• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 136
  • 1
  • Tagged with
  • 138
  • 138
  • 138
  • 86
  • 81
  • 31
  • 19
  • 19
  • 17
  • 16
  • 15
  • 15
  • 14
  • 14
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Perfil clínico e epidemiológico de pacientes hemofílicos atendidos no centro de hematologia e hemoterapia do Piauí- HEMOPI / Clinical profile and epidemiological of patients hemophiliacs treated at the hematology and hemotherapy center of Piauí-HEMOPI

Monte, Maria de Fátima Lemos do 27 January 2016 (has links)
MONTE, M. F. L. Perfil clínico e epidemiológico de pacientes hemofílicos atendidos no centro de hematologia e hemoterapia do Piauí-HEMOPI. 2016. 68 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-06-09T12:52:01Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_mflmonte.pdf: 1685122 bytes, checksum: 0c43d2f5838c00399b2adbd040942824 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-06-09T12:52:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_mflmonte.pdf: 1685122 bytes, checksum: 0c43d2f5838c00399b2adbd040942824 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-09T12:52:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_mflmonte.pdf: 1685122 bytes, checksum: 0c43d2f5838c00399b2adbd040942824 (MD5) Previous issue date: 2016-01-27 / Hemophilia A or B is a recessive disease linked to the X chromosome that results from deficiency of blood coagulation factors VIII or IX, respectively, resulting of acquired or hereditary factors. This disease is characterized by causing spontaneous mucocutaneous bleeding, as well as the joints, we muscles, system gastrointestinal and central nervous system, leading to high morbidity and mortality. Like other chronic diseases, the treatment of hemophilia is costly, especially when patients are treated prophylactically. Because it is a disease whose treatment is very expensive, in addition to adverse effects and related complications, especially when patients develop inhibitors against factors which they are administered. In view of its many complications and the clinical significance of the disease, tis thought to classify hemophiliacs about the disease type (A or B) get social demographics of this population in terms of race, age, sex and region of origin. For this, the medical records of 180 patients treated at Hemopi were analyzed, the period from January 2011 to July 2014. The results of this study show that most of the patients studied were mulatto (42%), distributed in hemophilia A (161) and B (19). The degree of severity prevalent in each group were mild (53%) and severe (53%) for hemophilia A and B, respectively. The patients are mostly resided of the Mid-North macro-region of Piauí State (56%). Among the studied hemophiliacs, only 17 had some type of joint involvement, with blood type O + as found (29%). The positivity for the inhibitor against factor VIII (23 patients) showed up mostly in severe hemophilia A. The viral coinfection appeared in 3 of the 13 positive individuals’ viral infections, namely HBV and HCV (15%) and HCV and HIV (8%). Thus, it is concluded that hemophiliacs treated at HEMOPI system are characterized (in dominance by category) by individuals of mixed ethnicity, pardos blood type O +, with the disease classification mild hemophilia A, aged between 20 and 30 years, living mostly in the macro-region Mid-North State. / A hemofilia A ou B é uma doença recessiva ligada ao cromossomo X que resulta da deficiência dos fatores de coagulação de sangue VIII ou IX, respectivamente, podendo decorrer de fatores adquiridos ou hereditários. Esta doença se caracteriza por provocar sangramentos mucocutâneos espontâneos, bem como nas articulações, os músculos, sistema gastrintestinal e no sistema nervoso central, levando a grande morbidade e mortalidade. Assim como outras doenças de caráter crônico, o tratamento da hemofilia é de alto custo, especialmente quando os pacientes são tratados de forma profilática. Por tratar-se de uma doença com tratamento muito dispendioso, além dos efeitos adversos e complicações relacionadas, principalmente quando os pacientes desenvolvem inibidores contra os fatores que lhes são administrados. Em vista das suas inúmeras complicações e pela importância clínica da doença, tem-se como objetivo classificar os hemofílicos quanto ao tipo da doença (A ou B), obter dados sócio demográficos desta população quanto à raça, idade, sexo e região de origem. Para isso, foram analisados os prontuários de 180 pacientes atendidos no Hemopi, no período de janeiro de 2011 a julho de 2014. Os resultados deste estudo mostram que a maioria dos pacientes estudados eram de cor parda (42%), distribuídos em hemofílicos A (161) e B (19). O grau de severidade prevalente em cada grupo foi de leve (53%) e grave (53%) para hemofilia A e B, respectivamente. A maioria residia na macrorregião Meio-Norte do Estado do Piauí (56%). Dentre os hemofílicos estudados, apenas 17 apresentaram algum tipo de comprometimento articular, sendo o tipo sanguíneo O+ o mais encontrado (29%). A positividade para o inibidor contra o fator VIII (23 indivíduos) apresentou-se em sua maioria, nos hemofílicos A graves. A co-infecção viral apresentou-se em 3 dos 13 indivíduos positivos para infecções virais, sendo eles HBV e HCV (15%) e HCV e HIV (8%). Desta forma, conclui-se que os hemofílicos atendidos no sistema ambulatorial do HEMOPI se caracterizam (em predomínio por categoria) por indivíduos de cor parda, tipo sanguíneo O+, com classificação da doença hemofilia A leve e idade entre 20 e 30 anos, residentes em sua maioria na macro-região Meio-Norte do Estado.
2

Efetividade das medidas de controle e prevenção das infecções em unidade neonatal de um hospital público de referência na Amazônia / Effectiveness of infection control prevention measures in a neonatal unit of an Amazon reference public hospital

Saraty, Salma Brito [UNIFESP] 28 September 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:50:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-09-28 / Introdução: Estudos recentes têm enfatizado a tolerância zero à infecção hospitalar (IH), não sendo mais aceita como consequência da internação em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Objetivo: Avaliar a efetividade da implantação das medidas de controle e prevenção sobre a densidade de incidência das IH em unidade neonatal. Método: Estudo de coorte prospectiva com intervenção, que incluiu recém-nascidos portadores de um ou mais critérios NNISS, realizado em uma unidade neonatal pública de referência na região Amazônica. A avaliação foi executada em dois períodos: pré-intervenção (1º/01-30/06/2005) com 1173 pacientes e pós-intervenção (1º/01-30/06/2006) com 855 pacientes. A intervenção compreendeu a implantação de: treinamento da equipe assistencial sobre a técnica para higienização das mãos (jul/2005); Clorhexidine 2% para assepsia da pele no curativo cirúrgico e punção vascular e álcool gel 70% para higienização das mãos (set/2005); racionalização de antimicrobianos, escore hematológico e proteína C reativa seriados para suspensão da antibioticoterapia (set/2005) e isolamento de contato para IH por germes resistentes (nov/2005). Durante o estudo, o cateter central de inserção percutânea não foi utilizado. IH foi considerada conforme os critérios de Garner et al (1988). Mensalmente foi calculada a densidade de incidência das IH e a taxa de utilização de cateter central e de ventilação pulmonar mecânica, nas fases pré e pósintervenção. As características clínicas entre os dois grupos foram comparadas com test t e quiquadrado e as densidades de incidência de IH e as taxas de utilização de cateteres e de ventiladores, segundo a distribuição de Poisson. Resultado: As características demográficas foram semelhantes nos dois períodos (média de peso ao nascer 2250g e de idade gestacional 34 semanas, PN<1500g - 18%, sexo masculino - 53% e cirurgia de médio/grande porte - 4%). O período pré- vs pós-intervenção evidenciou: pacientes com IH - 22% vs 13% (p<0,001) e RN PN <1500g com IH - 61% vs 27% (p<0,001). O número de pacientes-dia foi respectivamente de 16.606 e 15.060 nas fases pré e pós-intervenção. A comparação das duas fases evidenciou que a densidade de incidência das IH reduziu de 20,6 para 10,0 por mil pacientes-dia e a densidade de incidência da infecção da corrente sanguínea associada a cateter foi de 30,5 para 10,0 por mil cateteres-dia, enquanto a densidade de uso de cateter central passou de 50,1 para 63,6. A pneumonia associada à ventilação mecânica foi reduzida de 22,9 para 6,5 por mil ventiladoresdia, sendo que a densidade de uso da ventilação permaneceu entre 11,6 e 15,5 nos dois períodos. A evolução para óbito relacionado à IH ocorreu em 63% dos pacientes antes da intervenção e caiu para 13% após a intervenção (p<0,001). Conclusão: Esforços associados a medidas de prevenção e controle de infecção resultaram na queda significativa das densidades de incidência de infecção hospitalar em UTI neonatal da Amazônia. / Introduction: Recent researches have emphasized zero tolerance against nosocomial infection (NI), no longer accepted as a consequence of admission to the Neonatal Intensive Care Unit (NICU). Objective: To evaluate the effectiveness of the implementation of control and prevention measures on the incidence density of NI in the neonatal ICU. Method: Prospective cohort study with intervention, which included infants with one or more NNISS’s criteria, performed in a reference public neonatal ICU in the Amazon region. The evaluation was made in two periods: pre-intervention (Jan/01/05 - Jun/30/05) with 1173 patients and postintervention (Jan/01/06 - Jun/30/06) with 855 patients. The intervention included the implementation of team training on the technique for hand hygiene (Jul/05), 2% chlorhexidine for skin antisepsis in surgical dressing and vascular puncture and 70% alcohol gel for hand hygiene (Sep/05), rationalization of antimicrobial, hematological score and C-reactive protein serials for suspension of antibiotic therapy (Sep/05) and contact isolation to NI caused by resistant germs (Nov/05). During the study, the percutaneous inserted central catheter was not used. NI was considered according criteria of Garner et al (1988). Monthly incidence densities of NI and the density of central catheter and mechanical ventilation were calculated in pre-and post-intervention period. Clinical characteristics between the two groups were compared with test t and chi-square and the incidence densities of NI and the densities of catheters and ventilators, according to the Poisson distribution. Results: Demographic characteristics were similar in both periods (average birthweight 2250g and 34 weeks gestational age, BW <1500 g - 18%, male - 53% and major surgery - 4%). The period pre-intervention versus post-intervention showed patients with NI - 22% vs 13% (p <0.001) and VLBW infants with NI - 61% vs 27% (p <0.001). The number of patient-days was 16,606 and 15,060 respectively in pre and postintervention. The comparison among the two period showed that the incidence density of NI reduced from 20.6 to 10.0 per 1000 patient-days and the density of bloodstream infection associated with catheter use was 30.5 to 10.0 per 1000 catheter-days, while the density of central catheter use increased from 50.1 to 63.6. The pneumonia associated to mechanical ventilation was reduced from 22.9 to 6.5 per 1000 ventilator-days, and the density of use of ventilation remained between 11.6 and 15.5 in the two periods. Death related to NI occurred in 63% of patients before intervention and decrease to 13% after the intervention (p <0.001). Conclusion: Efforts associated with measures of prevention and infection control have resulted in significant decrease of incidences of nosocomial infection in neonatal intensive care unit of the Amazon. / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações
3

Educação em saúde na prevenção e controle da esquistossomoseavaliação de duas abordagens educativas com professores do município endêmico de Malacacheta-Minas Gerais

Murta, Felipe Leão Gomes January 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-28T12:18:23Z (GMT). No. of bitstreams: 2 felipe_murta_ioc_mest_2016.pdf: 2506895 bytes, checksum: a765e8bfa364a8d6c5a32fe6f7ac1e1c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2016 / Made available in DSpace on 2016-07-05T23:52:46Z (GMT). No. of bitstreams: 3 felipe_murta_ioc_mest_2016.pdf.txt: 181778 bytes, checksum: bfd1ea2c9fd92c06e8ce0ebe372f6b38 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) felipe_murta_ioc_mest_2016.pdf: 2506895 bytes, checksum: a765e8bfa364a8d6c5a32fe6f7ac1e1c (MD5) Previous issue date: 2016 / Introdução: A esquistossomose mansônica é endêmica no Brasil. As crianças em idade escolar detêm as maiores prevalências e cargas parasitárias. Estudos que avaliaram os limites e possibilidades das abordagens educativas para o controle da endemia sugerem que os programas devem investir em estratégias que levem em conta a realidade local, o empoderamento e a integração dos profissionais da saúde e educação e o desenvolvimento de ações com os grupos mais vulneráveis, como os escolares. Objetivos: Este trabalho visa: (a) estimar as taxas de infecção por Schistosoma mansoni entre os profissionais de educação no município de Malacacheta, área endêmica de Minas Gerais; (b) formar professores multiplicadores do conhecimento sobre esquistossomose entre os escolares; (c) avaliar o uso, no ensino fundamental, de duas abordagens educacionais sobre prevenção e controle da esquistossomose; e (d) verificar se as abordagens educacionais contribuem para promover mudanças no nível do conhecimento que aproxime o saber popular e o científico dos professores e alunos de forma sustentável no tempo Metodologia: A positividade para S. mansoni nos profissionais da educação do município foi estimada através de inquérito parasitológico de fezes (n=522), usando o método de Kato-Katz. Dois cursos de atualização sobre a doença, com abordagens distintas, foram ministrados para professores de diferentes disciplinas do município endêmico de Malacacheta, Minas Gerais. Questionários semiestruturados foram aplicados aos professores e seus alunos, antes e após as ações educativas, para levantar os conhecimentos prévios e adquiridos. Resultados: A prevalência da esquistossomose no grupo estudado foi de 5,9% e os resultados das análises dos questionários/entrevistas apontam para mudança significativa no conhecimento sobre a doença, tanto nos professores que participaram dos cursos, quanto de seus alunos. As ações educativas contribuíram para aumentar o conhecimento sobre a doença de um modo geral, que foi multiplicado e sustentável mesmo após um ano das ações educativas / Schistosomiasis mansoni is endemic in Brazil. The highest prevalences and parasite loads are among school-age children. Studies to evaluate the limitations and potential of educational approaches to its control suggest that programmes should invest in strategies that address the local situation and the empowerment and integration of health and education personnel and provide for actions with the most vulnerable groups, such as schoolchildren. Objectives: This study aims: (a) to assess infection rates by Schistosoma mansoni among education personnel in Malacacheta, a municipality in the endemic area of Minas Gerais; (b) to train teachers as multipliers of knowledge of schistosomiasis among schoolchildren; (c) to evaluate the use, with primary and middle-school teachers, of two educational approaches on schistosomiasis prevention and control; and (d) to ascertain whether the educational approaches contributed to knowledge rearrangement that approximates the popular and scientific know-how of teachers and their pupils and whether that knowledge is sustainable in time Methodology: S. mansoni infection among education personnel in the municipality was estimated by parasitology stool test (n=522), using the Kato-Katz method. Two refresher courses using different, but complementary, educational approaches (critical pedagogy and pedagogy of creative play) to the disease were given to teachers of various different subjects. Semi-structured questionnaires were applied to teachers and their pupils, before and after the educational actions, in order to survey prior and acquired knowledge. Results: Prevalence of schistosomiasis in the study group was 5.9%, while the results of analysis of the questionnaires/interviews pointed to significant changes in knowledge of the disease among teachers who took the course and their pupils. The educational actions contributed to improve the knowledge about the disease in general, which was multiplied and sustained even after one year the educational actions
4

Estratégias na prevenção de pneumonia associada à traqueostomia em Unidade de Semi Intensiva / Successful prevention of tracheostomy associated pneumonia in step-down units

Eid, Raquel Afonso Caserta [UNIFESP] January 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:46:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014 / Introdução: Os cuidados na prevencao de infeccoes nas unidades de terapia intensiva estao bem descritos e definidos, porem, a vigilancia dos pacientes internados em unidades de semi intensiva que necessitam de cuidados intermediarios e que dispoem de ventilacao mecanica via traqueostomia por equipamentos com 2 niveis de pressao, precisam ser compreendidos. Objetivo: Avaliar o efeito das intervencoes implementadas em uma unidade de semi intensiva em dois diferentes periodos, na reducao de pneumonia associada a traqueostomia. Metodos: Estudo de coorte historica (ou a quasi experimental study) conduzido em uma unidade de terapia semi intensiva. Foram implementadas varias intervencoes para otimizar a prevencao de pneumonia associada a traqueostomia e avaliadas em duas fases. De janeiro de a outubro de 2007 (fase 1), algumas praticas recomendadas pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC) foram implementadas e realizada a vigilancia pela equipe do Servico de Controle em Infeccao Hospitalar (SCIH) quanto aos casos de pneumonia associado a traqueostomia. De outubro de 2007 a agosto de 2008 (fase 2) mantivemos as mesmas praticas recomendadas pelo CDC, o acompanhamento pela mesma equipe do SCIH, porem iniciamos a auditoria destes processos de materiais, com intervencao a beira leito concomitantemente. Resultados: A densidade de incidencia de pneumonia associada a traqueostomia na semi intensiva por 1000 traqueostomias/dia foi de 6,0 na fase 1 e de 0,7 na fase 2. Ocorreu uma reducao de comparando a fase 1 com a fase 2. Conclusao: Estes resultados sugerem que a reducao na frequencia de pneumonia associada a traqueostomia e um processo continuo que envolve a mensuracao e a intervencao do desempenho multiprofissiona / BV UNIFESP: Teses e dissertações
5

Avaliação da fosfoglicerato mutase de Schistosoma mansoni como potencial antígeno imunoprotetor e identificação de novos alvos para teste de diagnóstico e vacina contra esquistossomose.

Patrocínio, Paola Rezende January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-09T17:23:36Z No. of bitstreams: 1 dissertação completa.v13-FINAL IMPRESSAO.pdf: 2723996 bytes, checksum: ad47662ee3990bbd58750f161b0a7903 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-09T17:23:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissertação completa.v13-FINAL IMPRESSAO.pdf: 2723996 bytes, checksum: ad47662ee3990bbd58750f161b0a7903 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-09T17:23:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissertação completa.v13-FINAL IMPRESSAO.pdf: 2723996 bytes, checksum: ad47662ee3990bbd58750f161b0a7903 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-09T17:23:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertação completa.v13-FINAL IMPRESSAO.pdf: 2723996 bytes, checksum: ad47662ee3990bbd58750f161b0a7903 (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / A esquistossomose é uma doença parasitária causada por parasitos do gênero Schistosoma. Apesar das tentativas de controle e introdução do tratamento com praziquantel, a doença persiste. Desse modo, o desenvolvimento de uma vacina poderá contribuir para o controle da doença. Dentre outras evidências, o alto nível de proteção alcançado pela vacinação com cercárias irradiadas em camundongos e a presença de indivíduos naturalmente resistentes à infecção por Schistosoma mansoni em áreas endêmicas sugerem a existência de mecanismos que induzem proteção contra esquistossomose. Por meio de experimentos de Western-blotting bidimensional utilizando soro de indivíduos de área endêmica para esquistossomose e extrato proteico de vermes adultos, selecionamos a proteína fosfoglicerato mutase de S. mansoni (SmPGM) para ser testada em ensaios de imunização em camundongos, uma vez que spots correspondentes a esta proteína foram reconhecidos pelo soro de indivíduos naturalmente resistentes à infecção e também porque análises in silico do seu potencial antigênico indicaram que SmPGM é uma das proteínas de S. mansoni que mais possuem peptídeos antigênicos. A região codificadora do gene foi inserida em vetor de expressão em células de mamíferos e após certificar a expressão da proteína por Western-blotting usando anticorpo anti-His (C-term) e extrato proteico de células HEK 293T transfectadas, outra construção de DNA similar, que não expressa a proteína em fusão com 6xHis, foi usada nos ensaios de imunização gênica em camundongos. Entretanto, não houve redução no número de vermes adultos recuperados de camundongos vacinados e desafiados, bem como no número de ovos liberados nas fezes e retidos no fígado e intestino. Além disso, não houve alteração na ovoposição das fêmeas, nem no número e tamanho dos granulomas. A imunização gênica não foi capaz de induzir resposta humoral, resposta imune celular e produção de citocinas. Sendo assim, foram realizados experimentos de imunização de camundongos com dois peptídeos sintéticos de SmPGM, que também não resultou em proteção pelos parâmetros analisados. Este projeto também teve como objetivo identificar proteínas de membrana, principalmente do tegumento do parasito. Para isso, um extrato proteico de vermes adultos de S. mansoni enriquecido com proteínas de membrana foi obtido e também utilizado em experimentos de Western-blotting bidimensional. Foram detectados spots proteicos que reagiram diferencialmente aos pools de soro de indivíduos de área endêmica para esquistossomose. Entretanto, todos os spots imunorreativos foram submetidos à identificação por espectrometria de massas. / The schistosomiasis is a parasitic disease caused by parasites of genus Schistosoma. Even with the attempts to control the disease and the introduction of the treatment with the praziquantel drug, the disease persists. Thereby, the development of one long lasting protection, based in vaccine therapy, would be a great benefit for the disease control. Among others evidences, the high protection level achieved by vaccination with irradiated cercarie in mice and the presence of naturally resistant individuals to infection by S. mansoni in endemic areas suggest the existence of mechanisms that induce protection against schistosomiasis. By the two-dimensional Western-blotting experiments using pool of serum of individuals from schistosomiasis endemic area and adult worm protein extract, we selected the protein S. mansoni phosphoglycerate mutase (SmPGM) to be tested in immunization assays in mice, since your corresponding spots were recognize by the pool of serum of naturally resistant individuals to infection and also because in silico analysis of its antigenic potential indicated that SmPGM is one of the S. mansoni proteins that have more antigenic peptides. The codion region of the corresponding gene was inserted into a plasmid vector for gene expression in mammalian cells and after ensuring the protein expression by Western blotting using anti-His (C-term) antibody and protein extract of transfected HEK 293T cells, another similar DNA construction, without the 6xHis-tag, was used to DNA immunization assays in mice. However, there was no reduction in the number of adult worms recovered from vaccinated and challenged mice, as well as in the number of eggs released in feces and retained in the liver and intestine. Furthermore, there was neither change in the female oviposition, nor in the number and area of the granulomas. The DNA immunization was not able to induce humoral, cellular immune response and cytokine production. Thus, in mice immunizations were also performed with two SmPGM synthetic peptides. This immunization protocol also resulted in lack of protective immunity against S. mansoni infection according to the analyzed parameters. This project also aimed to identify membrane proteins, mainly of the S. mansoni parasite tegument. For this, a protein extract of S. mansoni adult worms enriched with membrane proteins was obtained and also used in two-dimensional Western-blotting experiments. Protein spots that reacted differentially to the serum pools of individuals from endemic area for schistosomiasis were detected. However, all immunoreactive spots were subjected to mass spectrometry identification.
6

Aspectos biológicos da infecção pelas cepas wMel e wMelpop de Wolbachia sobre populações naturais de Aedes aegypti do Rio de Janeiro

Dutra, Heverton Leandro Carneiro January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-15T19:02:13Z No. of bitstreams: 1 Dissertação finalizada 15-05-14 Heverton Leandro Carneiro Dutra.pdf: 3315632 bytes, checksum: ba1df84d76a5e93b094eea244f5269c5 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-15T19:02:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação finalizada 15-05-14 Heverton Leandro Carneiro Dutra.pdf: 3315632 bytes, checksum: ba1df84d76a5e93b094eea244f5269c5 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-15T19:02:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação finalizada 15-05-14 Heverton Leandro Carneiro Dutra.pdf: 3315632 bytes, checksum: ba1df84d76a5e93b094eea244f5269c5 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-15T19:02:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação finalizada 15-05-14 Heverton Leandro Carneiro Dutra.pdf: 3315632 bytes, checksum: ba1df84d76a5e93b094eea244f5269c5 (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / Wolbachia constitui um gênero de bactérias endossimbiontes, gram-negativas, maternalmente transmitidas, intracelulares obrigatórias. Estima-se que cerca de 20 a 70% de todas as espécies de artrópodes conhecidas estão infectadas por estas alfaproteobactérias, as quais em seus hospedeiros causam uma série de efeitos biológicos incluindo “parasitismo reprodutivo”, o qual favorece a dispersão da bactéria na população de campo. Interessante notar que populações naturais de um dos mais importantes vetores de doença, Aedes aegypti, não estão infectadas por Wolbachia, mas quando duas cepas da bactéria, wMelPop e wMel foram independentemente inseridas nesta espécie, elas diminuíram significativamente a competência vetorial para os vírus DENV e Chikungunya. Recentemente, Wolbachia foi proposta como uma nova estratégia para reduzir a incidência da dengue (ED = www.eliminatedengue.org). Entretanto, o controle da dengue baseado em Wolbachia só será efetivo se a infecção bacteriana gerada em laboratório for capaz de se fixar na população de campo. Com isto em mente, nós avaliamos os efeitos das cepas wMelPop e wMel de Wolbachia em uma variedade de parâmetros biológicos de A. aegypti recém retrocruzados, contendo o background genético brasileiro, em preparação para liberações em campo, criados em diferentes condições estressantes. Para ambas as cepas estudadas, houve uma diferença significativa no tempo de desenvolvimento larval apenas na condição mais estressante, independente do sexo. Com relação à infecção por wMel, nós observamos uma série de mudanças fenotípicas, indo desde nenhum efeito aparente para alguns parâmetros (fecundidade e fertilidade), a parcialmente prejudiciais (longevidade e tamanho corpóreo na condição mais estressante), e parcialmente benéficos (níveis elevados de glicogênio, uma fonte chave de reserva nutricional, sob a condição mais estressante). Em termos dos níveis da infecção por Wolbachia, houve de forma geral, uma maior concentração da bactéria no background genético dos mosquitos brasileiros ao longo do tempo para a cepa wMel, comparado ao background genético dos mosquitos australianos, exibindo uma taxa de transmissão materna de 94%. A taxa de incompatibilidade citoplasmática no background genético dos mosquitos brasileiros foi de 99,51% para esta mesma cepa. Para a cepa mais virulenta, wMelPop, houve de forma surpreendente, efeitos fenotípicos benéficos: o tempo de desenvolvimento larval foi menor nos indivíduos infectados, os quis apresentaram um maior tamanho corpóreo e maior reserva de glicogênio na condição altamente estressante comparado a fêmeas não infectadas. Em conclusão, nosso trabalho salienta alguns dos efeitos fenotípicos chave de Wolbachia na biologia de A. aegypti brasileiros, aonde ela é capaz de se fixar sem causar mudanças prejudiciais à biologia do hospedeiro. Nós também acreditamos que o trabalho contribui com informações relevantes com relação aos efeitos benéficos da cepa wMel, sendo esta adequada para aplicação destes mosquitos infectados no campo para possivelmente controlar no futuro os surtos de dengue no Brasil. / Wolbachia constitutes a genus of obligate, intracellular, maternally-transmitted, gram-negative bacterial endosymbionts. It is estimated that between 20 to 70% of all known arthropods are infected by these alphaproteobacteria, which in their hosts cause a variety of biological effects including "reproductive parasitism", which favors the spread of the bacteria in wild populations. Interestingly, natural populations of one of the most important disease vectors, Aedes aegypti, do not harbor Wolbachia, but when two Wolbachia strains, wMelPop and wMel were independently inserted into this species, they have significantly reduced the mosquito vectorial competence for DENV and Chikungunya viruses. Recently, Wolbachia has been trialed as a novel strategy for reducing the incidence of dengue fever (ED = www.eliminatedengue.org). However, Wolbachia-based control of dengue will only be effective if the bacterial infection generated in the laboratory is able to fixate into wild mosquito population. With this in mind, we evaluated the effects of the wMelPop and wMel strains of Wolbachia on a variety of biological parameters of recently backcrossed Brazilian A. aegypti mosquitoes genetic background, in preparation for field releases, reared under different stress conditions. For both strains studied, there was a significant difference in larval development time only in the most stressful condition, where infected individuals developed more rapidly than uninfected, regardless of sex. With respect to the wMel infection, we observed several phenotypic changes, ranging from no effect at all for some parameters (fecundity, fertility), to partially detrimental (longevity and body size in highest stress condition), and partially beneficial effects (increased levels of glycogen, a key nutritional reserve, under the highest stress condition). In terms of Wolbachia infection levels, there was generally a higher bacterial concentration in the Brazilian genetic background over time for the wMel strain compared to the Australian genetic background, exhibiting a maternal transmission rate of 94%. The wMel rate of cytoplasmic incompatibility in the Brazilian genetic background was 99.51%. For the more virulent strain, wMelPop, there were surprisingly beneficial phenotypic effects: larval development time was lower in infected individuals, which also had an increased body size and glycogen content in highest stress condition compared to uninfected females. In conclusion, our work highlights some of the key phenotypic effects of Wolbachia on the biology of Brazilian A. aegypti, where it is able to reach fixation without causing detrimental changes to its host biology. We also think it contributes with relevant information regarding the beneficial effects of the wMel strain, being suitable for the application of these infected mosquitoes in the field and possibly control dengue outbreaks in the future in Brazil.
7

Detecção da bactéria Wolbachia em insetos através da técnica LAMP (amplificação isotérmica mediada por loop).

Gonçalves, Daniela da Silva January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-16T15:19:17Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_BCM_Daniela da Silva Gonçalves.pdf: 3089652 bytes, checksum: 385ead67db7f264f48369a8a80a7040e (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-16T15:19:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_BCM_Daniela da Silva Gonçalves.pdf: 3089652 bytes, checksum: 385ead67db7f264f48369a8a80a7040e (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-16T15:19:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_BCM_Daniela da Silva Gonçalves.pdf: 3089652 bytes, checksum: 385ead67db7f264f48369a8a80a7040e (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-16T15:19:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_BCM_Daniela da Silva Gonçalves.pdf: 3089652 bytes, checksum: 385ead67db7f264f48369a8a80a7040e (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / Wolbachia pipientis é uma bactéria intracelular que infecta cerca de 40% dos artrópodes e alguns nematódeos, causando alterações reprodutivas em seus hospedeiros. Recentemente, duas cepas de Wolbachia (wMelPop e wMel) foram inseridas individualmente em Aedes aegypti (não infectado naturalmente) e os mosquitos adultos contendo a Wolbachia foram menos suscetíveis a diferentes arboviroses (Dengue e Chikungunya) bem como ao Plasmodium sp. Atualmente, mosquitos A. aegypti contendo Wolbachia (wMel) estão sendo liberados a campo em diversos países, pelo Programa Eliminate Dengue, como possível agente de controle biológico de Dengue. Durante o processo de invasão de mosquitos contendo Wolbachia no campo, há a necessidade de realização de coletas e screening semanal de grandes quantidades de mosquitos para detecção de Wolbachia, via PCR quantitativo, técnica ainda bastante onerosa. Diante disto, é imprescindível o desenvolvimento de um método rápido, específico e de baixo custo para detecção de mosquitos infectados com a bactéria, para levantamento e monitoramento da disseminação da Wolbachia em campo. No presente trabalho, desenvolvemos com sucesso um método rápido de detecção através do LAMP (Amplificação isotérmica mediada por loop) que utiliza 3 pares de primers que se ligam em 8 regiões distintas do DNA alvo, o que torna a reação bastante específica. Em nosso caso, desenhamos iniciadores baseando-se na sequência alvo do gene 16S rRNA da bactéria. Para padronização, foram utilizados mosquitos da colônia do Insetário do Laboratório de Malária do CPqRR, infectados e não infectados por Wolbachia, além de insetos de campo (mosquitos e insetos de diferentes ordens) doados por colaboradores. O tempo de incubação estabelecido para a amplificação foi de 90 minutos à 63oC, sendo possível a realização da reação tanto em termociclador, como em banho seco. Para análise da sensibilidade, foi feita a diluição seriada de plasmídeo contendo a sequência alvo de 109 à 100 cópias, sendo possível a amplificação utilizando apenas 1 cópia do DNA. Para verificar a especificidade, foram utilizadas amostras de diferentes espécies de bactérias e em nenhuma delas ocorreu a amplificação, confirmando que o LAMP é bastante específico. Uma maneira de reduzir os custos foi através da redução da concentração da enzima Bst DNA polimerase por reação e, com apenas 1 unidade, a amplificação ocorreu de maneira eficiente. Para visualização dos resultados, foram utilizados dois corantes, o azul de hidroxinaftol (HNB) e SYBR Green I. Em ambos foi possível diferenciar as amostras positivas das negativas sem a necessidade de géis de agarose, sendo que, com o HNB, não há manipulação de produto amplificado pois é adicionado antes da reação, o que evita possíveis contaminações, e também é possível observar a diferença de cores a olho nu, sem o uso de luz UV. Comparando os custos, em reais, para realização da técnica de PCR e LAMP, esta apresentou um custo de 53,92% menor em relação ao PCR, o que confirma ser uma técnica de baixo custo, já que não requer equipamentos sofisticados e nem eletroforese em gel de agarose para análise dos resultados. Desenvolvemos, neste trabalho, uma técnica para detecção de Wolbachia bastante especifica, rápida, sensível e de baixo custo a qual possibilita seu uso em larga escala para monitoramento de diversas espécies de insetos infectadas no campo. / Wolbachia pipientis is an intracellular bacterium that infects about 40% of arthropods and some nematodes, causing reproductive alterations in their hosts. Recently, two strains of Wolbachia (wMelPop and wMel) were individually introduced into Aedes aegypti (naturally uninfected) and the adult mosquitoes containing Wolbachia were less susceptible to different arboviruses (Dengue and Chikungunya) and Plasmodium sp. Currently, A. aegypti mosquitoes containing Wolbachia (wMel) are being released in the field in many countries, through the Eliminate Dengue Program, as a possible biological control agent for Dengue. During the invasion of mosquitoes containing Wolbachia in the field there is the need to weekly screen large numbers of mosquitoes to detect Wolbachia via quantitative PCR, a technique still quite costly. Due to this fact, it is essential to develop a rapid, specific and inexpensive method to detect mosquitoes infected with this bacterium, to survey and monitor the spread of Wolbachia in the field. In the present study we successfully developed a rapid detection method through LAMP (loop-mediated isothermal amplification) using 3 pairs of primers that bind to 8 distinct regions of the target DNA, increasing the specificity of the reaction. In our case, we designed primers based on the sequence of the Wolbachia 16S rRNA gene. During the optimization process we used colony mosquitoes reared at the Insectary of the Malaria Laboratory (CPqRR), either infected or uninfected with Wolbachia. We also used field insect samples (mosquitoes and insects belonging to different orders). The incubation time allowing amplification was set to 90 minutes at 63oC, being possible to perform the reaction either in a thermocycler or on a heat block. For sensitivity analysis, we performed serial dilutions of plasmid DNA (109 to 100 copies) containing the target sequence and the amplification was still possible by using only one copy of the plasmid DNA. To verify the specificity, samples of different bacterial species were used and in none of them the amplification occurred, confirming that the LAMP is very specific. To reduce the reaction cost we were able to reduce the amount of the Bst DNA polymerase down to 1 unit and we can see clearly a great amplification. To visualize the results, two dyes were used, the Hydroxy Naphtol Blue (HNB) and SYBR Green I. In both cases it was possible to differentiate positive from negative samples without the need to run agarose gels. An advantage of using the HNB is that there is no need to manipulate amplified products as this dye is added before the reaction, avoiding possible contamination, and it is also possible to see the difference in color by naked eye without the need of UV light. When comparing the costs, in Brazilian Reais, to perform PCR or LAMP, the latter had a cost 53.92% lower than the PCR, and it does not require sophisticated equipment or electrophoresis agarose gel to analyze the results. In the present study, we develop a technique for Wolbachia detection which is very specific, rapid, sensitive and with low cost enabling its use in large-scale monitoring of Wolbachia infection status of several insect species.
8

Caracterização molecular de Plasmodium vivax isolados de infecções primárias e recaídas e a influência da homeostase do ferro na ativação dos hipnozoítos .

Araújo, Flávia Carolina Faustino de January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T17:31:57Z No. of bitstreams: 1 tese_BCM_FlaviaCarolinaFaustinodeAraujo (1).pdf: 6447994 bytes, checksum: e1003f53d66906ae9e36b51d22b19b5a (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T17:32:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 tese_BCM_FlaviaCarolinaFaustinodeAraujo (1).pdf: 6447994 bytes, checksum: e1003f53d66906ae9e36b51d22b19b5a (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T17:32:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 tese_BCM_FlaviaCarolinaFaustinodeAraujo (1).pdf: 6447994 bytes, checksum: e1003f53d66906ae9e36b51d22b19b5a (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-17T17:32:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_BCM_FlaviaCarolinaFaustinodeAraujo (1).pdf: 6447994 bytes, checksum: e1003f53d66906ae9e36b51d22b19b5a (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / As hipóteses deste trabalho são a de que parasitos que causam recaídas são geneticamente homólogos aos parasitos das infecções primárias e que infecções múltiplas podem estar presentes nas infecções primárias e recaídas; Além dessas, outra hipóstese é de que a hepcidina esteja envolvida no desenvolvimento de recaídas. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi analisar a variabilidade genética de isolados de amostras pareadas infecção primária/recaídas de um mesmo paciente e investigar a associação entre a homeostase do ferro, particularmente da hepcidina e sua associação com a ativação dos hipnozoítos além de avaliar a resposta imunológica contra os principais antígenos do P. vivax. Sessenta e cinco amostras pareadas de 30 pacientes foram genotipadas utilizando 10 marcadores moleculares através de eletroforese capilar. Além disso, a presença de infecção múltipla nos pacientes foi confirmada através da clonagem dos fragmentos amplificados dos microssatélites e genotipagem a partir de diferentes colônias. Na análise baseada nos alelos predominantes foi demonstrado que os parasitos da recaída são principalmente heterólogos em relação à infecção primária e que geralmente ocorre uma flutuação entre os alelos predominantes nos diferentes episódios do indivíduo. Entretanto, o número de alelos por marcador foi limitado e geralmente os alelos foram idênticos nos diferentes episódios da doença num mesmo paciente. A principal contribuição deste estudo foi demonstrar uma alta taxa de infecções múltiplas tanto das infecções primárias como nas recaídas, sendo que infecções múltiplas puderam ser identificadas com um mínimo de Cinco marcadores. Foram feitas dosagens bioquímicas de ferro, ferritina, níveis de hepcidina e análise de outras variáveis como hemoglobina e parasitemia dos pacientes. Houve diferença significativa entre os grupos somente na análise de níveis de hemoglobina sendo maior nas recaídas. Acredita-se que o número de amostras foi um limitante das análises estatísticas. O gene codificador da hepcidina foi sequenciado nas amostras de área sem transmissão e de área endêmica. Não foram encontrado polimorfismos nesse gene mostrando seu alto grau de conservação. Não foi observada diferença nos níveis de resposta imunológica contra os antígenos do P. vivax nas infecções primárias e recaídas. As infecções por este parasito são observadas com alta diversidade genética e com a presença de múltiplas variantes em uma mesma infecção, sendo esta, primária ou recaída da doença, variantes que podem sofrer variações em sua frequência durante a evolução da doença. Com estes resultados espera-se contribuir para o esclarecimento dos aspectos relacionados à diversidade genética dos parasitos e dos mecanismos que influenciam o desenvolvimento das recaídas do P. vivax, que poderão ajudar no seu prognóstico, direcionamento o tratamento e auxiliando no controle da doença. / The hypothesis of this study was that the parasites causing relapses are genetically homologous to the parasites from primary infections and multiple clone infections might be present in both primary and relapses of vivax malaria. Moreover the hypothesis here was that hepcidin is involved in the development of relapses In this context, the aim of the study was to analyze the genetic variability of isolates of paired samples primary / relapse infection in the same patient and to investigate the association between iron homeostasis, particularly hepcidin and its association with hypnozoites activation and to assess the immune response against the main antigens of P. vivax. Sixty-five paired samples of 30 patients were genotyped using 10 molecular markers by capillary electrophoresis. Moreover, the presence of multiple infections was confirmed by cloning of microsatellites amplicons and genotyping of different colonies. We showed that relapse parasites are mainly heterologous compared to the ones of the primary infection and that a change in the alleles composition occurs in the different episodes of the individual. However, the number of alleles per marker was usually limited and the alleles were identical in the different episodes of the disease in the same patient. The main contribution of this study was to demonstrate a high rate of multiple infections both in primary infection and relapse, demonstrated for the first time, and multiple infections could be identified with a minimum of five markers. Biochemical levels of iron, ferritin, hepcidin levels and analysis of other variables such as hemoglobin and parasitemia of patients were performed. There was a significant difference between the groups only in the analysis of hemoglobin levels being higher in relapse. It is believed that the number of samples was a restriction to statistical analysis. The gene encoding hepcidin was sequenced in samples from area without transmission and endemic area. No polymorphisms were found in this gene showing the high conservation. There was no difference in levels of immune response against the antigens of P. vivax infections in primary and relapse. Infections with this parasite are observed with high genetic diversity and the presence of multiple variants in the same infection, which is primary or recurrence of disease, variants that may vary in their frequency during the course of the disease. With these results we hope to contribute to the clarification of aspects of the genetic diversity of parasites in relapses of P. vivax, which may help in the prognostic treatment guidance and ultimately help the control of the disease.
9

Caracterização da maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em Biomphalaria glabrata e o efeito da infecção por Schistosoma mansoni no processo

Queiroz, Fábio Ribeiro January 2015 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T17:41:26Z No. of bitstreams: 1 Fábio Ribeiro Queiroz - Caracterização da maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em Biomphalaria glabrata e o efeito da infecção por Schistosoma mansoni no processo - 2015.pdf: 3625694 bytes, checksum: fa248ee7f88a52b2c4f2165fa5d9b5e4 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T17:41:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Fábio Ribeiro Queiroz - Caracterização da maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em Biomphalaria glabrata e o efeito da infecção por Schistosoma mansoni no processo - 2015.pdf: 3625694 bytes, checksum: fa248ee7f88a52b2c4f2165fa5d9b5e4 (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T17:41:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Fábio Ribeiro Queiroz - Caracterização da maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em Biomphalaria glabrata e o efeito da infecção por Schistosoma mansoni no processo - 2015.pdf: 3625694 bytes, checksum: fa248ee7f88a52b2c4f2165fa5d9b5e4 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-06-18T17:41:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Fábio Ribeiro Queiroz - Caracterização da maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em Biomphalaria glabrata e o efeito da infecção por Schistosoma mansoni no processo - 2015.pdf: 3625694 bytes, checksum: fa248ee7f88a52b2c4f2165fa5d9b5e4 (MD5) Previous issue date: 2015 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou / A Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 240 milhões de pessoas, em 78 países, necessitam de tratamento para esquistossomose, uma doença crônica causada por trematódeos do gênero Schistosoma. No Brasil, o Schistosoma mansoni é o único representante deste gênero, cuja passagem pelo hospedeiro invertebrado, caramujos do gênero Biomphalaria, é obrigatória antes de infectar um hospedeiro mamífero, entre eles o homem. A interação parasito-hospedeiro invertebrado é complexa, podendo o grau de susceptibilidade do caramujo à infecção variar desde extremamente permissivo até completamente resistente. Com o genoma e transcriptoma de B. glabrata disponíveis, o estudo de genes relacionados à regulação da expressão gênica, principalmente aqueles responsáveis pela maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs poderão auxiliar no entendimento da biologia do vetor B. glabrata bem como sua relação como o parasito S. mansoni. Alguns aspectos da interação parasito-hospedeiro invertebrado continuam pouco explorados, incluindo a participação dos pequenos RNAs não codificadores de proteínas como miRNAs, siRNAs e piRNAs. Utilizando ferramentas de bioinformática e PCR quantitativa, buscamos identificar e caracterizar a maquinaria de processamento de miRNAs e piRNAs em B. glabrata. Nosso trabalho demonstra que a maquinaria necessária para o processamento destas moléculas está ativa em B. glabrata com expressão gênica diferencial dos genes Argonauta, Drosha, Piwi, Exportina 5 e Tudor em diferentes estágios de desenvolvimento do animal bem como durante a infecção pelo S. mansoni. As análises de bioinformática utilizadas nesse trabalho mostraram a alta conservação dos genes envolvidos na maquinaria de miRNAs e piRNAs utilizando análise e distribuição de domínios conservados, análise de resíduos do sítio catalítico bem como análise filogenética. Estes dados sugerem que a maquinaria de silenciamento mediada por miRNAs e piRNAs interferem na biologia do caramujo durante todo o seu ciclo de vida, além de contribuir, de maneira ainda indefinida, na relação B. glabrata/S. mansoni. Estudos mais detalhados necessitarão ser realizados para confirmar a participação das preditas proteínas da via de miRNAs e piRNAs na relação parasito/hospedeiro, principalmente sua participação efetiva em seus genes alvos, uma vez que o parasito S. mansoni não possui expressa a via de piRNAs em seu genoma / The World Health Organization (WHO) estimates that about 240 million people in 78 countries require treatment for schistosomiasis, a chronic disease caused by trematodes of the genus Schistosoma. In Brazil, the Schistosoma mansoni is the only representative specie, whose passage through the invertebrate host, snails of the genus Biomphalaria, is mandatory before infecting a mammalian host, including humans. The interaction between the invertebrate host and the parasite is complex and the degree of susceptibility of the snail to infection ranges from extremely permissive to completely resistant. With the genome and transcriptome of B. glabrata available, the study of genes related to the regulation of gene expression, particularly those responsible for miRNAs and piRNAs processing machinery may assist in vector biology understanding B. glabrata well as its relation to the parasite Schistosoma mansoni. Some aspects of this interaction are still poorly explored, including the participation of small RNAs not protein-coding as miRNAs, siRNAs and piRNAs. Using bioinformatics tools and quantitative PCR, we seek to identify and characterize the processing machinery of miRNAs and piRNAs in B. glabrata. Our work shows that the protein machinery required for processing these molecules are active at the level of gene transcription in B. glabrata with a differential expression of the genes Argonauta, Drosha, Piwi, Exportin 5 and Tudor in different developmental stages and also during infection with S. mansoni. The bioinformatics analysis used in this study showed the high conservation of genes involved in miRNAs and piRNAs machinery using analysis and distribution of conserved domains, the catalytic site residue analysis and phylogenetic analysis. These data suggest that the silencing machinery mediated by miRNAs and piRNAs interfere in the snail biology throughout its life cycle, and contribute, even indefinitely, in relation B. glabrata/S. mansoni. More detailed studies need to be performed to confirm the participation of the predicted proteins of miRNAs and piRNAs pathway in the parasite/host relationship, mainly their effective participation in their target genes, since the parasite S. mansoni has not expressed the piRNAs pathway in its genome.
10

Estudo populacional de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) no Município de Belo Horizonte e no Parque Estadual do Sumidouro – Minas Gerais - Brasil

Saraiva, Lara January 2015 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2016-04-11T16:10:17Z No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_LaraSaraiva.pdf: 5064404 bytes, checksum: 0de0a8fd07fbd0e6a577f8be885ebb1b (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2016-04-11T16:10:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_LaraSaraiva.pdf: 5064404 bytes, checksum: 0de0a8fd07fbd0e6a577f8be885ebb1b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-11T16:10:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_LaraSaraiva.pdf: 5064404 bytes, checksum: 0de0a8fd07fbd0e6a577f8be885ebb1b (MD5) Previous issue date: 2015 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / O município de Belo Horizonte e sua região metropolitana ilustram o mais sério exemplo de expansão da leishmaniose visceral no sudest e do Brasil. O município e o parque Estadual do Sumidouro localizam-se no bioma cerrado, segundo ma ior bioma terrestre da América do Sul. Os objetivos deste projeto foram: estudar a variação sazonal da fauna flebotomínica no DS Venda Nova (Belo Horizonte) e no PES; descrever os padrões de riqueza e diversidade fauna flebotomínica nas formações vegetais do PES e no DS Venda Nova; de terminar a taxa de infecção natural de fêmeas capturadas; est udar a variação morfológica das populações de Lu. longipalpis coletadas nos diferentes ambientes; aval iar os impactos das ações de controle realizadas no DS Venda Nova nas taxas de oc orrência sazonal e dens idade das populações de flebotomíneos. Foram realizadas coletadas mensais no pe ríodo de agosto de 2011 a agosto de 2013. Os insetos foram identificados de acordo com Galati 2003. As fêmeas coletadas não ingurgitadas foram submetidas à extração de DNA e reações de PCR e de PCR-RFLP para a averiguação da infecção natural por espécies de Leishmania. Para comparação das localidades de estudo foi utilizada análise descritiva e índices ecológicos. Para a comparação morfológica trinta casais (quinze proveni ente do DS Venda Nova e quinze do PES) da espécie Lu. longipalpis foram medidos, e foram comparados tantos as médias como as variâncias dos caracteres entre os grupos. As ações de contro le da LV no DS Venda Nova realizadas nos período de janeiro de 2011 a dezembro de 2013 foram analisadas descritivamente e relacionadas à curva sazonal de Lu. longipalpis . A riqueza, a diversidade e a equitabilidade da fauna de flebotomíneos foram marcadamente dife rentes entre o DS Venda Nova e o PES. Na área urbana foram coletados 2.247 espécimes pertencentes a cinco gênero s e oito espécies, a curva de acumulação de espécies atingiu a satu ração na 19º amostragem. No DS Venda Nova a curva de variação sazonal foi delineada principalmente por Lu. longipalpis e 95,3% dos espécimes pertenciam a esta espécie. Lu. longipalpis apresentou taxas de infecção natural de 1,01% para Leishmania infantum e 1,77% para Leishmania braziliensis . No PES foram coletados 4.675 espécimes pertencentes a ci nco gêneros e 25 esp écies e a curva de acumulação atingiu a saturação na 16º amostragem. No PES não houve uma única espécie que apresentasse padrão tão pronunciado de dominância. Lu. longipalpis correspondeu a 5,35% dos espécimes. Diversas espécies com envolvi mento (suspeito ou comprovado) nos ciclos de LTA foram registradas. Uma fêmea do comple xo cortellezzi apresent ou detecção positiva para Le. braziliensis. A comparação morfométrica e de co mposição de feromônios indicou grande similaridade entre as duas populações de Lu. longipalpis avaliadas. A análise realizada para co rrelação das ações de controle com a variação sazonal de Lu. longipalpis indicam a necessidade de estudos pormenorizados para inferências mais robustas. Os resultados evidenciam a dominância da espécie Lu. longipalpis no ambiente urbano, e indicam que as mudanças antrópicas no cerrado podem a lterar a composição das populações de flebotomineos e os ciclos de tran smissão de patógenos aos humanos. / The municipality of Belo Horizonte and its me tropolitan region illustrate the most serious example of the expansion of leishmaniasis in southeast Brazil. The m unicipality of Belo Horizonte, its metropolitan region, and th e Sumidouro State Park, are in the Brazilian Savannah biome (Cerrado). This is the second la rgest terrestrial biome in South America. The aims of this project were: to study the seasona l variation of sand flies in SD Venda Nova (Belo Horizonte) and in the PES; to describe the ric hness and diversity pa tterns of sand flies in the vegetable formations of PES and SD Venda Nova; to determine the natural infection rate of females captured; to study the morphological variation of Lu. longipalpis populations from different environments; to evaluate the im pacts of LV control actio ns carried out in DS Venda Nova in seasonal occurr ence of sandflies. Sampling was performed every month over three consecutive days using HP light trap s form August 2011 to August 2013. The insects were identified according to Galati 2003. Th e non-engorged females were subjected to DNA extraction and PCR reactions and the PCR-RFLP for the investigation of natural infection with Leishmania species. To compare the study sites was used descriptive analysis and ecological indexes. In the morphological comp arison thirty couples (fifteen from the DS Venda Nova and fifteen PES) of Lu. longipalpis species were measured and the means and variances were compared. The LV control actions in DS Venda Nova conducted in the period from January 2011 to December 2013 were analyzed descriptively and related to seasonal curve Lu. longipalpis. Richness, diversity and evenness in the study areas, urban and park protected area, were distinct. In Venda Nova SD 2.427 sand flies specimen s belonging to five genera and eight species were collected and the species accumulation curve reached saturation in the 19º sampling. In Sumidouro State Park a total of 4,675 sand flie s specimens belonging to nine genera and 25 species were collected and the species accumulation curve reached the saturation in the 16º sampling. In Venda Nova SD the species seasonal variation curve is predominantly determined by Lu. longipalpis . In Venda Nova 95.3% of the collected specimens belonged to the species Lu. longipalpis and this species exhibited a natural infection rate of 1.01% for Le. infantum and 1.77% for Le. braziliensis . In the Sumidouro State Park a total of 4,675 sand fly specimens of 25 species bel onging to nine genera were collected. The seasonal curve is not delineated by a unique species. In the park area, Lu. longipalpis accounted for only 5.35% of the collect ed specimens. The main vector of Le. infantum , Lu. longipalpis, accounted for only 5.35% of the specimens collected. Proven or suspected vectors of Le. braziliensis were recorded, and one female of the cortellezzii complex tested positive for Le. braziliensis DNA. The results make evident the Lu. longipalpis dominance in the urban environment. Our d ata demonstrate that anthropic modifications in the savannah studied area sign ificantly altered the sandflies populations and the Leishmania transmission cycles.

Page generated in 0.0863 seconds