• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 70
  • Tagged with
  • 70
  • 70
  • 34
  • 33
  • 29
  • 26
  • 21
  • 21
  • 21
  • 15
  • 13
  • 12
  • 11
  • 10
  • 9
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos submetidos a instrumentação e irrigação endodôntica

Pitoni, Carla Moreira January 2001 (has links)
O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar e comparar a micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos após instrumentação endodôntica, utilizando diferentes soluções irrigadoras. A amostra foi composta de 30 dentes decíduos anteriores, instrumentados com quatro limas (#15, #20, #25, #30) e irrigados com 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% entre cada instrumento. Posteriormente, os dentes foram divididos em três grupos homogêneos quanto à quantidade de rizólise e submetidos a diferentes sistemas de irrigação final. No grupo 1, a irrigação final constituiu-se de 3,6 ml de hipoclorito de sódio a 1% durante um minuto. No grupo 2, a irrigação final foi realizada com 1,8 ml de solução de EDTA a 17%, durante um minuto, permanência da solução no canal durante dois minutos, seguida de 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% por 30 segundos. O sistema de irrigação final do grupo 3 foi semelhante ao do grupo anterior, porém o EDTA foi substituído por solução de ácido cítrico a 6%, com quantidade e tempo de atuação iguais. Os dentes foram fraturados no sentido do seu longo eixo, para posterior análise da micromorfologia da dentina do conduto radicular em microscopia eletrônica de varredura. A quantidade de lama dentinária presente foi avaliada por três examinadores, de acordo com escores pré-estabelecidos (0 a 2). Através de análise estatística, o padrão de lama dentinária predominante em cada grupo foi avaliado e comparado com os demais grupos. Concluiu-se que o preparo biomecânico com hipoclorito de sódio promove a formação de lama dentinária, e tanto o EDTA quanto o ácido cítrico são igualmente eficazes na sua remoção.
2

Micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos submetidos a instrumentação e irrigação endodôntica

Pitoni, Carla Moreira January 2001 (has links)
O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar e comparar a micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos após instrumentação endodôntica, utilizando diferentes soluções irrigadoras. A amostra foi composta de 30 dentes decíduos anteriores, instrumentados com quatro limas (#15, #20, #25, #30) e irrigados com 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% entre cada instrumento. Posteriormente, os dentes foram divididos em três grupos homogêneos quanto à quantidade de rizólise e submetidos a diferentes sistemas de irrigação final. No grupo 1, a irrigação final constituiu-se de 3,6 ml de hipoclorito de sódio a 1% durante um minuto. No grupo 2, a irrigação final foi realizada com 1,8 ml de solução de EDTA a 17%, durante um minuto, permanência da solução no canal durante dois minutos, seguida de 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% por 30 segundos. O sistema de irrigação final do grupo 3 foi semelhante ao do grupo anterior, porém o EDTA foi substituído por solução de ácido cítrico a 6%, com quantidade e tempo de atuação iguais. Os dentes foram fraturados no sentido do seu longo eixo, para posterior análise da micromorfologia da dentina do conduto radicular em microscopia eletrônica de varredura. A quantidade de lama dentinária presente foi avaliada por três examinadores, de acordo com escores pré-estabelecidos (0 a 2). Através de análise estatística, o padrão de lama dentinária predominante em cada grupo foi avaliado e comparado com os demais grupos. Concluiu-se que o preparo biomecânico com hipoclorito de sódio promove a formação de lama dentinária, e tanto o EDTA quanto o ácido cítrico são igualmente eficazes na sua remoção.
3

Micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos submetidos a instrumentação e irrigação endodôntica

Pitoni, Carla Moreira January 2001 (has links)
O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar e comparar a micromorfologia da dentina radicular de dentes decíduos após instrumentação endodôntica, utilizando diferentes soluções irrigadoras. A amostra foi composta de 30 dentes decíduos anteriores, instrumentados com quatro limas (#15, #20, #25, #30) e irrigados com 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% entre cada instrumento. Posteriormente, os dentes foram divididos em três grupos homogêneos quanto à quantidade de rizólise e submetidos a diferentes sistemas de irrigação final. No grupo 1, a irrigação final constituiu-se de 3,6 ml de hipoclorito de sódio a 1% durante um minuto. No grupo 2, a irrigação final foi realizada com 1,8 ml de solução de EDTA a 17%, durante um minuto, permanência da solução no canal durante dois minutos, seguida de 1,8 ml de hipoclorito de sódio a 1% por 30 segundos. O sistema de irrigação final do grupo 3 foi semelhante ao do grupo anterior, porém o EDTA foi substituído por solução de ácido cítrico a 6%, com quantidade e tempo de atuação iguais. Os dentes foram fraturados no sentido do seu longo eixo, para posterior análise da micromorfologia da dentina do conduto radicular em microscopia eletrônica de varredura. A quantidade de lama dentinária presente foi avaliada por três examinadores, de acordo com escores pré-estabelecidos (0 a 2). Através de análise estatística, o padrão de lama dentinária predominante em cada grupo foi avaliado e comparado com os demais grupos. Concluiu-se que o preparo biomecânico com hipoclorito de sódio promove a formação de lama dentinária, e tanto o EDTA quanto o ácido cítrico são igualmente eficazes na sua remoção.
4

Estudo das células primárias dentais, viabilidade celular e bioatividade de materiais á base de silicato de cálcio

Mestieri, Leticia Boldrin [UNESP] 24 March 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-03-03T11:52:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-03-24Bitstream added on 2015-03-03T12:06:55Z : No. of bitstreams: 1 000806133_20170324.pdf: 140907 bytes, checksum: 0ba659401532fff209a6102e8fc44a64 (MD5) Bitstreams deleted on 2017-03-24T12:04:48Z: 000806133_20170324.pdf,. Added 1 bitstream(s) on 2017-03-24T12:05:40Z : No. of bitstreams: 1 000806133.pdf: 822748 bytes, checksum: 5b6c25b2031807f8f6201589e0848466 (MD5) / Os objetivos deste estudo foram o isolamento e diferenciação de células da polpa (hDPCs) e do folículo (hDFCs) dentário de terceiros molares humanos e utilização para avaliação da citotoxicidade e bioatividade de novos cimentos endodônticos. (Capítulo 1) - Após a obtenção das culturas primárias foram realizados os ensaios vermelho de Alizarina, atividade da enzima fosfatase alcalina (ALP). A expressão gênica de proteína morfogenética óssea (bmp7), sialofosfoproteína dentinária (dspp) e alp foi avaliada. Os ensaios de bioatividade demonstraram maior atividade para hDPCs, além de maior expressão de dspp e alp; a expressão de bmp7 foi semelhante nas duas linhagens. Conclui-se que hDPCs demonstram maior capacidade de diferenciação em células com potencial de mineralização, quando comparadas com hDFCs. (Capítulo 2) – Foram utilizadas linhagens primárias (hDPCs e hDFCs), em comparação com linhagens imortalizadas (células osteoblásticas humanas Saos-2, e do ligamento periodontal de ratos mPDL) para análise dos materiais: 1) Cimento Portland branco (CP); 2) MTA; 3) CP/ óxido de nióbio microparticulado (Nb2O5?); 4) CP/ óxido de nióbio nanoparticulado (Nb2O5n). A citotoxicidade foi avaliada pelos ensaios MTT e Azul de Trypan e a bioatividade pela atividade da ALP. Viabilidade celular foi observada em todas as linhagens; e a atividade de ALP apresentou maior resposta na linhagem Saos-2. Conclui-se que as diferentes linhagens celulares são similares para avaliação da citotoxicidade; entretanto, para avaliação da bioatividade o uso de uma linhagem celular osteoblástica é mais indicado. Além disso, observa-se que materiais à base de Nb2O5? e Nb2O5n mostram potencial como radiopacificador alternativo no MTA. / The aims of this study were to isolate and differentiate pulp (hDPCs) and follicle (hDFCs) cells obtained from human third molars and to use them in cytotoxicity and bioactivity assays of new dental materials. (Chapter 1) - After obtaining the stem cultures, Alizarin Red, alkaline phosphatase (ALP) activity and gene expression by Real Time PCR of bone morphogenetic protein (BMP7), dentin sialophosphoprotein (DSPP) and ALP were performed. The bioactivity asssays showed greater activity for hDPCs, and increased expression of dspp and alp; the expression of bmp7 was similar in both cell lines. We conclude that hDPCs demonstrate greater ability to differentiate into cells with mineralization potential when compared with hDFCs. (Chapter 2) - stem lineages (hDPCs and hDFCs) were used, compared to immortalized lineages (human osteoblastic cells Saos-2, and periodontal ligament of mice cells mPDL) for analysis of the following materials: 1) white Portland cement (PC); 2) MTA; 3) C/ microparticulated of niobium oxide (Nb2O5?); 4) CP/nanoparticulated niobium oxide (Nb2O5n). Cytotoxicity was performed by MTT and Trypan Blue assays and bioactivity by ALP activity assay. Cell viability was observed in all cell lines, and ALP activity showed greater response in Saos-2. We conclude that the different cell lines are similar in cytotoxicity, however, to evaluate the bioactivity, using an osteoblastic cell line is more appropriate. Moreover, it is observed that materials based on Nb2O5? and Nb2O5n show potential for alternative use to MTA.
5

Fotobiomodulação da expressão e produção de mediadores inflamatórios por células pulpares irradiada com LED infravermelho

Montoro, Liege Aldrovandi [UNESP] 16 December 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:50:38Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-12-16Bitstream added on 2014-08-13T18:01:37Z : No. of bitstreams: 1 000741517_20141216.pdf: 699498 bytes, checksum: 2434505afb00e9d5ad399ba36a38470a (MD5) Bitstreams deleted on 2014-12-19T18:32:49Z: 000741517_20141216.pdf,Bitstream added on 2014-12-19T18:33:36Z : No. of bitstreams: 1 000741517.pdf: 1188792 bytes, checksum: 76b9d56cb27251ea24b1fcd75de2ea6e (MD5) / Objetivo: Avaliar o efeito do LED infravermelho (855 nm), aplicado em diferentes doses de energia, na produção e expressão de mediadores inflamatórios por células pulpares humanas (HDPC) em cultura. Metodologia: HDPC obtidas de dentes decíduos foram semeadas (105 células/well) e após 24 h foram colocadas em contato com LPS (10 μg/mL α-MEM) ou TNF-α (25 ng/mL α-MEM). Em seguida, as células foram submetidas a uma única irradiação com LED infravermelho (855 nm) nas diferentes doses de energia: 2, 4, 8, 15 ou 30 J/cm2. Gupos não irradiados, com e sem LPS/TNF-α, serviram como controles. Decorridas 24 h, as células estimuladas com LPS foram avaliadas quanto à produção de óxido nítrico (NO), de espécies reativas de oxigênio (EROs) e viabilidade celular (ensaio de MTT) (n=8 por grupo). As células estimuladas com TNF-α foram avaliadas quanto à produção de citocinas pelos métodos de antibody array e q-PCR (n=5 por grupo). Os dados foram submetidos aos testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (α=0,05). Resultados: O contato com LPS resultou em aumento significativo da produção de NO sem causar qualquer dano ao metabolismo respiratório das células. Independentemente da dose de energia aplicada, a produção de NO foi significativamente reduzida quando as células foram irradiadas. O melhor efeito foi observado para a dose de 15 J/cm2. A irradiação também promoveu uma diminuição na produção de EROs, enquanto o metabolismo das HDPC não foi alterado. Nas células em contato com TNF-α verificou-se que as citocinas mais produzidas foram: GROα, IL-6, IL-8, TNF-α, MCP-1 e Serpin E1. Na análise por q-PCR redução foi observada para a expressão de IL-1 β, quando as células foram irradiadas com 4 J/cm2. Conclusão: O estresse oxidativo de HDPC pode ser biomodulado por uma única dose de irradiação com LED infravermelho. Quanto a expressão de citocinas inflamatórias... / Aim: To investigate the effect of infrared light emitting diode (LED) irradiation (855nm), at different energy doses, on the production and expression of inflammatory mediators by cultured human dental pulp cells (HDPC). Methodology: HDPC were harvested from sound, near-exfoliation primary teeth. Cells were seeded (105 cells/well) using α-MEM supplemented with 10% FBS and after 24h, were exposed to LPS (10 μg/mL α-MEM) or TNF-α (25ng/mL α- MEM). Then, HDPC were submitted to a single irradiation with an infrared LED (855 nm) delivering different doses of energy: 0, 2, 4, 8, 15 or 30 J/cm2. Nonirradiated cells, with and without LPS/TNF-α, served as controls. Followed 24h, the cells stimulated with LPS were tested for nitric oxide (NO) quantification, cell viability (MTT assay), and reactive oxygen species (ROS) production (n=8 per group). Cells stimulated with TNF-α were analyzed regarding cytokine production and expression using antibody array and q-PCR (n=5 per group). Data were submitted to Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests (α=0.05). Results: LPSinduced stress resulted in significant increase in NO production by HDPC without causing any damage to cell respiratory metabolism. Irrespective of the energy dose delivered, NO production was significantly reduced when LPS-stressed cells were irradiated. The best effect was observed when 15 J/cm2 were delivered to cells. Infrared LED irradiation also promoted decrease in ROS production, while HDPC metabolism was not significantly affected. The most produced cytokines in cells stimulated with TNF-α were: GROα, IL-6, IL-8, TNF α, MCP-1 and E1 Serpin. qPCR analysis showed a decrease in expression of IL- 1 β when the cells were irradiated with the dose of 4 J/cm2. Conclusion: The oxidative stress of HDPC can be biomodulated by a single irradiation of an infrared LED. Regarding the expression of inflammatory cytokines, the delivery of 4 J/cm2 was...
6

Determinação da saturação de oxigênio em polpas vitais de dentes decíduos e permanentes utilizando-se im dispositivo modificado do oxímetro de pulso

Pozzobon, Maria Helena 25 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T12:46:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 281820.pdf: 171615 bytes, checksum: 51a6c829459f1c4e92163ec4a34751cf (MD5) / O oximetria de pulso é um método não invasivo e amplamente aceito para determinar a saturação de oxigênio (SaO2) dos tecidos, podendo ser utilizado no diagnóstico da vitalidade da polpa dental. Neste estudo é apresentado um dispositivo modificado para a adaptação do sensor do oxímetro de pulso ao dente na determinação da vitalidade pulpar. A autora observou que o dispositivo desenvolvido apresentou estabilidade e assegurou bom posicionamento e adaptação do sensor ao dente. Além disso, o dispositivo mostrou-se um método confiável, objetivo e atraumático para a avaliação da vitalidade pulpar em dentes decíduos e permanentes.
7

Estudo da inervação na engenharia de tecido pulpar humano

Coelho, Daniela Sousa January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-10-20T03:11:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 334973.pdf: 2040826 bytes, checksum: 65382a521fa32fa2b68528aeb8e508c3 (MD5) Previous issue date: 2015 / Terapias regenerativas têm despertado o interesse no campo da Odontologia, acarretando uma mudança de paradigma ao empregar abordagens regenerativas para o tratamento das doenças ou agravos que afetam o dente.A polpa dental é caracterizada por apresentar uma população variada de células como odontoblastos, fibroblastos, células de defesa, microvasos e terminações nervosas sensoriais e simpáticas pós-ganglionares. As fibras nervosas são responsáveis pela homeostase do tecido, estando relacionadas com a manutenção do tônus vascular e condução de estímulos nociceptivos, dentre outros. A prerrogativa da engenharia tecidual é formar um tecido idêntico ou ao menos que apresente características morfológicas e funcionais muito semelhantes àquelas do original,assim, a engenharia de tecido pulpar deve formar um tecido inervado capaz de regular as estrutrasneoformadas. Deste modo, o objetivo geral deste estudo foi estudar a possibilidade de desenvolver polpas dentais inervadas utilizando o Modelo de Fatia Dental/Arcabouço para Engenharia de Tecido Pulpar. Para tanto, 3º molares hígidos tiveram a sua polpa removida e a cavidade pulpar preenchida com um arcabouço polimérico altamente poroso, onde foram semeado células-tronco de polpa dental (SHED).Os conjuntos fatia dental/arcabouços/SHED foram implantados bilateralmente no tecido subcutâneo do dorso de camundongos, decorridos 21 a 65 dias de implantação no tecido subcutâneo do dorso de camundongos, a imunolocalizaçãodos elementos nervososfoi realizada por imuno-histoquímica para ß tubulina III, NCAMe P75. Foi observada a formação de um tecido semelhante à polpa dental, com presença de terminações nervosas livres e organizadas em feixes nervosos. A organização fascicular foi proporcional com o aumento de tempo avaliado. Foi possível desenvolver polpa inervada utilizando o Modelo Fatia Dental/ Arcabouço para engenharia de tecido pulpar, sendo que o processo de neurogênese ocorreu de maneira espontânea.<br> / Abstract : Regenerative therapies have increased interest in the field of dentistry, causing a paradigm shift when using regenerative approaches for the treatment of diseases or injuries that affect the tooth. The dental pulp is characterized by presenting a diverse population of cells as odontoblasts, fibroblasts, immune cells, microvessels and sensory nerve endings and postganglionic sympathetic. The nerve fibers are responsible for the homeostasis of the tissue, being related to the maintenance of vascular tone and driving nociceptive stimuli, among others. The prerogative of tissue engineering is to form a fabric or at least equal to present morphological and functional characteristics very similar to those of the original, thus, the pulp tissue engineering must form a tissue innervated able to regulate the newly formed estrutras. Thus, the aim of this study was to evaluated the possibility of developing innervated dental pulps through the ?The tooth slice/scaffold model for Dental Pulp Tissue Engineering?. Third molars had their pulp tissue removed and the pulp chamber filled with a highs porous polymer scaffold and seeding with Stem cells from human exfoliated deciduous teeth (SHED). The tooth slice/scaffolds/SHED were implanted bilaterallyin the subcutaneous tissue of the dorsum. The detection of neural elements was performed by immunohistochemical technique using the anti ß-tubulin III, anti-P75 and anti-NCAM. It was observed the formation of a similar material to the dental pulp in the presence of free nerve bundles and arranged in nerve endings. The proportional fascicular organization was evaluated with increasing time. We conclude that occurs a spontaneous neurogenesis process in dental / scaffolds seeded with (SHED).
8

Avaliação &quot;in vitro&quot; dos possiveis efeitos danosos na supeficie do esmalte dentario humano frente ao emprego do bastão de neve carbonica

Barletta, Fernando Branco January 1994 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia / Made available in DSpace on 2013-07-15T21:13:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0
9

Avaliação do potencial ectomesenquimal das células da polpa dentária

Duarte, Beatriz Dal Pont 05 December 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento, Florianópolis, 2013 / Made available in DSpace on 2013-12-06T00:05:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 319594.pdf: 1052362 bytes, checksum: 0a20e8a17447a2c7e3f68fb2d8cfd7ad (MD5) / A formação dentária ocorre através de interações sequenciais entre o epitélio oral e o mesênquima facial. O epitélio oral dá origem aos ameloblastos, enquanto a formação da polpa dentária é derivada das células mesenquimais. A maior parte do tecido mesenquimal na região cefálica é formado pelas células da crista neural (CN). A CN compreende uma população de células altamente multipotentes. Células tronco com característica da CN vem sendo encontradas em vários tecidos adultos como na polpa dentária humana de dentes permanentes. As células tronco encontradas na polpa dentária apresentam potencial de utilização para fins terapêuticos em diversas áreas médicas. Neste trabalho, avaliamos o potencial de diferenciação celular da polpa dentária, in vivo e in vitro, durante o desenvolvimento embrionário e em adultos. Para esse fim, lâminas histológicas de dentes de ratos foram analisadas, através de imunohistoquímica, em 3 fases do desenvolvimento: idade fetal de 17 dias (F17), 4 dias após o nascimento (D4) e em idade adulta. As análises ocorreram por imunohistoquímica para os marcadores de pluripotencialidade (Oct4 e Nanog) e de CN (Sox10, HNK1 e p75). Além disso, células da polpa dentária humana obtida de terceiros molares de indivíduos adultos foram analisadas por RT-PCR para os mesmos marcadores de pluripotencialidade e para os marcadores de CN Sox10, p75, Nestina e Snail. Estas células foram ainda cultivadas em meio de cultura padrão (aMEM acrescido de SFB a 10%) e meio indutivo neural (MCTN) e analisadas por imunocitoquímica para os marcadores de pluripotencialidade descritos acima, marcadores neurais (Nestina e ßTubulina III) e marcador mesodermal (aSMA) e ainda para a capacidade de originar Unidades Formadoras de Colônias (UFCs). Os resultados demonstram que as células da PD de ratos expressam os marcadores de pluripotencialidade Oct4 e Nanog, assim como o marcador de CN Sox10, em F17, D4 e no adulto. Marcação para p75 e HNK1 foram observados em D4 e no adulto respectivamente. Os resultados demonstraram ainda que as células da PD adulta de humanos apresentam expressão gênica dos marcadores de pluripotencialidade analisados e de CN Sox10, Snail e Nestina. Após cultivo, a células de apresentam expressão proteica de OCT4, dos marcadores neurais (ectodermais) ßTubulinaIII e Nestina, e de músculo liso (mesodermal) aSMA. Além disso, as células de PD apresentam capacidade clonogênica, originando colônias com potencial ectomesenquimal (com células positivas para aSMA, ßTubulinaIII e Nestina). O cultivo em meio indutivo neural promoveu alterações morfológicas, e diminuição na proporção de células positivas para aSMA. Em conjunto, nossos resultados sugerem que a PD contém população de células multipotentes, clonogênicas com potencial ectomesenquimal, aparentando estarem presentes desde o início do desenvolvimento até a fase adulta. Ao mesmo tempo, essas células apresentam potencial de diferenciação neural. Desse modo, nossos dados demonstram que as células da PD apresentam um real potencial terapêutico.
10

Origens da vascularização da polpa dentária

Ferreira, Cimara Fortes January 2006 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. / Made available in DSpace on 2012-10-22T06:52:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 233225.pdf: 998248 bytes, checksum: 4fc9f044bae849afbb9cbad9be988d1f (MD5) / Na tentativa de estudar a formação de vasos sanguíneos durante a formação dentária, examinou-se a expressão de marcadores endoteliais. Objetivando rastrear as origens dos vasos sanguíneos da polpa dentária, modelos de animais transgênicos foram utilizados. Mandíbulas primordiais derivadas de embriões de camundongos selvagens e Green fluorescent protein, respectivamente, de 10.5 e 13.5 dias embrionários, foram transplantadas em cápsulas renais de camundongos adultos Rosa26. Duas semanas após, análises histológicas, de imunofluorescência e de hibridização radioativa in situ, foram conduzidas nos dentes desenvolvidos. O transplante de mandíbulas primordiais de 10.5 dias embrionários resultou na formação de vascularização químérica, derivada do hospedeiro e do doador. O transplante de mandíbulas primordiais de 13.5 dias embrionários resultou em formação de dentes com vasculatura derivada apenas do doador. Apesar de, adicionalmente, existirem células não-identificadas presentes dentro da polpa dental em proximidade com os vasos sanguíneos e com a camada de odontoblastos. Concluímos que as células derivadas da circulação sanguínea podem contribuir para a angiogênese durante a formação dentária inicial, um fenômeno no qual ocorre em órgãos derivados da somatopleura. Adicionalmente, células circulantes podem contribuir para a formação de outros tipos celulares dentro da polpa dental que ainda não foram identificados.

Page generated in 0.087 seconds