• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 33
  • 2
  • Tagged with
  • 35
  • 35
  • 13
  • 13
  • 9
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Interação de limpeza entre o neon gobi Elacatinus figaro cultivado e a garoupa verdadeira Epinephelus marginatus e seu efeito no controle de Neobenedenia melleni

Souza, Roberto Almeida Rêgo de 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T10:27:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 285128.pdf: 689437 bytes, checksum: 20c43b772c3e408bb12cf88082930625 (MD5) / A piscicultura marinha apresenta grande potencial no litoral brasileiro, porém de forma intensiva, esta atividade pode levar a redução da qualidade de água, que é um dos principais estressores em animais aquáticos, aumentando a susceptibilidade dos animais a doenças. Os tratamentos convencionais para o controle de patógenos, especialmente os ectoparasitos, apresentam dificuldade para aplicação em larga escala e possuem um alto custo, além de proporcionar um aumento no estresse dos peixes. Com isso, a utilização de peixes limpadores surge como alternativa no controle de ectoparasitos. No presente trabalho foi possível verificar a eficiência da remoção do ectoparasito Neobenedenia melleni pelo neon gobi Elacatinus figaro, produzido em cativeiro, no cultivo da garoupa verdadeira Epinephelus marginatus. Porém, a aplicação dos limpadores depende da produção destas espécies em cativeiro. Neste contexto, o presente trabalho foi único, pois lançou mão de uma espécie limpadora endêmica, que mostra viabilidade na produção, em caráter piloto, no Brasil. Portanto, devido à viabilidade e sustentabilidade na produção do neon gobi em cativeiro e a sua capacidade de limpeza, como demonstrado na garoupa verdadeira, recomenda-se que esta espécie seja utilizada em estudos de controle de ectoparasitos principalmente em reprodutores, que necessitam de condições ótimas para a reprodução e a desova.
2

Etnoecologia e historia natural de peixes no atlantico (Ilha dos Buzios, Brasil) e pacifico (Moreton Bay, Australia)

Silvano, Renato Azevedo Matias 11 January 2001 (has links)
Orientador : Alpina Begossi / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-29T02:30:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silvano_RenatoAzevedoMatias_D.pdf: 13275303 bytes, checksum: 7b8231bd1889cb9f145b39c95cde9e06 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Pescadores artesanais geralmente exibem um conhecimento detalhado sobre a ecologia e o comportamento dos peixes. Estudos abordando a etnoecologia de peixes são relativamente escassos, especialmente os que comparam dados sobre mais de um país ou região. Os objetivos deste estudo foram: verificar o conhecimento etnoecológico de pescadores artesanais costeiros sobre espécies de peixes, com estudos de caso no Brasil e na Austrália e analisar as informações fornecidas pelos pescadores com base na literatura e pesquisa de campo abordando ecologia e história natural dos peixes. Na Ilha de Búzios (litoral Sudeste do Brasil), foram realizadas pesquisas enfocando tanto etnoictiologia como a história natural dos peixes. Segundo os estudos sobre comportamento alimentar dos peixes, o xaréu (Caranx latus, Carangidae) segue o bodião (Bodianus rufus, Labridae) durante o forrageio, consumindo peixes bentônicos que este último afugenta do substrato. A pirajica (Kyphosus incisor, Kyphosidae) apresenta uma variação tanto na dieta como no comportamento de forrageio, aparentemente relacionada ao tamanho: peixes menores consomem algas e crustáceos planctônicos, enquanto peixes maiores alimentam-se predominantemente de algas. Foram analisados o comportamento alimentar de dois pares de espécies de peixes simpátricas da Fanulia Pomacentridae, sendo um par da Ilha de Búzios (Oceano Atlântico), Abudefduf saxatilis e Stegastes fuscus, e um par de Heron Island (Grande Barreira de Corais, Austrália, Oceano Pacífico), A. whitleyi e S. apicalis. O comportamento exibido pelas espécies do mesmo gênero foi semelhante para os dois locais. Em cada local, as espécies de cada par diferiram quanto ao hábitat e L / Abstract: Artisanal fishers show a detailed knowledge about fish ecology and behavior. Studies addressing the ethnoecology of fishes are relatively scarce, especially those comparing data from distinct regions or countries. The aiIDS of this study were: to access the local ecological knowledge mantained by coastal marine artisanal fishers about fish species, through case studies in Brazil and Australia; to analize the information provided by fishers using literature and field research about fish natural history and ecology. I studied both the ethnoichtyology and natural history of fishes at Búzios Island (southeastem Brazilian coast). According to the studies about fish feeding behavior, the jack (Caranx latus, Carangidae) follows the wrasse (Bodianus rufus, Labridae) while foraging. The former fish species preys on benthonic fish that the second drive away trom the substrate. The drummer (Kyphosus incisor, Kyphosidae) shows a size-related variation, both in diet and feeding behavior: smaller fishes eat algae and planktonic crustaceans, while larger fishes eat mostly algae. I compared the feeding behavior of two sympatric fish species pairs belonging to the Family Pomacentridae, one pair from Búzios Island (Atlantic Ocean) Abudefduf saxatilis and Stegastes fuscus, and other one from Heron Island (Australian Great Barrier Reet, Pacific Ocean), A. whitleyi and S. apicalis. The behavior of species from the saroe genus was similar for both places. In each study site I observed differences regarding hábitat use and feeding behavior of sympatric species. Abudefduf fishes forage mainly at the water column, while Stegastes fishes feed over the rocky substrate, defending feeding territories and attacking other fishes. I verified the fishers knowledge through interviews, using questionnaires and fish photographs. At Búzios Island, interviews addressed aspects of the fishery, ecology and behavior of ten fish species, including species from distinct taxonomic and ecological groups. Búzios Island fishermen show a detailed knowledge regarding fish behavior and ecology. Such local ecological knowledge influences the fishing pratices, being in concordance with the observations derived from the ichthyologicalliterature and field research. I conducted an ethnoichthyological study among aboriginal fishers from the North Stradbroke Island, at the Australian coast, using the same methodology from the Brazilian study and addressing the fishery and natural history of the enchova! tailor (Pomatomus sa/tatrix, Pomatomidae), an important fish species to both Brazilian and Australian artisanal fishers. The information provided from Brazilian and Australian fishers about this fish species showed similarities and differences. The differences concem the hábitat and the reproduction of P. sa/tatrix. These may reflect the environmental conditions at the two places, as well as inter populational variations of this species reproduction period. The observed similarities regarding the diet and migratory behavior of P. saltatrix suggest the occurrence of global pattems refering to these aspects of P. saltatrix biology. Such pattems agree with observations from the ichthyologicalliterature. The results of this study show a potential utility of the fishers local ecological knowledge to subsidize fishery management plans and to increase the scientific knowledge about tropical marine fish species / Doutorado / Doutor em Ecologia
3

Caracterização genética de populações de Lutjanus jocu (Block & Shneider, 1908) por meio de marcador mitocondrial (mtDNA)

Cheida, Isabela Mayara 30 May 2014 (has links)
Submitted by Patricia Barros (patricia.barros@ufes.br) on 2016-05-13T17:46:30Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Caracterização genética L.J..pdf: 5929106 bytes, checksum: efd9c14b0e7723c3e46320fa5a99f783 (MD5) / Approved for entry into archive by Patricia Barros (patricia.barros@ufes.br) on 2016-05-13T17:46:58Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Caracterização genética L.J..pdf: 5929106 bytes, checksum: efd9c14b0e7723c3e46320fa5a99f783 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-13T17:46:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Caracterização genética L.J..pdf: 5929106 bytes, checksum: efd9c14b0e7723c3e46320fa5a99f783 (MD5) / CNPq / Os peixes se apresentam como os vertebrados mais diversificados e os de maior variação genética conhecida. A ordem Perciformes se caracteriza por ser a mais diversificada e mais numerosa ordem de peixes, na qual se destaca a espécie Lutjanus jocu, por ser um importante recurso econômico da pesca artesanal, de pequeno a médio porte no Brasil. Apesar dos importantes avanços da ciência, existe ainda acentuada escassez de informações sobre esta espécie em questão, principalmente tratandose de suportes técnicos científicos para estabelecer programas de manejo e conservação. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo caracterizar geneticamente a estrutura da população de Lutjanus jocu utilizando o marcador mitocondrial da região hipervariável Dloop (região controle) em determinados pontos do litoral brasileiro. Ao todo 65 amostras tiveram seu DNA extraído, amplificado e sequenciado, gerando uma fita consenso de 420 pb. O índice Fst de Wright apresentado foi baixo e positivo, variando entre 0.023 e 0.076 (p = 0.95). As análises de variância molecular corroboram os valores encontrados pelo índice de Fst, o qual apresentou valor baixo, porém positivo (V= 1.387). Tais valores indicam que houve uma leve diferenciação genética entre as populações, evidenciada pelas árvores filogenéticas. Os valores encontrados para os testes de neutralidade de Tajima (Tajima, 1989) e Fu (Fu, 1997) foram negativos para ambos os testes (D = 0,9059 e Fs = 2.901; P > 0,05 respectivamente) sugerindo expansão populacional. Estudos genéticos utilizandose marcadores nucleares são necessários para maior compreensão da espécie e identificação de matrizes doadoras de genes, como alternativa para preservação e manutenção de estoques de L.jocu. / Fish present themselves the most diverse vertebrate and most known by genetic variation. The Perciformes order is characterized by being more diverse and more numerous, which stresses Lutjanus jocu, for being an important economic resource of industrial fishing, from small to medium sized in Brazil . Despite major advances in science, there is acute shortage of information on this species in question, particularly in the case of scientific data and technical support to establish management and conservation programs. In this context, this work aimed to characterize genetically the population structure of Lutjanus jocu using the mitochondrial marker Dloop hypervariable region (control region) at certain points along the Brazilian coast. Altogether, 65 samples had their DNA extracted, amplified and sequenced, generating a 420 bp consensus tape. The Fst index Wright presented was low and positive, ranging between 0.023 and 0.076 (p = 0.95). The analysis of molecular variance corroborate the values fobuyn d the Fst index, which showed low value, but positive (V = 1.387). These values indicthataet there was a slight genetic differentiation between populations, evidenced by phylogenetic trees. The values fofuonrd tests of neutrality of Tajima (Tajima 1989) and Fu (Fu, 1997) were negative for both tests (D = 0.9059 and Fs = 2901, P> 0.05 respectively) suggesting expansion population. Genetic studies using nuclear markers are needed to better understand the species and to identify donor arrays of genes, as an alternative to the preservation and maintenance of L.jocu stocks.
4

Captura, aclimatação e manejo de reprodutores de lutjanídeos, lutjanus sp., e a indução à reprodução em cativeiro do ariacó l. synagris

Facundo, Gabriel de Mesquita January 2016 (has links)
FACUNDO, G. de M. Captura, aclimatação e manejo de reprodutores de lutjanídeos, lutjanus sp., e a indução à reprodução em cativeiro do ariacó l. synagris. 2016. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Geovane Uchoa (geovane@ufc.br) on 2017-03-07T15:35:54Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_gdemfacundo.pdf: 5749072 bytes, checksum: 7943bd0f9907b669210d589007ccd7d6 (MD5) / Approved for entry into archive by Nadsa Cid (nadsa@ufc.br) on 2017-04-24T16:01:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_gdemfacundo.pdf: 5749072 bytes, checksum: 7943bd0f9907b669210d589007ccd7d6 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-24T16:01:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_gdemfacundo.pdf: 5749072 bytes, checksum: 7943bd0f9907b669210d589007ccd7d6 (MD5) Previous issue date: 2016 / This paper presents a study on capture, transport and breeding management of four species of red snappers from the genus Lutjanus sp., and about the induction to the reproduction of the lane snapper, L. synagris. This study was motivated due to lack of information about the cultivation of red snappers in Brazil, mostly in the northeastern region, in addition to the absence of maintenance protocols of commercial marine species, for the purpose of training routines of breeders, and consequently provide the market with quality fingerlings, encouraging this activity in a manner unprecedented in the country. They were initially approached aspects of capture, transport and acclimatization of four species of lutjanideos, often found on the coast in the Northeast region of Brazil. They were: L. synagris, L. analis, L. jocu and L. apodus. The main techniques used were analyzed from the displacement of the vessel to the sea to capture, assembly of the life support system on the high seas for accommodation of captured specimens, main prophylactic measures on board, as well as his return to the fishing pier of Mucuripe, where animals were landed, packed in transfishes, and sent to quarantine on Marine Fish Research unit at the Centre for Studies in Coastal Environments (CEAC/LABOMAR). From all the species we study, inducing maturation and spawning were conducted only with the species L. synagris, since only this his captive during this work. We used 80 males and 40 females of L. synagris. For hormonal induction, the application of the HCG hormone in females was divided into two portions: the first containing 30% of the total amount of the hormone dose and after 24 hours was applied to second with the remaining 70%, while the males received single dose in all treatments, which was applied along with the second dose in females. Females of all treatments began to spawn after a latency period ranging between 10:15 hours after the second dose. In all the spawns, noted the presence of eggs that had more of a drop of oil. The average values of the diameters of the eggs and oil drops, showed the following values: for the Feed type 1 treatments, 1,1±0,06 and 0,197±0,0049 (1000 UI); 1,0±0,04 and 0,197±0,0049 (1500 UI); and 1,0±0,04 and 0,196±0,0051 (2000 UI; for the Feed type 2 treatments, 1,1±0,07 e 0,20±00 (1000 UI), 1,1±0,06 e 0,199±0,0029 (1500 UI) e 1,1±0,08 e 0,197±0,0049. Regarding the number of eggs released by the female during the spawnings, the hormonal dosage that presented the highest average amount of eggs released, was 2000 IU/kg of HCG. In this, the average number of eggs released during the clutches was 119,229 ± 23,191 eggs. Hormonal dosages showed some significant differences regarding the amount of spawning, fertilization and hatching rate respectively. / O presente trabalho apresenta um estudo sobre captura, transporte e manejo de reprodutores de quatro espécies de peixes vermelhos lutjanideos do gênero Lutjanus sp., e sobre a indução à reprodução do ariacó, L. synagris. Esse estudo foi motivado devido a falta de informações sobre o cultivo de peixes vermelhos no Brasil, principalmente na região Nordeste, além da ausência de protocolos de manutenção de espécies comerciais marinhas, que teriam por finalidade a formação de planteis de reprodutores e consequentemente prover o mercado com alevinos de qualidade, fomentando essa atividade de forma inédita no país. Inicialmente são abordados aspectos da captura, do transporte e da aclimatação de quatro espécies de lutjanideos, frequentemente encontrados na costa da região Nordeste do Brasil. São elas; L. synagris, L. analis, L. jocu e L. apodus. As principais técnicas utilizadas são analisadas desde o deslocamento da embarcação ao mar para captura, montagem do sistema de suporte a vida em alto mar para acomodação dos espécimes capturados, principais medidas profiláticas a bordo, assim como o seu retorno ao cais pesqueiro do Mucuripe, onde os animais eram desembarcados, acondicionados em transfishes e encaminhados para quarentena na Unidade de Pesquisas em Piscicultura Marinha no Centro de Estudos em Ambientes Costeiros (CEAC/LABOMAR). Das espécies trabalhadas, o trabalho de indução a maturação e desova, foram realizados apenas com a espécie L. synagris, visto que somente esta maturou em cativeiro durante este trabalho. Foram utilizados 80 machos e 40 fêmeas de L. synagris. Para indução hormonal, a aplicação do hormônio HCG nas fêmeas foi dividido em duas doses: a primeira contendo 30% do valor total da dose hormonal, e após 24 horas foi aplicado a segunda com o 70% restante, enquanto os machos receberam dose única em todos os tratamentos, que foi aplicada junto com a segunda dose nas fêmeas. fêmeas de todos os tratamentos começaram a desovar após um período de latência que variou entre 10 e 15 horas após a aplicação da segunda dose. Em todas as desovas, foi notado a presença de ovos que apresentaram mais de uma gota de óleo. Os valores médios dos diâmetros dos ovos e gotas de óleo, apresentaram os seguintes valores: para os tratamentos com Ração tipo 1, 1,1±0,06 e 0,197±0,0049 (1000 UI); 1,0±0,04 e 0,197±0,0049 (1500 UI); e 1,0±0,04 e 0,196±0,0051 (2000 UI; para os tratamentos com Ração tipo 3, 1,1±0,07 e 0,20±00 (1000 UI), 1,1±0,06 e 0,199±0,0029 (1500 UI) e 1,1±0,08 e 0,197±0,0049. Com relação a quantidade de ovos liberados por fêmeas durante as desovas, a dosagem hormonal que apresentou a maior quantidade média de ovos liberados, foi a de 2000 UI/kg de HCG. Nesta, o número médio de ovos liberados durante as desovas foi 119.229±23.191 ovos. As dosagens hormonais apresentaram algumas diferenças significativas em relação a quantidade de desova, taxa de fertilização e eclosão respectivamente. Sendo que dosagens hormonais maiores, resultavam numa maior quantidade de ovos.
5

Reprodução induzida de ariacó, Lutijanus synagris (LINNAEUS, 1758), em cativeiro

Souza, Rossi Lelis Muniz January 2012 (has links)
SOUZA, R. L. M. Reprodução induzida de ariacó, Lutijanus synagris (LINNAEUS, 1758), em cativeiro. 2012. 129 f. Tese (Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Geovane Uchoa (geovane@ufc.br) on 2016-03-31T13:23:07Z No. of bitstreams: 1 2012_tese_rlmsouza.pdf: 14115490 bytes, checksum: a31ead9b7d13026898aab279740a87df (MD5) / Approved for entry into archive by Nadsa Cid(nadsa@ufc.br) on 2016-03-31T14:38:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_tese_rlmsouza.pdf: 14115490 bytes, checksum: a31ead9b7d13026898aab279740a87df (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-31T14:38:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_tese_rlmsouza.pdf: 14115490 bytes, checksum: a31ead9b7d13026898aab279740a87df (MD5) Previous issue date: 2012 / The lane snapper, Lutjanus synagris, part of the family Lutjanidae, considered snappers fish, has a high commercial value and a high demand in the State of Ceará. The aim of the current thesis was to perform the induced spawning of lane snapper, through hormonal treatment, and to describe the embrionary development and larvae rearing of this species, aiming its breeding at experimental level. The work was developed between March 2008 and December 2011, at the Marine Fish Farming Research Unit of the Coastal Environmental Studies Center of Federal University of Ceará (UFC) Marine Science Institute (LABOMAR), located at Eusébio, Ceará, Brazil. A total of 243 lane snapper specimens were captured in the wild by line and hook and traps. Seventy-two broodstock were kept separately, being 24 females, chosen accordingly to the gonads development (accessed by cannulation), and 48 males ripping milt, with mean weight of 0.381±0.154 e 0.353±0.105 kg,respectively. The broodstock was distributed into three treatments with eight repetitions each. In each treatment, the females received distincts hormonal doses of 1000, 1.250 and 1.500 UI of HCG per kg of corporal weight. The females were injected HCG twice, 30 and 70% of the total doses, in between 24 hours. All treatment males were marked so they would be different from females and were injected a sole 500 UI of HCG dose at the same time at the females’ second dose. The females started to spawn between eight and twelve hours after the last dose. Dissolved O2, temperature and salinity mean values at spawning time were 6.2±0.11 mg/L, 28±0.29 ºC e 35±0.64 ‰, respectively. The fertilized eggs presented the following features: spherical shape, transparency, narrow perivitelinic space, light corium, homogenic and non seguimented vitelo, no pigmentation and buoyants with visible oil droplet.The oocyts, eggs and oil droplets mean diameter for treatment 1 (1000 UI/Kg) were: 425±16, 659±10 e 139±2 μm; for treatment 2 (1250 UI/Kg) were: 427±15, 661±14 e 140±5 μm; for treatment 3 (1500 UI/kg) were: 422±10, 667±20 e 141±5 μm, respectively. The females which received the 1250 UI of HCG/Kg hormonal dose (treatment 2) were the ones that spawned the greatest number of eggs, 556,661.0±209,171.0. The females which were induced with 1000 UI of HCG/Kg (treatment 1) spawned the smallest number of eggs, 405,797.0±230,812.0. The females which were induced with 1000 UI of HCG/Kg (treatment 1) presented the best fertilization rate with 75±10%, followed by the ones that were induced with the doses of 1250 and 1500 UI of HCG/Kg, with 66±7 and 65±17% respectively. The lutjanids embrionary and larval development were similar to other pelagics teleosts bred all over the world. The L. synagris hatching was registered until the 30º day after eclosion (DAE). The present study suggests that further researches should be carried out to elucidate information about larvae dietary in order to obtain better survival rates, especially in the 30 first DAE. / O ariacó, Lutjanus synagris, faz parte da família Lutjanidae, peixes considerados pargos, possui um alto valor comercial e uma elevada procura no Estado do Ceará. A presente Tese teve como objetivo realizar a indução da desova do ariacó, mediante tratamento com hormônio, e a descrição do desenvolvimento embrionário e larval da espécie, visando um cultivo em nível piloto. O estudo foi desenvolvido no período de março de 2008 a dezembro de 2011, na Unidade de Pesquisa em Piscicultura Marinha do Centro de Estudos Ambientais Costeiros, do Instituto de Ciências Mar (LABOMAR), da Universidade Federal do Ceará (UFC), localizado no município do Eusébio, Estado de Ceará, Brasil. Um total de 243 exemplares de ariacó (L. synagris) foram capturados na natureza por meio de pesca com anzol e armadilhas. Foram separados 72 reprodutores, 24 fêmeas, escolhidas de acordo com o desenvolvimento gonadal verificado por canulação, e 48 machos, escolhidos por apresentarem liberação de sêmen, quando da massagem abdominal, com pesos médios respectivos de 0,381±0,154 e 0,353±0,105 kg. Os ariacós foram distribuídos em três tratamentos com oito repetições cada. Em cada tratamento, as fêmeas receberam doses hormonais distintas de: 1.000, 1.250 e 1.500 UI de HCG por kg de peso corpóreo. A aplicação do HCG nas fêmeas foi dividida em duas doses de 30 e 70% do valor total da dose, intercaladas por 24 horas. Os machos de todos os tratamentos foram marcados para se diferenciar das fêmeas, e receberam dose única de 500 UI, aplicada na ocasião da segunda dose da fêmea. As fêmeas começaram a desovar entre oito e doze horas após a segunda dose, e os valores médios registrados de O2D, temperatura e salinidade foram de 6,2±0,11 mg/L, 28±0,29 ºC e 35±0,64 ‰, respectivamente. Os ovos fertilizados apresentaram como características: forma esférica, transparência, espaço perivitelínico estreito, córion claro, vitelo homogêneo e não segmentado, sem pigmentação, flutuantes com gota de óleo visível. Os valores médios dos diâmetros dos ovócitos, ovos e gotas de óleo, para o tratamento 01 (1000 UI/kg) foram de: 425±16, 659±10 e 139±2; para o tratamento 02 (1250 UI/kg), 427±15, 661±14 e 140±5; para o tratamento 03 (1500 UI/kg), 422±10, 667±20 e 141±5, respectivamente. As fêmeas que receberam a dose hormonal de 1250 UI/kg de HCG (tratamento 02) foram as que apresentaram o maior número médio de ovos liberados durante a desova com 556.661,0±209.171,0 ovos. Já as fêmeas que receberam a dose hormonal de 1000 UI/kg (tratamento 01) apresentaram o menor número médio de ovos liberados com 405.797,0±230.812,0. As fêmeas que receberam a dose do tratamento 01 (1000 UI/kg) apresentaram a maior taxa de fertilização com 75±10%, seguida das que receberam a dose de 1250 e 1500 UI/kg, com 66±7 e 65±17% respectivamente. O desenvolvimento embrional e larval dos lutjanídeos se mostrou similar a de outros teleósteos pelágicos cultivados. A larvicultura de L. synagris foi registrada até o fim do 30º dias após a eclosão(DAE). O presente estudo sugere que pesquisas mais detalhadas sobre alimentação das larvas desta espécie devem ser desenvolvidas para obtenção de maiores níveis de sobrevivência,principalmente nos primeiros 30 DAE.
6

Metazoários branquiais em Pseudupeneus maculatus (Ostheichthyes : Mullidae) capturados no litoral Pernambucano, Brasil

Cardoso, Lucas January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-05-24T17:25:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 339015.pdf: 1208047 bytes, checksum: 54c40fda1d1463ed1c22128a7d14b41d (MD5) Previous issue date: 2015 / Este estudo investigou a fauna de parasitos metazoários associada às brânquias do saramunete Pseudupeneus maculatus capturado no litoral do estado de Pernambuco, Brasil. Foram identificadas oito espécies pertencentes aos seguintes taxa: Monogenea Haliotrema caraïbensis, Haliotrema caballeroi e Haliotrema golvani); Crustacea Rocinela signata, Hamaticolax scutigerulus e Caligidae gen. sp.; Cestoda Nybelinia indica e Pseudolacistorhynchus noodti. Os parasitos mais prevalentes foram: Monogenea (100%), H. scutigerulus (35%), N. indica (11,7%), R. signata (8,3%), Caligidae gen. sp. (3,33%) e P. noodti (0,83%). O saramunete é um novo hospedeiro para R. signata e Pernambuco é uma nova localidade para H. scutigerulus.<br> / Abstract : This study investigated the parasite fauna associated with the gills of spotted goatfish Pseudupeneus maculatus captured in the dry and rainy seasons on the Coast of the Pernambuco State, Brazil. Eight species of parasites were identified belonging to the following taxa: Monogenea Haliotrema caraibense, Haliotrema caballeroi and Haliotrema golvani); Crustacea Rocinela signata, Hamaticolax scutigerulus and Caligidae gen. sp.; Cestoda Nybelinia indica and Pseudolacistorhynchus noodti. The most prevalent parasites were: Monogenea (100%), H. scutigerulus (35%), N. indica (11.7%), R. signata (8.3%), Caligidae gen. sp. (3.33%) and P. noodti (0.83%). Spotted goatfish is a new host of R. signata and Pernambuco is a new locality for H. scutigerulus.
7

Metazoários branquiais em Pseudupeneus maculatus (Ostheichthyes : Mullidae) capturados no litoral Pernambucano, Brasil

Cardoso, Lucas January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-10-19T12:45:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 339015.pdf: 1208047 bytes, checksum: 54c40fda1d1463ed1c22128a7d14b41d (MD5) Previous issue date: 2015 / Este estudo investigou a fauna de parasitos metazoários associada às brânquias do saramunete Pseudupeneus maculatus capturado no litoral do estado de Pernambuco, Brasil. Foram identificadas oito espécies pertencentes aos seguintes taxa: Monogenea Haliotrema caraïbensis, Haliotrema caballeroi e Haliotrema golvani); Crustacea Rocinela signata, Hamaticolax scutigerulus e Caligidae gen. sp.; Cestoda Nybelinia indica e Pseudolacistorhynchus noodti. Os parasitos mais prevalentes foram: Monogenea (100%), H. scutigerulus (35%), N. indica (11,7%), R. signata (8,3%), Caligidae gen. sp. (3,33%) e P. noodti (0,83%). O saramunete é um novo hospedeiro para R. signata e Pernambuco é uma nova localidade para H. scutigerulus.<br> / Abstract : This study investigated the parasite fauna associated with the gills of spotted goatfish Pseudupeneus maculatus captured in the dry and rainy seasons on the Coast of the Pernambuco State, Brazil. Eight species of parasites were identified belonging to the following taxa: Monogenea Haliotrema caraibense, Haliotrema caballeroi and Haliotrema golvani); Crustacea Rocinela signata, Hamaticolax scutigerulus and Caligidae gen. sp.; Cestoda Nybelinia indica and Pseudolacistorhynchus noodti. The most prevalent parasites were: Monogenea (100%), H. scutigerulus (35%), N. indica (11.7%), R. signata (8.3%), Caligidae gen. sp. (3.33%) and P. noodti (0.83%). Spotted goatfish is a new host of R. signata and Pernambuco is a new locality for H. scutigerulus.
8

Aspectos ictiopatológicos de bijupirás (Rachycentron canadum) criados em tanques-rede no litoral norte do Estado de São Paulo, Brasil /

Silva, Ana Carolina da. January 2012 (has links)
Orientador: Julieta Rodini Engracia de Moraes / Coorientador: Jair Rodini Engracia Filho / Banca: Rogério Salvador / Banca: Gilson Pereira de Oliveira / Resumo: Na natureza os bijupirás estão sujeitos à infecção por bactérias, vírus, parasitos e às doenças de origem nutricional. No entanto, dados a respeito dessas doenças em bijupirás em cativeiro são escassos no Brasil e em outros países. As infecções podem causar grandes perdas econômicas, seja pela redução no crescimento, custo de tratamento e morte dos peixes. O presente trabalho teve como objetivo caracterizar os aspectos ictiopatológicos de bijupirás (Rachycentron canadum) criados em tanques-rede no litoral norte do estado de São Paulo (23°48'54"S 45°22'14"O) durante o ano de 2011. As investigações avaliaram a ocorrência de doenças caracterizando sinais clínicos e achados anatomopatológicos de 46 bijupirás coletados nos meses de março, maio, julho e setembro de 2011. Nos resultados do exame bacteriológico foram caracterizados e isolados micro-organismos compatíveis com a bactéria gram-negativa, Photobacterium damselae piscicida. No exame parasitológico foram identificados Neobenedenia melleni e Tuxophorus caligodes. Na análise histopatológica, órgãos como fígado, rins, baço, intestino e cecos pilóricos apresentaram lesões granulomatosas. No fígado e rins prevaleceram lesões como esteatose e degeneração tubular, respectivamente. No baço e nos intestinos foram identificados centros de melanomacrófagos e enterite crônica. As brânquias exibiram áreas de hiperplasia epitelial acompanhada de fusão lamelar, edema subepitelial e proliferação de células mucosas no ápice das lamelas primárias. Neste período houve 97,21% mortalidade atribuída à infecção por Photobacterium damselae piscicida, caracterizada e isolada pelos exames microbiológico e molecular / Abstract: In nature cobias are subject to infection by bacteria, viruses, parasites and diseases of nutritional origin. However, data about these diseases in cobias in captivity are rare in Brazil and other countries. The infections can cause major economic losses, either by reduced growth, cost of treatment and death of fish. The objective of this current study was to characterize ictiopathological aspects of cobias (Rachycentron canadum) farmed in net tanks in north coast of state of São Paulo (23°48'54"S 45°22'14"W) during the year 2011. The research evaluated the occurrence of diseases characterized clinical signs and pathological findings of 46 cobias collected in March, May, July and September 2011. In the results of the bacteriological analysis were characterized and isolated micro-organisms compatible with gram-negative bacterium, Photobacterium damselae piscicida. In parasitological examination was identified Neobenedenia melleni and Tuxophorus caligodes. In the histopathological analysis, organs like liver, kidneys, spleen, intestine and pyloric caecum showed granulomatous lesions. In the liver and kidney prevailed lesions as tubular degeneration and steatosis, respectively. In the spleen and intestines were identified melanomacrophages centers and chronic enteritis. The gills exhibited areas of epithelial hyperplasia accompanied fusion lamellar, subepithelial edema and proliferation of mucosal cells at the apex of the primary lamellae. In this period there was 97,21% mortality attributed to infection by Photobacterium damselae piscicida, isolated and characterized by molecular and microbiological examinations / Mestre
9

Caracterização morfológica e bioquímica do sistema digestório e identificação por isótopos estáveis de robalo peva e flexa selvagens e de cativeiro

Machado, Márcia Regina Fragoso [UNESP] 13 May 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-05-13Bitstream added on 2014-06-13T18:40:43Z : No. of bitstreams: 1 machado_mrf_dr_jabo.pdf: 654283 bytes, checksum: 42d2b7787949eced9fba27ca7e496f5b (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / Os recursos pesqueiros marinhos representam uma importante fonte de proteína e, além de alimento, é fonte de renda para milhares de pessoas, especialmente nos países em desenvolvimento. Muitos estoques pesqueiros naturais já se encontram em seu limite máximo de exploração, devido a isso houve um aumento considerável da produção de pescado pela aquicultura nos últimos anos. As maiores deficiências tecnológicas ainda residem no cultivo de peixes marinhos, que vem sendo um dos principais entraves à produção, área em que o país ainda está em fase embrionária. Dentre as espécies marinhas mais estudadas no Brasil destacamos o gênero Centropomus (robalo) que possui uma dificuldade do manejo de reprodutores em cativeiro e dificuldades em formular a ração para esses peixes, dificultando dessa forma a sua produção. Porém faltam estudos na área de morfologia, fisiologia e nutrição para as espécies marinhas. Dessa forma, foi realizado o presente trabalho com o objetivo de identificar os principais componentes alimentares de jovens de robalo peva (Centropomus parallelus) e robalo flexa (Centropomus undecimalis) por análises histológicas e histoquímicas do sistema digestório, determinação de isótopos estáveis e verificar, por meio de proteômica, quais as proteínas presentes no fígado são expressas na alteração da dieta desses peixes. Esse estudo pretende fornecer subsídios para o desenvolvimento de um pacote tecnológico para o cultivo de ambas as espécies, contribuindo na otimização da nutrição e gerando alternativas para tornar a piscicultura marinha uma atividade produtiva no país / The marine fishery resources represent an important source of protein and, besides food, is a source of income for thousands of people, especially in developing countries. Many natural fish stocks are already at their limit of exploitation because of this there was a considerable increase in fish production through aquaculture in recent years. The major technological deficiencies still reside in the cultivation of marine fish, which has been a major constraint to production, the area where the country is still in its infancy. Among the most studied marine species in Brazil include the genus Centropomus (bass) that has a difficulty in handling of captive broodstock and difficulties in formulating the ration for these fishes, thus hindering their production. But lacks studies on morphology, physiology and nutrition for marine species. Thus, the present work was undertaken with the aim of identifying the major dietary constituents of young fat snook (Centropomus parallelus) and bass arrow (Centropomus undecimalis) by histological and histochemical digestive system, determination of stable isotopes and verify by using proteomics, which proteins are expressed in liver in changing the diet of these fish. This study aims to provide subsidies for the development of a technology package for cultivation of both species, contributing to the optimization of nutrition and generating alternatives to marine fish farming to become a productive activity in the country
10

Cultivo do copépode, (Acartia tonsa), em sistema intensivo, alimentado com espirulina comercial liofilizada (Arthrospira sp.)

Annunciação, Wesley Freitas da January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T02:45:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 297098.pdf: 3103584 bytes, checksum: 63cc1f530a3c546f276497b6c24ebbb4 (MD5) / Os copépodes são o principal alimento de diversas espécies de peixes marinhos no ambiente natural e são nutricionalmente superiores aos alimentos vivos tradicionalmente utilizados na larvicultura de peixes, como o rotífero e a artêmia. A utilização de copépodes na piscicultura marinha é uma alternativa viável, porém seu uso ainda é restrito. Acartia tonsa é um copépode que vem obtendo um crescente interesse para a aquicultura, pois possui estágios naupliares de reduzido tamanho, nada ativamente na coluna d´água, possui elevado teor de ácidos graxos poliinsaturados, quando comparado com rotíferos e artêmia, e representa uma fonte de enzimas digestivas exógenas para as larvas de peixes marinhos. Geralmente este copépode é cultivado com dietas multi-algais, entretanto, dietas alternativas constituem uma interessante opção para reduzir os altos custos de produção de microalgas. Neste estudo, avaliou-se o uso da espirulina comercial liofilizada (Arthrospira sp.), como alimento inerte, no cultivo intensivo do copépode Acartia tonsa. Os tratamentos foram 10, 20 e 30 mg de espirulina . L-1 respectivamente para os tratamentos T10, T20 e T30, em quadruplicata. A temperatura foi mantida em 25ºC±1; fotoperíodo 14L: 10E e salinidade 30#. Foram avaliadas as taxas de sobrevivência final, desenvolvimento, produção de ovos . fêmea . dia-1 e taxa de eclosão. As taxas de sobrevivência final e desenvolvimento foram avaliadas ao longo de 7 dias, enquanto as taxas de produção de ovos . fêmea . dia-1 e taxa de eclosão foram avaliadas ao longo de dois dias. A maior sobrevivência ocorreu no T30 (68%), seguido por T20 (47%) e T10 (32%). A taxa de desenvolvimento não foi afetada pelas diferentes concentrações de espirulina. A média de ovos produzidos por fêmea . dia-1 foi de 22,3 para T10 e 24,6 para T20 e a taxa média de eclosão foi de 56% (T10) e 61% (T20), o T30 foi descartado neste teste, devido a elevada mortalidade dos reprodutores. Foi realizado também o acompanhamento e monitoramento do cultivo de A. tonsa ,em tanques cilindro-cônicos de 60 L, durante o período de 20 dias. A densidade média da população foi de 251 de náupios . L-1; 66 copepoditos . L-1 e 75 adultos. L-1. As maiores densidades obtidas foram de 2.160 nauplios; 733 copepoditos e 355 adultos. L-1. A espirulina liofilizada permitiu o crescimento e a reprodução da A. tonsa, sendo um alimento com potencial para o uso no cultivo intensivo.

Page generated in 0.1049 seconds