• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 69
  • 29
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 102
  • 102
  • 48
  • 46
  • 26
  • 23
  • 23
  • 22
  • 21
  • 20
  • 20
  • 17
  • 15
  • 13
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A linguagem médica popular

Saavedra, Alberto January 1919 (has links)
No description available.
2

La verdad sobre la acupuntura

Quiroga, Mariela, Alcántara, Sonia, Mercado, Giuliana, Vásquez, José, Vega, Ximena, Riega, Juan Carlos 23 November 2008 (has links)
Trabajo final del curso Informática para las Ciencias de la Salud
3

Efectividad de los remedios caseros

Servat, Jean, Heysen, Johann, Rodríguez, Andrea, Zumaeta, Harel, Hiromoto, Thiara, Bobadilla, Abraham 23 November 2008 (has links)
Trabajo final del curso Informática para las Ciencias de la Salud
4

Avaliação das atividades antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais das folhas dos quimiotipos I, II e III de Lippia alba (Mill.) N. E. Brown / Evaluation of antioxidant and antimicrobial activities of essential oils of leaves of chemotype i, ii and iii of Lippia alba (Mill.) N. E. Brown

Teixeira, Andréa Bessa January 2009 (has links)
TEIXEIRA, Andréa Bessa. Avaliação das atividades antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais das folhas dos quimiotipos I, II e III de Lippia alba (Mill.) N. E. Brown. 2009. 139 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-17T12:25:10Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_abteixeira.pdf: 3991762 bytes, checksum: 55bf92e4f114d382f9fb27c27cae9016 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-17T13:46:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_abteixeira.pdf: 3991762 bytes, checksum: 55bf92e4f114d382f9fb27c27cae9016 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-17T13:46:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_abteixeira.pdf: 3991762 bytes, checksum: 55bf92e4f114d382f9fb27c27cae9016 (MD5) Previous issue date: 2009 / The species Lippia alba (erva cidreira) is widely used in folk medicine. The composition of essential oil varies quantitative and qualitative, leading to the classification of different chemotypes. A rich pharmacological potential is related to the wide variation in chemical composition of these oils, which arouses the interest of researchers in establishing scientific explanations for such activities. The objective of this study was to evaluate the antimicrobial and antioxidant activities of essential oils of chemotype I, II and III, leaves of L. alba, and to investigate their possible relationships with the chemical composition of their essential oils. The chemical characterization of constituents of essential oils was performed using GC-MS by determining the percentage of constituents present in the samples. The antimicrobial activity of oils was determined by agar diffusion, and MIC and CLM methods by microdilution broth culture and plated on agar, respectively. The antioxidant activity was assessed by measurement of TBARS and by determining the activity of removal of free radicals by DPPH. Essential oils from leaves of L. alba were recognized by the presence of its major constituents in chemotype I (citral-myrcene), chemotype II (citral-limonene) and chemotype III (carvone-limonene). The three essential oils showed activity against S. aureus, even resistant, and C. albicans. For Gram-negative bacteria, the three chemotypes present action on the A. lwoffi; the chemotypes II and III inhibited the growth of A. baumannii, and only the chemotype II was that acted on E. coli ATCC 10536. The lowest MIC obtained for CLM and essential oils of chemotypes I, II and III were 0,312 and 0,625mg/mL, 0,312 and 0,312mg/mL and 0,625 and 0,625mg/mL, respectively. The diffusion technique in agar served as a preliminary step in determining the antimicrobial activity and MIC determination by broth dilution accompanied by reading of optical densities of cultures showed absorbance values similar to the positive control group by a certain concentration and then increased indicating a higher microbial growth. Three chemotypes of OELA reduced lipid peroxidation induced in the hippocampus and brain of rats, but showed no scavenging activity of free radicals measured by the DPPH test. Thus, the results suggest that essential oils of chemotype I, II and III of L. alba, have excellent antimicrobial activity, especially on S. aureus and C. albicans, whereas the diffusion method is an excellent screening method, the dilution method, by visual inspection and reading of absorbance, in addition to determine the MIC, the CLM and evaluate the kinetics of inhibition of microbial growth, the antioxidant potential shown OELA by the hippocampus and cortex of rats makes these products a potential pharmacological tool in the treatment of neurodegenerative diseases, however, for that additional studies are needed, and that differences in the composition of the oil is a factor to be considered important in studies pharmacological. / A espécie Lippia alba (erva-cidreira) é muito usada na medicina popular. A composição de seu óleo essencial apresenta variações quantitativas e qualitativas, levando à classificação de diferentes quimiotipos. Um rico potencial farmacológico está relacionado à ampla variação na composição química desses óleos, o que desperta o interesse de pesquisadores em estabelecer explicações científicas para tais atividades. O objetivo do trabalho foi avaliar as atividades antimicrobiana e antioxidante dos óleos essenciais dos quimiotipo I, II e III, de folhas, de L. alba, bem como investigar suas possíveis relações com a composição química de seus óleos essenciais. A caracterização química dos constituintes dos óleos essenciais foi realizada utilizando a CG-MS, determinando-se a porcentagem dos constituintes presentes nas amostras. O potencial antimicrobiano dos óleos foi determinado pelo método de difusão em ágar, e as CIM e CLM pelos métodos da microdiluição em caldo de cultura e do plaqueamento em ágar, respectivamente. A atividade antioxidante foi avaliada pela dosagem de TBARS e pela determinação da atividade de remoção de radicais livres pelo DPPH. Os óleos essenciais das folhas de L. alba foram reconhecidos pela presença de seus constituintes majoritários em quimiotipo I (citral-mirceno); quimiotipo II (citral-limoneno) e quimiotipo III (carvona-limoneno). Os três óleos essenciais apresentaram atividade sobre S. aureus, mesmo as multirresistentes, e C. albicans. Para as bactérias Gram-negativas, os três quimiotipos apresentaram ação sobre o A. lwoffi; os quimiotipos II e III inibiram o crescimento do A. baumannii; e apenas o quimiotipo II foi que teve ação sobre E. coli ATCC 10536. As mais baixas CIM e CLM obtidas para os óleos essenciais dos quimiotipos I, II e III, foram de 0,312 e 0,625mg/mL, 0,312 e 0,312mg/mL e 0,625 e 0,625mg/mL, respectivamente. A técnica de difusão em ágar serviu como uma etapa preliminar na determinação do potencial antimicrobiano e a determinação da CIM por diluição em caldo acompanhada de leitura das densidades óticas das culturas, mostrou valores de absorbâncias semelhantes ao grupo controle positivo até uma determinada concentração e então aumentaram, indicando um maior crescimento microbiano. Os três quimiotipos do OELA reduziram a peroxidação lipídica induzida no hipocampo e cérebro de ratos, contudo não apresentaram atividade seqüestradora de radicais livres mensuradas através do teste do DPPH. Assim, os resultados sugerem que os óleos essenciais dos quimiotipo I, II e III de L. alba, possuem excelente atividade antimicrobiana, principalmente sobre S.aureus e C. albicans; que o método de difusão é um excelente método de triagem; que o método da diluição, por inspeção visual e leitura de absorbância, permite determinar alem da CIM, a CLM e avaliar a cinética de inibição de crescimento microbiano; o potencial antioxidante mostrado pelo OELA no hipocampo e córtex de rato, torna esses produtos uma ferramenta farmacológica em potencial no tratamento de doenças neurodegenerativas, contudo, para isso estudos adicionais são necessários; e que as diferenças na composição do óleo é um fator que deve ser considerado importante nos estudos farmacológicos.
5

Plantas medicinales: Una farmacia natural para la salud pública

Balarezo López, Gunther 08 1900 (has links)
Culturas ancestrales han utilizado las plantas como medicina, costumbre que actualmente se está perdiendo debido a la falta de transmisión de estos conocimientos de padres a hijos. A pesar de ello, en los países subdesarrollados, su consumo continúa por su accesibilidad, costos y efectividad. Sin embargo, la medicina convencional aún no la toma en cuenta por desconocimiento o por falta de una base científica que confirme sus beneficios. En tal sentido, las Escuela de Medicina deberían incluir cursos referentes a la medicina tradicional para conocer las plantas que podrían emplearse como complemento al tratamiento farmacológico.
6

Avaliação in vitro da atividade antimicrobiana e do potencial citotóxico do gel de Aloe Vera: uma discussão sobre o uso em queimaduras

Dias, Julliany Lopes 16 December 2016 (has links)
Trata-se de um estudo experimental, cujo objetivo foi avaliar a atividade antimicrobiana e o potencial citotóxico do gel da Aloe vera e discutir seu uso tópico em queimaduras. Para tanto, foram coletadas folhas da A. vera em hortas comunitárias da cidade de Palmas-TO, e processadas para obtenção do gel, a fim de mimetizar a forma do uso popular da planta no tratamento de lesões por queimaduras. O gel foi dividido em dois grupos para teste, in natura (Grupo A) e liofilizado (Grupo B). A atividade antimicrobiana foi realizada pelo método de macrodiluição em ágar e microdiluição em caldo para determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e da concentração bactericida mínima (CBM), para micro-organismos comumente identificados em lesões infectadas de indivíduos queimados. Ensaios de fragilidade osmótica eritrocitária (FOE) foram realizados para avaliação da citotoxicidade. Os resultados dos testes experimentais sugerem que a Aloe vera, cultivada em Palmas-TO, possui atividade antimicrobiana de natureza bacteriostática para S. aureus, E. cloacae, A. baumanii, P. aeuruginosa, E. coli e ,para C. albicans, tanto na forma in natura como liofilizada. Resultados obtidos para K. pnemoniae diferiram dos demais micro-organismos testados, com atividade antimicrobiana apenas para gel liofilizado. Quanto à citotoxicidade, não houve taxa de hemólise significativa (p<0,05), bem como deformidade em membrana celular, que evidenciasse risco tóxico no uso do gel da planta para as concentrações máximas testadas:100 % in natura e 20 mg/ml do extrato do gel liofilizado. No que tange ao uso popular do gel in natura no tratamento de queimaduras, as evidências deste estudo corroboram para a segurança do uso tópico. Entretanto, mais estudos de como ocorre a absorção e metabolização dos componentes do gel devem ser realizados. / This is an experimental study whose objective was to evaluate the antimicrobial property and toxicity risk of Aloe vera gel and to discuss its topical use in burns. Therefore, A. vera leaves were collected in community vegetable gardens in the Palmas-TO city, and processed to obtain the gel, in order to mimic the popular use form of the plant in the treatment of burn injuries. The gel was divided into two testing groups, in natura (Group A) and lyophilized (Group B). The antimicrobial activity was performed by agar macrodilution and broth microdilution to determine minimum inhibitory concentration (MIC) and minimum bactericidal concentration (MBC), for microorganisms commonly identified in infected lesions of burned individuals. Erythrocyte osmotic fragility test (EOS) were performed to evaluate cytotoxicity. The experimental tests results suggest that Aloe vera grown in Palmas-TO has antimicrobial activity of bacteriostatic nature for S. aureus, E. cloacae, A. baumanii, P. aeuruginosa, E. Coli and C. albicans, both in the in natura and lyophilized form. Results obtained for K. pnemoniae differed from the other microorganisms tested, with antimicrobial activity only for lyophilized gel. As for cytotoxicity, there was no significant hemolysis rate (p <0,05), as well as cell membrane deformity, which showed a toxic risk in the use of the plant gel at the maximum concentrations tested 100% in natura and 20 mg / ml of lyophilized gel extract. Regarding gel popular use in natura in the treatment of burns, the evidences of this study corroborate for the safety of topical use. However, further studies of how absorption and metabolism occur should be performed.
7

Contribución al estudio antropológico de la medicina tradicional de los Valles Calchaquíes (provincia de Salta)

Crivos, Marta January 2003 (has links)
Nuestro análisis de la narrativa de casos de enfermedad en Molinos incluye dos dimensiones -la de los caminos recorridos en el proceso de búsqueda de la salud y la que despliega el sentido que la experiencia de la enfermedad adquiere en el contexto del modo de vida en los valles calchaquíes salteños. El rol estructurador de la narrativa favorece la evocación de los aspectos relevantes a la comunicación social de los procesos de salud/enfermedad experimentados. Es por ello que, a lo largo de la investigación, exploramos este material como substrato para la consideración de la enfermedad como problema práctico y en su expresión simbólica. Con este trabajo de tesis intento contribuir al estudio antropológico de la medicina tradicional en una población de los Valles Calchaquíes salteños.
8

Estudo etnobotânico de plantas medicinais na Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda, município de Feijó, Acre /

Lopes, Bárbara Pacheco Carita Simões, 1987. January 2017 (has links)
Orientador: Lin Chau Ming / Coorientador: Moacir Haverroth / Banca: Eliana Rodrigues / Banca: Silvia Maria Guerra Molina / Resumo: As plantas medicinais constituem um domínio essencial na medicina e saúde indígena. As questões de saúde e doença na medicina indígena implicam conexões entre natureza, cultura, questões físicas e espirituais. Para os Kaxinawá, as doenças não possuem causas únicas, sendo produzidas por um conjunto de forças internas e externas, enquanto os desenvolvimentos físico, mental, emocional e espiritual estão relacionados entre si. Este trabalho busca compreender os elementos presentes na medicina Kaxinawá, apresentando características relacionadas à manipulação das plantas de uso medicinal em processos de saúde e doença. Assim, o objetivo geral desta pesquisa é realizar um levantamento etnobotânico das plantas medicinais utilizadas pelos Kaxinawá e, por meio de seu registro, contribuir para o fortalecimento da resiliência do sistema tradicional de saúde indígena envolvido. Esta pesquisa realiza-se com a participação das cinco comunidades da Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO), no Alto Rio Envira, município de Feijó - AC, Brasil. A coleta dos dados foi realizada em quatro viagens de campo, por meio da observação participante e de 41 entrevistas semi-estruturadas para o levantamento das informações socioculturais dos/as participantes, e das plantas medicinais com a técnica da lista livre. A análise de dados foi quali-quantitativa. Foram utilizados parâmetros da etnobotânica quantitativa e a criação de categorias analíticas de agrupamento em função dos usos das plantas medici... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract:Medicinal plants are a fundamental domain in Indigenous Medicine and health. Health and sickness matters in the Indigenous Medicine imply in connections among Nature, Culture, physical and spiritual subjects. For the Kaxinawá, diseases are not related to a single root, but are originated in a series of internal and external forces, as the physical, mental, emotional and spiritual developments are linked. The present study envoys to comprehend the elements present in the Kaxinawá Medicine, presenting characteristics related to the medicinal plants in health and sickness processes. Therefore, the objective of this study is to attain a ethnobotanical data collection regarding medicinal plants employed by the Kaxinawá and, through such record, to contribute to the strengthening of the related traditional indigenous health system resilience. This research was accomplished through the involvement of four communities from the Terra Indígena Kaxinauá de Nova Olinda (TIKNO), in the Alto Rio Envira, in the city of Feijó - AC, Brazil. Data collection was done through participating observation and 41 semi-structured interviews for the listing of sociocultural information of the participants, and for the medicinal plants the free listing technic was employed. Data analysis was quali-quantitative. Quantitative Ethnobotany parameters and the analytical categorization of grouping regarding employ functions of the listed medicinal plants were applied. Medicinal plants, for the Kaxinauá, are the equivalent for "Medicine". Eating is intimately related to health and a strong relation between plant usage and animal models that represent the consumed game animal was noticed. Food characteristics and individual ... / Mestre
9

Observações sobre a prática terapêutica de comunidades ribeirinhas do rio Unini, AM, Brasil / Observations on the therapeutic practices of riverine communities of the Unini River,AM, Brazil

Santos, Juliana de Faria Lima [UNIFESP] January 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:45:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012 / Este estudo realizou um levantamento etnofarmacologico entre especialistas de cura em sete comunidades do Rio Unini, Amazonas, Brasil. Para a realizacao do trabalho de campo, foi utilizada a abordagem etnografica com a presenca de um medico. As plantas e os animais, bem como os seus produtos e os derivados indicados nas praticas de cura, foram coletados, identificados e depositados em acervos cientificos. Foram selecionados 33 especialistas em cura que se autodenominam rezador, parteira,desmintidor e entendido em remedios do mato. Na pratica terapeutica foram indicadas e coletadas 122 especies vegetais pertencentes a 60 familias botanicas, sendo as mais recorrentes a Fabaceae s.l. (10%), a Arecaceae (6%), a Zingiberaceae e a Lamiaceae (5% cada). Tambem foram indicados e coletados, exsudados vegetais a partir de 14 daquelas especies vegetais, sendo a familia Burseraceae a mais recorrente, assim como cinquenta e sete (57) animais pertencentes a 35 familias taxonomicas, sendo as mais recorrentes duas familias de peixes osseos: a Cichlidae (14%) e a Characidae (9%). As plantas e os animais foram indicados para 67 usos terapeuticos, agrupados em 21 categorias de uso, tendo sido a categoria das psicoativas (17%), seguida das sindromes ligadas a cultura (16,7%), as que apresentaram maior numero de recursos utilizados. Observou-se que o grande isolamento geografico, assim como o restrito atendimento medico nessas comunidades, resultam em um sistema terapeutico rico e peculiar, sugerindo que se deveriam fazer mais investigacoes farmacologicas e fitoquimicas, a fim de se procurar e descobrir novos potenciais bioativos / BV UNIFESP: Teses e dissertações
10

A prática do ucó : cosmo-ontologia manjaco sobre materialização do corpo na diversidade corporal

Mendes, Irina January 2018 (has links)
Durante época colonial, portugueses em sua missão civilizadora, consideravam que todo era primitivo e inferior. E que a medicina tradicional, deveria ser descartada para abrir caminho a iluminação ocidental. Os curandeiros tradicionais foram demitidos como charlatães. Os hospitais foram construídos nos centros urbanos, onde a medicina tradicional quase desapareceu. Obviamente, a nação recém-independente herdou um pouco de ideologias europeias, contudo, ainda salvaguarda os valores tradicionais milenares. A medicina tradicional herdada dos seus antepassados em matéria de saberes, relacionamento e regras de conduta, sobreviveu à invasão ocidental, e hoje, isso trouxe um conflito entre duas ideologias. É do povo guineense que a pesquisa está falando concretamente. Portanto, esta pesquisa aborda a temática sobre a cosmo-ontologia do grupo étnico manjaco sobre fenômeno Ucó e o dilema da modernidade na Guiné Bissau. Partindo do conhecimento da sua cosmovisão e concepções sobre a doença e a cura, presume-se alcançar o universo das representações sobre Saúde e doença e a análise dos itinerários terapêuticos explorados na procura da cura no âmbito tradicional e da biomedicina. A construção desta análise sustenta-se na pesquisa etnográfica em Canhob, Norte da Guiné-Bissau, na ONG “Menino Deus” e no Hospital nacional Simão Mendes em Bissau. Pretende-se dar conta cosmologia sobre Ucó ou “meninos Irãs” entre os Manjaco, desde o ponto fundamental da sua coletividade e cultural, até um eixo periférico à sua racionalidade. Durante trajetos terapêuticos, há uma procura no sentido de diminuir o sofrimento, que se vai acedendo espaço do grupo étnico e atinge a esfera social, isto é, há uma oscilação entre rede cura tradicional e biomedicina, tentando-se acumular o melhor de cada um dos sectores de cuidados. / During colonial times, Portuguese in their civilizing mission, considered that everything was primitive and inferior. And that traditional medicine should be discarded to make way for Western enlightenment. Traditional healers were dismissed as charlatans. Hospitals were built in urban centers, where traditional medicine almost disappeared. Obviously, the newly independent nation has inherited some European ideologies, yet it still safeguards the traditional millennial values. The traditional medicine inherited from its ancestors in matters of knowledge, relationship and rules of conduct survived the Western invasion, and today, this has brought about a conflict between two ideologies. It is the Guinean people that the research is speaking concretely. Therefore, this research deals with the thematic on the cosmo-ontology of the manjaco ethnic group about Ucó phenomenon and the dilemma of modernity in Guinea Bissau. Starting from the knowledge of their worldview and conceptions about the disease and the cure, it is presumed to reach the universe of the representations on Health and disease and the analysis of the therapeutic routes explored in the search of the cure in the traditional scope and of the biomedicine. The construction of this analysis is based on the ethnographic research in Canhob, North of Guinea-Bissau, the NGO "Menino Deus" and the Simão Mendes National Hospital in Bissau. It is intended to account for cosmology on Ucó or "Iranian boys" among the Manjaco, from the fundamental point of its collective and cultural, to an axis peripheral to its rationality. During therapeutic pathways, there is a search to reduce suffering, that is accessing space of the ethnic group and reaches the social sphere, that is, there is an oscillation between traditional healing network and biomedicine, trying to accumulate the best of each one care sectors.

Page generated in 0.0735 seconds