience in auditing. Thus, the study is relevant to offer insight into the factors that affect audit quality and contribute to a better understanding of the ways to increase comprehension in financial statements and in the profession of independent auditor. It is noteworthy that the results should be interpreted with caution, given the limitations on the sample, definition of variables, operationalization of the tests and the model chosen.
7

Auditoria ambiental : um estudo exploratório e o desafio da sua implantação pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco

Felipe Santiago Maia, Antonio January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:36:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7953_1.pdf: 459044 bytes, checksum: 0f350d9022ccb028e1772540eea9a6ff (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / Ultimamente tem crescido a pressão exercida pela sociedade sobre as empresas que não respeitam o meio ambiente. Por esta razão elas estão sendo obrigadas a adotarem uma política de controle, preservação e conservação ambiental com a finalidade de garantir sua continuidade. Uma das formas das empresas evidenciarem seu comprometimento com a questão ambiental, é adotarem um modelo de gerenciamento do sistema ambiental, que inclui técnicas como a auditoria ambiental. Esta última técnica consiste em detectar, analisar e informar a situação real em que se encontra a empresa, no que concerne a conformidade e respeito aos controles existentes. Talvez o seu papel primordial seja contribuir no processo de gestão quando cede informações e dados que auxiliam na tomada de decisão e forma uma massa crítica salutar para quem a utiliza. O principal objetivo deste trabalho é descrever através de um estudo exploratório a técnica de auditoria e o desafio de sua implantação pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. Com o dever e o poder de fiscalizar, observando aspectos da economicidade, eficácia, eficiência e efetividade; além de um respaldo legal contra danos ambientais contidos nas Constituições Federal e Estadual; o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco depara-se com a necessidade de implantar uma auditoria ambiental, esta técnica ao elaborar seus programas, demanda por legislações pontuais que infelizmente são poucas. Os programas de auditoria poderão ser utilizados pelo seu corpo técnico na fase de fiscalização dos recursos públicos e deverão se adaptar às condições e necessidades da instituição, refletindo posteriormente a situação encontrada no relatório final de auditoria. Mesmo considerando-se, em princípio, a escassez tanto da legislação específica quanto da doutrina, pensa-se que a partir da utilização de instrumentos como: auditoria operacional ambiental adotada pelo Tribunal de Contas da União, normas da ISO 14000, relatórios de avaliação do impacto ambiental (AIA) e outros demonstrativos, será possível dispor de informações e sugestões úteis para a elaboração de um programa de auditoria adequado. Após elaboração e implantação de um programa de auditoria eficiente e eficaz, espera-se sua aceitação pelos diretores e pelo corpo técnico, fato este que vem a contribuir para a efetividade da aplicabilidade da técnica. Entende-se que a auditoria ambiental é uma importante técnica para evidenciar a responsabilidade, não tão somente a ambiental; mas também as social e econômica
8

Honorários, Serviços Fora da Área de Auditoria e Independência do Auditor: Evidências nas Companhias Abertas Listadas na Bm&fbovespa

RODRIGUES SOBRINHO, W. B. 14 October 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:13:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7600_DISSERTAÇÃO_WBRS_FINAL20141218-102052.pdf: 1320009 bytes, checksum: 1ffb64bc95da19575a0b3825f29a097b (MD5) Previous issue date: 2014-10-14 / O presente trabalho possui o objetivo de identificar os determinantes dos honorários e serviços fora da área de auditoria, bem como avaliar se a prestação destes serviços conjuntamente com a auditoria das demonstrações financeiras afeta a independência dos auditores externos das companhias abertas brasileiras negociadas na BM&FBovespa. A amostra contempla um total de 180 empresas não financeiras observadas no período de 2010 a 2012. Os resultados indicam que as proxies para esforço e risco elevam os honorários de auditoria, enquanto a governança corporativa apresentou tanto o efeito demanda (elevam os honorários) quanto o efeito risco (reduzem os honorários) dependendo da proxy observada. No que tange a contratação de serviços fora da área de auditoria foi constatado que empresas com maior necessidade de monitoramento e com comitês de auditoria demandam esses serviços, embora o conselho fiscal iniba a contratação dos mesmos. Por fim, as evidências indicam que a prestação de serviços fora da área de auditoria não afeta a independência do auditor. Estes resultados são mantidos mesmo quando observada a probabilidade de ocorrência da modificação no parecer da auditoria relacionada à violação da premissa de continuidade da firma (Going Concern Opinion). Os testes adicionais realizados confirmam a manutenção da independência do auditor, inclusive quando observado o tipo de auditor (não Big4), expectativa de ganhos futuros relacionados a serviços fora da área de auditoria adicionais, empresas consideradas ressalváveis, bem como o efeito de melhores práticas de governança corporativa.
9

Antecedentes da aceitação e adoção da auditoria contínua no setor público brasileiro: O caso do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo / Background to the acceptance and adoption of continuous audit in the brazilian public sector: The case of the Court of Accounts of the State of São Paulo

Miranda, Wender Fraga January 2018 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2018-04-24T17:27:01Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1292179 bytes, checksum: b1966e31c3d887f9ec7610ea06080a92 (MD5) / Approved for entry into archive by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2018-04-24T17:27:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1292179 bytes, checksum: b1966e31c3d887f9ec7610ea06080a92 (MD5) / Approved for entry into archive by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2018-04-24T17:27:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1292179 bytes, checksum: b1966e31c3d887f9ec7610ea06080a92 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-24T17:27:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1292179 bytes, checksum: b1966e31c3d887f9ec7610ea06080a92 (MD5) Previous issue date: 2018 / Seguindo a tendência de incorporar novas tecnologias nos processos de controle, fiscalização e auditoria, um sistema que tem ganhado relevância na atualidade é a Auditoria Contínua (AC). Esta tecnologia possibilita um controle sistemático, prévio e concomitante a ocorrência do fato, baseada fortemente em tecnologia de informação, capaz de fornecer uma garantia contínua sobre a qualidade e credibilidade das informações apresentadas de forma abrangente. No entanto, a implantação deste sistema de auditoria, por envolver aspectos comportamentais e tecnológicos complexos, tem sido objeto de diversas pesquisas ao redor do mundo. Entretanto, apesar da grande gama de pesquisas relacionada ao setor privado, pouco se tem estudado sobre o tema no setor público, sobretudo no contexto brasileiro. Na presente pesquisa, são examinados os fatores que afetam a decisão de um auditor em aceitar a AC, incluindo quatro fatores contextuais a nível institucional (Expectativa de Desempenho, Expectativa de Esforço, Influência Social e Condições Facilitadoras) e quatro características individuais (gênero, idade, experiência e voluntariedade de uso), sob a ótica da Unified Theory of Acceptance and Use of Technology – UTAUT, concebida por Venkatesh et al. (2003). A latência exagerada entre os atos administrativos e, se for o caso, a responsabilização do gestor público pelos desvios de conduta cometidos, decorre do fato de que os períodos de accountability serem retroativos, apesar de, em alguns casos, a auditoria se dar em lapsos temporais menores. Mas, se os sistemas do governo computam as informações em tempo real, que sentido teria auditar essas informações em ciclos amplos de tempo? Por que não fazê-las em tempo real? Assim, emerge o desafio de adoção de novos instrumentos de controle da gestão pública, como a AC. Vale ressaltar que a complexidade deste assunto é aumentada pelo fato de que dois aspectos estão interligados neste processo de uso de novas tecnologias. Em primeiro lugar é necessário compreender a intenção comportamental, ou seja, a aceitação destas novas tecnológicas (antecedentes – foco desta pesquisa) e, num segundo momento, até que ponto essa aceitação resultará em efetivo uso (atitude) destas tecnologias (consequentes). Os resultados indicam que os auditores do TCESP acreditam que a adoção da AC será facilitada pela percepção de utilidade do sistema e pelos ganhos de produtividade no trabalho. Ainda, que o seu esforço associado ao uso da tecnologia será favorável, portanto, aumentando sua intenção de uso da AC. Contrariando os resultados de pesquisas realizadas em organizações privadas, os resultados desta pesquisa sugerem que a Influência Social não é fator discriminante para os auditores aumentarem ou diminuírem sua intenção de usar a AC. Os resultados indicam ainda que, percepções positivas de Condições Facilitadoras aumentam a intenção dos auditores de usarem a tecnologia de AC, mas que essa percepção positiva em relação às Condições Facilitadoras não diminui sua Expectativa de Esforço. / Following the trend of incorporating new technologies in the processes of control, inspection and auditing, one system that has gained relevance at the present time is Continuous Audit (CA). This technology enables a systematic, prior and concomitant control of the occurrence of the event, based heavily on information technology, capable of providing a continuous guarantee on the quality and credibility of the information presented comprehensively. However, the implementation of this audit system, since it involves complex behavioral and technological aspects, has been the object of several surveys around the world. However, despite the wide range of research related to the private sector, little has been studied on the subject in the public sector, especially in the Brazilian context. In the present research, we examine the factors affecting an auditor's decision to accept CA, including four contextual factors at the institutional level (Performance Expectation, Expectation of Effort, Social Influence and Facilitating Conditions) and four individual characteristics (gender, age, experience and willingness to use), from the perspective of the Unified Theory of Acceptance and Use of Technology (UTAUT), designed by Venkatesh et al. (2003). The exaggerated latency between the administrative acts and, if necessary, the accountability of the public manager for the misconduct committed stems from the fact that the periods of accountability are retroactive, although in some cases, the audit takes place in lapses time. But if government systems compute information in real time, what sense would it have to audit that information over long cycles of time? Why not do them in real time? Thus, the challenge of adopting new instruments of public management control, such as CA, emerges. It is worth emphasizing that the complexity of this subject is increased by the fact that two aspects are interconnected in this process of use of new technologies. First, it is necessary to understand the behavioral intention, that is, the acceptance of these new technologies (background - focus of this research) and, secondly, to what extent this acceptance will result in effective use (attitude) of these (consequent) technologies. The results indicate that the TCESP auditors believe that the adoption of CA will be facilitated by the perception of utility of the system and productivity gains at work. Also, that your effort associated with the use of technology will be favorable, therefore, increasing your intention to use the CA. Contrary to the results of research conducted in private organizations, the results of this research suggest that Social Influence is not a discriminating factor for auditors to increase or decrease their intention to use CA. The results also indicate that positive perceptions of Facilitating Conditions increase auditors' intention to use CA technology, but that this positive perception of Facilitating Conditions does not diminish their Expectation of Effort.
10

Enfermeira auditora do Sistema Único de Saúde

Strauch, Fernanda Lapagesse 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2009. / Made available in DSpace on 2012-10-24T12:31:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 275844.pdf: 2617999 bytes, checksum: 5c59060ba6223bf66388a4ed074b6dd9 (MD5) / A necessidade geradora da auditoria de enfermagem foi obter-se o controle dos custos monetários da assistência e a avaliação sistemática da sua qualidade. A auditoria no Sistema Único de Saúde (SUS) iniciou em 1993, com a criação do Sistema Nacional de Auditoria (SNA). Sua origem deve-se ao crescimento de fraudes criminosas e desvios graves com a evasão de recursos financeiros. A questão norteadora desta pesquisa foi: #O que fazem os(as) enfermeiros(as) auditores(as) do SNA do SUS em um estado da região Sul do Brasil?#. O estudo objetivou conhecer as atividades realizadas pelos(as) enfermeiros(as) auditores(as) do SNA. Para tanto, foi preciso caracterizar a força de trabalho envolvida, conhecer o entendimento desses profissionais acerca da atividade que realizam e identificar as atividades executadas. É uma pesquisa do tipo exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa. As participantes foram enfermeiras auditoras do SNA do componente estadual, em nível central e de regionais de saúde. Para a coleta e análise de dados, utilizaram-se: o recurso da triangulação, incluindo dados de observação, realizada junto à equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES); um questionário com perguntas semiestruturadas; e a análise documental, utilizando o banco de dados da SES, do ano de 2008. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética da SES. Os resultados estão descritos em dois artigos. O primeiro relata um perfil feminino da força de trabalho e profissionais com experiência prática e capacitação teórica para realização da atividade de auditoria. O entendimento da finalidade e do conceito de auditoria corresponde ao preconizado para auditoria em saúde, sendo que o tema #auditoria de enfermagem# inexiste no discurso das participantes. O segundo artigo mostra que as atividades realizadas pelas enfermeiras auditoras seguem o prescrito nos manuais do SNA/SUS. Não realizam auditoria de enfermagem, porém identificam a importância da realização dessa atividade. Concluiu-se que a necessidade de auditoria de enfermagem é reconhecida pelas enfermeiras, mas está distante de implantação prática no SUS. Sugerem-7 se novas investigações no sentido de compreender essa fragilidade. / The assistance monetary cost control and the quality assistance systematic evaluation were considered as the main generator auditorship needs. The auditorship in the Health Unique System, with a multidisciplinary team had its start in 1993 because of the creation of a National Auditorship System and its origin was due to the criminal frauds growth and also to the severe financial drift causing a resource evasion. The main point of this research was lead by the question: What do the NAS and HUS auditor nurses do in a State from the south region of Brazil? This study goal was to know about the activities performed by the auditor nurses from the NAS, and so, it was necessary to characterize the involved work strength and to know the professional knowledge around the performed activities as well as identify them. This is a descriptive and exploratory research type with a qualitative approach. The participants were auditor nurses from the NAS State central component and regional levels of health. The triangulation resource was used to collect and analyze the data, including the data observation performed with the Health State Secretary team; a questionaire with semi-structured questions and in one of the health regional section; and documental analysis using the data bank from State Health Secretary from 2008. The project was approved by the SHS Ethics Committee. The results are described in two records. The first one reports a work strength female profile, professionals with practical experience and theory capacitating to perform the auditorship activity. The understanding and use of the concept of auditorship correspond to the recommended to the health auditorship once that the nurse auditorship theme does not exist in the participants' speech. The second record shows that the activities performed by the auditor nurses follow the direction prescriptions from NHS/HUS. And yet, they do not perform the nurse auditorship, but identify the importance of this activity performance. It is concluded that the need of nurse auditorship is recognized as an important, but it is way far from the practical 11 implantation at the HUS. New investigations are suggested in order to understanding this fragility.

Page generated in 0.0337 seconds