• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1115
  • 23
  • 7
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1180
  • 823
  • 266
  • 262
  • 231
  • 197
  • 150
  • 115
  • 115
  • 110
  • 101
  • 98
  • 79
  • 79
  • 78
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O saber das classes populares e a prática da educação popular

Munoz, Jorge Vicente January 1983 (has links)
Submitted by Julie_estagiaria Moraes (julie.moraes@fgv.br) on 2012-01-19T15:40:16Z No. of bitstreams: 1 000044823.pdf: 3109039 bytes, checksum: a49a0cd11adb3c88b6393eb40f86b1b7 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-01-19T15:40:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000044823.pdf: 3109039 bytes, checksum: a49a0cd11adb3c88b6393eb40f86b1b7 (MD5) Previous issue date: 1983 / Entre as questões de fundo que a reflexão da prática de educação popular - e de outras desenvolvidas junto as classes populares - hoje se coloca, destaca-se a do Saber Popular. Inerente as diversas práticas de dominado e a experiência de vida das classes populares, há um saber. Práticas e saber que se desenvolvem no interior de dadas relações sociais que, na atual sociedade, são relações de classe. Saber que só pode ser real e especificamente conhecido, na medida em que se explicitar quais são as práticas sociais em cujo interior ele está se dando, quem são os grupos que o detêm enquanto agentes dessas práticas e quais as relações que nestas os agentes entre si estabelecem. Saber que, enquanto inerente às práticas de dominado das referidas classes, revela um nucleo comum e até certas caracteristicas também comuns. Sabem que como quaisquer outros, entranha contradições, erros e ambiguidades. Admitida sua presença, é preciso re-equacionar a relação com outros saberes como o acadêmico/cientifico ou com a chamada filosofia cientifica/pensamento superior. Admitida sua presença, reformula-se não so a discussao da educação popular mas também de outras práticas como a sindical e até, a partidária. A questão politica dessas práticas passa a ser repensada e colocada em outros termos, porque as referências são outras e porque o próprio saber popular se constitui em questão politica, em certo modo, determinante. Esse saber diz respeito à busca de espaços por parte das classes populares. Espaços que se constituem em reais oportunidades para essas classes explicitarem e elaborarem seu saber. Espaços que são uma experiência de vida qualitativamente nova, porque novas são as relações que superam a dominação e expropriação hoje vigentes na nossa sociedade caracterizada estruturalmente pelas relações de classe. Espaço então, substancialmente político.
2

Infância, experiência e racionalidade: um estudo no ambiente escolar

ROSA, J. A. V. 07 October 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:11:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_5620_JOSÉ AILTO VARGAS DA ROSA.pdf: 1299195 bytes, checksum: 366dc0ec125e9217fcefcf2142d784cd (MD5) Previous issue date: 2011-10-07 / Este estudo teve como objetivo uma investigação sobre as experiências geradas na relação criança-adulto em um ambiente escolar buscando compreender se nessa relação a infância pode ser geradora de novos sentidos para os diferentes sujeitos. Dedicamo-nos nesta investigação a estudar a infância em sua relação com a experiência e as racionalidades que permeiam essa relação. Essa opção decorre, em parte, de constatarmos que no mundo contemporâneo é comum nos depararmos diante de existências vazias de sentido, diante de saberes e práticas que pouco contribuem para dar algum sentido ético e estético à vida A metodologia desta investigação foi de natureza qualitativa. A abordagem do tema teve caráter transdisciplinar, privilegiando, no entanto, a esfera da Filosofia e da Sociologia da Infância. Nos referenciais teóricos buscamos estudiosos que nos permitiram compreender a invenção da infância na modernidade pelo viés da filosofia, os que fazem a crítica da modernidade, e aqueles que compreendem a infância como uma categoria filosófica ou sociológica. Walter Benjamin, Giorgio Agamben, Walter Kohan, Jorge Larrosa, Sarmento, entre outros, foram nossos principais interlocutores. Dentre os resultados deste estudo, encontramos indícios de que é possível criar circunstâncias favoráveis à prática do saber da experiência, que, a nosso ver, pode restaurar algum sentido à existência do homem contemporâneo. Estes indícios os encontramos em certas relações criança-adulto, mesmo raras, que acontecem no ambiente da escola e que se tornam experiências. Não se trata de uma visão ingênua que pensa ser possível restaurar a experiência como a tínhamos no passado, nem tampouco substituir o saber científico e a razão instrumental pelo saber da experiência. Trata-se de criar condições favoráveis à coexistência desses saberes e à coexistência de diferentes racionalidades
3

Narrativas de formação: (re)trilhando experiências do estágio supervisionado em Letras-Inglês.

FADINI, V. S. A. 21 June 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:11:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6915_Dissertacao_Valeria_Fadini_2013.pdf: 1244401 bytes, checksum: 2a89ffd1790504b0d4e132b10f0d1d8e (MD5) Previous issue date: 2013-06-21 / Este trabalho tem por objetivo compreender como os alunos estagiários de um curso de Licenciatura em Letras-Inglês apropriaram-se das experiências de Estágio Supervisionado na sua constituição profissional docente. Partimos do pressuposto de que o desenvolvimento do Estágio Supervisionado, na formação inicial do professor, é fundamental para o processo de construção da profissionalização docente, uma vez que é o momento em que os licenciandos têm oportunidade de aprender a profissão, de aproximar-se do ambiente de trabalho docente com a perspectiva de articulação entre teoria e prática; de construir suas identidades; de produzir conhecimentos por meio do ensino e da pesquisa com e em prática pedagógica. Enfim, de experimentar o que é ser professor e, assim, refletir sobre as práticas pedagógicas e a profissão, sob a orientação do professor da universidade, em uma relação de colaboração e parceria com as escolas-campo de estágio. O referencial teórico-metodológico baseia-se em estudos de Pimenta e Lima (2004) e Nóvoa (2010, 2000); Josso (2010; 2008; 2004) e Souza (2008; 2006) para discutir sobre o Estágio Supervisionado e o uso de narrativas de formação sob orientação do método (auto)biográfico. Portanto, esta pesquisa, de cunho qualitativo, utilizou narrativas de formação produzidas em relatórios finais de estágio e em questionários online por alunos que cursaram a disciplina Estágio Supervisionado II, no período letivo de 2011/01, no entrelaçamento com as narrativas da professora orientadora de estágio e da professora regente para apreender outros olhares sobre as experiências de Estágio Supervisionado. Os resultados indicam que o trabalho colaborativo foi essencial para o bom desempenho dos alunos estagiários durante a regência e que as experiências construídas, durante o período do Estágio Supervisionado, possibilitaram a apropriação de conhecimentos e saberes constitutivos da identidade profissional docente. Acreditamos que a prática da escrita de si provoca uma reflexão crítica que favorece uma formação mais consistente diante da complexidade dos processos formativos e da prática docente. Concluímos que as experiências desenvolvidas incentivaram um comprometimento com a realidade educacional, especialmente com o ensino da língua inglesa, formando profissionais mais críticos e cientes de que a formação ocorre ao longo da vida.
4

Dizer em outro lugar. A constituição da experiência em narrativas contemporâneas.

PIZZOL, R. S. L. 22 September 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:11:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9124_Tese - Rafaela Scardino.pdf: 1106385 bytes, checksum: 2fa1feabbef8bdc3c87f55001a63e7c3 (MD5) Previous issue date: 2015-09-22 / Esta tese busca analisar o deslocamento como forma política de produzir e ler os textos literários contemporâneos, tendo como ponto de partida a obra do escritor argentino Ricardo Piglia, para quem o deslocamento consiste no ato de ir em direção ao outro, fazer com que outro diga a verdade do que [se] sente ou do que aconteceu esse deslocamento, essa mudança funciona como um condensador da experiência. Assim, o deslocamento seria a forma com a qual a literatura, tanto em termos de produção (o processo de escrita), como de circulação, exerceria a oposição a discursos estabelecidos de poder, tanto de dominação estatal quanto cultural, falando sempre a partir das margens, fazendo do entre-lugar seu espaço de circulação. Tais circunstâncias seriam fundamentais para a constituição e a transmissão da experiência, pois é apenas na relação entre sujeitos que ela pode se estabelecer. Busca-se analisar ainda como o deslocamento e a constituição da experiência são questões fundamentais que participam da organização de diversos temas destacados na obra do autor, além de estabelecer diálogo com outros escritores contemporâneos, quais sejam, Paul Auster, João Gilberto Noll, Edmundo Paz Soldán e Diamela Eltit.
5

Filosofia, educação e cotidiano na formação do educador : interpretações criticas das vivencias e representações dos alunos de Pedagogia da Unicamp,2000

Rico Ledesma, Liliana Valentina 03 August 2018 (has links)
Orientador: Silvio Sanchez Gamboa / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-08-03T16:03:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 RicoLedesma_LilianaValentina_M.pdf: 949732 bytes, checksum: 95fcd1dbf1e95de538b162361e81af9d (MD5) Previous issue date: 2003 / Mestrado
6

O significado do consumo de serviços de restaurante a partir da experiência de compra

BARBOSA, Maria de Lourdes de Azevedo January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:03:12Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1272_1.pdf: 1641778 bytes, checksum: 79d133374953fcf9d3cbd510c752ed2f (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / A presente investigação teve como objetivo conhecer o significado do consumo de serviços a partir da natureza (ordinária/extraordinária) da experiência vivida pelo consumidor. A tese enfatiza a participação do consumidor na produção de experiências de consumo em restaurantes, pois é ele que irá interpretar os serviços disponibilizados pelo mercado, embora o sistema de oferta proposto pelas empresas influencie a sua interpretação sobre os produtos e serviços consumidos. A pesquisa teve um caráter fenomenológico-hermêutico e como método optou-se pelo estudo de casos. Foram selecionadas duas empresas com posicionamentos diferenciados: um restaurante fast food (comida rápida e padronizada), com características utilitárias e outro à la carte (serviço de refeição mais elaborado e personalizado), com características hedônicas. Para a coleta de dados foram empregadas as técnicas do grupo focal, observação direta e entrevistas em profundidade. Os resultados demonstraram que as características predominantemente utilitárias do restaurante A, influenciam os consumidores a interpretarem suas experiências como ordinárias, e que o restaurante B, com seus produtos e serviços que valorizam os componentes mais hedônicos, permite aos consumidores reconhecerem suas experiências como fora do comum ou extraordinárias. Várias nuances foram detectadas nos significados atribuídos às experiências de consumo, ao longo do continuum que vai das experiências mais ordinárias às experiências mais extraordinárias, o que, nesta tese, é explicado pelo fato de que o consumidor é, em última instância, o condutor da interpretação de sua experiência e a subjetividade é um componente inerente à sua condição
7

A publicidade e as estratégias enunciativas de adesão à marca / The publicity and enunciative strategies for accession to the brand

Coquemala, Natália Azevedo [UNESP] 31 August 2016 (has links)
Submitted by NATÁLIA AZEVEDO COQUEMALA null (naty_coquemala@hotmail.com) on 2016-09-28T19:04:13Z No. of bitstreams: 1 Defesa - final - Natália.pdf: 3177307 bytes, checksum: 4d1fb490fb4c4377c55aac3328c0e036 (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-09-30T14:28:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 coquemala_na_me_bauru.pdf: 3177307 bytes, checksum: 4d1fb490fb4c4377c55aac3328c0e036 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-30T14:28:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 coquemala_na_me_bauru.pdf: 3177307 bytes, checksum: 4d1fb490fb4c4377c55aac3328c0e036 (MD5) Previous issue date: 2016-08-31 / Na sociedade midiatizada, o discurso publicitário está fortemente inserido no cotidiano do público, seja por um comercial na televisão, um anúncio impresso no jornal ou um jingle no rádio. Entretanto, a profusão dos meios passou a demandar novas ações e estratégias discursivas para que as marcas fortaleçam seus vínculos com os destinatários. No contexto em que as relações de comunicação são regidas pela lógica de uma cultura de participação, a adoção de recursos que envolvem vivências e experiências relacionadas aos produtos constitui uma importante estratégia de promoção de identificação com as marcas. Sob o olhar da semiótica discursiva, o presente trabalho analisa ações audiovisuais da marca Nivea, “Nivea Doll” e “Anúncio Protetor”, de modo a compreender as estratégias enunciativas utilizadas nessas campanhas publicitárias que visam propiciar a vivência de experiências e intensificar o engajamento e o sentimento de participação do público não apenas pelo inteligível, mas também pela percepção sensível. / In mediatic society, the publicity speech is strongly placed in the public daily life, either by a television commercial, a print ad in the newspaper or a jingle on the radio. However, the profusion of media began to demand new actions and discursive strategies for brands to strengthen its links with the recipients. In the context in which communication relations are ruled by the logic of a culture of participation, the adoption of tools involving experiences related to products are an important identification promotion strategy with brands. Under the gaze of discursive semiotics, this paper analyzes audiovisual actions of Nivea brand, “Nivea Doll” and “Anúncio Protetor”, in order to understand the enunciatives strategies used in these publicity campaigns that aim to provide the experiences and increase engagement and sense of public participation not only for intelligible, but also the sensitive perception.
8

Formação do professor universitário em cursos de licenciatura: a experiência da docência qualifica o ensino? / University teacher training degree courses: teaching experience qualifies teaching?

Fragelli, Carina Maria Bullio [UNESP] 02 September 2016 (has links)
Submitted by Carina Maria Bullio Fragelli null (107010911@rc.unesp.br) on 2016-11-01T15:00:43Z No. of bitstreams: 1 versão final defesa_ficha catalografica.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-11-09T13:55:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 fragelli_cmb_me_rcla.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-09T13:55:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 fragelli_cmb_me_rcla.pdf: 2397829 bytes, checksum: f2449c792225bdd2fdd464610934defb (MD5) Previous issue date: 2016-09-02 / As mudanças na formação inicial de professores no Brasil vêm exigindo uma modificação na maneira de compreender a atuação do professor universitário dentro das Instituições de Ensino Superior. A docência aparece como forma de mobilizar conhecimentos potencializando a formação dos graduandos, porém, como esta docência está sendo qualificada? Como a formação dos professores universitários pode vir a fortalecer a prática pedagógica? Com essas ideias iniciais, esta pesquisa dispõe-se a compreender como a experiência da docência na educação básica de professores universitários envolvidos na licenciatura, pode ou não contribuir para a melhoria da sua docência. A partir de um estudo com delineamento etnográfico, foi acompanhado o trabalho pedagógico de três professores da Universidade Estadual Paulista – Campus de Rio Claro, onde foram levantados dados de natureza qualitativa advindos de observações das aulas destes docentes durante um semestre, análise documental dos Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos em que os docentes atuam e seus Planos de ensino e entrevistas semiestruturadas. Na análise dos dados os resultados apontam as categorias de análise: docência, experiência e saberes docentes. A docência universitária se mostra em momento de transição, onde os professores já conseguem sentir as modificações das crises universitárias dentro da sala de aula, mas demonstram um interesse e força em propor uma mudança positiva, buscando o protagonismo do aluno como forma de potencializar as ações pedagógicas. A experiência, tanto na educação básica como no ensino superior, é um agente transformador quando obtém caráter objetivo, ou seja, precisa ser considerada e discutida. O tempo aparece como obstáculo na reflexão das ações. Já os saberes docentes universitários revelam-se como um caminho, ainda em construção epistemológica, para estruturar a profissionalidade dos docentes universitários.
9

A experiência como discurso do corpo: a dança tecendo caminhos

SCHWAB, ISABELA January 2016 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2017-02-15T14:41:12Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Isabela Schwab.pdf: 15300893 bytes, checksum: a054477a8d6ea9bbcfd6dba5333331fb (MD5) / Approved for entry into archive by Patricia Barroso (pbarroso@ufba.br) on 2017-02-15T19:09:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Isabela Schwab.pdf: 15300893 bytes, checksum: a054477a8d6ea9bbcfd6dba5333331fb (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-15T19:09:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Isabela Schwab.pdf: 15300893 bytes, checksum: a054477a8d6ea9bbcfd6dba5333331fb (MD5) / Essa pesquisa parte de uma reflexão que entende a dança como discurso da experiência do corpo. Como um conjunto de pensamentos e questionamentos que emergem da relação sujeito e mundo, onde as afecções são formalizadas em um jeito de fazer dança que se comunica e que se configura em forma de composição. Assim, é possível pensar que há um modo de fazer dança que expõe sua própria experiência, num discurso dançado. O discurso se desenha pelo movimento através das relações que emergem do sujeito com o seu entorno. É um jeito de dançar que se tece formalizando questões do corpo enquanto compõe sua dança. Deste modo, pretende-­se apontar que na composição, a dança é o discurso da sua própria experiência, onde as descrições ocorrem como soluções provisórias sem ter necessariamente a pretensão de respostas. Tal modo de criar ilumina-­se como um jeito diferente de compor dança na contemporaneidade.
10

Ser professor: desenhos existenciais da formação docente

Vergara, Gilmara dos Santos Oliveira January 2011 (has links)
126 f. / Submitted by Maria Auxiliadora Lopes (silopes@ufba.br) on 2013-03-25T19:31:15Z No. of bitstreams: 1 Gilmara dos Santos Oliveira Vergara..pdf: 781736 bytes, checksum: 4b6b0f9f504bb94dbd6f52434b8db9f2 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Auxiliadora Lopes(silopes@ufba.br) on 2013-03-25T19:32:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Gilmara dos Santos Oliveira Vergara..pdf: 781736 bytes, checksum: 4b6b0f9f504bb94dbd6f52434b8db9f2 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-25T19:32:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Gilmara dos Santos Oliveira Vergara..pdf: 781736 bytes, checksum: 4b6b0f9f504bb94dbd6f52434b8db9f2 (MD5) Previous issue date: 2011 / Este trabalho propõe aproximações entre as três esferas existenciais da hermenêutica fenomenológica de Hans Georg Gadamer, a esfera histórica, a estética e a esfera da linguagem com relatos e experiências de docentes do Curso de Formação de Professores em Exercício oferecido pela UFBA, no município de Tapiramutá na Bahia. A formação de professores neste trabalho é concebida como fenômeno/processo multirreferencial e complexo com leituras no plano da interpretação/compreensão. Nesta proposta buscou-se nos percursos vividos pelos referidos professores sua existencialidade tendo como aporte teórico e metodológico a hermenêutica fenomenológica de Gadamer. O texto e percurso desta pesquisa se inscrevem na travessia e itinerâncias de professores em exercício devolvendo à experiência o lugar de destaque na formação passando pela constatação de que o sujeito constrói o seu saber ao longo do seu percurso de vida. A formação de professores na perspectiva e da hermenêutica fenomenológica abre caminhos e possibilidades de uma epistemologia da formação em que se articulam saberes e experiências num sentido mais profundo e existencial. / Salvador

Page generated in 0.0715 seconds