• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 66
  • Tagged with
  • 66
  • 66
  • 61
  • 54
  • 17
  • 15
  • 13
  • 13
  • 12
  • 11
  • 10
  • 9
  • 9
  • 9
  • 9
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Geomorfologia, geodiversidade e análise da fragilidade ambiental das paisagens do parque estadual Serra Ricardo Franco, MT-Brasil / Geomorphology, geodiversity and analyses of environmental fragility of the landscapes of the State Park Serra Ricardo Franco, MT Brazil

Ferreira, Ana Rosa 17 December 2014 (has links)
Mato Grosso encontra-se em acelerado processo de desenvolvimento do agronegócio, expandindo cada vez mais suas fronteiras agrícolas. Por outro lado, amplia a criação de áreas de conservação ambiental sendo elas estaduais ou municipais. A concepção de proteção da flora, fauna e de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas científicas, manutenção do equilíbrio climático e ecológico e preservação de recursos genéticos, representa um importante instrumento para a sobrevivência de muitas espécies, inclusive a humana e contribuem para a criação dessas Unidades de Conservação. A região do Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco, localizado no município de Vila Vela da Santíssima Trindade, mesmo abrigando grande riqueza da biodiversidade, não possui nenhuma infra-estrutura de gestão do parque que vise o combate a exploração da terra, invasão por grileiros e posseiros, desmatamentos e queimadas. Diante do exposto, essa pesquisa tem como objetivo principal avaliar e analisar a situação atual e importância da geodiversidade (geomorfologia, solos, geologia, clima), da biodiversidade (a cobertura vegetal), por meio principalmente do componente geomorfológicos, para o estudo e determinação da fragilidade da paisagem como subsídio ao planejamento ambiental do referido parque. Dessa forma, a partir dessa avaliação e análise, propor ações de recuperação e restauração dos recursos hídricos, edáficos, e dos ecossistemas degradados. No desenvolvimento desta pesquisa, aplicou-se uma metodologia de estudo que englobou os estudos de geodiversidade, compartimentação geomorfológica, dissecação e declividade do relevo, pedologia, uso do solo e cobertura vegetal e precipitação pluviométrica como subsídios para a produção da carta de fragilidade potencial da região. As cartas com dados geomorfológicos, geológicos e pedológicos foram confeccionados a partir da base de dados de cartas disponíveis pelo IBGE/DSG, CPRM e pela SEPLAN/MT, na escala de 1:1.000.000; 1:500.000, 1::250.000; 1:100.000 e 1:50.000, atualizadas com dados de imagens LANDAST 5 TM de 1993 a 1955 e 2005 a 2011, sendo as Folhas SD -20 Z B e SD 20 Z D/SE 20 X B, Mapa 001 MIR 369 e 385/401 as que demonstram o território do Parque Estadual Serra Ricardo Franco. Os resultados obtidos demonstram um relativo equilíbrio ambiental, que ocorre em função dos fatores naturais e pela forma de uso do solo do interior do Parque. Entretanto, os problemas fundiários do entorno do Parque se não forem legalizados, poderão ocasionar sérios problemas ambientais na região. Nesse sentido, torna-se necessário algumas ações de planejamento e gestão ambiental e territorial no intuito de preservar as áreas ainda conservadas. A hierarquização da área conforme as classes de fragilidade potencial, associadas às análises realizadas na presente pesquisa, constituem-se em ferramenta para orientar na definição de planos de recuperação, planejamento e zoneamento territorial e ambiental do Parque Estadual Serra Ricardo Franco, inserido em uma região de grande importância geoecológica, econômica e social do Estado de Mato Grosso. Diante do exposto fica explícito que a escolha da área do Parque Estadual Serra Ricardo Franco se deve aos seus aspectos naturais, destacando a compartimentação do relevo e da zona de ecótono entre o bioma Amazônico, o Cerrado e o Pantanal do Guaporé. / Mato Grosso is experiencing rapid growth in agribusiness, expanding the state\'s agricultural frontiers even farther. On the other hand, state and municipal environmental preservation areas are also expanding. The concept of preserving the flora, fauna and water resources, management natural resources, developing scientific research, maintenance of climatic and ecological balance and preservation of genetic resources represents an important tool for the survival of many species, including humankind, and contributes to the creation of these Conservation Units. The region of Serra de Ricardo Franco State Park, located in the municipality of Vila Vela da Santíssima Trindade, despite its rich biodiversity, presents no infrastructure aimed at fighting land exploitation, invasion by encroachers and squatters, deforestations and bush fires. In view of the above considerations, this research seeks to evaluate and analyze the current status and importance of biodiversity (geomorphology, soils, geology and climate), biodiversity (vegetal cover), mainly through the geomorphological components in order to study and determine the fragility of the landscape so as to support the environmental planning of the said park. Thus, from this evaluation and analysis, we propose actions to recover and restore water and edaphic resources of the degraded ecosystems. In the development of this research, we applied the methodology comprising studies on geodiversity, geomorphological compartimentation, relief dissection and declivity, pedology, soil use and vegetal cover and rainfall as subsidies for the production of the potential fragility letter of the region. The letters with geomorphological, geological and pedological data were prepared based on the letters database made available by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE/DSG), the Geological Survey of Brazil (CPRM) and the Secretariat for Regional Planning and Development of the State of Mato Grosso (SEPLAN/MT), in scales of 1:1.000,000; 1:500,000, 1:250,000; 1:100,000 e 1:50,000, updated with LANDAST 5image data TM from 1993 to 1955 and 2005 to 2011, with pages SD -20 Z B and SD 20 Z D/SE 20 X B, Map 001 MIR 369 and 385/401 displaying the territory of Serra de Ricardo Franco State Park. The results obtained suggest relative environmental balance as a result of natural factors and the form of soil use in the interior of the park. However, land title problems surrounding the Park have not been legalized and may cause serious environmental problems in the region. Therefore, some environmental and territorial planning and management actions are needed to protect the areas currently preserved. Ranking the area according with potential fragility classes, in addition to the analyses carried out in this research, may help define recovery, planning and territorial and environmental zoning plans of Serra de Ricardo Franco State Park, a region of great geo-ecological, economic and social significance for the State of Mato Grosso. Based on the above considerations, we have made explicit that the choice of the area of Serra de Ricardo Franco State Park is due to its natural features, mainly relief compartimentation and the ecotone zone between the Amazon biome, the Cerrado and Pantanal do Guaporé.
2

Geomorfologia, geodiversidade e análise da fragilidade ambiental das paisagens do parque estadual Serra Ricardo Franco, MT-Brasil / Geomorphology, geodiversity and analyses of environmental fragility of the landscapes of the State Park Serra Ricardo Franco, MT Brazil

Ana Rosa Ferreira 17 December 2014 (has links)
Mato Grosso encontra-se em acelerado processo de desenvolvimento do agronegócio, expandindo cada vez mais suas fronteiras agrícolas. Por outro lado, amplia a criação de áreas de conservação ambiental sendo elas estaduais ou municipais. A concepção de proteção da flora, fauna e de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas científicas, manutenção do equilíbrio climático e ecológico e preservação de recursos genéticos, representa um importante instrumento para a sobrevivência de muitas espécies, inclusive a humana e contribuem para a criação dessas Unidades de Conservação. A região do Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco, localizado no município de Vila Vela da Santíssima Trindade, mesmo abrigando grande riqueza da biodiversidade, não possui nenhuma infra-estrutura de gestão do parque que vise o combate a exploração da terra, invasão por grileiros e posseiros, desmatamentos e queimadas. Diante do exposto, essa pesquisa tem como objetivo principal avaliar e analisar a situação atual e importância da geodiversidade (geomorfologia, solos, geologia, clima), da biodiversidade (a cobertura vegetal), por meio principalmente do componente geomorfológicos, para o estudo e determinação da fragilidade da paisagem como subsídio ao planejamento ambiental do referido parque. Dessa forma, a partir dessa avaliação e análise, propor ações de recuperação e restauração dos recursos hídricos, edáficos, e dos ecossistemas degradados. No desenvolvimento desta pesquisa, aplicou-se uma metodologia de estudo que englobou os estudos de geodiversidade, compartimentação geomorfológica, dissecação e declividade do relevo, pedologia, uso do solo e cobertura vegetal e precipitação pluviométrica como subsídios para a produção da carta de fragilidade potencial da região. As cartas com dados geomorfológicos, geológicos e pedológicos foram confeccionados a partir da base de dados de cartas disponíveis pelo IBGE/DSG, CPRM e pela SEPLAN/MT, na escala de 1:1.000.000; 1:500.000, 1::250.000; 1:100.000 e 1:50.000, atualizadas com dados de imagens LANDAST 5 TM de 1993 a 1955 e 2005 a 2011, sendo as Folhas SD -20 Z B e SD 20 Z D/SE 20 X B, Mapa 001 MIR 369 e 385/401 as que demonstram o território do Parque Estadual Serra Ricardo Franco. Os resultados obtidos demonstram um relativo equilíbrio ambiental, que ocorre em função dos fatores naturais e pela forma de uso do solo do interior do Parque. Entretanto, os problemas fundiários do entorno do Parque se não forem legalizados, poderão ocasionar sérios problemas ambientais na região. Nesse sentido, torna-se necessário algumas ações de planejamento e gestão ambiental e territorial no intuito de preservar as áreas ainda conservadas. A hierarquização da área conforme as classes de fragilidade potencial, associadas às análises realizadas na presente pesquisa, constituem-se em ferramenta para orientar na definição de planos de recuperação, planejamento e zoneamento territorial e ambiental do Parque Estadual Serra Ricardo Franco, inserido em uma região de grande importância geoecológica, econômica e social do Estado de Mato Grosso. Diante do exposto fica explícito que a escolha da área do Parque Estadual Serra Ricardo Franco se deve aos seus aspectos naturais, destacando a compartimentação do relevo e da zona de ecótono entre o bioma Amazônico, o Cerrado e o Pantanal do Guaporé. / Mato Grosso is experiencing rapid growth in agribusiness, expanding the state\'s agricultural frontiers even farther. On the other hand, state and municipal environmental preservation areas are also expanding. The concept of preserving the flora, fauna and water resources, management natural resources, developing scientific research, maintenance of climatic and ecological balance and preservation of genetic resources represents an important tool for the survival of many species, including humankind, and contributes to the creation of these Conservation Units. The region of Serra de Ricardo Franco State Park, located in the municipality of Vila Vela da Santíssima Trindade, despite its rich biodiversity, presents no infrastructure aimed at fighting land exploitation, invasion by encroachers and squatters, deforestations and bush fires. In view of the above considerations, this research seeks to evaluate and analyze the current status and importance of biodiversity (geomorphology, soils, geology and climate), biodiversity (vegetal cover), mainly through the geomorphological components in order to study and determine the fragility of the landscape so as to support the environmental planning of the said park. Thus, from this evaluation and analysis, we propose actions to recover and restore water and edaphic resources of the degraded ecosystems. In the development of this research, we applied the methodology comprising studies on geodiversity, geomorphological compartimentation, relief dissection and declivity, pedology, soil use and vegetal cover and rainfall as subsidies for the production of the potential fragility letter of the region. The letters with geomorphological, geological and pedological data were prepared based on the letters database made available by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE/DSG), the Geological Survey of Brazil (CPRM) and the Secretariat for Regional Planning and Development of the State of Mato Grosso (SEPLAN/MT), in scales of 1:1.000,000; 1:500,000, 1:250,000; 1:100,000 e 1:50,000, updated with LANDAST 5image data TM from 1993 to 1955 and 2005 to 2011, with pages SD -20 Z B and SD 20 Z D/SE 20 X B, Map 001 MIR 369 and 385/401 displaying the territory of Serra de Ricardo Franco State Park. The results obtained suggest relative environmental balance as a result of natural factors and the form of soil use in the interior of the park. However, land title problems surrounding the Park have not been legalized and may cause serious environmental problems in the region. Therefore, some environmental and territorial planning and management actions are needed to protect the areas currently preserved. Ranking the area according with potential fragility classes, in addition to the analyses carried out in this research, may help define recovery, planning and territorial and environmental zoning plans of Serra de Ricardo Franco State Park, a region of great geo-ecological, economic and social significance for the State of Mato Grosso. Based on the above considerations, we have made explicit that the choice of the area of Serra de Ricardo Franco State Park is due to its natural features, mainly relief compartimentation and the ecotone zone between the Amazon biome, the Cerrado and Pantanal do Guaporé.
3

Análise da fragilidade ambiental relevo-solo com aplicação de três modelos alternativos nas altas aacias do Rio Jaguari-Mirim, Ribeirão do Quartel e Ribeirão da Prata. / Environmental fragility analysis using three methodological models at the high basins of rivers Jaguari-Mirim, do Quartel and da Prata.

Spörl, Christiane 14 August 2001 (has links)
Este trabalho apresenta uma comparação de três modelos metodológicos aplicados aos estudos da Fragilidade Ambiental. A aplicação destes modelos resultou na confecção de três mapeamentos diferenciados de Fragilidade, os quais foram analisados e comparados entre si. Dos três modelos metodológicos aplicados, dois foram propostos por ROSS (1994), um com apoio nos Índices de Dissecação do Relevo, e o outro nas Classes de Declividade. O terceiro modelo foi proposto por CREPANI et ali (1996) baseado nas Unidades Territoriais Básicas - UTB's. Os três modelos de análise da Fragilidade ambiental propostos partem do mesmo princípio: as Unidades Ecodinâmicas preconizadas por TRICART (1977) para delimitar áreas no contexto dos diagnósticos ambientais. As áreas são caracterizadas por diversos atributos: rochas, relevo, solo, cobertura vegetal/ uso da terra e pluviosidade. No entanto, estes modelos apresentam diferenças na operacionalização dos métodos, e também, nas variáveis analisadas. Destas divergências resultam três mapeamentos diferenciados. Apesar dos diferentes resultados apresentados pelos três modelos de análise da Fragilidade, seus objetivos são os mesmos, servir como subsídio ao planejamento estratégico ambiental. Os mapeamentos das Fragilidades Ambientais identificam e analisam os ambientes em função de seus diferentes níveis de fragilidade. Através destes documentos torna-se possível apontar as áreas onde os graus de fragilidade são mais baixos favorecendo, então, determinados tipos de inserção; e áreas mais frágeis onde são necessárias ações tecnicamente mais adequadas a essas condições. / This work presents a comparison between three methodological models which were applied to Environmental Fragility studies. The application of these models resulted in three different Environmental Fragility maps, which were analyzed e compared with each other. Of the three methodological methods used, two were proposed by ROSS (1994), one of them based on the Relief’s Dissection Index and the other on the Slope Classes. The third model was proposed by the INPE (1996), based on the Basic Territorial Units – BTU's. The three models come from the same principle: The Ecodynamics Units, defended by TRICART (1977) to classify areas regard to its environmental diagnosis. The areas characterized by several information: rocks, topography, soil, vegetation/ use of the soil and pluviosity. However, these models present differences in the operationalization of the methods, and also in the variables analyzed. These divergences results three different mappings. Although the different results presented by the three models, its purposes are the same: to gather information to the Environmental Strategic Planning. The environmental Fragility mappings identify and analyze the areas according to its different fragility levels. Through these documents it´s possible to point out the lowest fragility rated areas, favoring then certain types of insertion; and the most fragile areas, where more adequate technical actions are required.
4

Relevo, processos geoecológicos e sócio/reprodutores e a fragilidade ambiental da bacia do ribeirão Piracicamirim/SP / Relief, geoecological processes, social-reproducing processes and environmental fragility in the Piracicamirim Basin/SP

Leme, Sueli Mançanares 25 September 2007 (has links)
O estudo teve por objetivo mostrar que as formas de relevo observadas na Bacia do Piracicamirim/SP traduzem a dependência genética de todo o conjunto de estruturas que se articulam no geossistema paisagístico dessa unidade geográfica, tendo por isso, grande importância como indicadoras da dinâmica precedente e da situação atual do mesmo, razão pela qual, o seu estudo foi tomado como fundamental não só para explicar a evolução dos processos geoecológicos da área mas, também, como norteador e, portanto, subsídio para o (re) planejamento futuro da referida bacia. A escolha da bacia em questão se justifica por sua meso-escala, o que a coloca, metodologicamente como adequada, para estudos de tendências, padrões de comportamento e de processos. A elaboração da carta morfodinâmica como método da pesquisa decorreu da intenção de avaliar a participação relativa do relevo na dinâmica dos processos, bem como da meta de identificar os graus de fragilidade ambiental. O estudo comprovou que a dinâmica das formas de relevo e as propriedades adquiridas em sua gênese determinaram a evolução dos processos geoecológicos e sócio-reprodutores observados na área; reforçou a adequação da perspectiva sistêmica e da sua materialização em uma carta síntese para estudos geomorfológicos com a pretensão técnica de subsidiar planejamento territorial; comprovou os riscos decorrentes da adoção, para o estudo de realidades complexas, de procedimentos exclusivamente analíticos; disponibilizou elementos de crítica em relação a procedimentos empíricos e computacionais de cartografação geomorfológica; identificou a relação relevo/solo/uso da terra como a que principalmente está a responder pela fragilidade ambiental na bacia; disponibilizou o ferramental que poderá subsidiar as necessárias ações públicas de (re) planejamento urbano/rural e de educação ambiental da área. / This study had the objective of showing that the shapes of the relief seen in the Piracicamirim Basin/SP translate the genetic dependence of all set of structures that articulate themselves in the geosystem of the landscape of this geographic unit, having thus great importance as indicators of the precedent dynamic and of its actual situation, this been the reason why its study was taken as fundamental not only to explain the evolution of the area geoecological processes but also as a north, and therefore a subside to the future (re)planning of the referred basin. The choice of this particular basin justifies itself for its meso-scale, which places itself methodologically as adequate to the studies of tendencies, processes and behavioral standards. The elaboration of the morphodynamic chart as methodology of research resulted from the intention of evaluating the relative participation of the relief in the dynamic of the processes as well as of the goal of identifying the levels of environmental fragility.The study proved that the dynamic of the shapes of relief and the acquired properties in their genesis determined the evolution of the geoecological and social- reproducing processes seen in the area ; reinforced the adequation of the systematic perspective and its materialization in a chart synthesis to geomorphological studies with the technical intension of subsidizing territorial planning; reassured the resultant risks of the adoption, to the study of complex realities, of exclusively analytical approaches; made critic elements in relation to empiric and computational approaches of geomorphologic cartographing available; identified the relation relief/soil/use of the land like the principal one to answer to environmental fragility of the basin; made the tool that can subsidize the necessary public actions of rural/urban (re)planning and of environmental education of the area.
5

Fragilidade ambiental e vulnerabilidade social para análise integrada do espaço geográfico: bacia hidrográfica no Jardim Ângela (São Paulo-SP) / Environmental fragility and social vulnerability for integrated analysis of geographic space: watershed in Jardim Angêla (São Paulo-SP)

Gayoso, Rogério Caron 24 September 2014 (has links)
O presente trabalho é um estudo de Geomorfologia aplicada com o objetivo de analisar, de forma integrada, um ambiente urbanizado, em uma sub-bacia do manancial da Guarapiranga, na cidade de São Paulo. O enfoque é o diagnóstico da Fragilidade Ambiental e sua correlação com o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS Fundação SEADE). Para isso, foi elaborado um mapeamento geomorfológico, em escala de detalhe - como suporte para o entendimento da dinâmica dos processos morfológicos - e o mapa de uso e cobertura da superfície da Terra, que expressa as concretudes das ações antrópicas e a conjuntura de flora presente na área, para obtenção de informações sobre a proteção da superfície contra intemperismos. Em seguida foi feita uma intersecção entre estes dois mapas e foi elaborado o mapa de Fragilidade Ambiental. Em um segundo momento, foi feito um mapa com a espacialização SEADE do Índice Paulista de Vulnerabilidade Social, para representar os dados socioeconômicos especializados conforme setores censitários. Por fim, foi elaborada uma correlação entre os mapas de Vulnerabilidade Social e Fragilidade Ambiental. Com isso, foi possível demonstrar que as áreas de vulnerabilidades mais altas foram assentadas em terrenos de fragilidade forte e muito forte e que as áreas precisam de cuidados específicos para a devida ocupação. / The present work is a study of Applied Geomorphology, with the aim of analyze, in an integrated manner, an urban environment in a sub-basin of the water reservoir of Guarapiranga, in the city of São Paulo, Brazil. The focus is the diagnosis of Environmental Fragility and its correlation with Paulista Social Vulnerability Index (IPVS Foundation SEADE). For this, a geomorphological mapping was developed in detail scale - as support for understanding the dynamics of morphological processes - and the land cover mapping, which expresses the materiality of human activities and the vegetation distribution in the landscape, this mapping provides informations about how much the cover protects the ground surface against climate effects. Then was made an intersection between these two maps and the map of Environmental Fragility was prepared. In a second step, a map showing the spatial distribution of the Paulista Social Vulnerability Index (SEADE), was made to represent the specialized socioeconomic data. Finally, a correlation was drawn between the maps of Social Vulnerability and Environmental Fragility. Thus, it was possible to demonstrate that the areas of highest vulnerability were settled in the strong and very strong and fragile land areas that need special care to occupation.
6

Metodologia para elaboração de modelos de fragilidade ambiental utilizando redes neurais / Methodology for the elaboration of environmental fragility models using artificial neural networks

Sporl, Christiane 29 August 2007 (has links)
Este trabalho aborda o desafio da modelagem da fragilidade ambiental, que implica em, além de compreender a intrínseca e dinâmica relação existente entre as componentes físicas, bióticas e sócio-econômicas dos sistemas ambientais, em traduzir esse conhecimento num modelo matemático. Para elucidar essa dificuldade foram apresentados e comparados os resultados gerados por dois modelos empíricos de fragilidade ambiental amplamente utilizados no planejamento físico-territorial brasileiro (CREPANI et al. 2001 e ROSS, 1994). Estes dois modelos foram aplicados em duas áreasteste, com resultados bastante divergentes. Neste contexto de incertezas, este trabalho testou a viabilidade e a confiabilidade de uma nova ferramenta a ser aplicada na elaboração de modelos de fragilidade ambiental, as redes neurais artificiais (RNAs). Empregando os conhecimentos e experiências de especialistas na área em questão, extraídos das respostas dadas por estes durante a comparação de variáveis e cenários aplicados através dos programas adaptados para esta finalidade: Pesquisa de Calibração, Pesquisa de Escalonamento de Variáveis e Pesquisa de Avaliação de Cenários. Estes programas geraram uma base de dados referente ao modo de avaliação de cada especialista quanto à fragilidade ambiental, sendo aplicada no treinamento das RNAs, para que a rede assimilasse o padrão de avaliação deste especialista. Os resultados comprovam de que é possível emular, com razoável confiabilidade, o padrão de avaliação de especialistas na definição da fragilidade dos sistemas ambientais, eliminando assim, a arbitrariedade e a subjetividade do processo de elaboração de modelos de fragilidade ambiental. Este trabalho não propõe um novo modelo, mas uma metodologia para a construção de modelos, utilizando redes neurais artificiais, dando um primeiro passo em busca de novas técnicas, temidas pelos geógrafos, mas necessárias para a evolução da ciência geográfica. / This paper deals with the challenge in modeling environmental fragility, which implies not only the understanding of the intrinsic and dynamic relationship that exists between the physical, biotic and socio-economic components of environmental systems, but also in translating this knowledge in a mathematical model. In order to shed light on this difficulty, the results generated by two empirical models of environmental fragility were presented and compared, models that are widely used in Brazilian physical-territorial planning. (CREPANI et al. 2001 and ROSS, 1994). These two models were applied in two thesis-areas with very diverging results. Within this context of uncertainties, this paper tested the feasibility and reliability of a new tool to be applied in the elaboration of environmental fragility models, the artificial neural networks (ANN). Tapping on the knowledge and experience of specialists in this area, extracted from the answers given by them during the comparison of variables and scenarios applied in programs adapted for this objective: Gauging Research, Scheduling of Variables Research and Scenario Evaluation Research. These programs generated a databank related to the evaluation format of each specialist regarding environmental fragility applied in the training of ANNs, so that the network would assimilate the evaluation standard of that specialist. The results proved that it is possible to emulate, with reasonable reliability, the evaluation standard of specialists in the definition of environmental systems fragility, eliminating in this way, arbitrariness and subjectivity in the elaboration process of environmental fragility models. This work does not presuppose a new model, rather a methodology for the construction of models, using artificial neural networks, taking the first step in the search of new techniques, albeit feared by the geographers, however, necessary for the evolution of geographic science.
7

Estudo comparativo entre dois modelos geomorfológicos aplicados na Serra da Cantareira: bacia do Córrego do Bispo / Comparative study between two geomorphologic models applied in Serra da Cantareira: basin of córrego do bispo

Massa, Eric Macedo 17 April 2008 (has links)
Através de uma abordagem analítica entre dois modelos geomorfológicos elaborados por ROSS (1994) e pelo INPE (CREPANI et. al, 1996), foi estabelecida uma comparação entre variáveis relacionadas a aspectos capitais de ambos - critérios utilizados para a definição das unidades de paisagem e importância da variável relevo e um aspecto relacionado à aplicabilidade a adequação aos ambientes urbanos. Por apresentar uma diversidade de usos e ocorrência de áreas urbanas e preservadas, a bacia do córrego do Bispo, localizada na zona norte do município de São Paulo, foi escolhida como área teste. Estes modelos apresentaram boa aplicabilidade em ambientes preservados, destacando-se o modelo de Ross, que é mais eficaz em termos de previsibilidade. Em relação às áreas urbanas os modelos apresentaram resultados semelhantes, na medida em que diagnosticam fragilidades ambientais para áreas de ocupação não consolidadas e apresentam limitações em relação às áreas de ocupação consolidadas. Objetivando ainda uma contribuição ao modelo de Ross em nível experimental, incorporou-se a classificação de vertentes de RUEH (1975) baseada na geometria destas, à variável relevo do primeiro. Como resultado, foram obtidas diferenças significativas para algumas áreas em relação ao modelo originalmente proposto por Ross. / An analytical approach between two geomorfphologic models elaborated by ROSS (1994) and INPE (CREPANI et. al, 1996), a comparison was estabilished between two variables related to capital aspects of both the criteria for the definition of landscape units, the importance of variable relief and its appliance to urban environments. For presenting a huge diversity of land uses and preserved urban areas, Córrego do Bispo basin located in north zone of São Paulo has been chosen as an experimental area. These models have shown a good applicability in preserved environmental, emphasizing specially Ross model, which is more useful in terms of predictability. Both models presented similar results in urban areas, while they make diagnostics of environmental fragilities to areas of non-consolidated occupation and presented restrictions about consolidated occupation areas. Also intending to contribute to Ross model in an experimental level, the slope classification of RUEH (1975) was included, based in its geometry to variable relief of Ross model. As a result, meaningful differences were obtained for some areas in relation to the model originally proposed by Ross.
8

Fragilidade ambiental e vulnerabilidade social para análise integrada do espaço geográfico: bacia hidrográfica no Jardim Ângela (São Paulo-SP) / Environmental fragility and social vulnerability for integrated analysis of geographic space: watershed in Jardim Angêla (São Paulo-SP)

Rogério Caron Gayoso 24 September 2014 (has links)
O presente trabalho é um estudo de Geomorfologia aplicada com o objetivo de analisar, de forma integrada, um ambiente urbanizado, em uma sub-bacia do manancial da Guarapiranga, na cidade de São Paulo. O enfoque é o diagnóstico da Fragilidade Ambiental e sua correlação com o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS Fundação SEADE). Para isso, foi elaborado um mapeamento geomorfológico, em escala de detalhe - como suporte para o entendimento da dinâmica dos processos morfológicos - e o mapa de uso e cobertura da superfície da Terra, que expressa as concretudes das ações antrópicas e a conjuntura de flora presente na área, para obtenção de informações sobre a proteção da superfície contra intemperismos. Em seguida foi feita uma intersecção entre estes dois mapas e foi elaborado o mapa de Fragilidade Ambiental. Em um segundo momento, foi feito um mapa com a espacialização SEADE do Índice Paulista de Vulnerabilidade Social, para representar os dados socioeconômicos especializados conforme setores censitários. Por fim, foi elaborada uma correlação entre os mapas de Vulnerabilidade Social e Fragilidade Ambiental. Com isso, foi possível demonstrar que as áreas de vulnerabilidades mais altas foram assentadas em terrenos de fragilidade forte e muito forte e que as áreas precisam de cuidados específicos para a devida ocupação. / The present work is a study of Applied Geomorphology, with the aim of analyze, in an integrated manner, an urban environment in a sub-basin of the water reservoir of Guarapiranga, in the city of São Paulo, Brazil. The focus is the diagnosis of Environmental Fragility and its correlation with Paulista Social Vulnerability Index (IPVS Foundation SEADE). For this, a geomorphological mapping was developed in detail scale - as support for understanding the dynamics of morphological processes - and the land cover mapping, which expresses the materiality of human activities and the vegetation distribution in the landscape, this mapping provides informations about how much the cover protects the ground surface against climate effects. Then was made an intersection between these two maps and the map of Environmental Fragility was prepared. In a second step, a map showing the spatial distribution of the Paulista Social Vulnerability Index (SEADE), was made to represent the specialized socioeconomic data. Finally, a correlation was drawn between the maps of Social Vulnerability and Environmental Fragility. Thus, it was possible to demonstrate that the areas of highest vulnerability were settled in the strong and very strong and fragile land areas that need special care to occupation.
9

Dinâmica e análise de fragilidade ambiental, banhado da reserva biológica de São Donato - RS / Dynamics and analysis of environmental fragility, Marsh of the biological reserve of São Donato - RS

Bittencourt, Daniela Zanetti January 2017 (has links)
A Reserva Biológica (REBIO) de São Donato é uma Unidade de Conservação localizada na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, no trecho médio da bacia do rio Uruguai, no bioma Pampa. A área da REBIO é constituída por uma área úmida – banhado – característico do Pampa. Entretanto, desde o seu decreto em 1975, o banhado vem sofrendo impactos da rizicultura, essa região é a maior produtora do estado. Assim, o objetivo geral dessa dissertação é analisar a dinâmica e a fragilidade ambiental da Reserva Biológica de São Donato, a partir de geoprocessamento. Para atingir esse objetivo foram utilizados: dados de precipitação diários e imagens orbitais, de 1984 a 2016, que indicassem inundação no banhado e sua sub-região hidrográfica; reconhecimento de campo; análise de uso e cobertura do solo do raio de amortecimento da REBIO; análise da fragilidade ambiental a partir da metodologia do Processo Analítico Hierárquico (AHP). Os resultados de análise da inundação do banhado e sua sub-região hidrográfica indicaram três padrões: um padrão regional, que afeta grande parte do trecho médio e alto da bacia do rio Uruguai; um padrão de inundação sub-regional, que compreende a sub-região hidrográfica dos rios Butuí-Icamaquã; um padrão que afeta a área local que compreende o banhado da REBIO de São Donato. As análises do uso e cobertura do solo e da fragilidade ambiental indicaram que as áreas mais frágeis da REBIO correspondem ao banhado e sua vegetação adaptada a umidade, e áreas de planícies de inundação. A avaliação do AHP para a análise da Fragilidade Ambiental se mostrou coesa, confirmando observações realizadas principalmente com relação ao impacto ambiental gerado pelo cultivo de arroz. Espera-se que as informações possam contribuir para estudos futuros de planejamento e gestão da área, e como base para a elaboração do Plano de Manejo da REBIO de São Donato. / The San Donato Biological Reserve (REBIO) is a Conservation Unit located on the western border of Rio Grande do Sul, in the middle stretch of the Uruguay River basin, in the Pampa biome. The area of the REBIO is constituted by a wetland - marsh - characteristic of the Pampa. However, since its decree in 1975, the marsh has been suffering from the impacts of rice cultivation, this region is the largest in the state. Thus, the general objective of this dissertation is to analyze the dynamics and environmental fragility of the San Donato Biological Reserve, based on geoprocessing. To achieve this objective, daily precipitation data and orbital images from 1984 to 2016 were used to indicate flooding in the marsh and its sub-river basin; Field recognition; Use analysis and soil cover of the REBIO Damping Ray; Analysis of the environmental fragility from the Analytic Hierarchy Process (AHP) methodology. The results of flood analysis of the marsh and its hydrographic sub-region indicated three patterns: a regional pattern, which affects much of the middle and upper reaches of the Uruguay River basin; A subregional flood pattern comprising the sub-river basin of the Butuí-Icamaquã rivers; A pattern that affects the local area comprising the marsh of San Donato Biological Reserve. The analyzes of soil use and cover and environmental fragility indicated that the most fragile areas of REBIO correspond to the wetland and its vegetation adapted to humidity and floodplain areas. The evaluation of the AHP for the analysis of the Environmental Fragility showed to be cohesive, confirming observations made mainly in relation to the environmental impact generated by rice cultivation. It is hoped that the information may contribute to future planning and management studies of the area, and as a basis for the elaboration of the São Donato REBIO Management Plan.
10

Fragilidade ambiental e ações de educação em bacias hidrográficas: o caso do Ribeirão Negrinha - SP / Environmental fragility and basic education actions hydrographics: the case of Ribeirão Negrinha - SP

Cardoso, Everton Henrique Gonçales [UNESP] 05 December 2017 (has links)
Submitted by EVERTON HENRIQUE GONÇALES CARDOSO null (evertonhgcardoso@gmail.com) on 2018-01-18T16:55:22Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Everton Cardoso_Mestrado Profissional Geo_versão final.pdf: 4947177 bytes, checksum: 68d017989abc9f1a0c8953ed62dada8f (MD5) / Approved for entry into archive by ALESSANDRA KUBA OSHIRO ASSUNÇÃO (alessandra@fct.unesp.br) on 2018-01-18T17:39:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 cardoso_ehg_me_prud.pdf: 4947177 bytes, checksum: 68d017989abc9f1a0c8953ed62dada8f (MD5) / Made available in DSpace on 2018-01-18T17:39:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 cardoso_ehg_me_prud.pdf: 4947177 bytes, checksum: 68d017989abc9f1a0c8953ed62dada8f (MD5) Previous issue date: 2017-12-05 / A presente pesquisa identificou os níveis de fragilidade ambiental do alto curso da bacia hidrográfica do Ribeirão Negrinha (Osvaldo Cruz e Parapuã/SP) aos processos erosivos e, mediante os resultados obtidos, promoveu ações de educação ambiental. Com base em Ross (1994), a aferição da fragilidade resultou do cruzamento dos subprodutos cartográficos curvatura da superfície, declividade do terreno, tipos de solo e uso e cobertura da terra. A produção do mapa de fragilidade foi realizado no SIG ArcGIS 10.3, com validação por meio de atividades de campo em dezenove pontos da bacia. O estudo revelou um ambiente com predominância das fragilidades média e forte, presentes em 49,81% e 43,25% da área, respectivamente. A identificação da fragilidade ambiental da bacia hidrográfica aos processos erosivos deve subsidiar a adoção de medidas que promovam manejos mais adequados do uso da terra, seja para a atividade agropecuária e para a expansão da urbanização, seja para a definição de áreas protegidas. Desse modo, a produção de conhecimentos se estendeu à comunidade, visando o desenvolvimento de uma cultura conservacionista diante da ocupação do ambiente. Assim, na segunda etapa do trabalho, buscou-se articular/mobilizar os conhecimentos produzidos no mapeamento da fragilidade para o desenvolvimento de ações de educação ambiental, por meio de um projeto interdisciplinar junto ao curso Técnico em Meio Ambiente da ETEC Amim Jundi, Osvaldo Cruz-SP, ao longo do primeiro semestre de 2017. As atividades foram norteadas pela metodologia “Estudo do Meio” (PONTUSCHKA, PAGANELI E CACETE, 2007). O projeto contou com ações interdisciplinares em sala, visitas técnicas e oportunidades de avaliações, abordando variáveis componentes da aferição da fragilidade ambiental, a presença de impactos ambientais na bacia hidrográfica e a adoção de medidas conservacionistas. Por meio desta pesquisa, pretendeu-se potencializar os laços entre a pesquisa e o ensino, bem como fomentar uma educação ambiental que supere a representação do conhecimento como algo fragmentado e distante dos problemas dos alunos. / The present study identified the levels of environmental fragility of the upper reaches of Negrinha River's basin (Osvaldo Cruz and Parapuã / SP) to erosive processes and, through the results obtained, promoted environmental education actions. Based on Ross (1994), fragility measurement resulted from mapping cross byproducts surface curvature, slope of terrain, soil types and land use and covering. The fragility map’s production was made in SIG ArcGIS 10.3, with validation through field activities in nineteen points of the basin. The study revealed an environment with predominance of medium and strong fragilities present in 49.81% and 43.25% of the area, respectively. The identification of river basin environmental fragility to erosive processes should support the adoption of measures that promote better management of land use, either for agricultural activity and for the expansion of urbanization, or for definition of protected areas. Thereby, the production of knowledge was extended to community, aiming the development of a conservationist culture before environment’s occupation. Thus, in the second stage of the research, we sought to articulate / mobilize the knowledge produced in mapping of fragility to development of environmental education actions, through an interdisciplinary project in the Environment’s Technical Course on of ETEC Amim Jundi, Osvaldo Cruz -SP, during the first semester of 2017. The activities were oriented by the methodology “Environment Study” (PONTUSCHKA, PAGANELI and CACETE, 2007). The project included interdisciplinary actions in classroom, technical visits and assessment opportunities, addressing variables that are components of environmental fragility assessment, the presence of environmental impacts in the river basin, and the adoption of conservation measures. Through this study, it was intended to strengthen the links between research and teaching, as well as to promote an environmental education that surpasses the representation of knowledge as something fragmented and distant from students' problems.

Page generated in 0.1085 seconds