• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 81
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 87
  • 19
  • 18
  • 10
  • 10
  • 10
  • 8
  • 8
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Modelo estequiometrico de cooperatividade

Bispo, Jose Ailton Conceição 15 March 2002 (has links)
Orientador: Carlos Francisco Sampaio Bonafe / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-06T19:53:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bispo_JoseAiltonConceicao_M.pdf: 1184622 bytes, checksum: 37c53eff050e5cf8e541c3c1bea04d8c (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Cooperatividade e alosterismo são fenômenos centrais na regulação de processos bioquímicos e têm sido investigados de maneira mais intensa em hemoglobinas de vertebrados. Neste trabalho é proposto o modelo estequiométrico de cooperatividade para proteínas em geral o qual se baseia na aplicação de processos multireacionais envolvendo a participação de ligantes e efetores tais como prótons. Para hemoglobinas, o grau de cooperatividade alcançado por estas proteínas é associado ao estado de protonação, ao número de ligantes acoplados, ao grau de dissociação e ao ambiente externo às mesmas. A assimetria e o índice de efeito são redefinidos e propostos como importantes parâmetros para a caracterização de sistemas cooperativos. Este modelo está em acordo com os resultados experimentais e permite previsões das propriedades das hemoglobinas humana e de serpente em diferentes condições, esta última apresentando um mecanismo de dissociação muito diferenciado. Em contraste, o clássico modelo dos dois estados e o modelo de três estados de cooperatividade mostraram algumas limitações acerca das propriedades de hemoglobinas indicando, desta forma, que suas propostas para explicar os acoplamentos cooperativos nestas proteínas baseado em transições conjuntas sem a participação do ligante pode não representar o mecanismo real de reação. Outros modelos mais recentes, que incorporam tais conceitos são, também, mostrados aqui sofrerem das mesmas limitações / Abstract: Cooperativity and allosterism are central phenomena in the regulation of biochemical pathways, and have been investigated most intensely in vertebrate hemoglobins. It is proposed in this work the stoichiometric model of cooperativity for proteins in general based on the thermodynamic application of a multiple reaction process involving participation of the ligand and effectors such as protons. In hemoglobins, the degree of cooperativity reached by a protein is related to the extent of protonation, the number of coupled ligands, the degree of dissociation and the protein environment. A redefmed asymmetry and an effect index are proposed as important parameters for the characterization of cooperative systems. This model agrees with the experimental data and allows prediction of the properties of mammalian and snake hemoglobins. Under different conditions, the latter having a very unusual pattem of dissociation. ln contrast, the classic two-state and the three-state models of cooperativity show large discrepancies, even for the most elementary experimental data on the properties of hemoglobin, thus indicating that their proposed concerted transitions to explain cooperative coupling in this protein should not represent the only possible mechanism of binding. Other more recent models that incorporate such concepts are also shown here to express similar constraints to they application / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Biologia Funcional e Molecular
2

Hemoglobina gigante de Glossoscolex paulistus (Dligochaeta, Glossoscolecidae) : efeito de cations divalentes e agentes desnaturantes

Marques, Mariza Boscacci 07 February 1992 (has links)
Orientador : Nilce Correa Meirelles / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:26:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marques_MarizaBoscacci_M.pdf: 2579138 bytes, checksum: c066ef8122b3a68af55b3a456800c50c (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: A hemoglobina gigante, extracelular de Glossoscolex paul istus apresenta uma massa molecular de 3 x 10 Da que se precipitação por (NH4 )250 4 , optando-se pelo primeiro para a execução dos experimentos. A apoproteína foi obtida e reconstituída na presença de hemina, observando-se estequiometria nesta ligação. Também estudamos o efeito dos íons di valentes Ca ++, Mg++ e Mri ++ sobre a afinidade da proteína pelo oxigênio tendo-se observado aumento de P50- pressão parcial de O2 para saturar 50 % dos sítios de ligação, dependente da concentração dos cátions e mudança na cooperatividade. Em presença de agentes desnaturantes (temperatura, álcalis e uréia) foram obtidos parâmetros cinéticos como K e t . d ½ Os experimentos de transição ácido-alcalina demonstraram a multiplicidade de populações da proteína na forma férrica / Abstract: The giant extracell ular hemoglobin of Glossoscolex paulistus has a molecular weight of 3 x 106 Da. Visualized by electron microscopy, the Glossoscolex paulistus hemoglobin presents two hexagonal superimposed disks In the present study, we compared two different methods of purification for this protein: ultracentrifugation and ammonium sulfate precipitation. Using the purified protein obtained by ultracentrifugation, functional and physico-chemical properties were studied. The apoprotein was obtained and reconsti tuted in the presence of hemin and a stoichiometric relation was observed for this reaction. We also studied the effects of divalent ions such as Ca++, Mg++ e Mn++ on the protein-oxygen affinity. An increase in P50 and also changes in cooperativity were observed in dependance of the cations concentration. Kinetic parameters as Kd and t 1/2 were obtained in the presence 01 denaturing agents (temperature, a1cali and urea). The experiments of the acid-a1cali transition showed the multiplicity of the protein-population in its ferric formo / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Ciências Biológicas
3

Estudos de alterações conformacionais em hemoglobinas de anfibios

Vieira, Helio Frota 15 July 2018 (has links)
Orientador: Aldo Focesi Jr / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-15T08:17:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_HelioFrota_M.pdf: 1367326 bytes, checksum: 414d5d442623af9b4b0369b0c1bd2080 (MD5) Previous issue date: 1978 / Resumo: A caracterização das hemoglobinas do anuro Bufo paracnemis mostrou a existencia de dois componentes que por cromatografia em CM-celulose são eluidos em ph 6,8 e /,/ usando-se, para a eluição, tampão fosfato 0,01M. Esses componentes, corresponden a 30 e 70% do hemolisado total, respectivamente. O efeito Bohr encontrado para o hemolisado total dessas hemoglobinas foi de -0,08 para a isenta de íons e 0,07 quando na presença de ATP 10-3M ¿Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Bufo paracnemis haemoglobins analysed by CM-cellulose chromatography presented two components which were eluted in ph 6.0 and 7.7 in the proportion of 30% and 70% of the total hemolisate respectively...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
4

Propriedades funcionais e conformacionais de hemoglobinas de Pipa pipae

Vieira, Helio Frota 16 July 2018 (has links)
Orientador: Aldo Focesi Junior / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-16T20:11:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_HelioFrota_D.pdf: 3347626 bytes, checksum: f3808f8662ae40b47736d26baf219071 (MD5) Previous issue date: 1980 / Resumo: A caracterização de três dos quatro componentes das hemoglobinas de Pipa pipae obtidos pela cromatografia em DEAE-sephadex mostrou que os três componentes bem como o hemolisado de eritrócitos apresentam uma afinidade pelo oxigênio na ordem de 4 mm de Hg quando em tampão bis-tris lactato 0,05M pH 7.0. A afinidade dessas moléculas pelo ligante CO apresenta uma afinidade 50 vezes maior que a apresentada pelo oxigênio e o efeito Bohr estudado nos equilíbrios com CO mostra-se praticamente nulo nas hemoglobinas isentas de cofatores e um aumento desse efeito para ¿ 0,3 é encontrado quandona presença de ATP ¿10 POT. ¿3¿M, sugerindo a existência de sítios de fosfato nos três componentes estudados. A cinética de desnaturação por benzoato de sódio 1M e uréia 7M mostra existir uma grande resistência da molécula quando isenta de cofatores e existir sensibilidade quando em presença do efetor alostérico. Com o agente desnaturante SDS a 1%, tanto a forma oxi como a forma deoxi se comportam de maneira semelhante à deoxihemoglobina humana, que sofre desnaturação de 20% das moléculas com esse tratamento, ao contrário da oxihemoglobina humana, que desnatura cerca de 80% das moléculas. Suspeitando ser as hemoglobinas de Pipa pipae estabilizadas na forma T (do modelo MWC) mesmo após a saturação, foi estudado seu comportamento frente ao ligante CO dentro dos parâmetros do esquema de Adair calculando-se as constantes intrínsecas de associação... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Three out of the four components of hemoglobin of Pipa pipae, obtained by DEAE-sephadex chromatography, were studied. The three components and the whol hemolisated showed an oxygen affinity around 4mm of HG when in bis-0,05M bis-tris-lactant buffer pH 7,0. the affinity of the molecules to CO binding is 50 times greater than that of the oxygen, the Bohr effect, studied in CO equilibria is, in practice, equal to zero in hemoglobins without cofactors. An increase of that effect of zero to ¿0,3 is observed in the presence of ¿10 POT. ¿3¿M of ATP, which indicates the existence of phosphate sites in the three components. The kinetics of denaturation by 1 M sodium benzoate and 7 M urea shows that there is a strong resistance of the stripped molecule to denaturation and there is sensibility when in the presence of the allosteric effector. With the denaturating agent SDS (1%) where both the oxy form and the deoxy form behave as the human deoxyhemoglobin which shows denaturation of 20% of the molecules, with the same treatment. Supposing that the hemoglobins of Pipi pipae are estabilezed in the T form (MWC model) even after te saturation, their behavior in the presence of the CO ligands was studied according to Adair¿s theory... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Doutorado / Doutor em Ciências Biológicas
5

Avaliação do efeito da uremia em diferentes métodos de determinação da A1c em pacientes com e sem Diabetes mellitus

Guimarães, Alexandre Costa January 2015 (has links)
O diabetes mellitus (DM) é definido como um conjunto de doenças metabólicas caracterizadas por hiperglicemia e está associada a complicações, disfunções e insuficiência de múltiplos órgãos, especialmente, rins, coração, cérebro, vasos sanguíneos e olhos. A doença renal do diabetes (DRD) é uma das mais relevantes complicações. Nas últimas décadas, a nefropatia diabética se tornou a principal causa da fase final da doença renal no mundo ocidental. Para auxiliar no monitoramento e controle glicêmico dos pacientes com DM existem técnicas laboratoriais que medem as proteínas glicadas, entre elas a hemoglobina glicada (A1c). Um aumento do nível de A1c tem sido relatado em pacientes sem DM com insuficiência renal, independente da glicemia, e apesar do menor tempo de vida dos eritrócitos nestes pacientes. Várias hipóteses foram formuladas para explicar esse fato e de acordo com alguns investigadores, o aumento na A1c em pacientes sem DM com doença renal foi atribuído principalmente à carbamilação de hemoglobina. O estado urêmico pode afetar a acurácia da determinação de A1c, através da modificação da hemoglobina, formando um composto carbamilado que eleva os resultados de A1c nos métodos com base em separação iônica ou HPLC. No entanto existem controvérsias na literatura sobre o efeito da uremia nos níveis de A1c determinados pelos diferentes métodos disponíveis. Apesar disso, A1c é utilizada para o monitoramento da glicemia em pacientes com DRD. Contudo, há necessidade de uma definição se a uremia interfere ou não nos diferentes métodos para dosagem de A1c, visando garantir a qualidade final e interpretação correta dos resultados de A1c em pacientes uremicos, sendo eles diabéticos ou não diabéticos. Neste trabalho avaliamos quatro métodos diferentes de determinação de A1c: equipamento Variant II Turbo – HPLC por troca iônica, Tosoh A1c 2.2 – HPLC por troca iônica, Advia 1800 – Imunoturbidimetria e Capillarys 2 Flex Piercing - Eletroforese capilar. Nossos resultados mostraram que em amostras de pacientes sem DM não há interferência da uremia ou hemoglobina carbamilada, porem em amostras de pacientes com DM, a uremia interfere nos resultados de A1c principalmente em amostras com níveis de A1c mais elevados. Portanto a utilização do teste de A1c no monitoramento da glicose nos pacientes com DM e com uremia deve ser realizada com cautela, pois os métodos avaliados podem superestimar os valores de A1c nesses pacientes.
6

Avaliação do efeito da uremia em diferentes métodos de determinação da A1c em pacientes com e sem Diabetes mellitus

Guimarães, Alexandre Costa January 2015 (has links)
O diabetes mellitus (DM) é definido como um conjunto de doenças metabólicas caracterizadas por hiperglicemia e está associada a complicações, disfunções e insuficiência de múltiplos órgãos, especialmente, rins, coração, cérebro, vasos sanguíneos e olhos. A doença renal do diabetes (DRD) é uma das mais relevantes complicações. Nas últimas décadas, a nefropatia diabética se tornou a principal causa da fase final da doença renal no mundo ocidental. Para auxiliar no monitoramento e controle glicêmico dos pacientes com DM existem técnicas laboratoriais que medem as proteínas glicadas, entre elas a hemoglobina glicada (A1c). Um aumento do nível de A1c tem sido relatado em pacientes sem DM com insuficiência renal, independente da glicemia, e apesar do menor tempo de vida dos eritrócitos nestes pacientes. Várias hipóteses foram formuladas para explicar esse fato e de acordo com alguns investigadores, o aumento na A1c em pacientes sem DM com doença renal foi atribuído principalmente à carbamilação de hemoglobina. O estado urêmico pode afetar a acurácia da determinação de A1c, através da modificação da hemoglobina, formando um composto carbamilado que eleva os resultados de A1c nos métodos com base em separação iônica ou HPLC. No entanto existem controvérsias na literatura sobre o efeito da uremia nos níveis de A1c determinados pelos diferentes métodos disponíveis. Apesar disso, A1c é utilizada para o monitoramento da glicemia em pacientes com DRD. Contudo, há necessidade de uma definição se a uremia interfere ou não nos diferentes métodos para dosagem de A1c, visando garantir a qualidade final e interpretação correta dos resultados de A1c em pacientes uremicos, sendo eles diabéticos ou não diabéticos. Neste trabalho avaliamos quatro métodos diferentes de determinação de A1c: equipamento Variant II Turbo – HPLC por troca iônica, Tosoh A1c 2.2 – HPLC por troca iônica, Advia 1800 – Imunoturbidimetria e Capillarys 2 Flex Piercing - Eletroforese capilar. Nossos resultados mostraram que em amostras de pacientes sem DM não há interferência da uremia ou hemoglobina carbamilada, porem em amostras de pacientes com DM, a uremia interfere nos resultados de A1c principalmente em amostras com níveis de A1c mais elevados. Portanto a utilização do teste de A1c no monitoramento da glicose nos pacientes com DM e com uremia deve ser realizada com cautela, pois os métodos avaliados podem superestimar os valores de A1c nesses pacientes.
7

Avaliação do efeito da uremia em diferentes métodos de determinação da A1c em pacientes com e sem Diabetes mellitus

Guimarães, Alexandre Costa January 2015 (has links)
O diabetes mellitus (DM) é definido como um conjunto de doenças metabólicas caracterizadas por hiperglicemia e está associada a complicações, disfunções e insuficiência de múltiplos órgãos, especialmente, rins, coração, cérebro, vasos sanguíneos e olhos. A doença renal do diabetes (DRD) é uma das mais relevantes complicações. Nas últimas décadas, a nefropatia diabética se tornou a principal causa da fase final da doença renal no mundo ocidental. Para auxiliar no monitoramento e controle glicêmico dos pacientes com DM existem técnicas laboratoriais que medem as proteínas glicadas, entre elas a hemoglobina glicada (A1c). Um aumento do nível de A1c tem sido relatado em pacientes sem DM com insuficiência renal, independente da glicemia, e apesar do menor tempo de vida dos eritrócitos nestes pacientes. Várias hipóteses foram formuladas para explicar esse fato e de acordo com alguns investigadores, o aumento na A1c em pacientes sem DM com doença renal foi atribuído principalmente à carbamilação de hemoglobina. O estado urêmico pode afetar a acurácia da determinação de A1c, através da modificação da hemoglobina, formando um composto carbamilado que eleva os resultados de A1c nos métodos com base em separação iônica ou HPLC. No entanto existem controvérsias na literatura sobre o efeito da uremia nos níveis de A1c determinados pelos diferentes métodos disponíveis. Apesar disso, A1c é utilizada para o monitoramento da glicemia em pacientes com DRD. Contudo, há necessidade de uma definição se a uremia interfere ou não nos diferentes métodos para dosagem de A1c, visando garantir a qualidade final e interpretação correta dos resultados de A1c em pacientes uremicos, sendo eles diabéticos ou não diabéticos. Neste trabalho avaliamos quatro métodos diferentes de determinação de A1c: equipamento Variant II Turbo – HPLC por troca iônica, Tosoh A1c 2.2 – HPLC por troca iônica, Advia 1800 – Imunoturbidimetria e Capillarys 2 Flex Piercing - Eletroforese capilar. Nossos resultados mostraram que em amostras de pacientes sem DM não há interferência da uremia ou hemoglobina carbamilada, porem em amostras de pacientes com DM, a uremia interfere nos resultados de A1c principalmente em amostras com níveis de A1c mais elevados. Portanto a utilização do teste de A1c no monitoramento da glicose nos pacientes com DM e com uremia deve ser realizada com cautela, pois os métodos avaliados podem superestimar os valores de A1c nesses pacientes.
8

Ação de efetores alostericos sobre hemoglobinas de animais de diferentes especies

Focesi Junior, Aldo, 1933-2001 21 July 2018 (has links)
Tese (livre-docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-21T16:42:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 FocesiJunior_Aldo_LD.pdf: 1322385 bytes, checksum: 096d28181f17e7e4718b12efc1a60f6c (MD5) Previous issue date: 1980 / Resumo: Os estudos de equilíbrio e cinética de hemoglobinas de diferentes espécies animais levaram as seguintes conclusões: 1-Hemoglobinas de anfíbios de duas espécies Bufo paracnemis (Bufonidae) de habitat terrestre e Pipa carvalhoi (Pipidae) aquático, mostraram respectivamente efeito Bohr muito baixo na ausência de cofatores. Na presença de ATP a hemoglobina de Bufo paracnemis não apresenta alteração deste efeito, enquanto que aquelas de Pipa carvalhoi mostram aumento substancial pelo nucleotídeo. 2-Estudos de equilíbrio e cinética de hemoglobina de duas serpentes da mesma família (Colubridae) : Helicops modestus , aquática e Liophis miliaris semi-aquática, mostraram efeito Bohr muito baixo na hemoglobina da primeira e efeito ponderável naquela de Liophis miliaris. 0 ATP produz grande efeito nas hemoglobinas de ambas as espécies mormente na mais terrestre. Os dados cinéticos estão de acordo com os dados do equilíbrio. 3-Estudos de equilíbrio e cinética dos quatro componentes de hemoglobina do peixe Pterygoplichthys pardalis mostraram que eles podem ser divididos em dois grupos funcionais distintos: um primeiro (componente I) com pequeno efeito Bohr reverso na ausência de ATP e grande efeito Bohr normal na sua presença. Por outro lado o segundo grupo com os componentes II, III, IV com comportamento semelhantes entre si, mostra efeito Bohr normal mais evidente em pH baixo, efeito que não se altera por ATP. 4-Os resultados no caso dos anfíbios e répteis estudados, são consistentes com uma relação íntima entre o habitat ou a taxa metabólica dos animais e a disponibilidade de oxigênio do meio. No caso do peixe a complementaridade de função dos diferentes componentes da hemoglobina é discutida. 5-Foi proposto um efetor alostérico abundante em glóbulos vermelhos de animais, o NADPH. Estudos de equilíbrios com oxigênio demonstram sua eficiência como efetor de hemoglobina humana. A ligação hemoglobina-NADPH foi analisada espectrofluorimetricamente / Abstract: Equilibrium and kinetic studies of hemoglobin from diffrent animal species allow us to the following conclusions: Hemoglobins from two amphibiam species Bufo paracnemis, with terrestrial habitat and Pipa carvalhoi an acquatic animal, showed Bohr effect very low, closed to zero. In the presence of ATP, Bufo paracnemis hemoglobins still did not present Bohr effect whereas those of Pipa carvalhoi showed a definitive increase in such effect by the nucleotide. Equilibrium and kinetic studies of hemoglobins from two water-snakes of the same family (Colubridae): Helicops modestus, aquatic and Liophis miliaris semi-aquatic, showed a resonable Bolir effect only in the less acquatic species and absence in that of H. modestus. The ATP however induces a remarkable effect in both snake's hemoglobins, mainly in the terrestrial one. The kinetic data are in aggreement with those of equilibrium. Equilibrium and kinetic studies of four hemoglobin components from Pterygoplichthys pardalis, an amazon catfish, allow us to separate in two groups of components, with different functional properties: the first (component I) with small Bohr effect which increases with ATP, and the second group (components II, III and IV) which, instead showed a very large normal Bohr effect that does not change by ATP. The components from the second group arc funotionaly simitar. The results found with the amphibia and reptiles studies are consistent with a relationship between either the habitat or the metabolic rate of the animals and the oxygen disposability of the ambient. Concerning to the fish it was possible to discuss the complementarity of the component functions. It was proposed as alosteric effector, NADPII, abundant it animal red cells. The equilibrium studies with oxygen showe its eficiency on human hemoglobin. The hemoglobin-NADPH binding was also analysed by spectrofluorimetry / Tese (livre-docencia) - Univer / Livre-Docente em Bioquimica
9

Condições maternas interferentes nas concentrações plasmaticas da gonadotrofina corionica e lactogenio placentario no primeiro trimestre de gravidez

Sollero, Celina de Paula Azevedo 06 December 1996 (has links)
Orientador: Jesse de Paula Neves Jorge / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-21T21:35:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sollero_CelinadePaulaAzevedo_D.pdf: 3949620 bytes, checksum: 6f7cdfc8912d5039d8dbe3c676068889 (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Partindo de estudos epidemiológicos que demonstraram haver associações entre baixo peso ao nascer, hipertrofia placentária e hipertensão arterial na vida adulta, nós estudamos um grupo de mulheres no primeiro trimestre da gestação, para verificar se existem indícios de interferências entre as condições maternas e a função placentária. Analisamos as relações entre o hormônio gonadotrófico coriônico e o hormônio lactogênio placentário e idade materna, paridade, índice de massa corpórea, pressão arterial, hemoglobina materna, hematócrito, volume corpuscular médio, contagem de glóbulos vermelhos, ferro, ferritina, capacidade total de ligação do ferro, 2,3-difosfoglicerato, carbóxihemoglobina, pressão parcial do oxigênio para a hemoglobina saturada em 50%, pressão parcial do hidrogênio, pressão parcial do oxigênio, pressão parcial do dióxido de carbono e saturação do oxigênio. Encontramos diferenças significativas entre fumantes e não fumantes com relação ao hormônio gonadotrófico coriônico, hematócrito, volume corpuscular médio, ferro e carbóxihemoglobina. Encontramos ainda correlações entre o hormônio gonadotrófico coriônico, e o índice de massa corpórea, a hemoglobina, o hematócrito e a carbóxihemoglobina, para o grupo total de gestantes. Entre as não fumantes o hormônio gonadotrófico coriônico se correlacionou negativamente com a pressão sistólica. O hormônio lactogênio placentário se correlacionou com a pressão sistólica. Entre as não fumantes o hormônio lactogênio placentário se correlacionou com a pressão parcial do oxigênio e a saturação do oxigênio. Concluímos que as condições maternas tem interferência na concentração plasmática dos hormônios placentários já no primeiro trimestre da gestação. / Abstract: Several studies have shown a relationship between low birth weight, large placental size and high blood pressure in adult life. Large placentas, were reported to be associated with maternal anaemia at the time of delivery. We studied a group of pregnant women during the first trimester of gestation, with the aim of investigating the influences of the maternal environment into the levels of placental hormones in maternal blood at this stage of pregnancy. We studied maternal blood levels of hCG and hPL and its relations to maternal age, parity, gestation age, maternal high and weight, Body Mass Index, blood pressure, Hb, Ht, MCV, RBCC, iron, ferritin, TIBC, 2,3-DPG, carboxi Hb, P50, PH, PC02, P02, 02sat and smoking habits. We found significant differences between smokers and non smokers in relation to hCG, Ht, MCV, Iron and carboxi Hb. We also found a relationship between hCG, and maternal weight, BMI, Hb, Ht, and carboxi Hb. Among the non smokers there was a significant negative correlation between the sistolic blood pressure and the levels of hCG. In hPL, there were significant correlation with maternal weight, BMI, and systolic blood pressure. Among the non smokers hPL correlated positively with P02 and 02sat. We concluded that maternal environment has influence in maternal blood levels of hCG and hPL in the early stages of pregnancy / Doutorado / Tocoginecologia / Doutor em Ciências Médicas
10

Efeito da hidroxiureia e progesterona na regulação da transcrição do gene da gama globina

Duarte, Adriana da Silva Santos 27 February 2002 (has links)
Orientador : Sara T. O. Saad / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-01T03:29:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Duarte_AdrianadaSilvaSantos_M.pdf: 16922639 bytes, checksum: a4862322906bda78788309e185e5ef4f (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: A anemia falcifonne é uma doença hereditária com alta incidência na população, causada por um defeito estrutural na cadeia da f3-globinaque origina a HbS. Essa hemoglobina anômala, sob baixas tensões de oxigênio, fonna polímeros intracelulares, provocando a defonnação dos eritrócitos que por sua vez bloqueiam a microcirculação, ocasionando infarto de vários órgãos. Estudos clínicos demonstraram que a HbF possui a capacidade de inibir a polimerização da HbS e reduzir a falcização, melhorando assim o quadro clínico. A indução farmacológica por vários compostos químicos, dentre os quais a hidroxiuréia (HU), 5-azacitidina, butirato e os hormônios esteróides, aumentam a síntese de HbF em pacientes com anemia falciforme. A regulação da expressão da HbF está relacionada à presença de elementos ativos ligados em "eis" ao complexo da f3-globina, bem como de proteínas regulatórias do processo de transcrição gênica denominadas fatores de transcrição, como as proteínas GATA-I, GATA-2 e NF-E2, expressas principalmente na linhagem eritróide. Esse projeto teve por objetivo estudar o efeito da HU e do honnônio progesterona na modulação da expressão gênica pelos fatores de transcrição GATA-I, GATA-2 e NF-E2 e do gene y globina, em células da linhagem eritróide obtidas através da cultura de duas fases a partir de sangue periférico de doadores de sangue atendidos no Hemocentro da Unicamp. A expressão dos genes destes fatores de transcrição foi determinada por RT-PCR semiquantitativo e quantificação por densitometria. Os nossos resultados mostraram que nas células tratadas com HU ou progesterona houve aumento significativo da expressão do fator de transcrição GATA-I e do gene y globina a partir de 96hs da Fase TI do sistema de cultura líquida em duas fases até o seu término com 2I6hs, quando comparada com as células sem tratamento (P < 0,05, teste de Wilcoxon). A expressão do fator de transcrição NF-E2 não demonstrou softer influência pela administração de HU e progesterona durante todo o processo de diferenciação eritróide e ambos os fármacos não exerceram qualquer influência de caráter significativo sobre a expressão do fator de transcrição GATA-2 (p> 0,05, teste de Wilcoxon) / Abstract: Sickle cell anemia is a very common hereditary disease caused by a structural defect in the beta-globin chain, giving rise to HbS. This anomalous hemoglobin, under low oxygen tensions, forms intracellular polymers, causing deformation of the erythrocytes which, in tum, block the micro-circulation and cause infarction in various organs. Pharmacological induction using various chemical compounds, the best known being hydroxyurea (HU), 5-azacytidine, butyrate and steroid hormones, increase the synthesis of HbF in sickle cell patients. The regulation of the expression of HbF is related to the presence of active elements linked "cis" to the beta-globin as well as to the presence of regulatory proteins of the genomic transcription process (known as transcription factors), such as the GATA-I, GATA-2 and NF-E2 proteins, expressed principally in the erythroid lineage. This project aimed to study the effect of HU and the hormone progesterone on the modulation ofthe genetic expression ofthe transcription factors GATA-I, GATA-2 , NF-E2 and the gamma globin gene in erythroid lineage cells obtained iTomtwo-phase culture of peripheral blood donors at the Hemocenter, UNICAMP. The expression of the transcription factors was determined by semi-quantitative RT-PCR and quantified by densitometry. Our results demonstrate that in the cells treated with HU and progesterone there was a significant increase, when compared with the untreated cells (P<O.O5,Wilcoxon test), in the expression ofthe GATA-I transcription factor and ofthe gamma globin gene after 96h ofphase TI culture until termination at 2I6hs. The expression of the NF-E2 transcription factor was not affected by HU or progesterone administration during the entire process of erythroid differentiation and neither of the chemicals had any significant influence upon the expression of the GATA-2 transcription factor (P>O.O5,Wilcoxon test) / Mestrado / Ciencias Basicas / Mestre em Clinica Medica

Page generated in 0.0261 seconds