• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 10
  • Tagged with
  • 10
  • 10
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Eficácia dos fungos nematófagos Duddingtonia flagrans e Arthrootrys robusta na profilaxa das infecções naturais por nematódeos gastrointestinais em ovinos /

Mauad, Juliana Rosa Carrijo. January 2008 (has links)
Resumo: Um dos maiores problemas enfrentados pelos criadores de ovinos são as helmintoses gastrintestinais. O uso indiscriminado de anti-helmínticos teve como conseqüência a seleção de populações de helmintos resistentes. A utilização de fungos nematófagos predadores como controle biológico é uma das alternativas pesquisadas para auxiliar na profilaxia das helmintoses. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficácia de fungos nematófagos e a administração de diferentes dosagens na profilaxia das nematodioses gastrintestinais em ovinos naturalmente infectados em Botucatu - SP. O experimento foi dividido em duas etapas, nas quais primeiramente avaliou-se o fungo mais eficaz (Duddingtonia flagrans e Arthrobotrys robusta) e posteriormente duas dosagens do fungo A. robusta. As variáveis avaliadas foram: peso, volume globular (VG), ovos de estrongilídeos por grama de fezes (OPG), coproculturas e larvas infectantes (L3) na pastagem. Não houve diferença significativa no peso médio e VG entre os grupos estudados em ambos experimentos. O número médio de OPG não diferiu significativamente entre os grupos na maioria das colheitas, entretanto o grupo que recebeu o fungo A. robusta (Experimento I) foi o que recebeu menor quantidade de tratamentos com anti-helmínticos, logo foi o fungo utilizado para o Experimento II. Neste houve redução significativa no número de L3 de Trichostrongylus spp. por quilo de matéria seca de forragem nos piquetes pastejados pelo grupo tratado diariamente com fungo A. robusta. Haemonchus contortus foi a espécie predominante em cordeiros traçadores utilizados em ambos os experimentos. Nas condições experimentais do estudo o controle biológico não foi eficaz na profilaxia das helmintoses. / Abstract: Parasitic gastroenteritis is one of the major problems confronted of the sheep industry. The indiscriminate use of anthelmintics has had as consequence the resistant selection of helminth population. The use of nematophagous fungi as biologic control is one of the alternatives strategies to gastrointestinal nematode infection prophylaxis. The aim of this work was to evaluate the efficacy of the nematophagous fungi and its use in different doses to the prophylaxis of natural infection by gastrointestinal nematodes in sheep kept on pasture in Botucatu - SP, Brazil. The experiment was carried out in two phases: in the first trial, the comparative efficacy of Duddingtonia flagrans and Arthrobotrys robusta fungi was evaluated and in the second, two different strategies of administration of A. robusta fungi. The measurements were: body weight, packed cell volume (PCV), faecal egg counts (FEC), and numbers of third stage larvae (L3) on pasture. There were no significant differences regarding body weight and PCV means between the studied groups of both experiments. The mean FEC did not differ significantly between the groups at the most of the sample collections, however, the daily feed A. robusta group (Experiment I) received the smaller quantity of anthelmintics treatments, so it was the fungi used in the Experiment II. Trichostrongylus spp. L3 numbers per kilogram of dry matter was significantly lower on pasture grazed by the daily treated group with A. robusta fungi. Haemonchus contortus was the predominant species recovered from the tracer lambs in both experiments. At the experimental conditions of the study, the biologic control was not efficient to the helminth prophylaxis in sheep. / Orientador: Alessandro Francisco Talamini do Amarante / Coorientador: Jackson Victor de Araújo / Banca: Raimundo Souza Lopes / Banca: Lucia Helena O'Dwyer de Oliveira / Banca: Raquel Abdallah da Rocha / Banca: Charles Ferreira Martins / Doutor
2

Eficácia dos fungos nematófagos Duddingtonia flagrans e Arthrootrys robusta na profilaxa das infecções naturais por nematódeos gastrointestinais em ovinos

Mauad, Juliana Rosa Carrijo [UNESP] 27 June 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-06-27Bitstream added on 2014-06-13T19:05:52Z : No. of bitstreams: 1 mauad_jrc_dr_botfmvz.pdf: 349887 bytes, checksum: 3ec2640ec38be13795597654902a5d6c (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / Um dos maiores problemas enfrentados pelos criadores de ovinos são as helmintoses gastrintestinais. O uso indiscriminado de anti-helmínticos teve como conseqüência a seleção de populações de helmintos resistentes. A utilização de fungos nematófagos predadores como controle biológico é uma das alternativas pesquisadas para auxiliar na profilaxia das helmintoses. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficácia de fungos nematófagos e a administração de diferentes dosagens na profilaxia das nematodioses gastrintestinais em ovinos naturalmente infectados em Botucatu - SP. O experimento foi dividido em duas etapas, nas quais primeiramente avaliou-se o fungo mais eficaz (Duddingtonia flagrans e Arthrobotrys robusta) e posteriormente duas dosagens do fungo A. robusta. As variáveis avaliadas foram: peso, volume globular (VG), ovos de estrongilídeos por grama de fezes (OPG), coproculturas e larvas infectantes (L3) na pastagem. Não houve diferença significativa no peso médio e VG entre os grupos estudados em ambos experimentos. O número médio de OPG não diferiu significativamente entre os grupos na maioria das colheitas, entretanto o grupo que recebeu o fungo A. robusta (Experimento I) foi o que recebeu menor quantidade de tratamentos com anti-helmínticos, logo foi o fungo utilizado para o Experimento II. Neste houve redução significativa no número de L3 de Trichostrongylus spp. por quilo de matéria seca de forragem nos piquetes pastejados pelo grupo tratado diariamente com fungo A. robusta. Haemonchus contortus foi a espécie predominante em cordeiros traçadores utilizados em ambos os experimentos. Nas condições experimentais do estudo o controle biológico não foi eficaz na profilaxia das helmintoses. / Parasitic gastroenteritis is one of the major problems confronted of the sheep industry. The indiscriminate use of anthelmintics has had as consequence the resistant selection of helminth population. The use of nematophagous fungi as biologic control is one of the alternatives strategies to gastrointestinal nematode infection prophylaxis. The aim of this work was to evaluate the efficacy of the nematophagous fungi and its use in different doses to the prophylaxis of natural infection by gastrointestinal nematodes in sheep kept on pasture in Botucatu – SP, Brazil. The experiment was carried out in two phases: in the first trial, the comparative efficacy of Duddingtonia flagrans and Arthrobotrys robusta fungi was evaluated and in the second, two different strategies of administration of A. robusta fungi. The measurements were: body weight, packed cell volume (PCV), faecal egg counts (FEC), and numbers of third stage larvae (L3) on pasture. There were no significant differences regarding body weight and PCV means between the studied groups of both experiments. The mean FEC did not differ significantly between the groups at the most of the sample collections, however, the daily feed A. robusta group (Experiment I) received the smaller quantity of anthelmintics treatments, so it was the fungi used in the Experiment II. Trichostrongylus spp. L3 numbers per kilogram of dry matter was significantly lower on pasture grazed by the daily treated group with A. robusta fungi. Haemonchus contortus was the predominant species recovered from the tracer lambs in both experiments. At the experimental conditions of the study, the biologic control was not efficient to the helminth prophylaxis in sheep.
3

Caracterização da resistência a anti-helmíntico de isolados de Haemonchus contortus e trichostrongylus colubriformis orieundo de ovinos /

Almeida, Fabiana Alves de. January 2009 (has links)
Orientador: Alessandro Francisco Talamini do Amarante / Banca: Maria Conceição Zocoller Seno / Banca: Raquel A. da Rocha de Oliveira / Resumo: O estudo teve por objetivo determinar o grau de eficácia da levamisol, albendazol, ivermectina, moxidectina, closantel e triclorfon em isolados de Haemonchus contortus e Trichostrongylus colubriformis. Quarenta e dois cordeiros da raça Santa Inês, com três meses de idade, foram infectados artificialmente com 4000 larvas infectantes (L3) de H. contortus e 4000 L3 de T. colubriformis. Os animais foram separados em sete grupos, com seis animais cada, os quais receberam os seguintes tratamentos: Grupo 1 - controle, sem tratamento; Grupo 2 - moxidectina injetável (0,2 mg/kg de peso vivo (PV), Cydectin®, Fort Dodge), Grupo 3 - closantel via oral (10 mg/kg de PV, Zuletel®, Laboratório Microsules) Grupo 4 - triclorfon via oral (100 mg/kg de PV, Neguvon®, Bayer); Grupo 5 - fosfato de levamisol injetável (4,7 mg/kg de PV, Ripercol®, Fort Dodge), Grupo 6 - albendazol via oral (5,0 mg/kg de PV, Valbazen®, Pfizer) e o Grupo 7- tratado com ivermectina injetável (0,2 mg/kg de PV, Ivomec® , Merial). A via de administração e a dosagem empregada foram realizadas de acordo com as instruções do fabricante. Amostras de fezes foram coletadas no dia do tratamento, três, sete, 10 e 14 dias após, para a realização de contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e cultura de fezes para obtenção e posterior identificação das L3. Os animais foram sacrificados 14 dias após o tratamento para obtenção e quantificação dos vermes presentes no abomaso e no intestino delgado. A eficácia dos tratamentos foi calculada a partir da média aritmética do OPG ou número total de vermes encontrados nos grupos tratados em comparação com os valores do grupo controle. As reduções percentuais das cargas parasitárias de H. contortus foram de 17% para o albendazol, 10% para o levamisol, 45% para moxidectina, 20% para ivermectina, 23% para o closantel e 73% para o triclorfon... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The objective of this study was to determine the efficacy of levamisole, albendazole, ivermectin, moxidectin, closantel and trichlorfon, against Haemonchus contortus and Trichostrongylus colubriformis isolates. Forty-two lambs of the Santa Ines breed, at three months of age, were simultaneously artificially infected with 4000 infective H. contortus larvae (L3) and 4000 T. colubriformis L3. The animals were divided into seven groups with six animals each that received one of the following treatments: Group 1 - control, no treatment; Group 2 - moxidectin (0.2 mg/kg body weight (BW), Cydectin®, Fort Dodge); Group 3 - closantel (10 mg/kg BW, 10% Zuletel®, Microsules Laboratories); Group 4 - trichlorfon (100 mg/kg BW, Neguvon®, Bayer); Group 5 - levamisole phosphate (4.7 mg/kg BW, Ripercol®, Fort Dodge); Group 6 - albendazole (5.0 mg/kg BW, Valbazen®, Pfizer); and Group 7 - treated with ivermectin (0.2 mg/kg BW, Ivomec®, Merial). Fecal samples were collected 3, 7, 10 and 14 days after treatment and processed for nematode fecal egg counts (FEC) and fecal cultures for the production and subsequent identification of L3. The animals were sacrificed 14 days after treatment for collection and quantification of the worms in the abomasum and small intestine. The efficacy of the treatments was calculated from the arithmetic mean of the FEC or worm burden of the treated groups, compared with the values of the control group. The percentage reductions in H. contortus worm burdens were 17% for albendazole, 10% for levamisole, 45% for moxidectin, 20% for ivermectina, 23% for closantel and 73% for trichlorfon. Reductions for T. colubriformis were 19% for albendazole, 28% for ivermectin, 82% for moxidectin and 0% for levamisole, closantel and trichlorfon. The fecal examination was not effective for the detection of resistance to T. colubriformis, since T. colubriformis L3 were not detected... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
4

Proteção de ovinos e bovinos contra haemonchose após imunização com antígenos oriundos da membrana intestinal de Haemonchus contortus /

Bassetto, César Cristiano. January 2015 (has links)
Orientador: Alessandro Francisco Talamini do Amarante / Banca: Luciano Alves dos Anjos / Banca: Luciana Morita Katiki / Banca: Lúcia Helena O'Dwyer de Oliveira / Banca: Cyntia Ludovico Martins / Resumo: Provavelmente os nematódeos hematófagos do gênero Haemonchus sejam os parasitas mais importantes em ruminantes criados em regiões de clima quente e húmido dos trópicos e subtrópicos. Devido ao surgimento de populações de parasitas com resistência anti-helmíntica, novas alternativas de controle das infecções por nematódeos gastrintestinais estão sendo avaliadas. Uma alternativa promissora, devido a sua segurança, são as vacinas. Várias vacinas vêm sendo testadas com uso de antígenos excretórios e secretórios e antígenos denominados ocultos. A vacina que mais se destaca devido a sua eficácia é produzida com proteínas da membrana do intestino do Haemonchus contortus. Nos estudos aqui apresentados esta vacina foi utilizada em três grupos de ovinos e bovinos, sendo um grupo vacinado com 5 μg, outro com 50 μg de antígeno e o outro, controle, recebeu apenas o adjuvante QuilA. Os ovinos receberam 6 doses com intervalo de 21 dias, enquanto os bezerros receberam inicialmente 3 doses com 3 semanas de intervalo e mais 4 doses com 6 semanas de intervalo. Tanto nos ovinos quanto nos bovinos a eficácia da vacina foi similar em ambas as doses (5 μg e 50 μg do antígeno). A vacinação dos bezerros induziu elevada produção de anticorpos circulantes com consequente redução na eliminação de ovos de Haemonchus spp. A carga parasitaria de Haemonchus placei e Haemonchus similis também foi reduzida quando comparado ao grupo controle. A titulação de anticorpos das ovelhas vacinadas foi relativamente baixa e não conferiu proteção significativa durante todo o experimento. No entanto, a titulação de anticorpos dos cordeiros foi maior e causou redução significativa na contagem média de ovos nas fezes e na carga parasitaria de H. contortus em comparação com o grupo controle. A vacinação com glicoproteínas da membrana intestinal de H. contortus reduziu substancialmente o grau de infecção por H. placei e H. similis nos.... / Abstract: Probably the blood sucking nematodes of Haemonchus genus are the most economically important parasites in ruminants raised in warm damp climates of tropics and sub tropics. Due to the emergence of parasite populations with anthelmintic resistance, new alternatives for the control of gastrointestinal nematodes infections are being evaluated. A promising alternative due to its safety, are the vaccines. Several vaccines have been aimed using excretory/secretory antigens and the called "hidden" antigens. The vaccine with more efficacy is produced with gut membrane proteins from Haemonchus contortus. In the studies described here this vaccine was evaluated in three groups of sheep and cattle, one group was vaccinated with 5 μg and another with 50 μg of the antigen and the last group received only the adjuvant QuilA. Sheep received six shots 21 days apart, while calves received initially three shots three weeks apart and then four more times at six weeks intervals. The efficacy of the vaccine was similar in both doses (5 μg and 50 μg of antigen), in either sheep or cattle. Vaccination of calves induced high production of circulating antibody and consequent reduction in the egg output of Haemonchus spp.. Haemonchus placei and Haemonchus similis worm burden was reduced when compared with control group. Antibody titres from vaccinated ewes were relatively low and did not confer significant protection throughout the trial. In contrast, the antibody titres from vaccinated lambs were higher and caused significant reduction in the overall mean faecal egg counts and worm burden of H. contortus in comparison with the control group. Vaccination with intestinal membrane glycoproteins from H. contortus substantially reduce the infection for H. placei and H. similis in cattle. The vaccine also protected lambs against H. contortus infection, but did not protected ewes during the periparturient period / Doutor
5

Estudo de marcadores parasitológicos e hematológicos de resistência ao parasitismo gastrintestinal em ovinos

Schmidt, Elizabeth Moreira dos Santos 31 January 2013 (has links)
Resumo: O objetivo desta dissertação foi o de identificar marcadores parasitológicos e hematológicos que reflitam a habilidade dos ovinos em resistir ao desafio dos nematóides para uma possível seleção de animais resistentes à verminose gastrintestinal. Foi estudado um rebanho ovino, de 22 ovelhas adultas e 26 cordeiros, na região de Curitiba. Os animais foram avaliados por um período de onze meses, através de colheitas de sangue e de fezes mensais para as ovelhas e com intervalos de quatorze dias para os cordeiros. O marcador parasitológico utilizado foi a quantidade de ovos por grama de fezes (opg) e os marcadores hematológicos utilizados foram: contagem de eosinófilos, hematócrito, concentração de hemoglobina, contagem total de eritrócitos, contagem total de leucócitos e proteínas plasmáticas totais. A metodologia empregada para a seleção dos animais em resistentes ou susceptíveis ao parasitismo foi a análise de cluster, a partir da qual foram formuladas três hipóteses para as ovelhas e quatro hipóteses para os cordeiros. Para as ovelhas, observouse que a associação do opg com a contagem de eosinófilos e com a série vermelha do sangue, referentes a somente uma colheita de fezes e de sangue (pico de parasitismo do outono), foram suficientes para a seleção. Verificou-se que, para os cordeiros, antes de completarem sete meses de idade, a realização de um programa de seleção não é viável, pois há uma grande variação na resposta imunológica destes animais para os parâmetros estudados. Apesar desta ampla variação de resultados e da imaturidade do sistema imunológico, foi possível selecionar os cordeiros utilizando-se a associação do opg com a contagem de eosinófilos e a série vermelha sanguínea de quatro picos de parasitismo. Foram considerados 13 cordeiros susceptíveis (52,0% do rebanho), hum intermediário (4,0% do rebanho) e 11 resistentes (44,0% do rebanho) ao parasitismo gastrintestinal. Quanto as ovelhas, quatro (18,18% do rebanho) foram consideradas susceptíveis, três (13,64%) intermediárias e 15 resistentes (68,17%) ao parasitismo gastrintestinal.
6

Proteção de ovinos e bovinos contra haemonchose após imunização com antígenos oriundos da membrana intestinal de Haemonchus contortus

Bassetto, César Cristiano [UNESP] 26 February 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2016-08-12T18:48:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-02-26. Added 1 bitstream(s) on 2016-08-12T18:50:55Z : No. of bitstreams: 1 000865821.pdf: 2138155 bytes, checksum: 7c3e83bbde341141f7b48b313fc0d8bc (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Provavelmente os nematódeos hematófagos do gênero Haemonchus sejam os parasitas mais importantes em ruminantes criados em regiões de clima quente e húmido dos trópicos e subtrópicos. Devido ao surgimento de populações de parasitas com resistência anti-helmíntica, novas alternativas de controle das infecções por nematódeos gastrintestinais estão sendo avaliadas. Uma alternativa promissora, devido a sua segurança, são as vacinas. Várias vacinas vêm sendo testadas com uso de antígenos excretórios e secretórios e antígenos denominados ocultos. A vacina que mais se destaca devido a sua eficácia é produzida com proteínas da membrana do intestino do Haemonchus contortus. Nos estudos aqui apresentados esta vacina foi utilizada em três grupos de ovinos e bovinos, sendo um grupo vacinado com 5 μg, outro com 50 μg de antígeno e o outro, controle, recebeu apenas o adjuvante QuilA. Os ovinos receberam 6 doses com intervalo de 21 dias, enquanto os bezerros receberam inicialmente 3 doses com 3 semanas de intervalo e mais 4 doses com 6 semanas de intervalo. Tanto nos ovinos quanto nos bovinos a eficácia da vacina foi similar em ambas as doses (5 μg e 50 μg do antígeno). A vacinação dos bezerros induziu elevada produção de anticorpos circulantes com consequente redução na eliminação de ovos de Haemonchus spp. A carga parasitaria de Haemonchus placei e Haemonchus similis também foi reduzida quando comparado ao grupo controle. A titulação de anticorpos das ovelhas vacinadas foi relativamente baixa e não conferiu proteção significativa durante todo o experimento. No entanto, a titulação de anticorpos dos cordeiros foi maior e causou redução significativa na contagem média de ovos nas fezes e na carga parasitaria de H. contortus em comparação com o grupo controle. A vacinação com glicoproteínas da membrana intestinal de H. contortus reduziu substancialmente o grau de infecção por H. placei e H. similis nos.... / Probably the blood sucking nematodes of Haemonchus genus are the most economically important parasites in ruminants raised in warm damp climates of tropics and sub tropics. Due to the emergence of parasite populations with anthelmintic resistance, new alternatives for the control of gastrointestinal nematodes infections are being evaluated. A promising alternative due to its safety, are the vaccines. Several vaccines have been aimed using excretory/secretory antigens and the called hidden antigens. The vaccine with more efficacy is produced with gut membrane proteins from Haemonchus contortus. In the studies described here this vaccine was evaluated in three groups of sheep and cattle, one group was vaccinated with 5 μg and another with 50 μg of the antigen and the last group received only the adjuvant QuilA. Sheep received six shots 21 days apart, while calves received initially three shots three weeks apart and then four more times at six weeks intervals. The efficacy of the vaccine was similar in both doses (5 μg and 50 μg of antigen), in either sheep or cattle. Vaccination of calves induced high production of circulating antibody and consequent reduction in the egg output of Haemonchus spp.. Haemonchus placei and Haemonchus similis worm burden was reduced when compared with control group. Antibody titres from vaccinated ewes were relatively low and did not confer significant protection throughout the trial. In contrast, the antibody titres from vaccinated lambs were higher and caused significant reduction in the overall mean faecal egg counts and worm burden of H. contortus in comparison with the control group. Vaccination with intestinal membrane glycoproteins from H. contortus substantially reduce the infection for H. placei and H. similis in cattle. The vaccine also protected lambs against H. contortus infection, but did not protected ewes during the periparturient period / CAPES: 7557/13-2 BEX / FAPESP: 10/18678-5
7

Caracterização da resistência a anti-helmíntico de isolados de Haemonchus contortus e trichostrongylus colubriformis orieundo de ovinos

Almeida, Fabiana Alves de [UNESP] 26 October 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-10-26Bitstream added on 2014-06-13T19:49:31Z : No. of bitstreams: 1 almeida_fa_me_botib.pdf: 203073 bytes, checksum: 9bdfd8107be2ad00c88771bd9a61ee7c (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O estudo teve por objetivo determinar o grau de eficácia da levamisol, albendazol, ivermectina, moxidectina, closantel e triclorfon em isolados de Haemonchus contortus e Trichostrongylus colubriformis. Quarenta e dois cordeiros da raça Santa Inês, com três meses de idade, foram infectados artificialmente com 4000 larvas infectantes (L3) de H. contortus e 4000 L3 de T. colubriformis. Os animais foram separados em sete grupos, com seis animais cada, os quais receberam os seguintes tratamentos: Grupo 1 – controle, sem tratamento; Grupo 2 - moxidectina injetável (0,2 mg/kg de peso vivo (PV), Cydectin®, Fort Dodge), Grupo 3 - closantel via oral (10 mg/kg de PV, Zuletel®, Laboratório Microsules) Grupo 4 – triclorfon via oral (100 mg/kg de PV, Neguvon®, Bayer); Grupo 5 – fosfato de levamisol injetável (4,7 mg/kg de PV, Ripercol®, Fort Dodge), Grupo 6 - albendazol via oral (5,0 mg/kg de PV, Valbazen®, Pfizer) e o Grupo 7- tratado com ivermectina injetável (0,2 mg/kg de PV, Ivomec® , Merial). A via de administração e a dosagem empregada foram realizadas de acordo com as instruções do fabricante. Amostras de fezes foram coletadas no dia do tratamento, três, sete, 10 e 14 dias após, para a realização de contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e cultura de fezes para obtenção e posterior identificação das L3. Os animais foram sacrificados 14 dias após o tratamento para obtenção e quantificação dos vermes presentes no abomaso e no intestino delgado. A eficácia dos tratamentos foi calculada a partir da média aritmética do OPG ou número total de vermes encontrados nos grupos tratados em comparação com os valores do grupo controle. As reduções percentuais das cargas parasitárias de H. contortus foram de 17% para o albendazol, 10% para o levamisol, 45% para moxidectina, 20% para ivermectina, 23% para o closantel e 73% para o triclorfon... / The objective of this study was to determine the efficacy of levamisole, albendazole, ivermectin, moxidectin, closantel and trichlorfon, against Haemonchus contortus and Trichostrongylus colubriformis isolates. Forty-two lambs of the Santa Ines breed, at three months of age, were simultaneously artificially infected with 4000 infective H. contortus larvae (L3) and 4000 T. colubriformis L3. The animals were divided into seven groups with six animals each that received one of the following treatments: Group 1 - control, no treatment; Group 2 - moxidectin (0.2 mg/kg body weight (BW), Cydectin®, Fort Dodge); Group 3 - closantel (10 mg/kg BW, 10% Zuletel®, Microsules Laboratories); Group 4 - trichlorfon (100 mg/kg BW, Neguvon®, Bayer); Group 5 – levamisole phosphate (4.7 mg/kg BW, Ripercol®, Fort Dodge); Group 6 - albendazole (5.0 mg/kg BW, Valbazen®, Pfizer); and Group 7 - treated with ivermectin (0.2 mg/kg BW, Ivomec®, Merial). Fecal samples were collected 3, 7, 10 and 14 days after treatment and processed for nematode fecal egg counts (FEC) and fecal cultures for the production and subsequent identification of L3. The animals were sacrificed 14 days after treatment for collection and quantification of the worms in the abomasum and small intestine. The efficacy of the treatments was calculated from the arithmetic mean of the FEC or worm burden of the treated groups, compared with the values of the control group. The percentage reductions in H. contortus worm burdens were 17% for albendazole, 10% for levamisole, 45% for moxidectin, 20% for ivermectina, 23% for closantel and 73% for trichlorfon. Reductions for T. colubriformis were 19% for albendazole, 28% for ivermectin, 82% for moxidectin and 0% for levamisole, closantel and trichlorfon. The fecal examination was not effective for the detection of resistance to T. colubriformis, since T. colubriformis L3 were not detected... (Complete abstract click electronic access below)
8

Influência do tipo de alimento sobre o estabelecimento de Haemonchus contortus em cordeiros

Carvalho, Nadino [UNESP] 21 February 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-01-26T13:21:22Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-02-21Bitstream added on 2015-01-26T13:30:37Z : No. of bitstreams: 1 000797427.pdf: 235775 bytes, checksum: 6170518ccd58094fe5f34d579507751d (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da dieta e da imunidade sobre o estabelecimento de Haemonchus contortus em cordeiros. O experimento foi delineado em fatorial 2 x 2, duas dietas (feno ou feno+concentrado) e dois estados imunológicos (suprimido ou normal). Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos experimentais (n=7): feno suprimido, feno normal, feno+concentrado suprimido e feno+concentrado normal. O feno utilizado foi de Cynodon dactylon (CV coast cross) a vontade e a ração ofertada em quantidade equivalente a 3 % do peso, com reajustes semanais. A imunossupressão foi realizada 4 horas antes da infecção artificial e repetida semanalmente, foi utilizado Metilprednisolona na dose de 1.33 mg/kg de peso vivo (intramuscular). O período de adaptação a dieta foi de 22 dias. Cada cordeiro recebeu 4000 larvas infectantes de H. contortus. Foram avaliados os padrões hematológicos, desempenho, resposta imunológica semanalmente e realizado contagens de ovos por grama de fezes (OPG) no 21º, 24º e 27º dias após infecção. Aos 28 dias pós infecção os animais foram eutanasiados e os parasitas quantificados e mensurado seu comprimento e quantidade de ovos em seu interior. As médias foram comparadas por análise de variância a 5% de significância. A carga parasitária foi semelhante em ambos os grupos, no entanto o OPG foi inferior em todas as coletas nos animais que recebiam feno+concentrado (P < 0,05). O imunossupressor foi eficiente em reduzir a contagem de IgG plasmático e mastócitos e eosinófilos na mucosa do abomaso, no entanto houve pouco favorecimento ao parasita frente a imunossupressão, que favoreceu apenas no tamanho dos parasitas machos (P < 0,05). Maior ganho em peso diário ocorreu nos animais que recebiam concentrado, no entanto os do grupo feno+concentrado normal apresentaram maiores ganhos que o feno+concentrado suprimido (P < 0,05). A alimentação com concentrado não exerce efeito ... / The aim of this study was evaluate the effect of diet and immunity on the establishment of Haemonchus contortus in lambs. The trial was in a 2 x 2 factorial design, using two diets (hay or hay+concentrate) and two immune states (normal or supressed). The animals were randomly in four experimental groups (n = 7): hay suppressed, hay normal, hay+concentrate suppressed and hay+concentrate normal. The hay was of Cynodon dactylon (CV Coast cross) and will concentrate offered equivalent to 3% by weight, with weekly adjustments amount. Immunosuppression was performed four hours before artificial infection and repeated weekly, Methylprednisolone was used at a dose 1.33 mg/kg bodyweight (intramuscular) The adaptation period to the diet was 22 days. Each lamb received 4,000 infective larvae (L3) of H. contortus. Haematological, performance, immune response weekly and fecal egg count (FEC) at 21, 24 and 27 days after infection were evaluate. The animals were slaughter 28 days after infection, and the parasites recovered were quantified and measured the length and number of eggs in females were counts. Means were compare by analysis of variance at 5 % significance (Tukey´s test). The worm burden was similar in both groups, however the FEC was lower in all samples on animals that received hay+concentrate (P < 0.05). The immunosuppressive was effective on reduce the IgG plasma levels and number of abomasal mucosal mast cell and eosinophils, however there was little favouritism to parasite against immunosuppression, which favoured only in the size of male parasites ( P < 0.05). The greater daily weight gain was observed in animals receiving concentrate, however the group hay+concentrate normal showed higher weight gains than hay+concentrate suppressed group (P < 0.05). The supply of concentrate does not exercise direct effect on establishment of H. contortus. Supplementation favours weight gain, lessens the pathogenic effects of the parasite and leads ...
9

Influência do tipo de alimento sobre o estabelecimento de Haemonchus contortus em cordeiros /

Carvalho, Nadino. January 2014 (has links)
Orientador: Alessandro Francisco Talamini do Amarante / Banca: Alexandre Secorun Borges / Banca: Helder Louvandini / Resumo: Objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da dieta e da imunidade sobre o estabelecimento de Haemonchus contortus em cordeiros. O experimento foi delineado em fatorial 2 x 2, duas dietas (feno ou feno+concentrado) e dois estados imunológicos (suprimido ou normal). Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos experimentais (n=7): feno suprimido, feno normal, feno+concentrado suprimido e feno+concentrado normal. O feno utilizado foi de Cynodon dactylon (CV coast cross) a vontade e a ração ofertada em quantidade equivalente a 3 % do peso, com reajustes semanais. A imunossupressão foi realizada 4 horas antes da infecção artificial e repetida semanalmente, foi utilizado Metilprednisolona na dose de 1.33 mg/kg de peso vivo (intramuscular). O período de adaptação a dieta foi de 22 dias. Cada cordeiro recebeu 4000 larvas infectantes de H. contortus. Foram avaliados os padrões hematológicos, desempenho, resposta imunológica semanalmente e realizado contagens de ovos por grama de fezes (OPG) no 21º, 24º e 27º dias após infecção. Aos 28 dias pós infecção os animais foram eutanasiados e os parasitas quantificados e mensurado seu comprimento e quantidade de ovos em seu interior. As médias foram comparadas por análise de variância a 5% de significância. A carga parasitária foi semelhante em ambos os grupos, no entanto o OPG foi inferior em todas as coletas nos animais que recebiam feno+concentrado (P < 0,05). O imunossupressor foi eficiente em reduzir a contagem de IgG plasmático e mastócitos e eosinófilos na mucosa do abomaso, no entanto houve pouco favorecimento ao parasita frente a imunossupressão, que favoreceu apenas no tamanho dos parasitas machos (P < 0,05). Maior ganho em peso diário ocorreu nos animais que recebiam concentrado, no entanto os do grupo feno+concentrado normal apresentaram maiores ganhos que o feno+concentrado suprimido (P < 0,05). A alimentação com concentrado não exerce efeito ... / Abstract: The aim of this study was evaluate the effect of diet and immunity on the establishment of Haemonchus contortus in lambs. The trial was in a 2 x 2 factorial design, using two diets (hay or hay+concentrate) and two immune states (normal or supressed). The animals were randomly in four experimental groups (n = 7): hay suppressed, hay normal, hay+concentrate suppressed and hay+concentrate normal. The hay was of Cynodon dactylon (CV Coast cross) and will concentrate offered equivalent to 3% by weight, with weekly adjustments amount. Immunosuppression was performed four hours before artificial infection and repeated weekly, Methylprednisolone was used at a dose 1.33 mg/kg bodyweight (intramuscular) The adaptation period to the diet was 22 days. Each lamb received 4,000 infective larvae (L3) of H. contortus. Haematological, performance, immune response weekly and fecal egg count (FEC) at 21, 24 and 27 days after infection were evaluate. The animals were slaughter 28 days after infection, and the parasites recovered were quantified and measured the length and number of eggs in females were counts. Means were compare by analysis of variance at 5 % significance (Tukey's test). The worm burden was similar in both groups, however the FEC was lower in all samples on animals that received hay+concentrate (P < 0.05). The immunosuppressive was effective on reduce the IgG plasma levels and number of abomasal mucosal mast cell and eosinophils, however there was little favouritism to parasite against immunosuppression, which favoured only in the size of male parasites ( P < 0.05). The greater daily weight gain was observed in animals receiving concentrate, however the group hay+concentrate normal showed higher weight gains than hay+concentrate suppressed group (P < 0.05). The supply of concentrate does not exercise direct effect on establishment of H. contortus. Supplementation favours weight gain, lessens the pathogenic effects of the parasite and leads ... / Mestre
10

Estudo da transmissão vertical de Neospora caninum em ovelhas deslanadas / Vertical transmission study of Neospora caninum in hair sheep

Silva, Carlos Henryque de Souza e 18 November 2005 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-06-16T11:25:33Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 659479 bytes, checksum: a72044bcb96556303124778af280b069 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-16T11:25:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 659479 bytes, checksum: a72044bcb96556303124778af280b069 (MD5) Previous issue date: 2005-11-18 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Neospora caninum é um protozoário importante por causar abortamento em bovinos em todo o mundo. O seu ciclo biológico completo foi descrito em 1998, tendo como hospedeiros definitivos os canídeos e entre os hospedeiros intermediários os herbívoros. A principal forma de permanência da infecção nos rebanhos é pela via transplacentária. Ovelhas infectadas experimentalmente são utilizadas como modelo da neosporose bovina e para se estudar a transmissão vertical e a patologia da infecção nas várias gestações subseqüentes, sendo utilizadas sete ovelhas adultas e seus respectivos filhotes de segunda, terceira, quarta e quinta gestações com diferentes idades. Lesões características de neosporose foram encontradas nos animais estudados, compreendendo focos inflamatórios não-supurativos no fígado, cérebro e pulmão, além de infiltrado inflamatório mononuclear perivascular nos mesmos, principalmente nos filhotes da segunda gestação. Além disso, observaram-se cistos teciduais de Neospora caninum na língua e coração de ovelhas adultas. Comprovou-se através de imunofluorescência indireta que todos os animais apresentaram-se positivos à infecção. Estes dados demonstram que o parasita é transmitido verticalmente durante várias gestações, causando lesões características, o que pode em condições naturais manter a infecção no rebanho sem, no entanto, causar a morte fetal. / Neospora caninum is an important protozoan cause of abortion in cattle worldwide. The whole life cycle was described in 1998, had canids as definitive hosts and herbivores as intermediate hosts. The main pattern of persistent infection in herds it is by transplacental route. Sheep experimentally infected are used as a model of bovine neosporosis and to study vertical transmission and the pathology of infection at several subsequent gestations, being used seven ewes and their respective offspring at second, third, fourth and fifth pregnancies with different ages. Typical neosporosis lesions were found in the studied animals, consisting of non- suppurative inflammatory focuses on liver, brain and lungs, besides mononuclear perivascular infiltrate, principally on lambs of second gestation. Moreover, Neospora caninum tissues cysts were observed on the tongue and heart of adult sheep. It was proved by indirect immunofluorescence that all the animals were positives to the infection. These data demonstrate the parasite is vertically transmitted during several pregnancies, causing characteristic lesions, which, in natural conditions, keep the infection in herd without, nevertheless, to induce fetal death. / Não foi encontrado o CPF do autor.

Page generated in 0.0407 seconds