• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 743
  • 52
  • 2
  • Tagged with
  • 813
  • 431
  • 152
  • 129
  • 128
  • 120
  • 116
  • 106
  • 103
  • 99
  • 96
  • 91
  • 84
  • 82
  • 68
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudos de aspectos da lingua Kaiabi(Tupi)

2004 (has links)
Orientador: Lucy Seki Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem Made available in DSpace on 2017-03-28T06:09:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza, Patricia de Oliveira Borges e_M.pdf: 1693889 bytes, checksum: 427e7d8ea0d80c45a4a4cbc4edcadbcd (MD5) Previous issue date: 2004 Made available in DSpace on 2017-07-04T14:47:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza_PatriciadeOliveiraBorgese_M.pdf: 1693889 bytes, checksum: 427e7d8ea0d80c45a4a4cbc4edcadbcd (MD5) Previous issue date: 2004 Mestrado
2

As relações entre lazer, futebol e genero

2003 (has links)
Orientador: Heloisa Helena Baldy dos Reis Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica Made available in DSpace on 2017-05-25T18:19:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Moura, Eriberto Jos? Lessa de .pdf: 4918482 bytes, checksum: f6a487dd5dc245d5b12c5cac48bc0224 (MD5) Previous issue date: 2003 Made available in DSpace on 2017-06-08T12:37:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Moura_EribertoJoseLessade_M.pdf: 4918482 bytes, checksum: f6a487dd5dc245d5b12c5cac48bc0224 (MD5) Previous issue date: 2003 Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo identificar, discutir e compreender as possíveis articulações entre Lazer, Gênero e Futebol. Para tanto realizamos um breve percurso histórico social do futebol feminino no Brasil, analisamos como se processa a construção dos papéis sociais colocados para a mulher relacionando-a com o espaço de exclusão/inclusão no universo futebolístico nacional e norte-americano. Esta trajetória procurou manter-se atrelada ao desenvolvimento da formação social da mulher brasileira, observando os diferentes contextos, grupos e classes sociais que as mesmas pertencem. Utilizamos alguns autores da historiografia como Rago, Hobsbawn e de alguns autores que versam sobre as relações de gênero como Louro, Scott e Mourão, dentre outros. Realizamos um estudo de caso da extinta Equipe de Futebol Feminino do Guarani F.C., tendo sua existência ocorrida nos anos de 1983 a 1985, na cidade de Campinas, SP. Através de entrevistas concedidas por ex-atletas dessa equipe, observamos que as mesmas indicaram a sua prática no interior do futebol estava atrelada aos conteúdos do lazer. Finalizamos esta pesquisa defendendo a idéia de que o futebol é um espaço também das mulheres. Este "pedaço" se define com o direito de sua participação. Aceitamos a participação conjunta entre ambos os sexos, mas também entendemos que às particularidades da diferença deva articular um caminho para o respeito da convivência, e o respeito de uma identidade possível do gênero humano Abstract: This research aims at identifying, discussing and understanding the possible articulations between leisure, gender and football. For this purpose we have made a short tour through the social history of female football in Brazil, we've analyzed how the social roles put to women are built relating this to the inclusion/exclusion space on the Brazilia and North-American universe of football. This route has tried to keep attached to the development of the social formation of the Brazilian woman, observing the different contexts, groups and social classes to which they belong. We have used some authors from the historiography such as Rago and Hobsbawn as well as authors which deal with relations of gender like Louro, Scott and Mourão among others. We have done a case-study of the extinct female football team of the Guarani Football Club which existed ITom 1983 to 1985, in the city of Campinas in Sao Paulo. Through interviews given by the ex-athletes of this team, we've observed that they have indicated that their practice inside the football was somehow attached to contents of leisure. We end this research defending the idea that the football is also a space of women. This "bit" is defined with the right of their participation. We've accepted the joint participation of both sexes, but we also understand that the peculiarities of the differences must articulate a path for the respect of living together, and the respect for a possible identity of the human gender Mestrado Estudos do Lazer Mestre em Educação Física
3

As cores da amizade na escrita epistolar de Anita Malfatti, Oneyda Alvarenga, Henriquetta Lisboa e Mario de Andrade

2004 (has links)
Orientador: Luiza Margareth Rago Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas Made available in DSpace on 2017-03-28T04:36:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ionta, Marilda Aparecida.pdf: 1094778 bytes, checksum: 09c450fe4ac86c391763f93077a32cb3 (MD5) Previous issue date: 2004 Made available in DSpace on 2017-07-14T20:11:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ionta_MarildaAparecida_D.pdf: 1094778 bytes, checksum: 09c450fe4ac86c391763f93077a32cb3 (MD5) Previous issue date: 2004 Doutorado
4

As mulheres na escrita dos homens: representações de corpo e gênero na imprensa do Recife nos anos vinte.

2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:31:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3354_1.pdf: 1985459 bytes, checksum: e2774f3a0472bbbb7aeccf1927f0f8ce (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Como as revistas e jornais dos anos 1920, no Recife, realizaram a construção de um mundo feminino e de um mundo masculino considerados como naturais aos olhos dos contemporâneos e mesmo dos historiadores e historiadoras? Esta é a questão norteadora desta pesquisa. Os embates empreendidos na definição dos gêneros, o papel fundamental da imprensa, do cinema e da publicidade na construção de representações sociais de homens e mulheres são analisados nesta dissertação. Trabalhamos com os discursos divulgados pela imprensa, mas, também com descrições da vida urbana trazidas por memorialistas e cronistas que nos falam de muitas práticas cotidianas. A imprensa nesse período tem uma grande relevância na organização da cidade, apontando espaços para cada um dos gêneros e nomeando-os segundo o comportamento desempenhado por homens e mulheres. Controlará imagens e discurso e até desejos e ações. Tendo isto em vista, perseguimos as práticas femininas e masculinas que mobilizaram a imprensa do período. Também investigamos a cultura corporal exigida de cada gênero no Recife e os horizontes morais e sociais prescritos. A proposta então deste estudo foi contribuir para uma história das práticas de nomeação, problematizando a imprensa como uma prática cultural geradora de uma multiplicidade de representações, de nomeações e percepções do mundo e também provocadora de ações nos sujeitos envolvidos. Pois entendemos que nomear os sujeitos e o mundo é, sobretudo, instituir hierarquias e delimitações sociais
5

Relações de gênero: as formas de enunciação da identidade da mulher na mídia jornalística

2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:32:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3572_1.pdf: 2012357 bytes, checksum: 3f8342b30156c95ebf98fc13af08921a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 O presente trabalho tem por objetivo fazer uma análise enunciativo-discursiva acerca de como se constrói a identidade feminina nos discursos sobre a mulher, veiculados por diferentes esferas de atividades sociais, nos principais jornais de quatro capitais da região nordeste, mais especificamente no espaço destinado a matérias de opinião. Considerando que o jornal, ao conceder espaço para a veiculação de diferentes opiniões que expressam os acentos apreciativos de tais esferas, dá visibilidade a estas esferas, possibilitando que as mesmas exponham seus pontos de vistas, informem e formem a opinião pública, foram também analisadas as questões éticas implicadas nos sentidos produzidos nos discursos que têm como eixos temáticos norteadores, os atos éticos dignidade, justiça e liberdade. Os corpora foram constituídos por noventa e sete textos entre editoriais e textos de opinião publicados em seis jornais de quatro capitais da Região Nordeste, sendo dois de Recife - PE (Diário de Pernambuco e Jornal do Commercio), dois de João Pessoa - PB (O Norte e Correio da Paraíba), um de Maceió - AL (Gazeta de Alagoas) e um de Fortaleza - CE (Diário do Nordeste). Foram selecionados aqueles textos que tratam diretamente da temática feminina na data de comemoração do Dia Internacional da Mulher. Estes textos foram classificados e distribuídos em oito variáveis: Esfera da Política (T1), Esfera Jornalística (T2), Esfera Acadêmica (T3), Esfera Jurídica (T4), Esfera Religiosa (T5), Esfera do Senso Comum (T6), Esfera dos Movimentos Sociais (T7) e Esfera da Saúde (T8). Os corpora dessas variáveis, submetidos a um processamento estatístico-matemático informatizado (Programa STABLEX), foram descritos e interpretados por abordagens quantiqualitativas: (1) Método de Análise Lexical, Textual e Discursivo de Camlong (1996), (2) Teoria Filosófica-Dialógica Bakhtiniana, incluindo conceitos como Ato Ético, Dialogismo, Acento Apreciativo; e (3) abordagens teóricas acerca das relações de Gênero e de Identidade. Conclui-se que as esferas de atividades sociais analisadas constroem uma dupla identidade para a mulher: (1) a da mulher emancipada, que é reconhecida por sua força e coragem nas conquistas de seus direitos, nas suas lutas para mudar as desigualdades entre os sexos. Há o reconhecimento de sua ascensão, cada vez maior no mercado de trabalho, sendo caracterizada como ativa, participativa, dinâmica, autônoma, independente do sexo oposto, protagonista de suas próprias ações. Ainda assim, destacando-se as características opostas às do homem, as quais limitam sua atuação no espaço público. E uma outra identidade (2): a da mulher vitimizada, tanto pelos atos de violência masculina de força física como simbólica. A oposição ao homem ocorre no campo da política, no aspecto moral de conduta e ação. Ao mesmo tempo a política é apontada como um espaço não adequado para a mulher em decorrência de suas qualidades morais, fazendo retornar ao lar, onde sua moral estaria preservada. A conquista da liberdade configura, para a mulher, a sua autonomia em relação às suas próprias escolhas. A identidade da mulher é construída, pois, no embate dialógico de acentos apreciativos que ora configuram imagens femininas antagônicas, ora se complementam, na medida em que estas imagens compõem a própria heterogeneidade da identidade da mulher que está sendo construída. Concluise também que o jornal age eticamente ao promover a discussão entre as diversas posições axiológicas construídas nas diferentes esferas; posições que ora convergem ora divergem do caminho que a mulher tem percorrido para a constituição de sua identidade na sociedade
6

Famílias e escritas: a prática discursivas dos literatos e as relações familiares em Teresina nas primeiras décadas do século XX

2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:33:28Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7829_1.pdf: 1408515 bytes, checksum: 238a15de87be45e9c0ea61aee527cef3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 Este trabalho analisa a produção discursiva de um grupo de intelectuais piauienses que, durante o século XX, orientaram sua escrita para uma ação modernizadora das noções de família e de gênero. O principal argumento se organiza em torno da tese de que esta produção discursiva buscava oferecer parâmetros culturais que favorecessem, por um lado, o rompimento com uma mentalidade rural, fundada na oralidade, e, por outro, o surgimento de novas práticas sociais, lastreadas numa relação estreita com a cultura escrita, com as sociabilidades citadinas e com a escola. Trata-se, portanto, de um estudo sobre o esforço discursivo dos literatos piauienses para, nas primeiras décadas do século XX, redefinirem as identidades de gênero e as relações familiares, possibilitando uma nova maneira de relação entre a sociedade piauiense e o mundo da cultura escrita
7

Relações de gênero: as formas de enunciação da identidade da mulher na mídia jornalística

2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:33:12Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3776_1.pdf: 2012357 bytes, checksum: 3f8342b30156c95ebf98fc13af08921a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 O presente trabalho tem por objetivo fazer uma análise enunciativo-discursiva acerca de como se constrói a identidade feminina nos discursos sobre a mulher, veiculados por diferentes esferas de atividades sociais, nos principais jornais de quatro capitais da região nordeste, mais especificamente no espaço destinado a matérias de opinião. Considerando que o jornal, ao conceder espaço para a veiculação de diferentes opiniões que expressam os acentos apreciativos de tais esferas, dá visibilidade a estas esferas, possibilitando que as mesmas exponham seus pontos de vistas, informem e formem a opinião pública, foram também analisadas as questões éticas implicadas nos sentidos produzidos nos discursos que têm como eixos temáticos norteadores, os atos éticos dignidade, justiça e liberdade. Os corpora foram constituídos por noventa e sete textos entre editoriais e textos de opinião publicados em seis jornais de quatro capitais da Região Nordeste, sendo dois de Recife - PE (Diário de Pernambuco e Jornal do Commercio), dois de João Pessoa - PB (O Norte e Correio da Paraíba), um de Maceió - AL (Gazeta de Alagoas) e um de Fortaleza - CE (Diário do Nordeste). Foram selecionados aqueles textos que tratam diretamente da temática feminina na data de comemoração do Dia Internacional da Mulher. Estes textos foram classificados e distribuídos em oito variáveis: Esfera da Política (T1), Esfera Jornalística (T2), Esfera Acadêmica (T3), Esfera Jurídica (T4), Esfera Religiosa (T5), Esfera do Senso Comum (T6), Esfera dos Movimentos Sociais (T7) e Esfera da Saúde (T8). Os corpora dessas variáveis, submetidos a um processamento estatístico-matemático informatizado (Programa STABLEX), foram descritos e interpretados por abordagens quantiqualitativas: (1) Método de Análise Lexical, Textual e Discursivo de Camlong (1996), (2) Teoria Filosófica-Dialógica Bakhtiniana, incluindo conceitos como Ato Ético, Dialogismo, Acento Apreciativo; e (3) abordagens teóricas acerca das relações de Gênero e de Identidade. Conclui-se que as esferas de atividades sociais analisadas constroem uma dupla identidade para a mulher: (1) a da mulher emancipada, que é reconhecida por sua força e coragem nas conquistas de seus direitos, nas suas lutas para mudar as desigualdades entre os sexos. Há o reconhecimento de sua ascensão, cada vez maior no mercado de trabalho, sendo caracterizada como ativa, participativa, dinâmica, autônoma, independente do sexo oposto, protagonista de suas próprias ações. Ainda assim, destacando-se as características opostas às do homem, as quais limitam sua atuação no espaço público. E uma outra identidade (2): a da mulher vitimizada, tanto pelos atos de violência masculina de força física como simbólica. A oposição ao homem ocorre no campo da política, no aspecto moral de conduta e ação. Ao mesmo tempo a política é apontada como um espaço não adequado para a mulher em decorrência de suas qualidades morais, fazendo retornar ao lar, onde sua moral estaria preservada. A conquista da liberdade configura, para a mulher, a sua autonomia em relação às suas próprias escolhas. A identidade da mulher é construída, pois, no embate dialógico de acentos apreciativos que ora configuram imagens femininas antagônicas, ora se complementam, na medida em que estas imagens compõem a própria heterogeneidade da identidade da mulher que está sendo construída. Concluise também que o jornal age eticamente ao promover a discussão entre as diversas posições axiológicas construídas nas diferentes esferas; posições que ora convergem ora divergem do caminho que a mulher tem percorrido para a constituição de sua identidade na sociedade
8

Derrubando mitos - Alfonsina Storni e a reconstrução da identidade feminina no início do século XX

2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:33:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3989_1.pdf: 417723 bytes, checksum: fa80980d60d8fa64ca8fde1bb6076ba0 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Entre os séculos XIX e XX, a sociedade argentina vivenciou um período de mudanças em diversos setores. Dentro das praticas culturais, a modernidade proporcionou a diminuição do analfabetismo, mudanças na estrutura dos jornais e revistas (que agora também eram lidos pelas massas urbanas) e a profissionalização do ato de escrever poemas e romances. No entanto, estas alterações não afetavam de maneira igual aos homens e mulheres. Entre estas, poucas tinham acesso a universidade, suas leituras eram vigiadas e escrever ainda era um ato que colocaria em perigo a honra da mulher. Apesar destas dificuldades, alguns nomes femininos começaram a surgir: Victoria Ocampo, Nydia Lamarque, Norah Lange e Alfonsina Storni. Nossa pesquisa tem como foco a poesia de Alfonsina Storni, por conta de sua capacidade de transgressão. Membro de uma família de imigrantes arruinados, Storni lutou contra as adversidades econômicas e conseguiu se formar como professora. Feminista confessa, criou sozinha seu filho na cidade de Buenos Aires, onde começou a escrever versos e crônicas que denunciavam as injustiças sexogenêricas do patriarcalismo. Na vertente de combate de sua obra poética podemos ler o chamado da modernidade e do feminismo para uma consciência mais ampla das mulheres, suas conquistas de trabalho, sua presença no espaço público e as alterações no lar. Ainda podemos encontrar na poesia de Storni uma expressão nova do erotismo feminino dentro da literatura argentina. Na sua poesia, fala abertamente do desejo carnal, do amor livre, gravidez, menopausa e inversão dos papéis usuais na conquista amorosa. Por sua ousadia foi vítima de vários preconceitos e sua obra permaneceu negligenciada durante décadas. Alguns estudos estão sendo feitos por pesquisadoras na Argentina e EUA, mas ainda não podemos encontrar um estudo mais aprofundado de sua obra poética
9

O gênero textual dissertação : um caso de referenciação anafórica

2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:35:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7559_1.pdf: 733589 bytes, checksum: d414a500c746aec02fff4eaf5cf78bbb (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 Este trabalho, O gênero textual dissertação: um caso de referenciação anafórica, inserese nos estudos da Lingüística Textual, tendo como linhas de investigação a teoria dos gêneros textuais e a referenciação anafórica. No que diz respeito aos gêneros textuais, utilizamos como apoio teórico Bakhtin (2000 e 2002); Marcuschi (2000), (2002), (2005); Koch (1999), (2002), (2004 a,b,c); Bronckart (2003), entre outros. Quanto à questão da referenciação, tomamos Cavalcanti et al (2003); Figueiredo (2003); Koch et al (2005) entre outros. A nossa hipótese de trabalho é que o aluno, ao construir seu texto dissertativo, utiliza recursos de natureza referencial, de natureza anafórica, para constituir o gênero. É nosso objetivo tentar contribuir para que a discussão a respeito da produção textual na escola seja mais produtiva, a fim de que o professor mantenha um olhar mais atento ao texto do aluno, investigando-o não só a partir de recursos léxico-gramaticais, mas também a partir de aspectos sócio-cognitivos de natureza anafórica, bem como através da noção de gênero de texto. Trabalhamos com três unidades de ensino e nelas recolhemos as redações que serviram de objeto para nossa análise; utilizamos questionários sócio-econômicos e culturais para os alunos, e um questionário de natureza pedagógica direcionado aos professores, a fim de embasar melhor as nossas propostas. Os resultados revelam que alunos apresentam, em suas dissertações escolares, recursos de natureza referencial. Esses recursos são fundamentais para a constituição da argumentação. Esperamos que este trabalho contribua para que, na escola, mais especificamente na sala de aula, o professor de língua materna amplie o seu universo quanto ao uso da referência e da referenciação como um dos aspectos da textualidade
10

O seminário: um evento de letramento escolar

2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:37:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8416_1.pdf: 3159952 bytes, checksum: 811ae127c5a4d899b944d74d14465927 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco O objetivo do presente trabalho é apresentar um estudo qualitativo sobre o seminário e o contexto em que se realiza, reconhecendo-o como um evento comunicativo e de letramento recorrente, inserido nas práticas escolares, envolvendo além da linguagem outras modalidades de representação e comunicação. Trata-se de uma investigação de natureza exploratória e limitada à observação, descrição e análise de seminários produzidos em salas de aula de Ensino Fundamental e Médio de uma escola pública federal e de questionários aplicados a alunos e professores da instituição. Essas observações e questionários servem de base para a análise etnográfica do evento seminário. Os resultados mostram que o seminário que se realiza hoje na educação básica apresenta diferenças nos propósitos, no contexto e no comportamento lingüístico dos seus participantes em relação ao mesmo fenômeno nomeado, caracterizado e estudado no âmbito da Lingüística e da Educação à luz dos seminários acadêmicos de nível superior. A análise revela como é insuficiente abordar o seminário de forma estreita diante da complexidade das relações entre seus elementos constitutivos, e procura desvendar aspectos ainda pouco explorados no seminário, como a questão dos múltiplos letramentos nele presentes. Conhecer melhor esse evento ajudará a não reduzi-lo, no âmbito da sala de aula, a um mero instrumento de avaliação ou de transmissão de conteúdos curriculares

Page generated in 0.0513 seconds