• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 956
  • 25
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 987
  • 987
  • 347
  • 326
  • 255
  • 225
  • 207
  • 206
  • 200
  • 192
  • 136
  • 121
  • 117
  • 97
  • 93
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Exigências nutricionais de cordeiros da raça Somalis brasileira / Nutritional requirements of brazilian Somali lambs

Fontenele, Rildson Melo January 2014 (has links)
FONTENELE, Rildson Melo. Exigências nutricionais de cordeiros da raça Somalis brasileira. 2014. 105 f. Tese (doutorado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014. / Submitted by Elineudson Ribeiro (elineudsonr@gmail.com) on 2016-04-26T17:45:01Z No. of bitstreams: 1 2014_tese_rmfontenele.pdf: 872124 bytes, checksum: aaff6c7b9f85655b8bab4351d8ece4d5 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa (jairo@ufc.br) on 2016-05-27T19:16:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_tese_rmfontenele.pdf: 872124 bytes, checksum: aaff6c7b9f85655b8bab4351d8ece4d5 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-27T19:16:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_tese_rmfontenele.pdf: 872124 bytes, checksum: aaff6c7b9f85655b8bab4351d8ece4d5 (MD5) Previous issue date: 2014 / The objective of the following work to determine the nutritional requirements of energy and protein in Brazilian Somali sheep. We used 48 sheep Brazilian Somali growing, non-castrated, age and body weight (BW) average of 60 days and 13.47 ± 1.76 kg respectively. After a 20 day adaptation period, eight animals were slaughtered and used as a reference for estimates of empty body weight (EBW) and initial body composition of other animals. The remaining animals were distributed in a randomized block design, with the treatments, diets with different levels of metabolizable energy (1.18; 2.07; 2.25; 2.42 and 2.69 Mcal/kg DM), with eight repetitions. The weight of slaughter animals was determined when the weight average of the five treatments was 28 kg. The net energy requirement for maintenance was estimated extrapolating the logarithmic regression equation of heat production, depending on the metabolizable energy intake (MEI) to the zero level of MEI. The daily excretion of nitrogen (N) was estimated by extrapolating to N consumption regression equation (g/BW0.75 kg/day) as a function of the N retention (g/BW 0.75 kg/day) for consumption zero. They were adjusted regression of log equations fat content, protein and energy in the logarithm of EBW animals. The concentration of net energy for maintenance diet was obtained by dividing the heat production in fasting, the DMI to maintain energy balance in g DM/kg EBW0.75. The validation of the SRNS model was performed using the simple linear regression model fit between the predicted values (independent variable) and observed (dependent variable), variables were analyzed DMI and BWG. The body composition was determined using the composition of the right half carcass, as well as a sample of the section HH, obtained from the left crankcase half. In middle housing cooled left, retreated cutting the section HH, the cross section of the 9th-10th-11th rib at the point corresponding to 61.5% of the distance between the sectioned vertebrae and the beginning of the 12th rib cartilage in then, the HH section was ground in grinder industrial and homogenised meat. The average daily gain and empty body weight gain increased linearly with increasing metabolizable energy levels. But the final body weight, body weight at slaughter, empty body weight, dry matter intake and metabolizable energy intake showed a quadratic effect (P<0.001) with increasing energy level. Energy and fat EBW of the animals increased from 2.77 Mcal/kg to 209.17 g/kg to 3.47 Mcal/kg to 294.08 g/kg EBW, respectively, and increased the BW 13.00 to 28.70 kg. Consumption of nitrogen showed quadratic effect with point of maximum of 2.59 Mcal/kg DM of metabolizable energy, corresponding to the maximum consumption of N of 2.90 g/kg BW0.75/day. As for the nitrogen retained daily, there was a positive linear correlation with the increase in metabolizable energy levels in the diets. There was a decreased amount of protein in the empty body of animals with increased EBW, from 143.71 to 122.52 g/kg EBW, when the animals increased the body weight of 13.00 to 28.70 kg. The daily excretion of N was estimated at 0.128 g/BW0.75 kg/day. The body composition of Brazilian Somali sheep ranges from 538.28 to 593.93 g/kg EBW for water, from 228.17 to 353.13 g/kg EBW for fat, 114.53 to 157.93 g/kg EBW for protein and from 17.94 to 31.68 g/kg of EBW of mineral matter, for diets containing 1.18 to 2.69 Mcal/kg DM, respectively. The net energy requirement for maintenance is 45.63 g/kg EBW0.75/day. The increase in animal weight of 13.00 to 28.70 kg BW increases the deposition of fat from 283.75 to 398.93 g/kg EBW and energy of 3.42 to 4.30 Mcal/kg EBW. The protein requirement for maintenance is 0.80 g/BW0.75 kg/day, with a decreased protein requirement for EBW of 119.72 to 102.07 g/kg EBW, as the weight increases by 13.00 to 28.70 kg. The use efficiency of metabolizable energy for maintenance is 0.67. Already use efficiency of metabolizable energy for gain varies from 1.85 to 0.43 for diets containing 1.18 to 2.69 Mcal/kg DM, respectively. The net requirements of energy and protein increase with increasing body weight and increase in body weight gain of Brazilian Somali sheep. The model Small Ruminant Nutrition Systems is sensitive to predict dry matter intake, however, underestimated in 5.18% the average daily weight gain. The section HH satisfactorily estimated the chemical composition of water, protein and fat in the carcass and empty body, while the mineral content was underestimated around 27.07% 14.91% housing and empty body. The water content, crude protein and carcass fat can be predicted by section HH. Finally, the chemical composition of section HH can be used to replace the chemical composition of the carcass to predict chemical composition of empty body in Brazilian Somalis sheep. / Objetivou-se com o seguinte trabalho determinar as exigências nutricionais de energia e proteína em ovinos Somalis Brasileira. Utilizou-se 48 ovinos Somalis Brasileira em crescimento, não-castrados, com idade e peso corporal (PC) médio de 60 dias e 13,47 ± 1,76 kg, respectivamente. Após um período de adaptação de 20 dias, oito animais foram abatidos e utilizados como referência para estimativas do peso de corpo vazio (PCVZ) e da composição corporal inicial dos demais animais. Os animais remanescentes foram distribuídos em um delineamento em blocos casualizados, sendo os tratamentos, rações contendo diferentes níveis de energia metabolizável (1,18; 2,07; 2,25; 2,42 e 2,69 Mcal/kg MS), com oito repetições. O peso de abate foi determinado quando a média de peso dos animais de um dos cinco tratamentos atingiu 28 kg. A exigência líquida de energia para mantença foi estimado extrapolando-se a equação de regressão do logaritmo da produção de calor, em função do consumo de energia metabolizável (CEM) para o nível zero de CEM. A excreção diária de nitrogênio (N) foi estimada extrapolando-se a equação de regressão de consumo de N (g/kg PC0,75/dia) em função da retenção de N (g/kg PC0,75/dia) para o consumo zero. Foram ajustadas equações de regressão do logaritmo do conteúdo de gordura, energia e proteína em função do logaritmo do PCVZ dos animais. A concentração de energia líquida da dieta para mantença, foi obtida dividindo-se a produção de calor em jejum, pelo CMS para manter o equilíbrio de energia, expresso em g de MS/kg PCVZ0,75. A validação do modelo SRNS foi realizada através do ajuste de modelo de regressão linear simples entre os valores preditos (variável independente) e observados (variável dependente), as variáveis analisadas foram CMS e GPC. A composição química corporal foi determinada utilizando a composição da meia carcaça direita, assim como uma amostra da seção HH, obtida da meia carcaça esquerda. Na meia-carcaça esquerda resfriada, retirou-se o corte da seção HH, pela secção transversal da 9a-10a-11a costelas no ponto correspondente a 61,5% da distância entre a vértebra seccionada e o início da cartilagem da 12a costela, em seguida, a seção HH foi moída em moedor de carne industrial e homogeneizada. O ganho médio diário e o ganho de peso de corpo vazio aumentaram linearmente com o aumento dos níveis de energia metabolizáveis. Já o peso corporal final, peso corporal ao abate, peso de corpo vazio, consumo de matéria seca e consumo de energia metabolizável apresentaram efeito quadrático (P <0,001) com o aumento do nível de energia. O teor de energia e de gordura de PCVZ dos animais aumentou de 2,77 Mcal/kg e 209,17 g/kg para 3,47 Mcal/kg e 294,08 g/kg de PCVZ, respectivamente, e o PC aumentou de 13,00 para 28,70 kg. O consumo de nitrogênio apresentou efeito quadrático, com ponto de máxima de 2,59 Mcal/kg MS de energia metabolizável, correspondendo ao consumo máximo de N de 2,90 g/kg PC0,75/dia. Já para o nitrogênio retido diariamente, observou-se resposta linear crescente com o aumento nos níveis de energia metabolizável nas dietas. Observou-se uma diminuição da quantidade de proteína no corpo vazio dos animais com o aumento do PCVZ, passando de 143,71 para 122,52 g/kg PCVZ, quando os animais aumentaram o peso corporal de 13,00 para 28,70 kg. A excreção diária de N foi estimada em 0,128 g/kg PC0,75/dia. A composição corporal de ovinos Somalis Brasileira varia de 538,28 a 593,93 g/kg de PCVZ para água, 228,17 a 353,13 g/kg de PCVZ para gordura, 114,53 a 157,93 g/kg de PCVZ para poteína e 17,94 a 31,68 g/kg de PCVZ de matéria mineral, para dietas contendo 1,18 a 2,69 Mcal/kg de MS, respectivamente. A exigência líquida de energia para mantença é 45,63 g/kg PCVZ0,75/dia. O aumento no peso dos animais de 13,00 para 28,70 kg PC eleva as deposições de gordura de 283,75 para 398,93 g/kg GPCVZ e energia de 3,42 para 4,30 Mcal/kg GPCVZ. A exigência líquida de proteína para mantença é 0,80 g/kg PC0,75/dia, havendo uma diminuição da exigência líquida de proteína para GPCVZ de 119,72 para 102,07 g/kg GPCVZ, conforme o peso corporal aumenta de 13,00 para 28,70 kg. A eficiência de uso da energia metabolizável para mantença é de 0,67. Já a eficiência de uso da energia metabolizável para ganho varia de 1,85 a 0,43 para dietas contendo 1,18 a 2,69 Mcal/hg MS respectivamente. As exigências líquidas de energia e proteína elevam-se com o aumento do peso corporal e aumento do ganho de peso corporal dos ovinos Somalis Brasileira. O modelo Small Ruminant Nutrition Systems é sensível para predizer o consumo de matéria seca, entretanto, subestimou em 5,18% o ganho médio diário de peso corporal. A seção HH estimou satisfatoriamente a composição química de água, proteína e gordura na carcaça e no corpo vazio, enquanto o teor de minerais foi subestimado em torno de 27,07% na carcaça e 14,91% no corpo vazio. Os teores de água, proteína bruta e gordura da carcaça podem ser preditos pela seção HH. Por fim, a composição química da seção HH pode ser utilizada em substituição à composição química da carcaça para predizer composição química do corpo vazio em ovinos Somalis Brasileira.
2

Exigências nutricionais de minerais de ovinos da raça Somális Brasileira / Nutritional requirements of minerals sheep of the Brazilian Somalis race

Lima, Francisco Wellington Rodrigues January 2013 (has links)
LIMA, Francisco Wellington Rodrigues. Exigências nutricionais de minerais de ovinos da raça Somális Brasileira. 2013. 50 f. Dissertação (Mestrado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013. / Submitted by Elineudson Ribeiro (elineudsonr@gmail.com) on 2016-05-06T19:49:17Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_fwrlima.pdf: 498522 bytes, checksum: 01d9b1664a9b7c18ec55808651929ee5 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa (jairo@ufc.br) on 2016-05-27T19:44:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_fwrlima.pdf: 498522 bytes, checksum: 01d9b1664a9b7c18ec55808651929ee5 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-27T19:44:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_fwrlima.pdf: 498522 bytes, checksum: 01d9b1664a9b7c18ec55808651929ee5 (MD5) Previous issue date: 2013 / The objective of this study was to determine mineral body composition and net requirements of macro and microminerals for growth of Brazilian Somalis lambs. Were used forty-eight lambs, non-castrated, with an average initial body weight (BW) of 13.47±1.76 kg and about 50 days old. Eight animals were slaughtered at the start of the trial, as a reference group, in order to estimate the initial empty body weight (EBW) and body composition. The remaining animals were randomly divided into five treatments consisted of different energy levels (1.18, 2.07, 2.25, 2.42 and 2.69 Mcal/kg DM),with eight replications per treatment. The macromineral body composition ranged from 6.45 to 6.34 g of Ca/kg EBW, 4.32 to 3.60 g of P/kg EBW, 0.20 to 0.19 g Mg/kg EBW, 1.12 to 1.05 g g Na/kg EBW, and 1.74 to 1.43 g K/kg EBW in Somalis Brasileira lambs with BW that ranged from 15 to 30 kg. The maintenance requirements were 52.50 mg Ca, 27.59 mg P, 1.26 mg Mg, 4.12 mg Na and 7.44 mg K/kg BW. The net macromineral requirements ranged from 5.22 to 5.13 g Ca; 2.77 to 2.31 g P; 0.16 to 0.15 g Mg; 0.86 to 0.81 g Na and 1.10 to 0.90 g K/kg BW for animals with BW ranging from 15 to 30 kg. The micromineral body composition ranged from 20.19 to 16.82 mg Zn/kg EBW, 56.23 to 48.12 mg Fe/kg EBW, 1.20 to 0.99 mg Mn/kg EBW and 1.31 to 1.03 mg Cu/kg EBW in Somalis Brasileira lambs with BW that ranged from 15 to 30 kg. The maintenance requirements were 0.133 mg Zn, 0.271 mg Fe, 0.003 mg Mn and 0.015 mg Cu/kg BW. The net micromineral requirements ranged from 12.97 to 10.80 mg Zn; 37.65 to 32.22 mg Fe; 0.76 to 0.63 mg Mn and 0.77 to 0.60 mg Cu/kg BW for animals with BW ranging from 15 to 30 kg. / Objetivou-se com o presente estudo estimar a composição corporal e as exigências de macro e microminerais de cordeiros da raça Somális Brasileira em crescimento. Foram utilizados quarenta e oito cordeiros, não-castrados, com peso corporal (PC) inicial médio de 13,47±1,76 kg e aproximadamente de 50 dias de idade. Oito animais foram abatidos no início do experimento para serem utilizados como grupo referência, com o objetivo de estimar o peso de corpo vazio inicial (PCVZ) e composição corporal inicial. Os animais remanescentes foram alocados em delineamento em blocos casualizados com dois blocos e cinco tratamentos, que consistiram de diferentes níveis de energia metabolizável (1,18; 2,07; 2,25; 2,42 e 2,69 Mcal/kg MS), com oito repetições por tratamento. A composição corporal de macrominerais variou de 6,45 a 6,34 g de Ca; 4,32 a 3,60 g de P; 0,20 a 0,19 g de Mg; 1,12 a 1,05 g de Na e 1,74 a 1,43 g de K/kg de PCVZ, para animais com 15 a 30 kg de PC. As exigências líquidas de mantença foram 52,50 mg de Ca; 27,59 mg de P; 1,26 mg de Mg; 4,12 mg de Na e 7,44 mg de K/kg de PC. As exigências líquidas de ganho variaram de 5,22 a 5,13 g de Ca; 2,77 a 2,31 g de P; 0,16 a 0,15 g de Mg; 0,86 a 0,81 g de Na e 1,10 a 0,90 g de K/kg de ganho de PC para animais com 15 a 30 kg de PC. A composição corporal de microminerais variou de 20,19 a 16,82 mg de Zn; 56,23 a 48,12 mg de Fe;1,20 a 0,99 mg de Mn; 1,31 a 1,03 mg de Cu/kg de PCVZ, para animais com 15 a 30 kg de PC. As exigências líquidas de mantença foram de 0,133 mg de Zn; 0,271 mg de Fe; 0,003 mg de Mn e 0,015 mg de Cu/kg de PC. As exigências líquidas de ganho variaram de 12,97 a 10,80 mg de Zn; 37,65 a 32,22 mg de Fe; 0,76 a 0,63 mg de Mn e 0,77 a 0,60 mg de Cu/kg de ganho de PC para animais com 15 a 30 kg de PC.
3

Inclusão do substrato de Pleurotus ostreatus na cinética de fermentação in vitro do feno de braquiária

Oliveira, Ricardo da Silva 25 March 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2010. / Submitted by Matheus Denezine (matheusdenezine@yahoo.com.br) on 2011-06-20T15:13:07Z No. of bitstreams: 1 2011_RicardodaSilvaOliveira.pdf: 1426194 bytes, checksum: 049d6a2955da42a21c5a761a8d61708a (MD5) / Approved for entry into archive by Guilherme Lourenço Machado(gui.admin@gmail.com) on 2011-06-20T17:00:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_RicardodaSilvaOliveira.pdf: 1426194 bytes, checksum: 049d6a2955da42a21c5a761a8d61708a (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-20T17:00:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_RicardodaSilvaOliveira.pdf: 1426194 bytes, checksum: 049d6a2955da42a21c5a761a8d61708a (MD5) / O cogumelo é um alimento apreciado no mundo inteiro e cada cultura criou sua própria forma de consumo. Segundo Wasser; Weis, 1999. esse alimento possui cerca de 30% de proteína bruta, além de conter sais minerais, ferro, vitaminas B1 e B2, cálcio, fibras, outros elementos essenciais, além de baixo teor de gordura e carboidrato. A produção de alimento é constantemente forçada pelo aumento da demanda de fornecimento para a população humana. O cogumelo é um alimento que atende a essa exigência, pois em uma pequena área pode-se ter grandes produções, com produtividades médias de 18 a 20 Kg/ m²/ ano. O problema é que para produzir 80g de cogumelo in natura é necessário 100g substrato (que é à base de 78% de capim Brachiária brizantha; 20% de farelo de trigo; 2% de gesso para crescimento de frutificação, cogumelo propriamente dito), o que gera uma quantidade de resíduo muito grande. Segundo Platt et al. (1984), alguns Pleurotus possuem entre outras enzimas: celulase, celobiase, hemicelulase, ligninase e lacase. Elas são responsáveis pela degradação da lignina fenólica e não-fenólica, produzindo ácidos aromáticos (Buswell & Odier, 1987).O objetivo do presente trabalho é estudar a inclusão do substrato de Pleurotus ostreatus na fermentação "in vitro" de dieta a base de feno de Brachiária brizantha para ruminantes, assim como determinar diferenças na produção de gás com diferentes níveis de inclusão. Avaliando a cinética de degradação "in vitro" de dietas à base de feno com diferentes níveis de inclusão de substrato exaurido da produção de Pleurotus ostreatus, além de quantificar a proteína degradada no rumem a partir do substrato exaurido de Pleurotus ostreatus. O experimento pela técnica "in vitro" semi-automática de produção de gases foi realizado no Laboratório de Nutrição animal da Fazenda Água Limpa-Fal de propriedade da Universidade de Brasília (UnB), em Junho de 2009. Foram utilizados três bovinos adultos, machos castrado, mestiços, como doadores selecionou-se um alimento padrão e um potencial alimento para ruminantes: Feno (F) e Substrato Exaurido Pleurotus ostreatus (SE) em cinco diferentes tratamentos, 100% (F), como padrão de alimento; 100% (SE), para testar o potencial do material e avaliar a capacidade de inibição ou aumento de produção de gás; (F) + (SE) 5%; (F) + (SE) 20%; (F) + (SE) 30%. O delineamento experimental foi um fatorial 5 X 3 com cinco tratamentos e 3 inóculos (três animais doadores). A análise de variância, foi feita pelo PROC GLM do programa estatístico SAS (2000). As médias foram comparadas pelo Teste de Tukey (5%). A degradabilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) foi estimada segundo Theodorou et al. (1994), no tempo pré-determinado de 96 horas. Foram realizadas as seguintes determinações de análise bromatológica: MM, MS, PB, FDN, FDA, EE, FB segundo A.O.A.C. (1990) e VAN SOEST et al. (1991). Para produção total de gases obteve-se o tratamento (F)+(SE)5% a maior quantidade acumulada de gases com uma produção de 284,28 ml de gases ficando 8% acima do (F) 100%, reafirmando a condição de melhora na utilização do Feno pelos microorganismos ruminal. O substrato exaurido de Pleurotus ostreatus apresentou rápida colonização pelos microrganismos do rúmen, além de propiciar uma facilitação na degradação do feno. Os padrões de fermentação foram inferiores ao do feno estudado, mostrando que o resíduo não pode ser utilizado em substituição a um volumoso de boa qualidade, entretanto a inclusão do substrato ao feno não prejudicou a fermentação e poderia ser utilizada como uma alternativa de aproveitamento do resíduo em dietas de ruminantes.
4

Digestibilidade dos macronutrientes e disponibilidade dos minerais, pela tilápia do Nilo, das leveduras íntegra e autolisada

Gamboa, Blanca Stella Pardo [UNESP] 16 April 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-04-16Bitstream added on 2014-06-13T20:47:47Z : No. of bitstreams: 1 gamboa_bsp_me_botfmvz.pdf: 199058 bytes, checksum: 1580435a5760151544216d31255aab84 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / O conhecimento da digestibilidade dos subprodutos e co-produtos da agroindústria viabiliza o emprego de uma série de alimentos em rações balanceadas para peixes. Este estudo teve por objetivo caracterizar a composição nutricional e determinar, pela tilápia do Nilo, os nutrientes digestíveis da levedura de álcool (Saccharomyces cerevisiae) desidratada por spray dry, íntegra e autolisada. Para isso foi utilizada uma ração referência (purificada) a base de albumina e gelatina, marcada com 0,10% de óxido de crômio-III e duas rações com 30% de substituição da ração referência pelo ingrediente teste. Utilizaram-se 90 juvenis de tilapia do Nilo (peso médio de 141,58 ± 7,85 g), os quais foram alojados em nove gaiolas submersas em aquários para o manejo de alimentação e cinco aquários para coleta de fezes. Determinou-se a composição química e centesimal das leveduras íntegra (LI) e autolisada (LA) e valores digestíveis para matéria seca, proteína bruta, energia bruta e minerais (fósforo, cálcio, magnésio, sódio, potássio, cloro, enxofre, selênio, zinco, cobre, ferro e manganês). Conclui-se que a levedura íntegra (LI) e a levedura autolisada (LA) apresentam composição centesimal semelhante, com exceção da matéria mineral e fibra bruta; a levedura íntegra e a levedura autolisada apresentam, pela tilápia do Nilo, altos coeficientes de disponibilidade dos minerais; o processo de autólise melhora a digestibilidade da energia, e o valor absorvível dos minerais analisados com exceção do P, Na e S. / The knowledge of digestibility values of agro industrial by-products and co-products aloud the utilization of several ingredients in fish feed manufacturing. This study aimed to describe the nutritional composition and determine, for Nile Tilapia, the nutrient availability of alcohol yeast (Saccharomyces cerevisiae) present in two different ways spray dried: integral and autolyzed. Ninety Nile tilapia juvenile were used (average weight 141.58 ± 7.85 g). They were stoked in nine net cages submerged in the same number of tanks for feeding and handling. Five conical tanks were used for feces precipitation and collection. The fish were fed with a reference feed (purified) composed by albumin and gelatin, marked with 0.10% of chromium-III oxide and two feeds with 30% of substitution of the ingredient test were used. The chemical composition of integral and autolyzed yeast was determined as well as their digestible values of dry matter, crude protein, gross energy and minerals (phosphorus, calcium, magnesium, sodium, potassium, chlorine, sulfur, selenium, zinc, copper, iron and manganese). We concluded that integral yeast (LI) and autolyzed yeast (LA) presented similar centesimal composition, except for mineral matter and crude fiber. Integral yeast (LI) and autolyzed yeast (LA) presents better availability of minerals; and the autolysis process increases digestibility of energy and minerals availability analyzed with exception of phosphorus, sodium and sulfur.
5

Sistema de alimentação sequencial de alimentação com variação no nível de aminoácidos na dieta para suínos em crescimento e terminação /

Silva, Welex Cândido da. January 2017 (has links)
Orientador: Luciano Hauschild / Banca: Paulo Henrique Reis Furtado Campos / Banca: Marcos Macari / Resumo: Esse estudo foi realizado para avaliar o efeito da alimentação sequencial (Seq) com variação no nível de aminoácidos a cada 12 h comparados ao sistema convencional (uma única dieta) no desempenho, composição corporal e carcaças de suínos em crescimento e terminação. Foram utilizados 60 suínos machos castrados com 30 ± 2,8 kg de peso vivo (PV) inicial. Os animais foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com 4 tratamentos, sendo dois planos de Seq: 110-70: dieta com 110% das recomendações de aminoácidos (AAs) fornecida das 0000 até 1159 h e outra com 70% AAs ofertada das 1200 ás 2359 h; e 70-110: dieta com 70% AAs fornecida das 0000 até 1159 h e outra com 110% AAs ofertada das 1200 ás 2359 h, e dois planos convencionais: 100: dieta com 100% AAs e 70: dieta com 70% AAs. Nos dois tratamentos convencionais a mesma dieta foi fornecida aos animais ao longo do dia. O animal foi considerado a unidade experimental. Os suínos foram alojados em um único grupo, com água e ração ad libitum. Para atender o nível de AAs em cada tratamento foi realizado diariamente e dentro de cada período misturas proporcionais de duas dietas, A (alta densidade nutricional) e B (baixa densidade nutricional), utilizando alimentadores automáticos AIPF (Automatic and Intelligent Precision Feeder). Nos dias 0, 35 e 63 foram realizadas mensurações de desempenho e composição corporal e ao final do experimento os animais foram abatidos em frigorífico. Não houve interação (P > 0,05) entre trat... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The present study aimed to investigate the effect of sequential feeding (Seq) with variation in amino acid level every 12 h compared to the conventional feed supply (a single diet) on performance, body composition and pigs growing-finishing carcasses. Sixty barrows in a completely randomized design with four treatments were distributed and two Seq: 110-70: a diet with 110% of the recommendations of amino acids (AAs) supplied from 0000 to 1159 h and another diet with 70% of AAs offered from 1200 to 2359 h; and 70-110: a diet with 70% AAs supplied from 0000 to 1159 h and another with 110% AAs offered from 1200 to 2359 h, and two conventional plans: 100: diet with 100% AAs and 70: diet with 70% AAs . In both conventional treatments, the same diet throughout the day was provided. The animal was considered the experimental unit. The pigs were housed in a single group, with water and feed ad libitum. To meet the level of AAs in each treatment, proportional mixtures of two diets, A (high nutritional density) and B (low nutrient density), using automatic and Intelligent Precision Feeder (AIPF) feeders were performed daily and within each period. On days 0, 35 and 63 measurements of performance and body composition were carried out and at the end of the experiment the animals were slaughtered and measurements of fat thickness and loin depth were taken. There was no interaction (P > 0.05) between treatment and experimental phase for the performance variables. The animals of treatments ... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
6

Efeito do preparado de anticorpos policlonais sobre o consumo alimentar, fermentação ruminal e digestibilidade in vivo de bovinos suplementados com três fontes energéticas /

Marino, Carolina Tobias, 1978- January 2008 (has links)
Resumo: Nove fêmeas bovinas canuladas no rúmen foram utilizadas para avaliar um preparado de anticorpos policlonais (PAP) de origem aviária contra as bactérias ruminais Streptococcus bovis, Fusobacterium necrophorum, Clostridium aminophilum, Peptostreptococcus anacrobius e Clostridium sticklandii. O delineamento experimental foi o quadrado latino 3 X 3 replicado 3 vezes, em arranjo fatorial de tratamentos 3 X 3 referente a 2 modificadores ruminais, monensina (MON) e PAP mais o grupo controle (CON) e 3 fontes energéticas, milho seco moído (MSM), silagem de grão úmido de milho (SGUM) e polpa cítrica (PC). Cada subperíodo experimental foi composto de 21 dias, onde a coleta de líquido ruminal foi realizada às 0, 2, 4, 6, 8, 10 e 12 h após a alimentação no último dia do período. Foram avaliados o consumo de matéria seca e os parâmetros de fermentação ruminal pH, concentração total de ácidos graxos de cadeia curta (AGCCt), lactato total e nitrogênio amoniacal (N-NH3). O PAP mostrou-se tão eficaz como a monensina em elevar o pH ruminal de bovinos alimentados com dietas ricas em concentrados, às 4 h após a alimentação, sem contudo, alterar (P>0,05) o consumo de matéria seca, a concentração total de ácidos graxos de cadeia curta, a proporção molar de acetato ou as concentrações de lactato total e nitrogênio amoniacal. Foi observada diminuição (P<0,05) na proporção molar de propionato com a utilização do PAP em relação a monensina, porém não em relação ao controle. / Abstract: Nine ruminally cannulated cows were used to test an avianderived polyclonal antibody preparation (PAP) against the specific ruminal bacterias Streptococcus bovis, Fusobacterium necrophorum, Clostridium aminophilum, Peptostreptococcus anacrobius and Clostridium sticklandii. The experimental design was a 3 X 3 latin square replicated 3 times with a factorial arrangement of treatments 3 X 3 regarding 2 rumen modifiers (monensin (MON) and PAP) plus control group (CON) and 3 energetic sources. The energetic sources utilized were dry-grounded corn grain (CG), high moisture corn silage (HMCS) and citrus pulp (CP). Each trial had 21 days; the ruminal fluid sampling was carried out on the last day of the period at 0, 2, 4, 6, 8, 10 and 12 h after morning meal. Dry matter intake and rumen fermentation parameters such as pH, total short chain fatty acids (tSCFA), lactic acid and ammoniacal nitrogen (NH3-N) concentration were analyzed in this trial. PAP was as effective as monensin in increasing ruminal pH of cattle fed high concentrate diets, 4 h after feeding, without interfering (P>0.05) on dry matter intake, total short chain fatty acids concentration, molar proportion of acetate, lactic acid and ammoniacal nitrogen (NH3-N) concentration. A decrease (P<0.05) in molar proportion of propionate was observed with PAP utilization compared to monensin but not in relation to control. / Orientador: Mário de Beni Arrigoni / Coorientador: Paulo Henrique Mazza Rodrigues / Banca: Rafael da Costa Cervieri / Banca: Renata Helena Branco Arnandes / Banca: Flávio Augusto Portela Santos / Banca: Telma Teresinha Berchiell / Doutor
7

Efeitos do tanino e do ácido tânico sobre os lipídios plasmáticos e morfometria do fígado e pâncreas em frangos de corte /

Dias, Luciana Thie Seki. January 2004 (has links)
Resumo: Avaliou-se o efeito do sorgo com alto e baixo teor em taninos e/ou a adição do ácido tânico em dietas à base de milho e soja, sobre os parâmetros de rendimento de carcaça, rendimento de cortes comerciais, deposição de gordura abdominal e visceral, lipídios circulantes e do músculo e morfometria do fígado e pâncreas em frangos de corte. Foram utilizados 150 pintos machos de 1 dia de idade da linhagem Cobb, criados até aos 42 dias de idade em gaiolas, em ambiente controlado e recebendo rações isoprotéicas e isoenergéticas. A adição de 15% de sorgo ou do ácido tânico não afetou os rendimentos de carcaça, o rendimento de cortes comerciais, a deposição de gorduras abdominal e visceral. Entretanto os lipídios totais dos músculos Pectoralis major e Pectoralis minor peito tiveram seus valores reduzidos, o colesterol e triacilglicerol das frações lipoprotéicas sofreram aumentos quando se adicionou sorgo com alto teor em taninos ou alto ácido tânico e os pesos relativos do fígado e pâncreas não foram afetados pelos tratamentos. A morfometria das células do fígado e pâncreas indicou ter ocorrido o processo de hiperplasia quando se adicionou o sorgo ou o ácido tânico às dietas. De modo geral a adição de 15% de sorgo às dietas de frangos de corte não causou alterações metabólicas que comprometessem o rendimento dos principais parâmetros de desempenho dos frangos de corte, proporcionando ainda para a diminuição dos lipídios totais dos músculos. / Abstract: The experiment was carried out to evaluate the effects of sorghum strains high and low in tannin or tannic acid added to the meals of broilers on lipid metabolism, whole carcass and chest and thigh yields an morphometry of pancreas and liver cells. One hundred and fifty 1-day old Cobb chicks were raised in wire cages, and fed isoproteic/isoenergetic diets, up to 42 days. The performance parameters were not affected by any of the treatments whereas total muscle lipids decreased in the broilers fed sorghum or diets containing tannic acid. On the other hand, total lipids of carcass liver and faeces were not affected. Hiperplasia of liver and pancreas cells were observed and probably were due to the chemical components of sorghum, mainly tannin and also to the addition of tannic acid to the diets. / Orientador: Celio Raimundo Machado / Coorientadora: Maria Regina Barbieri de Carvalho / Banca: Marcelo de Oliveira Andreotti / Banca: Maria José Baptista Barbosa / Banca: Vera Maria Barbosa de Moraes / Banca: Isabel Cristina Boleli / Doutor
8

Combinação de enzimas e peletização na digestibilidade da dieta em suínos na fase de creche

Cruz, Thiago Augusto da January 2016 (has links)
Orientador : Profª. Drª. Simone Gisele de Oliveira / Co-orientador : Prof. Dr. José Luciano Andriguetto / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia. Defesa: Curitiba, 23/03/2016 / Inclui referências : f. 23-28-41-46 / Área de concentração : Nutrição e produção animal / Resumo: Com a necessidade de aumento de produção de alimentos para atender a crescente demanda mundial, tecnologias devem ser desenvolvidas para melhorar o desempenho dos animais destinados ao consumo humano. Nesse sentido, estudos com inclusão de enzimas e processamento das dietas fornecidas aos animais vêm sendo feitos a fim de melhorar a eficiência alimentar e, por consequência, o resultado zootécnico. O presente estudo objetivou avaliar a digestibilidade da dieta de suínos na fase pré-inicial de produção. Foram utilizados 24 suínos com idade média de 35 dias e pesando em média 8 kg. Os animais foram alojados individualmente em gaiolas de metabolismo e submetidos a quatro dietas experimentais. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2x2, sendo duas formas físicas da dieta, peletizada ou farelada, com e sem adição de mistura enzimática comercial a base de xilanase, amilase,celulase, ?-glucanase, mananase, protease e fitase. Os animais passaram por 7 dias de adaptação, seguidos por 5 dias de coleta de fezes. Foram feitas coletas totais de fezes, que foram congeladas em sacos plásticos individuais e posteriormente submetidas à análise de Matéria Seca, Proteína Bruta, Extrato Etéreo, Fibra Bruta e Energia Bruta. Com os resultados, foram calculados os coeficientes de digestibilidade aparente, na sequência, os dados foram submetidos à análise de variância e teste Tukey. houve interação para Energia Digestível, Proteína Bruta, Matéria Seca e Extrato Etéreo. O tratamento que continha as enzimas e a peletização obtiveram aumento (P<0,05) na digestibilidade comparado aos demais. Conclui-se, portanto, que a mistura de enzimas utilizada e a peletização aplicados à dieta de suínos na fase pré-inicial de produção, aumentam a digestibilidade aparente. Palavras - chave: Carboidrase, Enzimas Exógenas, Leitão, Nutrição Animal, Protease / Abstract: The need to increase food production to meet the growing global demand, technologies must be developed to improve the performance of animals intended for human consumption. Accordingly, studies involving enzymes and processing of diets fed to animals are being made to improve feed efficiency and, consequently, the zootechnical results. The present study aimed to evaluate the digestibility of the diet of pigs in the pre-initial production phase. 24 pigs with an average age of 35 days were used. The animals were housed individually in metabolism cages and subjected to four experimental diets. The design was completely randomized in a 2x2 factorial arrangement, two physical forms of diet, pelleted or mash with and without addition of commercial enzyme mixture the base of xylanase, amylase, cellulase, ?-glucanase, mannanase, protease and phytase. The animals went through seven days of adaptation, followed by five days of feces collection. Total feces were collected, which were frozen in individual plastic bags and then subjected to laboratory analysis of Dry Matter, Crude Protein, Ether Extract, Crude Fiber and Digestive Energy. With the results, the apparent digestibility coefficients were calculated, as a result, the data were subjected to analysis of variance and Tukey test. The analysis of total digestibility, there was interaction for Digestive Energy, Crude Protein, Dry Matter and Ether Extract. The treatment containing the enzymes and the pelleting obtained increase (P <0.05) in digestibility compared to the other. It can be concluded, therefore, that the enzyme mixture used and pelletization applied to pig diet in the pre-initial stage of production, increase in the apparent digestibility. Key - Words: Animal Nutrition, Carbohydrases, Exogenous Enzymes, Piglet, Protease
9

Produção de L-Lisina por processos fermentativos e desenvolvimento de produto para nutrição animal

Letti, Luiz Alberto Junior January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Carlos Ricardo Soccol / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia. Defesa: Curitiba, 13/08/2014 / Inclui referências / Área de concentração: Biotecnologia agroalimentar / Resumo: A economia de mercado dos tempos atuais exige altas produções a baixos custos, e normalmente a relação custo-benefício determina a viabilidade ou a inviabilidade de um negócio. Para a agroindústria não é diferente. Quando se busca a criação de bovinos, suínos, aves, ovinos, dentre outros para o abate, em geral o objetivo é engordar os animais em um curto espaço de tempo e com a maior produção de proteína possível. Há mais de 50 anos o homem domina a técnica de produção de aminoácidos a partir de fermentações, e produtos a base de aminoácidos essenciais e limitantes ao crescimento são agregados às rações para acelerar o crescimento e ganho de peso dos animais. A L-Lisina é um dos 3 aminoácidos essenciais mais importantes para as fases iniciais do crescimento, e seu mercado, no Brasil é dominado por multinacionais. Os produtos mais recorrentes são vendidos em uma forma purificada, normalmente em forma de pó ou de cristais. O objetivo principal deste trabalho foi o de desenvolver um processo viável técnica e economicamente, tendo como produto final uma farinha rica em L-Lisina, e cujo suporte seja um resíduo, subproduto ou coproduto da agroindústria nacional. Inicialmente cepas de Corynebacterium glutamicum foram reativadas e selecionadas, de acordo com seu potencial de produção de L-Lisina. A cepa ATCC 21799 apresentou os melhores resultados, produzindo inicialmente 1,7g/l de L-Lisina, quando cultivada em meio a base de caldo nutriente, em shaker, a 120 rpm, temperatura de 30 oC e pH inicial de 7,0. Após otimização da composição do meio de cultivo, e com fontes mais baratas de nitrogênio e carbono (sulfato de amônio como fonte inorgânica de nitrogênio e melaço de cana como fonte de carbono), a produção atingiu 7,8 g/l. Após geração e seleção de mutantes pelo método clássico da luz ultravioleta, a produção atingiu 9,3g/l. Na etapa seguinte, o caldo fermentado rico em L-Lisina foi impregnado em matrizes sólidas secas, moídas e classificadas (farelo de trigo, casca de soja, bagaço de cana, polpa cítrica e resíduo de malte cervejeiro) e então submetido a ciclos de secagem e reimpregnações. As farinhas resultantes apresentaram conteúdos de até 13,% de L-Lisina em massa seca, e uma análise econômica preliminar mostrou que tais produtos possuem potencial de mercado, desde que os rendimentos da etapa fermentativa sejam maximizados. Neste caso, as farinhas desenvolvidas teriam custo variando entre R$ 0,24 e R$ 0,33 para alimentar um suíno por dia, enquanto que os produtos atualmente comercializados teriam um custo de R$ 0,45. / Abstract: The nowadays market economy requires high productions at low costs, and usually the cost-benefit ratio determines the viability or non-viability of a business. For agribusiness is no different. When cattle, pigs, poultry, sheep, among others are raised for slaughter, the general goal is to fatten the animals in a short time and with the greatest possible protein production. For over 50 years, human mastered the technique of production of amino acids from fermentation, and products based on essential and limiting amino acids for growth are aggregated to feed to accelerate growth and weight gain of the animals. L-Lysine is one of the three most important amino acids essential for the early stages of growth, and its market in Brazil is dominated by multinationals. The most frequent products are sold in a purified form, normally in the form of powder or crystals. The main objective of this work was to develop a technically and economically viable process, whose final product is a flour rich in L-Lysine, and whose support is a waste, a byproduct or a coproduct of the national agribusiness. Initially, strains of Corynebacterium glutamicum were reactivated and selected according to their potential for production of L-Lysine. The ATCC 21799 strain showed the best results, initially producing 1.7 g/l of L-Lysine, when growth in a medium based in nutrient broth in a shaker at 120 rpm, 30 oC and initial pH of 7.0. After optimization of the composition of the medium, and with cheaper sources of carbon and nitrogen (ammonium sulphate as inorganic nitrogen source and cane molasses as carbon source), production reached 7.8 g/l. After generation and selection of mutants by the classical method of ultraviolet light, production reached 9,3g/l. In the next stage, the fermented broth rich in L-Lysine was impregnated in dried, milled and classified solid matrices (wheat bran, soybean hulls, sugar cane bagasse, citrus pulp and brewer spent grain) and then subjected to cycles of drying and reimpregnation. The resulting flours presented contents up to 13% of L-Lysine in dry mass, and a preliminary economic analysis showed that these products have market potential, since the yields of the fermentation step are maximized. In this case, the developed flours would cost between R$ 0.24 and R$ 0.33 to feed one pig per day, while the currently marketed products have a cost of R$ 0.45.
10

Efeitos do tanino e do ácido tânico sobre os lipídios plasmáticos e morfometria do fígado e pâncreas em frangos de corte

Dias, Luciana Thie Seki [UNESP] 20 January 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:33:32Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-01-20Bitstream added on 2014-06-13T18:45:19Z : No. of bitstreams: 1 dias_lts_dr_jabo.pdf: 161540 bytes, checksum: 5149db0c81282fd553f3233e63ebcf56 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Avaliou-se o efeito do sorgo com alto e baixo teor em taninos e/ou a adição do ácido tânico em dietas à base de milho e soja, sobre os parâmetros de rendimento de carcaça, rendimento de cortes comerciais, deposição de gordura abdominal e visceral, lipídios circulantes e do músculo e morfometria do fígado e pâncreas em frangos de corte. Foram utilizados 150 pintos machos de 1 dia de idade da linhagem Cobb, criados até aos 42 dias de idade em gaiolas, em ambiente controlado e recebendo rações isoprotéicas e isoenergéticas. A adição de 15% de sorgo ou do ácido tânico não afetou os rendimentos de carcaça, o rendimento de cortes comerciais, a deposição de gorduras abdominal e visceral. Entretanto os lipídios totais dos músculos Pectoralis major e Pectoralis minor peito tiveram seus valores reduzidos, o colesterol e triacilglicerol das frações lipoprotéicas sofreram aumentos quando se adicionou sorgo com alto teor em taninos ou alto ácido tânico e os pesos relativos do fígado e pâncreas não foram afetados pelos tratamentos. A morfometria das células do fígado e pâncreas indicou ter ocorrido o processo de hiperplasia quando se adicionou o sorgo ou o ácido tânico às dietas. De modo geral a adição de 15% de sorgo às dietas de frangos de corte não causou alterações metabólicas que comprometessem o rendimento dos principais parâmetros de desempenho dos frangos de corte, proporcionando ainda para a diminuição dos lipídios totais dos músculos. / The experiment was carried out to evaluate the effects of sorghum strains high and low in tannin or tannic acid added to the meals of broilers on lipid metabolism, whole carcass and chest and thigh yields an morphometry of pancreas and liver cells. One hundred and fifty 1-day old Cobb chicks were raised in wire cages, and fed isoproteic/isoenergetic diets, up to 42 days. The performance parameters were not affected by any of the treatments whereas total muscle lipids decreased in the broilers fed sorghum or diets containing tannic acid. On the other hand, total lipids of carcass liver and faeces were not affected. Hiperplasia of liver and pancreas cells were observed and probably were due to the chemical components of sorghum, mainly tannin and also to the addition of tannic acid to the diets.

Page generated in 0.0409 seconds