• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 91
  • 6
  • 5
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 105
  • 71
  • 20
  • 19
  • 13
  • 13
  • 11
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • 9
  • 8
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise das alterações biomecânicas durante a saída de velocidade através de um sistema de medidas com plataformas de forças em crianças praticantes e não praticantes de futebol de campo

Gomes, Sandro da Silva [UNESP] 12 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-12Bitstream added on 2014-06-13T19:58:08Z : No. of bitstreams: 1 gomes_ss_me_guara.pdf: 1344997 bytes, checksum: 697d46fcfcdbc52f99e19ffa91b41126 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O presente estudo tem como objetivo avaliar parâmetros biomecânicos durante a saída de velocidade por meio da análise da força de reação do solo nas direções horizontal e vertical, o impulso resultante das forças de reação nas duas direções, o tempo de reação (agilidade) e a velocidade média em um determinado percurso em crianças praticantes e não praticantes de futebol de campo. A amostra foi constituída de 22 indivíduos com idades compreendidas entre 13 e 14 anos distribuídos em 2 grupos: G1, que foi considerado o grupo não praticante e G2, o grupo praticante de futebol de campo há mais de um ano. As medidas antropométricas utilizadas foram: a altura, o peso e o índice de massa corpórea (IMC). Os procedimentos estatísticos incluíram a média aritmética, o desvio padrão e o teste “t” de student com as duas amostras em par para média. Foi aceito um nível de significância de 5%. O programa estatístico utilizado foi o Biostat 4.0. Os resultados estatísticos demonstraram que o G2 obteve significativa relevância para a velocidade média no percurso em relação ao G1. Em contrapartida, para os demais parâmetros analisados, não apresentaram significância estatística. Conclusões: a) as plataformas desenvolvidas foram eficazes para a coleta de dados do estudo em questão; b) a velocidade média foi um parâmetro que apresentou significância estatística, como demonstrados nos estudos anteriores; c) os parâmetros de tempo de reação, força de reação horizontal e vertical e impulso resultante não apresentaram significância estatística, provavelmente pelo número pequeno da amostra e pela falta de um questionário específico para verificar se a criança é ativa ou não. Novas pesquisas deverão ser propostas para um posterior aperfeiçoamento dos resultados apresentados por esta pesquisa. / This study aims to evaluate the biomechanical parameters during exit of speed by examining the strength of reaction soil in horizontal and vertical directions, the resulting movement of the forces of reaction in both directions, the time of reaction and average speed (agility), a route specializing in children practitioners and non-practitioners of soccer. The sample was composed of 22 individuals aged between 13 and 14 years divided into 2 groups: G1, who was considered the group not practitioners and G2, group of practitioners football field for over a year. The anthropometric measurements were used: the height, weight and body mass index (BMI). The statistical procedures included the arithmetic mean, standard deviation and the test t of student with the two samples in addition to average. It accepted a level of significance of 5%. The statistical program used was the Biostat 4.0. The statistical results showed that G2 received significant relevance for the average speed on the route on G1. In contrast, for all parameters analyzed, not statiscally significant. Conclusions: a) the developed platforms were effective for the collection of data from the study in question, b) the average speed was a parameter that presented statistical significance, as demonstrated in previous studies c) the parameters of the time of reaction , strength of reaction horizontal and vertical and impetus resulting, did not show statistical significance, probably by the small number of sample and the lack of a specific questionnaire to determine if the child is active or not. New research should be proposals for a further improvement of the results presented in this survey.
2

Avaliação da qualidade da madeira de árvores da Amazônia por método não destrutivo de propagação de onda: tomógrafo de impulso e stress wave timer

Barros, Sámia Valéria dos Santos 12 September 2016 (has links)
Submitted by Gizele Lima (gizele.lima@inpa.gov.br) on 2018-03-01T19:04:29Z No. of bitstreams: 2 Tese_versao final_Samia Barros.pdf: 5141369 bytes, checksum: b17c85b664676bdc4f71859c3cc10c80 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-01T19:04:29Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese_versao final_Samia Barros.pdf: 5141369 bytes, checksum: b17c85b664676bdc4f71859c3cc10c80 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-09-12 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAM / In order to evaluate forest species as an alternative to the timber market and to indicate tools for sustainable forest management plans for the valuation of trees in loco, helping in the decision making during pre-exploratory process, the present work aimed to characterize Amazonian woods through non-destructive techniques , Evaluating its internal quality, physical properties and dynamic modulus of elasticity (MOEd). Fieldwork was conducted at the experimental silviculture station ZF2, owned by INPA, located in BR 174, Manaus / Boa Vista. Twenty - nine trees were randomly selected in 01 (one) hectare, the diameter being measured and botanical material collected to identify all trees. Afterwards, the stress wave timer was used to measure the time traveled by the voltage wave in the tree in three directions (longitudinal, diagonal and transversal). In the same place in the DAP, the impulse tomograph was used to capture tomographic images of the trees. The trees were felled and a disk of each tree was removed for determination of the apparent density, basic, retractability and moisture content, and unfolded in logs of 4 m in length and in boards. From the time obtained with stress wave timer was determined the speed and modulus of dynamic elasticity of trees and by-products. To analyze the data, we used descriptive statistics, Tukey's test, Cluster analysis (clustering). The non-destructive tests carried out in the three directions of the standing tree indicated that the diagonal direction was the best for the emission of stress waves due to the presence of more homogeneous data. In the non-destructive evaluation of the logs, it was found that the wood of the heartwood and sapwood in the logs presented similar MOEd values, contributing to the aggregation of value to the raw material. The MOEd values of the logs were equivalent to the boards. With the stress wave timer it was possible to form groups by variation class (velocity or dynamic modulus of elasticity). The wood presented basic density varying from medium to high. The anisotropy coefficient for all the trees was equal to 1, classifying the wood as stable, corroborating in the classification of wood quality for machining. The tomographic images obtained showed that, there is no difference in the images of the wood between heartwood and sapwood distinct or indistinct. The use of the impulse tomograph together with stress wave timer has confirmed that it is possible to predict the quality of the wood. It was concluded that, among the techniques presented, wave propagation by impulse tomography is the best by the amount of information obtained. In Cluster analysis, group 2 presented satisfactory characteristics from the determined variables, evidencing the species Micrandopsis scleroxylon and Eschweilera odora of great occurrence in the region, besides the species Pouteria guynensis, Inga paraensis, Inga sp., Protium tenuifolium, Manilkara amazonica and Byrsonima crispa. It was observed that the use of alternative technologies in the characterization of the species allowed to register a pattern of variation of the dynamic modulus of elasticity in the wood and to identify the internal quality of the wood. This result confirms that by means of a "quality inventory", there is a possibility of predicting wood quality in situ by wave propagation techniques, to assist in decision making, in the pre-exploratory stage of forest management, directing the Species or individual for the best use. / Buscando avaliar espécies florestais como alternativa ao mercado madeireiro e indicar ferramentas aos planos de manejo florestais sustentáveis para a valoração das árvores in loco, auxiliando na tomada de decisão durante processo pré-exploratório, o presente trabalho objetivou caracterizar madeiras da Amazônia através de técnicas não destrutivas, avaliando sua qualidade interna, propriedades físicas e o módulo de elasticidade dinâmico (MOEd). Os trabalhos de campo foram conduzidos na estação experimental de silvicultura tropical – ZF2 de propriedade do INPA, localizada na BR 174, Manaus/Boa Vista. Foram selecionadas aleatoriamente 19 árvores em 01 (um) hectare, sendo mensurado o diâmetro e coletado material botânico para identificação de todas as árvores. Posteriormente, utilizou-se o aparelho stress wave timer para medição do tempo percorrido pela onda de tensão na árvore, em três sentidos (longitudinal, diagonal e transversal). No mesmo local no DAP, utilizou-se o tomógrafo de impulso para captação de imagens tomográficas do lenho das árvores. As árvores foram derrubadas, sendo retirado um disco de cada árvore para determinação da densidade aparente, básica, retratibilidade e teor de umidade, e desdobradas em toras de 4 m de comprimento e em tábuas. A partir do tempo obtido com stress wave timer foi determinada a velocidade e módulo de elasticidade dinâmico das árvores e subprodutos. Para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva, teste de Tukey, análise de Cluster (agrupamento). As avaliações por ensaio não destrutivo realizadas nos três sentidos da árvore em pé indicaram que o sentido diagonal foi o melhor para emissão de ondas de tensão por stress wave timer, por apresentar dados mais homogêneos. Na avaliação não destrutiva das toras e tábuas, revelou que a madeira do cerne e alburno nas toras, apresentaram valores de MOEd semelhantes, contribuindo na agregação de valor à matéria-prima. Os valores de MOEd das toras foram equivalentes ás tábuas. Com o stress wave timer foi possível à formação de grupos por classe de variação (velocidade ou módulo de elasticidade dinâmico). As madeiras apresentaram densidade básica variando de média a alta. O coeficiente de anisotropia para todas as árvores foi igual a 1, classificando as madeiras como estáveis, corroborando na classificação da qualidade das madeiras para usinagem. As imagens tomográficas obtidas revelaram que, não há diferença nas imagens do lenho entre cerne e alburno distinto ou indistinto. A utilização em conjunto do tomógrafo de impulso com o stress wave timer confirmou que é possível predizer a qualidade da madeira. Concluiu-se que, entre as técnicas apresentadas, a propagação de onda por tomografia de impulso é a melhor pela quantidade de informações obtidas. Na análise de Cluster, o grupo 2 apresentou características satisfatórias a partir das variáveis determinadas, evidenciando as espécies Micrandopsis scleroxylon e Eschweilera odora de grande ocorrência na região, além das espécies Pouteria guynensis, Inga paraensis, Inga sp. , Protium tenuifolium, Manilkara amazonica e Byrsonima crispa. Constata-se que, o uso de tecnologias alternativas na caracterização das espécies permitiu registrar um padrão de variação do módulo de elasticidade dinâmico na madeira e identificar a qualidade interna do lenho. Esse resultado confirma que por meio de um “inventário de qualidade”, há possibilidade da predição da qualidade da madeira in situ por técnicas de propagação de onda, para auxiliar na tomada de decisão, na etapa pré-exploratória de um manejo florestal, direcionando a espécie ou indivíduo para o melhor uso.
3

Análise das alterações biomecânicas durante a saída de velocidade através de um sistema de medidas com plataformas de forças em crianças praticantes e não praticantes de futebol de campo /

Gomes, Sandro da Silva. January 2007 (has links)
Resumo: O presente estudo tem como objetivo avaliar parâmetros biomecânicos durante a saída de velocidade por meio da análise da força de reação do solo nas direções horizontal e vertical, o impulso resultante das forças de reação nas duas direções, o tempo de reação (agilidade) e a velocidade média em um determinado percurso em crianças praticantes e não praticantes de futebol de campo. A amostra foi constituída de 22 indivíduos com idades compreendidas entre 13 e 14 anos distribuídos em 2 grupos: G1, que foi considerado o grupo não praticante e G2, o grupo praticante de futebol de campo há mais de um ano. As medidas antropométricas utilizadas foram: a altura, o peso e o índice de massa corpórea (IMC). Os procedimentos estatísticos incluíram a média aritmética, o desvio padrão e o teste "t" de student com as duas amostras em par para média. Foi aceito um nível de significância de 5%. O programa estatístico utilizado foi o Biostat 4.0. Os resultados estatísticos demonstraram que o G2 obteve significativa relevância para a velocidade média no percurso em relação ao G1. Em contrapartida, para os demais parâmetros analisados, não apresentaram significância estatística. Conclusões: a) as plataformas desenvolvidas foram eficazes para a coleta de dados do estudo em questão; b) a velocidade média foi um parâmetro que apresentou significância estatística, como demonstrados nos estudos anteriores; c) os parâmetros de tempo de reação, força de reação horizontal e vertical e impulso resultante não apresentaram significância estatística, provavelmente pelo número pequeno da amostra e pela falta de um questionário específico para verificar se a criança é ativa ou não. Novas pesquisas deverão ser propostas para um posterior aperfeiçoamento dos resultados apresentados por esta pesquisa. / Abstract: This study aims to evaluate the biomechanical parameters during exit of speed by examining the strength of reaction soil in horizontal and vertical directions, the resulting movement of the forces of reaction in both directions, the time of reaction and average speed (agility), a route specializing in children practitioners and non-practitioners of soccer. The sample was composed of 22 individuals aged between 13 and 14 years divided into 2 groups: G1, who was considered the group not practitioners and G2, group of practitioners football field for over a year. The anthropometric measurements were used: the height, weight and body mass index (BMI). The statistical procedures included the arithmetic mean, standard deviation and the test "t" of student with the two samples in addition to average. It accepted a level of significance of 5%. The statistical program used was the Biostat 4.0. The statistical results showed that G2 received significant relevance for the average speed on the route on G1. In contrast, for all parameters analyzed, not statiscally significant. Conclusions: a) the developed platforms were effective for the collection of data from the study in question, b) the average speed was a parameter that presented statistical significance, as demonstrated in previous studies c) the parameters of the time of reaction , strength of reaction horizontal and vertical and impetus resulting, did not show statistical significance, probably by the small number of sample and the lack of a specific questionnaire to determine if the child is active or not. New research should be proposals for a further improvement of the results presented in this survey. / Orientador: Araildo Lima da Silva / Coorientador: José Geraldo Trani Brandão / Banca: Tamotsu Hirata / Banca: Luiz Alberto Batista / Mestre
4

Intuição bergsoniana

Habitzreuter, Valdemar January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-25T14:57:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 294657.pdf: 867882 bytes, checksum: 52365eeeb70cda565f1db5fedece8424 (MD5) / Esta dissertação tem o intuito de mostrar que a filosofia de Bergson apóia-se em novas categorias que nos indicam um novo modo de filosofar, frente ao modo tradicional de outros pensadores. Em Bergson o intelecto humano, por si só, não é suficiente para fazer filosofia e se alçar como detentor do conhecimento do real. Para tanto, o conhecimento intuitivo tem papel fundamental e deveria orientar toda filosofia. A intuição bergsoniana anda de par com a concepção de duração do tempo real (durée): a duração requer a intuição em que a realidade é conhecida porque vivenciada de dentro. Essa vivência (ou intuição) é conhecimento experimental do espírito, como um transporte ao interior do objeto, e sendo que dessa forma conhece-o de uma maneira absoluta, ao passo que a inteligência relaciona-se à distância com o objeto e, portanto, tem um conhecimento relativo dele. Numa outra perspectiva, o conhecimento intuitivo é um contato com a força criadora que os místicos vivenciam: o élan vital, que é a força dinâmica que cria, impõe uma progressão evolutiva de autoconsciência em que seres vivenciam uma realidade que é a superação do modo do conhecimento intelectual - voltada para a técnica - e, através da intuição, inserem-se no movimento evolutivo criativo, atingindo a esfera da mística que lhes proporciona o desfrute da plenitude da vida. / Cette dissertation a pour but montrer que la philosophie de Bergson s'appuye sur des nouvelles categories qui nous montrent une façon différente de philosopher en comparaison avec la philosophie tradicionnelle des autres penseurs. Chez Bergson la connaissance intellectuelle par soi même n'est pas suffisant pour faire philosophie et se soulever comme détentrice de la connaissance du réel. La connaissance intuitive a un rôle fondamental et devrait guider toute la philosophie. L'intuition bergsonienne va de pair avec la conception de durée ou temps réel. La durée demande l'intuition par laquelle la realité est connue parce que vécue du dedans. Cette expérience vécue (ou intuition) est une connaissace experimentale de l'esprit comme un transport à l'interieur de l'objet et de cette façon en le saisissant d'une façon absolue, tandis que l'intellegence fait des relations avec l'objet à distance et pourtant a une connaissace relative de lui. En fin de compte, la connaissace intuitive est un contact avec la force créatrice que les mystiques expérimentent: l'élan vital, qui est une force dynamique qui crée, impose une progression évolutive de la conscience de soi où des êtres éxperimentent une réalité qui est le surpassement de la connaissance intellectuelle tournée vers la tecnique et, par l'intuition, ils s'insèrent dans le mouvement évolutive créatrice, en atteingnant le domaine de la mystique qui leur proportionne la jouissance de la vie pleine.
5

Estudo da complacência do sistema respiratório de indivíduos obesos, com diferentes níveis de índices de massa corpórea, pelo emprego da oscilometria de impulso

ANDRADE, Flávio Maciel Dias de 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:50:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1532_1.pdf: 1913265 bytes, checksum: 164815f9ea265db563adaa14ff864cb4 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Obesos podem apresentar redução da complacência pulmonar e diminuição dos volumes pulmonares, cuja magnitude pode ser influenciada pelo grau de obesidade. O objetivo desse estudo foi analisar a complacência do sistema respiratório e as variáveis espirométricas de indivíduos obesos com diferentes níveis de IMC. Foram realizadas espirometrias e OI de 106 indivíduos, divididos de acordo com o IMC em 6 grupos: controle (IMC = 18,5 a 24,9 Kg/m2), sobrepeso (IMC = 25,0 a 29,9 Kg/m2), obeso (IMC = 30,0 a 39,9 Kg/m2), obesidade mórbida leve (IMC = 40,0 a 49,9 Kg/m2), obesidade mórbida moderada (IMC = 50,0 a 59,9 Kg/m2) e obesidade mórbida grave super-obeso (IMC ≥ 60,0 Kg/m2). O aumento do IMC associou-se à redução do VC, VRE, CV, CI, aumento da X5Hz e FRES. O VC foi significativamente menor nos indivíduos obesos mórbidos, enquanto o VRE reduziu nos diversos níveis de obesidade. Indivíduos super-obesos apresentaram redução significativa da CV. A X5Hz foi maior nos indivíduos com obesidade mórbida leve e moderada, enquanto a FRES foi superior nos diversos níveis de obesidade. O aumento em módulo da X5Hz e da FRES associou-se à redução do VRE e da CV. A complacência do sistema respiratório encontra-se reduzida nos diversos níveis de obesidade, associando-se à diminuição dos volumes pulmonares lentos principalmente em indivíduos super-obesos
6

Equações diferenciais funcionais com impulso dependendo do estado

PAIXÃO, Crislene Santos da 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:28:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4143_1.pdf: 656702 bytes, checksum: 199c27dd5753069ebc5a899f2b07614d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Nosso principal interesse nesse trabalho é estudar a existência de soluções para equações diferenciais impulsivas de ordem n com o retardo dependendo do estado, da seguinte forma: (Para visualizar a fórmula, vide a dissertação)
7

Irritabilidade em adultos : distinção entre comportamento e humor disruptivo

Knackfuss, Ana Claudia Umpierre January 2017 (has links)
A irritabilidade é um sintoma frequente tanto em transtornos externalizantes quanto internalizantes. Pode ser definida como propensão à raiva em relação aos pares manifestando-se através de humor irritável e/ou ataques de raiva. Embora humor irritável e ataques de raiva ocorram muitas vezes de forma simultânea, trata-se de uma questão empírica investigar se humor e comportamento irritável são parte de um construto único ou se constituem-se em componentes distintos. O objetivo deste trabalho é analisar a diferença dos construtos humor e comportamento disruptivo em adultos em uma amostra de pacientes com transtornos mentais graves. A análise dos dados foi realizada através de análise fatorial confirmatória e de validações externas com outros instrumentos clínicos. Além disso foi nosso objetivo avaliar a prevalência das principais síndromes disruptivas no adulto: o Transtorno Explosivo Intermitente (TEI), o Transtorno Opositor Desafiante (TOD) e o Transtorno da Desregulação Disruptiva do Humor (TDDH). A coleta de dados foi realizada nos ambulatórios de esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão e ansiedade do Hospital de Clínicas de Porto Alegre totalizando 246 pacientes (idade média 45 anos, 63% do sexo feminino). Sintomas de comportamento e humor disruptivos foram frequentes na amostra, embora o diagnóstico DSM-5 das síndromes disruptivas apresentaram prevalência baixa (TEI, 8%, TOD, 2% TDDH, 2%). O modelo unidimensional, que envolve os fatores humor e comportamento como um construto único não apresentou bons índices de ajuste na amostra. Os modelos que apresentaram índices de ajuste adequados foram os modelos correlacionado (com as dimensões humor e comportamento) e o modelo bifatorial com uma dimensão geral de irritabilidade e duas específicas (humor e comportamento). A avaliação psicométrica demonstrou que os sintomas de humor já estão presentes em casos mais leves de irritabilidade, enquanto que os sintomas de comportamento aparentam indicar níveis de irritabilidade mais elevados. Análises com os validadores externos demonstraram que o humor irritável mesmo após retirar o componente comum entre humor e comportamento esteve especificamente associado com prejuízo e com medidas clínicas de depressão e mania, o que não aconteceu com o componente comportamento. Este estudo fornece suporte para estudar os componentes comuns e específicos do humor e comportamento irritado no adulto, sendo evidência inédita de validade para o construto de humor disruptivo no adulto. / Irritability is a common symptom in both externalizing and internalizing disorders. It can be defined as a propensity to anger toward peers manifested through irritable mood and/or anger attacks. Although irritable mood and anger attacks often occur simultaneously, it is and empirical question to investigate whether mood and irritable behavior are part of a single construct or if they constitute distinct components. The purpose of this paper is to analyze the difference of mood and disruptive behavior constructs in adults in a sample of patients with severe mental disorders. Data analysis was performed through confirmatory factor analysis and external validations with clinical instruments. In addition, it was our objective to evaluate the prevalence of the main disruptive syndromes in adults: Intermittent Explosive Disorders (IED), Oppositional Defiant Disorder (ODD) and Disruptive Mood Dysregulation Disorder (DMDD). Data collection was performed at the outpatient units of schizophrenia, bipolar disorder, depression and anxiety at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre, totalizing 246 patients (mean age 45 years old, 63% female). Symptoms of disruptive mood and behavior were frequent in the sample, although the DMS 5 diagnosis of disruptive syndromes presented low prevalence (IED, 8%, ODD, 2%, DMDD, 2%). The unidimensional model encompassing mood and behavior factors as a single construct, did not provide a good fit to our data. The models who presented proper fit indexes were the correlated model (with mood and behavior dimensions) and the bifactor model with a general irritability dimension and two specific ones (mood and behavior). Psychometric evaluation has shown that mood symptoms are present in milder cases of irritability, while behavioral symptoms are present in higher levels of irritability. External validators analysis demonstrated that irritable mood even after removing the common component between mood and behavior was specifically associated with impairment and with clinical measures of depression and mania, which did not happen with the behavior component. This study provides support for studying the common and specific components of irritable mood and behavior in adults, being unprecedented evidence of validity for the adult disruptive mood construct.
8

Estimation of the glottal pulse from speech or singing voice

Dias, Sandra de Oliveira January 2012 (has links)
Tese de mestrado. Engenharia Biomédica. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2012
9

Irritabilidade em adultos : distinção entre comportamento e humor disruptivo

Knackfuss, Ana Claudia Umpierre January 2017 (has links)
A irritabilidade é um sintoma frequente tanto em transtornos externalizantes quanto internalizantes. Pode ser definida como propensão à raiva em relação aos pares manifestando-se através de humor irritável e/ou ataques de raiva. Embora humor irritável e ataques de raiva ocorram muitas vezes de forma simultânea, trata-se de uma questão empírica investigar se humor e comportamento irritável são parte de um construto único ou se constituem-se em componentes distintos. O objetivo deste trabalho é analisar a diferença dos construtos humor e comportamento disruptivo em adultos em uma amostra de pacientes com transtornos mentais graves. A análise dos dados foi realizada através de análise fatorial confirmatória e de validações externas com outros instrumentos clínicos. Além disso foi nosso objetivo avaliar a prevalência das principais síndromes disruptivas no adulto: o Transtorno Explosivo Intermitente (TEI), o Transtorno Opositor Desafiante (TOD) e o Transtorno da Desregulação Disruptiva do Humor (TDDH). A coleta de dados foi realizada nos ambulatórios de esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão e ansiedade do Hospital de Clínicas de Porto Alegre totalizando 246 pacientes (idade média 45 anos, 63% do sexo feminino). Sintomas de comportamento e humor disruptivos foram frequentes na amostra, embora o diagnóstico DSM-5 das síndromes disruptivas apresentaram prevalência baixa (TEI, 8%, TOD, 2% TDDH, 2%). O modelo unidimensional, que envolve os fatores humor e comportamento como um construto único não apresentou bons índices de ajuste na amostra. Os modelos que apresentaram índices de ajuste adequados foram os modelos correlacionado (com as dimensões humor e comportamento) e o modelo bifatorial com uma dimensão geral de irritabilidade e duas específicas (humor e comportamento). A avaliação psicométrica demonstrou que os sintomas de humor já estão presentes em casos mais leves de irritabilidade, enquanto que os sintomas de comportamento aparentam indicar níveis de irritabilidade mais elevados. Análises com os validadores externos demonstraram que o humor irritável mesmo após retirar o componente comum entre humor e comportamento esteve especificamente associado com prejuízo e com medidas clínicas de depressão e mania, o que não aconteceu com o componente comportamento. Este estudo fornece suporte para estudar os componentes comuns e específicos do humor e comportamento irritado no adulto, sendo evidência inédita de validade para o construto de humor disruptivo no adulto. / Irritability is a common symptom in both externalizing and internalizing disorders. It can be defined as a propensity to anger toward peers manifested through irritable mood and/or anger attacks. Although irritable mood and anger attacks often occur simultaneously, it is and empirical question to investigate whether mood and irritable behavior are part of a single construct or if they constitute distinct components. The purpose of this paper is to analyze the difference of mood and disruptive behavior constructs in adults in a sample of patients with severe mental disorders. Data analysis was performed through confirmatory factor analysis and external validations with clinical instruments. In addition, it was our objective to evaluate the prevalence of the main disruptive syndromes in adults: Intermittent Explosive Disorders (IED), Oppositional Defiant Disorder (ODD) and Disruptive Mood Dysregulation Disorder (DMDD). Data collection was performed at the outpatient units of schizophrenia, bipolar disorder, depression and anxiety at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre, totalizing 246 patients (mean age 45 years old, 63% female). Symptoms of disruptive mood and behavior were frequent in the sample, although the DMS 5 diagnosis of disruptive syndromes presented low prevalence (IED, 8%, ODD, 2%, DMDD, 2%). The unidimensional model encompassing mood and behavior factors as a single construct, did not provide a good fit to our data. The models who presented proper fit indexes were the correlated model (with mood and behavior dimensions) and the bifactor model with a general irritability dimension and two specific ones (mood and behavior). Psychometric evaluation has shown that mood symptoms are present in milder cases of irritability, while behavioral symptoms are present in higher levels of irritability. External validators analysis demonstrated that irritable mood even after removing the common component between mood and behavior was specifically associated with impairment and with clinical measures of depression and mania, which did not happen with the behavior component. This study provides support for studying the common and specific components of irritable mood and behavior in adults, being unprecedented evidence of validity for the adult disruptive mood construct.
10

Irritabilidade em adultos : distinção entre comportamento e humor disruptivo

Knackfuss, Ana Claudia Umpierre January 2017 (has links)
A irritabilidade é um sintoma frequente tanto em transtornos externalizantes quanto internalizantes. Pode ser definida como propensão à raiva em relação aos pares manifestando-se através de humor irritável e/ou ataques de raiva. Embora humor irritável e ataques de raiva ocorram muitas vezes de forma simultânea, trata-se de uma questão empírica investigar se humor e comportamento irritável são parte de um construto único ou se constituem-se em componentes distintos. O objetivo deste trabalho é analisar a diferença dos construtos humor e comportamento disruptivo em adultos em uma amostra de pacientes com transtornos mentais graves. A análise dos dados foi realizada através de análise fatorial confirmatória e de validações externas com outros instrumentos clínicos. Além disso foi nosso objetivo avaliar a prevalência das principais síndromes disruptivas no adulto: o Transtorno Explosivo Intermitente (TEI), o Transtorno Opositor Desafiante (TOD) e o Transtorno da Desregulação Disruptiva do Humor (TDDH). A coleta de dados foi realizada nos ambulatórios de esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão e ansiedade do Hospital de Clínicas de Porto Alegre totalizando 246 pacientes (idade média 45 anos, 63% do sexo feminino). Sintomas de comportamento e humor disruptivos foram frequentes na amostra, embora o diagnóstico DSM-5 das síndromes disruptivas apresentaram prevalência baixa (TEI, 8%, TOD, 2% TDDH, 2%). O modelo unidimensional, que envolve os fatores humor e comportamento como um construto único não apresentou bons índices de ajuste na amostra. Os modelos que apresentaram índices de ajuste adequados foram os modelos correlacionado (com as dimensões humor e comportamento) e o modelo bifatorial com uma dimensão geral de irritabilidade e duas específicas (humor e comportamento). A avaliação psicométrica demonstrou que os sintomas de humor já estão presentes em casos mais leves de irritabilidade, enquanto que os sintomas de comportamento aparentam indicar níveis de irritabilidade mais elevados. Análises com os validadores externos demonstraram que o humor irritável mesmo após retirar o componente comum entre humor e comportamento esteve especificamente associado com prejuízo e com medidas clínicas de depressão e mania, o que não aconteceu com o componente comportamento. Este estudo fornece suporte para estudar os componentes comuns e específicos do humor e comportamento irritado no adulto, sendo evidência inédita de validade para o construto de humor disruptivo no adulto. / Irritability is a common symptom in both externalizing and internalizing disorders. It can be defined as a propensity to anger toward peers manifested through irritable mood and/or anger attacks. Although irritable mood and anger attacks often occur simultaneously, it is and empirical question to investigate whether mood and irritable behavior are part of a single construct or if they constitute distinct components. The purpose of this paper is to analyze the difference of mood and disruptive behavior constructs in adults in a sample of patients with severe mental disorders. Data analysis was performed through confirmatory factor analysis and external validations with clinical instruments. In addition, it was our objective to evaluate the prevalence of the main disruptive syndromes in adults: Intermittent Explosive Disorders (IED), Oppositional Defiant Disorder (ODD) and Disruptive Mood Dysregulation Disorder (DMDD). Data collection was performed at the outpatient units of schizophrenia, bipolar disorder, depression and anxiety at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre, totalizing 246 patients (mean age 45 years old, 63% female). Symptoms of disruptive mood and behavior were frequent in the sample, although the DMS 5 diagnosis of disruptive syndromes presented low prevalence (IED, 8%, ODD, 2%, DMDD, 2%). The unidimensional model encompassing mood and behavior factors as a single construct, did not provide a good fit to our data. The models who presented proper fit indexes were the correlated model (with mood and behavior dimensions) and the bifactor model with a general irritability dimension and two specific ones (mood and behavior). Psychometric evaluation has shown that mood symptoms are present in milder cases of irritability, while behavioral symptoms are present in higher levels of irritability. External validators analysis demonstrated that irritable mood even after removing the common component between mood and behavior was specifically associated with impairment and with clinical measures of depression and mania, which did not happen with the behavior component. This study provides support for studying the common and specific components of irritable mood and behavior in adults, being unprecedented evidence of validity for the adult disruptive mood construct.

Page generated in 0.0498 seconds