• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 111
  • Tagged with
  • 111
  • 64
  • 64
  • 55
  • 48
  • 34
  • 33
  • 31
  • 31
  • 23
  • 22
  • 21
  • 20
  • 18
  • 17
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Corpografias em DanÃa ContemporÃnea

Rosa Cristina Primo Gadelha 28 May 2010 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / Esse trabalho de pesquisa tem por objetivo problematizar as relaÃÃes entre a danÃa contemporÃnea e suas corporeidades. Tendo em vista que na danÃa contemporÃnea o corpo ocupa um lugar central, notadamente na criaÃÃo em danÃa, nÃo sendo nem objeto, nem determinado por um sujeito, mas tornando-se ele mesmo âsujeito de sua danÃaâ, busca-se tomar a noÃÃo de âcorpo-danÃante contemporÃneoâ em diversas dimensÃes conceituais. Daà corpografias, como mapas de intensidades, cujos lugares trabalhados pela danÃa contemporÃnea se definem como uma tentativa de mostrar outros corpos do corpo. Nesse sentido, a primeira parte do trabalho engendra-se numa base teÃrica para refletir o corpo na danÃa contemporÃnea a partir do conceito de âagenciamentoâ. A questÃo serà assim direcionada a buscar o lugar particular que ocupa o corpo-danÃante no agenciamento contemporÃneo. Diferentes razÃes tomarÃo o tempo de examinar o corpo-danÃante como centro do ato criativo na danÃa contemporÃnea. Mais largamente, trata-se de mostrar como pela danÃa, o corpo pode atingir um estado criativo. A segunda parte, portanto, tem como intuito pensar o corpo-contemporÃneo como seu territÃrio de criaÃÃo, como prÃtica do corpo. Na terceira parte, busca-se mostrar como esse corpo-danÃante, pelos seus movimentos e qualidades de corpos, perturba a idÃia de corpo conhecida habitualmente atravÃs das noÃÃes de espaÃo e de tempo. Esse corpo que recusa a organizaÃÃo no organismo, se afirmando como vibraÃÃo, à analisado enfim na Ãltima parte. AÃ, Self-Unfinished, trabalho coreogrÃfico de Xavier Le Roy, conduz a uma inversÃo da imagem do corpo orgÃnico: perversÃo da fisionomia, do lugar das coisas, da funÃÃo dos ÃrgÃos, do excesso e do defeito das partes. Trata-se de corpografias traÃadas como o contrÃrio da aÃÃo, o aspecto ignorado do espaÃo, o reverso de nossas esperas, o oposto do que deve ser visto. Uma obra coreogrÃfica que desestabiliza a geografia corporal, agitando as lÃgicas espaciais e Ãpticas, bem como constituindo um pÃblico que se confronta com uma realidade conflituosa, nele se fazendo corpografias em deslocaÃÃes.
2

Improvisação dança cognição: os processos de comunicação no corpo

Martins, Cleide 30 March 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-29T14:31:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cleide martins.pdf: 4408544 bytes, checksum: 342d36c2532fd3932b61861b7792c0eb (MD5) Previous issue date: 2002-03-30 / This work is structured on the hypothesis that improvisation is a communication processo For the construction of this hypothesis, its understood that a body that dances receives information fIam lhe world, information that comes to be intemalized by the body that dances. This body continues to change the intemalized information -now modified - with the world. All the time the changes between the inner and the outer are permanent. This is what is called systemic co-evolution. For this reason, the communication between environrnent and body is extended in time. The understanding of this process results in another way of presenting the relation of subjects with the things of the world, aTIce subject and world loose their separated positions, and are viewed as implicating one another. Subjects stop being distant observers. The improvisation is capable of creating, permitting, supporting a complex system, which is said to be auto-organized when itself acquires autonomy, creates innovation in a coherent way. New arrangements and the combinatory process of actions and movements produced in lhe improvisation permit us to know and leam with our bodies. To consolidate this proposal of communication, dynamicist explanations of Esther Thelen, Timothy van Gelder, and Robert Port are fundamental, as well as Mario Bunge's systemic perspective is the appropriate framework / Esta tese se estrutura a partir da hipótese de que a improvisação pode ser entendida como um processo de comunicação. Para construí-la, entende que um corpo que dança recebe informações do mundo, informações estas que passam a ser internalizadas pelo corpo que dança. Esse corpo que dança continua a trocar as informações internaIizadas, e que se modificaram, com o mundo. Todo o tempo as trocas são permanentes entre o interno e o externo e é a isso que se chama de CDevolução sistêmica. Por esta razão, a comunicação entre ambiente e corpo se estende ao longo do tempo. O entendimento disso resulta numa outra forma de apresentar as relações dos sujeitos com as coisas do mundo, pois sujeito e mundo perdem seus postos apartados, passando a ser vistos como implicados um no outro. Sujeitos deixam de ser observadores distanciados. A improvisação é capaz de criar, permitir, suportar um sistema complexo que vai ser dito auto-organizativo quando ele mesmo tiver autonomia, criar inovações de maneira coerente. Os novos arranjos e o processo combinatório de ações e movimentos produzidos na improvisação nos permitem conhecer e aprender com os nossos corpos. Para consolidar esta proposta de comunicação, as explicações dinamicistas de Esther Thelen, Timothy van Gelder e Robert Port são centrais. E a perspectiva sistêmica de Mario Bunge, a moldura indicada
3

(Sopa de) carne, osso e silício: as metáforas (ocultas) na dança-tecnologia

Santana, Ivani Lúcia Oliveira de 14 May 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T18:17:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ivani Lucia Oliveira de Santana.pdf: 2257808 bytes, checksum: 70bfe61445212667d823d531a9b6b68e (MD5) Previous issue date: 2003-05-14 / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo / Esta tese toma como objeto as relações entre a tecnologia e o corpo, sendo a dança que este corpo realiza aqui compreendida como uma forma de comunicação e o corpo, como a mídia onde ela ocorre. Tanto o corpo como o ambiente no qual ele habita serão tratados como resultados temporários de processos inestancáveis de fluxos de informação. Este trânsito ininterrupto promove uma contaminação mútua: do corpomídia e do ambiente. Através do entendimento de que o vivo resulta de processos de comunicação, a relação entre o corpo biológico e o tecnológico será apresentada com a perspectiva de propor uma revisão para os modos de entender os dois corpos, agora não mais separados e distintos. Os meios bio e tecno são mutuamente transformadores e transformados. A dança-tecnologia será localizada somente como um constructo nascido nos tempos da relação homem-computador, embora pudesse ser trabalhada também em outros momentos históricos. As dicotomias mente/corpo, natureza/cultura, natural/artificial, real/virtual, que ainda teimam em construir tantos discursos, não serão consideradas. Elas desaparecem para dar lugar à compreensão do corpomídia (mídia da evolução, resultado histórico dos acordos entre informação e ambientes). Vale salientar que se trata de uma pesquisa teórico-prática, também inspirada na existência de uma metáfora que conduz ao entendimento equivocado da tecnologia no contexto contemporâneo e à sua fetichização. Tal metáfora - a Metáfora de Frankenstein - leva a consequências enganosas. A imagem desse monstro servirá para apresentar as duas faces que conduzem, cada uma a seu modo, a entendimentos imprecisos sobre a tecnologia. Por um lado, ser uma vilã, responsável pela deterioração da sociedade; e, de outro, constituir-se como a solução para desvendar os mistérios da humanidade. Se forem rompidas as barreiras definidoras de natureza versus cultura e se o homem e sua cognição forem vistos como pertencentes e entrelaçados, a tecnologia ganhará um outro sentido e facilitará a compreensão de buscas artísticas como a da dança-tecnologia
4

Capoeirando: um processo de criação em dança contemporânea induzido pela ressignificação dos movimentos básicos de Capoeira Regional

SANTOS, Lindemberg Monteiro dos January 2012 (has links)
Submitted by Irvana Coutinho (irvana@ufpa.br) on 2017-02-08T16:17:44Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_CapoeirandoProcessoCriacao.pdf: 5422896 bytes, checksum: 7db7ec8e4cde7a1f0cb6d86aeafcba0b (MD5) / Approved for entry into archive by Irvana Coutinho (irvana@ufpa.br) on 2017-02-08T16:19:08Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_CapoeirandoProcessoCriacao.pdf: 5422896 bytes, checksum: 7db7ec8e4cde7a1f0cb6d86aeafcba0b (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-08T16:19:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_CapoeirandoProcessoCriacao.pdf: 5422896 bytes, checksum: 7db7ec8e4cde7a1f0cb6d86aeafcba0b (MD5) Previous issue date: 2012 / Esta pesquisa propõe um processo de criação a partir da ressignificação dos movimentos corporais da capoeira regional, por meio de práticas laboratoriais experimentais como procedimentos para a apreensão e ressignificação de movimentos corporais básicos desta manifestação pelos corpos de bailarinos, sistematizando relações entre saberes teóricos e práticos de bailarinos, capoeiras e estudiosos da dança. Desse modo, a pesquisa respondeu ao problema sobre como desenvolver um processo de criação em dança a partir da ressignificação de movimentos corporais da capoeira regional. A investigação envolveu este pesquisador e dois bailarinos, em laboratórios semanais realizados em quatro etapas, no período de abril de 2010 a novembro de 2011. Os dados foram coletados por meio de depoimentos escritos e fotografias. Os resultados da pesquisa apontam contribuições para a sistematização de processo de criação na área da dança contemporânea. / This research proposes a process of creating new meaning from the body movements of capoeira regional, through laboratory practices and experimental procedures for the seizure and reframing of basic body movements of capoeira regional bodies of the dancers, systematizing relations between theoretical and practical of dancers, capoeira and dance studio. Thus, the study said the problem on how to develop a creative process in dance from the signification of bodily movements of capoeira regional. The research involved this researcher and two dancers in weekly labs performed in four steps, from april 2010 to november 2011. Data were collected through written testimonials and photographs. The research results point contributions to the systematic process of creation in the field of contemporary dance.
5

Design, emoção e objetologia: estudo contemporâneo sobre as relações de afeto entre o homem e os objetos-produtos

Nunes, Rafael Ribeiro Severino 10 February 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2015-08-18T17:47:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 359440.pdf: 2920017 bytes, checksum: 1adf09ab5cdd781a9357743f51e827d5 (MD5) Previous issue date: 2009-02-10 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este trabalho apresenta um estudo sobre a relação de afeto existente entre o Homem e os objetos, tendo como base o estudo da Objetologia, que traz uma aproximação entre as teorias evolucionistas, para compreender a evolução dos objetivos. Além disso, procura perceber a presença de aspectos e caracteríticas emocionais/afetivas como construto simbólico dos objetivos, identificando no Homem contemporâneo não apenas sua característica de usuário, mas, sim de consumidor, que transforma os objetos, utensílios ou artefatos em produtos passíveis de serem consumidos com rapidez..
6

A improvisação em dança: um processo sistêmico e evolutivo

Martins, Cleide 30 November 1999 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T18:17:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cleide Martins.pdf: 5755466 bytes, checksum: 23a03a3898026d4798cd7a8c46a16a82 (MD5) Previous issue date: 1999-11-30 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este trabalho utiliza informações teóricas provindas da filosofiae da ciência para falar da improvisação em dança, quase sempre considerada apenas como um recurso da arte da dança. A literatura sobre o tema é escassa, se tivermos como expectativa reflexões sobre o que é a improvisação e não apenas sobre a sua prática. Este trabalho procura trazer uma reflexão mais abrangente da improvisação, vista não apenascomoum recurso,mascomoa própria dança realizada no instante de sua execução (em oposição à dança planejada anteriormente). Para tanto, toma-se necessário partir de uma visão ontológica de mundo em que se considera que a realidade é formada por sistemas e que a dança pode ser vista como um sistema complexo, formado pela relação dos subsistemas: movimento,corpo+cultura. Os subsistemas movimento e corpo+cultura,que compõem o sistema dança, podem ser estudados, atualmente, por hipóteses evolucionistas neodarwinistas utilizadas pela biogenética e neurociência). A improvisação, por sua vez, pode ser definida como a processualidade que ocorre no sistema dança, ou seja, onde a relação dos subsistemas movimento, corpo+cultura, ao longo do tempo, vai sofrendo modificações estocásticas de suas propriedades, produzindo estados que se sucedem em cadeias. Este processo, quando cresce em complexidade, apresenta parâmetros que acompanham o jogo evolutivo, que vão em busca de uma organização. Com o parâmetro de integralidade, o processo de improvisação adquire uma gramática formada a partir do(s) repertório(s), ou seja, dos tipos de movimentos adquiridos pelo corpo do dançarino + as leis e regras (da física, anatomofisiológicas e de atuação pessoal). As tendências das combinações dos movimentos configuram o grau de gramaticalidade do processo de improvisação. As aspirações do processo de improvisação são: a baixa gramaticalidade e o novo
7

Memórias na pele: um processo de experimentação em dança com idosos remanescentes da Colônia de Hansenianos de Marituba-PA

PEREIRA, Leida Maria Willott 06 September 2013 (has links)
Submitted by Irvana Coutinho (irvana@ufpa.br) on 2017-03-17T12:16:12Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_MemoriasPeleProcesso.pdf: 5022165 bytes, checksum: 0136008f6f4e10ce631685679645a23f (MD5) / Approved for entry into archive by Irvana Coutinho (irvana@ufpa.br) on 2017-03-17T12:16:59Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_MemoriasPeleProcesso.pdf: 5022165 bytes, checksum: 0136008f6f4e10ce631685679645a23f (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-17T12:16:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_MemoriasPeleProcesso.pdf: 5022165 bytes, checksum: 0136008f6f4e10ce631685679645a23f (MD5) Previous issue date: 2013-09-06 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Esta pesquisa direciona a um estudo em dança com idosos portadores de hanseníase residentes em um abrigo localizado no município de Marituba-PA. A investigação parte dos fatos registrados na memória das experiências corporais vivenciadas nas práticas artísticas, especificamente os blocos carnavalescos, no período em que residiam na Colônia de Hansenianos. Os procedimentos metodológicos que me aproprio são a etnopesquisa, por haver o registro descritivo de todos os dados disponíveis no contato direto e participativo com o campo de investigação, assim como a aplicação de laboratórios de pesquisa em movimento, como estímulo para rememoração e expressão do fazer artístico construído durante a segregação compulsória. Detenho-me em propor pistas para investigações posteriores em dança, a fim de que os experimentos produzidos nesta pesquisa possibilitem um produto cênico em dança. / This research is a study in dance with ederly leprosy patients living in a shelter in the city of Marituba-PA. The investigation has its starting point in the facts recordered in the memory of lived bodily experiences in artistic practices, specifically the carnival in the period in which they resided at the Leprosy Colony. The methodological procedures used here are the etnopesquisa, because the everyday interactions through direct observation and participation, as well as the use of laboratory reserach in movement, as estimulation to recollect and express the artistic experiences lived during the compulsory segregation period. I restrict myself to propose clues for further research in dance, so that the experiments produced in this study may become a scenic product.
8

A potência da improvisação em dança: uma abordagem arquetípica

Fiamenghi, Aline Ribeiro 14 May 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-28T20:40:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Aline Ribeiro Fiamenghi.pdf: 2341077 bytes, checksum: e356d81fd0febc68f6ed52f1af356fce (MD5) Previous issue date: 2009-05-14 / This research intends to present the concept of "Soul-Making". Its basis resides in the activities of dance improvisation. According to Archetypal Psychology, "soul" is an imaginative possibility, a function of transforming events into experiences and the capacity of recognizing all realities as primarily symbolical or metaphorical. We don't intend to restrict dance experience to psychological ideas, nor explain it. We take dance as our starting-point for its power of "touching us". Dance functions as a means to create metaphors as we understand improvisation in dance like the act of imagining with the body. Dance is a search for encounters, it happens in relation to: image, music and the dancer s intellectual, artistic and corporeal repertoire as much as his connections (relations) among other dancing bodies. We believe that movement, organized as the thought of the body can produce different conscience modalities, beyond the egoic one. We show a working method, developed in two meetings, which we called Improvisation Laboratory. Our purpose was to observe the reverberations of free movements, without any previous technical preparation for the dancers. That is to say, what kind of images were produced and how they have transformed the event into an animic experience / Esta pesquisa trata-se de um trabalho sobre o fazer-alma que tem sua base na improvisação em dança. Na perspectiva da psicologia arquetípica, alma é uma possibilidade imaginativa, a função de transformar eventos em experiências, a capacidade de reconhecer todas as realidades como primariamente simbólicas ou metafóricas. Não tentamos psicologizar a experiência da dança, nem explicá-la, mas partimos da dança por ser algo que toca. Por ela, vemos a possibilidade de metaforizar, pois entendemos que improvisar em dança é imaginar com o corpo. A dança busca encontro, se faz na relação com a imagem, a música, o repertório artístico, intelectual e corporal do dançarino e com outros corpos dançantes. Acreditamos que o movimento, organizado como pensamento do corpo, é uma possibilidade investigativa e imaginativa que produz outras modalidades de consciência, para além da egoica. Apresentamos um método de trabalho, elaborado em dois encontros, nomeado por Laboratório de Improvisação, a fim de observar as repercussões dos movimentos livres, sem preparo prévio nas dançarinas. Ou seja, que imagens foram produzidas e como transformaram o evento numa experiência anímica
9

Uma nova geografia de ideias: diversidade de ações comunicativas para a dança

Martins, Giancarlo 25 September 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T18:15:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Giancarlo Martins.pdf: 9816916 bytes, checksum: b4a396da42ac4d1ed91e23ce1a3a0232 (MD5) Previous issue date: 2006-09-25 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / In the last ten years, actions developed in dance, live and in the media, left the focus in Rio-São Paulo. Spread through several places in the country had taken a new geography of ideas that understand dance as a communication process of the body, organized as a thought that questions power structures, artistic procedures and boundaries between languages. This masters essay selects, as investigation corpus, some of these experiences employed in the education, in the circuit (festivals, shows and meetings), and in the research and creation in dance that, as survival strategy, creates decentralized cultural polar regions. The intend is to demonstrate that these experiences have propose new communication actions to dance. They push punctual changes in the dance market and in the development of public politics of cultural motivation and reconfigure, not only the esthetic system in which they are in, but the whole cultural system, contributing, in this way, for the dance survival and your effective insertion in the social fabric. As methodology, it was used a data analysis in a systematic way, that being, understanding the articulations between the investigated elements, based in the evolution theories proposed by the evolutionist scientist Richard Dawkins (2000-2001), in the concept of body and media proposed by the researchers Helena Katz and Christine Greiner (2000, 2001, 2003 and 2005) and in the cultural and political studies such as the ones developed by Bauman (1999), Agamben (2002), Bhabha (1998) and Foucault (1979 and 1996). Both, the bibliographic research and the field investigation (interviews and case studies) show that the strategies have been developed to recommend new ways of understanding and event organization, information flow and company conception and educational projects in dance. Actions that exist in the relation body and environment, in a contaminator flow, co evolutional, and non-determinist. / Nos últimos dez anos, ações desenvolvidas no campo da dança, em contextos presenciais e na mídia, deixaram de se concentrar no eixo Rio-São Paulo. Espraiadas por diversas regiões do país, têm desenhado uma nova geografia de idéias que entende a dança como um processo comunicacional do corpo, organizado como um pensamento que questiona estruturas de poder, procedimentos artísticos e as fronteiras entre as linguagens. Esta Dissertação de Mestrado foca, como corpus de investigação algumas destas experiências empreendidas na área de educação, de circulação (festivais, mostras e encontros) e de pesquisa e criação em dança que, como estratégia de sobrevivência, criam pólos culturais descentralizados. O objetivo é demonstrar que essas experiências têm proposto novas ações comunicativas para a dança. Impulsionam transformações pontuais no mercado da dança e no desenvolvimento de políticas públicas de incentivo à cultura e reconfiguram não apenas o sistema estético em que estão inseridas, mas todo o sistema cultural contribuindo, dessa maneira, para a sobrevivência da dança e sua efetiva inserção no tecido social. Como metodologia, trabalhamos a análise dos dados de maneira sistêmica, ou seja, entendendo as articulações entre os elementos investigados, a partir das teorias evolutivas propostas pelo cientista evolucionista Richard Dawkins (2000, 2001), do conceito de corpomídia proposto pelas pesquisadoras Helena Katz e Christine Greiner (2000, 2001, 2003, 2005) e dos estudos culturais e políticos tais como os desenvolvidos por Bauman (1999), Agamben (2002), Bhabha (1998) e Foucault (1979, 1996). Tanto a pesquisa bibliográfica, quanto a investigação de campo (entrevistas e estudos de casos) evidenciaram que estratégias vêm sendo desenvolvida para propor novos modos de entendimento e organização de eventos, circulação de informação e concepção de companhias e projetos educativos em dança. Ações que se dão na relação corpo e ambiente, num fluxo contaminatório, coevolutivo e não determinista
10

"A Dança Circular Sagrada e o Sagrado": um estudo exploratorio das relações históricas e práticas de um movimento "New Age", em busca de seus aspectos numinosos e hierofânicos / The Sacred Circle dance and the Sacred: an exploratory study about the historical and practical dimension of a New Age movement and the search for its numinous and hierophanic aspects

Berni, Luiz Eduardo Valiengo 30 November 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-25T19:20:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Luiz Eduardo Valiengo Berni.pdf: 11406482 bytes, checksum: 419a825e29f9ab16d90fe9a755f02da2 (MD5) Previous issue date: 2002-11-30 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / The Sacred Circle Dance is a contemporary practice of dance which aims to rescue its primordial function when it was incorporated to an integrate complex called Music-Dance-Prayer; its original function is self-knowledge and transcendence. German born Benhard Wosien started the Movement in the 70´s and The Spiritual Community of Findhorn in the northeast of Scotland spread these practices throughout the world. The Movement was born during the emerging of the New Age culture. This work is an exploratory study of the historic-practical dimension of this Movement; it is an attempt to identifiy its traditional origin as well as trying to find its relation with the phenomenological aspects of the Sacred in Rudolf Otto, Mircea Eliade and Ninian Smart. Therefore, the origins of the Circle Dance as well as the contemporary correlative movements throughout history have been investigated. Besides the bibliographic study, a qualitative investigation with ten Brazilian facilitators from different regions of that country was carried out aiming to describe not only their profile but mainly their relation with the numinous. The conclusion is that there is a tendency to reintegrate with the original complex Music-Dance-Prayer and only the Fascinans, the most common aspect of the numinous has been present. This work suggested new questions for future investigations / A Dança Circular Sagrada é uma prática de dança contemporânea, que procura resgatar sua função primordial no passado, enquanto integrada no complexo Canto-Dança-Oração, fazendo-a agir como uma forma prática de auto-conhecimento e transcendência. Movimento iniciado pelo alemão Bernhard Wosien, em meados da década de 70, e difundido pela Comunidade Espiritual de Findhorn no nordeste da Escócia, vem marcado por traços da emergente cultura da Nova Era. Este trabalho procurou, de maneira exploratória, detalhar o aspecto histórico-prático do movimento, identificando suas origens tradicionais, bem como, suas relações com o Sagrado do ponto de vista fenomenológico, conforme o enfoque de Rudolf Otto e Mircea Eliade. Para isso, rastrearam-se as origens e a função da Dança Circular ao longo da História, assim como, fez-se um levantamento de movimentos correlatos de Dança Coral Circular, a fim de contextualizar aquele iniciado por Wosien. Além do estudo bibliográfico, cujo material é bastante escasso, realizou-se uma pesquisa de campo com dez experientes focalizadores, de diferentes regiões do país, para delinear o perfil do movimento no Brasil, bem como para analisar as relações da prática com o Numinoso. Concluiu-se que há uma tendência de busca pela reintegração original, entretanto, que apenas as manifestações positivas do Numinoso, o Fascinans, encontram-se, em parte, presentes. O estudo visou, também, ao levantamento de questões para futuros estudos

Page generated in 0.035 seconds