• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 16
  • Tagged with
  • 16
  • 16
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Alterações anatomopatologicas do testiculo do coelho apos colapso ortostatico : estudos qualitativo e quantitativo

Billis, Athanase, 1946- 14 July 2018 (has links)
Orientador : José Lopes de Faria / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T09:26:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Billis_Athanase_D.pdf: 3826053 bytes, checksum: e513fc241164bae76a88bec61f9c1b8c (MD5) Previous issue date: 1976 / Resumo: As alterações anatomopatológicas do testículo foram estudadas em 40 coelhos maduros submetidos a colapso ortostático. Um lote de 10 coelhos serviu como controle. Os animais-testes foram divididos em 9 lotes, sacrificados em tempos diversos após o colapso: 6 (5 coelhos), 12 (5 coelhos), 24 (5 coelhos) e 48 horas (5 coelhos); 4 (4 coelhos), 7 (4 coelhos), 15 (4 coelhos), 30 (4 coelhos)e 45 dias (4 coelhos). O colapso ortostático foi provocado uma única vez e mantido o animal em colapso durante 30 minutos. Realizaram-se estudos histopatológicos qualitativo e quantitativo em microscopia óptica comum. O estudo quantitativo foi feito analisando-se num corte do testículo direito de cada coelho 100 ou mais túbulos seminíferos, em cortes transversais, num total de 5700 túbulos examinados para os 50 animais. Deste total determinou-se, em cada lote, a frequencia dos diversos estádios do ciclo da espermatogênese, a percentagem de túbulos com figuras de mitose nas espermatogônias e a percentagem de túbulos com diversas lesões. Os resultados do trabalho, baseados nos estudos qualitativo e quantitativo das alterações, permitem as seguintes conclusões: 1- Coelhos submetidos a colapso ortostático apresentam lesões necróticas no epitélio seminífero, máximas 24 horas após o colapso. A necrose é explicada principalmente pela anóxia ocorrente nos parênquimas durante o colapso. 2- A célula mais suscetível a necrose e o espermatócito de primeira ordem, seguindo-se as espermátides e os espermatozóides. As espermatogônias, as células de Sertoli e as células de Leydig não são comprometidas. 51 3- À necrose 24 horas após o colapso, com epitélio constituído de Sertoli. celular segue-se a descamação, máxima podendo ser vistos túbulos seminíferos apenas por espermatogônias e células 4- Além da necrose observam-se outras alterações pós o colapso ortostático: a) espermatócitos de primeira ordem de núcleos hipertróficos; b) espermátides de núcleos arredondados hipertróficos; c) espermatozóides de núcleos condensados mas não alongados; d) espermatozóides multinucleados de núcleos condensados mas não alongados; e e) espermátides bi ou multinucleadas de núcleos arredondados. As alterações a, b e c apresentam frequencia máxima às 24 horas; a alteração d 48 horas; e a 4 dias após o colapso ortostático. 5- Há restituição completa do epitélio nos coelhos sacrificados 45 dias após o colapso. Seminífero 6- As lesões testiculares observadas no colapso ortostático do coelho são semelhantes as encontradas pela ação de agentes lesivos os mais diversos. / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
2

Ponte miocardica : considerações a proposito de 60 casos necropsiados

Almeida, Eros Antonio de, 1951- 10 May 1991 (has links)
Orientador : Silvio dos Santos Carvalhal / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-13T23:44:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Almeida_ErosAntoniode_D.pdf: 5002973 bytes, checksum: 8c89f534633157d82b0767fcf76eab72 (MD5) Previous issue date: 1991 / Resumo: Analisou-se 60 casos de pacientes falecidos e que foram necropsiados no Departamento de Anatomia Patológica da Faculdade de Ciências Médicas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, SP, cujos corações apresentavam ponte miocárdica sobre ramos de artérias coronárias. Os objetivos deste trabalho foram: 1. O estudo anátomo-patológico dos corações; 2. 0 estudo geral e anatômico das pontes miocárdicas e dos ramos das artérias coronárias, incluindo: freqüência das pontes em material de necropsia ; a idade, o sexo e a raça dos pacientes; região da artéria coronária e de seus ramos em que as pontes se encontravam; número de pontes por caso estudado, por artéria coronária e por ramos; dimensões das pontes miocárdicas; aterosclerose nos segmentos pré, sob e pós a ponte assim como seu grau de intensidade e aterosclerose nas demais coronárias e ramos sem ponte; 3. 0 estudo morfológico do miocárdio à procura de sinais sugestivas de isquemia. Utilizou-se a seguinte metodologia: 1.Análise das observações clínico-patológicas arquivadas no Departamento de Anatomia Patológica da PUCCAMP, que contêm informações fundamentais a propósito do quadro clínico e da necropsia dos pacientes estudados. 2. Estudo geral do coração pelas técnicas habituais de necropsia. 3.Estudo das pontes miocárdicas realizado através de dissecção anatômica da banda muscular, cortes transversais ou longitudinais dos ramos coronarianos sobre os quais se encontravam as pontes. Observou-se em qual coronária ou ramo coronariano se localizava a ponte miocárdica; o número de ramos coronarianos com ponte e o número de pontes por coronária ou ramo coronariano; as dimensões da banda muscular , classificando-as em pequena, média ou grande espessura e largura; presença de aterosclerose no ramo coronariano com ponte e nos demais ramos, graduando-a em leve(até 50 X de oclusão do lúmen), moderada(50 a 70X) e grave (maior que 70%). 4.Estudo morfológico do miocárdio através da macroscopia e microscopia óptica. Os casos foram divididos em 4 grupos: A,B,C . e D. Constituiu-se o grupo A de casos que apresentavam evidências macro e .microscópicas de infarto recente ou cicatrizado. Constituiu-se o grupo B de casos que não mostravam evidências de lesão isquêmica no miocárdio na área irrigada pelo ramo coronariano com ponte miocárdica. Constituiu-se o grupo C de casos que apresentavam fibrose intersticial só na área irrigada pelo ramo coronariano com ponte. Constituiu-se o grupo D de casos em que havia fibrose entre as fibras miocárdicas na área irrigada pelo ramo coronariano tanto na presença como na ausência de ponte miocárdica. Para cada um dos grupos foram estudados os mesmos itens referidos no estudo geral e das pontes miocárdicas. Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digita / Abstract: We studied sixty patients who underwent necrospy at University Hospital of PUCCAMP, which hearts presented myocardial bridges on the coronary artery branches. The objective of this work were: 1.The anatomic-pathologic study of the hearts. 2.The general and anatomic study of the myocardial bridges, including: bridge frequency, age, sex, race of the patientes; the localization of the bridges in each artery or branch; the number of bridge in each case, coronary and branch'; the myocardial bridge dimensions; the presence and intensity of atherosclerosis before, and after the bridge as well as atherosclerosis in other branches without bridge. 3.The myocardial morphologic study searching sugestive signs of ischemia. The following method was used: 1.The analysis of the clinical pathologic date from the archive of the Department of Pathology of PUCCAMP which contain fundamental informations about the clinical and necroscopic studies; 2.General study of the heart common necroscopy technics; 3.Miocardial bridges study done by anatomic dissection of the muscular band, transversal or longitudinal sections of the coronary branches in wich were found the bridges. It was observed in wich coronary osr coronary branch the myocardial bridge were localizated; the numbe,- of coronary branches with bridge and the number of bridges in each coronary branch; the muscular band dimensions, classifying them in small, midle and big width and depth enlargement; atherosclerosis presence in the coronary branch with the bridge and in the other branches, graduating it in light(50% lumen oc lusion), moderate(50 to 70%) and severe(more than 70%); 4.Myocardial morphologic study by macroscopic and optical microscopy observation. The cases were divided in four groups: A, B, C and D. The group A were constituted by cases that presented macroscopic and microscopy evidences of recente ou scared infarction. In the group B were cases that didn't show any evidency of myocardial ischemic lesion at the irrigation area by the coronary branch with the myocardial bridge. In the group C were cases that presented interstitial fibrosis only at the irrigation area by the coronary branch with the bridge. In the group D were cases with fibrosis between the myocardial fibers in the area irrigated by the coronary branch with or without myocardial bridge. In each group the same it was refered in the general study and the myocardial bridges were studied. 5.Thy statistic analisis was done with the X. test. Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertation / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
3

Intima da aorta de coelho em areas predispostas a aterosclerose : estudo morfologico qualitativo em microscopia optica e eletronica

Andrade, Liliana Aparecida Lucci de Angelo, 1951- 30 June 1986 (has links)
Orientador : Jose Lopes de Faria / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:53:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Andrade_LilianaAparecidaLuccideAngelo_D.pdf: 7540103 bytes, checksum: 0b1cf1e5a7f3dc486673343840360669 (MD5) Previous issue date: 1986 / Resumo: No estudo da aterosclerose inúmeros trabalhos na literatura têm contribuído para o entendimento desta doença de âmbito mundial, freqüente e de grande complexidade. O conhecimento aspectos morfológicos normais das diferentes artérias e de dos seus segmentos é imprescindível para podermos separar as variações fisiológicas daquelas realmente patológicas. Baseando-se nos resultados anteriores do trabalho de Lopes de Faria e Faria (1971) que encontraram os primeiros depósitos lipídicos na curvatura menor do arco aórtico, em coelhos submetidos a leve hipercolesterolemia de curta duração, o objetivo do presente trabalho foi estudar aspectos morfológicos da íntima da aorta de coelhos adultos os normais, na referida região, comparando-os com a íntima da curvatura maior do arco aórtico, que serviu como controle. Procuramos investigar se existiria algum dado morfológico local, no coelho normal, em nível de microscopia óptica e de eletrônica, que pudesse ser responsável por este deposito precoce e localizado. Foram estuda dos 10 coelhos adultos, da raça Nova Zelândia, machos, com 5 a 6 meses de idade. Destes, 7 receberam injeção intra-venosa do corante azul de Evans, cerca de 3 horas antes do processo de fixação por perfusão. Com esta coloração correlacionamos as áreas de maior permeabilidade (áreas azuis) no arco, com os dados morfológicos . Os nossos resultados mostraram uma coloração azulada difusa e mal delimitada da Intima, localizada preferencialmente na aorta ascendente (em 5 dos 7 animais) e na curvatura menor do arco aortico (em 3 dos 7 animais). Os achados de microscopia óptica demonstraram a dificuldade para se delimitar a camada íntima da média neste segmento da aorta / Abstract: Not informed / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
4

Alterações vasculares tromboticas e não tromboticas dos vasos fetais placentarios : estudo morfologico qualitativo e quantitativo em placentas de natimortos

Altemani, Albina Messias de Almeida Milani, 1953- 26 November 1984 (has links)
Orientador : Jose Lopes de Faria / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:04:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Altemani_AlbinaMessiasdeAlmeidaMilani_D.pdf: 9166673 bytes, checksum: 7be1fff9edd8bb7c4a49d79988294e36 (MD5) Previous issue date: 1984 / Resumo: No capítulo de Introdução foram abordadas,primeiramente e de maneira suscinta, a anatomia e a histologia dos vasos fetais placentários e posteriormente foi feita uma revisão sobre as alterações microscópicas descritas nos vasos fetais placentários e sobre a patogênese e a freqüência destas alterações em placentas de nativivos e natimortos. Foram ressaltadas as discordâncias entre os autores sobre a interpretação das alterações vasculares em placentas de natimortos, a dificuldade de comparar e compreender os achados dos autores pela freqüente falta de distinção microscópica entre as alterações e a falta de descrição pormenorizada das alterações vasculares. Foi também salientado a inexistência de trabalhos quantitativos que comparem as freqüências de alterações vasculares entre placentas de natimortos e placentas de mães e recém nascidos normais. (continua...) / Abstract: The vascular alterations in placentas of stillborn infants have been a matter of controversy. No detailed morphological descriptions thereof, or of their evolution were found in the literature, nor are there quantitative studies comparing the frequency of vascular alterations between placentas of stillborn infants and normal infants and mothers. The purposes o f this thesis are: a) to describe the microscopical abnormalities of the fetal vessels in placentas of stillborn infants, and in placentas o f normal mothers and infants, b) to evaluate the frequency of the different types of placental vascular alterations in normal placentas and in stillbirths with 1 day,2-7 days and over 7 days of intrauterine retention. c) to examine possible relationships of placental vascular alterations to the primary causes of fetal death and to time of intrauterine retention. Fifty placentas of stillborn infants and another fifty from normal infants and mothers were fixed in 20% formalin as quickly as possible after birth. The placentas were sliced and two blocks taken from normal-looking areas. Paraffin sections were stained with hematoxylin and eosin and Masson's trichrome (continue) / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
5

Ultraestrutura ciliar a microscopia eletronica de transmissão : comparação da prevalencia de anomalias ciliares entre pacientes portadores da sindrome da discinesia ciliar e individuos normais

Paschoal, Ilma Aparecida, 1956- 22 December 1988 (has links)
Orientador : Albina Messias Altamani / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-15T01:51:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Paschoal_IlmaAparecida_D.pdf: 28777097 bytes, checksum: 604a5761e88b7ff9bc2e4904a189bd67 (MD5) Previous issue date: 1988 / Resumo: A sindrome da discinesia ciliar é uma das hipóteses diagnósticas que devem ser consideradas em indivíduos com sintomatologia cronica pulmonar e de vias aéreas superiores...Observação: O resumo, na integra, podera ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Doutorado / Doutor em Medicina
6

Avaliação angiografica precoce e tardia dos enxertos de arteria radial utlizada na revascularização cirurgica do miocardio

Barros, Rubens Tofano de 05 September 2003 (has links)
Orientador: Domingo Marcolino Braile / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T16:52:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Barros_RubensTofanode_M.pdf: 7131713 bytes, checksum: 716a9f064f4b71dd82dfcd6e37d45dc9 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Introdução: A cirurgia de revascularização do miocárdio vem apresentando grande desenvolvimento nas úhimas décadas, levando a uma busca de enxertos que possam ser obtidos com facilidade e ofereçam segurança para os pacientes, sejam de fácil manuseio para os cirurgiões e apresentem patência duradoura. O padrão ouro que se estabeleceu é baseado no desempenho da artéria torácica interna e, a partir desses resultados, outros enxertos têm sido avaliados. CARPENTIER (1973) introduziu a artéria radial como uma opção na cirurgia de revascularização do miocárdio, mas, em 1975, o mesmo autor desaconsefuou sua utilização, em razão dos maus resultados observados (35% de oclusões precoces). ACAR (1992) reiniciou a utilização da artéria radial após algumas modificações técnicas na dissecção e preparo do enxerto, alcançando resultados bastante promissores em curto prazo. Iniciamos a utilização desse enxerto em 1995, também com resultados favoráveis, e o acompanhamento do grupo inicial de pacientes deu origem a esta dissertação. Objetivo: analisar as características angiográficas da artéria radial no período precoce e tardio, relacionando a ocorrência de espasmo e/ou oclusão com as características do anatomopatológico, gênero dos pacientes e grau de lesão na artéria coronária revascularizada. Casuística e Método: Estudamos 120 pacientes (138 enxertos) operados entre outubro de 1995 e dezembro de 1996 e que receberam pelo menos um enxerto de artéria radial. Desses, 82 (68,3%) eram do gênero masculino, com idade média de 57,_8,8 anos. Realizamos estudo coronariográfico no pós-operatório precoce (média de 20 dias) em todos os pacientes e, após um período mínimo de 36 e máximo de 63 meses(média de 50,6 meses), 35 pacientes (41 enxertos) aceitaram submeter-se a novo estudo coronariográfico. A análise dos estudos precoce e tardio foi realizada visando avaliar, com maior ênfase, os casos com espasmo na fase precoce e oclusões na fase tardia. Procuramos, também, estabelecer uma relação entre os casos que apresentavam alterações angiográficas e o estudo anatomopatológico da artéria radial, gênero do paciente e grau de lesão na artéria coronária revascularizada. Resultados: Encontramos uma patência precoce em 95,6% dos enxertos e uma prevalência de espasmo em 10,9% das artérias radiais. Gênero e alteração do anatomopatológico não se mostraram como preditores de espasmo precoce. Gênero feminino mostrou ser um fator importante na oclusão dos enxertos na fase precoce (P=0,01). Nos estudos tardios tivemos uma patência de 82,9% das artérias avaliadas; gênero, anatomopatológico e grau de lesão na coronária abordada não estavam associados à oclusão tardia, mas a evidência de espasmo precoce mostrou uma importante relação com oclusão tardia (P=0,01). Conclusões: A artéria radial mostrou patência precoce e tardia com valores aceitáveis quando comparados à literatura referente ao assunto. A oclusão precoce foi mais prevalente no gênero feminino. A presença de espasmo no estudo precoce está associada com oclusão no estudo tardio. As alterações do exame anatomopatológico da artéria radial e a artéria coronária revascularizada com lesão pouco importante não mostraram ser significativas, estatisticamente, na nossa casuística / Abstract: Background: The surgery of myocardial revascularization has presented great development in the last decades, leading to a search for grafts that may be easily and safely o btained to patients, that may be of easy handling to surgeons and that may present long lasting perviousness. The gold standard that has been established is based on the internal thoracic artery performance, and ITom these results other grafts have been evaluated as well. CARPENTIER (1973) introduced the radial artery as an option for the surgery of myocardial revascularization but, in 1975, the same author discouraged its use because of the poor results he had observed (35% of early occlusions). ACAR (1992) re-started the use of the radial artery after some technical changes on the graft dissection and preparation, achieving very successful results in the short run. We started the use ofthis graft in 1995, with favorable results as well, and the follow up of this initial group of patients originated this dissertation. Objective: To analyse the angiographic characteristics of the radial artery in the early and late period, relating the occurrence of spasm and or occlusion to the histopathological finding characteristics, patient gender and lesion degree in the revascularized coronary artery. Casuistic and Method: 120 patients (138 grafts) operated on between October 1995 and December 1996 received, at least, one radial artery graft, 82 (68,3%) were of the male gender, with average age of 57.9:i:8.8 years. Coronariographic study was performed in the early postoperatory (20 days average) in all patients, and afier a minimum period of 36 months / maximum 63 months (50.6 months average), 35 patients (41 grafis) accepted being submitted to a new coronariographic study. The analysis of the early and late studies was done seeking to evaluate, with greater emphasis, the cases with spasms in the early stage and occ1usions at the late stage. We have also established a relation among the cases that presented angiographic abnormalities and the histopathologic study ofthe radial artery, patient gender and lesion degree of the revascularized coronary artery.Results: An early perviousness of 95.6% of grafts and a prevalence of spasm in 10.9% of the radial arteries were found. Gender and histopathologic abnormalities were not found as predictors of early spasm. The female gender showed itself as an important factor in the occ1usion of grafts at the early stage (p=0.01). In the late studies there was a perviousness of 82.9% ofthe evaluated arteries; gender, histopathologic findings and lesion degree in the approached coronary artery were not associated to late occ1usion, but the evidence of early spasm presented an important relation to late occ1usion (p=0.01). Conclusion: Radial artery presented early and late perviousness with acceptable values when compared to specific literature of the subject. Early occ1usion was more prevalent on the female gender. Presence of spasm on the early study was associated with the occlusion on the late study. Abnormalities in histopathologic examination of the radial artery and the coronary artery with no relevant lesion did not present as being statistically significant in our study / Mestrado / Cirurgia / Mestre em Cirurgia
7

Alterações da aorta em ratas portadoras de neoplasia

Morandin, Rosana Celestina 29 November 2000 (has links)
Orientadores : Korandin Metze, Rachel Lewinsohn / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-27T20:34:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Morandin_RosanaCelestina_D.pdf: 7816307 bytes, checksum: 98964942084f290c6dcfbb012ce6e491 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: A síndrome da caquexia tumoral é um distúrbio sistêmico muito grave que envolve alterações fisicas e metabólicas, podendo estar presente em até 80% dos portadores de tumor. Muitos órgãos e tecidos não acometidos diretamente pelo tumor podem apresentar alterações graves na síndrome. Os tecidos mais intensamente atingidos são o muscular esquelético e o adiposo. Embora haja uma vasta literatura sobre o assunto, estudos clínicos e experimentais sobre os vasos pré-existentes no hospedeiro são muito raros. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar as possíveis alterações morfológicas e enzimáticas da aorta de ratos portadores uma neoplasia induzida pelo metil-colantreno (Sarcoma), nos estágios mais avançados da doença. Exames bioquímicos e hematológicos foram realizados para avaliar o perfil clínico dos animais. As constantes cinéticas da SSAO (Constante de Michaelis - Km e Velocidade Máxima - Vmax) foram calculadas utilizando-se a benzilamina como substrato. As análises morfológicas das aortas foram feitas através de medidas morfométricas e de estudos de ultraestrutura. Espessura da camada média, densidade de núcleos, diâmetro interno menor, área luminar e número de lâminas elásticas foram quantificadas. Os ratos portadores da neoplasia apresentaram sinais de um desgaste fisico generalizado, com baixo peso, anemia, hipoalbuminemia, hipoglicemia, distúrbios eletrolíticos e acidose metabólica. A V max da SSAO mostrou uma queda estatisticamente significativa de 35%, sem que houvesse diferença detectável no Km. A medida de espessura da camada média da aorta mostrou-se significativamente menor (Controle=50,04 :I:: 2,54 e Sarcoma=38,37:1:: 4,26 Jlm, p<O,Ol). O exame da ultraestrutura do vaso revelou atrof1a das células de músculo liso, com uma considerável redução do tamanho celular, uma cromatina nuclear mais densa e irregularidades nos limites citoplasmáticos. Os resultados deste estudo permitiram concluir que as alterações morfológicas. e o comportamento da SSAO nas aortas dos animais com a neoplasia são semelhantes às alterações descritas em aortas de ratos senis / Abstract: Cancer cachexia is a systemic disorder composed by physical wasting features and metabolic disturbance. Although skeletal muscle and fat tissue are the most affected structures, atrophy of heart, spleen, liver and kidney has also been described. Clinical and experimental data about alterations due to cachexia of the pre-existing host vessels are rare. The purpose of this study was to evaluate possible morphological and enzymatic alterations in the aorta of rats bearing a methylcholanthrene-induced sarcoma (MCA) in advanced stage. Hematological and biochemical parameters were analysed in order to evaluate animal conditions. Lumen cross-sectional area, media thickness, lesser inside lumen diameter, elastic laminae number and nuclear density were the morphometric parameters measured in the aorta. Ultrathin sections were examined by transmission electron microscopy. Semicarbazide-sensitive amine oxidase (SSAO) kinectics was determined by the deamination [14C] Benzylamine in homogenates ofrat aorta. Tumor bearing rats presented signs of general physical wasting with weight loss, anemia, hypoalbuminemia, hypoglycemia, electrolyte disturbance and metabolic acidosis. The SSAO VIDBX was 35 % lower in MCA aorta rats (p<O,05) but the Km was not different between the groups. Morphometry showed significant decrease of the thickness of the media (Control=50,04 :I: 2,54 and MCA=38,37 :I: 4,26 f.1m, p<O,Ol). Electron microscopy showed atrophy of smooth muscle cells, with a considerable reduction of cells size, a more dense nuclear chromatin and irregularities in cytoplasmatic outlines. In conclusion, the biochemical and morphological alterations found in the aorta of tumor bearing rats are very similar to those described for aging rats / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
8

Um modelo matematico para o calculo do volume ventricular esquerdo

Bezerra, Sílvio José 25 February 1985 (has links)
Orientadores: Alejandro Engel Bratter, Siguemituzo Arie / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Matematica, Estatistica e Computação Científica / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:39:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bezerra_SilvioJose_M.pdf: 840417 bytes, checksum: f52b4a28310331191bccc7b065393886 (MD5) Previous issue date: 1985 / Resumo: Não informado. / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Matemática Aplicada
9

Carcinomas, alterações proliferativas e não proliferativas da mama contralateral em mulheres com as mesmas lesões simultaneas da mama epsolateral

Alvarenga, Marcelo, 1941- 29 November 1996 (has links)
Orientador: Henrique Benedito Brenelli / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-22T09:56:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Alvarenga_Marcelo_D.pdf: 3246389 bytes, checksum: bb6b48f24e4694da1120d7689b73bb82 (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: o propósito deste trabalho foi, principalmente, identificar a prevalência de carcinoma e de alterações epiteliais proliferativas e não-proliferativas em 207 pacientes que foram submetidas a biópsias volumosas e mastectomias subcutâneas da mama contralateral sem alterações clínicas e/ou radiológicas, efetuadas simultaneamente ao tratamento cirúrgico local da mama ipsolateral. Além disso, procurou-se identificar na mama ipsolateral alguns elementos que auxiliassem na previsão da biópsia positiva ha mama oposta, tais como o tamanho do tumor, estado axilar, estádio patológico, tipo histológico do tumor e multifocalidade, assim como a idade das pacientes na ocasião do diagnóstico de câncer. Como propósito final, procuramos identificar, no tecido benigno da mama ipsolateral, a presença de lesões epiteliais proliferativas típicas e atípicas como elementos que auxiliassem na previsão da presença das mesmas lesões na mama contralateraL Encontramos uma prevalência de 6,8% de carcinomas, 5,3% de lesões proliferativas atípicas, 51,2% de lesões proliferativas sem atipias e 36,7% de alterações não-proliferativas na mama contralateral. O nosso estudo demonstrou que mulheres acima de 50 anos tiveram uma tendência maior a apresentarem carcinomas e lesões proliferativas atípicas na mama contralateral. O tamanho do tumor, estado axilar e estádio patológico ipsolaterais não influenciaram na detecção de carcinomas ou alterações proliferativas e não-proliferativas contralaterais. A presença de câncer c ontralateral ocorreu de forma estatisticamente significativa para o tipo histológico lobular ipsolateral, sendo demonstrada uma tendência maior à presença de lesões epiteliais proliferativas atípicas contralaterais também com o carcinoma lobular ipsolateral. O carcinoma in situ ocorreu mais freqüentemente na mama oposta, independentemente do tumor ipsolateral ter sido in situ ou invasivo. Nós demonstramos também que o câncer contralateral esteve presente, de forma altamente significativa, nos casos de focos múltiplos de carcinoma in situ ipsolateral, especialmente do tipo lobular, o mesmo tendo acontecido com as lesões proliferativas àtípicas. Houve uma tendência à presença maior das lesões proliferativas sem atipias na mama oposta, no grupo de focos "múltiplos de carcinoma ductal in situ da mama ipsolateral. Por último, demonstramos que a presença de lesões epiteliais proliferativas contralaterais apresentou uma correlação direta com as mesmas lesões ipsolaterais de forma altamente significativa. Acreditamos que, atualmente, não haja mais lugar para a biópsia da mama oposta aparentemente normal, principalmente com a aceitação generalizada do tratamento cirúrgico conservador do câncer de mama. É fundamental que seja feito um seguimento cuidadoso destas pacientes, com exames físicos e mamografias periódicas, que deverá ser mais rigoroso nas mulheres pertencentes ao grupo de alto risco para o desenvolvimento de carcinoma invasivo contralateral. O nosso trabalho contribuiu para que sejam colocadas também neste grupo de alto risco as pacientes portadoras de lesões epiteliais proliferativas diagnosticadas através do exame histológico meticuloso e de rotina do tecido não-tumoral da mama ipsolateral / Abstract: The main purpose of the present study was to show the frequency of carcinoma, as well as proliferative and non-proliferative lesions in 207 patients submitted to large biopsies and subcutaneous mastectomy of the contralateral breast, without clinical and/or radiological alterations, taken simultaneously with the surgical treatment of the ipsilateral breast. We tried to recognize also some elements in the ipsilateral breast that could be predictive for the positive contralateral biopsy such as: tumor size, state of axillary lymph nodes, pathologic staging, histologic type of tumor and multifocality, besides the age of the patients at the time of the diagnosis of breast cancer. Our final purpose was to demonstrate the presence of proliferative and non proliferative alterations in the ipsilateral benign tissue as predictive elements for the presence of the same lesions in the contralateral breast. We found an incidence of 6,8% of carcinomas, 5,3% of atypical proliferative lesions, 51,2% of proliferative lesions without atypia and 36,7% of non-proliferative alterations in the contralateral breast. Our study demonstrated a greater tendency for women older than 50 years to have carcinomas and atypical proliferative lesions in the opposite breast. Tumor size, axillaty lymph nodes state and pathologic staging of the ipsilateral breast were not related to carcinomas or other lesion in the contralateral breast. The presence of contralateral cancer was significantly related to the ipsilateral lobular carcinoma, as well as to an increased tendency for the contralateral atypical epithelial lesions. In situ carcinomas were found more frequently in the opposite breast, independently of the ipsilateral tumor being in situ or invasive. We demonstrated also that the contralateral cancer was present, with a highly statistical significance, in the cases of multifocal ipsilateral in situ carcinoma, mainly the lobular type. The same happened with the atypical proliferative lesions. There was a greater tendency for the occurrence of the contralateral proliferative lesions without atypia in the group of multifocal ipsilateral in situ ductal carcinoma. Finally, we demonstrated that the presence of contralateral proliferative epitheliallesions showed a direct correlation to the same ipsilateral alterations with a higWy statisticál signifiçance. We believe there is no more place today for random or blind biopsy of the contralateral breast, particularly with the generalized acceptance of the conservative surgical treatment for breast cancer. A close clinical follow-up of these patients is mandatory, specially for women belonging to the high risk group for the development of contralateral invasive carcinoma. The present study allowed us to include in this high risk group the patients with proliferative epithelial lesions diagnosed by careful histological examination of the benign ipsilateral breast tissue / Doutorado / Tocoginecologia / Doutor em Tocoginecologia
10

Associação de angiogenese com caracteristicas anatomopatologicas do carcinoma do colo uterino

Vieira, Sabas Carlos 14 January 2003 (has links)
Orientador: Luiz Carlos Zeferino / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T05:08:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_SabasCarlos_M.pdf: 3965943 bytes, checksum: 18f39a7d28aa4b50ba92767580e0b71c (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre a angiogênese e as características anatomopatológicas do carcinoma do colo uterino, através da densidade de microvasos determinada pela técnica de imunoistoquímica com anticorpos monoclonais anti-CD34, BNH9 e anti-CD31. Para tal, foi realizado um estudo observacional analítico do tipo transversal, que incluiu 62 pacientes com carcinoma invasivo do colo uterino nos estádios Ibl, Ib2 e TIa da FIGO, que foram submetidas a histerectomia radical com linfadenectomia pélvica no período de janeiro de 2000 a fevereiro de 2002. A mensuração da angiogênese foi feita através da densidade de microvasos que correspondeu à média de microvasos por campo contados em dez campos. A densidade de microvasos foi maior quando se utilizou o anticorpo monoc1onal anti-CD34 e BNH9 do que com anti-CD31. O coeficiente de kappa foi de 0,74 (IC 950/0=0,56-0,91) quando analisou-se a concordância entre CD34 e BNH9 e os coeficientes de kappa foram de 0,35 (IC 95%=0,12-0,59) e de 0,29 (IC 95%=0,05-0,53), respectivamente, quando analisou-se a concordância entre CD34 e CD31 e entre CD31 e BNH9. Maior densidade de microvasos determinada pelo anticorpo anti-CD34 associou-se com carcinoma do colo uterino do tipo histológico escamoso, enquanto que com o anti-CD31 associou-se com o carcinoma indiferenciado. Maior densidade de microvasos determinada pelo anticorpo BNH9 associou-se com linfonodos comprometidos no carcinoma escamoso do colo uterino. Quando se utilizou os anticorpos anti-CD34 e BNH9 observou-se tendência de associação com invasão linfática para o carcinoma do colo uterino. Com bases nestes resultados, podemos concluir que a densidade de microvasos é maior quando utilizou-se os anticorpos monoclonais anti-CD34 e BNH9 do que com anti-CD31. A concordância para determinar a densidade de microvasos é melhor entre os anticorpos monoclonais anti-CD34 e BNH9. A atividade angiogênica é mais alta nos carcinomas escamosos, nos carcinomas indiferenciados e nos casos de carcinoma escamoso com linfonodos comprometidos / Abstract: The aim of this study was to analyse the association between angiogenesis and the pathoanatomic features of cervical cancer through microvessel density, determined by an immunohistochemical technique using anti-CD34, BNH9 and anti-CD31 monoclonal antibodies. For this purpose, a cross-sectional analytical observational study was conducted, including 62 patients with Stage Ibl, 1h2 and na cervical cancer as described by FIGO. These patients underwent radical hysterectomy with pelvic lymph node ressection 1Tom January 2000 to February 2002. Angiogenesis was measured through microvessel density which corresponded to the mean number of microvessels per field in 10 fields. Microvessel density was higher when using anti-CD34 and BNH9 monoclonal antibodies compared to using anti-CD31 monoclonal antibody (p<0,01). The kappa coefficient was 0.74 (CI 950/0=0.56-0.91) when analysing agreement between CD34 and BNH9. Kappa coefficients were 0.35 (CI 95%=0.12-0.59) and 0.29 (CI 95%=0.05-0.53), respectively, when analysing agreement between CD34 and CD31 and beween CD31 and BNH9. Higher microvessel density detennined by anti-CD34 antibody was associated with squamous cell cervical carcinoma, whereas it was associated with undifferentiated carcinoma when determined by anti-CD31 antibody. Higher microvessel density detennined by BNH9 antibody was associated with lymph node involvement in squamous cell cervical carcinoma. When anti-CD34 and BNH9 antibodies were used, a trend towards lymphatic invasion was observed in cervical carcinoma. Based on these results, we can conclude that microvessel density is higher when using anti-CD34 and BNH9 monoclonal antibodies compared to using anti-CD31. The agreeement between anti-CD34 and BNH9 monoclonal antibodies is better for determining microvessel density. There is a higher leveI of angiogenic activity in squamous cell carcinomas, undifferentiated carcinomas and squamous cell carcinomas with lymph node involvement / Mestrado / Medicina Interna / Mestre em Ciências Médicas

Page generated in 0.0895 seconds