• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 773
  • 7
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 785
  • 266
  • 212
  • 160
  • 157
  • 117
  • 111
  • 97
  • 92
  • 83
  • 70
  • 65
  • 54
  • 50
  • 49
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Parâmetros hematológicos, bioquímicos, ganho em peso e emissão de metano de ovinos Santa Inês alimentados com coprodutos do algodão

Lima, Paulo de Mello Tavares 26 March 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2013. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-06-14T13:22:38Z No. of bitstreams: 1 2013_PauloMelloTavaresLima.pdf: 571968 bytes, checksum: 1dca3ec9e89853e0597d0a7c703fd029 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-06-14T16:18:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_PauloMelloTavaresLima.pdf: 571968 bytes, checksum: 1dca3ec9e89853e0597d0a7c703fd029 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-06-14T16:18:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_PauloMelloTavaresLima.pdf: 571968 bytes, checksum: 1dca3ec9e89853e0597d0a7c703fd029 (MD5) / Foram realizados dois experimentos ao longo deste trabalho. O primeiro teve o objetivo de avaliar os efeitos da suplementação de concentrado a base de coprodutos do algodão sobre parâmetros hematológicos, bioquímicos e ganho em peso de borregos Santa Inês. Este ensaio teve duração de 90 dias, foram utilizados 22 animais, sendo formados quatro grupos experimentais, que se diferenciaram entre si de acordo com o coproduto do algodão empregado na formulação do concentrado. Assim sendo, formaram-se os grupos: Controle (CON) (sem coproduto do algodão); Caroço de algodão (CAR); Farelo de algodão (FAR); e Torta de algodão (TOR). Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições para os grupos CON e FAR e cinco para os grupos CAR e TOR. Não foi verificada diferença estatística (P > 0,05) entre os quatro tratamentos em nenhum dos parâmetros hematológicos e bioquímicos avaliados. Na avaliação de parâmetros hematológicos, com exceção ao parâmetro leucócitos (Leu), todos os valores permaneceram dentro da faixa de valores de referência para ovinos. Na avaliação dos parâmetros bioquímicos, o único parâmetro que apresentou resultados fora da faixa de valores de referência para ovinos foi a ureia sérica. As alterações verificadas nos resultados dos parâmetros Leu e ureia foram explicadas por mecanismos fisiológicos, e considerando-se o fato de que não foram observados sinais clínicos de intoxicação por gossipol nos animais ao longo de todo o experimento, concluiu-se que o gossipol na dieta não causou nenhum efeito tóxico aos animais. Avaliando-se o ganho em peso dos animais ao longo do período experimental, não se observou diferença estatística (P > 0,05) entre os quatro tratamentos, indicando que as rações formuladas com coprodutos do algodão propiciaram mesmo nível de desempenho aos animais que a ração do grupo CON, formulada a base de milho e farelo de soja, sem inclusão de coprodutos do algodão. Dessa forma, concluiu-se que os coprodutos do algodão constituem-se uma boa opção de suplementação para cordeiros. O segundo ensaio teve como objetivo avaliar o efeito da suplementação de coprodutos do algodão sobre a emissão de metano (CH 4) em ovelhas Santa Inês. A técnica empregada para avaliação da emissão de CH 4 foi a do gás traçador hexafluoreto de enxofre (SF 6). Foram utilizadas 12 ovelhas adultas, por um período experimental de 19 dias (14 adaptação, 5 coleta). Formaram- se novamente, quatro grupos experimentais: CON, CAR, FAR, TOR. Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e três repetições. As rações utilizadas apresentavam diferentes teores de gossipol, uma vez que foram usados diferentes coprodutos do algodão na formulação das mesmas. Por meio de adição de óleo de soja, equilibrou-se o teor de extrato etéreo das rações dos quatro tratamentos. Não foi verificada diferença estatística (P > 0,05) entre nível de emissão de CH 4 dos quatro tratamentos, e por meio de análise de regressão linear e quadrática, observou-se que não houve relação entre o nível de gossipol na dieta e a emissão de CH 4 dos animais. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Two experiments were conducted throughout this work. The first aimed to evaluate the effects of the supplementation of concentrates formulated with cottonseed byproducts on hematological and biochemical parameters; and daily weight gain of Santa Inês lambs. This experiment lasted 90 days, 22 animals were used, divided into four experimental groups, which were distinguished from each other in accordance with the cottonseed byproduct employed in concentrates formulation. Therefore, the groups were: Control - CON (no cottonseed byproduct); Whole cottonseed (CAR); Cottonseed meal (FAR); Cottonseed cake (TOR). A completely randomized design was used, with six repetitions for the groups CON and FAR and five for the groups CAR and TOR. No statistical difference was found (P > 0.05) between the four treatments in any of the hematological and biochemical parameters evaluated. In the evaluation of hematological parameters, except for the parameter leukocytes (Leu), all values remained within the reference range for sheep. In the evaluation of biochemical parameters, the only parameter that presented results out of the reference range values for sheep was serum urea. The alterations observed in the evaluation of the parameters Leu and urea were explained by physiological mechanisms, and considering the fact that no clinical signs of gossypol intoxication were observed in the animals throughout the whole experimental period, it was concluded that dietary gossypol caused no toxic effect on animals. Evaluating the daily weight gain of the animals during the trial, it was found no statistical difference (P > 0.05) between the four treatments, indicating that the animals fed cottonseed byproducts have presented the same performance level of the animals of the CON group, which were fed concentrate formulated with corn grains and soybean meal, with no inclusion of any cottonseed byproduct. Thus, it was concluded that the cottonseed byproducts constitute a good option for lambs supplementation. The second experiment aimed to evaluate the effects of supplementation of concentrates formulated with cottonseed byproducts on the methane (CH 4) emission of Santa Inês sheep. The technique used to evaluate the CH 4 emission was the sulfur hexafluoride (SF 6) tracer technique. 12 Santa Inês mature sheep were used for an experimental period of 19 days (14 adaptation, 5 collection). The animals were divided into four experimental groups: CON, CAR, FAR, TOR. A completely randomized design was used, with four treatments and three repetitions. The diets used presented different gossypol levels from each other, since different cottonseed byproducts were used in the formulation of the concentrates, and by addition of soybean oil, the ether extract content was balanced between the diets. No statistical difference was found (P > 0.05) between CH emission level of the four treatments, and by linear and quadratic regression analysis, it was observed that there was no relation between the dietary gossypol and CH 4 emission of sheep.
12

Fontes alternativas de volumosos na dieta de ovinos

Menezes, Adriana Morato de 12 December 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Unversidade de Brasília, Faculdade Agronomia e Medicina Veterinária, 2009. / Submitted by Thaíza da Silva Santos (thaiza28@hotmail.com) on 2011-02-11T21:55:39Z No. of bitstreams: 1 2009_AdrianaMoratodeMenezes.pdf: 1720084 bytes, checksum: 94305e2e5936411a090a11a50705eeae (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-02-16T00:31:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_AdrianaMoratodeMenezes.pdf: 1720084 bytes, checksum: 94305e2e5936411a090a11a50705eeae (MD5) / Made available in DSpace on 2011-02-16T00:31:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_AdrianaMoratodeMenezes.pdf: 1720084 bytes, checksum: 94305e2e5936411a090a11a50705eeae (MD5) / O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho, biometria e ultrassonografia in vivo, bem como características quantitativas e não constituintes da carcaça de cordeiras alimentadas com diferentes fontes de volumoso. Foram usadas 24 cordeiras Santa Inês confinadas, com 6 meses de idade e peso médio de 26,35±0,20 kg distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso. As rações continham feno de coast-cross (FCC), feno da parte aérea de mandioca (PAM), subproduto da lavoura de ervilha desidratado (ERV) e saccharina (SAC). As borregas foram alimentadas com dietas isoprotéicas e isoenergéticas, com proporções fixas de volumoso (60%) e de concentrado (40%). Os animais foram adaptados a dieta e as instalações por 7 dias. As borregas ficaram confinadas por 45 dias, em baias individuais, onde foram pesadas e realizada a biometria no inicio do experimento e depois foram pesadas e medidas a cada 15 dias, o controle do consumo de alimento foi feito três vezes por semana. Os animais foram submetidos a um período de jejum alimentar de 24 horas antes do abate. As meias carcaças direitas foram pesadas e seccionadas em cortes comerciais: costela, lombo, paleta, fralda, pescoço e pernil, que foram pesadas individualmente. Apesar do baixo desempenho, os animais ganharam peso e mantiveram com alto escore corporal na época de escassez de alimento. As dietas apresentaram diferenças para ganho médio de peso e consumo. A SAC foi melhor que os demais tratamentos. As medidas biométricas não foram diferentes entre os tratamentos, possivelmente pela homogeneidade dos animais. Os animais no tratamento ERV obtiveram peso de carcaça quente (14,36 kg) e fria (14,01 kg) superiores, peso de pernil, fralda, pescoço, vísceras torácicas fígado e perímetro de pernil. O subproduto de ervilha apresentou melhores resultados juntamente com a saccharina podendo substituir volumosos tradicionais. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The aim of this study was to evaluate performance, biometrics and in vivo ultrasound measurements as well as carcass and non-carcass constituents of lambs fed with different sources of forage. Twenty four, six month old Santa Inês female lambs were randomly allocated to four experimental diets and housed in individual stalls. They weighed on average 26,35±0,20 kg. The diets were Coast cross hay (FCC), Cassava hay (PAM), dehydrated subproduct of pea crop (ERV) and Saccharine (SAC). The diets were isoproteic and isoenergetic with fixed levels of forage (60%) and concentrate (40%). Diet adaptation was 7 days with 45 days on experiment. Weighing and bioemtric measurements were taken every fortnight and diet consumption three times a week. At the end of the experiment the animals underwent a 24 fast and slaughtered. Half carcasses were separated in commercial cuts and weighed. Although performance was low animals on all diets gained weight and maintained body score in a period of feed shortage. Biometic measurements were not different (P>0,05) between treatments, due to the animals being homogeneous. Animals on different diets showed different weight gains and diet consumption, animals on SAC showing the best performance. Animals on ERV had heaviest hot (14.36 kg) and cold (14.01 kg) carcasses, as well as leg, rib, neck, thoracic viscera and liver weights as well as leg perimeter. Pea subproduct and saccharine can substitute traditional forages during the dry season with animals.
13

Desempenho e consumo voluntário de borregas em sistema de integração lavoura-pecuária na seca / Performance and voluntary intake of ewe lambs in integrated crop livestock systems during the dry season

Macedo, Brummel Assunção Oliver 24 May 2011 (has links)
Tese (doutorado)–Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009 / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-03-18T16:44:52Z No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / Rejected by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br), reason: O arquivo pdf não abre, diz estar danificado. on 2011-03-19T17:52:40Z (GMT) / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-04-05T23:36:57Z No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / Rejected by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br), reason: Arquivo pdf danificado. on 2011-04-06T01:02:23Z (GMT) / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-04-06T23:55:36Z No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / Rejected by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br), reason: Arquivo PDF danificado. Rever. on 2011-04-11T23:47:26Z (GMT) / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-04-18T22:28:39Z No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2011-05-24T16:59:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-24T16:59:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_BrummelAssuncaoOliverMacedo.pdf: 64057546 bytes, checksum: 358acb93528ae7ffec82345075e5b766 (MD5) / O objetivo do trabalho foi avaliar o desempenho de borregas a pasto, no período seco, submetidas aos seguintes tratamentos: 1- Brachiaria humidicola estabelecida com milho; 2- Brachiaria humidicola diferida; 3- Panicum maximum cv aruana estabelecido com milho; 4- Panicum maximum cv. aruana diferido. Foram utilizadas 32 borregas mestiças Santa Inês x Ille de France, com idade entre três e seis meses e peso médio inicial de 22±4,47 kg. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com 32 parcelas e duas repetições por tratamentos. A produtividade do milho em grão foi estimada em 5,9 ± 1,1 t/ha no plantio com B.humidicola e 4,1 ± 0,7 t/ha no plantio com Panicum maximum cv aruana. A estimativa de produção de silagem ficou em 33,8 ± 6,0 t/ha (matéria natural) para a área estabelecida com B. humidicola e 31,3 ± 6,0 t/ha para o tratamento P. maximum cv aruana. Não houve diferença entre os tratamentos (P>0,05) quanto os teores de proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido, durante todo o período experimental. A disponibilidade média de matéria seca no pré-pastejo foi de 3191, 3562, 3048 e 6565 kg/ha para os tratamentos, Brachiaria humidicola estabelecida com milho, Brachiaria humudicola diferida, Panicum maximum estabelecido com milho e Panicum maximum diferido, respectivamente. O ganho de peso médio diário das borregas foi de 108,5 ± 28,94; 38,5 ± 18,90; 89,5 ± 30,40 e 37,4 ± 4,58 g/dia, para os tratamentos braquiaria com milho, braquiaria diferida, aruana com milho e aruana diferido, respectivamente. Sendo que os tratamentos estabelecidos com milho apresentaram melhores desempenhos do que os diferidos (P<0,05). Não houve diferença significativa para o consumo voluntário (P>0,05) que em média foi de 591,8 ± 175,44 gMS/animal/dia. A digestibilidade da matéria seca para o tratamento braquiária humidicula estabelecida com milho e diferida foram de 43,7 ± 9,2 e 44,9 ± 6,9 %, respectivamente e para os tratamento aruana estabelecido com milho e aruana diferido foram de 51,1 ± 8,45 e 37,4 ± 4,58, respectivamente. Sendo que o tratamento aruana estabelecido com milho apresentou maior digestibilidade da matéria seca que o tratamento diferido, sendo sua digestibilidade semelhante aos tratamentos com braquiaria (P<0,05). O sistema de integração lavoura-pecuária proporcionou. maiores ganhos de peso entre as borregas no período da seca e não houve aumento das enzimas séricas (GGT e AST) durante o período experimental. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of the study was to evaluate the performance of lambs at pasture, during the dry season. The following treatments were used: 1- Brachiaria humidicola with corn, 2- deferred Brachiaria humidicola, 3-Panicum maximum cv aruana with corn, 4- deferred Panicum maximum cv aruana. Thirty two crossbred Santa Inês x Ille de France ewe lambs aged between three to six months and weighing 22 ± 4.47 kg. The experimental design was completely randomized with two replicates per treatment. Each pasture held four animals and eigth pastures for each treatments were used. The corn grain yield was 5.9 ± 1.1 t/ha cultivated with Brachiaria humidicola and 4.1 ± 0.7 t/ha cultivated with Panicum maximum cv aruana. The yield of silage was 33.8 ± 6.0 t/ha (natural state) for Brachiaria humidicola and 31.3± 6.0 t/ha for Panicum maximum cv aruana. There was no difference between the treatments (P > 0.05) in terms of crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (ADF), over the experiment. The availability of dry matter before grazing was 3191, 3562, 3048, 6565 kg/ha for the treatments : Brachiaria humidicola with corn, deferred Brachiaria humidicola, Panicum maximum cv aruana with corn and deferred Panicum maximum cv aruana, respectively. The daily weight gain for the ewes lambs was 108.5 ± 28.94; 38.5 ± 18.90; 89.5 ± 30.40 e 37.4 ± 4.58 g/day for the treatments: Brachiaria humidicola with corn, deferred Brachiaria humidicola, Panicum maximum cv aruana with corn and deferred Panicum maximum cv aruana, respectively. The treatments with corn improved performance compared to the deferred treatments (P<0.05). No significant differences were found between treatments for voluntary intake (P>0.05). The average being 591.8 ± 175.44 g DM/animal/day. The dry matter digestibility for Brachiaria humidicola with corn and deferred was 43.7 ± 9.2 and 44.9 ± 6.9 %, for Panicum maximum cv aruana with corn and with out corn was 51.1 ± 8.45 and 37.4 ± 4,58 %. The treatment Panicum maximum cv aruana showed a higher digestibility compared with deferred Panicum, and it digestibility did not differ of Brachiaria (P<0.05). Integrated system showed higher weight gain in ewe lambs during the dry season and the serum level of hepatic enzymes did not increase over the experimental period.
14

Diversidade e estrutura genética de ovinos crioulos lanados do Brasil

Castro, Silvia Tereza Ribeiro January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Genética e Morfologia, Laboratório de Genética, 2008. / Submitted by Suelen Silva dos Santos (suelenunb@yahoo.com.br) on 2009-09-25T18:41:33Z No. of bitstreams: 1 2008_SilviaTerezaRibeiroCastro.pdf: 1299779 bytes, checksum: 1bb42265d969892d91060146d5e19357 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-12-22T15:42:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_SilviaTerezaRibeiroCastro.pdf: 1299779 bytes, checksum: 1bb42265d969892d91060146d5e19357 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-12-22T15:42:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_SilviaTerezaRibeiroCastro.pdf: 1299779 bytes, checksum: 1bb42265d969892d91060146d5e19357 (MD5) Previous issue date: 2008 / O conhecimento da variabilidade genética existente em raças locais de animais zootécnicos é importante para a conservação do patrimônio genético e para programas de melhoramento animal. O objetivo geral deste trabalho foi analisar a diversidade e a variabilidade genética do ovino Crioulo Lanado brasileiro por meio de marcadores genéticos do tipo RAPD e SSRs. As amostras analisadas representaram o rebanho de conservação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, bem como as populações de ovinos crioulos existentes na área de ocorrência. Os resultados indicaram que a variabilidade genética total da raça Fronteira e do ecótipo Serrana não está representada no rebanho de conservação da EMBRAPA nem nos demais rebanhos amostrados. Os animais mantidos pela EMBRAPA apresentaram mais introgressão de Corriedale que os da população externa. Em todas as análises o ecótipo Zebua foi o mais dissimilar entre os crioulos. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The knowledge of the existing genetic variability in local breeds of livestock is important for the conservation genetics and for programs of animal breeding. The general objective of this research was to analyze the diversity and the genetic variability of Brazilian Creole Wool Sheep raised in the Southearn region of the country through the utilization of molecular markers (RAPD and STR). The analyzed samples represented the conservation nucleus belonging to Brazilian Agricultural Research Corporation - EMBRAPA as well as others flocks present in the region. The results indicated that the total genetic variability of the Fronteira breed and the ecotype Serrana is not represented in the EMBRAPA’s flock nor in the others sampled flocks. The animals kept by EMBRAPA presented a higher introgression of Corriedale than that of the external population. In all analyses the Zebua ecotype was the most dissimilar among the Creoles.
15

Estudo comparativo dos efeitos clínicos e anestésicos da bupivacaína, levobupivacaína ou ropivacaína por via intratecal em ovelhas

Florencio, Luiz Gustavo 06 July 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-09-27T14:30:49Z No. of bitstreams: 1 2012_LuizGustavoFlorencio.pdf: 1554783 bytes, checksum: bf39a5fc7d6b25cbdf7268d765b0665d (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2012-10-03T11:15:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_LuizGustavoFlorencio.pdf: 1554783 bytes, checksum: bf39a5fc7d6b25cbdf7268d765b0665d (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-03T11:15:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_LuizGustavoFlorencio.pdf: 1554783 bytes, checksum: bf39a5fc7d6b25cbdf7268d765b0665d (MD5) / Em ovinos, a anestesia intratecal apresenta menor custo, maior segurança e fácil execução quando comparada à anestesia geral. A bupivacaína teve seu uso limitado após relato de acidentes em humanos, assim, a ropivacaína e a levobupivacaína surgiram como fármacos alternativos. O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar os efeitos clínicos e anestésicos da bupivacaína, levobupivacaína ou ropivacaína por via intratecal em ovelhas. Seis ovelhas foram distribuídas em três grupos de igual número (n=6), os quais receberam, por via intratecal, 0,5 mg/kg de bupivacaína (grupo B), levobupivacaína (grupo L) ou ropivacaína (grupo R). As variáveis sistêmicas avaliadas foram frequências cardíaca (FC) e respiratória (f), temperatura retal (TR), pressões arteriais sistólica (PAS), média (PAM) e diastólica (PAD), pH, PaO2, PaCO2 e HCO3-. Estes parâmetros foram mensurados antes da aplicação intratecal (T0) e após, a cada 10 minutos, durante 120 minutos (T10 a T120). As variáveis anestésicas avaliadas foram os períodos de bloqueios sensitivo (BS) e motor (BM), extensão do bloqueio sensitivo (EBS) e períodos de regressão do bloqueio sensitivo (RBS) e de recuperação (PR), a cada 10 minutos, até a recuperação total dos movimentos dos membros pélvicos. Os dados, quando paramétricos, foram submetidos a ANOVA RM ou ANOVA e post hoc Tukey, ou teste t. Quando não paramétricos, utilizou-se análise de Friedmann ou Kruskal Wallis com post hoc Dunnet, ou teste de Mann-Whitney. O nível de significância utilizado foi 5%. A FC diminuiu nos grupos B e L, de T80 a T120 e em T110 e T120, respectivamente. A f reduziu no grupo L entre T30 e T60 e de T80 a T100, e no grupo R, em T50, T60 e T80. A TR aumentou no grupo B, a partir de T80. Quanto às variáveis anestésicas, o grupo B apresentou BS mais prolongado que BM. Nestas condições, a adminstração intratecal destes anestésicos locais não causa alterações sistêmicas deletérias, sendo que a bupivacaína proporcionou os maiores períodos de BM e BS. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Intrathecal anesthesia is a technique with lower cost, higher safety and easier execution when compared with general anesthesia, in sheep. Bupivacaine had its use limited after some reports of accidents in human beings; thus, ropivacaine and levobupivacaine can be used as alternative drugs. The aim of this study was to evaluate and compare the clinical and anesthetic effects of intrathecally administered bupivacaine, levobupivacaine or ropivacaine, in sheep. Six ewes were allocated in three groups (n=6) that received 0.5 mg/kg of bupivacaine (B group), ropivacaine (R group) or levobupivacaine (L group). The systemic variables evaluated were heart (HR) and respiratory (f) rates, rectal temperature (RT), systolic (SAP), mean (MAP), and diastolic (DAP) blood pressures, pH, PaO2, PaCO2, and HCO3-. These parameters were measured before intrathecal injection (T0) and then, every 10 minutes up to 120 minutes (T10 to T120). The anesthetic variables evaluated were the periods of sensory (SB) and motor (MB) blockades, sensory blockade extension (SBE), period of sensory blockade regression (SBR) and period of recovery (PR), every 10 minutes, until the full restoration of the mobility of pelvic limbs. The data were submitted to ANOVA RM or ANOVA with post-hoc Tukey, t test, Friedmann or Kruskal-Wallis with post-hoc Dunnet, or Mann-Whitney test, as appropriated. Data were considered significant when P<0.05. The HR decreased in B and L groups, from T80 to T120 and from T110 to T120, respectively. The f decreased between T30 and T60 and from T80 to T100 in L group, and in T50, T60, and T80 in R group. The RT increased in B group from T80 to T120. The SB was longer then MB in B group. In these conditions, the intrathecal application of these local anesthetics does not cause systemic deleterious changes in sheep. Furthermore, bupivacaine provided the longest MB and SB.
16

Influência do cruzamento de ovinos Dorper com Santa Inês sobre o desenvolvimento do músculo Longissimus dorsi e sua cobertura de gordura / The influence of crossing Doper sheep with Santa Inês through evalution of Longissimus dorsi muscle and subcutaneous fat development

Barbosa, Caroline Malhado Pires 18 September 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-04-17T17:07:53Z No. of bitstreams: 1 2009_CarolineMalhadoPBarbosa.pdf: 2811733 bytes, checksum: 2688a127cda74bbc282139f109c93ef0 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-04-17T17:09:11Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_CarolineMalhadoPBarbosa.pdf: 2811733 bytes, checksum: 2688a127cda74bbc282139f109c93ef0 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-04-17T17:09:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_CarolineMalhadoPBarbosa.pdf: 2811733 bytes, checksum: 2688a127cda74bbc282139f109c93ef0 (MD5) / O objetivo desse trabalho foi de avaliar o efeito do cruzamento dos animais Santa Inês com Dorper, pela da avaliação do desenvolvimento muscular e da gordura do músculo Longissimus dorsi, utilizando medidas de ultra-som. Foram utilizados 140 animais, sendo 70 Santa Inês e 70 Dorper x Santa Inês, sendo todos machos, com idade média de 155 dias e pensando em média 22 kg. Para as análises relacionadas à idade foram selecionados entre dos 140 cordeiros um total de 119 cordeiros, sendo 53 mestiços Dorper x Santa Inês e 66 Santa Inês. Para realização dos exames, foi utilizado um equipamento de ultra-som com transdutor linear (frequência de 6 MHz e 8 MHz). As imagens da área (ALD), comprimento (CLD) e profundidade (PLD) do músculo Longissimus dorsi, assim como a espessura da gordura subcutânea (EGS), foram realizadas pela abordagem transcutânea entre a 12ª e 13ª costela do lado esquerdo do animal. Foi estudado o efeito da raça sobre as características: peso vivo (PV), ALD, CLD e PLD, além da EGS, assim como as possíveis associações entre elas. Foi também analisado efeito das imagens geradas com transdutor de frequência 6MHz e 8MHz. Para tanto, empregou-se procedimento GLM, CORR, REG, PRINCOMP e teste de médias Tukey (p<0,05) do programa estatístico SAS® (Statistical Analysis System). O experimento mostrou que: não houve influência da raça em relação as medidas ALD, PLD, CLD, EGS e peso; as medidas ALD, CLD, PLD e idade dos ovinos foram correlacionadas positivamente com o peso vivo; não houve diferença para os dois tipos de frequências utilizadas, exceto para EGS (p<0,05). Em relação à regressão linear, evidenciou-se uma relação positiva e crescente do peso em relação as características avaliadas por ultra-som. Sendo assim, a raça Santa Inês apresentou desempenho semelhante quando comparadas com animais mestiços Dorper x Santa Inês. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In the production system, features such as area (ALD) and depth (PLD) of Longissimus dorsi muscle are important indicators of muscle amount and muscle development, as well the fat. This study used 140 animals, 70 Santa Ines and 70 Doper x Santa Ines, all males, weighing on average 22 kg and 155 days of age. For analysis related to age 119 of the 140 lambs were selected, 53 crossbred Dorper x Santa Inês and 66 Santa Inês. For the examinations, a ultrasound with linear probe (6 MHz and 8 MHz frequencies) was used. The images of the area (ALD), length (CLD) and depth (PLD) of Longissimus dorsi muscle and the thickness of subcutaneous fat (EGS) were performed through the transcutaneous scan between the 12th and 13th rib on the animal’s left side. The effect of genetic group on the characteristics: live weight (LW), ALD, PLD and CLD in addition to EGS, as well as the possible associations between them. The effect of images generated with probe of 6MHz and 8MHz frequencies were also studied. GLM, CORR, REG, PRINCOMP and Tukey (p<0.05) of the statistical program SAS® (Statistical Analysis System) were used. There was no influence of genetic group in relationship to the measures ALD, PLD, CLD, EGS and weight; measures ALD, CLD, PLD and the age of animals were positively correlated with live weight and there was no difference for the two types of frequencies used except for EGS (p<0.05). For the linear regression, there was a positive and increasing relationship between live weight and ultrasound measurements. Thus, the Santa Ines has similar performance, when compared with crosses Dorper x Santa Ines when they have the same live weight.
17

Idade de desmame : respostas comportamentais, fisiológicas e zootécnicas de cordeiros mestiços Santa Inês Dorper e ovelhas Santa Inês /

Rodrigues, Alice Deléo. January 2014 (has links)
Orientador: João Alberto Negrão / Banca: Mauro Dal Secco de Oliveira / Banca: Márcia Helena Machado da Rocha Fernandes / Banca: Andrea Roberto Bueno Ribeiro / Banca: Sarita Bonagurio Gallo / Resumo: A ovinocultura vem ganhando destaque na agropecuária brasileira. Neste contexto, o estabelecimento de idade adequada para o desmame é fundamental para melhorar a produtividade. Por este motivo, é crescente a demanda por informações básicas sobre a espécie, incluindo estratégias de manejo que aperfeiçoem o sistema produtivo. Deste modo, 44 ovelhas Santa Inês e 58 cordeiros mestiços ½ Santa Inês ½ Dorper foram avaliados durante duas lactações com o objetivo de se conhecerem os efeitos de duas idades de desmame, aos 45 e aos 60 dias de idade. Neste estudo, foram feitas análises comportamentais e colheitas de sangue ao desmame e também colheitas para determinação dos níveis de cortisol dos animais após a administração de hormônio adrenocorticotrófico (ACTH). Os dados de cortisol, comportamento, peso e ganho de peso foram analisados pelo proc Mixed do SAS. Os testes de médias foram feitos com nível de significância de 5% (P<0,05). Os níveis de cortisol ao desmame das ovelhas e dos cordeiros não foram diferentes para as duas idades de desmame avaliadas. Para as ovelhas, os maiores valores foram observados 24 h após o desmame e restabelecimento dos níveis basais 48 h após o desmame. Para os cordeiros, entretanto, verificou-se redução nos níveis de cortisol 6 e 12 h após o desmame e restabelecimento dos níveis basais um dia depois. Após a administração de ACTH, o perfil da curva de cortisol dos cordeiros e das ovelhas foi bastante semelhante, embora maior liberação de cortisol tenha sido verificada para as ovelhas. Entre as cinco ovelhas com maior concentração de cortisol, 57,14% dos seus cordeiros apresentaram liberação de cortisol superior à média dos demais cordeiros. Para as ovelhas, tanto no desmame quanto na administração de ACTH, o perfil de resposta se repetiu ao longo dos dois anos de avaliação (P< 0,0001). Para os cordeiros também não foram verificadas diferenças no peso e no ganho de ... / Abstract: The sheep breeding stands out as an opportunity in Brazilian livestock. For this reason, there is growing demand for information about the species, including information of management strategies to improve the productive system. In this context, 44 Santa Inês ewes and 58 ½ Santa Inês ½ Dorper lambs were evaluated during two consecutive lactations in order to determine the effects of two weaning ages, at 45 or at 60 days of age. In this study, behavioral measurements and blood samples were taken at weaning and also after it to determine the cortisol levels through administration of adrenocorticotropic hormone (ACTH). Cortisol levels, behavior measurements, weight and weight gain were analyzed using proc Mixed of SAS program. Means tests were done with 5% of significance (P<0.05). Cortisol levels at weaning for ewes and lambs were not different for the two weaning ages evaluated. For ewes, the highest cortisol levels were observed 24 h after weaning and the establishment of basal levels occurred 48 h after weaning. For lambs, on the other hand, reductions in cortisol levels were verified 6 and 12 h after weaning and establishment of basal levels one day after. After ACTH administration, cortisol curves aspect for ewes and lambs were very similar, therefore, highest liberation of cortisol was verified for the ewes. Between the five ewes with highest cortisol levels, 57.14% of their lambs had cortisol higher than the other cortisol lambs means. For weaning and ACTH administration, the response profile of ewes was repeated over the two years of evaluation (P<0.0001). For lambs, also no differences were found for weight and weight gain in the two ages of weaning, at 45 and at 60 days (P=0.11). Positive correlations between weight and high cortisol levels and between weight gain and lower cortisol levels were also verified. Lamb's behaviors "Feeding", "Inactivity" and "Standing in the shadow" were influenced by weaning age and the ... / Doutor
18

Estudo de marcadores parasitológicos e hematológicos de resistência ao parasitismo gastrintestinal em ovinos

Schmidt, Elizabeth Moreira dos Santos 31 January 2013 (has links)
Resumo: O objetivo desta dissertação foi o de identificar marcadores parasitológicos e hematológicos que reflitam a habilidade dos ovinos em resistir ao desafio dos nematóides para uma possível seleção de animais resistentes à verminose gastrintestinal. Foi estudado um rebanho ovino, de 22 ovelhas adultas e 26 cordeiros, na região de Curitiba. Os animais foram avaliados por um período de onze meses, através de colheitas de sangue e de fezes mensais para as ovelhas e com intervalos de quatorze dias para os cordeiros. O marcador parasitológico utilizado foi a quantidade de ovos por grama de fezes (opg) e os marcadores hematológicos utilizados foram: contagem de eosinófilos, hematócrito, concentração de hemoglobina, contagem total de eritrócitos, contagem total de leucócitos e proteínas plasmáticas totais. A metodologia empregada para a seleção dos animais em resistentes ou susceptíveis ao parasitismo foi a análise de cluster, a partir da qual foram formuladas três hipóteses para as ovelhas e quatro hipóteses para os cordeiros. Para as ovelhas, observouse que a associação do opg com a contagem de eosinófilos e com a série vermelha do sangue, referentes a somente uma colheita de fezes e de sangue (pico de parasitismo do outono), foram suficientes para a seleção. Verificou-se que, para os cordeiros, antes de completarem sete meses de idade, a realização de um programa de seleção não é viável, pois há uma grande variação na resposta imunológica destes animais para os parâmetros estudados. Apesar desta ampla variação de resultados e da imaturidade do sistema imunológico, foi possível selecionar os cordeiros utilizando-se a associação do opg com a contagem de eosinófilos e a série vermelha sanguínea de quatro picos de parasitismo. Foram considerados 13 cordeiros susceptíveis (52,0% do rebanho), hum intermediário (4,0% do rebanho) e 11 resistentes (44,0% do rebanho) ao parasitismo gastrintestinal. Quanto as ovelhas, quatro (18,18% do rebanho) foram consideradas susceptíveis, três (13,64%) intermediárias e 15 resistentes (68,17%) ao parasitismo gastrintestinal.
19

Efeito do ambiente nas variáveis fisiológicas e na emissão de metano associado à produção e à perda de calor em ovinos

Silva, Rosiane Batista da [UNESP] 14 August 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:21Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-08-14Bitstream added on 2014-06-13T18:34:27Z : No. of bitstreams: 1 000737134.pdf: 1599934 bytes, checksum: 73a011a3b572dcb2800e6304286055b2 (MD5) / A agropecuária é uma das fontes que mais contribui com a emissão de metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2), os quais participam do processo natural de efeito estufa. A pecuária por meio da fermentação entérica é uma importante emissora de metano. Portanto, são necessários estudos e desenvolvimentos de técnicas que abordem como a emissão de metano entérico ocorre relacionando-a com variáveis ambientais como temperatura ambiente, umidade relativa, perdas de vapor d’água (H2O) e radiação solar. Por conseguinte, o presente estudo objetivou entender o comportamento das variáveis fisiológicas e do metano entérico emitido pelos ovinos, relacionando com as variáveis ambientais. A temperatura da epiderme apresentou coeficientes de correlação de 0,800 (P<0,0001), -0,4187 (P=0,0042) e 0,8516 (P<0,0001) com a temperatura do ar, umidade relativa e temperatura radiante média, respectivamente. A temperatura da superfície do velo apresentou coeficientes de correlação de 0,9637 (P<0,0001), -0,7888 (P<0,0001) e 0,9641 (P<0,0001) com a temperatura do ar, umidade relativa e temperatura radiante média, respectivamente. Observou-se para o horário entre as 8:00 e 10:00 uma média de 149 resp.min-1 e 168 resp.min-1 para o horário entre as 12:00 e 14:00. A média geral observada para a perda de calor latente no trato respiratório dos ovinos ao longo do período experimental foi igual a 17,68 W m-2. Os animais apresentaram uma quantidade média geral de metano emitido de 0,40 g h-1 e 4,7 g dia-1 (ao longo de somente dez horas de avaliação), sendo essa emissão mensurada continuamente e, não de modo pontual. Ao serem observadas as correlações entre a emissão e as variáveis ambientais encontraram-se valores para os coeficientes de correlação iguais a -0,4492 (P=0,0025) para a temperatura do ar, 0,5559 (P<0,0001) para a umidade relativa, -0,4950 (P=0,0010) para a temperatura radiante... / Livestock is one of the sources that contributes more effectively to the emission of methane (CH4) and carbon dioxide (CO2), which participate of the natural process of greenhouse effect. Livestock through the enteric fermentation is an important emitter of methane. Therefore, studies are needed and development of techniques that address how enteric methane emission occurs relating it to environmental variables such as ambient temperature, relative humidity, loss of water vapor (H2O) and solar radiation. Therefore, this study aimed to understand the behavior of physiological variables and enteric methane emitted by sheep, relating to the environmental variables. Skin temperature showed correlation coefficients of 0,800 (P<0,0001), -0,4187 (P = 0,0042) and 0,8516 (P<0,0001) with the air temperature, relative humidity and mean radiant temperature, respectively. The fleece surface temperature showed correlation coefficients of 0,9637 (P<0,0001), -0,7888 (P<0,0001) and 0,9641 (P<0,0001) with the air temperature, relative humidity and mean radiant temperature, respectively. For hours among 8:00 and 10:00 a.m. the mean respiratory rate was 149 resp min- 1 and among 12:00 and 14:00 p.m. it was 168 resp min-1. The mean of respiratory evaporation during the experimental period was of 17,68 W m-2. The animals showed a average of methane emitted of 0,40 g h-1 and 4,7 g day-1 (just over ten hours of evaluation) being the measurements made continuously, . To be observed correlations between emission and environmental variables were found values for the coefficients of correlation from -0,4492 (P = 0,0025) for the air temperature, 0,5559 (P <0,0001) for relative humidity -0,4950 (P = 0,0010) for the mean radiant temperature, which can indicate that the environment also affects the emission. Environmental variables influenced the physiological responses of sheep. The amount of enteric methane can be measured ...
20

Idade de desmame: respostas comportamentais, fisiológicas e zootécnicas de cordeiros mestiços Santa Inês Dorper e ovelhas Santa Inês

Rodrigues, Alice Deléo [UNESP] 14 February 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-01-26T13:21:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-02-14Bitstream added on 2015-01-26T13:30:27Z : No. of bitstreams: 1 000803022.pdf: 2071614 bytes, checksum: 3489a05b200038e10d0d1025959343cc (MD5) / A ovinocultura vem ganhando destaque na agropecuária brasileira. Neste contexto, o estabelecimento de idade adequada para o desmame é fundamental para melhorar a produtividade. Por este motivo, é crescente a demanda por informações básicas sobre a espécie, incluindo estratégias de manejo que aperfeiçoem o sistema produtivo. Deste modo, 44 ovelhas Santa Inês e 58 cordeiros mestiços ½ Santa Inês ½ Dorper foram avaliados durante duas lactações com o objetivo de se conhecerem os efeitos de duas idades de desmame, aos 45 e aos 60 dias de idade. Neste estudo, foram feitas análises comportamentais e colheitas de sangue ao desmame e também colheitas para determinação dos níveis de cortisol dos animais após a administração de hormônio adrenocorticotrófico (ACTH). Os dados de cortisol, comportamento, peso e ganho de peso foram analisados pelo proc Mixed do SAS. Os testes de médias foram feitos com nível de significância de 5% (P<0,05). Os níveis de cortisol ao desmame das ovelhas e dos cordeiros não foram diferentes para as duas idades de desmame avaliadas. Para as ovelhas, os maiores valores foram observados 24 h após o desmame e restabelecimento dos níveis basais 48 h após o desmame. Para os cordeiros, entretanto, verificou-se redução nos níveis de cortisol 6 e 12 h após o desmame e restabelecimento dos níveis basais um dia depois. Após a administração de ACTH, o perfil da curva de cortisol dos cordeiros e das ovelhas foi bastante semelhante, embora maior liberação de cortisol tenha sido verificada para as ovelhas. Entre as cinco ovelhas com maior concentração de cortisol, 57,14% dos seus cordeiros apresentaram liberação de cortisol superior à média dos demais cordeiros. Para as ovelhas, tanto no desmame quanto na administração de ACTH, o perfil de resposta se repetiu ao longo dos dois anos de avaliação (P< 0,0001). Para os cordeiros também não foram verificadas diferenças no peso e no ganho de ... / The sheep breeding stands out as an opportunity in Brazilian livestock. For this reason, there is growing demand for information about the species, including information of management strategies to improve the productive system. In this context, 44 Santa Inês ewes and 58 ½ Santa Inês ½ Dorper lambs were evaluated during two consecutive lactations in order to determine the effects of two weaning ages, at 45 or at 60 days of age. In this study, behavioral measurements and blood samples were taken at weaning and also after it to determine the cortisol levels through administration of adrenocorticotropic hormone (ACTH). Cortisol levels, behavior measurements, weight and weight gain were analyzed using proc Mixed of SAS program. Means tests were done with 5% of significance (P<0.05). Cortisol levels at weaning for ewes and lambs were not different for the two weaning ages evaluated. For ewes, the highest cortisol levels were observed 24 h after weaning and the establishment of basal levels occurred 48 h after weaning. For lambs, on the other hand, reductions in cortisol levels were verified 6 and 12 h after weaning and establishment of basal levels one day after. After ACTH administration, cortisol curves aspect for ewes and lambs were very similar, therefore, highest liberation of cortisol was verified for the ewes. Between the five ewes with highest cortisol levels, 57.14% of their lambs had cortisol higher than the other cortisol lambs means. For weaning and ACTH administration, the response profile of ewes was repeated over the two years of evaluation (P<0.0001). For lambs, also no differences were found for weight and weight gain in the two ages of weaning, at 45 and at 60 days (P=0.11). Positive correlations between weight and high cortisol levels and between weight gain and lower cortisol levels were also verified. Lamb´s behaviors “Feeding, Inactivity and Standing in the shadow were influenced by weaning age and the ...

Page generated in 0.0337 seconds