• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 134
  • 1
  • Tagged with
  • 136
  • 71
  • 22
  • 20
  • 18
  • 18
  • 16
  • 14
  • 14
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Síntese, atividade antibacteriana e farmacocinética pré-clínica de pró-fármaco do etambutol com potencial terapêutico para meningite tuberculosa /

Pinto, Leonardo Santos Ribeiro. January 2010 (has links)
Resumo: O etambutol é preconizado no tratamento da meningite tuberculosa sempre associado a outro fármaco tuberculostático. Mas, embora útil quanto à sua ação, o fármaco não atravessa satisfatoriamente a barreira hematoencefálica. Desta forma, este trabalho propôs a síntese e caracterização estrutural de um pró-fármaco de etambutol (DEREMB) para melhorar a sua penetração no SNC; assim como a realização de estudos de atividade antibacteriana, estabilidade in vitro e ex vivo e, ainda, investigação da disposição cinética do composto; comparando-a com a do etambutol, em ratos wistar (machos, n=20, peso~200g) tratados com dose única via endovenosa (25 mg/kg) e via gavagem (100 mg/kg). A modificação molecular do etambutol alterou a lipossolubilidade do composto, expressa pelo log P, aumentando a possibilidade de penetração no sistema nervoso central, e o aumento da permeabilidade celular, haja vista que o DEREMB apresentou atividade, ainda que menor contra o M. tuberculosis quando comparada ao fármaco matriz. Os resultados obtidos nos ensaios de hidrólise em diferentes pHs (1,2 e 7,4) e na submissão à ação de enzimas plasmáticas permitem observar estabilidade do produto no período de 24 horas. Os parâmetros farmacocinéticos expressos através das médias (IC95%) foram: DEREMB (endovenoso): Cmax (ug/mL)= 10,4; AUC 0-t(ug/mL.min)=252,7; AUC 0-µ(ug/mL.min)= 294,3; Vd (L/kg)=4,3 ; CIT (mL/min/kg)=86,4 ; t ½ (min) =43,1;b (min-1)= 0,021. As baixas concentrações plasmáticas obtidas na administração oral do DEREMB não permitiram o calculo do parâmetros farmacocinéticos por esta via. Apenas os parâmetros Cmax e Vd do DEREMB não apresentaram diferenças estatísticas significativas quando comparados ao etambutol / Abstract: Ethambutol is a tuberculostatic drug indicated for tuberculous meningitis treatment. But, although useful as for its action, the drug does not cross the blood-brain barrier satisfactorily; certainly reducing its effectiveness in the treatment of the tuberculous meningitis. In this way, this work proposed the synthesis and structural characterization of a prodrug of ethambutol (DEREMB) to improve its penetration in SNC; as well as the accomplishment of studies of antibacterial activity, in vitro and ex vivo stability studies and, still, the investigation of the kinetic disposition of the compound comparing it with the pharmacokinetic profile of ethambutol, in rats wistar (males, n=20, weigth~200g) treated with single iv dose(25 mg/kg) and by gavage (100 mg/kg). The produced prodrug presents a greater lipophilicity - expressed by logp - what could increase its permeation through the blood-brain barrier and its cellular permeability, once the DEREMB presented antimycobacterial activity, although smaller when compared to ethambutol. The in vitro and ex vivo (plasma) hydrolysis studies demonstrates that ethambutol derivative is stable and is not converted to ethambutol in the different pHs which occur in digestory tract or by plasmatic enzymes.. The pharmacokinetic parameters of DEREMB (iv) were: Cmax (ug/mL) = 10,4; AUC 0-t(ug/mL.min)=252,7; AUC 0 - (ug/mL.min) = 294,3; Vd (L/kg)=4,3; CIT (mL/min/kg)=86,4; t ½ (min) =43,1; (min-1) = 0,021. The low plasmatic concentrations obtained in the oral administration of DEREMB did not allow to calculate its pharmacokinetic parameters. Only Cmax and Vd parameters of DEREMB did not present significant statistical differences when compared to ethambutol / Orientador: Rosângela Gonçalves Peccinini / Coorientador: Márcia da Silva / Banca: Jean Leandro dos Santos / Banca: Vera Lúcia Lanchote / Mestre
2

Estudo das proteínas HSP70, SOD e catalase de Angiostrongylus cantonensis em hospedeiros habituais e acidentais

Rosa, Thaise Paím da January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-12T02:02:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000459196-Texto+Completo-0.pdf: 1894686 bytes, checksum: 241ac90cbaf1917d1bf7a9c7970d7bb6 (MD5) Previous issue date: 2014 / Angiostrongylus cantonensis is a nematode of the Angiostrongylidae family. In humans, they can cause eosinophilic meningitis. Although the parasite have been described in 1935, little is known about the mechanisms of adaptation to its hosts. A. cantonensis owns molecules that help the parasite in the evasion of the host´s immune system, among these are SOD, catalase and HSP70. The main goal of this work was to study the profiles of HSP70, SOD and CAT of L5 produced in different hosts and analyze the diagnostic potential of the extracts. For the obtainment of fifth stage larvae (L5), rats and mice were infeceted with 104 and 50 third stage larvae, respectively, and euthanized after 21 days. The L5 were recovered from the brain of the animals and homogenized in different buffers to obtain the protein extracts. The quantification of the total protein suggests no significant difference between extracts. For the identification of HSP70, it was performed dot blot and Western blot, showing that in both samples HSP70 were present. ELISA assays were used for the quantification of HSP70 and analyze antigen-antibody binding with from individuals with confirmed diagnosis for angiostrongyliasis. L5 from usual hosts were recognized by the sera showing superior titles to the L5 from the accidental hosts. Levels of stress proteins HSP70, SOD (339U versus 0. 08U of SOD/mg of protein) and catalase (184. 4 versus 75. 6 pmol of CAT mg-1 proteins) were higher p<0. 05, in A. cantonensis larvae from usual hosts in comparison to the larvae obtained from accidental hosts. These data suggest that the levels of stress proteins may be associated to the adaptation of A. cantonensis to the usual hosts. / Angiostrongylus cantonensis é um nematódeo da família Angiostrongylidae. Em humanos, podem causar meningite eosinofílica. Apesar de o parasito ter sido descrito em 1935, pouco se sabe dos mecanismos de adaptação aos seus hospedeiros. A. cantonensis possui moléculas que o auxilia na evasão do sistema imune do hospedeiro, dentre estas estão SOD, catalase e HSP70. O objetivo principal deste trabalho foi estudar o perfil de HSPs 70, SOD e CAT de L5 produzidas em diferentes hospedeiros e analisar o potencial diagnóstico dos extratos. Para a obtenção das larvas de quinto estágio (L5), ratos e camundongos foram infectados com 104 e 50 larvas de terceiro estágio, respectivamente, e eutanasiados após 21 dias. As L5 foram recuperadas do cérebro dos animais e homogeneizadas em diferentes tampões para obtenção dos extratos protéicos.A quantificação de proteínas totais sugere não haver diferenças significativas entre os extratos. Para a identificação de HSP70 foram realizados dot blot e Western blot, mostrando que em ambas as amostras HSP70 estavam presentes. Ensaios de ELISA foram utilizados para a quantificação de HPS70 e para analisar a ligação antígeno anticorpo com soros de indíviduos com diagnóstico confirmado para a angiostrongiliase, sendo que L5 provenientes de hospedeiros habituais apresentam reconhecimento pelos soros com títulos superiores às L5 provenientes de hospedeiros habituais. Os níveis das proteínas de estresse HSP70, SOD (339U versus 0,08U de SOD/mg de proteína) e catalase (184,4 versus 75,6 pmole de CAT mg-1 proteínas) foram superiores p<0,05, em larvas de A. cantonensis provenientes de hospedeiros habituais em comparação com as larvas obtidas de hospedeiros acidentais. Estes dados sugerem que os níveis de proteínas de estresse podem estar associados a adaptação do A. cantonensis aos hospedeiros habituais.
3

Síntese, atividade antibacteriana e farmacocinética pré-clínica de pró-fármaco do etambutol com potencial terapêutico para meningite tuberculosa

Pinto, Leonardo Santos Ribeiro [UNESP] 28 June 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:03Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-06-28Bitstream added on 2014-06-13T18:32:32Z : No. of bitstreams: 1 pinto_lsr_me_arafcf.pdf: 1125998 bytes, checksum: d180b32c1876b87cf52761d5cd5e4873 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O etambutol é preconizado no tratamento da meningite tuberculosa sempre associado a outro fármaco tuberculostático. Mas, embora útil quanto à sua ação, o fármaco não atravessa satisfatoriamente a barreira hematoencefálica. Desta forma, este trabalho propôs a síntese e caracterização estrutural de um pró-fármaco de etambutol (DEREMB) para melhorar a sua penetração no SNC; assim como a realização de estudos de atividade antibacteriana, estabilidade in vitro e ex vivo e, ainda, investigação da disposição cinética do composto; comparando-a com a do etambutol, em ratos wistar (machos, n=20, peso~200g) tratados com dose única via endovenosa (25 mg/kg) e via gavagem (100 mg/kg). A modificação molecular do etambutol alterou a lipossolubilidade do composto, expressa pelo log P, aumentando a possibilidade de penetração no sistema nervoso central, e o aumento da permeabilidade celular, haja vista que o DEREMB apresentou atividade, ainda que menor contra o M. tuberculosis quando comparada ao fármaco matriz. Os resultados obtidos nos ensaios de hidrólise em diferentes pHs (1,2 e 7,4) e na submissão à ação de enzimas plasmáticas permitem observar estabilidade do produto no período de 24 horas. Os parâmetros farmacocinéticos expressos através das médias (IC95%) foram: DEREMB (endovenoso): Cmax (ug/mL)= 10,4; AUC 0-t(ug/mL.min)=252,7; AUC 0-µ(ug/mL.min)= 294,3; Vd (L/kg)=4,3 ; CIT (mL/min/kg)=86,4 ; t ½ (min) =43,1;b (min-1)= 0,021. As baixas concentrações plasmáticas obtidas na administração oral do DEREMB não permitiram o calculo do parâmetros farmacocinéticos por esta via. Apenas os parâmetros Cmax e Vd do DEREMB não apresentaram diferenças estatísticas significativas quando comparados ao etambutol / Ethambutol is a tuberculostatic drug indicated for tuberculous meningitis treatment. But, although useful as for its action, the drug does not cross the blood-brain barrier satisfactorily; certainly reducing its effectiveness in the treatment of the tuberculous meningitis. In this way, this work proposed the synthesis and structural characterization of a prodrug of ethambutol (DEREMB) to improve its penetration in SNC; as well as the accomplishment of studies of antibacterial activity, in vitro and ex vivo stability studies and, still, the investigation of the kinetic disposition of the compound comparing it with the pharmacokinetic profile of ethambutol, in rats wistar (males, n=20, weigth~200g) treated with single iv dose(25 mg/kg) and by gavage (100 mg/kg). The produced prodrug presents a greater lipophilicity – expressed by logp - what could increase its permeation through the blood-brain barrier and its cellular permeability, once the DEREMB presented antimycobacterial activity, although smaller when compared to ethambutol. The in vitro and ex vivo (plasma) hydrolysis studies demonstrates that ethambutol derivative is stable and is not converted to ethambutol in the different pHs which occur in digestory tract or by plasmatic enzymes.. The pharmacokinetic parameters of DEREMB (iv) were: Cmax (ug/mL) = 10,4; AUC 0-t(ug/mL.min)=252,7; AUC 0 - (ug/mL.min) = 294,3; Vd (L/kg)=4,3; CIT (mL/min/kg)=86,4; t ½ (min) =43,1; (min-1) = 0,021. The low plasmatic concentrations obtained in the oral administration of DEREMB did not allow to calculate its pharmacokinetic parameters. Only Cmax and Vd parameters of DEREMB did not present significant statistical differences when compared to ethambutol
4

Sorotipos, clones e susceptibilidade a antimicrobianos de Streptococcus Pneumoniae isolados em amostras de líquor no Estado do Paraná.

Marcon, Isabella 28 June 2011 (has links)
No description available.
5

Doença meningocócica no Brasil : descrição de casos, evidência da efetividade e do impacto da vacina anti-meningocócica conjugada sorogrupo C, 2001 – 2013

Moraes, Camile de 04 October 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2017-02-07T19:10:27Z No. of bitstreams: 1 2016_CamiledeMoraes_Parcial.pdf: 456057 bytes, checksum: 1b73ebc34f7736282dc103e2fc0bebb6 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-02-27T20:33:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_CamiledeMoraes_Parcial.pdf: 456057 bytes, checksum: 1b73ebc34f7736282dc103e2fc0bebb6 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-27T20:33:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_CamiledeMoraes_Parcial.pdf: 456057 bytes, checksum: 1b73ebc34f7736282dc103e2fc0bebb6 (MD5) / Introdução: A doença meningocócica (DM) é importante causa de morbidade e mortalidade em todo mundo. No Brasil, a doença tem caráter endêmico com ocorrência eventual de períodos epidêmicos. A vacina meningocócica C conjugada (MenC) foi incluída no calendário de vacinação da criança do Programa Nacional de Imunizações em 2010. Objetivos: Descrever a ocorrência da DM no Brasil e avaliar o impacto e a efetividade da vacina MenC, no período de 2001 a 2013. Métodos: Foram realizados três estudos: i) estudo descritivo utilizando os casos confirmados de DM registrados no sistema de informação de agravos de notificação (Sinan) entre 2001-2013; ii) estudo observacional ecológico misto, analítico, com análise de séries temporais baseada em dados de painéis utilizando os casos confirmados de DM registrados no Sinan entre 2001-2013; iii) estudo caso-controle não pareado para estimar a efetividade da vacina em crianças menores de cinco anos registradas como casos confirmados de DM no Sinan entre 2011-2015. Resultados: Ocorreu uma importante elevação das taxas de incidência (de 0,19 para 0,62 casos/100.000 habitantes), de mortalidade (0,02 para 0,13 óbitos/100.000 habitantes) e de letalidade (10,6 para 21,8%) da DM sorogrupo C entre 2001 e 2010, respectivamente. Nos três anos seguintes à introdução da vacina foi observada redução nas taxas de incidência da DM sorogrupo C para as crianças menores de um ano (65,2%; IC95%: 20,5%, 84,7%) e de um a quatro anos de idade (46,9%; IC95%: 14,6%, 79,1%). O impacto estimado da vacinação variou de 83,7% (IC95%: 51,1%, 100,0%) na região Centro- Oeste a 56,7% (IC95%: 37,4%, 76,0%) na região Nordeste. A efetividade da vacina MenC para os menores de cinco anos foi de 89,3% (IC95%: 83,3 a 93,1; p<0,001), e para os menores de um ano de idade foi de 93,0% (IC95%: 85,4 a 96,6; p<0,001). Conclusão: Ocorreu aumento expressivo da DM sorogrupo C no período de estudo, em especial até o ano de 2010. A vacina MenC demonstrou ter impacto na redução das taxas de incidência para as crianças menores de um ano de idade, em todas as regiões analisadas, bem como no grupo etário de um a quatro anos de idade. A vacina MenC apresentou ainda alta efetividade no contexto brasileiro entre crianças menores de cinco anos. Mesmo assim, acreditamos que há espaço para melhorar a estratégia de vacinação adotada no Brasil. Ações voltadas para melhoria do diagnóstico laboratorial, assistência aos pacientes, e avaliações das ações de imunização são de fundamental importância para o aprimoramento do controle da doença no país. / Introduction: Meningococcal disease (MD) is important cause of morbidity and mortality worldwide. In Brazil, MD is endemic with occurrence of epidemic periods. Meningococcal C conjugate (MenC) vaccine was included in the routine vaccination schedule for infants and children of the National Immunizations Program in 2010. Objectives: Describe MD in Brazil, evaluate the MenC vaccine impact and effectiveness, from 2001 to 2013. Methods: Three studies were performed: i) descriptive study of MD confirmed cases using the Notifiable Diseases Information System (Sinan) from 2001-2013; ii) observational, mixed ecological, analytical study with time series analysis based on panel data, using MD confirmed cases registered in Sinan from 2001-2013; iii) unmatched case-control study to estimate MenC vaccine effectiveness in children under five years recorded as confirmed cases in Sinan from 2011 - 2015. Results: During the study period, until 2010, there was an increase in MD serogroup C incidence (0.19 to 0.62 cases/100,000), mortality (0.02 to 0.13 death/100,000) and case-fatality rates (CFR) (10.6 to 21.8%). For the three years following the vaccine implementation, a reduction was observed in MD incidence rate in children aged <1 year (65.2%; 95%CI: 20.5%, 84.7%) and 1-4 years old (46.9%; 95%CI: 14.6%, 79.1%). The estimated impact of the vaccine on MDC incidence reduction ranged from 83.7% (95%CI: 51.1, 100.0) in the Midwest region to 56.7% (95%CI: 37.4, 76.0) in the Northeast region. MenC vaccine effectiveness was 89.3% (95%CI: 83.3, 93.1; P<0,001) for children under five years and 93.0% (95%CI: 85.4, 96,6; P<0,001) for children under one year. Conclusions: There was a significant increase in MD serogroup C rates during the study period, especially until 2010. MenC vaccine had impact on the population of children aged <1 year old in all the regions and also had a relevant effect on children 1-4 years old. MenC also presented high effectiveness in the Brazilian context in children <5 years old. Even so, we believe there is still room for improving the vaccination strategy adopted in Brazil. Actions targeting the improvement of laboratory diagnosis, patient care and immunization campaigns assessment are crucial for the improvement of meningococcal disease control.
6

Doença meningocócica em Fortaleza, de 1986 a 1998 : fatores associados à sua evolução / Meningococcal disease in Fortaleza, 1986-1998 : factors associated with its evolution

Mota, Maria de Fátima Fonseca January 1999 (has links)
MOTA, Maria de Fatima Fonseca. Doença meningocócica em Fortaleza de 1986 a 1998 : fatores associados a sua evolução. 1999. 110 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 1999. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-02T14:11:03Z No. of bitstreams: 1 1999_dis_mffmota.pdf: 3427224 bytes, checksum: 1ab130cc0b6d9e1576654a9c0c0bc473 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-02T14:11:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 1999_dis_mffmota.pdf: 3427224 bytes, checksum: 1ab130cc0b6d9e1576654a9c0c0bc473 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-02T14:11:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1999_dis_mffmota.pdf: 3427224 bytes, checksum: 1ab130cc0b6d9e1576654a9c0c0bc473 (MD5) Previous issue date: 1999 / The epidemiological aspects of the Meningococcal Disease in Fortaleza, State do Ceará, Brazil, from 1986 to 1998, related to time and environmental factors were studied. The information was obtained from the Municipal and State Secretaries of Health data bank and also from patient records. The quartile method detected an epidemic sooner than the standard deviation. The months of March, April and May registered the largest number of cases, as well as the highest monthly averages of rain precipitation and relative humidity and the smallest monthly averages of evaporation. In Fortaleza, the cases of Meningococcal Disease occurred weeks after the increase in precipitation (500mm/mo) in relative humidity (>80%), the reduction of insulation (<200horas/mo) and evaporation (<50mm/mo); suggesting that those variables can influence the behavior of MD in Fortaleza. / Os aspectos epidemiológicos da Doença Meningocócica no tempo (ano e mês) e espaço (fatores ambientais) foram investigados de 1986 a 1998 em Fortaleza–Ceará-Brasil. As informações foram obtidas de bancos de dados do Estado e Município e de prontuários médicos. Na construção do diagrama de controle, o método dos quartis foi comparado ao do desvio padrão, o primeiro detectou o início de uma epidemia mais precocemente. Os meses de março, abril e maio registraram os maiores números de casos, como também, as maiores médias mensais de precipitação, umidade relativa do ar e as menores médias mensais de evaporação. Observou-se que os casos da doença meningocócica ocorreram semanas após o aumento da precipitação (500mm/mês); da umidade relativa do ar (>80%); da redução da insolação (<200horas/mês); e da evaporação (<50mm/mês), sugerindo que essas variáveis poderiam influenciar no comportamento da Doença Meningocóccica em Fortaleza.
7

Impacto da Vacinação Contra Hemophilus Influenza Tipo b na Incidência de Meningite no Espírito Santo.

MARTINS, R. E. 12 August 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-30T10:37:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_2490_2003_RONALDO EWALD MARTINS.pdf: 56585 bytes, checksum: 00bc75fae0014a20e7f847675f6a13ed (MD5) Previous issue date: 2005-08-12 / Em julho de 1999 uma vacina conjugada contra o Haemophilus influenzae tipo b (Hib) começou a ser utilizada em crianças no Estado do Espírito Santo. Com o objetivo de avaliar o impacto da vacinação na incidência da meningite causada pelo Hib foram utilizados dados da Secretaria de Estado da Saúde (SESA, ES) e feito um levantamento dos casos ocorridos entre 1993 e 2004. Do total de 406 casos de meningite Hib ocorridos no período, foram estudados os 359 casos ocorridos em crianças com menos de 5 anos, especificando os menores de 1 ano e a faixa de 1 a 4 anos. No ano 2000 o Estado contava com 77 municípios, 3.097.232 habitantes e 284.436 crianças com menos de 5 anos, segundo o Instituto de Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os coeficientes foram calculados para 100.000 habitantes por faixa etária. Considerou-se como pré-vacinal o período entre 1993 e 1999 e como pós-vacinal o período entre 2000 e 2004. A Vacina foi aplicada aos 2, 4 e 6 meses, sem reforço no primeiro ano de vida e em dose única no segundo ano. Os resultados mostraram que nos municípios com maior número de crianças menores de 5 anos a média de incidência no período pré-vacinal foi maior que o dobro da média de incidência nos municípios com menor número de crianças naquela faixa etária (12,54 e 4,13 respectivamente). Do período pré-vacinal para o pós-vacinal, a média de coeficientes nos menores de 1 ano declinou de 50,57 para 4,88 (p= 0,003), e na faixa de 1 a 4 anos declinou de 8,43 para 0,86 (p= 0,003). O sexo predominante foi o masculino (54,87%). Não foi observada predominância estatística na distribuição sazonal dos casos. A letalidade nos menores de 5 anos foi 15,59%. Detalhada por faixa etária, a letalidade mostrou 19,81% nos menores de 1 ano e 9,52% na faixa de 1 a 4 anos. Concluiu-se que houve grande impacto da vacinação na incidência de meningite Hib em menores de 1 ano e também nas crianças de 1 a 4 anos, determinando importante mudança dos coeficientes nas faixas avaliadas e também no percentual de participação de outras idades. O declínio surpreendente e rápido dos coeficientes nas crianças de 1 a 4 anos sugeriu forte evidência da ocorrência do efeito de imunidade de massa. 0bservou-se também grande alteração no percentual de casos por faixa etária após a vacinação. Os maiores de 5 anos que representavam 8,71% dos casos, no período pré-vacinal, passaram a representar 38,46% dos casos no período pós-vacinal. Os 47 casos ocorridos em maiores de 5 anos não foram objeto desta dissertação, sendo abordados somente nas considerações finais.
8

Avaliação de resultados de implante coclear em pacientes deficientes auditivos secundario a meningite

Porto, Paulo Rogerio Cantanhede 26 February 2002 (has links)
Orientadores: Oscar Antonio Queiroz Maudonnet, Orozimbo Alves Costa / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-01T19:26:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Porto_PauloRogerioCantanhede_M.pdf: 13515965 bytes, checksum: aebe9778a321945d9203e47b6b59e6a4 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: A meningite apresenta grande prevalência no Brasil e no mundo, constituindo uma das causas mais importantes de deficiência auditiva profunda. A literatura tem apresentado dados contraditórios sobre o resultado auditivo do implante coclear no paciente com surdez secundária à meningite. Objetivo: Analisar os resultados obtidos em pacientes (com surdez cuja etiologia foi devida (a meningite) que foram submetidos à cirurgia de implante coclear, para saber que fatores poderiam influenciar tais resultados. Material e método: Foram selecionados e estudados retrospectivamente 29 adultos com surdez secundária à meningite, submetidos a cirurgia de implante coclear entre 1990 e 2001, no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, USP de Bauru. Os resultados foram comparados a um grupo controle composto de 28 pacientes com outras causas de perda auditiva. Foram coletados dados relacionados ao sexo, à idade, ao tempo de surdez, à etiologia da meningite da perda auditiva, à presença de meningoencefalite ou não, e às seqüelas associadas. Os achados cirúrgicos e radiológicos como grau de ossificação da cóclea e, conseqüentemente, a quantidade de inserção de eletrodos do implante, tipo de implante, os resultados dos exames audiométricos pré-operatórios e, finalmente, os dados relacionados aos resultados pós-operatórios foram avaliados. Resultados: Ossificação parcial da cóclea foi observada em 69 % no grupo da meningite. Nesse grupo, a inserção do implante foi parcial em 41,37 % dos pacientes contra 7,15 I grupo controle. No grupo da meningite, 82,14 % reconheceram a fala em lista aberta (open-set), contra 89,28% no grupo controle. I seis casos de complicações no grupo da Meningite, e todos ocorreram no grupo de pacientes com ossificação parcial da cóclea. Cinco dos seis casos foram complicações simples resolvidas sem maiores dificuldades. Conclusão: A ossificação influenciou negativamente, resultando em maior número de complicações e maior número de inserções parciais do implante, mas, aparentemente, não influenciou o resultado auditivo. Os resultados auditivos nesses pacientes foram excelentes e comparáveis aos pacientes do grupo Controle cujas etiologias foram diversas / Abstract: Meningitis is one of the most common causes of acquired profound sensori-neural hearing loss in developing countries. Literature has provided contradictory data with regard to the outcome of cochlear implantation in post-meningitic adult patients. Objective: To review the outcome of cochlear implantation in adult patients with sensorineural hearing loss whose etiology was meningitis, to try to identify the factors that could influence the results. Material e methods: Twenty-nine adult patients with postmeningitis deafness submitted to cochlear implantation between 1990 and 2001 at the Craniofacial Anomaly rehabilitation Hospital in Bauru, São Paulo, Brazil were studied retrospectively. The results of this group were compared to a control group consisting of 28 patients with etiologies other than meningitis. ResuIts: Partial ossification of the cochlea was observed in 69 % of the patients in the post-meningitic group. In this group, partial insertion occurred in 41 % of the patients compared to 7 % in the control group. Open-set speech recognition occurred in 82% versus 89% in the control group. There were 6 surgical complications in the meningitic group, all of which occurred in patients with partially ossified cochleas. Five of the six complications were simple and handled with minor procedures. ConcIusion: In our study, the ossified cochlea, which occurred in postmeningitic group, negatively influenced the number of partial insertions and augmented the number of complications when compared with the control group, however apparently did not influence the auditory results. The hearing results were satisfactory and equivalent in both groups / Mestrado / Otorrinolaringologia / Mestre em Ciências Médicas
9

Meningites de etiologia indeterminada no município de São Paulo, 1960 a 1977 / Meningitis of indeterminate etiology in the city of São Paulo, 1960 to 1977

Alexandre Vranjac 22 June 1988 (has links)
E realizado o estudo epidemiológico das meningites de etiologia indeterminada no Municlpio de São Paulo, no período de 1960 a 1977. O trabalho é apresentado em quatro partes. Na primeira parte são apresentados e discutidos os diferentes modos de diagnóstico etiológico das meningites (presuntivos e de certeza) e é enfatizada a necessidade do estudo das meningites indeterminadas. Na segunda parte é apresentado o comportamento epidemiológico da doença meningocócica no Município de São Paulo, no período 1960 a 1977. Esta apresentação é feita visando comparar e procurando verificar a influência da doença meningocócica no comportamento epidemiológico das meningites de etiologia indeterminada. Na terceira e quarta partes são apresentados os caracteres epidemiológicos das meningites de etiologia indeterminada. Inicialmente os casos são classificados em meningites indeterminadas de provavel etiologia bacteriana ou viral, utilizando-se como parâmetro para a classificação o percentual de neutrófilos no liquor. Em seguida são apresentados e analisados os comportamentos segundo variaveis da pessoa (idade e sexo), do local de residência (segundo distritos e areas homogêneas do município), do tempo (variação anual e mensal), modo diagnóstico, evolução clinica, tempo de hospitalização. O estudo mostra que entre 1972 e 1977 ocorreu no Município de São Paulo um aumento significativo de casos de meningite de etiologia indeterminada; grande parte dos casos, provavelmente, era constituída por casos de meningite meningocócica, dos quais não foi possivel a determinação etiológica. Ocorreu também, concomitantemente, um aumento significativo de meningites de provável etiologia viral. O percentual de neutrófilos no liquor (primeiro exame) em épocas epidêmicas, pode ser utilizado como parâmetro para classificacão epidemiológica meningites segundo etiologia provavelmente bacteriana ou viral. / The epidemiological behaviour of the meningitis of undetermined etiology within the Municipality of São Paulo, during the period from 1860 to 1977, is studied. The work consists of four parts. In the first part, the different forms of etiological diagnosis of meningitis (either presumptives ar certain) are submitted and discussed, as well as the need study of the undetermined meningitis. In the second part the epidemiological behaviour of the meningococcal diseases within the Municipality of São Paulo, during the period from 1960 to 1977, is submitted. Such a presentation is made with the purpose of comparison, and trying to verify the influence of the meningococcal disease on the epidemiological behaviour of the meningitis of undetermined etiology. In the third and fourth parts, the epidemiologic characters of the meningitis of undetermined etiology are submitted. At first, the cases are classified as undetermined meningitis of probable bacterial or viral etiology, using as parameter for the classification the percentile number of neutrophiles in the liquor (first examination). Then, there are submitted and analysed the behaviour as per the variables of the person (age and sex), place of residence (according to districts and homogeneous areas within the Municipality), time (annual and monthly variation), form of diagnosis, clinic evolution, and hospitalization period. It is concluded that between 1972 and 1977 there was in the Municipality of São Paulo, an epidemics of meningitis of undetermined etiology; most of the cases were, probably, constituted by cases of meningococcic meningitis, of which it was not possible to make the etiologic determination. There was, also, al the same time, an important increase of diagnosis of meningitis of probable viral etiology. The percentile number of neutrophiles in the Liquor (first examination), in epidemic times, may be used as an epidemiological parameter for the classification of the meningitis, as per the etiology, probably bacterial or viral.
10

Meningites de etiologia indeterminada no município de São Paulo, 1960 a 1977 / Meningitis of indeterminate etiology in the city of São Paulo, 1960 to 1977

Vranjac, Alexandre 22 June 1988 (has links)
E realizado o estudo epidemiológico das meningites de etiologia indeterminada no Municlpio de São Paulo, no período de 1960 a 1977. O trabalho é apresentado em quatro partes. Na primeira parte são apresentados e discutidos os diferentes modos de diagnóstico etiológico das meningites (presuntivos e de certeza) e é enfatizada a necessidade do estudo das meningites indeterminadas. Na segunda parte é apresentado o comportamento epidemiológico da doença meningocócica no Município de São Paulo, no período 1960 a 1977. Esta apresentação é feita visando comparar e procurando verificar a influência da doença meningocócica no comportamento epidemiológico das meningites de etiologia indeterminada. Na terceira e quarta partes são apresentados os caracteres epidemiológicos das meningites de etiologia indeterminada. Inicialmente os casos são classificados em meningites indeterminadas de provavel etiologia bacteriana ou viral, utilizando-se como parâmetro para a classificação o percentual de neutrófilos no liquor. Em seguida são apresentados e analisados os comportamentos segundo variaveis da pessoa (idade e sexo), do local de residência (segundo distritos e areas homogêneas do município), do tempo (variação anual e mensal), modo diagnóstico, evolução clinica, tempo de hospitalização. O estudo mostra que entre 1972 e 1977 ocorreu no Município de São Paulo um aumento significativo de casos de meningite de etiologia indeterminada; grande parte dos casos, provavelmente, era constituída por casos de meningite meningocócica, dos quais não foi possivel a determinação etiológica. Ocorreu também, concomitantemente, um aumento significativo de meningites de provável etiologia viral. O percentual de neutrófilos no liquor (primeiro exame) em épocas epidêmicas, pode ser utilizado como parâmetro para classificacão epidemiológica meningites segundo etiologia provavelmente bacteriana ou viral. / The epidemiological behaviour of the meningitis of undetermined etiology within the Municipality of São Paulo, during the period from 1860 to 1977, is studied. The work consists of four parts. In the first part, the different forms of etiological diagnosis of meningitis (either presumptives ar certain) are submitted and discussed, as well as the need study of the undetermined meningitis. In the second part the epidemiological behaviour of the meningococcal diseases within the Municipality of São Paulo, during the period from 1960 to 1977, is submitted. Such a presentation is made with the purpose of comparison, and trying to verify the influence of the meningococcal disease on the epidemiological behaviour of the meningitis of undetermined etiology. In the third and fourth parts, the epidemiologic characters of the meningitis of undetermined etiology are submitted. At first, the cases are classified as undetermined meningitis of probable bacterial or viral etiology, using as parameter for the classification the percentile number of neutrophiles in the liquor (first examination). Then, there are submitted and analysed the behaviour as per the variables of the person (age and sex), place of residence (according to districts and homogeneous areas within the Municipality), time (annual and monthly variation), form of diagnosis, clinic evolution, and hospitalization period. It is concluded that between 1972 and 1977 there was in the Municipality of São Paulo, an epidemics of meningitis of undetermined etiology; most of the cases were, probably, constituted by cases of meningococcic meningitis, of which it was not possible to make the etiologic determination. There was, also, al the same time, an important increase of diagnosis of meningitis of probable viral etiology. The percentile number of neutrophiles in the Liquor (first examination), in epidemic times, may be used as an epidemiological parameter for the classification of the meningitis, as per the etiology, probably bacterial or viral.

Page generated in 0.0434 seconds