• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1059
  • 25
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • 10
  • 6
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 1114
  • 327
  • 260
  • 259
  • 196
  • 152
  • 151
  • 150
  • 134
  • 134
  • 127
  • 126
  • 124
  • 123
  • 118
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A estrutura de financiamento brasileira e a oferta de financiamento de longo prazo ao investimento

Correa, Vanessa Petrelli 09 August 1996 (has links)
Orientador: Luis Carlos Mendonça de Barros / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia / Made available in DSpace on 2018-07-21T15:23:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Correa_VanessaPetrelli_D.pdf: 20175346 bytes, checksum: 0d38ee71820e379f80370a22441793ab (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Economia
2

Crise econômica americana dos anos 2000: análise a partir de Minsky

Diogo, Elton Vianney January 2012 (has links)
DIOGO, Elton Vianney. Crise econômica americana dos anos 2000 : análise a partir de Minsky. 2012. 48 f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-25T19:34:43Z No. of bitstreams: 1 2013_dissert_evdiogo.pdf: 2505157 bytes, checksum: a88d155a8ce7ad4221aef81bb7b37cc4 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-25T19:34:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dissert_evdiogo.pdf: 2505157 bytes, checksum: a88d155a8ce7ad4221aef81bb7b37cc4 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-25T19:34:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dissert_evdiogo.pdf: 2505157 bytes, checksum: a88d155a8ce7ad4221aef81bb7b37cc4 (MD5) Previous issue date: 2012 / The objective of this paper is to present an interpretation of the U.S. financial crisis started in 2007, analyzing the structures and processes mortgages indebtedness of U.S. households, according to the theoretical framework suggested by Hyman Minsky, using his studies Financial Instability . Featuring two important elements in the process of crisis. The first has to do with the fact that crises behave in cycles, beginning in a boom phase where the macroeconomic environment is favorable, until some exogenous event changes the scenario and the agents indebted, become insolvent. From there, in search of money to cope with shortages monetary, will liquidate its assets at ever lower prices and thus enters into the stage of collapse. The second element is related to excessive financial liberalization, ie a problem of the very structure of the financial system that has a character loosely regulated, especially with the advent of financial innovations, would contribute to weakening the whole system. The paper seeks to show, therefore, that the economic instability that occurred in the American crisis of 2007 has to do with the fragility of the financial system, as Minsky shows in their theories. / O objetivo deste trabalho é apresentar uma interpretação da crise financeira norte-americana iniciada em 2007, analisando as estruturas de financiamentos hipotecários e os processos de endividamento das famílias americanas, de acordo com o arcabouço teórico sugerido por Hyman Minsky, utilizando seus estudos da Instabilidade Financeira. Destacamos dois elementos relevantes no processo de crise. O primeiro deles tem a ver com o fato das crises se portarem em ciclos, com início em uma fase de boom onde o cenário macroeconômico é favorável, até que algum evento exógeno altera o cenário e os agentes endividados, tornam-se insolventes. A partir daí, em busca de moeda para fazer frente a situações de escassez monetária, passarão a liquidar seus ativos a preços cada vez menores e assim entra-se na fase de colapso. O segundo elemento é relacionado à excessiva liberalização financeira, ou seja, um problema da própria estrutura do sistema financeiro que ao possuir um caráter pouco regulado, especialmente com o advento de inovações financeiras, contribuiria para a fragilização de todo o sistema. A monografia procura demonstrar, portanto, que a instabilidade econômica ocorrida na crise norte-americana de 2007 tem relação com a fragilidade do sistema financeiro, como Minsky evidencia em suas teorias.
3

Financiamento público a estudantes de educação superior :um estudo sobre o artigo 170 da constituição estadual de Santa Catarina /

Russi, Eliomar, Meneghel, Stela Maria, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Educação. January 2009 (has links) (PDF)
Orientadora: Stela Maria Meneghel. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação.
4

Proposta de um modelo para determinação do prazo de carência e amortização de financiamente para capital de giro à empresa exportadora

Túlio, Sérgio Luiz January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-18T13:21:06Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T18:33:43Z : No. of bitstreams: 1 184967.pdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Na atualidade, a concessão dos financiamentos para capital de giro, bem como para qualquer outro tipo de concessão de crédito, se baseia em vários índices e quesitos empresariais mas nenhum leva em consideração direta a questão do ciclo financeiro e a geração de caixa. O presente trabalho apresenta uma proposta de cálculo para definição do tempo de carência e amortização de financiamentos destinados a inversões em capital de giro e, em especial, os financiamentos para exportações. Esse modelo leva em consideração o ciclo financeiro e a capacidade de autogeração de caixa das empresas e na prática permitirá que as mesmas determinem o prazo com um crédito compatível com a sua capacidade de pagamento e, por outro lado, se equiparem às linhas disponíveis em outros países exportadores. Trata-se, dessa maneira, de um índice composto que, de forma objetiva, define os prazos mínimos para o financiamento em inversões em capital de giro, o qual foi aplicado em nove empresas tomadoras desse tipo de financiamento na Agência do BRDE, em Curitiba na modalidade BNDES-Exim Pré-Embarque
5

Financiamento da educação publica : analise da aplicação de recursos na educação no municipio de Campinas 1986 a 1999

Wagner, Carmen Lucia Furrer Arruda 27 July 2018 (has links)
Orientador: Newton Antonio Paciulli Bryan / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-27T15:10:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Wagner_CarmenLuciaFurrerArruda_M.pdf: 1535510 bytes, checksum: 5b196b41081fb2f06f448f7d1ac5e9bf (MD5) Previous issue date: 2001 / Mestrado
6

Direito e financiamento: as transformações regulatórias na passagem do sistema financeiro da habitação para o sistema de financiamento imobiliário / Direito e financiamento: as transformações regulatórias na passagem do sistema financeiro de habitação para o sistema de financiamento imobiliário.

Aline Viotto Gomes 15 June 2015 (has links)
Lintention de cette dissertation est de comprendre comment un groupe dinstitutions, concepts et processus juridiques, régulent le financement aux logements le droit du financement aux logements qui sest transformé lors du passage du modèle régulateur centré sur le Système Financier aux Logements (SFH) en un autre dont laxe est le Système de financement Immobilier ( SFI ). Au Brésil, de 1964 jusquaux années 1990, le financement des logements a été réguler presque exclusivement au sein du SFH, lunique système spécialisé dans les crédits pour le logement dans le pays. Sous la justification de la faillite du SFH, en 1997 a été créé le SFI, une nouvelle structure de réglementation qui a commencé à opérer en parallèle au SFH. La réforme du modèle régulateur a été une partie dun contexte politique dominé par lagenda des agences internationales comme la Banque Mondiale et académiquement dominé par des théories néo-institutionnalistes (comme le recueil Law & Finance), qui conditionnait le développement du financement, dans les pays en développement, aux transformations juridiques. A partir de recherches comparatives sur les deux systèmes, cette étude à lintention didentifier et évaluer les ruptures et les continuités entre le SFH et le SFI, quant à ces objectifs, ses structures régulatrices et les mécanismes de régulation de rémunération du capital, de garantie et de règlement des dettes. Cette dissertation met en valeur le fait que le SFI a redéfini les objectifs, les mécanismes et les droits historiquement protégés par le modèle du droit du financement aux logements consolidés dans le SFH. Cela sest opéré ainsi, la transition dun système centré sur le droit social au logement pour un modèle focalisé sur les droits des créanciers et des investisseurs. Cependant, les transformations apportées par le SFI nont pas impliqué une simple substitution de lancien modèle régulateur, dans la mesure où il a incorporé sélectivement des éléments du SFH pour une consolidation dun nouveau système de financement. Dans cette transition, le droit de financement aux logements a été soumis a une nouvelle logique, se diluant dans un nouveau modèle régulateur, ici défini comme droit du financement immobilier. / O propósito desta dissertação é compreender como o conjunto de instituições, conceitos e procedimentos jurídicos que regulam o financiamento habitacional o direito do financiamento habitacional transformou-se na passagem do modelo regulatório centrado no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) para outro cujo eixo é o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). No Brasil, desde 1964 até os anos 1990, o financiamento habitacional foi regulado quase que exclusivamente no interior do SFH, único sistema especializado em crédito habitacional do país. Sob a justificativa da falência do SFH, em 1997 foi criado o SFI, um novo arcabouço regulatório que passou a operar em paralelo ao SFH. A reforma do modelo regulatório foi parte de um contexto politicamente dominado pela agenda de agências internacionais como o Banco Mundial e academicamente hegemonizado por teorias neo-institucionalistas (como a literatura Law & Finance), que condicionavam o desenvolvimento do financiamento em países subdesenvolvidos a transformações jurídicas. A partir de pesquisa comparativa sobre os dois sistemas, o estudo pretende identificar e avaliar rupturas e continuidades entre o SFH e o SFI quanto aos seus objetivos, às suas estruturas regulatórias e aos mecanismos de regulação de remuneração do capital, de garantia e de cobrança de dívidas. A dissertação argumenta que o SFI ressignificou os objetivos, mecanismos e direitos historicamente protegidos pelo modelo de direito do financiamento habitacional consolidado no SFH. Operou-se, assim, a transição de um sistema centrado no direito social à habitação para um modelo focado nos direitos dos credores e investidores. Contudo, as transformações trazidas pelo SFI não implicaram uma mera substituição do antigo modelo regulatório, na medida em que aquele incorporou seletivamente elementos do SFH para a consolidação de um novo sistema de financiamento. Nessa passagem, o direito do financiamento habitacional foi submetido a uma nova lógica, diluindo-se em um novo modelo regulatório, aqui definido como direito do financiamento imobiliário.
7

Financiamento do investimento produtivo na economia brasileira

Ribeiro, Márcio Bruno January 2006 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006. / Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-11-15T18:29:12Z No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) Previous issue date: 2006 / O presente trabalho de tese tem como objetivo investigar algumas questões relativas ao financiamento do investimento produtivo na economia brasileira. Inicialmente, são revisadas as principais teorias que tratam da intermediação financeira. Em seguida, são realizados três ensaios de caráter empírico. No primeiro deles, as relações envolvendo o sistema financeiro e as taxas de poupança e investimento são investigadas no período entre 1947 e 2004 com a finalidade de verificar se as mudanças ocorridas na atuação e estrutura do setor financeiro nacional implicaram em diferentes relações ao longo do tempo. O segundo ensaio analisa o financiamento do investimento sob a perspectiva do canal de crédito e busca evidências, para o período entre 1995 e 2005, quanto a uma possível participação do crédito bancário no seu financiamento. No terceiro ensaio, as decisões de investimento no nível das empresas do setor produtivo nacional são investigadas com ênfase no papel exercido pela disponibilidade de recursos financeiros internos. Para o período 1996 e 2005, buscam-se evidências sobre os motivos que levaram as empresas ao uso do autofinanciamento. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study attempts to investigate some questions related to the connections between investment and finance in Brazilian economy. First, we present the main theories related to financial intermediation. Then, three empirical essays are developed in the following chapters. The first essay examines the relations among financial system and the rates of saving and investment for the period 1947 – 2004. Here we investigate if those relations were characterized by different regimes related to changes in financial system’s activity and structure. The second essay investigates the empirical link between investment and finance under the credit channel view. For the period 1995 – 2005, we try to find some evidence about the role of bank loans in financing investment. In the third essay we investigate investment decisions at firm level trying to find some aspects about the important role of internal funds in financing investment. In the whole, the evidence from the essays points out some weaknesses and inefficiencies related to Brazilian financial system.
8

Banco público como agente de desenvolvimento

Redivo, André da Silva January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Economia, Florianópolis, 2012 / Made available in DSpace on 2013-06-25T22:09:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 315027.pdf: 1879546 bytes, checksum: 211831163de1b3989092884772d2c15f (MD5) / O trabalho aqui apresentado tem por objetivo analisar a atuação do BNDES no período recente, 1990/2011, frente as transformações ocorridas na economia brasileira. Para tal fim, faz-se um resgate teórico sobre financiamento e crédito no processo de acumulação e dinâmica capitalista. Os conceitos relevantes para tal fim são extraídos de autores clássicos, assim como se procura identificar incrementos a partir de novos interpretes destes. Além disso, realiza-se uma apresentação dos Bancos de Desenvolvimento. Também se busca demarcar a trajetória do Banco durante a evolução da economia brasileira, desde sua fundação. Apresentam-se, para o entendimento de sua atuação, dados operacionais do Banco, e também informações obtidas nos relatórios anuais divulgados pela instituição. Os resultados obtidos demonstram que a instituição tem seu comportamento e atuação pautados no modelo de desenvolvimento adotado pelo Estado. Neste sentido, se observou que no período conhecido como desenvolvimentista, 1952 a 1979, o BNDES atuou como agente estruturante, seja por meio de financiamento da infraestrutura, ou da indústria. Colabora com esta hipótese a análise do desempenho do Banco diante dos planos de desenvolvimento existentes ao longo do tempo. Para o período que constitui o foco deste trabalho, nota-se que o BNDES teve atuação distinta nos seguintes períodos: 1990 a 2002; e 2003 a 2011. No primeiro, marcado pela introdução do modelo liberal na economia brasileira, com abertura, privatizações e programas austeros de estabilização, o Banco deixa de atuar como instituição estruturante. Marca sua atuação, e por consequência esta nova fase, o fato do BNDES ser o gestor do processo de privatizações. Por fim, no período seguinte, 2003 a 2011, que marca a volta de um modelo desenvolvimentista, o Banco volta a ter uma postura estruturante e atuando na elaboração, gestão e agenciamento financeiro dos programas de desenvolvimento elaborados nesta nova fase.<br> / Abstract : This research aims to analyze the performance of BNDES in the recent period, 1990/2011, regarding the changes in the Brazilian economy. To this end, it is provided a theoretical backgound on finance and credit in the process of accumulation and capitalist dynamics. The relevant concepts on the matter are drawn from classical authors and their new interpreters. Moreover, this study presents the Development Bank and its trajectory during the evolution of the Brazilian economy since the Bank#s foundation. In order to understand the Bank#s operations, it is presented its operational data and the information obtained in the annual reports published by the institution. The results demonstrate that the institution has its behavior and performance guided by the model of development adopted by the State. In this sense, it was observed that in the period known as developmental, 1952 to 1979, the BNDES acted as a structuring agent, either through funding of infrastructure or industry. Collaborates with this hypothesis the analysis of the Bank's performance concerning the development plans over time. For the period that is the focus of this study, it is perceived that the BNDES had different performance in the following periods: 1990 to 2002, and 2003 to 2011. In the first period, marked by the introduction of the liberal model in the Brazilian economy, with openness, privatization and austere stabilization programs, the Bank ceases to act as a structuring institution. The fact of BNDES being the manager of the privatization process highlights its performance and, consequently, this new phase. Finally, in the following period, from 2003 to 2011, which marks the return of a developmental model, the Bank retakes its structuring posture, acting on elaboration and financial management and agency of the development programs elaborated in this new phase.
9

Sistema de poupança e emprestimos no Brasil

Schickler, Henrique January 1969 (has links)
Submitted by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2011-08-18T13:53:29Z No. of bitstreams: 1 000001642.pdf: 3024734 bytes, checksum: 236ae38e55e57265888591616457bcef (MD5) / Approved for entry into archive by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2011-08-18T13:54:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 000001642.pdf: 3024734 bytes, checksum: 236ae38e55e57265888591616457bcef (MD5) / Made available in DSpace on 2011-08-18T13:54:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000001642.pdf: 3024734 bytes, checksum: 236ae38e55e57265888591616457bcef (MD5) Previous issue date: 1969
10

Vendor como fonte de financiamento

Meurer, Ione Michels January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. / Made available in DSpace on 2012-10-20T16:01:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Este trabalho foi elaborado com o objetivo de aperfeiçoar o conhecimento sobre as fontes de financiamento disponíveis no mercado para empresas com faturamento mensal superior a R$ 1 milhão, identificando a percepção das instituições financeiras e de empresas, sediadas na região da Grande Florianópolis, que necessitam captar recursos no mercado financeiro para suprir eventuais, ou, constantes necessidades de recursos para o caixa. O objetivo maior foi identificar o que diferencia o vendor das demais fontes de financiamento tendo como base as informações obtidas pelas instituições financeiras, pesquisa bibliográfica e estudo de caso em empresa da região da Grande Florianópolis. Em um primeiro momento foi identificado, através de pesquisa bibliográfica, as fontes de financiamento apresentadas por conceituados autores. Em seguida foi feito pesquisa em instituições financeiras para identificar os produtos oferecidos para o perfil de empresa selecionada. Para complementar, foram feitas entrevistas em empresas que atendem o perfil selecionado para constatar a prática, ou seja, quais as fontes de financiamento utilizadas por elas e qual a percepção de cada uma. Com base nos dados coletados, foi possível um comparativo entre cada fonte de financiamento, destacando suas principais características, aplicação, vantagens e desvantagens segundo a visão das instituições financeiras e de empresas. Destacando que as empresas pesquisadas evitam a utilização de fontes de financiamento do sistema bancário (Hot Money, conta garantida, capital de giro, vendor e leasing) devido ao alto custo deste financiamento, buscando alternativas condizentes com o seu ramo de atividade e em instituições tais como BNDES, que oferecem produtos específicos com custo reduzido. O vendor, desconsiderando o sistema BNDES, é a fonte de financiamento que apresenta o menor custo segundo o resultado da pesquisa feita em instituições financeiras. É considerado, pelas empresas pesquisadas A e B, a melhor fonte de financiamento e também a que apresenta o menor custo. Ficou evidente a preocupação das empresas pesquisadas quanto a administração dos recursos financeiros visando sempre a excelente administração do capital de giro.

Page generated in 0.149 seconds