• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 590
  • 12
  • 11
  • 9
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 632
  • 120
  • 117
  • 99
  • 94
  • 93
  • 75
  • 65
  • 62
  • 59
  • 58
  • 54
  • 52
  • 50
  • 48
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Sistemas multiparticulados revestidos para liberação colônica de metronidazol

Ferrari, Priscileila Colerato [UNESP] 5 May 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-05-05Bitstream added on 2014-06-13T20:23:04Z : No. of bitstreams: 1 ferrari_pc_dr_arafcf.pdf: 1233795 bytes, checksum: a7486ae71eacda126f26925b58c89a78 (MD5) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) Universidade Estadual Paulista (UNESP) O desenvolvimento de formas farmacêuticas administradas pela via oral e utilizadas para liberação colônica de fármacos, visando o tratamento local de doenças inflamatórias intestinais, tem sido bastante estudado. Com essa finalidade, no presente trabalho foram preparados pellets de metronidazol (MT), constituídos ou não de quitosana (QS) e revestidos com QS, ftalato de hidroxipropilmetilcelulose (HPMCP), Kollicoat MAE® e Kollicoat SR®. Os pellets foram preparados por extrusão-esferonização e revestidos em leito fluidizado. Três delineamentos experimentais foram planejados com a finalidade de se definir as formulações a serem preparadas e analisadas. Os pellets e seus constituintes foram analisados por espectrofotometria no IV e por análise térmica, para verificação de possíveis interações entre o fármaco e o excipiente. A morfologia dos pellets foi analisada através de estereoscópio e por microscopia eletrônica de varredura. Outras análises incluíram área superficial, granulometria, densidade e grau de intumescimento. Também foi realizada a liberação in vitro do fármaco durante 8 horas, utilizando-se os Aparatos I e III da Farmacopéia Americana, e análise de absorção intestinal pela técnica do saco intestinal invertido. As análises térmica e espectrofotométrica por IV revelaram que não há interações físico-químicas entre o MT e os demais componentes dos pellets. A análise morfológica revelou que os pellets são esféricos; as análises de área superficial e microscopia eletrônica de varredura mostraram que o processo de revestimento não foi eficaz para algumas amostras, pois apresentaram poros em suas estruturas. Os pellets também foram analisados quanto à capacidade de intumescimento, demonstrando que a presença de QS acentua o grau de intumescimento das amostras... The development of oral administered dosage forms used for colonic drug delivery aiming the local treatment of intestinal inflammatory diseases has been well studied. Thus, in the present work metronidazol (MT)-containing pellets, constituted or not by chitosan (QS) and covered with QS, hydroxypropyl methylcellulose phtalate (HPMCP), Kollicoat MAE® and Kollicoat SR® were developed. The pellets were prepared by extrusion-spheronization and covered on fluidized bed. Three experimental designs were used to define the formulations to be prepared and analyzed. The pellets and their constituents were analyzed by IR spectrophotometry and thermal analysis, in order to assess possible interactions between the drug and the excipients. Pellets’ morphology was verified under a stereoscope and by means of scanning electronic microscopy. Other analyses included surface area, size distribution, density and degree of swelling. In vitro drug release, using Apparatuses I and III of United States Pharmacopoeia, and the assay of intestinal absorption by the everted gut sac technique were also carried out. Both thermal and IR spectrophotometric analyses revealed no physicochemical interactions between MT and the other constituents of the pellets. Morphological analyses showed that the pellets have spherical shape. The covering process was not efficient for some samples, since it was possible to identify pores on their surfaces, as assessed by surface area determination and scanning electronic microscopy. The presence of QS increased the swelling ratio. The in vitro ability of the pellets to reach colonic conditions, after resisting against gastric and enteric environments was also demonstrated. Firstly, it was observed that most of the drug was released in gastric medium from uncovered pellets or from those covered with QS or HPMCP, mainly due to the defects observed in such coatings... (Complete abstract click electronic access below)
2

Estudo dos efeitos do fármaco propranolol para ceriodaphnia silvestrii (cladocera, crustacea) com ênfase em efeitos nas populações STUDY OF THE EFFECTS OF THE PHARMACEUTICAL COMPOUND PROPRANOLOL TO CERIODAPHNIA SILVESTRII (CLADOCERA, CRUSTACEA) WITH EMPHASIS ON THE EFFECTS ON POPULATIONS.

Gustavo Almeida Borges Rosa 27 June 2008 (has links)
A ocorrência de produtos farmacêuticos no ambiente aquático pode causar efeitos adversos à saúde humana e às comunidades aquáticas. Propranolol, -bloqueador não seletivo, é largamente prescrito no tratamento de doenças ligadas ao coração como angina e hipertensão. Simples medidas de efeito, como a CL50, não fornece informações sobre o impacto de contaminantes em populações. A taxa de crescimento populacional (r) é uma ferramenta importante para estudos que objetiva determinar os efeitos em nível populacional. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estabelecer a toxicidade aguda e crônica de Propranolol para a espécie autóctone Ceriodaphnia silvestrii (CLADOCERA, CRUSTACEA) com ênfase em efeitos nas populações. Os valores determinados para CE(I)50;48H foram de 2,87 e 2,63 mg.L-1 para água destilada e natural reconstituídas, respectivamente. Para a toxicidade crônica, os valores obtidos para CENO e CEO encontraram-se na faixa de 0,62-1,25 e 1,25-2,50 mg.L-1 para água natural reconstituída. Como critérios de aceitabilidade para os ensaios crônicos populacionais foram estabelecidos para o controle 73 neonatas (±10 DP) e taxa intrínseca de aumento natural de 0,596 (±0,13 DP) em sete dias de experimento com água natural reconstituída. No teste de sensibilidade, os valores obtidos para CENO e CEO populacional foram 0,275 e 0,723 g.L-1 de NaCl, respectivamente, semelhante aos valores nos ensaios crônicos individuais. Para Propranolol, as análises indicaram que os ensaios populacionais foram iguais ou mais sensíveis que a exposição individual. Os resultados nos ensaios crônicos populacionais e com indivíduos encontraram-se entre 1,25 (CENO) e 2,50 mg.L-1 (CEO), respectivamente. Os endpoints populacionais parecem ser medidas mais sensíveis. Comparando-se os valores de ICP para populações e indivíduos, observa-se que as populações foram mais sensíveis na ordem de 70%. The pharmaceutical products occurrence in the aquatic environment could cause adverse effects on the human health and aquatic communities. Propranolol, non selective -blocker, is widely prescribed for the treatment of heart related diseases as angina and hypertension. Simple effect measures, like LC50, dont provide information about contaminant impacts in populations. The intrinsic population growth rate (r) is an important tool for doing research on determining the effects in population level. This work has been developed with the goal to establish the Propranolol acute and chronic toxicity to the autochthon specie Ceriodaphnia silvestrii (CLADOCERA, CRUSTACEA) with emphasis on the effects on the populations. The determined values to EC(I)50;48H were 2.87 and 2.63 mg.L-1 to distillated and natural reconstituted waters, respectively. To the chronic toxicity, the obtained values to NOEC and OEC ranged from 0.62 to 1.25 and 1.25 to 2.50 mg.L-1. As acceptance criteria to the chronic populational assays 73 neonates (±10 SD) and an intrinsic rate of natural increase of 0.596 (±0,13 SD) were established to its control for seven days of experiment with reconstituted natural water. In the sensitivity test, the obtained values to populations NOEC and OEC were 0.275 and 0.723 g.L-1 of NaCl, respectively, similar to the values in the individual chronic assays. To propranolol, the analyses indicated that the populational assays were similar or more sensitive than the individual exposition. The results in the chronic populational assays and with individuals were between 1.25 (NOEC) and 2.50 mg.L-1 (LOEC), respectively. The populational endpoints seem to be more sensitive measure. Comparing the ICP values to both populations and individuals, it is observed that the populations were more sensitive of the order of 70%.
3

Formadores de filmes híbridos orgânicos inorgânicos do tipo ureasil-poliéter para liberação controlada de fármacos

Mendes, Juliana Fernandes [UNESP] 27 June 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:11Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-06-27Bitstream added on 2014-06-13T20:12:08Z : No. of bitstreams: 1 mendes_jf_me_arafcf_parcial.pdf: 496742 bytes, checksum: 031c10b96f7070a5b508754d4d273375 (MD5) Dentre os sistemas de liberação controlada de fármacos, os híbridos orgânico-inorgânicos destacam-se por apresentarem vantagens sobre os sistemas convencionais de liberação, tais como: flexibilidade, alta resistência mecânica e térmica, transparência e baixa solubilidade em água. Esses híbridos foram sintetizados através de uma rota química denominada sol-gel que usualmente utiliza como solvente o tetrahidrofurano (THF). O objetivo deste trabalho foi desenvolver formadores de filmes a partir de materiais híbridos com perfil de liberação controlada de fármacos e substituir o THF pelo etanol, por ser um solvente menos tóxico para aplicação na pele. Neste trabalho foram utilizados quatro polímeros, sendo dois à base de polióxido de etileno (POE) de massa molecular 500 e 1900 g mol-1 e dois à base de polióxido de propileno (POP) de massa molecular 400 e 2000 g mol-1. Os fármacos utilizados para o teste de liberação foram o cloridrato de pramoxina e o acetato de dexametasona. A caracterização desses materiais foi realizada por DSC, TG-DTA, DMA, infravermelho, RMN 1H, RMN 29Si, e SAXS. Os resultados das análises termo-mecânica revelaram que a substituição do solvente não influenciou na estabilidade térmica e na flexibilidade dos híbridos ureasil. Os resultados da caracterização estrutural por infravermelho, RMN e SAXS comprovaram a formação dos híbridos tanto em THF quanto em etanol, indicando que não houve mudanças estruturais significativas entre essas matrizes híbridas quando sintetizadas em ambos solventes. As curvas de SAXS coletadas in situ mostraram que o intumescimento na presença de água é acompanhado por um relaxamento da matriz polimérica, conduzindo a um afastamento dos grupos ureasil constituintes da molécula para a matriz híbrida do tipo POE 1900. O grau de... Organic inorganic hybrids present several advantages as drug release systems such as: high flexibility, high mechanical and thermal resistance, transparency and low water solubility. These hybrids were synthesized by a chemical route called sol-gel usually used as the solvent tetrahydrofuran (THF). The aim of this study was to develop film formers from hybrid materials with drugs controlled release profile and to replace THF by ethanol, a less toxic solvent for skin application. In this work four polymers were used, two based on polyethylene oxide (PEO) of molecular weight 500 and 1900 g mol-1 and two based on polypropylene oxide (PPO) of molecular weight 400 and 2000 g mol1. The drugs used for the release experiment were pramoxine hydrochloride and dexamethasone acetate. The characterization of these materials was performed by DSC, TG-DTA, DMA, IR, NMR 1H, NMR 29Si, and SAXS. The results of thermo-mechanical analysis revealed that the solvent replacement has not affect the thermal stability and flexibility of the hybrid ureasil. The results of structural characterization by IR, NMR and SAXS confirmed the formation of hybrids both in THF and in ethanol, indicating no significant structural changes between these hybrid matrices when synthesized in both solvents. The SAXS measurements collected in situ showed that the swelling in the presence of water is followed by a relaxation of the polymer matrix, leading to an increase distance between siloxane nods present in the molecules of the hybrid matrix PEO-1900. The swelling degree of these matrices is related to the size of the polymer chain, to the ratio between the organic and inorganic domains and to the hydrophilic/hydrophobic ratio. The drugs incorporation was performed during the step of hydrolysis and condensation of hybrid matrices. The drug release experiments... (Complete abstract click electronic access below)
4

Complexos de inclusão com amilose: obtenção, caracterização e avaliação como sistemas de liberação controlada de fármacos

Carbinatto, Fernanda Mansano [UNESP] 31 January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:50:36Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-01-31Bitstream added on 2014-08-13T18:01:10Z : No. of bitstreams: 1 000736566_20150130.pdf: 244976 bytes, checksum: 4db88f6cb248d427923c8451ba01cd63 (MD5) Bitstreams deleted on 2015-02-04T11:39:27Z: 000736566_20150130.pdf,Bitstream added on 2015-02-04T11:40:12Z : No. of bitstreams: 1 000736566.pdf: 4569372 bytes, checksum: d17a9574b6a943f990f595b3489ec244 (MD5) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) A alta amilose, um amido modificado com alto teor de amilose (70%), que demonstrou em diversos estudos ser um material promissor para o controle da liberação de diferentes fármacos. A habilidade da alta amilose em formar complexos de inclusão e a elevada resistência enzimática foi explorada para a obtenção de sistemas de liberação controlada de fármacos com intuito vetorizar a liberação do fármaco no intestino, através da digestão pela enzima pancreatina. Diferentes complexos foram produzidos e a influencia da proporção fármaco: polímero, temperatura, e a presença de ácido palmítico foram avaliados através da caracterização dos complexos pelas análises de DSC, difração de Raios-X, distribuição granulométrica, RMN e determinação da capacidade de absorção de líquido. O desempenho como sistemas de liberação controlada de fármacos foi avaliado através da determinação da liberação in vitro dos fármacos nimesulida (NMS) e praziquantel (PZQ) em diferentes meios, simulando as diferentes regiões do trato gastrintestinal (TGI). A metodologia para a obtenção dos complexos mostrou-se eficiente com rendimento superior a 57% e teor de fármaco complexado de até 68,16%. Os dados de DSC, difração de Raios-X e RMN relevaram a interação entre fármaco e polímero, bem como a formação dos complexos de inclusão com estruturas semi-cristalinas associadas a formação de complexos do tipo II, de elevada resistência enzimática. A maior cristalinidade e a presença de fármacos próximos à superfície dos complexos promoveram redução da capacidade de absorção de líquido. A inclusão dos fármacos nos complexos permitiu a redução de suas taxas de liberação nos meios sem enzima (ácido, pH 1,2 e tampão fosfato pH 6,9). A adição da enzima pancreatina promoveu significativa aceleração das taxas de liberação dos fármacos (NMS e PZQ) demostrando a degradabilidade desses complexos. A maior ... High amylose, one modified starch with high content of amylose (70%) is a promising material for controlling the delivery of different drugs. The ability of the high amylose to form inclusion complexes with high enzymatic resistance was exploited for obtaining controlled drugs delivery systems for targeting the drug release in the intestine by digestion with pancreatin enzyme. Different complexes were produced and the influence of the ratio drug: polymer, temperature and the presence of palmitic acid were evaluated through the characterization of the complexes by DSC, X-ray diffraction, particle size distribution, NMR and liquid uptake analysis. The performance of these complexes as controlled drug delivery systems was evaluated by determining the in vitro release of nimesulide (NMS) and praziquantel (PZQ) in different media, simulating the different regions of the gastrointestinal (GI) tract. The methodology to obtain the complex has been successful with a yield over 57% and the content of drug complexation until 68.16%. The DSC, diffraction of X-rays and NMR data showed the interaction between drug and polymer as well as the formation of inclusion complexes with semi-crystalline structures which were related to the formation of type II complexes with high enzymatic resistance. The higher crystallinity and the presence of drugs near to the complexes surface promoted the reduction of liquid uptake ability. The inclusion of drugs in complex allowed the reduction of their rates of release in the acid media (pH 1.2) and phosphate buffer (pH 6.9). The addition of pancreatin enzyme caused a significant acceleration of the rate of release of drugs (NMS and PZQ) showing the degradability of these complexes. The higher crystallinity of PZQ1:30AG60°C complex showed its highest enzymatic resistance providing the release of PZQ during 240min, while the complexes with NMS and PZQ 1:5AG90°C complex released the drug in 60min. The release data in media...
5

Avaliação dos efeitos anticonvulsivantes e neuroprotetores da doxiciclina em ratos adultos jovens Evaluation of anticonvulsivants and neuroprotective effects of doxycycline in adult rats

Nogueira, Carlos Renato Alves 2008 (has links)
NOGUEIRA, Carlos Renato Alves. Avaliação dos efeitos anticonvulsivantes e neuroprotetores da doxiciclina em ratos adultos jovens. 2008. 97 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, 2008. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-03-07T16:01:51Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_cranogueira.pdf: 5167899 bytes, checksum: 473f23f6bd86c23276d59f601dc7d6b5 (MD5) Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-03-08T11:26:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_cranogueira.pdf: 5167899 bytes, checksum: 473f23f6bd86c23276d59f601dc7d6b5 (MD5) Made available in DSpace on 2012-03-08T11:26:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_cranogueira.pdf: 5167899 bytes, checksum: 473f23f6bd86c23276d59f601dc7d6b5 (MD5) Previous issue date: 2008 Pilocarpine is known to induce convulsions leading to status epilepticus, similar to the temporal lobe epilepsy in humans. In the present work, we evaluated the possible protection affored by doxycyvline, a 2nd generation tetracycline, agaist pilocarpine- induced convulsions in male Wistar rats (P300mg/kg, i.p) in the absence and in the presence of doxicycline (25 to 100 mg/kg i.p.) daily for 7 days.After the pilocarpine injection, all groups were observed for cholinergic signs, latency to the first convulsion and latency to death. Besides, amino acid concentrations in temporal córtices were determined by RP-HPLC, as well catalase activity and levels of TBARS and Nitrite. Results showed that doxycycline did not alter cholinergic signs but increased the latency time to the first convulsion (1.6 to 5 times increase), as compared to P300, and the highest effect was observed with the dose of 25 mg/kg. Similar results were demonstrated to death latency that increased from 1.9 to 9.9 times with doxyciclyne at the doses of 25, 50 and 100 mg/kg. In fact we showed that the pre-treatment with doxycycline decreased in 25% MDA levels, 64% nitrite levels and 67.7% catalase activity. Interestingly, doxycycline decreased glutamate concentrations in 28 and 33% and increased GABA in 112 and 91% at the doses of 50 and 100mg/kg respectively. At the higher dose the drug altered aspartate and taurine concentrations, decreased aspartate levels in 61%, while increasing taurine levels in 34%. Surprisingly, only the lower dose altered glycine levels, increasing its concentration by 132%. In conclusion, we showed that the onset and intensity of pilocarpine-induced seizures were significantly reduced by doxycycline. Furthermore, at least in part, its mechanism of action seems to be mediated by the decrease and increase of excitatory and inhibitory aminoacids, respectively. In addiction the doxycycline capacity to reduce the oxidative stress associated with the pilocarpine-induced may also play a role A Pilocarpina é um agonista colinérgico característico por induzir convulsões que evoluem para status epilépticus, similar à epilepsia do lobo temporal humana. Neste presente trabalho, nós avaliamos a possível ação neuroprotetora da doxiciclina, uma tetraciclina de segunda geração, nas convulsões induzidas pela pilocarpina em ratos Wistar machos, que receberam pilocarpina (300mg/kg i.p) presença ou na ausência de doxiciclina (25 à 100 mg/kg) administrada intraperitonealmente uma vez ao dia durante sete dias. Após a injeção de pilocarpina, foram observados os sinais colinérgicos periféricos, as latências de 1° convulsão e de morte. Foram determinadas as concentrações de aminoácidos no córtex temporal através de cromatografia líquida de alta eficiência HPLC, e a atividade do sistema antioxidante, catalase e as dosagens dos níveis de TBARS e nitrito. Os resultados mostraram que a doxiciclina não alterou os sinais colinérgicos periféricos, contudo aumentou a latência decorrida para a primeira convulsão (1.6 a 5 vezes), quando comparada ao grupo (P300). Resultados semelhantes foram demonstrados com a latência de morte, que foi aumentada de 1.9 a 9.9 vezes. Observou - se que o pré-tratamento com doxiciclina 50 mg/kg foi capaz de reduzir em 25% os níveis de MDA, 64% os níveis de nitrito e 67.7% a atividade da catalase no córtex temporal desses animais, demonstrando com clareza seu potencial antioxidante. Interessantemente, a doxiciclina diminuiu as concentrações de glutamato de 28 a 33%, e aumentou GABA em 112 e 91%, nas dose de 50 e 100mg/kg respectivamente nos animais administrados com P300, Na maior dose, a droga alterou os níveis de aspartato e taurina, diminuindo em 61% aspartato enquanto elevou os níveis de taurina em cerca de 34%. Surpreendentemente, somente a menor dose alterou os níveis de glicina, aumentendo a concentração deste aminoácido em 132%. Em conclusão, mostramos que o início e a intensidade das convulsões induzidas pela pilocarpina foram significativamente reduzidos pela doxiciclina. Portanto, pelo menos em parte, este mecanismo de ação parece estar relacionado a uma diminuição nos níveis de aminoácidos excitatórios e a um aumento nas concentrações de aminoácidos inibitórios no córtex temporal desses animais.
6

Complexos de inclusão com amilose : obtenção, caracterização e avaliação como sistemas de liberação controlada de fármacos

Carbinatto, Fernanda Mansano. 2014 (has links)
Orientador : Beatriz Stringhetti Ferreira Cury Banca: Ana Doris de Castro Banca: Maria Palmira Daflon Gremião Banca: Priscyla Daniely Marcato Gaspari Banca: Flávia Chiva Carvalho Resumo: A alta amilose, um amido modificado com alto teor de amilose (70%), que demonstrou em diversos estudos ser um material promissor para o controle da liberação de diferentes fármacos. A habilidade da alta amilose em formar complexos de inclusão e a elevada resistência enzimática foi explorada para a obtenção de sistemas de liberação controlada de fármacos com intuito vetorizar a liberação do fármaco no intestino, através da digestão pela enzima pancreatina. Diferentes complexos foram produzidos e a influencia da proporção fármaco: polímero, temperatura, e a presença de ácido palmítico foram avaliados através da caracterização dos complexos pelas análises de DSC, difração de Raios-X, distribuição granulométrica, RMN e determinação da capacidade de absorção de líquido. O desempenho como sistemas de liberação controlada de fármacos foi avaliado através da determinação da liberação in vitro dos fármacos nimesulida (NMS) e praziquantel (PZQ) em diferentes meios, simulando as diferentes regiões do trato gastrintestinal (TGI). A metodologia para a obtenção dos complexos mostrou-se eficiente com rendimento superior a 57% e teor de fármaco complexado de até 68,16%. Os dados de DSC, difração de Raios-X e RMN relevaram a interação entre fármaco e polímero, bem como a formação dos complexos de inclusão com estruturas semi-cristalinas associadas a formação de complexos do tipo II, de elevada resistência enzimática. A maior cristalinidade e a presença de fármacos próximos à superfície dos complexos promoveram redução da capacidade de absorção de líquido. A inclusão dos fármacos nos complexos permitiu a redução de suas taxas de liberação nos meios sem enzima (ácido, pH 1,2 e tampão fosfato pH 6,9). A adição da enzima pancreatina promoveu significativa aceleração das taxas de liberação dos fármacos (NMS e PZQ) demostrando a degradabilidade desses complexos. A maior ... Abstract:High amylose, one modified starch with high content of amylose (70%) is a promising material for controlling the delivery of different drugs. The ability of the high amylose to form inclusion complexes with high enzymatic resistance was exploited for obtaining controlled drugs delivery systems for targeting the drug release in the intestine by digestion with pancreatin enzyme. Different complexes were produced and the influence of the ratio drug: polymer, temperature and the presence of palmitic acid were evaluated through the characterization of the complexes by DSC, X-ray diffraction, particle size distribution, NMR and liquid uptake analysis. The performance of these complexes as controlled drug delivery systems was evaluated by determining the in vitro release of nimesulide (NMS) and praziquantel (PZQ) in different media, simulating the different regions of the gastrointestinal (GI) tract. The methodology to obtain the complex has been successful with a yield over 57% and the content of drug complexation until 68.16%. The DSC, diffraction of X-rays and NMR data showed the interaction between drug and polymer as well as the formation of inclusion complexes with semi-crystalline structures which were related to the formation of type II complexes with high enzymatic resistance. The higher crystallinity and the presence of drugs near to the complexes surface promoted the reduction of liquid uptake ability. The inclusion of drugs in complex allowed the reduction of their rates of release in the acid media (pH 1.2) and phosphate buffer (pH 6.9). The addition of pancreatin enzyme caused a significant acceleration of the rate of release of drugs (NMS and PZQ) showing the degradability of these complexes. The higher crystallinity of PZQ1:30AG60°C complex showed its highest enzymatic resistance providing the release of PZQ during 240min, while the complexes with NMS and PZQ 1:5AG90°C complex released the drug in 60min. The release data in media... Doutor
7

Sistemas multiparticulados revestidos para liberação colônica de metronidazol

Ferrari, Priscileila Colerato. 2011 (has links)
Orientador: Raul Cesar Evangelista Banca: Letícia Norma Carpentiere Rodrigues Banca: Osvaldo de Freitas Banca: Marlus Chorilli Banca: Ana Dóris de Castro Resumo: O desenvolvimento de formas farmacêuticas administradas pela via oral e utilizadas para liberação colônica de fármacos, visando o tratamento local de doenças inflamatórias intestinais, tem sido bastante estudado. Com essa finalidade, no presente trabalho foram preparados pellets de metronidazol (MT), constituídos ou não de quitosana (QS) e revestidos com QS, ftalato de hidroxipropilmetilcelulose (HPMCP), Kollicoat MAE® e Kollicoat SR®. Os pellets foram preparados por extrusão-esferonização e revestidos em leito fluidizado. Três delineamentos experimentais foram planejados com a finalidade de se definir as formulações a serem preparadas e analisadas. Os pellets e seus constituintes foram analisados por espectrofotometria no IV e por análise térmica, para verificação de possíveis interações entre o fármaco e o excipiente. A morfologia dos pellets foi analisada através de estereoscópio e por microscopia eletrônica de varredura. Outras análises incluíram área superficial, granulometria, densidade e grau de intumescimento. Também foi realizada a liberação in vitro do fármaco durante 8 horas, utilizando-se os Aparatos I e III da Farmacopéia Americana, e análise de absorção intestinal pela técnica do saco intestinal invertido. As análises térmica e espectrofotométrica por IV revelaram que não há interações físico-químicas entre o MT e os demais componentes dos pellets. A análise morfológica revelou que os pellets são esféricos; as análises de área superficial e microscopia eletrônica de varredura mostraram que o processo de revestimento não foi eficaz para algumas amostras, pois apresentaram poros em suas estruturas. Os pellets também foram analisados quanto à capacidade de intumescimento, demonstrando que a presença de QS acentua o grau de intumescimento das amostras... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: The development of oral administered dosage forms used for colonic drug delivery aiming the local treatment of intestinal inflammatory diseases has been well studied. Thus, in the present work metronidazol (MT)-containing pellets, constituted or not by chitosan (QS) and covered with QS, hydroxypropyl methylcellulose phtalate (HPMCP), Kollicoat MAE® and Kollicoat SR® were developed. The pellets were prepared by extrusion-spheronization and covered on fluidized bed. Three experimental designs were used to define the formulations to be prepared and analyzed. The pellets and their constituents were analyzed by IR spectrophotometry and thermal analysis, in order to assess possible interactions between the drug and the excipients. Pellets' morphology was verified under a stereoscope and by means of scanning electronic microscopy. Other analyses included surface area, size distribution, density and degree of swelling. In vitro drug release, using Apparatuses I and III of United States Pharmacopoeia, and the assay of intestinal absorption by the everted gut sac technique were also carried out. Both thermal and IR spectrophotometric analyses revealed no physicochemical interactions between MT and the other constituents of the pellets. Morphological analyses showed that the pellets have spherical shape. The covering process was not efficient for some samples, since it was possible to identify pores on their surfaces, as assessed by surface area determination and scanning electronic microscopy. The presence of QS increased the swelling ratio. The in vitro ability of the pellets to reach colonic conditions, after resisting against gastric and enteric environments was also demonstrated. Firstly, it was observed that most of the drug was released in gastric medium from uncovered pellets or from those covered with QS or HPMCP, mainly due to the defects observed in such coatings... (Complete abstract click electronic access below) Doutor
8

Formadores de filmes híbridos orgânicos inorgânicos do tipo ureasil-poliéter para liberação controlada de fármacos

Mendes, Juliana Fernandes. 2013 (has links)
Orientador: Leila Aparecida Chiavacci Banca: Marlus Chorilli Banca: Renata Fonseca Vianna Lopez Resumo: Dentre os sistemas de liberação controlada de fármacos, os híbridos orgânico-inorgânicos destacam-se por apresentarem vantagens sobre os sistemas convencionais de liberação, tais como: flexibilidade, alta resistência mecânica e térmica, transparência e baixa solubilidade em água. Esses híbridos foram sintetizados através de uma rota química denominada sol-gel que usualmente utiliza como solvente o tetrahidrofurano (THF). O objetivo deste trabalho foi desenvolver formadores de filmes a partir de materiais híbridos com perfil de liberação controlada de fármacos e substituir o THF pelo etanol, por ser um solvente menos tóxico para aplicação na pele. Neste trabalho foram utilizados quatro polímeros, sendo dois à base de polióxido de etileno (POE) de massa molecular 500 e 1900 g mol-1 e dois à base de polióxido de propileno (POP) de massa molecular 400 e 2000 g mol-1. Os fármacos utilizados para o teste de liberação foram o cloridrato de pramoxina e o acetato de dexametasona. A caracterização desses materiais foi realizada por DSC, TG-DTA, DMA, infravermelho, RMN 1H, RMN 29Si, e SAXS. Os resultados das análises termo-mecânica revelaram que a substituição do solvente não influenciou na estabilidade térmica e na flexibilidade dos híbridos ureasil. Os resultados da caracterização estrutural por infravermelho, RMN e SAXS comprovaram a formação dos híbridos tanto em THF quanto em etanol, indicando que não houve mudanças estruturais significativas entre essas matrizes híbridas quando sintetizadas em ambos solventes. As curvas de SAXS coletadas in situ mostraram que o intumescimento na presença de água é acompanhado por um relaxamento da matriz polimérica, conduzindo a um afastamento dos grupos ureasil constituintes da molécula para a matriz híbrida do tipo POE 1900. O grau de... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: Organic inorganic hybrids present several advantages as drug release systems such as: high flexibility, high mechanical and thermal resistance, transparency and low water solubility. These hybrids were synthesized by a chemical route called sol-gel usually used as the solvent tetrahydrofuran (THF). The aim of this study was to develop film formers from hybrid materials with drugs controlled release profile and to replace THF by ethanol, a less toxic solvent for skin application. In this work four polymers were used, two based on polyethylene oxide (PEO) of molecular weight 500 and 1900 g mol-1 and two based on polypropylene oxide (PPO) of molecular weight 400 and 2000 g mol1. The drugs used for the release experiment were pramoxine hydrochloride and dexamethasone acetate. The characterization of these materials was performed by DSC, TG-DTA, DMA, IR, NMR 1H, NMR 29Si, and SAXS. The results of thermo-mechanical analysis revealed that the solvent replacement has not affect the thermal stability and flexibility of the hybrid ureasil. The results of structural characterization by IR, NMR and SAXS confirmed the formation of hybrids both in THF and in ethanol, indicating no significant structural changes between these hybrid matrices when synthesized in both solvents. The SAXS measurements collected in situ showed that the swelling in the presence of water is followed by a relaxation of the polymer matrix, leading to an increase distance between siloxane nods present in the molecules of the hybrid matrix PEO-1900. The swelling degree of these matrices is related to the size of the polymer chain, to the ratio between the organic and inorganic domains and to the hydrophilic/hydrophobic ratio. The drugs incorporation was performed during the step of hydrolysis and condensation of hybrid matrices. The drug release experiments... (Complete abstract click electronic access below) Mestre
9

Avaliação do tratamento com diferentes glitazonas sobre o endotélio de camudongos C57BL6/J submetidos á dieta aterogênica

SILVA, Amanda Karolina Soares e 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:52:27Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3011_1.pdf: 3950561 bytes, checksum: 05cfa8da630501fc60fa4f4a5560540f (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico A aterosclerose caracteriza-se pelo espessamento da parede arterial sendo considerada a causa primária de doença arterial coronariana e doença cerebrovascular. As tiazolidinadionas (TZDs) são uma classe de fármacos utilizadas clinicamente para tratar pacientes com diabetes mellitus tipo 2, sendo consideradas ligantes sintéticos para o receptor-g ativado por proliferadores de peroxissomos (PPARg). Estudos têm indicado que em adição à sua atividade antidiabética, as TZDs também possuem ações antiateroscleróticas, inibindo a formação das lesões iniciais em modelo animal como também reduzindo a espessura da artéria carótida em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. De forma controversa, as TZDs estão associadas ao desenvolvimento de eventos cardiovasculares. Diante disso, linhas de pesquisas têm investido na busca por novas moléculas a fim de se obter alternativas terapêuticas mais seletivas e menos danosas. O objetivo deste trabalho foi verificar a ação de novos derivados tiazolidínicos candidatos a fármacos, LPSF/GQ-02 e LPSFGQ-16, sobre o processo aterosclerótico através de análises bioquímicas e morfológicas. Camundongos deficientes do receptor de LDL (LDLR-/-) foram divididos em quatro grupos (n=8). Os animais foram alimentados com dieta aterogênica por 10 semanas e nas duas últimas semanas de dieta experimental, os camundongos receberam Pioglitazona, LPSF/GQ-02 e LPSF/GQ-16 diariamente, via gavagem. Após o tratamento, os animais foram submetidos à eutanásia, e a coleta de sangue foi realizada para as análises bioquímicas e as aortas foram dissecadas e processadas para microscopia óptica e eletrônica de transmissão. Com relação ao perfil lipídico, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos tratados e o controle. No teste oral de tolerância à glicose, foi observada que a velocidade de absorção da glicose dos grupos LPSF/GQ-16 e LPSF/GQ-02 foi mais rápida quando comparada com os grupos controle e Pioglitazona. As análises morfométricas revelaram que a LPSF/GQ-02 foi mais eficaz quando comparada com os demais grupos, em reduzir a espessura da aorta e a lesão aterosclerótica. As análises ultraestruturais mostraram um aumento de células apoptóticas e grande degeneração do endotélio no grupo tratado com a Piolgitazona. Por sua vez, o novo derivado tiazolidínico LPSF/GQ-16 induziu grande degeneração do endotélio e destruição do espaço subendotelial. Entretanto, após o tratamento com o novo derivado tiazolidínico LPSF/GQ-02 o endotélio aórtico apresentou alterações celulares mínimas. Essas características indicam que a LPSF/GQ-02 possui efeitos vasculares diretos. Dessa forma, essa nova molécula torna-se um potencial candidato a fármaco na melhora do processo aterosclerótico e seus fatores de risco associados.
10

Obtenção de derivados da Primina : avaliaçãodo perfil de atividade biológica

Ricardo Melo do Nascimento, Célio 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:30:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6042_1.pdf: 7418026 bytes, checksum: 4d56d44b7b8c057fc4283d01b31058d5 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 Há alguns milhares de anos a humanidade faz uso sistematicamente de produtos naturais no tratamento de doenças e enfermidades. Desde então, a natureza tem contribuído de forma fantástica para obtenção de novas substâncias. A prospecção e testes biológicos de produtos naturais podem revelar substâncias candidatas a novos fármacos que poderão ser usadas como uma matriz adequada em um projeto de química medicinal. É neste universo de prospecção que surge a primina (2-metoxi-6-pentil 1,4-benzoquinona), um forte alergênico isolado pela primeira vez por Bloch & Karrer em 1927 da Prímula obconica (Primulaceae). Atualmente há métodos simples, diretos e generalizáveis para a preparação de análogos da primina. Esses análogos tem mostrado atividade biológica, mas ainda com pronunciada toxicidade. A proposta deste trabalho foi a otimização do fármaco protótipo a primina através da síntese de derivados, potencializando seus efeitos farmacológicos e minimizando seus efeitos tóxicos. Os compostos 2-metoxi-hidroquinona bis(2 -tetrahidropiranil)-eter (MHQ-THP) e 2-metoxi-6-pentil-hidroquinona bis(2 -tetrahidropiranil)-eter (P-MHQ-THP) foram sintetizados partindo da 2-metoxi-hidroquinona, a primeira etapa foi à proteção das hidroxilas com o dihidropirano (DHP), obtendo o intermediário (MHQ-THP). A segunda etapa consistiu na litiação do MHQ-THP e subseqüente alquilação regioseletiva, obtendo o P-MHQ-THP. Os produtos tiveram suas estruturas confirmadas através de espectroscopia de infravermelho e de ressonância magnética nuclear de próton. A atividade biológica dos compostos sintetizados foi avaliada através dos testes de toxicidade aguda, atividade antitumoral frente ao sarcoma 180 (S-180) e carcinoma de Ehrlich (ES) e atividade antiinflamtória através do ensaio edema de pata induzido por carragenina. Os resultados da toxicidade aguda indicaram, tanto para o precursor MHQ-THP como para o P-MHQ-THP, que não houve efeitos tóxicos significantes em doses de 1000 mg/kg e 2000 mg/kg. Na avaliação da atividade antitumoral os dois compostos apresentaram boa resposta inibitória quando comparados à primina, com inibição variando entre 60,83% e 79,81%. Os resultados para atividade antiinflamatória do composto MHQ-THP, demonstraram boas taxas de inibição, de 69,05%. Estes resultados animadores nos levaram a planejar novas modificações no composto protótipo com o objetivo de minimizar custos e facilitar a obtenção de novos derivados. Baseados nos resultados anteriores escolhemos para a proteção das hidroxilas o grupamento acetoxi, introduzido através da reação de Thiele. A avaliação qualitativa preliminar da atividade antimicrobiana para esses compostos, mostrou que as modificações implementadas não contribuíram para a atividade antimicrobiana

Page generated in 0.0484 seconds