• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3
  • Tagged with
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Integração e progresso em documentos de constituição da ALCA / Integration and progress in documents which propose the constitution of the FTAA

Nogueira, Luciana, 1980- 02 April 2009 (has links)
Orientador: Eduardo Roberto Junqueira Guimarães / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-08-13T00:49:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Nogueira_Luciana_M.pdf: 979191 bytes, checksum: 13a4265749f250a50fbfddaf9c7c7598 (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: Nesta dissertação fizemos um estudo semântico da designação das palavras integração e progresso a partir de suas enunciações nos documentos que propõem a constituição da ALCA (Área de Livre Comércio das Américas). Trabalhamos numa perspectiva semântico-enunciativa que leva em conta a relação língua, história e sujeito. Nesta medida estabelecemos uma relação com a teoria da análise do discurso francesa. O conceito de enunciação como acontecimento e o conceito de designação foram fundamentais para nossas análises. O modo pelo qual procedemos as nossas análises foi através da leitura dos procedimentos de reescrituração e mais ainda dos procedimentos de articulação para se chegar ao domínio semântico de determinação (DSD) das palavras em questão. Analisamos ainda integração enquanto enunciado nominalizado e com isso pudemos trabalhar um pouco a questão da memória. Saber os sentidos dessas palavras nestes textos é um modo de procurar compreender o que a designação dessas palavras traz a propósito das relações políticas estabelecidas na ALCA. A partir da análise das palavras, tratamos da relação de litígio enunciativo estabelecido entre a ALCA e a ALBA (Alternativa Bolivariana para a América Latina e o Caribe). Este é um litígio político caracterizado como confronto e como conflito entre a normatividade de um dizer e um outro dizer que se lhe contrapõe / Abstract: In this master's thesis we have proceeded with a semantic study of the designation (designação, in Portuguese) of the words integration and progress from the enunciations contained in the documents which propose the constitution of the FTAA (Free Trade Area of the Americas). We have worked in the semantic-enunciative perspective that takes the relationship amongst language, history and subject for granted. This way, we could establish a relationship with the theory of the French Discourse Analysis. The concept of enunciation as an event, as well as the concept of designation, was fundamental to our analyses. The mode by which we have conducted our analyses was through the reading of the procedures of rewriting, and, furthermore, through the procedures of articulation in order to get to the semantics domains of determination (domínios semânticos de determinação, in Portuguese) of the word being put into question. We have still analysed the word integration as a nominalised enunciation, and, through this, we were able to worka bit with the issue of the memory. Knowing the senses of such words in these texts represents a mode of trying to understand what the designation of these words brings to the purpose of the public relations settled at the FTAA. From the analysis of these words, we have discussed about the relationship of enunciative litigation between the FTAA and the Bolivarian Alternative for Latin America and Caribbean (ALBA, in Spanish). This is a political litigation characterised as a confrontation and a conflict between a normativity of a statement and another one that fits it as its counterpart / Mestrado / Linguistica / Mestre em Linguística
2

O antidumping como parte de políticas comerciais e industriais estratégicas / The antidumping as component of strategic trade and industrial policies

Parente Filho, Wagner de Macedo 30 April 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T20:30:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Wagner de Macedo Parente Filho.pdf: 1473853 bytes, checksum: b48dae48a1370f76235828467fb259a0 (MD5) Previous issue date: 2010-04-30 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / The antidumping is one of the most used mechanisms by members of the World Trade Organization (WTO), and provide by international agreements within the same organization, to impede the access of foreign products in domestic market. Despite a relative uniformity in the implementation of these measures due the fact that it derives from the internalization of the Antidumping Agreement there is still a wide discretion in how WTO members apply such measure, especially the national interest. Thus, developing countries could use the antidumping with a different logic from used in developed countries; not to meet the pressures of domestic industry which was affected by the trade liberalization process, but as part of broader public policies that seek the development of the nation as a whole. In this sense, it is clear that at least two countries that preach free trade England and United States were used aggressive interventionist policies to achieve their current level of development, which cannot be used by today s developing countries under international agreements. In a similar way, it seems essential that developing countries use all mechanisms provided by international agreements in order to carry on public policies, one of them is the antidumping. This use of antidumping measures, at least in Brazil, is consistent with the constitutional option in Brazil; represents low risk to retaliate directly or challenge in WTO Dispute Settlement; can offer more credibility to public policies; provides a more solid economic rationale; and facilitates the judicial control of the action / As medidas antidumping são um dos mecanismos mais utilizados pelos membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) e previstos nos acordos internacionais no âmbito da mesma Organização, para conter a entrada de produtos estrangeiros no mercado interno. Apesar de haver uma relativa uniformidade quanto à aplicação das referidas medidas por derivarem da internalização do Acordo Antidumping ainda existe uma grande discricionariedade na forma como os membros da OMC fazem uso das mesmas, em especial quanto ao interesse nacional. Dessa forma, países em desenvolvimento poderiam utilizar o antidumping com uma lógica diferente da que é empregada em países desenvolvidos; não para satisfazer as pressões da indústria doméstica que foi afetada pelo processo de liberalização comercial, mas como parte de políticas públicas mais amplas, que busquem o desenvolvimento da nação como um todo. Nesse sentido, é notório que pelo menos os dois países que mais pregam o liberalismo comercial Inglaterra e Estados Unidos se utilizaram de políticas intervencionistas agressivas para alcançarem o seu atual nível de desenvolvimento, as quais não podem ser utilizadas pelos países em desenvolvimento de hoje, por força dos acordos internacionais. Do mesmo modo, parece fundamental que os países em desenvolvimento façam uso de todos os mecanismos previstos nos acordos internacionais para a efetivação de políticas públicas eficientes, sendo um dos principais o antidumping. Essa utilização das medidas antidumping, pelo menos no Brasil, é coerente com a opção constitucional brasileira; representa pouca possibilidade de retaliação direta ou contestação no Órgão de Solução de Controvérsias da OMC; pode oferecer mais credibilidade às políticas públicas; possibilita uma ratio econômica mais sólida; e facilita o controle jurisdicional das medidas
3

Brasil versus ALCA na estratégia das negociações: aço, alumínio e cobre / Brazil versus FTAA in the dealing strategy: steel, aluminum and cooper

Silva, Cristiane Ayres da 12 June 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T20:48:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao CRISTIANE AYRES DA SILVA.pdf: 326357 bytes, checksum: 81fe369df68926cd9ed4d38ef1097f01 (MD5) Previous issue date: 2006-06-12 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This paper aims to study some Brazilian issues that involve the formation of the Free Trade Area of the Americas (FTAA), mainly focusing on the analysis of the Brazilian industry of steel, aluminum and copper with respect to protectionist matters. Firstly, the study shows the Theory of International Trade developed from the ideas of David Ricardo, demonstrating the current tendency of commercial and financial globalization, followed by the presentation of some existing economic blocks. Subsequently, the Brazilian external politics strategies in order to overcome the impact of the proposals that involve the FTAA s creation, including within the WTO s scope, will be studied. Brazilian industry s competitiveness of the above-mentioned sectors will be analyzed as well, emphasizing the North-American tariff and non-tariff issues involved in the Brazil-USA trade / Este trabalho procura estudar algumas questões brasileiras que envolvem a formação da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), com especial ênfase na análise da indústria brasileira do aço, alumínio e cobre frente às questões protecionistas. Inicialmente o trabalho expõe a Teoria de Comércio Internacional desenvolvida a partir das idéias de David Ricardo, demonstrando a tendência da mundialização comercial e financeira em curso, seguindo com a apresentação de alguns blocos econômicos existentes. Posteriormente, procurar-se-á estudar as estratégias da política externa brasileira de superação dos impactos das propostas que envolvem a criação da ALCA, inclusive no âmbito da OMC. Analisar-se-á a competitividade da indústria brasileira dos setores referidos, evidenciando as questões tarifárias e não-tarifárias norte-americanas envolvidas no comércio Brasil-Estados Unidos

Page generated in 0.0525 seconds