• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1901
  • 38
  • 37
  • 36
  • 33
  • 30
  • 27
  • 14
  • 6
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 1973
  • 959
  • 922
  • 677
  • 448
  • 336
  • 218
  • 173
  • 173
  • 169
  • 151
  • 146
  • 138
  • 134
  • 134
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Tecnicas de microscopia de tunelamento de eletrons (MTE) e microscopia de força atomica (MFA) aplicadas ao estudo desuperficies de grafite e diamante

Fukui, Marcelo 19 July 2018 (has links)
Orientador: Vitor Baranauskas / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica / Made available in DSpace on 2018-07-19T12:44:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Fukui_Marcelo_M.pdf: 3451650 bytes, checksum: 2cf7f1a6e360729c38d0eedfeb5947cb (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: As técnicas de Microscopia de Tunelamento de Elétrons (MTE) e Microscopia de Força Atômica (MFA) são extremamente poderosas para a análise morfológica de superfícies, indo da escala micrométrica a escala atômica. Nesta tese fazemos uma revisão teórica de seus princípios com o objeto de esclarecer as análises posteriores. Foram realizadas imagens de Grafite Pirolítico Altamente Orientado (HOPG) á nível atômico por MTE e MFA, a fim de: exarcebar as diferenças fundamentais entre a MTE e MFA; utilizar o grafite HOPG como uma amostra de escala atômica "padrão"; otimização dos parâmetros - como corrente, tensão, fôrça, velocidade de varredura, etc. - a fim de otimizarmos as técnicas com uma amostra conhecida, proporcionando então, uma referência para posteriores trabalhos com grafites intercalados, grafites naturais, e outros. Empregamos a MFA também na análise de filmes de diamante crescidos pelo processo de deposição química a partir da fase vapor, cujos resultados propiciaram imagens atômicas de sua superfície / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
2

Aplicação da microscopia otica de fluorescencia ao estudo de polimeros e blendas polimericas de PVA/PVAc

Brunelli, Deborah Dibbern 20 July 2018 (has links)
Orientador: Teresa Dib Zambon Atvars / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Quimica / Made available in DSpace on 2018-07-20T11:35:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Brunelli_DeborahDibbern_D.pdf: 7822049 bytes, checksum: 5c0e55c4eb8f38d9b5aa800764fc5426 (MD5) Previous issue date: 1994 / Doutorado
3

Fabricação de pontas de tungstenio e ouro para a microscopia de tunelamento

Kochinda, Yasushi 01 March 1994 (has links)
Orientador: V. Baranauskas / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica / Made available in DSpace on 2018-07-19T09:56:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Kochinda_Yasushi_M.pdf: 4028915 bytes, checksum: 95614f53aded6d12248cbf7001f71586 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Com o invento do microscópio de tunelamento, surgiu a necessidade do afinamento de agulhas a níveis atômicos. Esta preocupação, antiga para alguns cientistas, apareceu na década de 30 quando foi inventado o microscópio de emissão iônica (FIM), que também empregavam agulhas micrométricas (fixas). Neste sentido existem vários trabalhos publicados, relacionados com a fabricação e polimento de pontas. A maioria dos métodos utiliza a corrosão eletrolítica para a usinagem inicial e o posterior polimento com métodos mais sofisticados como usinagem iônica, oxidação a altas temperaturas seguido de remoção de óxido por recozimento no vácuo e controlado com "FIM", deposição de átomos de tungstênio por CVD induzido por feixe de elétrons e outros métodos. Neste trabalho procuramos desenvolver métodos simples para a fabricação e polimentode pontas que pudessem ser realizadas dentro das possibilidades limitadas do nosso laboratório. Escolhemos dois tipos de materiais para as pontas, tungstênio e ouro. Para a fabricação de pontas de tungstênio foi utilizado o método de fabricação por corrosão eletroquímica em solução de KOH dissolvido em água. Para o polimento, foi utilizado um polimento puramente químico, com solução de HF(27%)HNO3(16%)H20. Para a produção de agulhas de ouro foram desenvolvidos vários métodos (i) - Usando um método semelhante àquele utilizado para a fabricação de pontas de tungstênio, mas com a peça de plástico muito menor, aproximadamente3mm de comprimento, e utilizando a ponta que se forma acima da corrosão. O eletrólito utilizado foi HF(28%)HNO3(16%)H2O. (ii) - Este método consiste em fazer a corrosão utilizando a mesmo esquema do método anterior, mas eliminando a peça de plástico e mergulhando aproximadamente 3mm do fio na solução. (iii) - Neste método a ponta é produzida com o mesmo esquema do método (i) acima utilizando como eletrólito HNO3(10%)H2O e depois, quebrada com um aparelho de ultrassom. Este último método utiliza o esquema do método (ii) e o eletrólito utilizado no método anterior. Aqui também são necessárias duas etapas: primeira se aplica uma tensão positiva no fio de ouro para fazer a corrosão e depois a polaridade é invertida para eliminar o óxido que cobre a ponta. Segunda, nosso melhor conhecimento, tanto o polimento químico do W quanto os processos de fabricação das pontas de Au, pelos métodos descritos na presente tese, não foram ainda publicados na literatura / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
4

Intima da aorta de coelho em areas predispostas a aterosclerose : estudo morfologico qualitativo em microscopia optica e eletronica

Andrade, Liliana Aparecida Lucci de Angelo, 1951- 30 June 1986 (has links)
Orientador : Jose Lopes de Faria / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:53:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Andrade_LilianaAparecidaLuccideAngelo_D.pdf: 7540103 bytes, checksum: 0b1cf1e5a7f3dc486673343840360669 (MD5) Previous issue date: 1986 / Resumo: No estudo da aterosclerose inúmeros trabalhos na literatura têm contribuído para o entendimento desta doença de âmbito mundial, freqüente e de grande complexidade. O conhecimento aspectos morfológicos normais das diferentes artérias e de dos seus segmentos é imprescindível para podermos separar as variações fisiológicas daquelas realmente patológicas. Baseando-se nos resultados anteriores do trabalho de Lopes de Faria e Faria (1971) que encontraram os primeiros depósitos lipídicos na curvatura menor do arco aórtico, em coelhos submetidos a leve hipercolesterolemia de curta duração, o objetivo do presente trabalho foi estudar aspectos morfológicos da íntima da aorta de coelhos adultos os normais, na referida região, comparando-os com a íntima da curvatura maior do arco aórtico, que serviu como controle. Procuramos investigar se existiria algum dado morfológico local, no coelho normal, em nível de microscopia óptica e de eletrônica, que pudesse ser responsável por este deposito precoce e localizado. Foram estuda dos 10 coelhos adultos, da raça Nova Zelândia, machos, com 5 a 6 meses de idade. Destes, 7 receberam injeção intra-venosa do corante azul de Evans, cerca de 3 horas antes do processo de fixação por perfusão. Com esta coloração correlacionamos as áreas de maior permeabilidade (áreas azuis) no arco, com os dados morfológicos . Os nossos resultados mostraram uma coloração azulada difusa e mal delimitada da Intima, localizada preferencialmente na aorta ascendente (em 5 dos 7 animais) e na curvatura menor do arco aortico (em 3 dos 7 animais). Os achados de microscopia óptica demonstraram a dificuldade para se delimitar a camada íntima da média neste segmento da aorta / Abstract: Not informed / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
5

Comportamento de expansão do polipropileno com adição de agentes de nucleação micrométrico e nanométrico

Demori, Renan January 2015 (has links)
Nesta pesquisa, o comportamento de expansão do PP bem como de misturas com polímeros ramificados, a adição de nanotubos de haloisita (HNT) e de talco foi estudado. Polipropileno ramificado (LCBPP) bem como copolímero de etileno-octeno (POE) foi utilizado para aumentar a expansividade em mistura com LPP. Em seguida, a expansão dos corpos de prova foi realizada por moldagem por injeção e agente químico de expansão. O PP expandido exibiu alta densidade de células bem como colapso mesmas enquanto que a modificação com 20 partes por cem (pcr) de polipropileno com ramificação de cadeia (LCBPP) ou de copolímero de etileno-octeno (POE), aumentaram a homogeneidade de distribuição das células bem como reduziram o efeito de colapso. Por sua vez, a adição de talco ou HNT nas composições propostas, aumentou o efeito de nucleação de células da matriz, porém com maior intensidade nas composições de PP com os polímeros ramificados. Apesar da adição de talco ter resultado no aumento superior em termos de densidade de células, a adição de 3 pcr de HNT reduziu a condutividade térmica do material expandido em 13%. Adicionalmente, a presença da carga na matriz aumentou a Tc bem como resultou em leve aumento nas propriedades dinâmica-mecânica medidas por DMTA. Dentre as composições propostas, a adição de POE na matriz de PP resultou em menor propriedade mecânica, térmica e morfológica, pois esta mistura é imiscível e assim apresentou baixa capacidade de expansão. Adicionalmente, as melhorias em termos de nucleação, para estas composições, tiveram pouco efeito na morfologia, a qual resultou na degradação das propriedades mecânicas e de isolamento térmico. Na tentativa de aumentar a densidade de células bem como a expansividade da matriz de PP/POE com maior massa molar, foram desenvolvidas composições utilizando HNT e sorbitol conjugados como agentes de nucleação. Como resultado houve aumento da eficiência de nucleação, porém a baixa propriedade reológica da matriz não favoreceu a expansividade das composições. Dessa forma, não houve ganho em termos de propriedades mecânicas ou físicas para estas composições. Assim, foi possível concluir que além de agentes de nucleação, é necessário que a matriz apresente propriedades reológicas suficientes para resultar em bom balanço entre expansividade, densidade e homogeneidade na distribuição de tamanho das células. / In this research, the foaming behavior of polypropylene (PP) blended with ramified polymers and the use of halloysite and talc as nucleating agent is studied. The ramified PP (LCBPP) and ethylene-octene copolymer (POE) was used to improve expansion ratio of the PP. Subsequent foaming experiments were conducted using chemical blowing agent (CBA) in injection molding processing. PP foam exhibited high cell density and cell size as well as a collapsing effect, whereas the blend with ramified polymer showed reduction of the collapsing and increases the homogeneous cell size distribution. The introduction of a small amount of HNT or talc as nucleating agent in the blend improved the foaming behavior of the matrix, with a uniform cell structure distribution in the resultant foams. Although the addition of talc showed increasing in terms of the cell density, the use of 3 pcr of HNT reduced the thermal conductivity of the expanded material around 13%. In addition, the presence of filler increased Tc and slightly increased dynamic-mechanical properties measured by DMTA. Among the compositions studied, the use of POE in the LPP matrix, showed reduction of the mechanical, thermal and morphological properties due to the low expansion ratio resulted by the incompatibility between the LPP and POE. Additionally, the improvements in terms of the cell nucleation in the blends of PP with POE resulted in lower nucleating effect in which the degradation of the mechanical and insulation properties occurred. In attempt to improve cell density as well as cell morphology, new compositions were developed using higher molecular weight polymers. The polymers used were a mixture between PP, POE and HNT and sorbitol as nucleating agent. Although improvements of the nucleation efficiency, the lack of strain hardening presented by the polymers did not improve cell morphology. As a result, the collapsing effect governed the expansion behavior in these formulations. It was concluded that, besides the use of the nucleating agent, it’s necessary to use polymers with rheological properties such as strain hardening to achieve a better performance in terms of the cell nucleation as well as expansion ratio.
6

Comportamento de expansão do polipropileno com adição de agentes de nucleação micrométrico e nanométrico

Demori, Renan January 2015 (has links)
Nesta pesquisa, o comportamento de expansão do PP bem como de misturas com polímeros ramificados, a adição de nanotubos de haloisita (HNT) e de talco foi estudado. Polipropileno ramificado (LCBPP) bem como copolímero de etileno-octeno (POE) foi utilizado para aumentar a expansividade em mistura com LPP. Em seguida, a expansão dos corpos de prova foi realizada por moldagem por injeção e agente químico de expansão. O PP expandido exibiu alta densidade de células bem como colapso mesmas enquanto que a modificação com 20 partes por cem (pcr) de polipropileno com ramificação de cadeia (LCBPP) ou de copolímero de etileno-octeno (POE), aumentaram a homogeneidade de distribuição das células bem como reduziram o efeito de colapso. Por sua vez, a adição de talco ou HNT nas composições propostas, aumentou o efeito de nucleação de células da matriz, porém com maior intensidade nas composições de PP com os polímeros ramificados. Apesar da adição de talco ter resultado no aumento superior em termos de densidade de células, a adição de 3 pcr de HNT reduziu a condutividade térmica do material expandido em 13%. Adicionalmente, a presença da carga na matriz aumentou a Tc bem como resultou em leve aumento nas propriedades dinâmica-mecânica medidas por DMTA. Dentre as composições propostas, a adição de POE na matriz de PP resultou em menor propriedade mecânica, térmica e morfológica, pois esta mistura é imiscível e assim apresentou baixa capacidade de expansão. Adicionalmente, as melhorias em termos de nucleação, para estas composições, tiveram pouco efeito na morfologia, a qual resultou na degradação das propriedades mecânicas e de isolamento térmico. Na tentativa de aumentar a densidade de células bem como a expansividade da matriz de PP/POE com maior massa molar, foram desenvolvidas composições utilizando HNT e sorbitol conjugados como agentes de nucleação. Como resultado houve aumento da eficiência de nucleação, porém a baixa propriedade reológica da matriz não favoreceu a expansividade das composições. Dessa forma, não houve ganho em termos de propriedades mecânicas ou físicas para estas composições. Assim, foi possível concluir que além de agentes de nucleação, é necessário que a matriz apresente propriedades reológicas suficientes para resultar em bom balanço entre expansividade, densidade e homogeneidade na distribuição de tamanho das células. / In this research, the foaming behavior of polypropylene (PP) blended with ramified polymers and the use of halloysite and talc as nucleating agent is studied. The ramified PP (LCBPP) and ethylene-octene copolymer (POE) was used to improve expansion ratio of the PP. Subsequent foaming experiments were conducted using chemical blowing agent (CBA) in injection molding processing. PP foam exhibited high cell density and cell size as well as a collapsing effect, whereas the blend with ramified polymer showed reduction of the collapsing and increases the homogeneous cell size distribution. The introduction of a small amount of HNT or talc as nucleating agent in the blend improved the foaming behavior of the matrix, with a uniform cell structure distribution in the resultant foams. Although the addition of talc showed increasing in terms of the cell density, the use of 3 pcr of HNT reduced the thermal conductivity of the expanded material around 13%. In addition, the presence of filler increased Tc and slightly increased dynamic-mechanical properties measured by DMTA. Among the compositions studied, the use of POE in the LPP matrix, showed reduction of the mechanical, thermal and morphological properties due to the low expansion ratio resulted by the incompatibility between the LPP and POE. Additionally, the improvements in terms of the cell nucleation in the blends of PP with POE resulted in lower nucleating effect in which the degradation of the mechanical and insulation properties occurred. In attempt to improve cell density as well as cell morphology, new compositions were developed using higher molecular weight polymers. The polymers used were a mixture between PP, POE and HNT and sorbitol as nucleating agent. Although improvements of the nucleation efficiency, the lack of strain hardening presented by the polymers did not improve cell morphology. As a result, the collapsing effect governed the expansion behavior in these formulations. It was concluded that, besides the use of the nucleating agent, it’s necessary to use polymers with rheological properties such as strain hardening to achieve a better performance in terms of the cell nucleation as well as expansion ratio.
7

Comportamento de expansão do polipropileno com adição de agentes de nucleação micrométrico e nanométrico

Demori, Renan January 2015 (has links)
Nesta pesquisa, o comportamento de expansão do PP bem como de misturas com polímeros ramificados, a adição de nanotubos de haloisita (HNT) e de talco foi estudado. Polipropileno ramificado (LCBPP) bem como copolímero de etileno-octeno (POE) foi utilizado para aumentar a expansividade em mistura com LPP. Em seguida, a expansão dos corpos de prova foi realizada por moldagem por injeção e agente químico de expansão. O PP expandido exibiu alta densidade de células bem como colapso mesmas enquanto que a modificação com 20 partes por cem (pcr) de polipropileno com ramificação de cadeia (LCBPP) ou de copolímero de etileno-octeno (POE), aumentaram a homogeneidade de distribuição das células bem como reduziram o efeito de colapso. Por sua vez, a adição de talco ou HNT nas composições propostas, aumentou o efeito de nucleação de células da matriz, porém com maior intensidade nas composições de PP com os polímeros ramificados. Apesar da adição de talco ter resultado no aumento superior em termos de densidade de células, a adição de 3 pcr de HNT reduziu a condutividade térmica do material expandido em 13%. Adicionalmente, a presença da carga na matriz aumentou a Tc bem como resultou em leve aumento nas propriedades dinâmica-mecânica medidas por DMTA. Dentre as composições propostas, a adição de POE na matriz de PP resultou em menor propriedade mecânica, térmica e morfológica, pois esta mistura é imiscível e assim apresentou baixa capacidade de expansão. Adicionalmente, as melhorias em termos de nucleação, para estas composições, tiveram pouco efeito na morfologia, a qual resultou na degradação das propriedades mecânicas e de isolamento térmico. Na tentativa de aumentar a densidade de células bem como a expansividade da matriz de PP/POE com maior massa molar, foram desenvolvidas composições utilizando HNT e sorbitol conjugados como agentes de nucleação. Como resultado houve aumento da eficiência de nucleação, porém a baixa propriedade reológica da matriz não favoreceu a expansividade das composições. Dessa forma, não houve ganho em termos de propriedades mecânicas ou físicas para estas composições. Assim, foi possível concluir que além de agentes de nucleação, é necessário que a matriz apresente propriedades reológicas suficientes para resultar em bom balanço entre expansividade, densidade e homogeneidade na distribuição de tamanho das células. / In this research, the foaming behavior of polypropylene (PP) blended with ramified polymers and the use of halloysite and talc as nucleating agent is studied. The ramified PP (LCBPP) and ethylene-octene copolymer (POE) was used to improve expansion ratio of the PP. Subsequent foaming experiments were conducted using chemical blowing agent (CBA) in injection molding processing. PP foam exhibited high cell density and cell size as well as a collapsing effect, whereas the blend with ramified polymer showed reduction of the collapsing and increases the homogeneous cell size distribution. The introduction of a small amount of HNT or talc as nucleating agent in the blend improved the foaming behavior of the matrix, with a uniform cell structure distribution in the resultant foams. Although the addition of talc showed increasing in terms of the cell density, the use of 3 pcr of HNT reduced the thermal conductivity of the expanded material around 13%. In addition, the presence of filler increased Tc and slightly increased dynamic-mechanical properties measured by DMTA. Among the compositions studied, the use of POE in the LPP matrix, showed reduction of the mechanical, thermal and morphological properties due to the low expansion ratio resulted by the incompatibility between the LPP and POE. Additionally, the improvements in terms of the cell nucleation in the blends of PP with POE resulted in lower nucleating effect in which the degradation of the mechanical and insulation properties occurred. In attempt to improve cell density as well as cell morphology, new compositions were developed using higher molecular weight polymers. The polymers used were a mixture between PP, POE and HNT and sorbitol as nucleating agent. Although improvements of the nucleation efficiency, the lack of strain hardening presented by the polymers did not improve cell morphology. As a result, the collapsing effect governed the expansion behavior in these formulations. It was concluded that, besides the use of the nucleating agent, it’s necessary to use polymers with rheological properties such as strain hardening to achieve a better performance in terms of the cell nucleation as well as expansion ratio.
8

Alterações ultra-estruturais induzidas pela instabilidade do detrusor em coelhos : ação da oxibutinina /

Yamamoto, Hamilto Akihissa. January 2004 (has links)
Orientador: João Luiz Amaro / Resumo: Alterações ultra-estruturais induzidas pela instabilidade do detrusor em coelhos. Ação da oxibutinina. Introdução e Objetivos - A obstrução parcial da bexiga pode ocasionar instabilidade vesical. A oxibutinina intravesical pode melhorar os sintomas de urgência ou incontinência urinária, nos pacientes que não respondem ao tratamento ou apresentam efeitos colaterais importantes, com a oxibutinina oral. Este estudo teve como objetivo analisar as alterações ultra-estruturais na instabilidade vesical de coelhos tratados com oxibutinina intravesical. Material e Métodos - Foram utilizados 15 coelhos machos, Norfolk distribuídos, de maneira aleatória, em 3 grupos experimentais, sendo cada grupo composto por 5 animais: Grupo I - Controle Clínico, Grupo II - Instabilidade vesical e Grupo III - Instabilidade vesical + oxibutinina intravesical. Nos grupos II e III os animais foram submetidos à técnica de obstrução parcial infravesical e foram incluídos os animais que desenvolveram contrações involuntárias do detrusor durante o estudo cistométrico. Nos coelhos do grupo III foi instilado oxibutinina intravesical na dose de 0,5mg/Kg uma vez por dia. Após 30 dias os animais foram submetidos à avaliação do peso corporal, peso da bexiga, exames laboratoriais (creatinina plasmática e cultura de urina), avaliação citométrica e estudo de microscopia eletrônica. Resultados - O ganho de peso corporal médio nos grupos G1, GII e GIII foi estatisticamente significante nos diferentes momentos. Após 30 dias o peso da bexiga dos animais do GII e GIII foi estatisticamente maior que o do grupo GI. Observamos infecção urinária em 80% dos casos no grupo GII, em 40% no grupo GIII e ausência no grupo controle. No grupo G III verificamos ausência de contrações involuntárias do detrusor em 80% dos casos no momento final. No estudo com microscopia eletrônica... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Ultrastructural alterations observed in rabbits with detrusor instability: The action of oxybutynin. Introduction and Objectives - Partial bladder outlet obstruction may develop detrusor instability (DI). Intravesical oxybutynin is known to improve clinical symptoms and urodynamic findings in these patients. The aim of this study was to perform electron microscopy study on bladder of rabbits with detrusor instability submitted or not to intravesical instillation of oxybutynin. Materials e methods - 15 male Norfolk rabbits were randomly distributed into 3 groups: In group I (n=5), no surgical intervention was performed. In group II and III, detrusor instability was developed using a cable-tie located around the urethra and a 10 Fr urethral catheter urodynamic study was performed 1 week after the procedure. Only those animals that developed detrusor instability were included in the study (5 animals in each group). In group III, 0,5mg/Kg/d of oxybutinin was instilled inside the bladder during 30 days. After urodynamic study, animal and bladder weight, creatinin and urine culture were evaluated. All the animals were sacrificed and study electron microscopic evaluation was performed. Results - In group I, urodynamic study showed no alteration. In group II and III, 100% and 20% of the animals presented DI at the end of the study. Urinary tract infection was present in 80% and 40% in groups II and III respectively. Average bladder weight after sacrifice was higher in groups II and III than in group I. Electron microscopy showed an increase in intercelular space, changes in cell junctions, reduced caveolae area and changes in the mitochondria with celular degeneration in group II. In group III there was a reduction in intercelular spaces, symmetric cell junction, homogeneity in caveolae areas and return to normal mitochondrial density, similarly seen in group I. Conclusions - Ultrastructural... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
9

Alterações ultra-estruturais induzidas pela instabilidade do detrusor em coelhos: ação da oxibutinina

Yamamoto, Hamilto Akihissa [UNESP] January 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004Bitstream added on 2014-06-13T19:43:49Z : No. of bitstreams: 1 yamamoto_ha_dr_botfm.pdf: 4408986 bytes, checksum: 34c713ac4429aec13c514756847233ef (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Alterações ultra-estruturais induzidas pela instabilidade do detrusor em coelhos. Ação da oxibutinina. Introdução e Objetivos - A obstrução parcial da bexiga pode ocasionar instabilidade vesical. A oxibutinina intravesical pode melhorar os sintomas de urgência ou incontinência urinária, nos pacientes que não respondem ao tratamento ou apresentam efeitos colaterais importantes, com a oxibutinina oral. Este estudo teve como objetivo analisar as alterações ultra-estruturais na instabilidade vesical de coelhos tratados com oxibutinina intravesical. Material e Métodos - Foram utilizados 15 coelhos machos, Norfolk distribuídos, de maneira aleatória, em 3 grupos experimentais, sendo cada grupo composto por 5 animais: Grupo I - Controle Clínico, Grupo II – Instabilidade vesical e Grupo III – Instabilidade vesical + oxibutinina intravesical. Nos grupos II e III os animais foram submetidos à técnica de obstrução parcial infravesical e foram incluídos os animais que desenvolveram contrações involuntárias do detrusor durante o estudo cistométrico. Nos coelhos do grupo III foi instilado oxibutinina intravesical na dose de 0,5mg/Kg uma vez por dia. Após 30 dias os animais foram submetidos à avaliação do peso corporal, peso da bexiga, exames laboratoriais (creatinina plasmática e cultura de urina), avaliação citométrica e estudo de microscopia eletrônica. Resultados - O ganho de peso corporal médio nos grupos G1, GII e GIII foi estatisticamente significante nos diferentes momentos. Após 30 dias o peso da bexiga dos animais do GII e GIII foi estatisticamente maior que o do grupo GI. Observamos infecção urinária em 80% dos casos no grupo GII, em 40% no grupo GIII e ausência no grupo controle. No grupo G III verificamos ausência de contrações involuntárias do detrusor em 80% dos casos no momento final. No estudo com microscopia eletrônica... / Ultrastructural alterations observed in rabbits with detrusor instability: The action of oxybutynin. Introduction and Objectives - Partial bladder outlet obstruction may develop detrusor instability (DI). Intravesical oxybutynin is known to improve clinical symptoms and urodynamic findings in these patients. The aim of this study was to perform electron microscopy study on bladder of rabbits with detrusor instability submitted or not to intravesical instillation of oxybutynin. Materials e methods - 15 male Norfolk rabbits were randomly distributed into 3 groups: In group I (n=5), no surgical intervention was performed. In group II and III, detrusor instability was developed using a cable-tie located around the urethra and a 10 Fr urethral catheter urodynamic study was performed 1 week after the procedure. Only those animals that developed detrusor instability were included in the study (5 animals in each group). In group III, 0,5mg/Kg/d of oxybutinin was instilled inside the bladder during 30 days. After urodynamic study, animal and bladder weight, creatinin and urine culture were evaluated. All the animals were sacrificed and study electron microscopic evaluation was performed. Results - In group I, urodynamic study showed no alteration. In group II and III, 100% and 20% of the animals presented DI at the end of the study. Urinary tract infection was present in 80% and 40% in groups II and III respectively. Average bladder weight after sacrifice was higher in groups II and III than in group I. Electron microscopy showed an increase in intercelular space, changes in cell junctions, reduced caveolae area and changes in the mitochondria with celular degeneration in group II. In group III there was a reduction in intercelular spaces, symmetric cell junction, homogeneity in caveolae areas and return to normal mitochondrial density, similarly seen in group I. Conclusions - Ultrastructural... (Complete abstract click electronic access below)
10

Etiologia, progressão e tratamento das peri-implantites /

Shibli, Jamil Awad. January 2003 (has links)
Orientador : Elcio Marcantonio Junior / Banca: Ricardo Samih Georges Abi Rached / Banca: Luís Antonio Pugliesi Alves de Lima / Banca: Wilson Roberto Sendik / Banca: Ricardo Guimarães Fischer / Doutor

Page generated in 0.0417 seconds