• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 58
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 62
  • 62
  • 40
  • 31
  • 17
  • 17
  • 14
  • 12
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Estudo termodinamico da dissociação do virus do mosaico do tabaco (TMV) por pressão e baixa temperatura

Telles, Rosiani Carla Baron 12 August 1998 (has links)
Orientador: Carlos Francisco Sampaio Bonafe / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-24T00:08:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Telles_RosianiCarlaBaron_M.pdf: 4772292 bytes, checksum: 4bf164896d449ca34c9f247d9cf27c8b (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Investigou-se o efeito de alta pressão combinado com baixa temperatura na ausência e presença de uréia no Vírus do Mosaico do Tabaco (TMV). O estado de agregação e o processo de desnaturação foram analisados através de medidas espectroscópicas. A incubação a '0 GRAUS¿C e 2,6 kbar induziu dissociação significativa, sem ocorrência de desnaturação. Nas diferentes concentrações virais o valor de 'p IND. ½¿ (pressão na qual 50% do vírus está dissociado) foi 1,2 kbar, indicando a não dependência de concentração de TMV na curva de dissociação por pressão. Isso pode ser explicado através da heterogeneidade do TMV quanto à energia livre de associação. A entalpia e entropia aparentes de dissociação ('delta¿¿H POT. *, IND. dis¿ e T¿delta¿¿S POT. *, IND. dis¿) foram ¿6,9 e ¿15,3 kcal/mol de subunidade, respectivamente, indicando que a associação do TMV é um processo entropicamente dirigido. A energia livre aparente de estabilização dada pela presença de RNA foi ¿1,7 kcal/mol de subunidade. A alta pressão induziu desnaturação significativa do TMV em presença de 2,5 M de uréia, causando uma variação de volume aparente de desnaturação de ¿105,0 mL/mol. A entalpia e entropi aparente de desnaturação ('delta¿¿H POT. *, IND. den¿ e T¿delta¿¿S POT. *, IND. den¿) por uréia 1,75 M em 2,5 kbar foi ¿11,1 e ¿10,2 kcal/mol, respectivamente, portanto com energia livre de desnaturação perto de zero... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: We investigated the effect of low temperature and urea combined with high pressure on Tobacco Mosaic Virus (TMV). The evaluation of its aggregation state and denaturation process was studied using spectroscopic methods. The incubation at 2.5 kbar and '0 DEGREES¿C induced significative dissociation. Under such conditions extensive denaturation did occur. At different TMV concentrations the 'p IND. ½¿ was 1.2 kbar. This result shows absence of concentration dependence of TMV dissociation by pressure, that can be explained by the TMV association energy heterogeneity. The apparent enthalpy and entropy of dissociation ('delta¿¿H POT. *, IND. dis¿ and 'delta¿¿S POT. *, IND. dis¿) were ¿6,9 and ¿15,3 kcal/mol of subunit respectively, indicating that the TMV association is an entropicaly driven process. The apparent free energy of stabilization given by the presence of RNA is at least ¿1,7 kcal/mol of subunit. High pressure induced remarkable TMV denaturation in the presence of 2.5 M urea, with a volume change of ¿105 mL/mol of denaturated subunit. The apparent enthalpy and entropy of denaturation ('delta¿¿H POT. *, IND. den¿ and T¿delta¿¿S POT. *, IND. den¿) by 1.75 M urea at 2.5 kbar was ¿11.1 and ¿10.2 kcal/mol of subunit, respectively, demonstrating that the TMV protein coat presents an apparent free energy of denaturation by urea close to zero... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
12

Estudo de espalhamento Raman em cristais de nitrato de monoglicina submetidos a altas pressões. / Raman scattering study of monoglycine nitrate crystals subjected to high pressures.

CARVALHO, Jhonatam de Oliveira 12 June 2015 (has links)
Submitted by Maria Aparecida (cidazen@gmail.com) on 2017-05-30T14:54:00Z No. of bitstreams: 1 JhonatamOliveiraCarvalho.pdf: 5229167 bytes, checksum: bd19dd83850cee97e78ad711e1c506d6 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-30T14:54:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 JhonatamOliveiraCarvalho.pdf: 5229167 bytes, checksum: bd19dd83850cee97e78ad711e1c506d6 (MD5) Previous issue date: 2015-06-12 / FAPEMA / In this work monoglycine nitrate crystals (MGN) were prepared by slow evaporation technique at room temperature and characterization by X-ray diffraction, thermogravimetry, differential thermal analysis, differential scanning calorimetry and Raman scattering at room temperature and under high pressures. After six days, it was possible obtain various crystals of good crystalline quality. The solution was acidic with pH 2,6. From the XRD pattern of the material and the Rietveld analysis, it was found that at room temperature MGN crystallizes in orthorhombic space group (P212121) with four molecules per unit cell. The thermal analysis showed that the material undergoes fusion around 148 ° C and there is no thermal event that features phase transition. In addition, thermal analysis showed that the crystal is stable up to 115 ° C. From the Raman spectroscopy with the hydrostatic pressure on the MGN crystal, it was found that the material undergoes two phase transitions in the pressure ranges of 1.1-1.6 GPa and 4.0-4.6 GPa. These changes are mainly related to lattice modes. The first transition was justified by the disappearance of a band and the appearance of two new bands related to the lattice modes. Moreover, changes in the slop of dω/dP it was also observed for these bands. The second phase transition showed, as main change, the appearance of a strong band at 55 cm-1. No change related to internal modes with increasing pressure was observed, except for the first transition in which a splitting of ν(CCN) was evidenced. These changes can be related to the size of glycine molecule compared to larger amino acid molecules, in which structural phase transitions are followed by molecular conformations. Finally, the results show that the nitrate anions play an important role on the stability of the monoglycine nitrate crystal. / Neste trabalho foram preparados cristais de nitrato de monoglicina (MGN) pela técnica de evaporação lenta do solvente à temperatura ambiente e realizadas medidas de caracterização por difração de raios-X, termogravimetria, análise térmica diferencial, calorimetria exploratória diferencial e espalhamento Raman à temperatura ambiente e a altas pressões nestes sais de aminoácido. Os cristais cresceram após seis dias e apresentaram uma boa qualidade cristalina. A solução de crescimento era ácida com pH 2,6. Com o difratograma do material e a análise pelo método Rietveld, constatou-se que à temperatura ambiente a MGN cristaliza-se numa estrutura ortorrômbica (P212121) com quatro moléculas por célula unitária. As análises térmicas mostraram que o material sofre fusão por volta de 148 °C e que não há evento térmico que caracterize uma transição de fase antes da fusão. Além disso, as análises térmicas mostraram que o cristal é estável até 115 °C. Através do estudo de espalhamento Raman com a pressão hidrostática, verificou-se que o o cristal de MGN sofre duas transições de fases nos intervalos de pressão 1,1-1,6 GPa e 4,0-4,6 GPa. Essas mudanças envolvem principalmente os modos de rede. A primeira transição foi marcada pelo desaparecimento de uma banda e pelo surgimento de duas novas bandas relacionadas aos modos de rede, bem como pela mudança de inclinação de dω/dP das mesmas. A segunda transição de fase apresentou, como principal mudança, o aparecimento de uma forte banda em torno de 55 cm-1. Foram observadas poucas modificações nos modos internos com a elevação da pressão, a não ser para a primeira transição em que um splliting do modo ν(CCN) foi observado. Isso pode estar relacionado ao tamanho da molécula de glicina, quando comparado aos de moléculas de aminoácidos maiores, onde, geralmente, as transições são acompanhadas por conformação destas moléculas. Finalmente, os resultados mostram que os íons nitrato desempenha um importante papel na estabilidade do cristal de MGN.
13

Caracterização das propriedades estruturais de molibdatos e óxidos nanoestruturados através de espectroscopia Raman / Characterization of the Structural Properties of Molybdates and Nanostructured Oxides by Raman Spectroscopy

Pinto, Raffael Costa de Figueiredo January 2013 (has links)
PINTO, Raffael Costa de Figueiredo. Caracterização das propriedades estruturais de molibdatos e óxidos nanoestruturados através de espectroscopia Raman. 2013. 153 f. Tese (Doutorado em Física) - Programa de Pós-Graduação em Física, Departamento de Física, Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013. / Submitted by Edvander Pires (edvanderpires@gmail.com) on 2014-11-14T18:15:15Z No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) / Approved for entry into archive by Edvander Pires(edvanderpires@gmail.com) on 2014-11-14T18:22:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-14T18:22:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) Previous issue date: 2013 / In this work we have been investigated the vibrational properties of nanostructured oxides (monoxides) and modified molybdates with yttrium and indium by means of Raman spectroscopy. In the monoxides nanostructured Al2O3, CeO2, ZrO2, TiO2, MnO2 and SnO2, were focused the pressure and temperature effects over the referred molybdates stability. While for the yttrium and indium molybdates, besides temperature effects also has been studied the pressure effects on them. The change of yttrium concentration in the molybdate allows in some cases remark the Negative Thermal Expansion (NTE). For the nanostructured oxides, the nanoparticles of ZrO2 and TiO2 exhibit different phase transitions at high temperatures due each compound apart. When compared with traditional oxides, the mentioned nanostructured oxides exhibit an excelent catalitic performance in the dehidratation of the glicerol, due synergic effects arising from access to active sites caused by defects in its structure. Due the electronic effect of the CeO2 and its stability at high temperatures, this material is a promising option for catalytic applications. / Neste trabalho foram investigadas as propriedades vibracionais de óxidos nanoestruturados (monóxidos) e molibdatos modificados com ítrio ou índio, através de espectroscopia Raman. No estudo dos monóxidos nanoestruturados Al2O3, CeO2, ZrO2, TiO2, MnO2 e SnO2, foram enfocados os efeitos da temperatura sobre a estabilidade dos mesmos, ao passo que para os molibdatos de ítrio e índio, além dos efeitos da temperatura também foram estudados os efeitos da pressão sobre os mesmos. A modificação da concentração de ítrio nos molibdatos permitiu, em alguns casos, a visualização da expansão térmica negativa (NTE). No caso dos óxidos nanoestruturados, as nanopartículas de monóxidos ZrO2 e TiO2 apresentaram também transições de fases distintas derivadas desses óxidos em temperaturas elevadas. Comparado com os óxidos tradicionais, os referidos óxidos nanoestruturados exibiram um excelente desempenho catalítico na desidratação do glicerol, devido aos efeitos sinergéticos oriundos da acessibilidade dos sólidos aos sítios ativos devido à presença de defeitos na sua estrutura. Em virtude do efeito promotor eletrônico do CeO2 e sua estabilização em elevadas temperaturas, este material é promissor para aplicações catalíticas na produção de óxidos.
14

Caracterização das propriedades estruturais de molibdatos e óxidos nanoestruturados através de espectroscopia Raman / Characterization of the Structural Properties of Molybdates and Nanostructured Oxides by Raman Spectroscopy

Pinto, Raffael Costa de Figueiredo January 2013 (has links)
PINTO, Raffael Costa de Figueiredo. Caracterização das propriedades estruturais de molibdatos e óxidos nanoestruturados através de espectroscopia Raman. 2013. 153 f. Tese (Doutorado em Física) - Programa de Pós-Graduação em Física, Departamento de Física, Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013. / Submitted by Edvander Pires (edvanderpires@gmail.com) on 2015-10-26T18:14:10Z No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) / Approved for entry into archive by Edvander Pires(edvanderpires@gmail.com) on 2015-10-26T18:14:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-10-26T18:14:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_tese_rcfpinto.pdf: 19513880 bytes, checksum: 347a0a66f86770a72458aeaf8a47de65 (MD5) Previous issue date: 2013 / In this work we have been investigated the vibrational properties of nanostructured oxides (monoxides) and modified molybdates with yttrium and indium by means of Raman spectroscopy. In the monoxides nanostructured Al2O3, CeO2, ZrO2, TiO2, MnO2 and SnO2, were focused the pressure and temperature effects over the referred molybdates stability. While for the yttrium and indium molybdates, besides temperature effects also has been studied the pressure effects on them. The change of yttrium concentration in the molybdate allows in some cases remark the Negative Thermal Expansion (NTE). For the nanostructured oxides, the nanoparticles of ZrO2 and TiO2 exhibit different phase transitions at high temperatures due each compound apart. When compared with traditional oxides, the mentioned nanostructured oxides exhibit an excelent catalitic performance in the dehidratation of the glicerol, due synergic effects arising from access to active sites caused by defects in its structure. Due the electronic effect of the CeO2 and its stability at high temperatures, this material is a promising option for catalytic applications. / Neste trabalho foram investigadas as propriedades vibracionais de óxidos nanoestruturados (monóxidos) e molibdatos modificados com ítrio ou índio, através de espectroscopia Raman. No estudo dos monóxidos nanoestruturados Al2O3, CeO2, ZrO2, TiO2, MnO2 e SnO2, foram enfocados os efeitos da temperatura sobre a estabilidade dos mesmos, ao passo que para os molibdatos de ítrio e índio, além dos efeitos da temperatura também foram estudados os efeitos da pressão sobre os mesmos. A modificação da concentração de ítrio nos molibdatos permitiu, em alguns casos, a visualização da expansão térmica negativa (NTE). No caso dos óxidos nanoestruturados, as nanopartículas de monóxidos ZrO2 e TiO2 apresentaram também transições de fases distintas derivadas desses óxidos em temperaturas elevadas. Comparado com os óxidos tradicionais, os referidos óxidos nanoestruturados exibiram um excelente desempenho catalítico na desidratação do glicerol, devido aos efeitos sinergéticos oriundos da acessibilidade dos sólidos aos sítios ativos devido à presença de defeitos na sua estrutura. Em virtude do efeito promotor eletrônico do CeO2 e sua estabilização em elevadas temperaturas, este material é promissor para aplicações catalíticas na produção de óxidos.
15

Análise do perfil de expressão gênica diferencial de cepas de Saccharomyces cerevisiae laboratoriais e selvagens em diferentes estresses por ferramentas de bioinformática

Xavier, Lorena Martins 03 March 2015 (has links)
Submitted by Morgana Andrade (morgana.andrade@ufes.br) on 2016-04-19T18:42:50Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Dissertação - Lorena Martins Xavier - Versão Final.pdf: 1680113 bytes, checksum: d25c6fb11ba26201703ebaee64a7ba68 (MD5) / Approved for entry into archive by Patricia Barros (patricia.barros@ufes.br) on 2016-05-12T18:49:47Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Dissertação - Lorena Martins Xavier - Versão Final.pdf: 1680113 bytes, checksum: d25c6fb11ba26201703ebaee64a7ba68 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-12T18:49:47Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Dissertação - Lorena Martins Xavier - Versão Final.pdf: 1680113 bytes, checksum: d25c6fb11ba26201703ebaee64a7ba68 (MD5) / Capes / Saccharomyces cerevisiae é um fungo unicelular usado em diversos processos fermentativos desde a antiguidade. Essa levedura é muito utilizada na produção de álcool, desse modo, estudam-se diversas cepas com o objetivo de desenvolver uma capaz de suportar melhor aos estresses fermentativos, o que por sua vez, possibilitará um aumento de sua capacidade produtiva. As altas temperaturas e o aumento da concentração de etanol são condições comuns, mas que podem estressar a levedura, diminuindo assim a produtividade. A alta pressão hidrostática (HHP) se mostra como um bom modelo de estudo dos estresses ocorridos na fermentação, e pode ser utilizada para aumentar a tolerância das cepas, devido ao mecanismo de proteção cruzada, que está relacionada com uma resposta geral ao estresse. O aumento de espécies reativas de oxigênio (ROS) e as baixas temperaturas também apresentam vias que se enquadram nessa resposta geral. As ferramentas de bioinformática têm se mostrado de grande auxilio na integração de vias de regulação, de modo a melhorar a compreensão de respostas em diferentes experimentos através de estudos do metabolismo celular. Estes podem auxiliar a eleição de vias capazes de tornar a levedura mais resistente e produtiva. Neste trabalho utilizamos dados disponíveis na literatura de experimentos de microarranjos de cepas de Saccharomyces cerevisiae submetidas a diferentes estresses. Separamos os dados em sete classes e foram analisados os padrões de expressão gênica em Y440, BT0510 e BT0605 em diferentes tratamentos do estresse de HHP, assim como tratamentos de estresse etílico, térmico e oxidativo na cepa DBY9434. Observamos que as cepas submetidas a alta pressão hidrostática apresentavam um perfil de expressão gênico muito similar, com exceção da classe de transporte de membrana plasmática, sinalização e polaridade celular. Essa categoria foi estudada com maior profundidade para entendermos a piezotolerância apresentada pela cepa Y440 no estresse de HHP, dessa forma observamos a indução do transportador de glicerol-3-fosfato, que gerou um estresse oxidativo na célula. Constatamos também a indução de parte da via das pentoses fosfato, que pode ter ocorrido como resposta a esse estresse oxidativo. Outra particularidade observada foi a indução da síntese de aminoácidos sulfurados, resposta específica da HHP. As respostas aos estresses a que a cepa DBY9434 foi submetida mostraram-se similares entre si, e inferimos isso ao fato de que os estresses selecionados para as análises apresentam vias comuns de resposta ao estresse entre si. As cepas Y440, BT0510 e BT0605, submetidas às mesmas condições de estresse, mostraram respostas muito similares também, demonstrando um certo padrão de resposta geral comum a esse estresse. As ferramentas de bioinformática foram úteis para o estudo da modificação dos padrões de expressão gênica nesse grupo de estresses demonstrando que apesar de modificações em genes específicos ocorrerem existe um modelo de resposta celular através da modificação de vias chaves para a manutenção da sobrevivência da célula. / Saccharomyces cerevisiae is an unicellular fungus used in many fermentation process since ancient times. This yeast is widely used in the ethanol production, thereby various strains are studied in order to develop a able to withstand the fermentation stress, which in turn will provide increased its production capacity. The high temperatures and increased ethanol concentration are common, but can be stress the yeast, thereby decreasing productivity. High hydrostatic pressure (HHP) appears as a good model for studying the fermentation stresses and can be used to increase the tolerance of the strains due to cross-protect mechanism, which is associated with an overall response to stress. The increase in reactive oxygen species (ROS) and low temperatures have pathways that fall into this general response too. The bioinformatics tools have proved of great assistance in the integration of regulatory pathways in order to improve understanding of responses in different experiments using cell metabolism studies. These can help the process of election able to make more durable and productive yeast. In this paper, we use data available in literature from microarray experiments of Saccharomyces cerevisiae strains under different stresses. We split the data into seven classes and gene expression patterns were analysed in Y440, BT0510 and BT0605 in different treatments of HHP stress, as well as, ethyl, thermal and oxidative stresses in DBY9434. We observed that the strains subjected to high hydrostatic pressure had a very similar gene expression profile, with the exception of the plasma membrane transport, signaling and cell polarization class. This category was studied in greater depth to understand the piezotolerance presented by the Y440 strain in HHP stress, thus we observed induction of glycerol-3-phosphate shutter, that generated oxidative stress in the cell. We also note the pentose phosphate pathway (PPP) induction, that which may have occurred as a response to such oxidative stress. Another feature observed was the sulfur amino acid synthesis induction too, a specific response of HHP stress. The responses to stresses to which the DBY9343 strain underwent were similar to each other, and we infer that the fact that the stresses selected for the analyzes have common stress response pathways between them. The Y440 strains, BT0510 and BT0605, subject to the same stress conditions, showed very similar responses also showing a certain standard of general common response to this stress. Bioinformatics tools were useful for the study of the modification of gene expression patterns in this stress group demonstrated that despite changes that occur in specific genes exists a cellular response model by modifying key routes for the maintenance of cell survival.
16

Sistema adesivo universal: influência da técnica de condicionamento e da pressão pulpar com soro fetal bovino ou água deionizada na resistência de união à dentina humana /

Gonçalves, Lucélia Lemes. January 2014 (has links)
Orientador: Sérgio Eduardo de Paiva Gonçalves / Co-orientador: Taciana Marco Ferraz Caneppele / Co-orientador: Huéder Paulo Moisés de Oliveira / Banca: Eduardo Bresciani / Banca: Ana Cecília Côrrea Aranha / Resumo: A simulação da pressão pulpar é importante para reprodução das condições in vivo nos testes de resistência adesiva. Esse estudo avaliou a influência da pressão pupar simulada, utilizando soro fetal bovino ou água deionizada, na resistência de união à dentina do sistema adesivo Single Bond Universal (3M ESPE; Brasil Ltda.), in vitro, aplicado sob diferentes formas de condicionamento dentinário, ácido total e autocondicionante, através do teste de microtração. Setenta e dois molares humanos hígidos foram seccionados 1 mm abaixo da junção amelocementária para separação da coroa da porção radicular e seccionados paralelos à superfície oclusal para exposição de 2 mm de espessura de dentina. As amostras foram divididas aleatoriamente em 3 grupos: Grupo controle - sem pressão pulpar (n = 24); Grupo pressão pulpar soro - pressão pulpar com soro fetal bovino (n = 24); Grupo pressão pulpar água - pressão pulpar com água deionizada (n = 24). Em seguida, os espécimes foram divididos em 2 subgrupos (n = 12): Subgrupo condicionamento ácido total - ácido fosfórico 37% + SB Universal; Subgrupo autocondicionante - SB Universal. O sistema adesivo foi aplicado de acordo com a técnica de condicionamento dentinário ácido total ou autocondicionante, sob a simulação da pressão pulpar com 0 ou 15 cm de soro fetal bovino ou água deionizada (durante todo o procedimento restaurador). Os espécimes foram restaurados com a resina composta Filtek Z350 XT (3M ESPE). Após 48 h em água deionizada, os dentes foram seccionados para a obtenção de palitos com área adesiva de 1 mm2, e submetidos ao teste de microtração após 1 dia de armazenamento. A variação da resistência adesiva entre os grupos foi analisada pelos testes estatísticos ANOVA 2-fatores e Tukey (5% de significância). A maior média de resistência adesiva foi apresentada pelo grupo sem pressão pulpar simulada sob condicionamento dentinário.... / Abstract: The simulation of pulpal pressure is important for reproduction of in vivo conditions in tests of bond strength. This study evaluated the influence of the etching technique and simulated pulpal pressure with fetal bovine serum or deionized water on bond strength to dentin of Universal Single Bond (3M ESPE;. Brazil Ltda) in vitro. Seventy-two healthy human molars were cut 1 mm below the cemento-enamel junction to separate the crown of radicular portion and cut parallel to the occlusal surface for exposure of 2 mm thickness of dentin. Samples were randomly divided into 3 groups: control group - no pulpal pressure (n = 24); pulpal pressure group serum - pulpal pressure with bovine fetal serum (n = 24); pulpal water pressure group - pulpal pressure with deionized water (n = 24). Then, the subjects were divided into 2 subgroups (n = 12): Subgroup total etch - phosphoric acid 37 % + SB Universal; Self-etch subgroup - SB Universal. The adhesive system was applied according to the technique total-etch or self-etch under pressure simulation with pulp 0 or 15 cm bovine fetal serum or deionized water (throughout the restorative procedure). The specimens were restored with composite resin Filtek Z350 XT (3 m ESPE). After 48 h in deionized water, teeth were sectioned for obtaining beans with 1 mm² adhesive area, and subjected to the test,after 1 day of storage. The variation of bond strength between the groups was analyzed by ANOVA 2-way (simulated pulpal pressure and etch technique) and Tukey (5 % of significance). The highest average bond strength was presented by the group without simulated pulpal pressure self-etch (37.25 ± 4.12) and the lowest average by group simulated pulpal pressure with deionized water and self-etch procedure (26.12 ± 6, 46). There was statistically significant difference for the average bond strength of all groups tested without pressure (36.15a), pulpal ... / Mestre
17

Estudo da emissão do Cr3+ e CO2+ em matriz de KZnF3 sob pressão

Freire, Paulo de Tarso Cavalcante 24 July 1995 (has links)
Orientador: Volia Lemos Crivelenti / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica " Gleb Wataghin" / Made available in DSpace on 2018-07-21T18:35:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Freire_PaulodeTarsoCavalcante_D.pdf: 3929386 bytes, checksum: 58126c3970d073241bc4dd3abe1b1bb1 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Nesta tese são estudadas as luminescências do Cr3+ e do CO2+ na matriz cristalina KZnF3 nas condições de pressão atmosférica e altas pressões hidrostáticas. Tais sistemas possuem a importante característica de emitirem numa larga banda do espectro eletromagnético, do infravermelho distante até próximo do visível. Como conseqüência, são bons materiais para a produção de lasers sintonizáveis. O espectro de luminescência do KZnF3:Cr3+ é caracterizado por uma banda larga correspondente à transição eletrônica 4T2 ® 4A2 no regime de campo fraco. O efeito produzido pelo acréscimo de pressão hidrostática é um aumento do campo cristalino. Campo cristalino forte é caracterizado por uma luminescência de linhas finas, correspondentes à transição 2E ® 4A2. Neste trabalho foram determinadas as pressões nas quais ocorre o cruzamento dos estados eletrônicos excitados 4T2 - 2E do Cr3+ para o íon no sítio de simetria cúbica, bem como a pressão de cruzamento para o íon nos sítios de simetria trigonal e tetragonal à baixa temperatura. Foi realizada a identificação de todas as linhas finas que aparecem nos espectros de luminescência de baixa temperatura e altas pressões. Um estudo da luminescência do KZnF3:Co2+ foi feito à baixa temperatura e diversas pressões. À pressão atmosférica foi possível fazer a identificação de várias linhas do espectro de emissão, correspondentes a transições zero-fônon e outras a transições eletrônicas envolvendo fônons. Os resultados permitiram determinar o comportamento de várias energias de transição eletrônica com a pressão / Abstract: High resolution luminescence measurements were performed in KZnF3:Cr3+ and KZnF3:Co2+ for pressure varying in the range 0 - 12.5 GPa and temperature chosen between 300 K and 15 K. These materiais are solid-state wide band tunable lasers and their emission cover the region from far infra-red up to near visible spectrum. The reason for the tunability is that some of the electronic transitions of the impurity couple to the host lattice and exhibit broad band emission. At atmospheric pressure the multiphonon broad band emission from KZnF3:Cr3+ is due to the 4T2 ® 4A2 transition. The emission can be displaced towards the red portion of the visible spectrum by application of pressure. The limit is established by the crossing from low- to high-crystal-field regime. The results of this work lead to the determination of the crossing pressure at room temperature as well as at T = 90 K and furnish the direct measure of the separation between 2E and 4T2 states. The results are important because they open the possibility to select the tuning range for available pressures. Broadenings and line displacements observed for 2E close to the crossing region were attributed to the mixing of 2E and 4T2 states. In the high-crystal field regime, sharp lines dominate the spectra. These lines were identified with 2E ® 4A2 transitions from cubic and lower symmetry centers. Time-resolved spectroscopy provides support for our interpretation. Emission from KZnF3:CO2+ at T = 20 K occurs with several sharp lines superimposing on a broad band. Assignments of the sharp lines are given here based on comparison with previous reported data. Pressure data furnish the behavior of several electronic transition energies. A complete understanding of the emission properties of this material is achieved through our analisis / Doutorado / Física / Doutor em Ciências
18

Efeito de alta pressão hidrostatica e baixa temperatura no virus do mosaico dotabaco (TMV)

Vital, Claudia Maria Ribeiro 19 December 1996 (has links)
Orientador: Carlos Francisco Sampaio Bonafe / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-21T23:32:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vital_ClaudiaMariaRibeiro_M.pdf: 4992012 bytes, checksum: 4c245590f6b981aee5b05bbac96fe20e (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Investigou-se o efeito de baixa temperatura e diferentes concentrações de uréia combinados a alta pressão hidrostática (até 2,5 kbar) no Vírus do Mosaico do Tabaco (TMV), um vírus cilíndrico com 40.000 kDa de massa molecular, composto de aproximadamente 2.130 cópias da proteína capsídica (17,5 kDa) envolvendo uma fita de RNA positiva. O vírus foi purificado a partir de folhas de tabaco previamente infectadas com TMV. Os efeitos da pressão foram investigados utilizando gel filtração, microscopia eletrônica (antes e depois de incubação em alta pressão), e métodos espectroscópicos como espalhamento de luz Rayleigh (para avaliar o estado de agregação), fluorescência intrínseca com estudo da intensidade de fluorescência e centro de massa do espectro de emissão (relacionado à ocorrência de desnaturação), e fluorescência extrínseca utilizando-se o Bis-(8-anilinonaftaleno-l-sulfonato) (Bis-ANS) como sonda de ambientes hidrofóbicos. Pressão até 2,5 kbar induziu dissociação a a = 18%, e o subseqüente abaixamento de temperatura até -19 °c promoveu dissociação adicional, levando a a 72%. Nessas condições não ocorreu mudança significativa do centro de massa do espectro de emissão, portanto sem desnaturação significativa. A sonda Bis-ANS interagiu mais intensamente com a proteína capsídica na fase de abaixamento de temperatura, sugerindo estrutura semelhante a "molten globule", e provável interação do Bis-ANS com resíduos positivos da proteína capsídica. Microscopia eletrônica e gel filtração mostraram que os produtos de dissociação são estáveis, ocorrendo reassociação após meses. O gráfico de van't Hoff permitiu calcular a entalpia (DH) e entropia (DS) de associação por subunidade deste sistema, respectivamente +8,23 kca/mol e + 50,26 cal/K mol, mostrando que a associação do TMV é um processo entropicamente dirigido Uréia induziu significativa dissociação do TMV, e a incubação em alta pressão promovel dissociação a graus mais elevados. Resultados de microscopia eletrônica e gel filtração foran concordantes com esses achados. A desnaturação do TMV à pressão atmosférica foi observada apenas a partir de concentrações de uréia de 4,0 M. Alta pressão induziu desnaturação do TMV em presença de uréia 2,5 M, com desvio para o vermelho do centro de massa a valores semelhantes ao: obtidos em presença de uréia 6,0 M. A variação de volume de associação calculada através da dissociação por pressão (DVp) diminuiu de 16,3 a 3,1 ml / mol subunidade dissociante respectivamente na ausência e na presença de uréia 2,5 M. Essa diferença sugere que a uréi: promove exposição de interfaces proteína-proteína no TMV. A variação de volume di desnaturação calculada através do centro de massa, DVdes , em presença de uréia 2,5 M, foi de 103,5 ml/mol subunidade desnaturada / Abstract: In this work it was investigated the effect of low temperature and different urea concentrations combined with high hydrostatic pressure (up to 2.5 kbar) on purified samples of Tobacco Mosaic Virus (TMV). The TMV is a single strand RNA (positive sense) virus, showing a cylindrical morphology. It holds a molecular mass of 40,000 kDa and about 2130 copies of the capsidic protein (17.5 kDa). The effect of high pressure on the virus particles was followed by gel filtration, electron microscopy studies and spectroscopic methods such as Rayleigh light scattering (to evaluate the aggregation state), intrinsic fluorescence with fluorescence intensity and center ofmass emission spectra (related to denaturation occurrence) studies, and extrinsic fluorescence by using of Bis-(8-anilinonaphthalene-l-sulfonate) (BisANS) as hydrofobic environrnent probe. Results indicated that incubation at 2.5 kbar have induced dissociation to a = 18%, and decreasing of temperature to -19°C have promoted additional dissociation to a = 72%. In such condition it did not occur significative change in the center of mass emission spectra, therefore without significative denaturation. The BisANS probe interacted more intensively with the capsidic protein in the decreasing temperature phase, suggesting similar structure to molten-glubule, and probable interaction of Bis-ANS with positive residues of the capsidic protein. Electron microscopy and gel filtration studies showed that the dissociation products are stable, occuring reassociation process after months. The plot of van't Hoff allowed calculating the enthalpy (DH) and entropy (DS) of association per subunit moI of that system, respectively of +8.23 kcal/mol and +50.26 cal/K mol, indicating that the TMV association is an entropic driving processo Urea induced significative dissociation of TMV samples, and the incubation at high pressure promoted dissociation at higher levels. Electron microscopy and gel filtration results were in agreement with that findings. The denaturation of TMV at atmospheric pressure was observed only at 4.0 M and higher urea concentrations. High pressure induced TMV denaturation in the presence of 2.5 M urea, followed by red shift of the mass center up to values similar to those obtained in the presence of 6.0 M urea. The volume change of association calculated by the pressure dissociation (DVp) decreased from 16.3 to 3.1 ml/mol subunit dissociated, respectively in the absence and presence of 2.5 M urea. Such difference suggests that urea induces exposure of the interface protein-protein in the TMV particle. The volume change of denaturation calculated by the center of mass , DVdes in the presence of 2.5 M urea was of 103.5 ml/mol subunit denaturated. / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Biologia Funcional e Molecular
19

Estudo da aplicação de pressão em semicondutores pelo método SCF-X

Guimarães, Paulo Sergio 22 July 1979 (has links)
Orientador: Nelson de Jesus Parada / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghin / Made available in DSpace on 2018-07-14T19:30:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Guimaraes_PauloSergio_D.pdf: 1880111 bytes, checksum: fd74f773a636d97c6a698466d0324131 (MD5) Previous issue date: 1979 / Resumo: Este trabalho tem um duplo objetivo. Em uma primeira parte desenvolver o método de cluster, variante cristalina, visando aplicá-lo ao estudo de cristais covalentes. Na segunda parte do trabalho o método é usado no estudo de um material iônico. São estudados, também, os efeitos causados sobre as bandas de energia deste material pela aplicação de pressão hidrostática. O material escolhido para a primeira parte do trabalho foi a GaSb. Para a segunda parte foi escolhido o CuCl. Foram obtidos resultados bastante interessantes para os dois tipos de material / Abstract: This work is composed of two distinct parts. In the first part we intend to develop the cluster method, crystaline variant, intending to study covalent crystals. In the second part the method is applied to the study of an ionic material. We also studied the effects of the application of hidrostatic pressure on the energy bands of the material. The compound used in the first part of this work was the GaSb. In the second part we used the CuCl. Many interesting results were obtained in both parts of this work / Doutorado / Física / Doutor em Ciências
20

Efeito da temperatura e alta pressão hidrostática na termodinâmica da dissociação da hemoglobina extracelular / Temperature and high pressure effect on thermodynamic of the extracellular hemoglobin dissociation

Norberto, Douglas Ricardo, 1970- 03 December 2007 (has links)
Orientador: Carlos Francisco Sampaio Bonafé / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-18T11:09:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Norberto_DouglasRicardo_M.pdf: 4245356 bytes, checksum: 8a2d8041749dec81554527bd8729d8ea (MD5) Previous issue date: 2007 / Resumo: A hemoglobina extracelular de Glossoscolex paulistus (eritrocruorina) foi investigada com respeito ao efeito da temperatura na dissociação induzida por alta pressão hidrostática. O aumento de temperatura e pressão induziu o processo de dissociação, como observado pela significativa diminuição da intensidade de espalhamento de luz. Tais informações foram confirmadas através de HPLC em gel filtração e microscopia eletrônica. Ocorreu uma redução dos valores de energia livre de Gibbs de dissociação indicando um processo predominantemente endotérmico. A variação de entalpia (?H) observada no processo foi de 27,82 MJ/mol de hemoglobina (Hb) e a de entropia (T?S), à temperatura de 293 K, de 23,91 MJ/mol de Hb. Foi encontrada uma redução da mudança de volume de dissociação (?V) de -78,20 para -10,44 mL/mol de subunidade de Hb. Em condições atmosféricas e temperatura de 293 K, a variação da energia interna de dissociação (?U) foi de 27,82 MJ/mol de Hb e da energia livre de Helmholtz, (?A), de 3,92 MJ/mol de Hb. Os resultados da dissociação oligomérica em alta pressão no intervalo de temperatura investigado mostraram a ocorrência de etapas distintas de mudança de estabilidade conformacional. Complementarmente, foi realizado um estudo das interações intersubunidades e da área de exposiçao da proteína ao solvente no processo de dissociação, permitindo a obtenção de importantes dados quantitativos no processo / Abstract: Glossoscolex paulistus extracelluar hemoglobin (erithrocruorin) was studied with respect of thermal effect on the dissociation induced by high hydrostatic pressure. The increase of temperature and pressure led to dissociation process, as observed by the significant decrease in the intensity of light scattering values. Such information was confirmed by HPLC gel filtration and electron microscopy. A predominantly endothermic process was observed with the reduction in the Gibbs free energy of dissociation. The enthalpy change (?H) obtained was of 27,82 MJ/mol of hemoglobin (Hb) and the entropy change (T?S), at a temperature of 273 K, 23,91 MJ/mol of Hb. The estimated volume change of dissociation (?V) decreased from -78,20 to -10,44 mL/mol of subunit of Hb. The change of internal energy of dissociation (?U), at atmospheric conditions and temperature of 293K, was of 27,82 MJ/ mol of Hb and the change of free energy of Helmholtz (?A) was of 3,92 MJ/mol of Hb. The results also indicated that the dissociation of oligomeric Hb at high pressure and at investigated temperature range occurs in distinct steps of conformational stability and allowed to obtain significant quantitative data in the process. In addition, it was studied the subunity interactions and related exposed area of the protein solvent dissociation, attempting to obtain an quantitative description of the process / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Biologia Funcional e Molecular

Page generated in 0.0972 seconds