• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • 1
  • Tagged with
  • 10
  • 10
  • 5
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Diferenciais salariais por raça no Brasil : análises contrafactuais nos anos de 1996 e 2006 / Wage inequalities among races in brazil : counterfactual analyses in the year 1996 and 2006

Prata, Ana Carolina Aires Cerqueira 14 January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2009. / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2011-05-26T20:25:02Z No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2011-05-26T20:28:55Z No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2011-05-26T20:30:31Z No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2011-05-26T20:36:09Z No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2011-05-26T20:36:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-26T20:36:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_AnaCarolinaAiresCerqueiraPrata.pdf: 977305 bytes, checksum: 149c0a40bd6ae34d2af1e5f2889b00a1 (MD5) / Após uma revisão da literatura sobre as metodologias existentes para decompor diferenciais salariais em componentes vindo de diferenças entre dois grupos e entre os prêmios recebidos por esses grupos, analisamos o diferencial salarial entre brancos e negros no Brasil. A partir de uma amostra dos dados da Pnad 1996 e 2006 utilizamos uma metodologia de simulação contrafactual microeconométrica proposta por Melly (2006). O procedimento, que utiliza regressão quantílica, consegue decompor diferenças em qualquer ponto da distribuição. Então podemos distinguir os mecanismos que diferenciam os grupos na mediana e nos quantis altos e baixos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / After a literature review of the existing methodologies for decomposing wage differentials between two groups into differences in the characteristics and differences in the returns to characteristics, we analyze the wage differential between whites and blacks in Brazil. We use a microeconometric counterfactual simulation method proposed by Melly (2006). Using this procedure, we are able to decompose the difference at any point of the distribution. In this way, we can distinguish the mechanisms that differentiate the groups at the median, high and low quantiles.
2

O papel da oferta de trabalho no comportamento dos retornos à educação no Brasil.

Alexandre Augusto Seijas de Andrade 13 November 2003 (has links)
A proporção de trabalhadores com ensino médio cresceu bastante nas duas últimas décadas. Já a proporção de trabalhadores com ensino superior está estagnada desde o início da década de 80. Simultaneamente, os prêmios salariais pelo ensino superior vêm aumentando para trabalhadores de todas as idades. No presente estudo, busca-se uma relação causal entre os prêmios salariais e a evolução das ofertas de trabalho. Utiliza-se um modelo teórico em que a função de produção depende apenas do fator trabalho. A estimação compreende dois estágios, em que no primeiro encontra-se uma estimativa para a elasticidade de substituição entre grupos de idade. No segundo estágio, recupera-se novamente a elasticidade de substituição entre grupos de idade, mas encontra-se também um valor para a elasticidade de substituição entre grupos de qualificação. Os valores para a elasticidade de substituição entre grupos etários encontrados no primeiro estágio foram muito altos, podendo-se considerá-los infinitos. Mesmo controlando as ofertas de trabalho por efeitos de idade, as estimativas encontradas continuaram sendo infinitas. Realizando um procedimento parecido com o de Katz e Murphy (1992), encontrou-se uma elasticidade de substituição entre grupos de qualificação de aproximadamente 1,5.
3

O papel da oferta de trabalho no comportamento dos retornos à educação no Brasil.

Andrade, Alexandre Augusto Seijas de 13 November 2003 (has links)
A proporção de trabalhadores com ensino médio cresceu bastante nas duas últimas décadas. Já a proporção de trabalhadores com ensino superior está estagnada desde o início da década de 80. Simultaneamente, os prêmios salariais pelo ensino superior vêm aumentando para trabalhadores de todas as idades. No presente estudo, busca-se uma relação causal entre os prêmios salariais e a evolução das ofertas de trabalho. Utiliza-se um modelo teórico em que a função de produção depende apenas do fator trabalho. A estimação compreende dois estágios, em que no primeiro encontra-se uma estimativa para a elasticidade de substituição entre grupos de idade. No segundo estágio, recupera-se novamente a elasticidade de substituição entre grupos de idade, mas encontra-se também um valor para a elasticidade de substituição entre grupos de qualificação. Os valores para a elasticidade de substituição entre grupos etários encontrados no primeiro estágio foram muito altos, podendo-se considerá-los infinitos. Mesmo controlando as ofertas de trabalho por efeitos de idade, as estimativas encontradas continuaram sendo infinitas. Realizando um procedimento parecido com o de Katz e Murphy (1992), encontrou-se uma elasticidade de substituição entre grupos de qualificação de aproximadamente 1,5.
4

O impacto da segregação de gênero nos cursos de graduação sobre o diferencial salarial entre homens e mulheres no Brasil

Galvão, Juliana de Castro 24 August 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2015. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-02-15T13:37:24Z No. of bitstreams: 1 2015_JulianaCastroGalvao.pdf: 1974608 bytes, checksum: 853bd42a8ed182e9bb77ff7054b1b998 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-02-15T19:04:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_JulianaCastroGalvao.pdf: 1974608 bytes, checksum: 853bd42a8ed182e9bb77ff7054b1b998 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-02-15T19:04:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_JulianaCastroGalvao.pdf: 1974608 bytes, checksum: 853bd42a8ed182e9bb77ff7054b1b998 (MD5) / O presente trabalho tem como objetivo geral analisar os determinantes do diferencial salarial entre homens e mulheres nos diferentes estratos de rendimentos. As mulheres constituem hoje no Brasil a maioria das pessoas com curso de graduação completo e apesar da maioria dos indivíduos ricos terem curso de graduação, as mulheres ainda são minoria nos estratos mais elevados de renda. Dessa forma, nesta pesquisa avalia-se duas hipóteses, a primeira é a de que a educação é uma condição necessária, porém não suficiente para as mulheres pertencerem aos estratos mais elevados de renda. A segunda hipótese é a de que uma parte importante da desigualdade salarial de gênero nos estratos mais elevados pode ser explicada pela segregação entre homens e mulheres nos cursos de graduação. Para testar essas hipóteses utilizou-se um método de decomposição tipo Oaxaca-Blinder a partir de regressões RIF (Recentered Influence Function), proposto por Firpo, Fortin e Lemieux (Firpo, Fortin e Lemieux, 2007), que permite que a decomposição seja efetuada para diferentes quantis da distribuição dos rendimentos. A decomposição foi realizada para os quantis 25, 50, 75, 90 e 99 da distribuição dos rendimentos totais. Foram estimados dois modelos, um para analisar a decomposição do diferencial salarial entre homens e mulheres de 25 a 64 anos e outro modelo para averiguar a decomposição do diferencial salarial apenas entre os indivíduos com curso de graduação completo. Primeiro os modelos foram estimados com os dados do Censo 2010 e, em seguida, computados com dados reponderados do Censo 2010 pelos dados da DIRPF. Os resultados sugerem que a educação é uma condição necessária, mas não suficiente para se pertencer aos estratos mais elevados de renda e que as diferenças em atributos explicam pouco da diferença salarial entre homens e mulheres. No entanto, entre os graduados, a segregação de gênero nos cursos de graduação explica uma parte expressiva do diferencial salarial entre homens e mulheres. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The main goal of the present research is to analyze the determinants of the wage gap between men and women at different income strata. Today women hold the majority of undergraduate diplomas in Brazil. Nevertheless, although most wealthy individuals have undergraduate degrees, women are still a minority in higher income strata. Thus, this research evaluates two hypothesis. The first is that for women to belong to the highest income groups, education is a necessary, but not sufficient condition. The second hypothesis is that an important part of the gender wage inequality among the rich can be explained by gender segregation in higher education. To test this hypothesis we used a Oaxaca-Blinder type decomposition method based in RIF (Recentered Influence Function) regressions, as proposed by Firpo, Fortin and Lemieux (Firpo, Fortin, & Lemieux, 2007). This allows us to perform decompositions for different quantiles of the income distribution. We carried out decompositions for the 25th, 50th, 75th, 90th and 99th quantiles of the distribution of total wages. We estimated two models, one that decomposed the gender wage gap for the entire population between 25 and 64 years old and another to investigate the decomposition of the gender wage gap only among individuals with undergraduate degrees. Initially we estimated the models with the 2010 Census data, and then compared these results with the results from a model based on Census data reweighted by personal income tax declaration data (DIRPF). The results suggest that education is a necessary, but not sufficient condition to belong to higher income levels and differences in skills explain only a small part of the gender wage gap. However, when we restrict our analysis to individuals with undergraduate degrees, gender segregation across fields of study explains a significant part of the gender wage gap.
5

Diferenciais salariais no Brasil: o papel das ocupações na evolução recente da desigualdade salarial entre trabalhadores de alta qualificação

Rodrigues, Lucas Cavalcanti 01 April 2015 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2017-05-26T12:25:25Z No. of bitstreams: 1 lucascavalcantirodrigues.pdf: 754074 bytes, checksum: adc2714ac163e9447dd003e1f4790b8f (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2017-05-26T13:15:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 lucascavalcantirodrigues.pdf: 754074 bytes, checksum: adc2714ac163e9447dd003e1f4790b8f (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-26T13:15:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 lucascavalcantirodrigues.pdf: 754074 bytes, checksum: adc2714ac163e9447dd003e1f4790b8f (MD5) Previous issue date: 2015-04-01 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O objetivo dessa dissertação é identificar os determinantes da evolução da desigualdade salarial entre trabalhadores de alta qualificação no Brasil. Utilizando dados da RAISMigra para o período 1995-2008 constatou-se um aumento da desigualdade entre trabalhadores com ensino superior.A partir deste resultado,verifica-se quais mudanças ocorreram no perfil desses trabalhadores. A análise mostra que a mudança estrutural mais relevante ocorreu no âmbito das ocupações. Com base na literatura sobre mobilidade ocupacional e assimilação de migrantes avalia-se a influência da mudança da estrutura ocupacional sobre a desigualdade salarial entre trabalhadores com ensino superior. Os resultados mostraram que houve uma significativa melhora nos retornos de trabalhadores que exercem ocupações de membros superiores do poder público, dirigentes de empresas e gerentes, em relação aos trabalhadores alocados em outras ocupações. Tais resultados indicam que no Brasil ocorre um fenômeno parecido com o que se tem visto no mundo desenvolvido desde a década de 1980, qual seja, um aumento da desigualdade salarial provocada pelo aumento desproporcional dos salários de gerentes e diretores. / -
6

Decomposição da desigualdade salarial no Brasil

Silveira, Felipe de Jesus Macedo 29 June 2012 (has links)
Submitted by Felipe de Jesus Macedo Silveira (felsilveira@gmail.com) on 2013-04-10T15:27:36Z No. of bitstreams: 1 Tese v4 (2).pdf: 2596279 bytes, checksum: bfac96f01e02a26b8f7f9ac30080a3ec (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2013-04-25T11:32:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese v4 (2).pdf: 2596279 bytes, checksum: bfac96f01e02a26b8f7f9ac30080a3ec (MD5) / Made available in DSpace on 2013-04-25T11:32:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese v4 (2).pdf: 2596279 bytes, checksum: bfac96f01e02a26b8f7f9ac30080a3ec (MD5) Previous issue date: 2012-06-29 / This paper investigates what happened with wage inequality in Brazil from 1981 to 2009. We used four observable characteristics: edcuation, experience, the economic activity that the individual works and the region where he lives. The e ects of these characteristics are estimated by RIF regressions. The advantage of this method is that we can divide distributional changes into a wage structure e ect and a composition e ect and further divide the two components into contribution of each explanatory variable. We nd that the wage inequality in Brazil declines signi cantly from the late 1990 and this is explained mainly by a change in the returns of education. / Esse trabalho analisa o que aconteceu com a desigualdade salarial no Brasil nos anos de 1981 a 2009. Procuramos descobrir o papel que as características observáveis e os retornos a essas desempenha nas alterações da distribuição salarial. Usamos quatro variáveis explicativas: educação, experiência, atividade econômica do trabalho e região geográ ca em que mora. A partir de RIF - regressions descobrimos o papel de cada uma dessas covariadas individualmente. Nossos resultados mostram que houve uma signi cativa queda da desigualdade salarial no Brasil a partir do nal da década de 1990, explicada principalmente por mudanças nos retornos das características.
7

Distribuição, estrutura produtiva e demanda agregada no Brasil: uma análise de inspiração Kaleckiana / Distribution, productive structure and aggregate demand in Brazil: a Kaleckian inpired analyses

Brenck, Clara Zanon 18 June 2019 (has links)
Central no debate sobre o aumento da concentração de renda entre os anos 60 e 70 no Brasil, o papel da estrutura produtiva na determinação da distribuição de salários ficou relegado a segundo plano na literatura econômica das últimas décadas. Ao resgatar tais elementos para a análise da relação entre a redução da desigualdade salarial e as alterações na composição do emprego no Brasil no período recente, contribuímos para a literatura teórica e empírica sobre a relação entre distribuição de renda e demanda agregada. Baseando essa análise no arcabouço neo-kaleckiano, contribuímos para a literatura teórica através da construção de um modelo de economia aberta de dois setores que incorpora o efeito da desigualdade salarial sobre o padrão de consumo das famílias. Os resultados revelam as condições para a emergência de um processo circular de causação cumulativa entre a queda da desigualdade salarial e a transferência de empregos para o setor não comercializável, intensivo em mão-de-obra menos qualificada. O capítulo empírico dessa dissertação testa econometricamente a existência desse mecanismo cumulativo no Brasil, separando-o em dois exercícios: um Vetor de Correção de Erros (VEC) para a relação de longo prazo entre composição do produto e índice de Gini entre 1980 a 2014 e um Vetor Autorregressivo (VAR) para a relação de curto prazo entre as variações na desigualdade salarial e na composição do emprego no período entre 2004 e 2019. Os resultados parecem confirmar a hipótese de que as alterações na estrutura produtiva e na distribuição de renda reforçaram-se mutuamente ao longo do tempo / Central to the debate regarding increase in the income concentration between the 1960s and 1970s in Brazil, the role of the productive structure in the determination of wage distribution has been relegated to second place in the economic literature of the last decades. By rescuing these elements to analyze the relationship between the reduction of wage inequality and changes in the composition of employment in Brazil in the recent period, we contribute to the theoretical and empirical literature on the relationship between income distribution and aggregate demand. Basing this analysis on the neo-Kaleckian framework, we contribute to the theoretical literature by constructing an open economy model of two sectors that incorporates the effect of wage inequality on the household consumption pattern. The results reveal the conditions for the emergence of a circular process of cumulative causation between the fall of the wage inequality and the transfer of jobs to the non-tradable sector, intensive in less qualified labor. The empirical chapter of this dissertation econometrically tests the existence of this cumulative mechanism in Brazil, separating it into two exercises: an Error Correction Vector (VEC) for the long-term relationship between product composition and Gini index between 1980 and 2014 and an Autoregressive Vector (VAR) for the short-run relationship between changes in wage inequality and employment composition in the period between 2004 and 2019. The results seem to confirm the hypothesis that changes in the productive structure and income distribution were reinforced over time
8

[en] INEQUALITY AMONG RACES AND GENDERS: AN ANALYSIS WITH COUNTERFACTUAL SIMULATIONS / [pt] DESIGUALDADE ENTRE RAÇAS E GÊNEROS NO BRASIL: UMA ANÁLISE COM SIMULAÇÕES CONTRA-FACTUAIS

ANNA RISI VIANNA CRESPO 05 November 2003 (has links)
[pt] Esta dissertação tem como objetivo decompor a desigualdade de rendimentos entre raças e gêneros, em montantes explicáveis pelas escolhas educacional e ocupacional e pela discriminação. Foi utilizada uma metodologia micro- econométrica de simulações contra-factuais, conforme Bourguignon, Ferreira e Lustig (1998), com os dados da PNAD de 1996, incluindo no modelo rendimento mensal, educação, posição na ocupação, entre outras variáveis. Através deste procedimento conseguiu-se atribuir um alto poder explicativo do termo de discriminação, principalmente no caso das mulheres, em que foi computado mais de 100%. Para entender a diferença entre negros e brancos também pode-se recorrer, parcialmente, à desigualdade nas escolhas educacionais, e menos à desigualdade ocupacional. Tendo computado simultaneamente a desigualdade por raça e gênero, nota-se o efeito do gênero sobrepor-se, implicando na perda de poder explicativo da ocupação para o termo de discriminação. Ressalta-se que para homens e mulheres negros a educação dos pais pode ser um importante determinante da desigualdade nos rendimentos. Conclui-se que as políticas sociais voltadas para o combate das desigualdades de rendimentos devem focalizar-se na educação e na transmissão intergeracional, além de procurar medidas que minimizem a diferenciação na remuneração das características. Recomenda-se ainda uma análise temporal, bem como um estudo mais aprofundado sobre os efeitos da educação dos pais. / [en] This thesis is concerned with the analysis of the inequality of earn between races and genders in amounts explained by educational and occupational choices among other characteristics. A micro econometric counterfactual simulation methodology, following Bourguignon, Ferreira e Lustig (1998) was used. The data basis was the PNAD 1996, including monthly earn, education, position, among others. Through this procedure, it was possible to ascertain the high accountability of the discrimination term, mainly referred to women, where over than 100 percent was found. In order to understand the inequality between black and white populations the explanation can be partially referred to the inequality of their educational choices, and also to their occupational choices. For black males and females parents education seems to be a important earn inequality determinant. As a conclusion, social policies concerned with the earn inequalities reduction must aim at education and at the intergenerational transmission of education inequality among blacks, and search for measures that will reduce the differentiation of compensation characteristics. A time series analysis is suggested in order to access a possible decreasing tendency in the term of discrimination, as well as a profound study of the parental education effect on race inequality.
9

Essays in international and interstate economy / Ensaios em economia internacional e interestadual

Eleydiane Maria Gomes Vale 24 October 2014 (has links)
nÃo hà / Teorias em Economia Internacional sÃo desenvolvidas e testadas empiricamente, esta tese pretende contribuir com algumas delas. Inicialmente, dever-se-à abordar a chamada teoria de Cones de DiversificaÃÃo. Para tanto, o primeiro capÃtulo propÃe-se a separar em dois cones os estados do Brasil que apresentam semelhanÃas nas dotaÃÃes de fatores. Isto serà realizado atravÃs de um modelo economÃtrico SUR para dezoito indÃstrias de transformaÃÃo e duas amostras anuais, em 1997 e 2007. DiferenÃas salariais entre os cones tambÃm serÃo medidas com a mesma metodologia. A teoria de cones de diversificaÃÃo à revalidada uma vez que existe diferenciaÃÃo horizontal entre os produtos. O segundo capÃtulo elabora um modelo economÃtrico que delineia os efeitos da abertura comercial sobre os salÃrios dos trabalhadores pouco e altamente qualificados. Utilizou-se o arcabouÃo teÃrico da equaÃÃo minceriana para incorporar caracterÃsticas dos trabalhadores. Este trabalho objetiva analisar se, dada maior abertura comercial, bem como outros fatores relevantes, tais quais; experiÃncia, anos de estudo, intensidade tecnolÃgica do setor ao qual se emprega e quantidade de horas trabalhadas, houve aumento da renda do trabalhador industrial dos estados do Nordeste do Brasil para os anos da amostra. Adicionalmente, uma dummy à inserida no modelo com o objetivo de diferenciar os trabalhadores empregados nos setores de alta e baixa tecnologia. Encontram-se evidÃncias de que volume de exportaÃÃes, horas de trabalho, anos de estudo e experiÃncia impactaram positivamente no retorno do trabalhador. Maior abertura comercial apresenta grande influÃncia positiva sobre os salÃrios dos trabalhadores das indÃstrias analisadas. O Ãltimo capÃtulo apresenta um modelo gravitacional que serà aplicado a fim de estudar os determinantes do fluxo comercial entre o Estado do Cearà e os demais estados brasileiros. Este capÃtulo dirigiu sua atenÃÃo aos fatores que influenciam o fluxo de comÃrcio do Estado do Cearà para os demais estados do Brasil. Entre estes fatores, apontou-se inicialmente o espaÃo que separa os centros produtivos como um fator que atua influenciando negativamente o comÃrcio. Ainda, analisou-se o impacto das variÃveis Produto Interno Bruto e tamanho populacional, encontra-se que ambas exercem impacto positivo para o fluxo comercial. / Theories in International Trade are developed and empirically tested. This thesis aims to contribute with some of them. Initially, it will address the so-called Theory of Diversification Cones. Thus, the first chapter proposes to separate Brazilian states into two cones which have similarities in factor endowments. This will be accomplished through an SUR econometric model with eighteen manufacturing industries and two annual samples, in 1997 and 2007. Wage differences between the cones will also be measured with the same methodology. The Theory of Diversifiation Cones is renewed since there is horizontal differentiation between products. The second chapter develops an econometric model that outlines the effects of trade liberalization on wages of low and high-skilled workers. We used the theoretical framework of the Mincerian equation to incorporate characteristics of workers. This study aims to examine whether, given greater trade openness as well as other relevant factors, such that; experience, years of education, technological intensity of the sector to which it is used and the amount of hours worked, an increase in income of the industrial worker in the states of Northeast Brazil for the years of the sample. In addition, a dummy is inserted into the model with the aim to differentiate the workers employed in low and high-tech industries. There are evidences that export volume, hours, years of study and experience have a positive impact on the worker's return. Greater trade openness has a large positive influence on the wages of workers in industries analyzed. The final chapter presents a gravity model which will be applied for the purpose of studying the determinants of trade flows between the State of Cearà and other Brazilian states. This chapter turned its attention to the factors that influence the trade flow in the State of Cearà in other states of Brazil. Among these factors, the separation between the production centers was initially pointed as a factor that acts negatively influencing trade. The impact of the variables GDP and population size was also analyzed, and it was expected that both of them exert positive impact on trade flows.
10

[pt] RENT-SHARING, DESIGUALDADE SALARIAL DE GÊNERO E FIRMAS CHEFIADAS POR MULHERES / [en] RENT-SHARING, GENDER WAGE INEQUALITY AND FEMALE-LED FIRMS

03 September 2020 (has links)
[pt] A desigualdade salarial de gênero tem sido amplamente estudada e há muitas explicações. Há evidências crescentes de que as empresas desempenham um papel importante na explicação dessa desigualdade. Neste artigo, utilizo um ambiente único onde firmas sofrem choques de demanda exógenos, a fim de identificar se há evidência de rent-sharing pelas empresas e se o efeito difere entre trabalhadores homens e mulheres. Controlando pela qualidade dos trabalhadores, encontro que um aumento no valor do choque de demanda não leva a aumentos salariais. Os choques de demanda não afetam os salários de homens nem de mulheres e portanto, tampouco afeta a desigualdade salarial de gênero. Além disso, uso um novo conjunto de dados que contém informações sobre o gênero do dono da empresa e examino se as empresas lideradas por mulheres e por homens se comportam de maneira diferente em relação a seus empregados. Não encontro nenhuma evidência de que firmas lideradas por homens ou mulheres diferem com relação a rent-sharing. / [en] Gender wage inequality has been widely studied and many explanations have been advanced in the literature. There is growing evidence that firms play an important role in explaining this inequality. In this paper, I make use of a unique setting with exogenous demand shocks to firms to identify if there is evidence of rent-sharing by firms and whether it differs between male and female workers. Controlling for worker quality, I find that increases in the value of the demand shock per worker do not lead to increases in wages. Demand shocks do not have effects on neither male nor female wages. Furthermore, I use a new dataset containing information on gender of firm s owner and I examine if female and male-led firms behave differently towards their employees. I find no evidence of differential rent-sharing through the structure of the firms ownership.

Page generated in 0.0914 seconds