• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 185
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 194
  • 104
  • 35
  • 35
  • 34
  • 34
  • 29
  • 29
  • 28
  • 27
  • 23
  • 21
  • 21
  • 20
  • 19
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Biossorventes – biomassa de aguapé e esferas de alginato/goma do cajueiro – para adsorção de azul de metileno. / Biosorbents - water hyacinth biomass and spheres alginate / cashew gum - for adsorption of methylene blue

Martins Filho, Rivadavia Tavares January 2012 (has links)
MARTINS FILHO, R. T. Biossorventes – biomassa de aguapé e esferas de alginato/goma do cajueiro – para adsorção de azul de metileno. 2012. 113 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Daniel Eduardo Alencar da Silva (dealencar.silva@gmail.com) on 2014-11-28T19:35:55Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_rtmfilho.pdf: 2640616 bytes, checksum: b99710cc02aa81c386ee6516854a69d6 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2016-01-22T22:14:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_rtmfilho.pdf: 2640616 bytes, checksum: b99710cc02aa81c386ee6516854a69d6 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-22T22:14:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_rtmfilho.pdf: 2640616 bytes, checksum: b99710cc02aa81c386ee6516854a69d6 (MD5) Previous issue date: 2012 / In this work was carried out an extensive investigation of the adsorption properties of synthetic dyes on different parts (rhizome, root, stolon and petiole) of Eichhornia crassipes (water hyacinth) and a comparison with the adsorption capacity of the biopolymer alginate beads doped with water hyacinth biomass. The biomasses and spheres were structurally characterized by infrared spectroscopy, scanning electron microscopy - SEM and thermal analysis (thermogravimetric analysis - TGA and Differential Scanning Calorimetry - DSC). The kinetics of adsorption processes were monitored by UV and visible spectroscopy - UV / VIS and the data applied to the models of Freundlich and Languimir. Synthetic anionic dyes (methyl orange), cationic (methylene blue) and azo (indigo carmine) were used in the investigation. Adsorption studies was obtained, under controlled agitation of 70 rpm and temperature ranging between 25°C and 45°C at concentrations of dye in the range 10-250 mg/L and pH 2-12. The best results were achieved with a dye initial concentration of 100 mg/g, an initial quantity of 60 mg biosorbent, at temperature of 45 °C and at basic pH. Among the tested dyes, methylene blue exhibited the best adsorption capacity. The study of adsorption kinetics showed a better fit to the model of pseudo-second order and intraparticle diffusion is involved in the mechanism of adsorption. In the study of the isotherms, the result shows best fit to data by the Langmuir and Freundlich equations, with a maximum capacity of adsorption of methylene blue dye from 819.7 mg/g at 25 °C, to the root. A temperature increase caused an increase in system adsorption capacity and also led to an increase in time to the system reach equilibrium. The values of the rate constant for pseudo-second order increased with increasing temperature. An increase in initial dye concentration caused an increase in the amount of dye adsorbed. The activation energy for all biosorbents are in the range 20-40 kJ.mol-1 demonstrated that the adsorption processes are physical. The thermodynamic parameters ∆H°, ∆S° and ΔG°, for most biosorbents indicate that the process is exothermic in nature, spontaneous and favorable, except for the sphere of ALG/GC/Biomass where values obtained showed endothermic nature. The desorption study showed that the biosorbents can be reused. / Neste trabalho foi realizada uma investigação extensiva das propriedades de adsorção do corante azul de metileno em diferentes partes (rizoma, raiz, estolão e pecíolo) de Eichhornia Crassipes (aguapé), bem como uma comparação com a adsorção em esferas do biopolímero alginato dopadas com biomassa de aguapé. As biomassas e esferas foram caracterizadas estruturalmente através de técnicas de espectroscopia de infravermelho, microscopia eletrônica de varredura – MEV e análises térmicas (análise termogravimétrica – TGA e Calorimetria Diferencial de Varredura – DSC). As cinéticas dos processos de adsorção foram monitoradas por espectroscopia de ultravioleta e visível – UV/VIS e os dados obtidos aplicados nos modelos de Languimir, Freundlich, Temkin e BET. Foram utilizados corantes sintéticos aniônico (alaranjado de metila), catiônico (azul de metileno) e azo (índigo carmin). Os estudos de adsorção foram obtidos, sob agitação controlada de 70 rpm e temperatura variando entre 25°C e 45°C, e concentrações de corante na faixa de 10 a 250 mg/L, em pH de 2 a 12. Os melhores resultados foram alcançados utilizando uma concentração inicial de corante de 100 mg/g, uma massa inicial de biosorvente de 60 mg a temperatura de 45 °C e em pH básico. Dentre os corantes testados o azul de metileno foi o que apresentou melhores resultados de adsorção. O estudo da cinética de adsorção apresentou um melhor ajuste ao modelo de pseudo-segunda ordem e a difusão intrapartícula está envolvida no mecanismo de adsorção. No estudo das isotermas de equilíbrio, o resultado mostra melhor ajuste das equações de Langmuir e Freundlich pelos dados, com capacidade máxima de adsorção do corante azul de metileno de 819,7 mg/g a 25 °C, para a raiz do aguapé. A elevação na temperatura do sistema provocou aumento na capacidade máxima adsorvida e também provocou um aumento no tempo para o sistema atingir o equilíbrio. Os valores da constante de velocidade de pseudo-segunda ordem aumentaram com o aumento da temperatura. Um aumento na concentração inicial do corante provocou um aumento na quantidade de corante adsorvida. A energia de ativação para todos os biosorventes, da ordem de 20 – 40 kJ.mol-1, demonstrou que o processo é de natureza física. Os parâmetros termodinâmicos ∆H°, ∆S° e ∆G°, para a maioria dos biosorventes indicam que o processo é de natureza exotérmica, espontânea e favorável, com exceção da esfera de ALG/GC/Biomassa que mostrou valores de natureza endotérmica. O estudo de dessorção demonstrou que os biosorventes podem ser reutilizados.
2

Estudo da degradação do corante amarelo ouro remazol RNL 133% através do processo foto-Fenton

SOBREIRA, Leonardo Aschoff Diniz 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:06:00Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5612_1.pdf: 5428911 bytes, checksum: c69a2fa21a1afc344f1bfa2e6c40aba3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Em uma época de recursos hídricos cada vez mais escassos, é de extrema importância a minimização do impacto de efluentes líquidos tóxicos ao meio ambiente. Os corantes orgânicos, que são empregados nos processos industriais têxteis e alimentícios, são cada vez mais usados, sendo grande parte deste material perdido nos efluentes líquidos. O presente trabalho estudou a degradação do corante reativo Amarelo Ouro Remazol RNL 133% utilizando o processo foto-Fenton (H2O2/Fe2+/UV), incluindo a modelagem e otimização da degradação da cor e da redução do carbono orgânico total (COT). Os experimentos foram realizados em um reator fotoquímico anular encamisado de vidro com volume irradiado de 3,0 L para um volume total de solução igual a 4,5 L e poço de quartzo também encamisado com lâmpadas de vapor de mercúrio de média pressão. Um tanque externo foi acoplado para operação em batelada com recirculação de líquido e injeção de solução de peróxido de hidrogênio por meio de uma bomba peristáltica. A reação foi acompanhada pela medição do pH e da temperatura que foi mantida entre 20 e 25°C. Variou-se a concentração de peróxido de 2,5 a 25 mM, a concentração de catalisador íon ferroso de 0,03 a 0,3 mM e potência da lâmpada de 80 a 250 W, dentro de um planejamento fatorial com delineamento do composto central rotacional (DCCR). Os resultados mostram que a remoção máxima da cor foi de 99,96% e a redução máxima de COT foi de 87,19%. Foram determinadas condições otimizadas para degradação da cor com concentração de peróxido de 13,75 mM, potência de lâmpada igual a 250W e concentração de Fe2+ de 0,183 mM com degradação máxima em 10 minutos de reação. A condição de operação otimizada para a redução do COT foi obtida com concentração de peróxido 11,025 mM, potência de lâmpada igual a 250W e concentração de Fe2+ de 0,3 mM, obtendo-se redução máxima em 30 minutos de reação. A remoção de TOC foi modelada via redes neurais artificiais (RNA) com 5 neurônios na camada oculta e 10000 iterações com 80 pontos utilizados para aprendizado e 22 pontos utilizados para o teste. Obteve-se o coeficiente de correlação R2 iguala a 0,9352 na comparação entre os valores de TOC calculados pelo modelo e os valores experimentais
3

Contribuição ao estudo das interações entre corante cationico e partículas de argila em suspensão aquosa / Contribution of study interactions between cationic dyes and clay particles in aqueous suspension

Spaziani, Eliana Cristina Fonseca 13 March 2014 (has links)
As interações entre as moléculas de corante e as partículas de argila em suspensão podem envolver diferentes processos dependendo da argila e da maneira pela qual as suspensões corante/argila são preparadas. Os processos que ocorrem são: a adsorção de moléculas de nas superfícies externas das partículas de argila seguidas de migração para as regiões interlamelares, outro processo é devido a interações partícula-partícula, onde as moléculas de corante ficam envoltas em aglomerados de partículas de argila e um terceiro processo é devido a migração das moléculas de corante entre partículas de argila. No presente trabalho foi estudada a influência de diferentes metodologias nos processos de migração de moléculas do corante azul de metileno (AM) entre partículas de argilas em suspensão aquosa. Experimentos adicionando-se partículas de argila nas suspensões corante/argila foram realizados com acompanhamento das variações espectrais em função do tempo. Foi possível detectar variações espectrais nas suspensões corante/argila atribuídas a processos de migração de moléculas de corante adsorvidas em partículas de argila para outras partículas na suspensão. Os resultados indicaram que o processo de migração entre diferentes partículas de argila depende da razão corante/argila. Em outro tipo de experimento, utilizando diferentes formas de adição do corante à suspensão de argila (lenta, rápida e diálise) constatou-se que o modo de adição do corante pode afetar os processos de adsorção, para alguns sistemas corante/argila é muito importante considerar a forma de adição do corante à suspensão de argila, para que se tenham suspensões corante/argila com propriedades desejáveis. / Interactions between dye molecules and suspended clay particles may follow different processes depending on how the dye/clay suspensions are prepared. The processes that occur are: adsorption of molecules on the external surfaces of clay followed by migration to the interlamelar areas, another process is due to particle-particle interactions, in which the dye molecules are wrapped in clay particle agglomerates and a third process due to the migration of the dye molecules between clay particles. In the presente work the influence of different metodologies on the migration processes for the methylene blue dye between clay particles in aqueous suspension was studied. Experiments adding clay particles to the system dye/clay were done monitoring following the spectral changes in function of time. It was possible to detect spectral variations in the dye/clay suspensions attributed to the migration of adsorbed dye molecules to other particles in the suspension dye molecules adsorbed in clay particles migration process. The results indicated that the migration process between different clay particles depend on the nature of the clay and on the dye/clay ratio. In another type of experiment, using different forms for adding dye to the clay suspension (slow, fast and dialysis) it was seen that the adding way for the dye can affect the adsorption processes, for some dye/clay systems it is very important to consider the adding way of the dye to the clay suspension, so that dye/clay suspensions with desirable properties are obtained.
4

Otimização do tratamento de lixiviados e corantes por processos físico-químicos

MELLO, Victor Fernandes Bezerra de 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:44Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5801_1.pdf: 2224301 bytes, checksum: eb26bdfbee2ad5cd94d5455b34647cfd (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / A disposição desordenada de resíduos a céu aberto pode gerar impactos ambientais e sociais de grande porte. No Brasil, cerca de 84,4% dos municípios dispõem os resíduos gerados em lixões a céu aberto, sem qualquer controle ambiental. De maneira geral, para tratamento de lixiviados de aterros sanitários, utilizam-se métodos biológicos e físico-químicos. Alguns dos métodos físico-químicos objetivam aumentar a biodegradabilidade da matriz, outros promover a separação do contaminante da água. Dentre eles, a precipitação química utilizando hidróxido de cálcio vem sendo empregada com grande eficácia no tratamento de efluente com elevadas concentrações de compostos orgânicos e metais pesados. A escolha desta técnica, consiste, entre outros fatores, na simplicidade do processo, no baixo custo e na disponibilidade do agente precipitante adotado. Todo lixiviado (mistura do chorume com água de chuva ou umidade do solo) utilizado neste trabalho foi coletado na caixa medidora de vazão do aterro de Muribeca, localizado na cidade de Jaboatão dos Guararapes/PE. Para escolha de parâmetros ótimos de tratamento foi realizado um planejamento fatorial fracionado, onde foram estudados os parâmetros: velocidade e tempo de coagulação, velocidade e tempo de floculação, tempo de decantação e concentração de cal. Este foi seguido de um planejamento fatorial completo 24, utilizando as variáveis mais significativas do anterior. Para os dois planejamentos foram avaliadas duas respostas: remoção de cor e redução da turbidez. Percebeu-se que com valores superiores estudados das variáveis independentes como a velocidade de floculação e inferior para o tempo de coagulação é possível obter nível de turbidez e cor menores. Seguindo-se a este tratamento foi efetuado um póstratamento por adsorção utilizando como adsorvente argilas do capeamento da bacia sedimentar do Araripe, em diferentes granulometrias. As argilas foram coletadas no bota-fora da mineradora São Jorge no município de Trindade/PE. Devido a ineficácia da argila no tratamento do lixiviado, buscou-se utilizar o resíduo para tratar os corantes das lavanderias de jeans localizadas na cidade de Toritama, onde está situado o chamado pólo do jeans. Visou-se a remoção de corante ácido (Nylosan azul brilhante) fornecido pela Clariant e corante reativo (Azul Anil op) fornecido pela lavanderia Mamute, com a utilização da argila do bota-fora do Pólo gesseiro do Araripe obtendo resultados satisfatórios, demonstrando afinidade entre adsorvente e adsorbato. Este tratamento foi realizado a partir da adsorção, da solução aquosa de cada corante com a argila in natura e termicamente tratada a 600ºC, numa granulometria de 14 mesh/Tyler. A escolha destes parâmetros foi efetuada através de um estudo preliminar, onde foram testados granulometrias (9, 14 e o passante de 20 mesh/Tyler) e tratamentos térmicos (200, 400 e 600ºC) da argila. Também foi testada a argila in natura. Seguindo-se, foi elaborado um planejamento experimental 2³ para definir tempeatura, agitação e massa de adsorvente. Os melhores resultados foram obtidos utilizando-se 30ºC, 250 rpm, 0,5g. O tempo de equilíbrio obtido a partir do estudo cinético foi de 90 minutos para ambos corantes. Para o Nylosan o modelo que melhor se ajustou foi o de Langmuir (q= 1,65 mg/g) e para o corante azul anil o melhor ajuste ocorreu com o modelo de Langmuir-Freundlich (q=65,79 mg/g)
5

Efeitos (hipolipidêmicos) de naringenina e chitosan e toxicologia de monascus e rutina sobre o metabolismo em coelhos / Hypolipidaemic effects of naringenin and chitosan and toxicology of monascus and rutin in the metabolism in rabbits

Lopes, Renato Matos 20 February 2001 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-09-26T16:41:30Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 2970978 bytes, checksum: 2de159de14fdc659b04df0c90bb25332 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-26T16:41:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 2970978 bytes, checksum: 2de159de14fdc659b04df0c90bb25332 (MD5) Previous issue date: 2001-02-20 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O presente trabalho avaliou a ação do chitosan e naringenina em coelhos, por via intraperitoneal, com hiperlipidemia induzida por Triton. No segundo experimento, a hiperlipidemia foi induzida por colesterol e ácido cólico misturados à ração. Neste experimento, as substâncias chitosan, a 0,03%, e naringenina, a 0,006%, foram fornecidas aos coelhos hiperlipidêmicos durante 15 dias. Ao sétimo e décimo quinto dias foram dosados colesterol, colesterol-HDL e triacilgliceróis no soro dos animais. Para o primeiro experimento, os resultados mostraram que o chitosan associado à naringenina mostrou maior percentagem de redução para colesterol e triacilgliceróis, enquanto para colesterol-HDL, o chitosan foi mais efetivo, pois causou menor redução nos níveis deste parâmetro, permitindo que se encontrasse na circulação maior concentração deste. Este resultado é importante, levando em consideração que esta lipoproteína é responsável pelo transporte de colesterol da circulação para o fígado. Para o segundo experimento, os resultados indicaram que a associação chitosan + naringenina reduziu os níveis de colesterol em 15,24% durante os primeiros sete dias e 61,19% no décimo quinto dia. Para colesterol-HDL as variações foram menores, mas para triacilglicerois a redução foi de 45,91% para os primeiros sete dias e de 55,62% para o décimo quinto dia, o que evidencia o efeito sinérgico destas duas substâncias. Também foram testados, em coelhos, rutina nas doses de 20, 40 e 60 mg/animal e monascus nas doses de 40, 80 e 100 mg/animal durante 28 dias ininterruptos em cápsulas via oral para se verificar o potencial toxicológico sobre o metabolismo de proteínas, minerais, lipídeos e glicose. Foram dosados vários constituintes sangüíneos. Os resultados obtidos mostraram pequenas variações nestes parâmetros. / The present work evaluates the action of chitosan and naringenin in rabbits by intraperitoneal route, with hyperlipidaemia induced by Triton. In the second experiment the hyperlipidaemia was induced by cholesterol and colic acid mixed to the ration. In that experiments chitosan (0.03%) and naringenin (0.006%) were supplied to hiperlipidaemic rabbits for 15 days. At the seventh and fifteenth days cholesterol, cholesterol-HDL and triacylglicerols were dosed in the serum of the animals. For the first experiment, the results showed that chitosan associated to naringenin showed larger reduction percentage for cholesterol and triacylglicerols while chitosan for cholesterol- HDL was more effective due the smallest reduction in these levels, which allows more concentration of this parameters in the blood serum. This result is important by the fact that this lipoprotein is responsible for the transport of cholesterol from the circulation to the liver. For the second experiment the results indicated that the association chitosan + naringenin reduced the cholesterol levels in 15.24% during the first seven days and 61.19% in the fifteenth day. For cholesterol-HDL the variations were not to big, but for triacylglicerols the reduction was of 45.91% for the first seven days and of 55.62% for the fifteenth day, which evidence the synergic effect of these two substances. Rutin was tested in rabbits in the doses of 20, 40 and 60 mg/animal/daily and monascus in the doses of 40, 80 and 100 mg/animal/daily during 28 uninterrupted days. The compounds were administered in capsules by oral route in order to verify the toxicologic potential of those substances in the metabolism of proteins, minerals, lipids and glucose. It was dosed several constituents in the serum blood and the results showed small variations in these parameters.
6

Avaliação sensorial e instrumental da cor de misturas em pó para refresco, bebida isotônica e gelatina utilizando corantes naturais / Sensorial and instrumental color evaluation of powder blends for refreshment, isotonic beverage and gelatin using natural colorants

Pontes, Leonardo Vieira 25 September 2003 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-11-07T17:43:47Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 333431 bytes, checksum: 62c8543a86e31e907585057868d5facf (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-07T17:43:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 333431 bytes, checksum: 62c8543a86e31e907585057868d5facf (MD5) Previous issue date: 2003-09-25 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / A cor dos alimentos é um importante atributo de qualidade, não só servindo de base para a identificação e a aceitação de grande variedade de produtos, mas também influenciando negativa ou positivamente na percepção dos demais atributos sensoriais. A crescente exigência dos consumidores por produtos mais saudáveis, e a comprovação de efeitos diversos à saúde causado por corantes artificiais, levaram a propor um trabalho de substituição de corantes artificiais por corantes naturais em produtos que utilizam somente corantes sintéticos, voltados principalmente, ao público infantil que são mais susceptíveis à reações adversas provocadas por essas substâncias. Foram desenvolvidas formulações de refresco em pó, gelatina e bebida isotônica em laboratório isentas de corantes, as quais foram coloridas utilizando corantes naturais como urucum, antocianina, cúrcuma, beterraba e carmim de cochonilha. Esses corantes naturais foram usados para englobar todos os sabores encontrados comercialmente, como uva, morango, laranja, tangerina, pêssego, maracujá e cereja. Foram utilizados como padrões de comparação produtos comerciais como Gatorade e Energil Sport para bebida isotônica, Bretzke e Royal para gelatina e Tang e Fresh para refresco em pó. Foram determinados os corantes que melhor representavam os respectivos sabores, assim como as melhores concentrações e proporções de combinação, obtendo coloração representativa de cada sabor semelhante à cor dos produtos comerciais. Análises colorimétricas no sistema L,a,b foram utilizadas para padronização da coloração dos produtos. Os parâmetros colorimétricos L, a e b, assim como a tonalidade e saturação dos produtos com corantes naturais ficaram próximas aos dos comerciais. Os produtos coloridos naturalmente e os produtos comerciais com corantes sintéticos foram submetidos à análise sensorial da cor. Foram realizados testes de aceitação, sendo os resultados avaliados utilizando ANOVA, Análise de Componentes Principais e Mapa de Preferência Interno. Os produtos coloridos naturalmente tiveram em sua maioria melhor aceitação que os produtos comerciais que utilizam corantes sintéticos. Foi avaliada a estabilidade dos produtos coloridos naturalmente frente à condições de temperatura 40oC, incidência direta de luz e a temperatura ambiente ao abrigo da luz (controle) durante dez dias, através de análises colorimétricas, para todos os produtos e sabores com seus respectivos corantes naturais, e não foram observadas alterações significativa na cor dos produtos avaliados. / The color of foods is an important attribute of quality, not only serving of base for the identification and the acceptance of a great variety of products, but also influencing negative or positively in the perception of the other sensorial attributes. The increasing requirement of the consumers for more healthful products, and the evidence of diverse effect to the health caused for artificial colorants have allowed to purpose a work of replacement of artificial colorants for natural colorants in produce which only synthetic colorants are used, mainly those ones focused to children who are the most vulnerable to the adverse reactions provoked by these substances. Powder blends of refreshment, gelatin and isotonic beverage without any colorant were produced in laboratory, and after that they were dyed using natural colorants such as annatto, antocyanin, curcumin, beetroot and carmin. These natural colorants had been used to cover the most commercially available flavors, such as grape, strawberry, orange, tangerin, peach, passion fruit and cherry. Commercial produce were used as comparison standards, such as Gatorade and Energil Sport for isotonic beverage, Bretzke and Royal for gelatin, and Tang and Fresh for powder refreshment. The colorants that better represented the respective flavors, as well as the best concentrations and ratio of combination were determined by obtaining the representative coloration of each flavor which resembled the color of the commercial produce. Colorimetric analyses in Lab system were used to standardize the coloration of the produce. The colorimetric parameters L, a, b, as well as the tonality and the saturation of the dyed produce by natural colorants presented values very similar to the dyed produce by the commercial ones. The produce with natural colorants and those commercial produce with the synthetic ones were submitted to sensorial analysis of color. Acceptance test was carried out, and the results were evaluated using ANOVA, Analysis of Main Components and Map of Internal Preference. The dyed produce by natural colorants obtained in overall better acceptance than those commercial products which were dyed by the synthetic ones. The stability of the dyed produce was evaluated during ten days through colorimetric analyses, in temperature conditions of 40oC by direct incidence of light, and in ambient temperature without light (control), for all the produce and flavors with their respective natural colorants. Significant changes in the color of the evaluated produce were not observed. / Não foi localizado o cpf do autor.
7

Aplicação e caracterização do caroço de abacate (persea americana mill) como adsorvente na remoção do corante violeta cristal.

Bazzo, Alexandre January 2015 (has links)
Este estudo apresenta a remoção do corante violeta cristal (VC) de soluções aquosas usando resíduos sólidos alimentícios, no caso o pó do caroço de abacate (CA). CA foi utilizado em sua forma nativa para o estudo de biossorção. Os efeitos de diferentes condições experimentais, tais como pH da solução, concentração inicial de corante, tempo de contato e temperatura foram investigados utilizando estudo em batelada. A máxima remoção de VC (95.5 mg g-1) foi observada utilizando 100 mg de CA em pH 7 e 328 K. Os dados cinéticos foram avaliados utilizando os modelos de pseudo-primeira ordem, pseudo-segunda ordem e ordem geral. O modelo cinético de ordem geral forneceu a melhor descrição da cinética de biossorção do corante VC no biossorvente CA. Da mesma forma o gráfico de difusão intra-partícula mostrou três porções lineares durante o processo de biossorção. Os modelos de Freundlich, Langmuir e Liu foram utilizados para analisar os dados de isoterma. O modelo de equilíbrio de Liu foi o modelo que melhor se ajustou aos dados de isoterma de biossorção do VC no CA. Os cálculos de estudos termodinâmicos mostraram que a biossorção do VC no CA foi um processo exotérmico e factível. Os dados combinados mostraram que o pó do caroço de abacate pode ser eficientemente utilizado para o tratamento de águas residuais que contém corantes. / This study presents removal of cristal Violet (CV) dye from aqueous solutions using a solid food waste, avocado kernel seed powder (ASP). ASP was used in the native form for biosorption study. The effects of different experimental conditions such as pH of the solution, initial dye concentration, contact time and temperature were investigated using batch study. Maximum removal of CV (95.9 mg g-1) by ASP (100 mg) was observed at pH 7 and 328 K. The kinetics data were evaluated using pseudo-first-order, pseudo-second-order and general-order kinetic adsorption models. The general-order kinetic adsorption model gave the best description of the biosorption kinetic of CV onto ASP biosorbent. Similarly, the intra-particle diffusion plots showed three linear portions during biosorption process. Freundlich, Langmuir and Liu models were used to analyze the isothermal data; Liu equilibrium model was the best fitted model of the isothermal data of CV biosorption onto ASP. The calculations from thermodynamic studies showed that CV biosorption onto ASP was as exothermic process and a feasible process. The combined data showed that avocado seed powder could be efficiently utilized for the treatment of dyes-containing wastewaters.
8

Efeito da adição de extrato de casca de jabuticaba nas características físico-químicas e sensoriais de queijo Petit Suisse.

SAITO, T. 29 July 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:36:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6899_RESUMO TIEMI SAITO.pdf: 104370 bytes, checksum: 9bda0037195776eb6352a8a65218117c (MD5) Previous issue date: 2014-07-29 / A busca pela melhoria da qualidade de vida e a procura por alimentos naturais e funcionais são crescentes. A incorporação de prebióticos e corantes naturais pode agregar valor ao produto, por serem capazes de melhorar sua qualidade e por apresentarem grandes atrativos tecnológicos. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de prebióticos (inulina e oligofrutose) e corante natural (extrato de casca de jabuticaba) nas características de queijo petit suisse. Foi realizada análise da composição físico-química (extrato seco total, cinzas, proteínas, lipídeos, carboidratos e acidez titulável) logo após o processamento, análise do pH, colorimetria, teor de compostos bioativos e atividade antioxidante em diferentes tempos de armazenamento (0, 7, 14, 21 e 28 dias), análise do teor de fibras alimentares da formulação de queijo petit suisse com maior atividade antioxidante ao final da vida de prateleira e análises microbiológica e sensorial. O queijo petit suisse elaborado foi dividido em cinco formulações, de acordo com a concentração de corante natural incorporado, que foram 0%, 1,5%, 2,0%, 2,5% e 3,0%. Os dados obtidos com as análises realizadas logo após o processamento e análise sensorial foram submetidos à análise de variância e teste de Tukey, os dados obtidos com as análises realizadas em diferentes tempos de armazenamento foram submetidos à análise de variância e estudo do comportamento cinético, e a análise de fibras e microbiológica foi analisada por meio de estatística descritiva. Os valores de extrato seco total, proteínas, lipídeos, cinzas e carboidrato não diferiram significativamente (p>0,05) entre as formulações. A formulação sem adição de corante natural apresentou menor acidez (p≤0,05), e com o aumento da concentração de corante natural, maior foi a acidez do queijo. Os teores de antocianinas, fenólicos totais e capacidade antioxidante foram maiores com o aumento da concentração de corante incorporado, sendo que o teor de antocianinas reduziu com o decorrer do tempo de armazenamento. O valor encontrado de fibras para a formulação contendo 3,0% de corante natural foi baixo, e o produto não apresentou alegação de propriedade funcional. A fim de verificar se o queijo estava próprio para o consumo, foi realizada análise microbiológica para coliformes termotolerantes, estando todas as formulações de queijo petit suisse em condições sanitárias satisfatórias. A análise sensorial foi realizada em duas etapas. Na primeira etapa foi realizado teste de aceitação com avaliação dos atributos cor, sabor, consistência e impressão global, e intenção de compra para todas as formulações com incorporação de corante natural. Na segunda etapa foi realizado o teste de aceitação com informação nutricional do produto para a amostra mais aceita na primeira etapa. Como resultado, foi observado que o atributo cor foi o único que apresentou diferença significativa (p≤0,05) entre as formulações, sendo as mais aceitas com concentração 2,5% e 3,0%. De forma geral, todas as formulações foram bem aceitas, porém, a formulação com maior adição de corante natural foi a que apresentou maiores notas. Assim, o queijo com maior concentração de corante natural foi o utilizado na segunda etapa sensorial, sendo observada influência das informações nos atributos cor e consistência (p≤0,05). Dessa forma, a utilização de prebióticos e corante natural de casca de jabuticaba em queijo petit suisse foi viável por não alterar a composição centesimal do produto, além de conferir ao produto uma coloração atrativa.
9

Aplicação e caracterização do caroço de abacate (persea americana mill) como adsorvente na remoção do corante violeta cristal.

Bazzo, Alexandre January 2015 (has links)
Este estudo apresenta a remoção do corante violeta cristal (VC) de soluções aquosas usando resíduos sólidos alimentícios, no caso o pó do caroço de abacate (CA). CA foi utilizado em sua forma nativa para o estudo de biossorção. Os efeitos de diferentes condições experimentais, tais como pH da solução, concentração inicial de corante, tempo de contato e temperatura foram investigados utilizando estudo em batelada. A máxima remoção de VC (95.5 mg g-1) foi observada utilizando 100 mg de CA em pH 7 e 328 K. Os dados cinéticos foram avaliados utilizando os modelos de pseudo-primeira ordem, pseudo-segunda ordem e ordem geral. O modelo cinético de ordem geral forneceu a melhor descrição da cinética de biossorção do corante VC no biossorvente CA. Da mesma forma o gráfico de difusão intra-partícula mostrou três porções lineares durante o processo de biossorção. Os modelos de Freundlich, Langmuir e Liu foram utilizados para analisar os dados de isoterma. O modelo de equilíbrio de Liu foi o modelo que melhor se ajustou aos dados de isoterma de biossorção do VC no CA. Os cálculos de estudos termodinâmicos mostraram que a biossorção do VC no CA foi um processo exotérmico e factível. Os dados combinados mostraram que o pó do caroço de abacate pode ser eficientemente utilizado para o tratamento de águas residuais que contém corantes. / This study presents removal of cristal Violet (CV) dye from aqueous solutions using a solid food waste, avocado kernel seed powder (ASP). ASP was used in the native form for biosorption study. The effects of different experimental conditions such as pH of the solution, initial dye concentration, contact time and temperature were investigated using batch study. Maximum removal of CV (95.9 mg g-1) by ASP (100 mg) was observed at pH 7 and 328 K. The kinetics data were evaluated using pseudo-first-order, pseudo-second-order and general-order kinetic adsorption models. The general-order kinetic adsorption model gave the best description of the biosorption kinetic of CV onto ASP biosorbent. Similarly, the intra-particle diffusion plots showed three linear portions during biosorption process. Freundlich, Langmuir and Liu models were used to analyze the isothermal data; Liu equilibrium model was the best fitted model of the isothermal data of CV biosorption onto ASP. The calculations from thermodynamic studies showed that CV biosorption onto ASP was as exothermic process and a feasible process. The combined data showed that avocado seed powder could be efficiently utilized for the treatment of dyes-containing wastewaters.
10

Aplicação e caracterização do caroço de abacate (persea americana mill) como adsorvente na remoção do corante violeta cristal.

Bazzo, Alexandre January 2015 (has links)
Este estudo apresenta a remoção do corante violeta cristal (VC) de soluções aquosas usando resíduos sólidos alimentícios, no caso o pó do caroço de abacate (CA). CA foi utilizado em sua forma nativa para o estudo de biossorção. Os efeitos de diferentes condições experimentais, tais como pH da solução, concentração inicial de corante, tempo de contato e temperatura foram investigados utilizando estudo em batelada. A máxima remoção de VC (95.5 mg g-1) foi observada utilizando 100 mg de CA em pH 7 e 328 K. Os dados cinéticos foram avaliados utilizando os modelos de pseudo-primeira ordem, pseudo-segunda ordem e ordem geral. O modelo cinético de ordem geral forneceu a melhor descrição da cinética de biossorção do corante VC no biossorvente CA. Da mesma forma o gráfico de difusão intra-partícula mostrou três porções lineares durante o processo de biossorção. Os modelos de Freundlich, Langmuir e Liu foram utilizados para analisar os dados de isoterma. O modelo de equilíbrio de Liu foi o modelo que melhor se ajustou aos dados de isoterma de biossorção do VC no CA. Os cálculos de estudos termodinâmicos mostraram que a biossorção do VC no CA foi um processo exotérmico e factível. Os dados combinados mostraram que o pó do caroço de abacate pode ser eficientemente utilizado para o tratamento de águas residuais que contém corantes. / This study presents removal of cristal Violet (CV) dye from aqueous solutions using a solid food waste, avocado kernel seed powder (ASP). ASP was used in the native form for biosorption study. The effects of different experimental conditions such as pH of the solution, initial dye concentration, contact time and temperature were investigated using batch study. Maximum removal of CV (95.9 mg g-1) by ASP (100 mg) was observed at pH 7 and 328 K. The kinetics data were evaluated using pseudo-first-order, pseudo-second-order and general-order kinetic adsorption models. The general-order kinetic adsorption model gave the best description of the biosorption kinetic of CV onto ASP biosorbent. Similarly, the intra-particle diffusion plots showed three linear portions during biosorption process. Freundlich, Langmuir and Liu models were used to analyze the isothermal data; Liu equilibrium model was the best fitted model of the isothermal data of CV biosorption onto ASP. The calculations from thermodynamic studies showed that CV biosorption onto ASP was as exothermic process and a feasible process. The combined data showed that avocado seed powder could be efficiently utilized for the treatment of dyes-containing wastewaters.

Page generated in 0.0726 seconds