• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 229
  • 5
  • 1
  • Tagged with
  • 237
  • 142
  • 45
  • 39
  • 36
  • 30
  • 19
  • 17
  • 16
  • 15
  • 15
  • 14
  • 14
  • 13
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Biodiversidade e potencial biotecnológico de leveduras e fungos leveduriformes associados ao filoplano de bromélias do Parque de Itapuã-Viamão/RS

Landell, Melissa Fontes January 2006 (has links)
As bromélias abrigam uma grande diversidade de organismos. O objetivo do presente trabalho foi analisar a biodiversidade de leveduras e fungos leveduriformes presentes no filoplano de bromélias e avaliar seu potencial biotecnológico. Foram coletadas 50 amostras de folhas de bromélias no Parque Estadual de Itapuã/RS (Praia da Pedreira e Praia de Fora). Fragmentos das folhas foram submetidos a lavagens sucessivas com 0,5%Tween 20. Diluições decimais seriadas da última lavagem, amostras de água dos tanques de bromélias e de flores foram inoculadas em meio YM modificado e incubadas a 25°C por 5-7 dias. Representantes dos diferentes morfotipos foram purificados e identificados pela metodologia convencional. A análise da biodiversidade foi realizada através do índice de Shannon-Weaver. Dos 191 isolados obtidos, 182 foram identificados, sendo 11% leveduras de afinidade ascomicética, 67,6% de afinidade basidiomicética, 19,8% de fungos leveduriformes e 1,6% de algas. Doze isolados de leveduras tiveram as regiões ITS e D1/D2 do 26SrDNA sequenciadas e pertencem a uma espécie ainda não descrita do gênero Rhodotorula. A diversidade e a riqueza de leveduras foram maiores na Praia da Pedreira (H=3,225 e S=34) que na Praia de Fora (H=2,820 e S=26). Cento e noventa e um isolados tiveram sua capacidade para produzir enzimas testada. Desses, 40,2% foram positivos para amilase, 49,2% para caseinase, 14,8% para gelatinase, 58,0% para celobiase, 36,0% para lactase e 61,3% para esterase. O filoplano das bromélias apresentou uma grande biodiversidade de leveduras e fungos leveduriformes,.demonstrando ser um bom substrato para o isolamento de leveduras produtoras de enzimas de interesse industrial.
12

Bioprospecção de leveduras killer com potencial para aplicação em biotipagem de microorganismos patogênicos humanos

Fuentefria, Alexandre Meneghello January 2007 (has links)
Uma das formas de se realizar estudos epidemiológicos de dispersão de patógenos é pela discriminação intra-específica (biotipagem) desses microrganismos em subgrupos (biotipos). Métodos fenotípicos que permitem a discriminação de linhagens clínicas são almejados principalmente pela facilidade de execução e por terem menor custo, quando comparados com os métodos moleculares. O sistema killer, baseado em padrões de sensibilidade à toxina, pode representar uma ferramenta simples, barata, sensível e reprodutível para biotipagem de microrganismos de importância clínica. Neste estudo, foi pesquisada a presença deste fenótipo em 595 isolados de alimentos e de fontes ambientais, de onde foram selecionadas 32 cepas para testes de identificação molecular, caracterização genética do fenótipo killer, caracterização morfológica do mecanismo de ação da toxina e aplicação em painéis de biotipagem.A linhagem KYQU89 (CBS10423), proveniente de queijo, foi detectada como uma espécie nova, com seqüência idêntica a dois isolados killer oriundos de insetos. As três linhagens demonstraram ser relacionadas ao clado Ovoides no gênero Trichosporon, sendo caracterizadas por sequenciamento da região D1/D2 do rDNA , da região interespaçadora ITS e perfil bioquímico. A espécie nova foi denominada Trichosporon insectorum. Vinte linhagens killer foram selecionadas para compor um painel de biotipagem sobre cem isolados clínicos e ambientais de Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii. A partir dos padrões de sensibilidade à toxina, foi gerado um dendrogramademonstrando a total discriminação das linhagens. A ação letal da toxina sobre as células destas duas espécies de Cryptococcus foi observada por microscopia eletrônica de varredura e óptica, evidenciando que não houve a formação de poros na parede celular, mas sim uma provável interferência no ciclo celular da célula. Da mesma forma, um painel de 11 linhagens killer selecionadas foi utilizado para a biotipagem de cepas multi-resistentes de Staphylococcus epidermidis, provenientes de dois hospitais em Porto Alegre, RS, também sendo capaz de discriminá-las totalmente. / One of the forms of performing epidemiological studies of dispersion of pathogenic microorganisms is by means of intra-specific discrimination (biotyping) of these microorganisms in sub-groups (biotype). Phenotypic methods that allow the clinical discrimination of strains are needed, especially because they are easy to perform and have low cost, when compared to molecular methods. The killer system, based on patterns of sensitivity towards the toxin, can represent a simple, cheap, sensible and reproductive tool for biotyping of microorganisms of clinical importance. In our study, the presence of this phenotype was evaluated in 595 isolates from natural environments and food and 32 killer strains were selected for molecular identification, genetic characterization of killer phenotype, morphologic characterization of the mechanism of action, and application in biotyping panels.The strain KYQU89 (CBS10423), isolated from cheese, was found to be a new species, with D1/D2 sequence identical to two killer isolates from insects. The three strains were shown to be related to the Ovoides clade of the genus Trichosporon, and were characterized bysequencing of the D1/D2 region of the LSU rDNA and physiological profiles the new species was called Trichosporon insectorum. Twenty killer strains were selected to compose a panel of biotyping against one hundred clinical and environmental isolates of Cryptococcus neformans and Cryptococcus gattii. Basedon the killer sensitivity patterns, a dendrogram demonstrating the total discrimination of the strains was done. The lethal action of the toxin on the cells of Cryptococcus was observed by means of optical and scanning electron microscopy, showing that there was no formation of pores on the cell surface of the sensitive cells in contact with the toxins, but a probable interference in the cell cycle. In the same way, a panel of 11 selected killer strains was used for the biotyping of multi-resistant Staphylococcus epidermidis strains, provenient from two hospitals in Porto Alegre, RS, being also capable of discriminating all the strains.
13

Leveduras Isoladas de Neonatos da Unidade Neonatal Interna do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP), Recife - PE

Walter, Bruno Souza January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:05:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4536_1.pdf: 902070 bytes, checksum: b14d26e9cc1df2d57eb53e8c2e74b436 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Ao nascer o neonato entra em contato com fungos e outros microrganismos provenientes da microbiota materna e de outras fontes. A pele é o primeiro órgão a entrar em contato com esses microrganismos atuando como uma interface entre o meio interno e o meio ambiente, oferecendo funções especiais para sobrevivência do ser humano. Uma vez integrantes da microbiota do homem, os fungos, podem passar oportunamente de sapróbios a patogênicos, provocando quadros clínicos variáveis. Com o objetivo de detectar leveduras em neonatos internos na Unidade Neonatal do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP), foram coletadas de 93 neonatos, escamas epidérmicas através de fricção na pele com swab e 37 amostras de sangue através de punção. Todas as amostras de sangue foram provenientes do Berçário de Alto Risco. Foi realizado o exame direto das amostras de sangue e todos os espécimes foram semeados na superfície de ágar Sabouraud adicionado de cloranfenicol. Das amostras clínicas foram obtidas 131 culturas de leveduras sendo 35 (26,7%) internos no alojamento conjunto 23 (17,6%) internos no alojamento mãe-canguru e 73 (55,7%) internos no Berçário de Alto Risco. Foram identificadas 13 espécies pertencentes a três gêneros Candida, Rhodotorula e Trichosporon. No alojamento conjunto 30 (85,7%) foram de Candida spp destacando-se C. parapsilosis 15 (42,9%), 1 (2,9%) de R. mucilaginosa e 4 (11,4%) Trichosporon, sendo 2 (5,7%) T. cutaneum e 2 (5,7%) T. variabile. No alojamento mãe-canguru 20 (87%) foram de Candida spp. prevalecendo C. parapsilosis 10 (43,5%), 1 (4,3%) de R. mucilaginosa e 2 (8,7%) de T. cutaneum. No Berçário de Alto Risco 66 (90,4%) foram de Candida spp. destacando-se C. albicans 28 (38,4%), 6 (8,2%) de R. mucilaginosa e 1 (1,4%) de T. cutaneum. De 09 amostras de sangue foram isoladas leveduras prevalecendo 5 (55,5%) de C. pelliculosa
14

Caracterização morfofisiológica, capacidade fermentativa e variabilidade genética de culturas de Saccharomyces cerevisiae

ALENCAR, Elvira Maria Bezerra de 24 May 2006 (has links)
Submitted by Fernanda Rodrigues de Lima (fernanda.rlima@ufpe.br) on 2018-10-03T21:24:28Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Elvira Maria Bezerra de Alencar.pdf: 896211 bytes, checksum: fc8d42ef9a55a97391de6642a4f0bcd6 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-11-14T16:07:25Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Elvira Maria Bezerra de Alencar.pdf: 896211 bytes, checksum: fc8d42ef9a55a97391de6642a4f0bcd6 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-11-14T16:07:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Elvira Maria Bezerra de Alencar.pdf: 896211 bytes, checksum: fc8d42ef9a55a97391de6642a4f0bcd6 (MD5) Previous issue date: 2006-05-24 / CAPES / Culturas originais diplóides URM-4420, Fermento Itaiquara FIT, Fermento Lallemand FLA e Selvagem SEL foram analisadas quanto a morfofisiologia, capacidade fermentativa e variabilidade genética. Destas foram obtidas culturas monocelulares haplóides e realizados entrecruzamentos para a recuperação de diplóides. A caracterização morfofisiológica foi realizada em todas as culturas mencionadas, através dos sistemas clássicos. O ensaio fermentativo foi realizado em todas as culturas, utilizando-se mosto de cana-de-açúcar esterilizado. A análise molecular baseada em PCR através dos iniciadores ITS1 e ITS4 foi realizada com as culturas originais diplóides, monocelulares haplóides e com os diploides recuperados. As culturas originais diplóides, monocelulares haplóides e com os diploides recuperados apresentaram variações na coloração, margem, aspecto e superfície. As células variaram de oblongas a cilíndricas. As culturas originais URM-4420, FIT, FLA, monocelulares haplóides e com os diplóides recuperados formaram pseudomicélio bem desenvolvido, entretanto, a Selvagem original, entretanto, as monocelulares haplóides e os diplóides recuperados não o formaram. Reprodução assexuada por brotação simples e sexuada pela produção de ascos com 2 a 4 ascosporos. Assimilação e fermentação positivas da glicose, galactose, sacarose, maltose e rafinose e negativa da lactose. Foram negativas a assimilação de nitrato, assim como a produção de urease. O percentual de etanol variou de 1,70% a 6,20%, a produtividade de 1,12 g.L⁻¹.h⁻¹ a 2,03 g.L⁻¹.h⁻¹ e o ARI de 0.45g/100 mL a 0.50g/100 mL. Culturas originais, monocelulares haplóides e com o diplóide recuperado podem expressar características morfofisiológicas diferente; amostras diferentes de culturas originais e de monocelulares podem produzir diferentes percentuais de etanol; não foi observado amplificação da região ITS das culturas de S. cerevisiae originais diplóides, monocelulares haplóides e com os diplóides recuperados com nenhuma das enzimas utilizadas. / Original diploid cultures URM-4420, Itaiquara Ferment FIT, Lallemand FLA and Selvagem SEL (wild ferment) were analyzed in order to assess the morphophysiology, fermenting capacity and genetic variability. The monocellular haploids were obtained from these cultures and the diploids were recovered by intercrossing. The morphophisiology of all mentioned cultures was assssed via classical methods. The fermentative trial with the sterilized sugarcane molasses and the molecular analysis based on PCR using the primers ITS1 and ITS4 were made with the diploid and the monocellular haploid cultures. The original diploid cultures, the monocellular haploid and the recovered diploid showed coloring variation, border type, outer shell and surface. The cells ranged from oblong to cylindrical. The URM- 4420, Itaiquara Ferment, and the Lallemand Ferment original cultures formed well developed pseudomicelio whereas the original culture Selvagem SEL (wild ferment), the monocellular haploids and the recovered diploids did not; asexual reproduction by simple sprouting and sexual reproduction of ascos with 2 to 4 ascosporos; positive assimilation and fermentation of glucose, galactose, sucrose, maltose, and raffinose and negative for lactose. The nitrate assimilation was also negative as well as the production of urease. Ethanol percentage ranged from 1.70% to 6.20%, productivity from 1.12 g.L⁻¹.h⁻¹ to 2.03 g.L⁻¹.h⁻¹ and ARI from 0.45g/100mL to 0.50g/100mL. Original cultures, monocellular haploids and the recovered diploids may express different morphophysiologic characteristics; different samples of the original cultures and of the monocellular also produced different ethanol percentages; no was observed amplification of the ITS region of the original diploid cultures, monocellular haploids of S. cerevisiae and with the diploids recovered with none of the enzymes used.
15

Influência da fermentação sobre as propriedades físico-químicas e sensoriais de café conilon (Coffea canephora Pierre Ex. Froehner variedade Vitória).

PRUDENCIO, E. P. 23 February 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:19:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9493_Resumo Final de Dissertação - Estefânia Pecegueiro Prudêncio. PDF.pdf: 12174 bytes, checksum: f0db4e1261e618c0f074890d6e73573d (MD5) Previous issue date: 2017-02-23 / O café é uma commodity de importância econômica, em que a qualidade é relevante na comercialização do grão cru. As formas de condução da colheita, processamento e beneficiamento são importantes para a obtenção de uma bebida de qualidade. O café pode ser preparado por via seca, via semisseca e via úmida. No processamento via úmida, além da fermentação natural, podem-se adicionar enzimas ou inóculos para realizar a degomagem. Porém, deve-se ater às influências da fermentação induzida nas características do grão. Desse modo, este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a influência da fermentação induzida nas propriedades físico-químicas e sensoriais do café conilon. Os frutos de café conilon (Coffea canephora Pierre ex. Froehner), variedade Vitória, foram colhidos por derriça total e selecionados em estádio de maturação tipo cereja. O experimento foi conduzido em duas fases. Na primeira fase, empregando um delineamento fatorial, as amostras de frutos de café sanitizados e descascados foram adicionadas três inóculos: Saccharomyces cerevisiae, Brettanomyces bruxellensis trois e Saccharomyces bayanus, nas concentrações 0,00; 0,05; 0,10; 0,15 e 0,20% m m-1. Na segunda fase, foram comparadas as seguintes seis formas de processamento: via seca, via semisseca, via úmida, via semissólida via seca tradicional praticada pelo produtor e via úmida com adição das leveduras Saccharomyces cerevisiae, Brettanomyces bruxellensis trois, Saccharomyces bayanus na concentração 0,20% m m-1. As propriedades físico-químicas avaliadas, em ambas as fases, foram umidade, pH, acidez titulável total, atividade antioxidante, compostos fenólicos totais, cor, açúcar total e redutor, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. Amostras beneficiadas da primeira e da segunda fase foram classificadas segundo tipo, peneira e bebida. Para primeira fase do experimento, não foram verificadas diferenças significativas entre os tratamentos para as propriedades físico-químicas umidade, pH, acidez titulável total, atividade antioxidante, compostos fenólicos totais, açúcar total e redutor, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. Porém, verificou-se diferença significativa de cor nas coordenadas L*, a* e b*. As classificações por tipo, peneira e bebida não diferiram entre os tratamentos estudados. Para segunda fase, as propriedades físico-químicas umidade, pH, acidez titulável total, atividade antioxidante, compostos fenólicos totais, açúcar total e redutor, condutividade elétrica e lixiviação de potássio não diferiram. Porém, a análise de cor e as classificações por tipo, por peneira e sensorial diferiram entre as formas de processamento pós-colheita. A classificação por bebida demonstrou que o café fermentado com emprego de inóculos apresentou sabor e aroma distintos.
16

Estudo da interação adsortiva entre Saccharomyces cerevisiae, quitosana e corantes têxteis / Study of adsorptive interactions between Saccharomyces cerevisiae, chitosan and textile dye

Dilarri, Guilherme [UNESP] 23 February 2017 (has links)
Submitted by GUILHERME DILARRI null (gui_dila@hotmail.com) on 2017-03-14T19:34:36Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Mestrado Dilarri G.pdf: 817269 bytes, checksum: d4ed5a1a338abae147d271e29daf0e21 (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2017-03-20T22:55:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dilarri_g_me_rcla.pdf: 817269 bytes, checksum: d4ed5a1a338abae147d271e29daf0e21 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-20T22:55:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dilarri_g_me_rcla.pdf: 817269 bytes, checksum: d4ed5a1a338abae147d271e29daf0e21 (MD5) Previous issue date: 2017-02-23 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Os corantes têxteis são um dos principais poluentes descartados em corpos hídricos, e devido a sua toxicidade, são responsáveis por diversos impactos ambientais no ecossistema aquático. A quitosana é um biopolímero derivado da desacetilação da quitina derivada da casca de camarão, que é originária de um resíduo pesqueiro. A levedura Saccharomyces cerevisiae é um micro-organismo muito importante para a indústria brasileira, sendo utilizada em vários processos industriais, além de sua biomassa ser produzida em larga escala no Brasil. Desta forma o trabalho teve como objetivo analisar a aplicação do pó de quitosana e da biomassa de S. cerevisiae na adsorção do corante têxtil Acid Blue 161. Foram feitos testes variando o pH da solução, e utilizou-se os estudos cinéticos, isotermas e termodinâmica para se analisar os resultados e avaliar a interação adsorbato/adsorvente. Realizou-se analises em espectrofotômetro FT-IR para se confirmar os resultados obtidos nos modelos matemáticos. Os resultados mostraram que ambos os adsorventes respeitaram o modelo de pseudo-segunda ordem, porém pode-se constatar também a ocorrência de difusão intrapartícula em ambos materiais. A adsorção melhor se ajustou ao modelo de Freundlich em todos os pH testados para ambos os adsorventes, indicando a formação de múltiplas-camadas. Os estudos termodinâmicos confirmaram que a adsorção é uma reação endotérmica e espontânea, além de confirmar que a adsorção é influenciada pela temperatura. As analises em espectrômetro FT-IR confirmaram que para ambos os adsorventes está ocorrendo quimiossorção em pH ácido devido a protonação do meio, já nos pH alcalino estava ocorrendo uma fisissorção. Com isso pode-se concluir que o pH da solução influencia diretamente no processo de adsorção. Comprovou-se também neste trabalho a eficiência do uso do pó de quitosana e da S. cerevisiae como um possível material adsorvente de corantes têxteis, indicando que a protonação do meio influencia os seus principais sítios de interação, aumentando a adsorção. O pó de quitosana mostrou-se ser mais eficiente e consequentemente mais aplicável em tratamentos têxteis industriais que a biomassa de S. cerevisiae. / CNPq: 130621/2016-1
17

Identificação e avaliação do potencial biotecnológico de leveduras e fungos semelhantes a leveduras isolados de filoplano do Hibiscus rosa-sinensis

Fuentefria, Alexandre Meneghello January 2004 (has links)
O filoplano do Hibiscus rosa-sinensis abriga uma enorme biodiversidade de leveduras e fungos semelhantes a leveduras cujo potencial biotecnológico ainda é desconhecido. Foram isoladas 84 cepas de leveduras de filoplano desta planta, sendo identificadas pela metodologia clássica. Do total de isolados 37% são de afinidade ascomicética, 36% de afinidade basidiomicética e 27% de fungos semelhantes a leveduras.
18

Efeitos tóxicos e genotóxicos do cloreto de estanho (SnCl2) em bactéria e levedura

Viau, Cassiana Macagnan January 2005 (has links)
A genotoxicidade do SnCl2 foi avaliada nos ensaios Salmonella/Microssoma, WP2 Mutoxiteste e com a utilização de linhagens haplóides e diplóides de S. cerevisiae. O presente estudo pôde demonstrar, claramente, que o SnCl2 apresenta um potencial tóxico e uma significativa atividade mutagênica em diferentes ensaios de reversão. O mutante rad52D, deficiente no mecanismo de reparação recombinacional, incapaz de reparar quebras simples e duplas no DNA, foi o mais sensível. As células tratadas com Sn2+ formaram agregados que levaram a uma superestimativa da toxicidade, quando não corretamente desfeitos. Ensaios de inativação corretos, nas doses de 25 mM e 75 mM de SnCl2, foram obtidos através da desagregação das células com EDTA ou tampão fosfato. O Sn2+ induziu reversão na levedura, nos lócus his1-798 (células diplóides), his1-208 e lys-1-1 (células haplóides), bem como mutação no quadro de leitura em células haplóides no lócus hom3-10. Em células diplóides, o SnCl2 induziu recombinação mitótica intragênica, enquanto que a recombinação intergênica não foi significativamente pronunciada. A mutagenicidade do Sn2+ foi demonstrada pelos ensaios de reversão de auxotrofias, mas não pôde ser evidenciada nos ensaios de mutação para a frente. A morte seletiva dos mutantes espontâneos para a canavanina, quando as células são tratadas com SnCl2, sugeriu uma indução de disfunções da membrana das células As células da levedura em fase de crescimento exponencial apresentaram, com apenas 0,1% da concentração de SnCl2, o mesmo perfil de sobrevivência quando comparado com as células em fase de crescimento respiratório, sugerindo um maior envolvimento de parâmetros fisiológicos na resistência ao estresse oxidativo gerado pelo SnCl2 após as células atingirem a fase pós diáuxica. As superoxido dismutases, mas não a catalase, protegeram contra as espécies reativas de oxigênio que o estanho produziu. O mutante sod1D apresentou uma sensibilidade três vezes maior do que a linhagem selvagem, enquanto que o mutante sod2D demonstrou uma sensibilidade pequena ao SnCl2. O duplo mutante sod1Dsod2D mostrou um aumento acentuado na sensibilidade quando comparado com a linhagem selvagem. No teste de Salmonella/Microssoma, o SnCl2 não induziu mutação no quadro de leitura (TA97 e TA98) e nem substituição de pares de bases (TA100), ao passo que uma resposta positiva foi observada com a linhagem TA102 que detecta mutagênicos oxidativos. O SnCl2 também induziu mutação na linhagem IC203 (uvrA oxyR), e não na linhagem IC188 (uvrA). Esses resultados indicaram que o SnCl2 é um agente mutagênico moderado. Provavelmente, o dano ao DNA é causado por espécies reativas de oxigênio e é reparado por um processo recombinacional e por um processo sujeito a erros.
19

Produção de etanol por leveduras em biorreatores com células livres e imobilizadas utilizando soro de queijo / Continuous Ethanol Fermentation by Immobilized Yeasts Cell in Reactor

Silveira, Renata Ferreira January 2007 (has links)
Este projeto tem como finalidade o estudo da produção contínua de etanol em biorreator, por células de levedura imobilizadas por envolvimento, usando como meio de cultivo soro de queijo, um resíduo industrial potencialmente poluente. Na primeira etapa do estudo foi determinada, usando processo em batelada, a temperatura ótima para ser aplicada nos biorreatores de 300C para a Kluyveromyces marxianus CBS 6556 e de 370C para a Saccharomyces cerevisiae recombinante BLR 014. Posteriormente, foram realizados cultivos em biorreator contínuo de mistura completa (CSTR) com as células livres em suspensão para comparação com a produtividade de cultivos imobilizados. Os resultados mostraram que para a K. marxianus a taxa máxima a ser aplicada ao sistema é de 0,20 h-1 e para a S. cerevisiae recombinante de 0,10 h-1. Na etapa final, foram realizados os cultivos com as células imobilizadas por envolvimento em alginato de cálcio usando biorreator de fluxo pistonado com diferentes taxas de diluição (0,05 h-1, 0,10 h-1 e 0,20 h-1). Os resultados sugerem que ambas as cepas de levedura perdem produtividade com o decorrer do tempo de cultivo nas taxas de diluição maiores, provavelmente pela perda de viabilidade. Com o objetivo de averiguar se a perda de produtividade foi causada pela técnica de imobilização ou pela presença de componentes tóxicos no soro de queijo foram realizados experimentos com K. marxianus e uma cepa comercial de Saccharomyces cerevisiae KI em meio complexo YEPD. A cepa comercial não apresentou a perda de produtividade e a K. marxianus mostrou o mesmo perfil para ambos os meios, demonstrando que a imobilização e a composição do soro não afetam a produtividade, assim provavelmente esta queda seja causada por características no crescimento e metabolismo das cepas em questão. / The aim of this present work was to study a continuous alcohol production from cheese whey (potencial pollutant) using immobilized yeasts cells. In the first step of this work , the best temperature to be used on the bioreactor was determined using batch cultures. The temperature was 300C to Kluyveromyces marxianus CBS 6556 and 370C to Saccharomyces cerevisiae recombinant BLR 014. After this, were made cultivations on continuous stirred tank reactor (CSTR) using free cells for productivity comparation with immobilized cells reactors. Our results showing that maximum dilution rate to K. marxianus was 0.20 h-1 and to S. cerevisiae recombinant was 0,10 h-1 before cells wash out. In the final step, were made cultivations using alginate-immobilized cells in a plug-flow reactor with different dilution rates (0.05 h-1, 0.10 h-1 and 0.20 h-1). The results suggest that both yeast strains lost productivity when the high dilution rates was applied on the sistem, probably because the lost of cells viability. To investigate if the lost of productivity was consequence of immobilization technique or the presence of toxics or inhibitory components, were made cultivations on a complexe medium using a comercial strain S. cerevisiae KI and K. marxianus. The results showing that the comecial strain did not loose productivity so drastically and the K. marxianus showing the same behavior. In addition, the productivity lost probably was a consequence of metabolism and growth characteristics of the strains.
20

Identificação e avaliação do potencial biotecnológico de leveduras e fungos semelhantes a leveduras isolados de filoplano do Hibiscus rosa-sinensis

Fuentefria, Alexandre Meneghello January 2004 (has links)
O filoplano do Hibiscus rosa-sinensis abriga uma enorme biodiversidade de leveduras e fungos semelhantes a leveduras cujo potencial biotecnológico ainda é desconhecido. Foram isoladas 84 cepas de leveduras de filoplano desta planta, sendo identificadas pela metodologia clássica. Do total de isolados 37% são de afinidade ascomicética, 36% de afinidade basidiomicética e 27% de fungos semelhantes a leveduras.

Page generated in 0.0502 seconds