• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1901
  • 38
  • 37
  • 36
  • 33
  • 30
  • 27
  • 14
  • 6
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 1973
  • 959
  • 922
  • 677
  • 448
  • 336
  • 218
  • 173
  • 173
  • 169
  • 151
  • 146
  • 138
  • 134
  • 134
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Fibra de sisal : mercerização, acetilação e aplicação em compositos de borracha de pneu triturado

Martins, Maria Alice 31 July 2018 (has links)
Orientador : Ines Joekes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Quimica / Made available in DSpace on 2018-07-31T15:13:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martins_MariaAlice_D.pdf: 8931170 bytes, checksum: c63318196d5b857e3f60eddb3822dd07 (MD5) Previous issue date: 2001 / Doutorado
42

In vitro and in situ evaluation of microabrasion technique on enamel microhardness and morphology = Avaliação in vitro e in situ da técnica de microabrasão sobre a microdureza e morfologia do esmalte dental / Avaliação in vitro e in situ da técnica de microabrasão sobre a microdureza e morfologia do esmalte dental

Pini, Núbia Inocencya Pavesi, 1987- 22 August 2018 (has links)
Orientadores: José Roberto Lovadino, Débora Alves Nunes Leite Lima / Texto em português e inglês / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-22T14:53:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pini_NubiaInocencyaPavesi_M.pdf: 2670984 bytes, checksum: b4ce5e2b5f02ccd6636853ceb3a2b8fc (MD5) Previous issue date: 2013 / Resumo: Objetivo: Avaliar, in vitro, a influência dos ácidos utilizados para microabrasão e, in situ, o efeito do tempo de contato com a saliva na microdureza e morfologia do esmalte abrasionado. Metodologia: In vitro: Setenta blocos dentais bovinos foram divididos em 7 grupos (n=10). Os grupos experimentais foram tratados com aplicação ativa/passiva dos ácidos H3PO4 35% (E1/E2) ou HCl 6,6% (E3/E4); e controles, tratados com microabrasão com H3PO4+pedra-pomes (C5), HCl+silica (C6) ou nenhum tratamento (C7). In situ: Nove grupos (n=19) de blocos dentais bovinos foram divididos de acordo com o tratamento e o tempo de exposição salivar, sendo 4 grupos tratados com H3PO4+pedra-pomes, 4 com HCl+sílica e 1 grupo controle. Os grupos tratados foram subdivididos em: sem exposição salivar, 1 hora, 24 horas ou 7 dias de exposição em ambiente intrabucal. A microdureza superficial (SMH) foi avaliada antes e após a microabrasão, e após exposição salivar (in situ). A microdureza subsuperficial (CSMH - 10, 25, 50 e 75 ?m) foi analisada após a microabrasão (in vitro) e após a exposição salivar (in situ). Espécimes representativos foram selecionados para a avaliação da morfologia do esmalte por meio da microscopia confocal de varredura a laser (MCVL - in vitro) e por microscopia eletrônica de varredura (MEV - in situ). Para a análise estatística foi realizada análise de variância para medidas repetidas (Proc Mixed), e os testes de Tukey-Kramer e Dunnet (SMH) e ANOVA (parcelas subdivididas) e Tukey-Kramer (CSMH - in situ) (p<0.05). Resultados: In vitro: Não foram encontradas diferenças entre as análises pré e pós-microabrasão entre os grupos controles para SMH. Entre os grupos experimentais, a aplicação ativa demonstrou os maiores valores de SMH, sem diferença entre os ácidos, com a mesma forma de aplicação. A maioria dos grupos apresentou redução do valor de CSMH conforme aumento da profundidade, com diferenças entre os grupos com microabrasão (C5 e C6) e o C7; e entre todos os grupos experimentais e o C7. Comparando a aplicação dos ácidos, a aplicação ativa do H3PO4 (E1) mostrou maior CSMH com diferença estatística em relação ao HCl (E3). A MCVL demonstrou diferentes padrões de condicionamento para cada grupo. In situ: Para as análises de SMH, todos os grupos tratados apresentaram redução na microdureza, com diferenças em relação ao controle e a leitura inicial. Após exposição salivar, os resultados demonstraram que o tratamento com HCl+sílica foi mais propenso à remineralização, já que, com 1 hora foi verificado aumento na SMH, com diferença significante em relação à análise pós-microabrasão. Apenas o tratamento com HCl+sílica foi eficiente em reestabelecer tal propriedade em relação ao controle. A análise de CSMH confirmou a maior capacidade de remineralização do esmalte tratado com HCl+sílica, uma vez que após 7 dias de exposição salivar, os valores de microdureza foram restabelecidos para as camadas mais superficiais do esmalte (10 e 25 ?m). A MEV demonstrou o efeito remineralizador da saliva para ambos os tratamentos. Conclusões: Os ácidos utilizados para microabrasão apresentaram alto poder erosivo quando aplicados individualmente. O tratamento com HCl+sílica resultou em uma superfície de esmalte mais propensa à remineralização / Abstract: Objective: To evaluate, in vitro, the effect of acids used in microabrasion on enamel microhardness, and, in situ, the effects of remineralizing time on enamel surface after microabrasion. Methods: In vitro: Seven groups (n=10) of enamel blocks from bovine incisors were divided in: Experimental groups treated by active/passive application of 35% H3PO4 (E1/E2) or 6.6% HCl (E3/E4); and control groups treated by microabrasion with H3PO4+pumice (C5), HCl+silica (C6), or no treatment (C7). In situ: Nine groups (n=19) of same specimens were divided in according to microabrasion and salivary exposition being 1 control (no treatment) and 4 groups with microabrasion using 35% H3PO4+pumice and 4 groups using 6.6% +silica. One group of each treatment was submitted to 4 frames of salivary exposition, being without exposition and with 1 hour, 24 hours or 7 days of presence on in situ regimen. Surface microhardness (SMH) was evaluated before and after microabrasion, and after salivary exposition (in situ). Cross-sectional microhardness (CSMH) was analyzed after microabrasion (in vitro) and after salivary exposition (in situ). For confocal laser scanning microscopy (CLSM - in vitro) and scanning electron microscopy (SEM - in situ), representative specimens group were selected. Statistical analysis used Proc Mixed, Tukey-Kramer and Dunnet tests (SMH) e ANOVA (subdivided parcels) and Tukey-Kramer tests (CSMH - in situ) (p<0.05). Results: In vitro: For SMH, it was not found statistically differences between the control groups after treatment. Active application resulted in significantly higher microhardness results than passive application, with no difference between acids. For most groups, the CSMH decreased as the depth increased, with differences between the groups treated with microabrasion (C5 and C6) and C7; and between all of experimental groups and C7. A significantly higher mean CSMH result was obtained with active application of H3PO4 compared to HCl. CLSM revealed the conditioning pattern for each group. In situ: For SMH, the groups treated with microabrasion presented reducing in mineral content, with statistical difference in relation to the control and to the initial analysis. The treatment HCl+silica presented lower reduction and were statistically different from the treatment with H3PO4+pumice. After salivary exposition SMH results revealed that surface treated with HCl+silica was more prone to remineralizing effect of saliva, once it was verified since with 1 hour of presence in in situ regimen, with significant differences between the treatments after 7 days of salivary exposition. Just for SMH, the HCl+silica reached values obtained in control group. CSMH analysis showed that 7 days of salivary exposition were efficient in reestablish de values for the outer layers (10 e 25 ?m) of enamel treated with HCl+silica. SEM analysis presented the remineralizing effect in the course of the time. Conclusions: Acids used for enamel microabrasion presented a higher erosive action when solely applicated. Data suggested that enamel surface treated with HCl+silica presented more susceptibility for remineralizing action of saliva than that treated with phosphoric acid and pumice / Mestrado / Dentística / Mestra em Clínica Odontológica
43

Efeito do fluor na organização supramolecular da matriz organica do esmalte dentario em camundongos / Fluoride effect on supramolecular organization of dental enamel organic extracellular matrix of mice

Frozoni, Marcos Roberto dos Santos, 1969- 29 February 2008 (has links)
Orientador: Sergio Roberto Peres Line / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-10T17:02:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Frozoni_MarcosRobertodosSantos_M.pdf: 11548696 bytes, checksum: f731de9d3b6f95185faf5cab3e19d566 (MD5) Previous issue date: 2008 / Resumo: A biossíntese do esmalte dentário inicia-se pela secreção, processamento proteolítico e auto-agregação de uma complexa mistura de proteínas, sintetizadas pelos ameloblastos, conhecida como matriz orgânica do esmalte. A formação desta matriz ocorre em três estágios: secreção (inicial), transição e maturação e parece ser fundamental para o controle da orientação e morfologia dos cristais de hidroxiapatita, que constituem a fase mineral do esmalte em desenvolvimento. No estágio de secreção da amelogênese, a matriz orgânica do esmalte apresenta uma organização supramolecular birrefringente, dessa forma, a referida matriz pode ser observada e quantificada por meio de microscopia de luz polarizada. Alterações genéticas e ambientais podem induzir a distúrbios na organização molecular da matriz orgânica extracellular do esmalte (MOECE) dentário no estágio secretório, gerando modificações em sua birrefringência, tais distúrbios podem contribuir para alterações na estrutura do esmalte maduro. Altos níveis de ingestão de flúor causam mudanças na estrutura e concentração das proteínas da matriz orgânica do esmalte, induzindo a falhas na mineralização e formação desorganizada dos cristais do esmalte. Estas alterações caracterizam a fluorose de esmalte e incluem aumento da porosidade, redução do conteúdo mineral e diminuição da microdureza do esmalte maduro. O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos do flúor sobre a birrefringência da MOECE no estágio secretório. Quinze camundongos da linhagem A/J foram divididos em 3 grupos e submetidos a um tratamento de 30 dias com dieta exclusiva de ração e água deionizada ad libitum. A água ingerida continha 0, 25, e 50 ppm de flúor (NaF) nos grupos A/J-Controle, A/J-Flúor 25 ppm e A/J-Flúor 50 ppm, respectivamente. Os mesmos procedimentos foram aplicados a quinze camundongos da linhagem NOD (Non Obese Diabetic), caracterizando os grupos NOD-Controle, NOD-Flúor 25 ppm e NOD-Flúor 50 ppm. Após o período acima mencionado, todos os animais foram perfundidos com uma mistura de paraformaldeído 2% com glutaral deído 0,5% em tampão fosfato 0,2 M e suas hemimaxilas foram extraídas e mantidas na mesma solução fixadora por 16h, as amostras foram então descalcificadas em mistura de ácido nítrico 5% com formaldeído 4 % por 6 h sob agitação. Após desidratação e inclusão em parafina, obtive-se cortes longitudinais de 5µm de espessura que foram desparafinizados, hidratados, montados em solução aquosa de glicerina 80% e analisados em microscopia de luz polarizada. Realizou-se a análise da matriz orgânica dos incisivos superiores de modo a se determinar o retardo óptico em nanômetros (nm) na área de maior birrefringência no estágio de secreção da amelogênese. Os valores de retardo ótico foram submetidos à análise estatística (Kruskal-Wallis) e os grupos A/J e NOD foram comparados separadamente. Observou-se um aumento, estatisticamente significante, dos valores de retardo ótico nos grupos A/J-Flúor 25 ppm e A/J-Flúor 50 ppm, quando comparados ao grupo A/J-Controle (p<0,01). O mesmo aconteceu com os grupos NOD-Flúor 25 ppm e NOD-Flúor 50 ppm que mostraram aumento, estatisticamente significante, dos valores de retardo ótico quando comparados ao grupo NOD-Controle (p<0,01). Os grupos A/J-Flúor apresentaram valores semelhantes (p>0,05) o que também ocorreu com os grupos NOD-Flúor. Os resultados do presente estudo mostram que o flúor induz a um aumento da birrefringência da MOECE no estágio de secreção, podendo estar associado ao mecanismo de desenvolvimento da fluorose de esmalte / Abstract: Dental enamel biosynthesis begins with secretion, proteolytic processing and self-assembly of a highly complex mixture of proteins, synthesised by ameloblast, which is known as the enamel organic matrix. This matrix formation occurs at three stages: secretion (initial), transition and maturation and seems to be essential for controlling orientation and morphology of the hydroxyapatite crystals that comprise mineral phase of developing enamel. In the secretory stage of amelogenesis, the enamel organic matrix presents a birefringent supramolecular organization. Therefore, it can be observed and quantified by polarizing microscopy. Genetic and environmental alterations may induce disturbances in the molecular organization of the secretory-stage enamel organic extracellular matrix (EOECM), producing birefringence changes, these disturbances may contribute to mature enamel alterations. High levels of ingested fluoride cause modifications in the structure and concentration of proteins of the enamel organic matrix inducing failures in the mineralization and disorganized enamel crystals formation. These alterations characterize enamel fluorosis, include increased porosity, mineral content reduction and diminished mature enamel micro hardness. The aim of the present study was to analyse the effects of fluoride on the birefringence of secretory stage EOECM. Fifteen A/J inbred mice strain were divided into 3 groups and submitted to a treatment during 30 days with exclusive diet of food and deionized water ad libitum. The ingested water contained 0, 25 and 50 ppm fluoride (NaF) in the groups A/J Control, A/J 25 ppm fluoride and A/J 50 ppm fluoride, respectively. The same procedures were applied to fifteen NOD (Non Obese Diabetic) mice, which formed the groups NOD Control, NOD 25 ppm fluoride and NOD 50 ppm fluoride. After the abovementioned period, all the animals were perfused with 2% paraformaldehyde, 0.5% glutaraldehyde in 0.2 M phosphate buffered solution. Its hemimaxillae were then extracted and maintained in the same fixative solution for 16 h, the samples were decalcified under stirring in 5% nitric acid, 4% formaldehyde for 6 h. After dehydration and embedded in paraffin, longitudinal 5-µm-thick sections were obtained and deparaffined, hydrated and mounted with aqueous 80% glycerine as imbibing medium and analyzed with polarizing microscopy. Optical retardation (nm) of the area that showed the highest birefringence brightness in the EOECM of upper incisors was determined. Optical retardation values were submitted to statistical analysis (Kruskal-Wallis) and A/J and NOD groups were separately compared. An statistically significant increase in optical retardations values was observed in A/J 25 ppm Fluoride and A/J 50 ppm Fluoride, when compared to A/J Control group (p<0.01). The same happened with NOD 25 ppm Fluoride and NOD 50 ppm Fluoride groups which exhibited statistically significant increase in optical retardations values when compared to NOD Control group (p<0.01). A/J Fluoride groups presented similar optical retardation values (p>0.05) which occurred with NOD fluoride groups. The results presented here show the fluoride induces an increase in the birefringence of secretory stage EOECM, which may be associated with enamel fluorosis development. Key words: Enamel, Amelogenesis, Enamel Organic Matrix, Birefringence, Fluoride / Mestrado / Histologia e Embriologia / Mestre em Biologia Buco-Dental
44

Estudo de técnicas de microscopia para caracterização estrutural de heteroestruturas semicondutoras / Microscopy techniques applied to semiconductor heterostructures structural characterization

Sergio Gasques Rodrigues 30 October 1997 (has links)
Este trabalho tem como objetivo principal, o estudo de técnicas de microscopia para a caracterização estrutural de semicondutores, visando o desenvolvimento das técnicas de preparação de amostras, visto que a caracterização estrutural é de suma importância para a obtenção de melhores resultados no processo de produção de filmes de semicondutores do grupo III-V. Dentre as técnicas mais utilizadas na caracterização estrutural, destacam-se as técnicas de microscopia eletrônica de varredura e de transmissão, juntamente com a microscopia de força atômica. Foram utilizadas amostras semicondutoras de InGaAs/GaAs e InAs/GaAs, crescidas pela técnica de MBE (epitaxia por feixe molecular), contendo pontos quânticos, estruturas estas ricas em detalhes. Tais amostras foram preparadas e caracterizadas em cada uma das técnicas em estudo. A microscopia de varredura e de força atômica apresentam fácil preparação. Os resultados obtidos, porém mostram que a técnica de microscopia eletrônica de varredura não oferece resolução suficiente para visualização das heteroestruturas; já a técnica de microscopia de força atômica mostra resultados excelentes da topografia dos pontos quânticos. Para a microscopia de transmissão a preparação de amostras mostra-se muito difícil e demorada, entretanto, o resultado obtido foi muito satisfatório. O processo de preparação passa por etapas de clivagem, \"dimpling\" e \"ion milling\". As imagens obtidas revelam com clareza a estrutura de pontos quântico. Com o estudo realizado, foi possível determinar as principais características de cada técnica, assim como determinar uma metodologia que pode vir a ser aplicada a outros tipos de heteroestruturas semicondutoras / This work has as main objective, the study of microscopy techniques for structural characterization of semiconductors and the development of the techniques of sample preparation, because the structural characterization is of highest importance for the obtaining of better results in the process of production of semiconductors thin films. The techniques more used in the structural characterization, are the techniques of electronic microscopy (Scanning and Transmission), together with the Atomic Force Microscopy. Samples of InGaAs/GaAs and InAs/GaAs were used, grown by the technique of MBE (Molecular Beam Epitaxy), with quantum dots, structures these rich ones in details. Such samples were prepared and characterized in each one of the techniques in study. The Scanning Microscopy and Atomic Force present easy preparation. The obtained results even so they show that the technique of Scanning Microscopy doesn\'t offer enough resolution for visualization of the heteroestructures; already the technique of Atomic Force shows excellent results of the topography of the quantum dots. For the Transmission Microscopy the preparation of samples is shown very difficult and delayed, however, the obtained result was very satisfactory. The preparation process goes by cutting stages, dimpling and ion milling. The obtained images reveal with clarity the quantum structure of points. With the accomplished study, it was possible to determine the main characteristics of each technique, as well as determining a methodology that can come to be applied to the other types of semiconductors heterostructures
45

Fabricação e caracterização de nanoponteiras metálicas para microscopia óptica de campo próximo

Duarte, Alex Soares January 2009 (has links)
Desenvolvemos, neste trabalho, as ferramentas fundamentais para a construção de um sistema de microscopia óptica de campo próximo (MOCP). O trabalho foi divido em duas partes, sendo a primeira dedicada à construção de nanoponteiras metálicas e a segunda à montagem do sistema de campo próximo. De nimos um conjunto de parâmetros que ajustam o método utilizado e que resultaram em nanoponteiras a adas com até 13, 3nm de diâmetro no ápice. Uma vez obtidas as ponteiras de prova, um sistema de aproximação baseado em materiais piezoelétricos foi desenvolvido. Por m, os parâmetros foram testados através de medidas que relacionam o sinal óptico detectado localmente com a distância entre a nanoponteira e a amostra. Também detectamos o sinal de segundo harmônico de uma fonte laser com pulsos de sub-picossegundos espalhado na extremidade da nanoponteira, comprovando a capacidade de utilizar o sistema de campo próximo com detecção de sinal óptico não linear. / We developed in this work the fundamental tools to set up a near- eld scanning optical microscopy (NSOM) system. The work was divide in two parts, where the rst was dedicated to construct metallic nanotips and the second to build the optical system. We set an amount of parameters that adjust the used method and results in sharp nanotips with 13, 3nm. Once we get the probe tips, an approach system based on piezoelectric materials was developed. Afterwards the parameters were tested by measurements that relate the optical signal locally detected with the distance between the nanotip and the sample. We also detected the second harmonic scattering of a sub-picosecond pulsed laser source from the nanotip apex to prove the ability of near- eld system to be used as a nonlinear optical detector.
46

Avaliação da eficácia dos métodos de instrumentação e de substâncias químicas nas paredes de canais radiculares - Estudo em microscopia eletrônica de varredura

Rogério Emílio de Souza 30 September 2005 (has links)
Comparou-se a eficiência da instrumentação rotatória e manual-mecânica variando a substância auxiliar nos terços médio e apical quanto à presença da smear layer. Foram utilizados 95 dentes divididos em 4 grupos: Instrumentação manual-mecânico, Instrumentação com o sistema ProTaper, sistema RaCe e sistema 'K POT. 3', sendo os grupos irrigados com clorexidina 0,12% e hipoclorito de sódio 1%, tendo 15 dentes como controle. Ao final os dentes foram clivados em seu longo eixo, metalizados e levados ao MEV. Os resultados mostraram que não houve diferença entre os terços analisados, independente das técnicas ou das soluções. Frente à solução de hipoclorito, no terço médio e análise global, o sistema 'K POT. 3' mostrou melhores resultados. No terço apical não houve diferença estatística. Não houve diferença estatística entre as técnicas no terço médio, apical e global, quando irrigados com a Clorexidina. A análise das técnicas de instrumentação, independente das soluções e dos terços, mostrou não haver diferença estatística. A clorexidina se mostrou superior ao hipoclorito no terço médio independente da técnica de instrumentação e no terço apical as duas soluções se equipararam / This study compared the efficiency of rotary and manual-mechanical instrumentation with variations in the auxiliary chemical in the middle and apical thirds as to the presence of smear layer. The study was conducted on 95 human teeth. As a control 15 teeth were divided into 3 groups. The other teeth were according to the study conditions: manual-mechanical instrumentation; rotary instrumentation with the ProTaper; RaCe and the 'X POT. 3' Each of these groups was employed: 0.12% chlorhexidine gluconate and 1% sodium hypochlorite. Each tooth was analyzed by MEV. Analysis of the results revealed no difference between the middle and apical thirds, regardless of the techniques or solutions. When the sodium hypochlorite solution was used, concerning the middle third the 'X POT. 3' exhibited better results. The apical third and global performance did not present statistical difference. With regard to the chlorhexidine, global analysis of the middle and apical third did not reveal statistical difference. Assessment of the instrumentation techniques, regardless of the irrigants and thirds, as to the presence of smear layer, did not exhibit statistical difference. Chlorhexidine was statistically better than sodium hypochlorite at the middle third, whereas at the apical third both solutions were statistically similar
47

Análise morfológica e estudo dos sialólitos por meio das microscopias óptica e de polarização / MORPHOLOGIC ANALYSIS AND SIALOLITHS STUDY BY MEANS OF THE OPTICAL AND POLARIZATION MICROSCOPIES

Zedebski, Rosário de Arruda Moura 26 June 2003 (has links)
Propôs-se analisar os sialólitos pelas microscopias óptica comum e de luz polarizada. Utilizaram-se 15 casos, cujos blocos, lâminas e fichas de envio das peças cirúrgicas eram provenientes dos arquivos do Laboratório de Anatomia Patológica do Departamento de Estomatologia, disciplina de Patologia da Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo. À microscopia óptica comum os espécimes foram analisados por meio das colorações hematoxilina-eosina de Harris e de Brown e Brenn. Observou-se que os sialólitos não têm estrutura uniforme, variando sua morfologia não apenas no mesmo espécime como também de um espécime para outro. O padrão lamelar de organização foi predominante tanto ao microscópio óptico comum como ao microscópio de luz polarizada. Houve a evidenciação de bactérias em todos os espécimes. Por meio da luz polarizada estabeleceu-se uma classificação para os padrões encontrados: linear, puntiforme, mosaico, radiado, homogêneo e misto. Nos espécimes que apresentavam tecido mole (26,6% da amostra) detectou-se a presença de mineralizações estromais puntiformes à luz polarizada. / The purpose was to analyze sialoliths through optical microscopy and of polarizated light. It was going used 15 cases, whose blocks, foils and records of the specimens were obtained from of the Department of Oral Pathology, Bauru Dental School, of São Paulo University. Under the optical microscopy the specimens were analyzed through hematoxylin-eosin and Brown and Brenn stains . It was observed that the sialoliths has no uniform structure, and their morphology varies not just in the same specimen but also from a specimen to another. The lamellar pattern of organization was as predominant at the optical microscope as at the polarized light microscope. There was detected of bacteria in all the specimens. Through polarized light it was established a classification for the found patterns: lineal, speck, mosaic, radiated, homogeneous and mixed. In the specimens that presented soft tissue (26,6% of the sample) it was detected speck shape stromals mineralization.
48

Detecção de núcleos de células em sequências de imagens de microscopia confocal

Guichard, Tiago da Cunha Serra January 2008 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2008
49

Técnicas de microscopia aplicadas a materiais de base cimentícia

Duarte, Tiago João Seco January 2010 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Civil (Especialização em Materiais e Processos de Construção). Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2010
50

Avaliação da eficácia dos métodos de instrumentação e de substâncias químicas nas paredes de canais radiculares - Estudo em microscopia eletrônica de varredura

Souza, Rogério Emílio de 30 September 2005 (has links)
Comparou-se a eficiência da instrumentação rotatória e manual-mecânica variando a substância auxiliar nos terços médio e apical quanto à presença da smear layer. Foram utilizados 95 dentes divididos em 4 grupos: Instrumentação manual-mecânico, Instrumentação com o sistema ProTaper, sistema RaCe e sistema 'K POT. 3', sendo os grupos irrigados com clorexidina 0,12% e hipoclorito de sódio 1%, tendo 15 dentes como controle. Ao final os dentes foram clivados em seu longo eixo, metalizados e levados ao MEV. Os resultados mostraram que não houve diferença entre os terços analisados, independente das técnicas ou das soluções. Frente à solução de hipoclorito, no terço médio e análise global, o sistema 'K POT. 3' mostrou melhores resultados. No terço apical não houve diferença estatística. Não houve diferença estatística entre as técnicas no terço médio, apical e global, quando irrigados com a Clorexidina. A análise das técnicas de instrumentação, independente das soluções e dos terços, mostrou não haver diferença estatística. A clorexidina se mostrou superior ao hipoclorito no terço médio independente da técnica de instrumentação e no terço apical as duas soluções se equipararam / This study compared the efficiency of rotary and manual-mechanical instrumentation with variations in the auxiliary chemical in the middle and apical thirds as to the presence of smear layer. The study was conducted on 95 human teeth. As a control 15 teeth were divided into 3 groups. The other teeth were according to the study conditions: manual-mechanical instrumentation; rotary instrumentation with the ProTaper; RaCe and the 'X POT. 3' Each of these groups was employed: 0.12% chlorhexidine gluconate and 1% sodium hypochlorite. Each tooth was analyzed by MEV. Analysis of the results revealed no difference between the middle and apical thirds, regardless of the techniques or solutions. When the sodium hypochlorite solution was used, concerning the middle third the 'X POT. 3' exhibited better results. The apical third and global performance did not present statistical difference. With regard to the chlorhexidine, global analysis of the middle and apical third did not reveal statistical difference. Assessment of the instrumentation techniques, regardless of the irrigants and thirds, as to the presence of smear layer, did not exhibit statistical difference. Chlorhexidine was statistically better than sodium hypochlorite at the middle third, whereas at the apical third both solutions were statistically similar

Page generated in 0.0295 seconds