• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 283
  • 18
  • Tagged with
  • 301
  • 198
  • 153
  • 151
  • 149
  • 142
  • 142
  • 130
  • 124
  • 114
  • 109
  • 62
  • 59
  • 57
  • 51
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

SIGNIFICAÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NAS PRÁTICAS DOCENTES DE UMA PROFESSORA

OLIVEIRA, R. G. 30 March 2010 (has links)
O objeto de estudo desta investigação foi compreender a significação da disciplina Educação Física a partir das práticas de docência de uma professora, bem como do seu olhar sobre essas práticas. Esta pesquisa tem, como objetivos específicos, entendê-las em diálogo com a literatura e indicar caminhos para novas compreensões acerca dessa profissão. Além disso, objetiva analisar como essas práticas permitem remeter um significado à Educação Física na escola estudada. Ao definir esses objetivos, percebe-se que os possíveis caminhos teórico-metodológicos poderiam seguir pelo campo das relações profissionais, por isso o estudo se ancora no campo da Sociologia e da Educação, buscando uma interlocução com a área de atuação: Educação Física. Em face dos dados coletados, identifica quatro elementos de significação para, a partir de uma análise interpretativa baseada no eixo profissão-docência-identidades, buscar significações possíveis para a Educação Física. Esses elementos são: a relação professora-alunos, o contexto socioenconômico, a questão das identidades e o comprometimento do docente com a profissão, consigo mesmo e com a área. Em vista do relacionamento professoraalunos, apreende que essa questão apresenta suas complexidades, mas, nesse contexto, é fundamental para o processo ensino-aprendizagem dos alunos. Com relação ao contexto socioeconômico, reconhece ser este um fator determinante para as ações da professora pesquisada e para a significação da Educação Física, já que a colaboradora pretende sempre transformar sua prática docente em face da realidade local, visando ao preenchimento das necessidades dos alunos. As identidades pessoal e profissional da professora pesquisada são permanentemente (re)construídas a partir de si ou dos outros, tendo como implicação na Educação Física o fato de que a docência, por ser uma intervenção profissional na prática social, está intimamente imbricada com as identidades dos sujeitos, à medida que deles são exigidas posturas éticas e políticas no desenvolvimento profissional. Em face do compromisso com a profissão, consigo mesmo e com a área, compreende que o desenvolvimento de um bom trabalho com a Educação Física está relacionado com o empenho do profissional com esses três fatores.
2

Representações de professores sobre a inclusão escolar Teacher representations about the school inclusion

Abdalla, Ana Paula [UNESP] 1 September 2016 (has links)
Essa pesquisa dedicou-se a conhecer e analisar quais são as representações dos professores de uma mesma escola da rede municipal acerca da inclusão de alunos com deficiência nas classes de ensino regular. Pretendemos compreender, por meio das experiências desses docentes como ocorre na atualidade o processo de inclusão escolar, quais seus desafios, dificuldades e perspectivas. Teoricamente nos subsidiamos em Moscovici, tendo como aporte a teoria das Representações Sociais que permite entender os processos subjetivos pelos quais os indivíduos compreendem sua realidade e explicam os fenômenos do cotidiano. Metodologicamente a pesquisa caracterizou-se como qualitativa e foram entrevistados cinco professores de uma mesma escola municipal que atuam a pelo menos dez anos como docentes efetivos. A análise dos dados baseou-se na perspectiva da Análise de Conteúdo. Como resultados, verificamos que as representações trazidas pelas professoras fazem parte do senso comum, isto é, argumentam que é difícil ensinar o aluno com deficiência na sala de aula regular, pois lhes faltam formação adequada para trabalhar com essa clientela. Também afirmam que é complexo adequar o conteúdo curricular ao aluno com deficiência, que não há o apoio dos profissionais específicos (médicos e psicólogos), que faltam momentos na escola para essas profissionais compartilharem suas experiências e discutirem suas dificuldades e sinalizam para a ausência da adequação arquitetônica dos prédios escolares para acessibilidade dos alunos com deficiência (principalmente deficiência física) e materiais adequados, como brinquedos específicos que contemplem cada necessidade. Sobre a representação da deficiência, foi identificado que a deficiência física é a mais difícil de ser trabalhada, por suas características serem mais visíveis o que pode trazer um pouco mais de receio e medo por parte das educadoras. A questão de normal/anormalidade relacionado ao aluno com deficiência também está presente nas falas delas, em que percebemos que está embutido nas entrevistadas o conceito de corpo perfeito, aquele que o senso comum considera adequado. As docentes destacam também a importância fundamental da professora especialista para auxiliar neste processo inclusivo. Apesar de todas as dificuldades e anseios que as professoras trouxeram em suas narrativas, o carinho recebido por elas de seus alunos compensa todas as barreiras e dificuldades vivenciadas no dia a dia.
3

EXPERIÊNCIAS Formativas no Início da Docência Mediadas Pelo Pibid Educação Física na Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia

MELO, T. M. Q. 9 March 2015 (has links)
O presente trabalho objetiva compreender como o Coordenador, os Supervisores e os Bolsistas do PIBID Educação Física da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) no município de Feira de Santana Bahia percebem os processos de iniciação à docência na formação inicial de professores de Educação Física no PIBID Educação Física UEFS. Por meio da Pesquisa Narrativa, numa perspectiva de pesquisa e de formação, oportunizamos aos sujeitos da pesquisa entrevistas narrativas compostas pela reflexividade crítica necessária na constituição da docência. Analisamos a produção acadêmica sobre a temática da iniciação à docência no tempo da formação inicial nos bancos de dados da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED) e do Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE) e discutimos com Antonio Nóvoa, Carlos Marcelo e Molina Neto sobre as concepções de formação e as experiências vividas no início da docência e buscamos em Walter Benjamin e Jorge Larrosa ancoragens para o entendimento do conceito de experiência. Os resultados apontam para o reconhecimento do PIBID como um programa que aproxima do campo de atuação interferindo na escolha pela docência. Sinalizam que o programa possibilita a articulação entre a universidade e a escola fortalecendo a perspectiva de formação que acontece coletivamente. Confirmam que o PIBID permite a constatação dos desafios presentes na escola e da necessidade de transformação desta realidade com a articulação dos saberes acadêmicos e os escolares. Neste sentido, constatamos a afirmação da entrada na carreira, como uma experiência formativa que intensifica o desenvolvimento profissional docente e, portanto, deve ser concebida como política nacional institucionalizada de iniciação à docência.
4

FORMAÇÃO E DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL DO CAMPO: DIZERES DOCENTES

LOVATTI, R. R. G. 5 August 2014 (has links)
Esta pesquisa focaliza a formação e atuação docente na Educação Infantil do Campo, tendo como princípios teórico-metodológicos referenciais bakhtinianos (BAKHTIN,1997, 2010a, 2010b), em interlocução com os referenciais de Nóvoa (1992, 1995, 2008, 2009). Considerando o caráter inicial da temática da Educação Infantil do Campo, a pesquisa, de abordagem qualitativa, de tipo exploratória, utiliza como procedimentos a aplicação de questionário, a realização de entrevistas individual e coletiva e o desenvolvimento de observação atenta à conduta ética na interação com os sujeitos participantes. Os diálogos com as docentes comunicam que a Educação Infantil do Campo vem ganhando uma visibilidade progressiva nas políticas públicas locais, sustentada em diferentes dinâmicas organizativas que se articulam ao movimento da expansão da Educação Infantil. Essa trajetória de pesquisa sinalizou indicativos de avanços relacionados aos aspectos de acompanhamento pedagógico das instituições, manutenção dos espaços físicos e proposta de formação continuada, demonstrando o fortalecimento das políticas voltadas às instituições do campo. Constatou também que esses avanços se associam a desafios e demandas de investimentos, entre os quais se destaca a formação como prioridade para as profissionais da educação infantil do campo, e que essa formação seja específica, assim discutindo os diversos temas vinculados ao contexto em questão, contribuindo para a construção coletiva das instituições do campo.
5

O ser da presença da docência com o dispositivo tablet pc e as teias educacionais de aprendizagens inclusivas na [psico]pedagogia social hospitalar.

SANTANA, A. S. C. 28 March 2014 (has links)
Problematiza fenomenologicamente o ser da presença (HEIDEGGER, 2006) da docência mediante pesquisa sobre a docência de discentes de licenciatura plena em Pedagogia no uso do dispositivo móvel tablet PC em uma brinquedoteca hospitalar. Para isso, de modo formal, foi escalonado um objetivo geral, qual seja: problematizar o ser-aí nos fluxos de transformação continua que, por ventura, projetariam o ser da presença da docência com o dispositivo móvel tablet PC e as teias educacionais de aprendizagens inclusivas advindas dessa aprendência junto ao outro no mundo. A tese confirmada foi a de que um simples artefato/ dispositivo/ ferramenta como é um tablet PC é capaz de produzir mais sentidos e significados quando está sob o manuseio de estudantes universitárias de Pedagogia que o utilizam numa brinquedoteca hospitalar de um hospital público de Picos-PI, discentes essas (que se aproximam do que se pode reconhecer como Psicopedagoga) que atuam dentro do que se denomina Pedagogia Hospitalar. A metodologia utilizada foi de inspiração fenomenológica-existencial com o finco, dentre outros, de descrever a tessitura de teias educacionais de aprendizagens inclusivas advindas dos fluxos de transformação contínua geradas no contexto de um domínio de uma potência que incentivava a descoberta de desafios lúdico-educativos com a técnica digital e a transição paradigmática da condição sócio historicamente determinada de sujeito para o ato de tornar-se agente codeterminante de fatores capazes de desvelar o ser. Os resultados demonstram que os procedimentos manifestados nas ações humanas desenvolvidas com o tablet PC desvelaram uma possível constituição de um campo profissional para a psicopedagogia social hospitalar, revelando modos diferenciados de ser sendo da presença da docência. Infere ainda que o trabalho [psico] pedagógico perante esse tipo específico de tecnologia móvel digital, quando disponibilizada às crianças e não somente aos adultos, tende a ocorrer mediante o predomínio de demandas por intervenções pontuais junto ao fluxo de aprendizagem em que o agente aprendente está inserido e com manifestação de uma postura educativa libertária serena que se aproxima das características de uma abordagem não diretiva de ensino. Desvela-se o ser da presença da docência nos modos de cuidado e serenidade, dentre outros.
6

Formação do professor universitário em cursos de licenciatura: a experiência da docência qualifica o ensino? University teacher training degree courses: teaching experience qualifies teaching?

Fragelli, Carina Maria Bullio [UNESP] 2 September 2016 (has links)
As mudanças na formação inicial de professores no Brasil vêm exigindo uma modificação na maneira de compreender a atuação do professor universitário dentro das Instituições de Ensino Superior. A docência aparece como forma de mobilizar conhecimentos potencializando a formação dos graduandos, porém, como esta docência está sendo qualificada? Como a formação dos professores universitários pode vir a fortalecer a prática pedagógica? Com essas ideias iniciais, esta pesquisa dispõe-se a compreender como a experiência da docência na educação básica de professores universitários envolvidos na licenciatura, pode ou não contribuir para a melhoria da sua docência. A partir de um estudo com delineamento etnográfico, foi acompanhado o trabalho pedagógico de três professores da Universidade Estadual Paulista – Campus de Rio Claro, onde foram levantados dados de natureza qualitativa advindos de observações das aulas destes docentes durante um semestre, análise documental dos Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos em que os docentes atuam e seus Planos de ensino e entrevistas semiestruturadas. Na análise dos dados os resultados apontam as categorias de análise: docência, experiência e saberes docentes. A docência universitária se mostra em momento de transição, onde os professores já conseguem sentir as modificações das crises universitárias dentro da sala de aula, mas demonstram um interesse e força em propor uma mudança positiva, buscando o protagonismo do aluno como forma de potencializar as ações pedagógicas. A experiência, tanto na educação básica como no ensino superior, é um agente transformador quando obtém caráter objetivo, ou seja, precisa ser considerada e discutida. O tempo aparece como obstáculo na reflexão das ações. Já os saberes docentes universitários revelam-se como um caminho, ainda em construção epistemológica, para estruturar a profissionalidade dos docentes universitários.
7

Reconfiguração da profissionalidade docente na docência universitária no contexto da avaliação da pós-graduação

Ferraz, Bruna Tarcília 2012 (has links)
O trabalho teve como objetivo analisar como ocorre o processo de configuração da docência universitária na pós-graduação no contexto da avaliação da CAPES. Nossos objetivos específicos foram: identificar os efeitos da sistemática de avaliação da CAPES no projeto acadêmico e ordenamentos internos dos programas; analisar os efeitos da adoção de critérios a serem atingidos na sistemática de avaliação da CAPES para a profissionalidade docente; e analisar no contexto da prática, a relação entre as políticas de avaliação da CAPES e a formação da docência universitária na pósgraduação em educação. Do ponto de vista metodológico, realizamos entrevistas e observações em reuniões e atas de colegiado, o que nos possibilitou construir espaço de coleta de depoimentos, cujos conteúdos foram alvo de análise. Entendemos que a docência universitária na pós-graduação reconfigura-se no contexto da avaliação da CAPES segundo os princípios da performatividade, evidenciando movimentos ambivalentes nos rebatimentos sobre a docência, a depender da concepção que o professor tem de docência e de pós-graduação, considerando as concepções presentes na política e na prática. Observamos reordenamentos internos não só nos programas, mas nos processos avaliativos dos programas, pela incorporação de uma racionalidade cognitivo-instrumental que conjuga ideias de individualismo e concorrência, que tem seus desdobramentos nos processos que se ocupam de controlar a conduta dos docentes; na mensuração quantitativa do seu desempenho nos processos de produção e difusão do saber; na exigência de adaptar os programas no sentido de considerarem os critérios da CAPES para credenciamento e recredenciamento dos docentes; e na realização da gestão dos programas para a configuração da docência e de sua profissionalidade. O estudo demonstra em síntese que muitos dos professores, de modo ambivalente, tendem a adequar-se ao funcionamento e a maneira como atuam no programa em função das exigências da avaliação da CAPES; outros, não constroem a sua docência simplesmente adequando-se às exigências. Com relação aos efeitos da avaliação da CAPES na configuração da docência universitária, percebemos articulações existentes entre a concepção de pós-graduação e a concepção de docência. Desse modo, considerando a concepção de pós-graduação defendida pelo produtivismo acadêmico a docência configura-se tomando a pesquisa como elemento central, segundo a concepção de docência performativa. Por outro lado, considerando a concepção de crítica à perspectiva da performatividade, cuja função social se expressa para além do atendimento aos requisitos produtivistas do modelo de avaliação, a docência universitária configura-se tomando a mediação didática nos processos de ensino, gestão, extensão e pesquisa, como elemento central, segundo a concepção de docência autêntica e crítica. A discussão da avaliação enquanto momento que estimula o desenvolvimento de ações individualistas e a discussão sobre os espaços coletivos de formação na relação com a avaliação ou com outros processos de atuação profissional e formação na atividade assumiu espaço central nos programas. A docência, nesse contexto, assume o caráter de construção contínua através dos processos de autoformação e heteroformação, que contribui com o desenvolvimento de saberes e competências. Ao fomentar o exercício individualizado, a avaliação privilegia o desempenho individual dos docentes, através das publicações de pesquisas. Por outro lado, ao fragilizar a potencialização do trabalho coletivo, a avaliação é alvo de crítica de alguns docentes, que concebem a importância de valorizar outros espaços de formação, para além da pesquisa nos programas, como as aulas, as atividades de extensão e gestão. Ressaltamos que o presente estudo, constitui-se num possível potencializador de investigações que se proponham a problematizar desafios e proposições para minimizar a disjunção entre o que está posto como exigência de avaliação e o que os docentes sentem necessidade de que haja um reconhecimento no âmbito da docência universitária na pós-graduação. Por isso, ressaltamos a importância de valorizar os processos avaliativos, reconhecer as possibilidades de legitimar através dos processos de configuração da docência universitária, processos de reflexão e ação sobre a práxis transformadora da produção e socialização do conhecimento em educação.
8

O estágio docente e o desenvolvimento de competências: um Estudo no programa de pós-graduação em administração da Universidade Federal da Paraíba

Santos, Kênia Cristina Gonsalves dos 29 April 2013 (has links)
Nas últimas décadas, é perceptível o crescimento no número de Instituições de Ensino Superior (IES), reflexo de ações governamentais, com o engajamento de instituições e da sociedade civil, tornando o ensino superior cada vez mais acessível. Um dos cursos que mais cresce no país, em números de alunos matriculados e oferta é o de Administração. Como reflexo desse aumento, cresce também a demanda por profissionais docentes, com competências docentes para atuarem em diversos tipos de instituições, sejam elas privadas ou públicas. No intuito de desenvolver essas competências existem atualmente no país 150 cursos de Pós-Graduação, que tem como meta desenvolver o aluno para o ensino, a pesquisa e a extensão. O programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba tem integralizado em sua estrutura curricular o estágio docência, que é visto como uma forma de desenvolver na prática competências docentes. Diante desta realidade, a presente pesquisa visa: compreender como o estágio docência desenvolve competências docentes, segundo o modelo de Paiva (2007), na formação do profissional docente em Administração. No referencial teórico, aborda-se a Educação Superior e Pós-Graduação no Brasil, Docência, o Estágio Docência, Competência e Competência Docente. A abordagem é qualitativa básica, caracterizando-se como descritivo-explicativa. Foram coletados dados primários e secundários, os primários através de entrevistas semi-estruturadas com coordenadores, professores e alunos do PPGA-UFPB, com a coordenadora geral da Pós- Graduação da UFPB e com representante da ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos). Os dados secundários referem-se à legislação do ensino superior, demais regulamentações sobre estágio docente no âmbito da CAPES, CNPq, UFPB e PPGA, e aos relatórios de estágio docente produzidos pelos mestrandos e validados pela coordenação do Programa. Os resultados da pesquisa indicam que com a oferta do estágio docência, o PPGA está disponibilizando no mercado profissionais docentes que tiveram suas competências desenvolvidas por meio da prática. Tais experiências foram relatadas nas entrevistas e em relatórios, que serviram como material para análises. Com os dados coletados utilizou-se o modelo de Paiva (2008) para a análise, que classifica as competências em cognitiva, funcional, comportamental, política e ética. Foi identificado que ao ingressar no mestrado nem todos tinham como propósito a formação para a docência, mas sim uma Pós-Graduação que lhe garantisse boa oportunidade no mercado. A análise revelou a predominância do desenvolvimento de competências cognitivas e funcional. Algumas das atividades realizadas pelos pós-graduandos que refletiram no desenvolvimento dessas competências foram: ministrar aula, elaborar questão de prova, corrigir prova, achar o tom de voz correto, ter domínio sobre a turma, entre outros. Percebe-se ainda o direcionamento do PPGA desenvolvimento de competências cognitiva e funcional, ao estabelecer as dez competências que o estágio docência se propõe a desenvolver, onde não foi inclusa nenhuma ação voltada ao desenvolvimento das competências política e ética. Por fim, acredita-se que apesar das limitações observadas, o estágio docente representa uma excelente oportunidade de desenvolver competências docentes, desde as funcionais até as éticas, e disponibilizando no mercado profissional docente para atuar em nível superior com capacidades e habilidades para lidar com as diferentes situações do dia-a-dia. In the last decades, it has been noticeable the growth of the number of Higher Education Institutions what reflects the government actions, in addition to the engagement of civil society and institutions, making higher education more accessible. One of the courses that has grown in Brazil, in numbers of students registered and in offer is Administration. Consequently, it also increases the demand for professors with teaching skills to work in different kinds of institutions, whether private or public. In order to develop these skills, nowadays, there are in the country 150 post-graduation courses, which aim to develop the student for teaching, research and extension. The Post-Graduation Program in Business Administration of this institution has integrated on its curriculum the teaching training, which is seen as a way to develop teaching skills in practice. Therefore, this research aims to understand how the training develops teaching skills in the future administration professors. In the theoretical framework, we present the higher education and post-graduation studies in Brazil, teaching, the teaching training, skills and teaching competence. The approach is qualitative, characterized as descriptive and explanatory. We collected primary and secondary data, the primary by semi-structured interviews with coordinators, professors and students from this post-graduation program, the general coordinator of the post-graduation program of this institution and representatives of the National Association of Post-graduation. Secondary data refer to the law of higher education, other regulations on teaching training based in CAPES, CNPq, this university and its post-graduation program, in addition to the teaching training reports produced by the master s degree students and validated by the program coordination. The survey results indicate that with the offer of teaching training, the program is providing professors who have developed their skills through practice. Such experience has been reported in interviews and reports, which were used as material for analysis. To analyze the collected data we used the model of Paiva (2008), which classifies the skills in cognitive, functional, behavioral, policy and ethics. It was identified that when joining the master s not all students intended to do the teaching training, but to have a post-graduation degree that would guarantee good job opportunities. The analysis revealed the predominance of cognitive and functional development. Some of the activities conducted by the post-graduation students that reflected the development of these skills were: ministering class, preparing exams, correcting exams, finding the correct tone of voice, having class control, among others. We noticed that this program focus on the development of cognitive and functional skills and establishes ten competencies that the teaching training aims to develop, which didn t include any action focused on the development of policy and ethics skills. Finally, we believe that despite the limitations noted, the teaching training is an excellent opportunity to develop teaching skills, from the functional to the ethical one, enabling professionals to work at colleges and universities with skills and abilities to deal with different day by day situations.
9

Processos de identificação com a doc~encia : um olhar a partir da trajetória de formação de alunas em um curso de Licenciatura em Letras

Marins, Ida Maria Morales 22 November 2013 (has links)
PROCESSOS DE IDENTIFICAÇÃO COM A DOCÊNCIA: UM OLHAR A PARTIR DA TRAJETÓRIA DE FORMAÇÃO DE ALUNAS EM UM CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS Autor: Ida Maria Morales Marins Orientador: Dr. Hilário I. Bohn O presente estudo investiga processos de identificação com a docência por alunas, estudantes de um Curso de Letras de uma universidade pública do Rio Grande do Sul (RS), mobilizados nas representações e nas práticas formativas envolvidas no percurso de sua formação no ensino superior. Para desenvolver esse objetivo principal, o subdividimos em dois específicos: a) analisar as representações discursivas das alunas sobre a profissão professor; b) identificar e analisar, na voz das alunas, as práticas formativas que podem contribuir na mobilização de processos de identificação com a profissão. Para dar sustentação teórica ao estudo, nos apoiamos principalmente nos Estudos Culturais (EC) para as discussões em torno do tema da identidade em interlocução com a Sociologia, as Ciências da Educação, a Psicologia Social; no tocante ao tema da subjetividade, e em estudos que tratam das identidades pelas vias discursivas. Apoiamos-nos também na Teoria Dialógica de Bakhtin e o Círculo para fins do trabalho de análise e interpretação, tendo em vista esta ser uma teoria que concebe a linguagem como constituidora dos sujeitos e assim das suas identidades pessoais e profissionais. Metodologicamente, a pesquisa situa-se dentro do paradigma qualitativointerpretativista, abordando um estudo do tipo etnográfico. Para desenvolvê-la, selecionamos um grupo de quatro alunas e utilizamos dados de diferentes fontes. Textos escritos e conversas em um grupo focal são as fontes dominantes e como complementares, temos a parte final dos relatórios de estágio em Língua Portuguesa e informações do Projeto Pedagógico do Curso de Letras. Para fins de organização, discutimos primeiramente as representações sobre o ser professor, a partir dos textos escritos pelas alunas; depois, trabalhamos o segundo objetivo da pesquisa, trazendo dois temas emergentes do grupo focal. São eles: a relevância do estágio de docência e a reflexão como prática formativa. Por fim, fazemos outras reflexões entrecruzando representações e práticas implicadas nos processos de identificação com a profissão professor. Das análises e interpretação, percebemos um conjunto de representações instauradas nos discursos das alunas compreendidas como produto de suas experiências e das intervenções de ordem teórico-metodológicas e discursivas ao longo do curso. Notamos que os atos de reflexão sobre docência (o ser e o fazer da profissão), mobilizados ao longo do curso, foram permeando as representações e as práticas das alunas no campo de estágio, contribuindo na mobilização dos processos de identificação com a profissão. A partir dessa constatação, defendemos a tese de que os processos de identificação com a docência, no percurso da formação inicial, estão fortemente relacionados aos atos de reflexão sobre docência e na docência. DENTIFICATION PROCESSES WITH TEACHING: A VIEW FROM THE TEACHER TRAINING OF PROSPECTIVE LANGUAGE TEACHING STUDENTS Author: Ida Maria Morales Marins Orientator: Dr. Hilário I. Bohn The present study investigates the identification processes of prospective language teachers with the professional tasks of language teaching. Students who participated in the study are enrolled in a Teaching Language Programme of a Public Brazilian University in Southern Brazil. The research aims at identifying the professional representations mobilized by these students along their training process at the University. To develop this main objective of the study the researcher will, first identify the discursive representations of the students about the teaching profession, and, second, to identify and analyze the formative practices that may contribute to the mobilization of the identification processes with the profession. The theoretical support of the study comes from the insights of the Cultural Studies, from Identity Studies, both dialoguing with the findings of sociological and social psychology research. For the analysis and interpretation of the data we also seek support from the linguistic dialogical theory as proposed by the Circle of Bakhtin. We furthermore assume that language plays a central role in the construction of personal and professional identities of human beings. Methodologically, the research is situated in a qualitative-interpretative paradigm, addressing the generation and data collection in a “quasi ethnographic” manner including observation, answers to a written questionnaire, the discourses of a focal group discussion, and the collection of documents of the institution in which students were receiving their professional training. Four students participated in the study. In the analysis and interpretation of the data we first discuss the representations of the professional language teacher in the learners’ written texts; after that, we work the second goal of the research, bringing two themes that emerge from the focal group. They are: the importance of the preservice training of teaching and the reflection as a formative practice. After that, we focus on the representations and practices involved in the processes of identification with the teaching profession. From the analysis and the interpretation, we identified a set of representations present in the language (discourse) of the students related to their living experiences, and also related to the theoretical-methodological, and discursive interventions along their training course. We found that the “acts of reflection on teaching”, that is, the “being and practicing the profession” were permeating the representations as well as the practices of students in the preservice training, contributing this way to the mobilization of the identification processes of the profession. From the observation of these findings, we defend the thesis that the learners’ identification process with teaching, in the course of initial training, is strongly related to the acts of reflection on teaching and in the teaching process as such.
10

CONCEPÇÕES DE FORMAÇÃO E DOCÊNCIA DOS PROFESSORES DO CURSO DE FISIOTERAPIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CONCEPTIOS OF FORMATION AND INSTRUCTION OF PROFESSORS IN THE COURSE OF PHYSICS THERAPY OF THE 'FRANCISCAN UNIVERSITY CENTER

Hedioneia Maria Foletto Pivetta 6 September 2006 (has links)
Este trabalho se insere na linha de pesquisa Formação, saberes e desenvolvimento profissional do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente as Instituições de Ensino Superior buscam novas propostas curriculares no intuito de adequar a formação profissional às demandas da sociedade. Perante essa realidade os sujeitos formadores precisam buscar subsídios para desenvolver seu ofício tornando-se essencial o repensar de sua prática. Nesse sentido, esse trabalho tem como temática as concepções de formação e docência dos professores do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Franciscano frente a uma proposta de ensino modular. O objetivo da pesquisa é identificar e analisar que concepções de formação e de docência os professores do curso de Fisioterapia vêm construindo frente ao novo currículo. Possui como referencial metodológico a pesquisa qualitativa e tem como instrumentos de pesquisa o diário de campo e as entrevistas narrativas semi-estruturadas. Os sujeitos de pesquisa são dez professores do curso de Fisioterapia, sendo estes os mais envolvidos na viabilização deste modelo de ensino. A interpretação dos resultados deu-se por meio da análise de conteúdo a partir da redução gradual do texto qualitativo. Os achados da pesquisa indicam concepções de formação e docência que estão entrelaçadas e vêm sendo construídas ao longo da trajetória docente. Essas concepções apresentam forte influência do projeto do curso sobre o pensar e o fazer docente ao mesmo tempo em que os professores identificam as reuniões pedagógicas e a própria prática espaços privilegiados de formação e aprendizagem docente. This paper is included in the line of research 'Formation', knowledge and professional development of the Post-graduation Program in Education of the Federal University of Santa Maria. Currently, the institutions of Superior Teaching aim new curriculum proposals in order to fit the professional formation to the demands of the society. Facing this reality, the forming subjects need to search for subsidies to develop their work, which makes mecessary to rethink their practice. In this way, this work brings about the conceptions of formation and instruction of professors in the course of Physics Therapy in the "Franciscan University Center" with a new module teaching proposal. The purpose of the research is to identify and to analyze what conceptions of formation and instruction of professors in the course of Physics Therapy are being built according to the new curriculum. It has, as its methodological reference, the qualitative research and has, as its research instruments, the field daily report and the semi-structured narrative interviews. The subjects of the research are ten professors of the Physics Therapy course,being these, the most involved ones in the feasibility of this teaching model. The interpretation of results occurred by means of a gradual reduction of the qualitative text. The research finding indicate conceptions of formation and instruction that are linked to each other and are being built during the professors' trajectory. These conceptions present strong influence in the project of the course about the professors' thinking and acting processes as well as the professors identify the pedagogical meetings and the practice as privileged spaces of formation and learning in the teaching process.

Page generated in 0.0862 seconds