• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 488
  • 17
  • 13
  • 4
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 527
  • 250
  • 153
  • 111
  • 93
  • 78
  • 74
  • 69
  • 62
  • 52
  • 51
  • 50
  • 47
  • 43
  • 43
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Sobre Conceptos: Atomismo Informacional

Rodríguez Tudor, Manuel 2006 (has links)
Lo expuesto en el presente trabajo puede resumirse como un intento de evaluar las teorías de conceptos más relevantes en ciencia cognitiva. Dichas teorías asumen como principio explicativo básico que la cognición consiste en procesos mentales que se realizan sobre representaciones. Se enmarcan dentro de lo que en el campo se denomina Teoría Representacional de la Mente (TRM). La TRM es el intento de reivindicar, dentro de un marco científico aceptable, la Psicología Popular, esto es, aquella explicación de la conducta que apela a los estados intencionales ―creencias, deseos e intenciones― de los individuos como factores causales de la conducta observable.
2

Galileu nosso contemporâneo : a dimensão retórica da comunicação científica no primeiro dia do diálogo de Galileu Galilei

Parreira, Susana Margarida Isménio 2002 (has links)
À luz de uma obra de Pselli sobre retórica da ciência, procura-se mostrar como Galileu, no primeiro dia do "Diálogo" sobre os dois grandes sistemas do mundo: o ptolomaico e o copérnicano, através de um subtil uso retórico da linguagem, persuadiu os seus contemporâneos - e os vindouros - acerca da razoabilidade da sua visão da realidade, no sentido de lhes explicar o porquê da possibilidade de uma leitura da natureza através de caracteres matemáticos, do mesmo modo que hoje os cientistas também usam as palavras para entenderem eles mesmos a visão da realidade que está contida nas equações das teorias científicas mais complexas.
3

Os cientistas e a religião : contributos para uma epistemologia do sujeito científico

Bastos, Fernando José Rodrigues Evangelista Machado 1998 (has links)
Terão os pressupostos religiosos/metafísicos interferência na produção e nas mundividências científicas? Que inter-relação poderá ou não haver entre os cientistas e a religião? É partindo destas questões que se procura compreender a relação entre os cientistas e a produção científica. A dimensão epistémica conjuga-se com o campo religioso, dando-lhe uma matriz que nos poderá ajudar a compreender os caminhos, os trilhos seguidos pelas opções científicas. O sentido epistémico resultante da relação (porque convivencial) não se separa da escatologia religiosa. A ciência, procura responder e resolver a questão primordial e final de uma racionalidade que tem fome de eternidade.
4

Kant e o contexto : o problema da omissão de Kant em Epistemologia

Pinto, Nuno Filipe de Queirós 2010 (has links)
O ensino da Filosofia, sendo um tema recorrente das discussões sobre o Ensino Secundário, é alvo de constantes propostas curriculares diferentes. O trabalho que aqui se apresenta, não tendo nem a dimensão nem a pretensão dessas propostas, tem como objectivo, porém, efectuar uma alteração programática e temática no plano curricular da Filosofia, pretendendo a obrigatoriedade da leccionação das teorias explicativas do conhecimento de René Descartes e de David Hume, bem como da filosofia do conhecimento de Immanuel Kant, estabelecendo, deste modo, o número de teorias, não em duas, mas em três teorias explicativas do processo do conhecimento, precisamente as referidas. Para isso, apontam-se aspectos programáticos favoráveis que, através de uma alteração temática, culminam numa proposta prática de solução do problema da omissão de Kant em epistemologia.
5

O desenvolvimento da noção de transmissão mediata do movimento na criança : uma pesquisa de epistemologia genética

Souza, Beatriz Braga do Amaral Gurgel Alves de. 2001 (has links)
Orientador: Adrian Oscar Dongo Montoya Resumo: Esta pesquisa trata do desenvolvimento da noção de transmissão mediata do movimento na criança segundo a Epistemologia Genética. Tal pesquisa contou com a réplica de uma situação experimental desenvolvida por Piaget e seus colaboradores com crianças genebrinas. (Piaget, 1972) Foram pesquisados cento e sete sujeitos com idade entre quatro e treze anos. A situação experimental envolve a problemática da transmissão mediata e solicita do sujeito a explicação causal. Assim, o desenvolvimento da noção de transmissão mediata foi pesquisado nos limites da noção de causalidade. Os resultados da pesquisa empírica revelam que foram encontrados os mesmos níveis de desenvolvimento que Piaget encontrou com crianças genebrinas, mesmo passados quase trinta anos. Isto mostra que a noção de transmissão mediata do movimento se refere a uma construção operatória que se dá a partir da relação entre o sujeito e o objeto caracterizando-se por uma gradual descentração e espacialização resultante das coordenações. Para se chegar à noção de transmissão mediata do movimento é preciso que o sujeito construa um sistema operatório, componível e reversível. Porém, os resultados gerais, indicam uma progressão (do número de sujeitos segundo a sucessão das faixas etárias) diferente da encontrada por Piaget em relação aos níveis de desenvolvimento da noção de transmissão mediata do movimento, indicando uma dificuldade na passagem para a transitividade operatória. Abstract: This research is about the development of the notion of mediate transmission of the movement on children according to the Genetic Epistemology. The research took under consideration the reply of a experimental situation with genevan children developed by Piaget and his collaborators. (Piaget, 1972) A hundred and seven people, between four and thirteen years old , have been researched. The experimental situation involves the proposition of mediate transmission and request to the person for a casual explanation. Therefore, the development of the notion of mediate transmission has been researched between the limits of the causality notion. The results of the empiric research reveal that the same levels of the development that Piaget had found with de genevan children, were also found almost thirty years later. It shows that the notion of the mediate transmission of movement refers to an operatory process that derives from the relationship between the subject and the objet and it is distinguished by a gradual descentralization and spacing that are the results of the coordination. To achieve the notion of mediate transmission it's necessary that the person builds na operatory system, composable and reversible. However, the general results indicate a the progress of the levels, according to the succession of the age diferent that founded by Piaget, indicating a difficulty on the passage to the operatory transitivity. Mestre
6

As estratégias retóricas da construção etnográfica : uma perspectiva metalinguística do discurso antropológico

Rodrigues, Guilherme Tavares Marques. 2004 (has links)
Orientador: Christina de Rezende Rubim Banca: Fátima Aparecida Cabral Banca: Ana Luiza Carvalho da Rocha Resumo: A proposta de uma antropologia do conhecimento está inserida no âmbito de um debate pós-moderno onde são colocados em questão os modelos clássicos de relatos antropológicos, devido, principalmente, à presença de estratégias retóricas na construção etnográfica. Considerando a vocação eminentemente meta-disciplinar da antropologia do conhecimento, uma vez que seu enfoque é voltado à prática e ao discurso científico e seus limites, a presente pesquisa tem por objeto específico verificar a presença de estratégias retóricas no discurso antropológico através de uma interface com outras formas de conhecimento. Para alcançar os objetivos do estudo foi realizado um confrontamento dialógico e intertextual entre as representações da antropologia, literatura e senso comum elaboradas a partir de uma mesma cultura: a dos presidiários da Casa de Detenção de São Paulo. Abstract: The proposal of an anthropology of knowledge is part of the postmodern debate context, in which classical models of anthropological reports are questioned chiefly because of rhetorical strategies present in the ethnographic construction. Taking into account that the anthropology of knowledge's vocation is eminently metadisciplinar, since it focuses on the practice, scientific discourse and their limits, this research aims specifically at checking up on rhetorical strategies in the anthropological discourse at the interface of other forms of knowledge. To achieve those objectives a dialogical and contextual parallel was drawn between anthropology, literature and common sense representations out of a same culture: the one of the Casa de Detenção de São Paulo. Mestre
7

Vésper

Prado, Márcio Roberto do. 2007 (has links)
Resumo: O presente estudo configura-se segundo uma dupla articulação, cabendo a ele, portanto, dois momentos distintos. Em um dos casos, defende-se uma tese a respeito do gênio em quatro literaturas européias (inglesa, alemã, francesa e portuguesa), por meio de alguns autores paradigmáticos (John Milton, William Blake, Johann Wolfgang von Goethe, Thomas Mann, François Rabelais, Michel de Montaigne, René Descartes, Voltaire, Denis Diderot, Jean-Jacques Rousseau, Victor Hugo, Gérard de Nerval, Arthur Rimbaud, Luís de Camões e Fernando Pessoa), pensando a idéia de gênio a partir de um interpretante específico, a saber, a figura diabólica, em uma postura que permite entrever uma perspectiva de genialidade eminentemente agônica. No outro caso, partindo-se desta tese específica, estabelece-se uma reflexão a respeito dos limites do pensamento científico, em especial o literário, através de um movimento antitético que busca ampliar as possibilidades das teses a respeito da Literatura, dos atos intelectuais que nela se embasam, em suma, da própria Literatura. Abstract: Cette étude présente une double articulation, c'est-à-dire, deux moments distincts. Dans un premier moment, on soutient une thèse à propos du génie dans quatre littératures européennes (l'anglaise, l'allemande, la française et la portugaise) étudiées à partir de quelques auteurs paradigmatiques (John Milton, William Blake, Johann Wolfgang von Goethe, Thomas Mann, François Rabelais, Michel de Montaigne, René Descartes, Voltaire, Denis Diderot, Jean-Jacques Rousseau, Victor Hugo, Gérard de Nerval, Arthur Rimbaud, Luís de Camões e Fernando Pessoa). Dans cette thèse on travaille une idée de génie à partir d'un interprétant spécifique : la figure diabolique dont la nature montre une perspective de la génialité surtout agonique. Dans le deuxième moment, on part de cette thèse spécifique pour établir une réflexion sur les limites de la pensée scientifique (spécialement la pensée scientifique littéraire) avec un mouvement antithétique qui vise explorer les possibilités des thèses sur la Littérature et des actes intellectuels qui naissent de cette source. En somme, de la Littérature elle-même. Orientador: Karin Volobuef Coorientador: Adalberto Luís Vicente Banca: Sidney Barbosa Banca: José Pedro Antunes Banca: Tristan Guilhermo Torriani Banca: Leila de Aguiar Costa Doutor
8

O realismo modal de David K. Lewis e suas implicações epistêmicas

Arantes, Manuela Bastos 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Made available in DSpace on 2012-10-21T11:08:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 250910.pdf: 431273 bytes, checksum: a4dff3089e66f7c379585e3b0706e96b (MD5) Uma das dificuldades encontradas na lógica modal diz respeito à semântica. Geralmente, não é possível calcular o valor de 9" a partir do valor de ", ou seja, se " é falsa parece claro que 9" também o é, uma vez que 9" significa que " é necessariamente verdadeira. Se pelo contrario, " é verdadeira, como saber se é contingente ou necessária? O mesmo se dá com "". Se " é verdadeira, "" é verdadeira. Mas qual será o valor de "" se " é falsa? Mesmo falsa, " poderia ser possível. Posta esta dificuldade, foi criada por Saul Kripke a semântica dos mundos possíveis. Enquanto na lógica proposicional clássica uma interpretação consiste na atribuição de valores {V,F} às letras sentenciais e, por extensão, uma atribuição de valores a todas as fórmulas, em lógica modal uma interpretação consiste em um conjunto de mundos possíveis com uma atribuição de valores às fórmulas em cada um deles. Chamamos esta interpretação de modelo de mundos possíveis ou modelo de Kripke. A posição realista de David K. Lewis quanto à semântica de Mundos Possíveis para lógicas modais acarreta muitas objeções entre as quais uma epistemológica. Podemos afirmar nosso conhecimento sobre questões modais, uma vez que tal teoria afirma que não há relações espaço-temporais e causais entre os mundos? É possível conhecer algo que não está acessível à inspeção direta? Lewis faz sua defesa utilizando-se de argumentos a favor do realismo matemático. Alguns dos opositores de Lewis fazem objeção a essa estratégia e contra-argumentam de muitas formas. O objetivo geral do trabalho, além de expor da maneira mais clara possível a discussão em torno do tema, é mostrar que, mesmo que uma defesa cabal do realismo modal seja muito complicada, pelo menos no caso das objeções epistemológicas formuladas por Tom Richards, Willian Lycan e Brian Skyrms, Lewis se sai bem na defesa de sua teoria. Por outro lado, o objetivo específico e principal desta dissertação é fazer uma defesa à objeção epistemológica de Charles Chihara, uma vez que a defesa apresentada por Lewis a seus críticos não o satisfez e a resposta à objeção de Chihara deixou de ser dada por Lewis.
9

A sociologia antropocêntrica de Alberto Guerreiro Ramos

Mendes, Ariston Azevêdo 2006 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política. Made available in DSpace on 2012-10-22T11:50:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 238672.pdf: 1776476 bytes, checksum: e6a1d58758554221ad662d952605ad45 (MD5) No elenco das diferentes modalidades de estudos que sobre o pensamento sociológico de Alberto Guerreiro Ramos já foram realizadas, esta tese se coloca como uma possibilidade de interpretação que propicie aclarar, não as pontualidades temáticas ou as respostas aos problemas contingentes a que este sociólogo se propôs pensar, mas a coerência de suas crenças no tempo. Segundo pensamos, esta interpretação pautada na coerência das crenças guerreirianas pode trazer elucidações fundamentais acerca do alcance, do sentido e da finalidade da construção teórica à qual ele se dedicou, dos principais conceitos, modelos e proposituras por ele construídas, bem como permite justificar a mobilização e apropriação de conceitos e correntes teóricas por ele procedidas. Neste sentido, a tese que aqui se apresenta defende que há, no conjunto da obra de Guerreiro Ramos, uma forte crença da premência de um novo humanismo e, em termos correlatos, de um novo tipo humano, a partir dos quais seria possível teorizar sobre a vida humana individual e associada. Uma expressão marcante dessa crença do autor está na preocupação e no pressuposto por ele assumidos de que a sociedade deveria ser vertida ao homem, e não o inverso. Esta crença tem seu correspondente na afirmativa de Protágoras, e com a qual Aristóteles estava de pleno acordo: anthrôpos metro panthô chrématon (o homem é a medida de todas as coisas humanas). Munido deste humanismo radical, nosso sociólogo passou em revista os pressupostos sobre o homem que legitimavam a ciência social de sua época, denunciou os principais obstáculos sociais impeditivos de um processo de humanização e articulou a sua proposta de uma nova ciência do social. É neste sentido que afirmamos ser antropocêntrica a sociologia de Guerreiro Ramos. Esta pesquisa, assim, atenta para uma questão que até agora é inédita, tendo-se em conta todos os trabalhos que trataram da obra ou dos estudos de Guerreiro Ramos. Several studies about Ramos#s sociological thought have been written in Brazil. The purpose of this dissertation is to be an interpretation to clarify some elements that support the Ramos#s coherence of beliefs in time. This coherence exists in all Ramos#s work, since his juvenile papers until his last book. We believe that our interpretation can be help in the understanding of the reach, of the meaning, and of the final aim of his theoretical work or of his concepts, models, and sociological proposals. Also we believe that our interpretation can help in the understanding of his displacement of concepts and filiations with currents of thought. In this dissertation we demonstrated that there is in the Ramos#s works a strong belief in the urgency of a new humanism, and a new human type, starting from which would be possible to theorize about the individual and associated human life, in others words, a humanism which the man was the measure of everything. An example of this is his concern and presupposition that the society should be structured for the man and not the opposite. With this radical humanist point of view, Ramos revised the man presupposition of the social science of his time, denounced the main social obstacles to the humanization process, and proposed a new science of social. In this way, we affirm that the Ramos#s sociological thought is anthrophocentric.
10

Kant e o empirismo conjectural

Vollet, Lucas Ribeiro 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2016. Made available in DSpace on 2016-09-20T04:10:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 340425.pdf: 1316412 bytes, checksum: 69b8f33780d34d22edfd2e8b860665f1 (MD5) Previous issue date: 2016 A presente tese oferece uma interpretação da Crítica da Razão Pura que a situa na retomada histórica do problema do empirismo. Apresentamos os argumentos da Analítica Transcendental em sua contribuição para discutir os problemas relacionados à experiência e sua influência como fonte de conhecimento objetivo. Almejamos mostrar que o conjunto da tese de Kant rejeita três caracterizações problemáticas do empirismo. 1. A tese de que experiência é protocolada por uma propriedade metafísica/psicológica ('ser clara e distinta', 'ser doada pelos sentidos', etc) 2. A tese de que a experiência instrui ou ensina sobre um objeto graças a uma propriedade pictórica que qualificaria uma semelhança ou fidelidade com o objeto representado, 3. A tese de que a experiência não tem valor para influenciar conclusões racionais sobre matérias de fato. Diversas estratégias teóricas e retóricas são empregadas para solucionar esses problemas, mas é a tese da Dedução Transcendental que atinge o objetivo da maneira mais elegante, embora enigmática à primeira vista: o que dá o caráter de experiência objetiva à representação é a unidade sintética da apercepção das representações,isto é, a coordenação das intuições e conceitos em um juízo. Parafraseando para a nossa leitura: o que caracteriza a experiência objetiva é a sua integração em um horizonte conjectural onde esta experiência pode ser racionalmente criticada, avaliada e teorizada. Chamamos essa tese de um empirismo conjectural. Esse, por sua vez, implica a adoção de um tipo moderado de realismo. O realismo moderado será avaliado pelos seu parentesco com as cenas intelectuais de oposição ao empirismo clássico e positivista (discutimos as duas principais fases de Wittgenstein), e pelostraços familiares aos recentes defensores da racionalidade da indução e críticos do ceticismo (D.C. Stove).
Abstract: This thesis offers an interpretation that situates the Critique of Pure Reason in the historic reemergence of the problem of empiricism. The thesis presents the arguments and contributions of Transcendental Analytics in the discussion of problems relating to experience and itsinfluence as a source of objective knowledge. We aim to show that theen tirety of Kant's thesis rejects three problematic empiricist characterizations. These characterizations include: (1) the thesis that experienceis authorized by a metaphysical or psychological property (for example,'to be clear and distinct', 'to be witnessed by the sense', etc.); (2) the thesis that experience instructs or teaches us about an object dueto a pictorial property that qualifies a similarity with or a fidelity to the represented object; (3) the thesis that experience is unable to influencerational conclusions about matters of fact. Several theoretical and rhetorical strategies are employed to solve these problems, but it is the thesis of Transcendental Deduction that reaches the goal in the most elegant way, although enigmatic at first sight. The synthetic unity of apperception of the representations, namely the coordination of intuitions and concepts in a judgment, is what gives character of objective experience to representation. In other words, what characterizes the objective experience is its integration with a conjectural horizon, through which this experience can be rationally criticized, evaluated, and theorized upon. We call this thesis of Trancendental Analytics a conjectural empriricism. This, in turn, impllies the adoption of a moderated form of realism. This moderated realism will be evaluated by its similarities with intellectual scenes that are in opposition with classic empiricism and positivism, with the recent defenders of the rationality of induction, and with critics of ceticism (Wittgenstein, D.C Stove).

Page generated in 0.0675 seconds