• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 239
  • 13
  • Tagged with
  • 256
  • 171
  • 146
  • 145
  • 136
  • 119
  • 107
  • 107
  • 97
  • 93
  • 93
  • 63
  • 55
  • 53
  • 52
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Representações de professores sobre a inclusão escolar Teacher representations about the school inclusion

Abdalla, Ana Paula [UNESP] 1 September 2016 (has links)
Submitted by Ana Paula Abdalla (anaabdalla@ymail.com) on 2016-10-20T12:37:43Z No. of bitstreams: 1 ANA PAULA ABDALLA - Dissertação.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-10-26T17:26:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 abdalla_ap_me_rcla.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) Made available in DSpace on 2016-10-26T17:26:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 abdalla_ap_me_rcla.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) Previous issue date: 2016-09-01 Essa pesquisa dedicou-se a conhecer e analisar quais são as representações dos professores de uma mesma escola da rede municipal acerca da inclusão de alunos com deficiência nas classes de ensino regular. Pretendemos compreender, por meio das experiências desses docentes como ocorre na atualidade o processo de inclusão escolar, quais seus desafios, dificuldades e perspectivas. Teoricamente nos subsidiamos em Moscovici, tendo como aporte a teoria das Representações Sociais que permite entender os processos subjetivos pelos quais os indivíduos compreendem sua realidade e explicam os fenômenos do cotidiano. Metodologicamente a pesquisa caracterizou-se como qualitativa e foram entrevistados cinco professores de uma mesma escola municipal que atuam a pelo menos dez anos como docentes efetivos. A análise dos dados baseou-se na perspectiva da Análise de Conteúdo. Como resultados, verificamos que as representações trazidas pelas professoras fazem parte do senso comum, isto é, argumentam que é difícil ensinar o aluno com deficiência na sala de aula regular, pois lhes faltam formação adequada para trabalhar com essa clientela. Também afirmam que é complexo adequar o conteúdo curricular ao aluno com deficiência, que não há o apoio dos profissionais específicos (médicos e psicólogos), que faltam momentos na escola para essas profissionais compartilharem suas experiências e discutirem suas dificuldades e sinalizam para a ausência da adequação arquitetônica dos prédios escolares para acessibilidade dos alunos com deficiência (principalmente deficiência física) e materiais adequados, como brinquedos específicos que contemplem cada necessidade. Sobre a representação da deficiência, foi identificado que a deficiência física é a mais difícil de ser trabalhada, por suas características serem mais visíveis o que pode trazer um pouco mais de receio e medo por parte das educadoras. A questão de normal/anormalidade relacionado ao aluno com deficiência também está presente nas falas delas, em que percebemos que está embutido nas entrevistadas o conceito de corpo perfeito, aquele que o senso comum considera adequado. As docentes destacam também a importância fundamental da professora especialista para auxiliar neste processo inclusivo. Apesar de todas as dificuldades e anseios que as professoras trouxeram em suas narrativas, o carinho recebido por elas de seus alunos compensa todas as barreiras e dificuldades vivenciadas no dia a dia.
2

SIGNIFICAÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NAS PRÁTICAS DOCENTES DE UMA PROFESSORA

OLIVEIRA, R. G. 30 March 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:35:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3875_DISSERT. RENATA GUISSO.PDF: 505767 bytes, checksum: 578ef41f664f2a4c79891cd6bd8679c4 (MD5) Previous issue date: 2010-03-30 O objeto de estudo desta investigação foi compreender a significação da disciplina Educação Física a partir das práticas de docência de uma professora, bem como do seu olhar sobre essas práticas. Esta pesquisa tem, como objetivos específicos, entendê-las em diálogo com a literatura e indicar caminhos para novas compreensões acerca dessa profissão. Além disso, objetiva analisar como essas práticas permitem remeter um significado à Educação Física na escola estudada. Ao definir esses objetivos, percebe-se que os possíveis caminhos teórico-metodológicos poderiam seguir pelo campo das relações profissionais, por isso o estudo se ancora no campo da Sociologia e da Educação, buscando uma interlocução com a área de atuação: Educação Física. Em face dos dados coletados, identifica quatro elementos de significação para, a partir de uma análise interpretativa baseada no eixo profissão-docência-identidades, buscar significações possíveis para a Educação Física. Esses elementos são: a relação professora-alunos, o contexto socioenconômico, a questão das identidades e o comprometimento do docente com a profissão, consigo mesmo e com a área. Em vista do relacionamento professoraalunos, apreende que essa questão apresenta suas complexidades, mas, nesse contexto, é fundamental para o processo ensino-aprendizagem dos alunos. Com relação ao contexto socioeconômico, reconhece ser este um fator determinante para as ações da professora pesquisada e para a significação da Educação Física, já que a colaboradora pretende sempre transformar sua prática docente em face da realidade local, visando ao preenchimento das necessidades dos alunos. As identidades pessoal e profissional da professora pesquisada são permanentemente (re)construídas a partir de si ou dos outros, tendo como implicação na Educação Física o fato de que a docência, por ser uma intervenção profissional na prática social, está intimamente imbricada com as identidades dos sujeitos, à medida que deles são exigidas posturas éticas e políticas no desenvolvimento profissional. Em face do compromisso com a profissão, consigo mesmo e com a área, compreende que o desenvolvimento de um bom trabalho com a Educação Física está relacionado com o empenho do profissional com esses três fatores.
3

Formação do professor universitário em cursos de licenciatura: a experiência da docência qualifica o ensino? University teacher training degree courses: teaching experience qualifies teaching?

Fragelli, Carina Maria Bullio [UNESP] 2 September 2016 (has links)
Submitted by Carina Maria Bullio Fragelli null (107010911@rc.unesp.br) on 2016-11-01T15:00:43Z No. of bitstreams: 1 versão final defesa_ficha catalografica.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-11-09T13:55:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 fragelli_cmb_me_rcla.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) Made available in DSpace on 2016-11-09T13:55:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 fragelli_cmb_me_rcla.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) Previous issue date: 2016-09-02 As mudanças na formação inicial de professores no Brasil vêm exigindo uma modificação na maneira de compreender a atuação do professor universitário dentro das Instituições de Ensino Superior. A docência aparece como forma de mobilizar conhecimentos potencializando a formação dos graduandos, porém, como esta docência está sendo qualificada? Como a formação dos professores universitários pode vir a fortalecer a prática pedagógica? Com essas ideias iniciais, esta pesquisa dispõe-se a compreender como a experiência da docência na educação básica de professores universitários envolvidos na licenciatura, pode ou não contribuir para a melhoria da sua docência. A partir de um estudo com delineamento etnográfico, foi acompanhado o trabalho pedagógico de três professores da Universidade Estadual Paulista – Campus de Rio Claro, onde foram levantados dados de natureza qualitativa advindos de observações das aulas destes docentes durante um semestre, análise documental dos Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos em que os docentes atuam e seus Planos de ensino e entrevistas semiestruturadas. Na análise dos dados os resultados apontam as categorias de análise: docência, experiência e saberes docentes. A docência universitária se mostra em momento de transição, onde os professores já conseguem sentir as modificações das crises universitárias dentro da sala de aula, mas demonstram um interesse e força em propor uma mudança positiva, buscando o protagonismo do aluno como forma de potencializar as ações pedagógicas. A experiência, tanto na educação básica como no ensino superior, é um agente transformador quando obtém caráter objetivo, ou seja, precisa ser considerada e discutida. O tempo aparece como obstáculo na reflexão das ações. Já os saberes docentes universitários revelam-se como um caminho, ainda em construção epistemológica, para estruturar a profissionalidade dos docentes universitários.
4

O ser da presença da docência com o dispositivo tablet pc e as teias educacionais de aprendizagens inclusivas na [psico]pedagogia social hospitalar.

SANTANA, A. S. C. 28 March 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:03:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7575_Tese_Alex.pdf: 9074016 bytes, checksum: 3ce979449aa2942a75caa723ecd63ba6 (MD5) Previous issue date: 2014-03-28 Problematiza fenomenologicamente o ser da presença (HEIDEGGER, 2006) da docência mediante pesquisa sobre a docência de discentes de licenciatura plena em Pedagogia no uso do dispositivo móvel tablet PC em uma brinquedoteca hospitalar. Para isso, de modo formal, foi escalonado um objetivo geral, qual seja: problematizar o ser-aí nos fluxos de transformação continua que, por ventura, projetariam o ser da presença da docência com o dispositivo móvel tablet PC e as teias educacionais de aprendizagens inclusivas advindas dessa aprendência junto ao outro no mundo. A tese confirmada foi a de que um simples artefato/ dispositivo/ ferramenta como é um tablet PC é capaz de produzir mais sentidos e significados quando está sob o manuseio de estudantes universitárias de Pedagogia que o utilizam numa brinquedoteca hospitalar de um hospital público de Picos-PI, discentes essas (que se aproximam do que se pode reconhecer como Psicopedagoga) que atuam dentro do que se denomina Pedagogia Hospitalar. A metodologia utilizada foi de inspiração fenomenológica-existencial com o finco, dentre outros, de descrever a tessitura de teias educacionais de aprendizagens inclusivas advindas dos fluxos de transformação contínua geradas no contexto de um domínio de uma potência que incentivava a descoberta de desafios lúdico-educativos com a técnica digital e a transição paradigmática da condição sócio historicamente determinada de sujeito para o ato de tornar-se agente codeterminante de fatores capazes de desvelar o ser. Os resultados demonstram que os procedimentos manifestados nas ações humanas desenvolvidas com o tablet PC desvelaram uma possível constituição de um campo profissional para a psicopedagogia social hospitalar, revelando modos diferenciados de ser sendo da presença da docência. Infere ainda que o trabalho [psico] pedagógico perante esse tipo específico de tecnologia móvel digital, quando disponibilizada às crianças e não somente aos adultos, tende a ocorrer mediante o predomínio de demandas por intervenções pontuais junto ao fluxo de aprendizagem em que o agente aprendente está inserido e com manifestação de uma postura educativa libertária serena que se aproxima das características de uma abordagem não diretiva de ensino. Desvela-se o ser da presença da docência nos modos de cuidado e serenidade, dentre outros.
5

FORMAÇÃO E DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO CAMPO: DIZERES DOCENTES

LOVATTI, R. R. G. 5 August 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:12:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8320_FORMAÇÃO E DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO CAMPO DIZERES DOCENTES.pdf: 3483917 bytes, checksum: 9bc7e96a411884e788e16b65ae2353f5 (MD5) Previous issue date: 2014-08-05 Esta pesquisa focaliza a formação e atuação docente na Educação Infantil do Campo, tendo como princípios teórico-metodológicos referenciais bakhtinianos (BAKHTIN,1997, 2010a, 2010b), em interlocução com os referenciais de Nóvoa (1992, 1995, 2008, 2009). Considerando o caráter inicial da temática da Educação Infantil do Campo, a pesquisa, de abordagem qualitativa, de tipo exploratória, utiliza como procedimentos a aplicação de questionário, a realização de entrevistas individual e coletiva e o desenvolvimento de observação atenta à conduta ética na interação com os sujeitos participantes. Os diálogos com as docentes comunicam que a Educação Infantil do Campo vem ganhando uma visibilidade progressiva nas políticas públicas locais, sustentada em diferentes dinâmicas organizativas que se articulam ao movimento da expansão da Educação Infantil. Essa trajetória de pesquisa sinalizou indicativos de avanços relacionados aos aspectos de acompanhamento pedagógico das instituições, manutenção dos espaços físicos e proposta de formação continuada, demonstrando o fortalecimento das políticas voltadas às instituições do campo. Constatou também que esses avanços se associam a desafios e demandas de investimentos, entre os quais se destaca a formação como prioridade para as profissionais da educação infantil do campo, e que essa formação seja específica, assim discutindo os diversos temas vinculados ao contexto em questão, contribuindo para a construção coletiva das instituições do campo.
6

EXPERIÊNCIAS Formativas no Início da Docência Mediadas Pelo Pibid Educação Física na Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia

MELO, T. M. Q. 9 March 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:12:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8586_MELO, Tatiana Moraes Q ueiroz Dissertação(1).pdf: 1875586 bytes, checksum: 76793fb27ce178a745e6ce4dab5001f5 (MD5) Previous issue date: 2015-03-09 O presente trabalho objetiva compreender como o Coordenador, os Supervisores e os Bolsistas do PIBID Educação Física da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) no município de Feira de Santana Bahia percebem os processos de iniciação à docência na formação inicial de professores de Educação Física no PIBID Educação Física UEFS. Por meio da Pesquisa Narrativa, numa perspectiva de pesquisa e de formação, oportunizamos aos sujeitos da pesquisa entrevistas narrativas compostas pela reflexividade crítica necessária na constituição da docência. Analisamos a produção acadêmica sobre a temática da iniciação à docência no tempo da formação inicial nos bancos de dados da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED) e do Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE) e discutimos com Antonio Nóvoa, Carlos Marcelo e Molina Neto sobre as concepções de formação e as experiências vividas no início da docência e buscamos em Walter Benjamin e Jorge Larrosa ancoragens para o entendimento do conceito de experiência. Os resultados apontam para o reconhecimento do PIBID como um programa que aproxima do campo de atuação interferindo na escolha pela docência. Sinalizam que o programa possibilita a articulação entre a universidade e a escola fortalecendo a perspectiva de formação que acontece coletivamente. Confirmam que o PIBID permite a constatação dos desafios presentes na escola e da necessidade de transformação desta realidade com a articulação dos saberes acadêmicos e os escolares. Neste sentido, constatamos a afirmação da entrada na carreira, como uma experiência formativa que intensifica o desenvolvimento profissional docente e, portanto, deve ser concebida como política nacional institucionalizada de iniciação à docência.
7

O lugar da docência na universidade: uma análise das representações sobre o professor universitário La place de l\'enseignement à l\'université: une analyse des représentations sur le professeur d\'Université

Gisele Aparecida Reis Goulart 24 June 2013 (has links)
Cette recherche vise à approfondir la connaissance des changements dans l\'identité des professeurs d\'Université des représentations sociales (MOSCOVICI, 2009) de ceux-ci dans les discours sur l\'enseignement supérieur. Il a été appliqué une analyse méthodologique basée sur un modèle d\'analyse d\'un corpus de discours créé au sein d\'une coupure de la perspective de l\'élargissement des institutions fédérales d\'enseignement vacants au Brésil a pris fin dans la promulgation du programme de restructuration de plans et l\'expansion des universités fédérales (REUNI), mis en place par le gouvernement Lula, par décret n° 6 096, 24 avril 2007, intégrant une du plan de développement de l\'éducation (PDE). De cette façon, le thème central de cette étude est lié à des significations socialement assignées à la profession enseignante à l\'heure actuelle dans les formations discursives (FOUCAULT, 2010) qui rendent possible un discours sur le professeur d\'université au Brésil. La portée principale se réfère aux enseignants de niveau supérieur, en raison de la division sociale du travail dans le domaine, historiquement ont toujours été les sections des enseignants de l\'enseignement fondamental, en profitant de la condition de garantie les chercheurs du principe établi dans la réforme de l\'Université de 1968, qui prévoit l\'association insoluble entre l\'enseignement et de recherche. Enfin, cette Dissertation vise à définir les relations de sens qui permettent de problématiser les changements dans l\'identité des professeurs d\'Université de la discussion de sa représentation dans les discours sur l\'enseignement supérieur aujourd\'hui. Esta investigação busca a ampliação da compreensão das transformações ocorridas na identidade dos professores universitários a partir das representações sociais (MOSCOVICI, 2009) destes nos discursos sobre o ensino superior. Para tanto, foi aplicada uma análise baseada no modelo metodológico da análise a partir de um corpus discursivo criado dentro de um recorte do período que antecede a expansão de vagas nas instituições federais de ensino no Brasil encerrada na promulgação do programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), instituído a partir do governo Lula, pelo decreto no. 6.096, de 24 de abril de 2007, integrando uma das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Desse modo, o tema central deste estudo está ligado aos sentidos socialmente atribuídos à profissão docente na atualidade dentro das formações discursivas (FOUCAULT, 2010) que tornam possível um discurso sobre o professor universitário no Brasil. O escopo principal refere-se aos docentes de nível superior que, por causa da divisão social do trabalho na área, historicamente sempre estiveram apartados dos docentes do ensino básico, por desfrutarem da condição de pesquisadores garantida pelo princípio firmado na reforma universitária de 1968, que prevê a indissociabilidade entre o ensino e a pesquisa. Por fim, esta Dissertação visa encontrar as relações de sentido que permitem problematizar as mudanças ocorridas na identidade dos professores universitários a partir da discussão de sua representação nos discursos sobre o ensino superior na atualidade.
8

Saberes da docência: um estudo sobre a formação dos professores de História Knowledge of teaching: a study on the formation of History teachers

Blanco, Fernanda de Melo [UNESP] 17 March 2017 (has links)
Submitted by Fernanda De Melo Blanco null (fernanda_blanco@yahoo.com.br) on 2017-05-08T17:50:09Z No. of bitstreams: 1 Fernanda_Dissertacao_Final.pdf: 1084633 bytes, checksum: 3f3e68690a7d399072d77ecf040eed33 (MD5) Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-05-08T19:31:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 blanco_fm_me_fran.pdf: 1084633 bytes, checksum: 3f3e68690a7d399072d77ecf040eed33 (MD5) Made available in DSpace on 2017-05-08T19:31:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 blanco_fm_me_fran.pdf: 1084633 bytes, checksum: 3f3e68690a7d399072d77ecf040eed33 (MD5) Previous issue date: 2017-03-17 Este estudo partiu da observação do contexto educacional atual nas escolas da rede pública da cidade de Franca, interior de São Paulo. O fio teórico condutor utilizado no mesmo é o da prática reflexiva e os saberes da docência. Num primeiro momento nos preocuparemos em estudar o processo histórico da formação de professores de História, - mais precisamente, a partir da década de 1970 até os dias atuais para, posteriormente, refletir sobre a formação inicial adquirida e sua relação com a prática cotidiana. Em seguida, apresentaremos as contribuições das teorias sobre os Saberes da Docência e do Professor Reflexivo, para a formação continuada de professores. Para tanto foi realizado um estudo bibliográfico dos autores: Maurice Tardif, Selma Garrido Pimenta e Isabel Alarcão, em função da grande inserção desses autores no cenário nacional. Para tratarmos dos Saberes da docência faremos uso da teoria de Maurice Tardif e Selma Garrido Pimenta. Já em relação ao Professor Reflexivo nos basearemos em Pimenta e Isabel Alarcão. Posteriormente apresentamos uma análise dos resultados obtidos por meio da pesquisa de campo. O instrumento utilizado para a coleta das informações foi entrevista semi-estruturada, que objetivou investigar a história do professor enquanto aluno da educação superior; o que fez com que esse profissional optasse pela carreira docente, bem como o curso escolhido; os saberes que o professor possui; como ele avalia o conhecimento que constrói na prática e se busca aprimorar-se através de formação continuada. Como resultados observa-se que os professores apontam grandes lacunas deixadas pela formação inicial, em especial no campo pedagógico, pela distância entre o que aprenderam com a realidade da escola, assim buscam formação continuada para subsidiar o trabalho. Além disso, perguntados se recebiam algum subsídio nesse sentido, destacaram a ineficácia das aulas de trabalho pedagógico coletivo (ATPC’s), horário que deveria ser destinado ao desenvolvimento de uma formação continuada docente. Sendo assim, os professores apontaram formas que lhes parece de maior eficácia para a realização desses momentos, dentre os quais, merece ressalva, o compartilhamento de experiências entre os pares. Sobre quais são os saberes essenciais para a docência em História, os entrevistados salientaram a necessidade do aluno possuir capacidade leitora e interpretativa, bem como a importância de se contextualizar o passado no presente do aprendente para que haja maior domínio da disciplina. Por fim, empreenderemos a criação de um material para ser trabalhado nas ATPC´S, cujo objetivo será aperfeiçoar os saberes pedagógicos dos docentes de História. This academic study has been based on the observation of the current educational context in schools of the public network in Franca city, São Paulo state. The theoretical framework used in it is that of reflexive practice and teaching knowledge. Firslty, we will be concerned about studying the historical process of the History teachers’ formation, from the 1970s to the present day, in order to later reflect on the initial formation acquired and its relation to everyday practice. Next, we will present the contributions of the Teaching Knowledge and the Reflective Teacher theories, for the teachers’ continuing education. For this, a bibliographic study of the authors was carried out: Maurice Tardif, Selma Garrido Pimenta and Isabel Alarcão, due to the great insertion of these authors in the national scenario. In order to deal with the teaching knowledge, we will use Maurice Tardif and Selma Garrido Pimenta’s theory. In relation to Reflective Teacher, we will be based on Pimenta and Isabel Alarcão’s ideas. Subsequently we present the analysis of the results obtained through field research. The instrument used to collect the information was a semi-structured interview, which aimed to investigate the history of the teacher as a student of higher education; what made this professional choose the teaching career, as well as the chosen course; The knowledge that the teacher possesses; how he assesses knowledge he builds in practice and seeks to improve himself through continuing education. As a result, it can be observed that teachers point to major gaps left by initial training, especially in the pedagogical field, due to the distance from reality, thus they seek continuous training to subsidize work. Plus, when asked if they received any money in that matter, they emphasized the inefficacy of the classes for collective pedagogical work (ATPC’s in Portuguese), time that should be destined to the development of a teacher’s continuing education. Hence, the teachers pointed out ways that seem to be more effective to carry out these moments, from which, it has to be mentioned, sharing experiences among peers. Related to which knowledge is essential to teaching History, the interviewed highlighted the need of reading comprehension skill in students, as well as the importance of contextualizing the past in the student’s present to have a major understanding of the subject. Finally, we will undertake the creation of a material to be worked on at the times for the classes of collective pedagogical work in schools, the ATPC'S; its objective will be to improve the pedagogical knowledge of History teachers.
9

Docência em educação a distância: tecendo uma rede de interações

BEZERRA, Márcia Alves 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:17:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo54_1.pdf: 1329560 bytes, checksum: 70d45e78cc18efe507fa1be83bcd6d2a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 Com o avanço das tecnologias de informação e comunicação, com a democratização do ensino superior e com a criação da Universidade Aberta do Brasil é visível o crescimento de cursos a distância nesse país. Diante das inúmeras temáticas que surgem com relação a esta modalidade, a presente pesquisa tem como finalidade refletir sobre o debate da docência na EAD online, tendo como foco as interações construídas na cadeia de docentes de uma mesma disciplina, oferecida em um curso de graduação a distância, em uma instituição pública de ensino superior no Estado de Pernambuco. Em alguns cursos online, os docentes vêm aprendendo a compartilhar sua prática, construindo estratégias para solucionar, juntos, problemas comuns. Isto faz parte do que podemos chamar de Docência Compartilhada. Em relação aos procedimentos metodológicos a presente pesquisa optou pela forma de abordagem qualitativa, utilizando o método de estudo de caso e a análise de conteúdo. A análise foi realizada através das transcrições dos encontros gravados em áudio, dos diários de bordo de observação, da entrevista e dos questionários realizados com o professor formador e com os tutores. Desta forma, estudamos o grupo de docentes em suas reuniões de acompanhamento da disciplina e avaliação dos alunos, buscando compreender como ocorreram estas ações partilhadas, nesta comunidade docente. Apresentamos aqui os resultados de nosso estudo de caso, baseado em cinco sessões destas reuniões. Nossos resultados indicaram que houve uma docência compartilhada entre os tutores virtuais e o professor formador. Entretanto, os tutores presenciais, a coordenação e a direção de curso não se integraram neste movimento cooperativo. O grupo se caracteriza como uma comunidade de prática e a forma de interação e cooperativa. Percebemos que os professores apesar de compartilharem sua prática harmonicamente apresentam dificuldades de interação com os alunos do curso. Também observamos que existiram várias temáticas abordadas nestas reuniões, mas todas elas de uma forma ou de outra foram centradas na aprendizagem dos alunos. Os docentes apresentam algumas competências e compartilharam seus saberes da prática e da formação entre seus pares. Finalmente, constatamos que os docentes discutiram as temáticas focadas nos instrumentos de avaliação da aprendizagem da plataforma virtual de ensino do curso: o questionário, o projeto e as outras atividades complementares
10

Reconfiguração da profissionalidade docente na docência universitária no contexto da avaliação da pós-graduação

Ferraz, Bruna Tarcília 31 January 2012 (has links)
Submitted by Amanda Silva (amanda.osilva2@ufpe.br) on 2015-04-13T12:53:54Z No. of bitstreams: 2 Tese doutorado Final.pdf: 1581234 bytes, checksum: e99211bb013c08c426be94e2c8554a22 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Made available in DSpace on 2015-04-13T12:53:54Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese doutorado Final.pdf: 1581234 bytes, checksum: e99211bb013c08c426be94e2c8554a22 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 O trabalho teve como objetivo analisar como ocorre o processo de configuração da docência universitária na pós-graduação no contexto da avaliação da CAPES. Nossos objetivos específicos foram: identificar os efeitos da sistemática de avaliação da CAPES no projeto acadêmico e ordenamentos internos dos programas; analisar os efeitos da adoção de critérios a serem atingidos na sistemática de avaliação da CAPES para a profissionalidade docente; e analisar no contexto da prática, a relação entre as políticas de avaliação da CAPES e a formação da docência universitária na pósgraduação em educação. Do ponto de vista metodológico, realizamos entrevistas e observações em reuniões e atas de colegiado, o que nos possibilitou construir espaço de coleta de depoimentos, cujos conteúdos foram alvo de análise. Entendemos que a docência universitária na pós-graduação reconfigura-se no contexto da avaliação da CAPES segundo os princípios da performatividade, evidenciando movimentos ambivalentes nos rebatimentos sobre a docência, a depender da concepção que o professor tem de docência e de pós-graduação, considerando as concepções presentes na política e na prática. Observamos reordenamentos internos não só nos programas, mas nos processos avaliativos dos programas, pela incorporação de uma racionalidade cognitivo-instrumental que conjuga ideias de individualismo e concorrência, que tem seus desdobramentos nos processos que se ocupam de controlar a conduta dos docentes; na mensuração quantitativa do seu desempenho nos processos de produção e difusão do saber; na exigência de adaptar os programas no sentido de considerarem os critérios da CAPES para credenciamento e recredenciamento dos docentes; e na realização da gestão dos programas para a configuração da docência e de sua profissionalidade. O estudo demonstra em síntese que muitos dos professores, de modo ambivalente, tendem a adequar-se ao funcionamento e a maneira como atuam no programa em função das exigências da avaliação da CAPES; outros, não constroem a sua docência simplesmente adequando-se às exigências. Com relação aos efeitos da avaliação da CAPES na configuração da docência universitária, percebemos articulações existentes entre a concepção de pós-graduação e a concepção de docência. Desse modo, considerando a concepção de pós-graduação defendida pelo produtivismo acadêmico a docência configura-se tomando a pesquisa como elemento central, segundo a concepção de docência performativa. Por outro lado, considerando a concepção de crítica à perspectiva da performatividade, cuja função social se expressa para além do atendimento aos requisitos produtivistas do modelo de avaliação, a docência universitária configura-se tomando a mediação didática nos processos de ensino, gestão, extensão e pesquisa, como elemento central, segundo a concepção de docência autêntica e crítica. A discussão da avaliação enquanto momento que estimula o desenvolvimento de ações individualistas e a discussão sobre os espaços coletivos de formação na relação com a avaliação ou com outros processos de atuação profissional e formação na atividade assumiu espaço central nos programas. A docência, nesse contexto, assume o caráter de construção contínua através dos processos de autoformação e heteroformação, que contribui com o desenvolvimento de saberes e competências. Ao fomentar o exercício individualizado, a avaliação privilegia o desempenho individual dos docentes, através das publicações de pesquisas. Por outro lado, ao fragilizar a potencialização do trabalho coletivo, a avaliação é alvo de crítica de alguns docentes, que concebem a importância de valorizar outros espaços de formação, para além da pesquisa nos programas, como as aulas, as atividades de extensão e gestão. Ressaltamos que o presente estudo, constitui-se num possível potencializador de investigações que se proponham a problematizar desafios e proposições para minimizar a disjunção entre o que está posto como exigência de avaliação e o que os docentes sentem necessidade de que haja um reconhecimento no âmbito da docência universitária na pós-graduação. Por isso, ressaltamos a importância de valorizar os processos avaliativos, reconhecer as possibilidades de legitimar através dos processos de configuração da docência universitária, processos de reflexão e ação sobre a práxis transformadora da produção e socialização do conhecimento em educação.

Page generated in 0.0498 seconds