• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 20
  • Tagged with
  • 20
  • 13
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Fatores que influenciam a depreciação de veículos

Campos, Ana Paula Lucena January 2013 (has links)
CAMPOS, Ana Paula L. Fatores que influenciam a depreciação de veículos. 2013. 29f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2013 / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-02-01T20:58:49Z No. of bitstreams: 1 2014_dissert_aplcampos.pdf: 288139 bytes, checksum: 57d8211accd010b047d9ab9c00d85785 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-02-01T20:59:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dissert_aplcampos.pdf: 288139 bytes, checksum: 57d8211accd010b047d9ab9c00d85785 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-02-01T20:59:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dissert_aplcampos.pdf: 288139 bytes, checksum: 57d8211accd010b047d9ab9c00d85785 (MD5) Previous issue date: 2013 / The study aims to analyze the behavior of the main factors that influence the depreciation of vehicles by assessing the profile of the car in the current scenario, estimating their percentage of financial loss and linking with existing variables in order to determine the characteristics of derogatory behavior. The research used a quantitative approach and through it seeks to deepen the topic addressed making it clearer and building issues important to the conduct of research. Thus, through the econometric method, values rose vehicles within three years, we identified the relationships between variables exist, ie, the characteristics of the car and identified the main factors that influence the depreciation to define type vehicle that has a higher loss. Finally, after analyzing the data will be presented findings on the characteristics of derogatory behavior and if it achieved satisfactory results. / O trabalho tem como objetivo analisar o comportamento dos principais fatores que influenciam na depreciação de veículos através da avaliação do perfil dos automóveis no cenário atual, estimando o seu percentual de perda financeira e relacionando com as variáveis existentes a fim de determinar as características do comportamento depreciativo. A pesquisa utilizada é quantitativa e através dela busca-se aprofundar o tema abordado tornando-o mais claro e construindo questões importantes para a condução da pesquisa. Deste modo, através do método econométrico, foram levantados valores de veículos no intervalo de três anos, identificadas as relações entre as variáveis existentes, ou seja, as características dos automóveis e identificadas os principais fatores que influenciam a depreciação para definir o tipo veículo que possui maior perda. Por fim, após análise dos dados serão apresentadas as considerações finais sobre as características de comportamento depreciativo e se este obteve resultados satisfatórios.
2

Análise das metodologias de depreciação dos imóveis e vida útil

Oliveira, Iberá Pinheiro de January 2018 (has links)
Submitted by Gisely Teixeira (gisely.teixeira@uniceub.br) on 2018-06-16T14:16:58Z No. of bitstreams: 1 51500345.pdf: 599416 bytes, checksum: e72907b0a011412304e930f2b6266f2a (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-16T14:16:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 51500345.pdf: 599416 bytes, checksum: e72907b0a011412304e930f2b6266f2a (MD5) Previous issue date: 2018 / O trabalho em questão se propõe a verificar os limites das metodologias utilizadas para quantificar e estabelecer a depreciação dos imóveis e sua vida útil em processos de transações imobiliárias e investimento de manutenção, a fim de identificar as principais dispersões existentes entre os modelos matemáticos propostos e casos reais existentes. Nosso artigo comprova que os modelos matemáticos utilizados não correlacionam ás manifestações patológicas entre os diversos sistemas da uma edificação. Quando analisamos todos os sistemas que compõem a edificação e suas patologias esta correlação pode acelerar a perda da vida útil do bem, reduzindo significativamente os parâmetros consolidados pelo Bureau of Internal Revenue e estudos da tabela de Ross-Heidecke. Em transações imobiliárias, o valor total a ser investido no bem transacionado está intimamente relacionado a esta análise. Grandes distorções, como verificado nas metodologias apresentadas neste artigo, aumentam os riscos dos investidores ocultando custos não embutidos nos modelos matemáticos, por falta de correlação entre as manifestações patológicas e seus sistemas.
3

Divulgação da informação contábil sobre depreciação: o antes e o depois da adoção das IFRS / Disclosure of the accounting information about depreciation: before and after the adoption of the IFRS

Telles, Samantha Valentim 04 February 2014 (has links)
Dada sua origem no code law, a Contabilidade brasileira era baseada em regras e muito influenciada pelas normas fiscais. Com a adoção das IFRS, esperava-se que essa Contabilidade se aproximasse mais da essência econômica. Contudo, é possível encontrar estudos que apontam para o fato de existirem evidências da permanência da utilização de certos aspectos da Contabilidade anterior. Ao mesmo tempo, com a adoção das normas internacionais, a depreciação acabou ganhando uma importância maior devido ao fato de que agora as empresas têm maior liberdade para definir seus valores. Dessa forma, o principal objetivo deste estudo foi analisar a evolução da apresentação, nas demonstrações financeiras anuais, das informações referentes à depreciação dos ativos imobilizados no Brasil. Para isso, por meio de Análise de Conteúdo, foram analisadas as demonstrações financeiras padronizadas das maiores companhias abertas listadas na BM&FBOVESPA, que possuíam ativos imobilizados e/ou despesas de depreciação de 2006 a 2012. A amostra final contou com 74 empresas - ou seja, 518 observações - e o período foi divido em três: antes, durante e depois da adoção das IFRS. Os resultados mostraram que o nível de utilização das taxas fiscais era, de maneira geral, muito maior antes da adoção das novas normas. Por outro lado, ainda que existisse um ambiente mais propício para utilização dessas taxas, antes da adoção algumas empresas já utilizavam outras taxas nesse período. Verificou-se que, após a adoção, passou-se a utilizar com mais frequência o método das taxas médias e que as empresas que utilizaram intervalos de taxas para alguns ativos foram sempre as mesmas. Ademais, com o passar dos anos, as taxas de depreciação quase não se alteraram em todos os grupos de ativos imobilizados analisados. Mas, após a adoção das normas internacionais e em especial para o exercício de 2010, as empresas aumentaram o nível de revisão. Contudo, em 2011 e 2012 houve uma nova queda desse nível para todos os imobilizados estudados. Algumas empresas, 2,51% da amostra estudada, não apresentaram a metodologia de cálculo antes, durante e depois da adoção das normas internacionais. Da mesma forma, as informações sobre depreciação acumulada e despesa de depreciação por classe de imobilizado não foram apresentadas por algumas empresas (14,48% e 57,92%, respectivamente), mesmo com a exigência do CPC 27. E por fim, constatou-se que, antes das IFRS, a depreciação acumulada era apresentada no cálculo do valor líquido do imobilizado; e após, passou a ser apresentada na composição do saldo do mesmo, junto à depreciação do período. Conclui-se que as Notas Explicativas sofreram mudanças consideráveis, principalmente após a adoção das IFRS, mas ainda permanecem muitos resquícios da cultura anterior, desde a utilização das taxas fiscais, passando pelo baixo nível de revisão das taxas, até a não apresentação de informações obrigatórias sobre depreciação. Dessa forma, afirma-se que muitas empresas ainda precisam se adequar completamente às novas normas no que tange depreciação, disponibilizando mais informações para os usuários, pois somente assim eles poderão utilizá-las para suas tomadas de decisão sobre investimento. / Given its origins in the code law, the Brazilian Accounting was rules-based and much influenced by tax rules. With the adoption of the IFRS, it was expected that the Accounting would get closer to its economic essence. However, it is possible to find studies that point to the existence of evidences of the permanence of the use of certain aspects of the previous Accounting. At the same time, with the adoption of the international rules, depreciation has gotten a greater importance given the fact that nowadays the companies have greater freedom to define its values. Therefore, the main goal of this study was to analyze the evolution of the presentation, in the annual financial statements, of the information about the depreciation of property, plant and equipment in Brazil. To do so, it was analyzed through Content Analysis the standard financial statements of the biggest public companies listed in BM&FBOVESPA that had property, plant or equipment and/or depreciation expenses from 2006 to 2012. The final sample had 74 companies - i.e., 518 observations - and the period was divided in three: before, during and after the adoption of the IFRS. The results have shown that the tax rates levels of use were, in general, bigger before the adoption of the new rules. On the other hand, even though the environment before the adoption was more favorable to the use of these tax rates, some companies already used other rates in this period. It was verified that after the adoption, the average rates began to be used and the companies that used rates intervals to some assets were always the same ones. Thus, over the years, the depreciation rates almost did not change in all the analyzed assets groups. But, after the adoption and especially in 2010, the companies have increased this level of revision. However, in 2011 and 2012 there was a new decrease in this level to every analyzed asset. Some companies, 2.51% of the studied sample, did not present the calculation method before, during and after the adoption of the international rules. Similarly, some companies did not present the information about accumulated depreciation and depreciation expenses by class of property, plants and equipment (14.48% and 57.92%, respectively), even with the requirement of the CPC 27. Finally, before the IFRS, the accumulated depreciation was presented in the calculus of the net value of property, plants and equipment; and after, it began to be presented inside the reconciliation of the carrying amount, along with the depreciation. It is possible to conclude that the Notes have suffered considerable changes, especially after the adoption of the IFRS, but residues of the previous culture remain, since the use of tax rates, through the low level of rates revision, until the non-presentation of mandatory information. Therefore, it is possible to assert that many companies still have to completely adequate themselves to the new rules regarding to depreciation, by providing more information to the users, because only after that they will be capable of using it for their investment decision making.
4

Divulgação da informação contábil sobre depreciação: o antes e o depois da adoção das IFRS / Disclosure of the accounting information about depreciation: before and after the adoption of the IFRS

Samantha Valentim Telles 04 February 2014 (has links)
Dada sua origem no code law, a Contabilidade brasileira era baseada em regras e muito influenciada pelas normas fiscais. Com a adoção das IFRS, esperava-se que essa Contabilidade se aproximasse mais da essência econômica. Contudo, é possível encontrar estudos que apontam para o fato de existirem evidências da permanência da utilização de certos aspectos da Contabilidade anterior. Ao mesmo tempo, com a adoção das normas internacionais, a depreciação acabou ganhando uma importância maior devido ao fato de que agora as empresas têm maior liberdade para definir seus valores. Dessa forma, o principal objetivo deste estudo foi analisar a evolução da apresentação, nas demonstrações financeiras anuais, das informações referentes à depreciação dos ativos imobilizados no Brasil. Para isso, por meio de Análise de Conteúdo, foram analisadas as demonstrações financeiras padronizadas das maiores companhias abertas listadas na BM&FBOVESPA, que possuíam ativos imobilizados e/ou despesas de depreciação de 2006 a 2012. A amostra final contou com 74 empresas - ou seja, 518 observações - e o período foi divido em três: antes, durante e depois da adoção das IFRS. Os resultados mostraram que o nível de utilização das taxas fiscais era, de maneira geral, muito maior antes da adoção das novas normas. Por outro lado, ainda que existisse um ambiente mais propício para utilização dessas taxas, antes da adoção algumas empresas já utilizavam outras taxas nesse período. Verificou-se que, após a adoção, passou-se a utilizar com mais frequência o método das taxas médias e que as empresas que utilizaram intervalos de taxas para alguns ativos foram sempre as mesmas. Ademais, com o passar dos anos, as taxas de depreciação quase não se alteraram em todos os grupos de ativos imobilizados analisados. Mas, após a adoção das normas internacionais e em especial para o exercício de 2010, as empresas aumentaram o nível de revisão. Contudo, em 2011 e 2012 houve uma nova queda desse nível para todos os imobilizados estudados. Algumas empresas, 2,51% da amostra estudada, não apresentaram a metodologia de cálculo antes, durante e depois da adoção das normas internacionais. Da mesma forma, as informações sobre depreciação acumulada e despesa de depreciação por classe de imobilizado não foram apresentadas por algumas empresas (14,48% e 57,92%, respectivamente), mesmo com a exigência do CPC 27. E por fim, constatou-se que, antes das IFRS, a depreciação acumulada era apresentada no cálculo do valor líquido do imobilizado; e após, passou a ser apresentada na composição do saldo do mesmo, junto à depreciação do período. Conclui-se que as Notas Explicativas sofreram mudanças consideráveis, principalmente após a adoção das IFRS, mas ainda permanecem muitos resquícios da cultura anterior, desde a utilização das taxas fiscais, passando pelo baixo nível de revisão das taxas, até a não apresentação de informações obrigatórias sobre depreciação. Dessa forma, afirma-se que muitas empresas ainda precisam se adequar completamente às novas normas no que tange depreciação, disponibilizando mais informações para os usuários, pois somente assim eles poderão utilizá-las para suas tomadas de decisão sobre investimento. / Given its origins in the code law, the Brazilian Accounting was rules-based and much influenced by tax rules. With the adoption of the IFRS, it was expected that the Accounting would get closer to its economic essence. However, it is possible to find studies that point to the existence of evidences of the permanence of the use of certain aspects of the previous Accounting. At the same time, with the adoption of the international rules, depreciation has gotten a greater importance given the fact that nowadays the companies have greater freedom to define its values. Therefore, the main goal of this study was to analyze the evolution of the presentation, in the annual financial statements, of the information about the depreciation of property, plant and equipment in Brazil. To do so, it was analyzed through Content Analysis the standard financial statements of the biggest public companies listed in BM&FBOVESPA that had property, plant or equipment and/or depreciation expenses from 2006 to 2012. The final sample had 74 companies - i.e., 518 observations - and the period was divided in three: before, during and after the adoption of the IFRS. The results have shown that the tax rates levels of use were, in general, bigger before the adoption of the new rules. On the other hand, even though the environment before the adoption was more favorable to the use of these tax rates, some companies already used other rates in this period. It was verified that after the adoption, the average rates began to be used and the companies that used rates intervals to some assets were always the same ones. Thus, over the years, the depreciation rates almost did not change in all the analyzed assets groups. But, after the adoption and especially in 2010, the companies have increased this level of revision. However, in 2011 and 2012 there was a new decrease in this level to every analyzed asset. Some companies, 2.51% of the studied sample, did not present the calculation method before, during and after the adoption of the international rules. Similarly, some companies did not present the information about accumulated depreciation and depreciation expenses by class of property, plants and equipment (14.48% and 57.92%, respectively), even with the requirement of the CPC 27. Finally, before the IFRS, the accumulated depreciation was presented in the calculus of the net value of property, plants and equipment; and after, it began to be presented inside the reconciliation of the carrying amount, along with the depreciation. It is possible to conclude that the Notes have suffered considerable changes, especially after the adoption of the IFRS, but residues of the previous culture remain, since the use of tax rates, through the low level of rates revision, until the non-presentation of mandatory information. Therefore, it is possible to assert that many companies still have to completely adequate themselves to the new rules regarding to depreciation, by providing more information to the users, because only after that they will be capable of using it for their investment decision making.
5

A vida útil de instalações no setor elétrico e sua influência na definição das tarifas de distribuição de energia no Brasil

Cheberle, Luciano Augusto Duarte 13 December 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Mestrado Profissional em Regulação e Gestão de Negócios, 2013. / Submitted by Larissa Stefane Vieira Rodrigues (larissarodrigues@bce.unb.br) on 2014-11-06T19:25:11Z No. of bitstreams: 1 2013_LucianoAugustoDuarteCheberle.pdf: 4617349 bytes, checksum: 654c60d542fdd70ef2ace01c3229cd71 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-11-26T19:17:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_LucianoAugustoDuarteCheberle.pdf: 4617349 bytes, checksum: 654c60d542fdd70ef2ace01c3229cd71 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-26T19:17:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_LucianoAugustoDuarteCheberle.pdf: 4617349 bytes, checksum: 654c60d542fdd70ef2ace01c3229cd71 (MD5) / A definição de depreciação nas normas internacionais de contabilidade é dada como a alocação sistemática de uma despesa permissível da parte depreciável de um ativo sobre sua vida útil. Essa despesa é o custo inicial do ativo menos seu valor residual estimado na data da aquisição. A pré-definição de tarifas cobre o custo do serviço inclusivo da depreciação, e é fundamental à determinação da capacidade financeira e operacional de prestadores de serviço, sejam públicos ou privados. A aplicação de regras claras de depreciação deve visar a estabilidade regulatória aos prestadores de serviço, garantindo que as taxas de depreciação serão suficientes para cobrir o retorno do capital. No caso específico do setor elétrico brasileiro, as modelagens econométricas de custo e reconhecimento de investimentos, adotadas atualmente, implicam que superestimar a depreciação de bens e instalações em serviço, ou seja, estimar para menos a sua vida útil, significa antecipar o fluxo de caixa de receita (MINAKAWA, TADA e WU, 2008), o que pode elevar os preços aos consumidores e também tornar maiores os valores adicionados aos acionistas dos agentes prestadores de serviço. Subestimar a depreciação, estimando para maior a vida útil desses bens, ao contrário, pode produzir preços inadequados ao equilíbrio econômico-financeiro da prestação do serviço. Este trabalho apresenta o estudo da aplicação do cálculo das taxas de depreciação de ativos na modelagem econométrica de definição da base de remuneração regulatória hoje adotada no setor elétrico brasileiro, avaliando se a forma como se aplica as taxas de depreciação atualmente no calculo tarifário se adéqua ao propósito do atingimento e garantia do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de prestação de serviços de distribuição de energia elétrica. O estudo apresentado define a chancela do método ora empregado ou a proposição de uma evolução conceitual na forma de cálculo dessas taxas de depreciação, basicamente analisando o emprego individualizado por tipo de ativo investido ou agregado por um conjunto de bens e instalações. Mostram (MINAKAWA, TADA e WU, 2008) que no Japão as vidas úteis das instalações elétricas são especificadas pela “Electric Utility Accounts Law”, entretanto, no que diz respeito ao cálculo da depreciação, duas maneiras são admissíveis: um é determinar a depreciação de cada ativo dos agentes baseada em sua vida útil. Neste método pode-se obter a depreciação precisa do ativo se da base de dados constar os dados contábeis detalhados (por exemplo: custo inicial, data da instalação, vida útil, recursos residuais, etc.) de todas as instalações de cada área de atuação. A quantidade enorme destes dados de cada agente deve ser inserida numa base de dados geral, enorme quando pensamos num país como o Brasil. Por outro lado, no Japão, um método simplificado é permitido para computação da depreciação. Este método simplificado da computação trata uma agregação de todos bens componentes de um tipo de instalação como um bloco e define a vida útil do bem de acordo com cada bloco de instalações, como por exemplo uma planta hidroelétrica de geração, uma planta nuclear de geração, uma linha de transmissão ou de distribuição, etc. As vidas úteis de uma linha da distribuição podem ser definidas, portanto, como um bloco de ativos. Entretanto, a vida útil de cada bem ou equipamento componente dessas instalações é definida também pela Lei. O conteúdo apresentado examina outras técnicas de órgãos internacionais e, baseado no conceito japonês simplificado para a computação da depreciação, contribui para tornar mais justo o efeito do cálculo da depreciação na definição das tarifas de energia elétrica no Brasil e, principalmente, com uma melhor reprodutibilidade dos cálculos tarifários, reduzindo em boa parte a assimetria de informação entre agentes, órgão regulador e a sociedade em geral. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The depreciation definition, in the international norms of accounting is given as the systematic allocation of a permissible expenditure of the depreciable part of an asset on its useful life. This expenditure is the initial cost of the asset but its esteem residual value in the date of the acquisition. The daily pay-definition of tariffs has covered the cost of the inclusive service of depreciation, and is basic to the determination of the financial capacity and operational of service rendering, they are public or private. The application of clear rules of depreciation must aim at the regulatory stability to the service rendering, guaranteeing that the depreciation taxes will be enough to cover the return of the capital. In the specific case of the Brazilian electric sector, the econometrical models of cost and recognition of investments, adopted currently, imply that to overestimate the depreciation of good and installations in service, that is, estimate less for its useful life, means to anticipate the cash flow (MINAKAWA, TADA e WU, 2008), what it can raise the prices to the consumers and also becomes greater the added values to rendering services agents shareholders. Underestimate depreciation, estimating greater the useful life of these goods, in contrast, can produce inadequate prices to the economic-financial balance of service installment. This work presents the study of the application of depreciation of assets taxes calculation in the econometrical modeling adopted currently in the Brazilian electric sector for the regulatory remuneration base definition, evaluating if the form as if it applies the taxes of depreciation, currently, in tariff revisions processes adjusts to the intention of the achievement and guarantee of the economic-financial balance of electricity distribution services rendering contracts. The presented study defines if the employed method however can be sealed, confirmed, or if can be assumed one proposal of a conceptual evolution in the form of calculation of these taxes of depreciation, basically analyzing the individual treatment by type of asset invested or added for a set of assets and installations. In Japan, as demonstrated by (MINAKAWA, TADA e WU, 2008), the lifetimes of electric facilities is specified by the "Electric Utility Accounts Law". With regard to depreciation calculation, two ways are possible: one is to determine depreciation of every account entity based on its lifetime. With this method precise depreciation can be obtained, if the master database covers detailed account data (e.g., initial cost, installation date, lifetime, remaining assets, etc.) of all facilities in a plant. The huge amount of these account data of the components (lifetime, value of remaining assets) must be input into the master database. Therefore, a simplified method is allowed for depreciation computation. This simplified computation method treats a set of all component facilities of a plant as one block entity, and defines the lifetime of the entity according to each block, such as hydroelectric generation plant, nuclear generation plant, transmission and distribution line, etc. The lifetimes of a distribution line can be defined as one block. However, the lifetime of each piece of component equipment is also defined by the law. The presented content examines other international regulated techniques and, based on simplified Japanese concept for the depreciation computation, contributes to become fairer the effect of depreciation calculation in the definition of the electric energy tariffs in Brazil, and mainly contributes with one proposal for better reproducibility of tariff calculations, reducing the existing asymmetry of information between agents, regulatory agency and the society in general.
6

Eficiência dos conjuntos óticos de alumínio especular de alto desempenho energético / Efficiency of optical specular aluminium assemblies of high energy performance

Bigoni, Silvia 10 May 2013 (has links)
Este trabalho tem por finalidade indicar uma metodologia de avaliação das perdas progressivas de iluminâncias, de intensidades luminosas e de rendimentos que ocorrem nos conjuntos óticos com distintos tratamentos de superfícies dos alumínios, utilizados na produção de luminárias comerciais com lâmpadas fluorescentes tubulares. Alguns critérios foram relacionados como imprescindíveis para a obtenção de resultados representativos, sendo o parâmetro geográfico o primeiro deles. Para isso, foram indicadas três instalações onde o critério de escolha eram os agentes atmosféricos externos, de elevada, média ou menor poluição ambiental. O segundo foi a escolha de \"luminárias de ensaios\", com conjuntos óticos em alumínios especulares de diferentes características e propriedades de reflexão. O último critério foi o temporal, com medições fotométricas praticadas em laboratório e em campo. Foram adotadas para análise e comparação as medições fotométricas de três conjuntos óticos de referência (refletor e aleta), bem como luminárias de ensaio de campo em dois períodos para análise da depreciação dos conjuntos óticos, que totalizaram uma média de 2.700 h. Como resultado desta análise, foram feitas considerações que demonstram que padrões de alumínio de menor ou maior rendimento, com capacidade reflexiva entre 75% e 95%, apresentam perdas luminosas consideráveis, e que podem causar divergência entre o projetado pelos profissionais de iluminação e o executado. / This work aims to specify a methodology for evaluating the progressive loss of illuminance, luminous intensity and performance, which occur in the optical assemblies of commercial fixtures with fluorescent lamps, whose aluminium received different types of surface treatment. In order to obtain representative results, some criteria were listed as essential, being the geographic parameter the first one. For this, we chose three facilities using as a criterion of choice the external atmospheric agents of high, medium or low environmental pollution. The second was the choice of \"test fixtures\" with optical assemblies made of specular aluminium with different reflection characteristics and properties. The last criterion was the time lapse, with photometric measurements practiced in laboratory and in the field. For analysis and comparison, we took photometric measurements of three optical sets used as reference (reflector and fin) and field test fixtures in two different periods for depreciation analysis of their optical assemblies, which reached an average of 2700 hours. As a result, considerations have been made demonstrating that Aluminium patterns of higher or lower performance with reflective capacity between 75% and 95%, show considerable light loss, and that this can cause divergence between what is the projected by the lighting professionals and what is effectively executed.
7

Depreciação e obsolescência em edificações com base na norma de desempenho NBR 15.575/2013: estudo em uma instituição de ensino / Depreciation and obsolescence in buildings based on standard of remuneration NBR 15.575 / 2013: study in a teaching institution

GALENDE, Ana Beatriz Fernandes 20 March 2018 (has links)
Submitted by Kelren Mota (kelrenlima@ufpa.br) on 2018-05-16T17:27:36Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_DepreciacaoObsolescenciaEdificacoes.pdf: 6280278 bytes, checksum: 581a288629c6b276f9a1b583820e8018 (MD5) / Approved for entry into archive by Kelren Mota (kelrenlima@ufpa.br) on 2018-05-16T17:27:55Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_DepreciacaoObsolescenciaEdificacoes.pdf: 6280278 bytes, checksum: 581a288629c6b276f9a1b583820e8018 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-16T17:27:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_DepreciacaoObsolescenciaEdificacoes.pdf: 6280278 bytes, checksum: 581a288629c6b276f9a1b583820e8018 (MD5) Previous issue date: 2018-03-20 / A Depreciação e Obsolescência física de um imóvel são aspectos diretamente ligados à vida útil do mesmo. O envelhecimento é uma das causas mais imediatas da depreciação e é inevitável. Porém, vários fatores podem contribuir para que isto ocorra, além disso, tanto a depreciação como a obsolescência são fatores relevantes e que não podem ser negligenciados nos procedimentos de análise valorativa de qualquer bem móvel ou imóvel. Este trabalho objetiva realizar a análise, aplicar e validar os métodos consolidados para cálculo da depreciação e compatibiliza-los à realidade percebida, medindo-os de modo menos subjetivo e mais compatível com a realidade, além de propor um método baseado na Norma de Desempenho em Edificações - NBR 15.575/2013. A obsolescência, por sua vez, possui difícil mensuração, sendo neste trabalho analisada com relação à influência na depreciação. A pesquisa consiste em estudo de caso em 4 edificações da Universidade Federal do Pará, Campus Guamá. Realizou-se pesquisa bibliográfica e documental para a fundamentação teórica do tema, seguida de levantamento e inspeção visual/fotográfica nas edificações, onde foram avaliados os sistemas estabelecidos pela NBR 15.575/2013 – Estrutural, Vedações, Piso, Cobertura e Hidrossanitário - e elaboração de relatórios das não conformidades encontradas. O cálculo de depreciação procedeu com a aplicação dos métodos consolidados na literatura, Kuentzle, Ross-Heidecke e Depreciação linear, o com o método elaborado com base na NBR 15.575/2013. Com os resultados realizou-se análise comparativa entre os valores obtidos e constatou-se a influência da idade nos resultados. Há muita divergência nos resultados obtidos com os diversos métodos, variando entre 5% e 7000% entre eles, e a subjetividade é fator que deve ser tratado com bastante zelo na hora desta decisão de alguns critérios. Os resultados obtidos através do método baseado na NBR 15.575/2013 demonstraram que o desempenho de uma edificação é fator ou variável que deve ser incorporado nos métodos que avaliem a edificação. A Depreciação foi verificada com maior aproximação da realidade quando aplicou-se os métodos em que os parâmetros utilizados são mais consistentes e objetivos, sendo os métodos de Ross-Heidecke e o elaborado a partir da NBR 15.575/2013, mais compatíveis com a realidade pesquisada. / Depreciation and Physical obsolescence of a property are aspects directly related to the useful life of the same. Aging is one of the most immediate causes of depreciation and is unavoidable. However, several factors can contribute to this, in addition, both depreciation and obsolescence are relevant factors and can not be neglected in the procedures of valuation analysis of any movable or immovable property. This work aims to perform the analysis, apply and to validate the consolidated methods for calculating depreciation and to reconcile them to the perceived reality, measuring them in a less subjective and more compatible with reality, in addition to proposing a method based on the Performance Standard in Buildings - NBR 15.575 / 2013. The obsolescence, in turn, is difficult to measure, being in this work analyzed with respect to the influence on depreciation. The research consists of a case study in 4 buildings of the Federal University of Pará, Guama Campus. A bibliographic and documentary research was carried out for the theoretical basis of the theme, followed by survey and visual / photographic inspection in the buildings, where the systems established by NBR 15.575 / 2013 - Structural, Fences, Floor, Cover and Water and Sanitation were evaluated. reports of nonconformities found. The calculation of Depreciation proceeded with the application of the consolidated methods in the literature, Kuentzle, Ross-Heidecke and Linear Depreciation, with the method elaborated based on NBR 15.575 / 2013. With the results, a comparative analysis was performed between the values obtained and the influence of age on the results was verified. There are many differences among the obtained results considering the methods that were used. These differences vary between 5% to 7000%, and subjectivity is a factor that should be treated with care at the time of this decision of some criteria. The results obtained through the method based on NBR 15.575 / 2013 demonstrated that the performance of a building is a factor or variable that must be incorporated in the methods that evaluate the building. Depreciation was verified with greater approximation of the reality when the methods were applied in which the parameters used are more consistent and objective, being the Ross-Heidecke and the NBR 15.575 / 2013 methods more compatible with the researched reality.
8

Eficiência dos conjuntos óticos de alumínio especular de alto desempenho energético / Efficiency of optical specular aluminium assemblies of high energy performance

Silvia Bigoni 10 May 2013 (has links)
Este trabalho tem por finalidade indicar uma metodologia de avaliação das perdas progressivas de iluminâncias, de intensidades luminosas e de rendimentos que ocorrem nos conjuntos óticos com distintos tratamentos de superfícies dos alumínios, utilizados na produção de luminárias comerciais com lâmpadas fluorescentes tubulares. Alguns critérios foram relacionados como imprescindíveis para a obtenção de resultados representativos, sendo o parâmetro geográfico o primeiro deles. Para isso, foram indicadas três instalações onde o critério de escolha eram os agentes atmosféricos externos, de elevada, média ou menor poluição ambiental. O segundo foi a escolha de \"luminárias de ensaios\", com conjuntos óticos em alumínios especulares de diferentes características e propriedades de reflexão. O último critério foi o temporal, com medições fotométricas praticadas em laboratório e em campo. Foram adotadas para análise e comparação as medições fotométricas de três conjuntos óticos de referência (refletor e aleta), bem como luminárias de ensaio de campo em dois períodos para análise da depreciação dos conjuntos óticos, que totalizaram uma média de 2.700 h. Como resultado desta análise, foram feitas considerações que demonstram que padrões de alumínio de menor ou maior rendimento, com capacidade reflexiva entre 75% e 95%, apresentam perdas luminosas consideráveis, e que podem causar divergência entre o projetado pelos profissionais de iluminação e o executado. / This work aims to specify a methodology for evaluating the progressive loss of illuminance, luminous intensity and performance, which occur in the optical assemblies of commercial fixtures with fluorescent lamps, whose aluminium received different types of surface treatment. In order to obtain representative results, some criteria were listed as essential, being the geographic parameter the first one. For this, we chose three facilities using as a criterion of choice the external atmospheric agents of high, medium or low environmental pollution. The second was the choice of \"test fixtures\" with optical assemblies made of specular aluminium with different reflection characteristics and properties. The last criterion was the time lapse, with photometric measurements practiced in laboratory and in the field. For analysis and comparison, we took photometric measurements of three optical sets used as reference (reflector and fin) and field test fixtures in two different periods for depreciation analysis of their optical assemblies, which reached an average of 2700 hours. As a result, considerations have been made demonstrating that Aluminium patterns of higher or lower performance with reflective capacity between 75% and 95%, show considerable light loss, and that this can cause divergence between what is the projected by the lighting professionals and what is effectively executed.
9

Avaliação imobiliária e a sua relação com a depreciação dos edifícios

Pereira, António José de Sousa January 2013 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Civil (Construções). Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2013
10

Avaliação e depreciação do Ativo Imobilizado no Governo do Estado do Rio de Janeiro: desafios na implantação dos procedimentos contábeis. / Valuation and depreciation of fixed assets in the State of Rio de Janeiro: challenges in the implementation of accounting procedures

Stephanie Guimarães da Silva 26 February 2014 (has links)
No Brasil, o início do processo de convergência às normas internacionais de contabilidade no setor público ocorre desde 2007 na União, nos Estados e nos Municípios, o que acaba gerando muitas mudanças e também muitos desafios na adoção dos novos procedimentos. Um dos novos procedimentos envolve a avaliação e depreciação do Ativo Imobilizado. Nota técnica divulgada recentemente pela STN descreve que os Entes estão encontrando dificuldades em adotar as novas regras. Nesse contexto, este estudo se propõe a responder a seguinte questão de pesquisa: como superar os desafios na implantação dos procedimentos contábeis sobre avaliação e depreciação do Ativo Imobilizado no Governo do Estado do Rio de Janeiro? Tem como objetivo geral identificar os desafios na implantação dos procedimentos contábeis sobre avaliação e depreciação do Ativo Imobilizado no Governo do Estado do Rio de Janeiro e como objetivo específico investigar e analisar a estrutura contábil e patrimonial, assim como propor soluções básicas e essenciais para a aplicação dos procedimentos contábeis. Quanto aos fins, foi realizada pesquisa descritiva e quanto aos meios, foi realizada pesquisa bibliográfica, documental e o estudo de caso, com a realização de entrevistas com os responsáveis de patrimônio e almoxarifado de 23 órgãos da Administração Direta do Estado do Rio de Janeiro. A análise dos dados coletados revela que não há integração entre o setor contábil, o setor de patrimônio e o setor de almoxarifado nestes órgãos. Os setores possuem baixo quantitativo de funcionários e estes são pouco valorizados, não existindo padronização dos procedimentos sobre gestão patrimonial. O desafio de adotar esses procedimentos ultrapassa a competência do setor de contabilidade e exige a integração dos setores de patrimônio, almoxarifado e contábil. Assim, o estudo propõe a aquisição ou desenvolvimento de um sistema integrado de controle de bens, em que a contabilidade, o patrimônio e o almoxarifado acessem os mesmos dados e possuam uma ferramenta de comunicação confiável, que possibilite a elaboração de relatórios que gerem informações úteis ao gestor e aos demais interessados. Propõe também a regulamentação dos novos procedimentos, o fortalecimento da carreira dos funcionários que atuam no patrimônio e no almoxarifado e orienta sobre a adoção de procedimentos iniciais, para o período de transição. / The beginning of the convergence process to international accounting standards in the public sector in Brazil has been taking place since 2007, in the Federal Government, States and Municipalities. It is generating changes and many challenges in the adoption of new procedures. One of the new procedures involves the evaluation and depreciation of fixed assets. Recently, STN described that some institutions are finding it difficult to adopt the new rules. In this context, this study aims to answer the following question: how to overcome the challenges in the implementation of accounting procedures for assessment and depreciation of fixed assets in the State of Rio de Janeiro? General aim is to identify the challenges in the implementation of accounting procedures for assessment and depreciation of fixed assets in the State of Rio de Janeiro. The specific aim is to research and analyze the accounting and ownership structure purpose, and to propose solutions essential basic for application of accounting procedures. As for the purpose, the research method used is descriptive and as to the means, bibliographical, documentary research and case study was conducted, performing with interviews with those responsible for equity and warehouse of 23 agencies of the direct administration of the State of Rio de Janeiro. The analysis of data reveals that there is no integration between the accounting industry, the sector equity and storeroom these organs. The sectors, which have low quantity of employees and these employees, are undervalued, and that there are no standardized procedures for asset management. The challenge of adopting these procedures beyond the competence of the accounting industry and requires the integration of equity, warehouse and accounting sectors. Thus, the study proposes the acquisition or development of integrated control system assets, in which accounting, equity and access the same data warehouse and have a reliable communication tool that enables reporting that generate useful information to manager and other interested parties. Also proposes to regulate the new procedures, strengthening the careers of employees working in equity and in the warehouse and guides on the initial adoption of procedures for the transition period.

Page generated in 0.0933 seconds