• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 41
  • Tagged with
  • 41
  • 21
  • 12
  • 10
  • 7
  • 6
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Utilização da sardinha (sardinella Aurita) como substituto parcial de carne na elaboração de embutidos

Miranda Sanchez, Luis Raul 15 July 2018 (has links)
Orientador: Ihiel Schwartz Schneider / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Tecnologia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-15T11:59:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MirandaSanchez_LuisRaul_M.pdf: 1917124 bytes, checksum: d0caacfcd6568b153ccc06619830575f (MD5) Previous issue date: 1975 / Resumo: Com a finalidade de testar a viabilidade da utilização de pescado como substituto parcial da carne na elaboração de salsichas tipo Viena, preliminarmente realizaram-se análises da composição química da polpa de pescado e provas de rendimento desta em: cação (Mustellus mustellus), pescada foguete (Macrodon ancylodon) e sardinha (Sardinella aurita). Também determinou-se: a) as perdas de sólidos totais e material nitrogenado solúvel na água empregada para lavar a polpa, a fim de desodoriza-la parcialmente; b) a capacidade de retenção de água na polpa lavada. Devido as perdas durante a lavagem, decidiu-se abandonar o processo de desodorização, optando-se pelo uso de polpa não lavada. Assim sendo, foram efetuadas quatro provas em nível de laboratório e cinco experiências na planta piloto, tentando-se elaborar um embutido misto. Foram realizadas análises microbiológicas no produto experimental antes e depois da pasteurização, e durante a armazenagem em temperatura entre 5° e 10°C. Paralelamente foram feitas determinações de: trimetilamina (TMA); bases voláteis totais (BVT); ácidos graxos livres (AGL); índice de Peróxidos (IP); acido tiobarbitúrico (TBA); pH e nitrito de sódio residual. O tempo máximo de conservação do produto armazenado em temperatura entre 5° e 10°C, foi de 12 a 14 dias. Finalmente, foram também conduzidas análises sensoriais, evidenciando que o produto experimental apresentou características de sabor, textura e preferência, semelhantes aos produtos tradicionais do mercado / Abstract: In order to test the feasibility of utilizing fish as a partial substitute for meat in the manufacture of Vienna-type sausage, preliminary analyses were carried out to determine the chemical composition and yield of fish pulp from: shark (Mustellus mustellus), hake (Macrodon ancylodon) and sardine (Sardinella aurita). Measurements included: a) Losses of total solids and soluble nitrogenous material in the wash water used to obtain the deodorized fish pulp; b) Water retention capacity of the washed fish pulp. Due to severe losses occuring during the washing process, it was decided to omit this step; the manufacturing of mixed sausage was continued with non-washed fish pulp. Four trials were made at the laboratory level and five batches on a pilot plant scale. The microbiological content of the experimental product was determined before and after pasteurization and during different periods of storage at temperature between 41° and 50°F (5° and 10°C). At the same time determinations were made of: trimethylamine (TMA); total volatile bases (TVB); free fatty acids (FFA); Peroxid Index (PI); thiobarbituric acid (TBA); pH and residual sodium nitrite. The shelf life of the experimental product under refrigeration was 12 to 14 days. Finally sensory evaluation of the mixed sausage showed that taste, texture and preference was good and similar to commercial meat sausages / Mestrado / Mestre em Tecnologia de Alimentos
2

Manejo e maturação em cativeiro da sardinha-verdadeira, Sardinella brasiliensis (Steindachner, 1879) no sul do Brasil

Pereira, Herdras de Luna 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T03:20:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 287049.pdf: 807796 bytes, checksum: 1ef9b9e67a94ac139aeb47c0fcf8d098 (MD5) / A sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) faz parte da família Clupeidae. Pequenos pelágicos costeiros, planctófagos, formam grandes cardumes de importância econômica em várias regiões do mundo. O intenso esforço de pesca, bem como à influência direta das variações ambientais e a falta de consenso entre os segmentos envolvidos com a atividade, levaram a uma crise na pesca e a depleção do estoque de sardinha-verdadeira. A principal espécie de isca utilizada pela frota atuneira de vara e isca viva no Brasil é a Sardinella brasilienisis O presente trabalho teve como objetivos desenvolver técnicas de cultivo em cativeiro, a afim, de aplicar metodologias especificas para Sardinella brasiliensis de manejo e maturação em cativeiro. Inicialmente foram coletados 800 reprodutores e transportados por 5 h para a área de estudo. A densidade de transporte foi de 0,4 peixe L-1, a vazão da água no tanque de transporte era de 60 L min-1, obtendo-se 53 % de sobrevivência para a etapa de captura e transporte. Posteriormente as sardinhas foram estocadas em tanque-rede mantidas em confinamento, onde após seis dias de confinamento apresentaram 45,9 % de sobrevivência, com a maioria das gônadas em estágio de repouso reprodutivo e esvaziadas em recuperação. Posteriormente foram transferidas para o laboratório, utilizando para o transporte, caixa plástica com troca parcial de água e adição inicial de anestésico (30 mg L-1 de benzocaina), apresentaram na transferência entre o tanque-rede e laboratório 89,7 % de sobrevivência. Quando estocadas em laboratório durante 21 dias as sardinhas receberam oferta da ração NRD (55 % proteína bruta, 4551 Kcal Kg-1 de energia bruta), com uma taxa de 4 % da biomassa dos peixes dia-1, dividido em três alimentações diárias. Após confinadas durante 6 dias e a primeira estadia em laboratório, 21 dias, as sardinhas aclimataram-se ao cativeiro e após a redução significativa do peso total entre a primeira vez confinada em tanque rede e o laboratório, retomaram o peso total (WT) de 50,6 para 57,1 (g). Inicialmente em laboratório não alcançaram o processo de maturação gonadal avançado, apresentando apenas 2 % de ovócitos com (Ø) entre 450 - 600 µm, encontrados em indivíduos próximo da desova. Ainda em laboratório receberam o tratamento profilático com a exposição dos espécimes durante 5 minutos próximo a água doce, alcançando sobrevivência de 100 % no manejo sanitário. Retornando pela segunda vez para o tanque-rede foi encontrado a maior relação gonadossomática para todo o período de experimento, RGS de 5,5. Pela segunda vez confinada em laboratório após 40 dias as sardinhas apresentaram o maior percentual de ovócitos na classe entre 450 - 600 µm, com diferença significativa entre todos os momentos de estudo. Após três processos de captura e transporte (estresse) entre os ambientes de estudo, o lote de sardinha se manteve em maturação. As sardinhas responderam positivamente ao processo de maturação gonadal, alcançando estágio de gônadas maduras possibilitando a indução hormonal, em ambos os ambientes de confinamento, tanque-rede e laboratório, apresentando-se como uma espécie potencial para aqüicultura.
3

Efeito de diferentes dietas no desempenho zootécnico de juvenis de sardinha-verdadeira, Sardinella brasiliensis, criados em tanque-rede

Dick, Jeferson Luis January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:48:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327921.pdf: 1272848 bytes, checksum: dd886f6510d61728925ecb4830ed698b (MD5) Previous issue date: 2014 / Juvenis de sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) são capturados e utilizados como isca-viva na pesca do atum Katsuwonus pelamis. Para poder aumentar o rendimento desta pescaria, seria necessário produzir iscas em cativeiro. Nesse sentido, esse trabalho avaliou o desenvolvimento zootécnico e a resistência ao manejo das sardinhas-verdadeiras criadas em tanque-rede com diferentes dietas. O experimento foi realizado em tanques-redes de 3,5 m3 instalados na Enseada da Armação do Itapocoroí Â Penha/SC. Inicialmente os peixes tinham 47,16 ± 0,32 mm de comprimento total (CT) e 0,62± 0,016 g de peso. Durante 40 dias os peixes foram submetidos a três tratamentos, no Tratamento A - TA foi utilizado uma ração comercial para peixes onívoros e no Tratamento B - TB uma ração para peixes carnívoros marinhos, o Tratamento C - TC não foi alimentado, dispondo apenas do plâncton natural. Os dados de CT e peso foram obtidos em intervalos de 10 dias e calculados: o Ganho em comprimento e peso, a taxa de crescimento específico do peso, a relação do peso com o CT, o fator de condição relativo (Kn) e estimado o crescimento pelo modelo de von Bertalanffy. A resistência dos peixes foi testada com manejo com puçá e mudança brusca na temperatura da água. A sobrevivência foi de 81% nos Tratamentos A e B e de 55% no TC. O desempenho no TB foi significativamente melhor (P<0,05) que os demais e no final o CT foi de 78,7 ± 0,25 mm, no TA 69,8 ± 0,11 mm e no TC 61,5 ± 0,1 mm e o peso final foi de 3,75 ± 0,43 g no TB, 2,53 ± 0,06 g no TA e no TC 1,63± 0,1 g. Em todos os tratamentos o crescimento foi alométrico positivo e os peixes estiveram em boas condições de higidez. A taxa de crescimento, estimada pelo modelo de von Bertalanffy, foi maior no TB (0,93 ano-1) contra 0,83 e 0,78 ano-1 nos Tratamentos A e C respectivamente. Todos os peixes utilizados no teste de manejo sobreviveram. A S. brasiliensis juvenil teve uma boa adaptação aos tanques-rede e, embora o alimento natural possa contribuir, o uso de ração é indispensável. A qualidade nutricional da ração para carnívoros promoveu um crescimento mais rápido. De maneira geral, os peixes criados em tanques-rede estavam aptos ao embarque como isca-viva.
4

Parametros de avaliação da maturação de sardinha (Sardinella brasiliensis, S.) no processo de anchovagem

Beirão, Luiz Henrique 14 July 2018 (has links)
Orientador : Ottilio Guernelli / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agricola / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:23:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Beirao_LuizHenrique_M.pdf: 2099635 bytes, checksum: f4d030ea59b5a5e113ab8a470b433211 (MD5) Previous issue date: 1979 / Resumo: Foram feitas quatro preparações de sardinha (Sardinella brasiliensis), anchovada, de acordo com a técnica empregada nos Países Mediterrâneos, para a anchova verdadeira. No decorrer do processo, foram avaliados diversos parâmetros químicos para se verificar a utilidade desses testes como critérios objetivos da evolução da maturação do pescado. Paralelamente, analises sensória is foram realizadas por uma equipe de provadores familiarizados com este tipo de produto. Os resultados mostram que o pescado processado quando inteiro maturou mais rápido do que as preparações evisceradas, e, entre estas, as que foram aplicadas enzimas proteolíticas , a maturação foi mais rápida do que o lote apenas eviscerado. As quatro preparações de pescado atingiram o estado típico de produto anchovado após 24 semanas de maturação. De acordo com os resultados a determinação da percentagem de proteínas solúveis em cloreto de sódio 0,6 N e a taxa de nitrogênio não-proteíco parecem ser os testes de maior potencial para uso como indicadores de maturação. Os teores de trimetilamina mantiveram-se estáveis durante todo o processo, o mesmo ocorrendo com a contagem de microorganismos mesófilos, psicrófilos e halófilos. As determinações dos índices de peróxido e de ácido tiobarbitúrico, durante todo o curso do processo de maturação, mostraram que houve alterações de pouca importância quanto à oxidação dos lipídios. Os ácidos graxos livres e o nitrogênio volátil apresentaram-se em aumento contínuo durante todo o processo de maturação, porem,dado que essas alterações parecem não estar ligadas aos processos deteriorativos, pode-se admitir que são resultantes de efeitos secundários da degradação de proteínas e de lipídios característicos do processo de maturação. / Abstract: Four stocks of sardines (Sardinella brasiliensis) were ripened following a process used in the Mediterranean countries to prepare anchovies. During the whole process, there were determined several chemical parameters to verify the usefulness of these tests as an objetive criteria for ripening. At the same time, the samples were submitted to sensory evaluation by a tasting panel of familiarized with this type of product. The results showed that the whole sardines ripened more rapidly than the eviscerated ones. Among these, two lots that were treated with proteolytic enzymes ripened more rapidly than the untreated ones. The four preparations attained the typical flavor, texture and color of a ripe product after 24 weeks. According to the results, of chemical analysis the determination of the solubility of the protein and the values of non protein nitrogen seem to be the best indicators of the changes during ripening. The trimethylamine value was not increased through the whole process and a similar observation was made for the agar plate count of mesophyllic, psychrophillic and halophillic bacteria. The determination of the peroxide value and thiobarbituric acid test showed that detrimental changes of the lipid fraction were of minor importance. The free fatty acid content and the volatile Nitrogen increased continuously with the progress of ripening, However as the general sanitary condition was satisfactory, it was concluded that such increases were the normal result of the ripening process. / Mestrado / Mestre em Tecnologia de Alimentos
5

Variabilidade climática marinha na plataforma sudeste brasileira e sua relação com a pesca da sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis)

Pinaya, Walter Hugo Diaz 05 September 2012 (has links)
No description available.
6

Crescimento de juvenis, maturação sexual, reprodução e larvicultura da sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) em cativeiro

Silva, Luiz Augusto Reis da January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:26:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 324625.pdf: 443915 bytes, checksum: f599b73a799187d36f87d719e39eee52 (MD5) Previous issue date: 2013 / A sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) é uma importante espécie da pesca comercial no Brasil, sendo utilizada pela indústria pesqueira como isca-viva para captura do bonito-listrado (Katsuwonus pelamis). Este trabalho teve como objetivo acompanhar o crescimento, maturação, desova e larvicultura da sardinha-verdadeira através de juvenis capturados no ambiente natural e mantidos em confinamento até a idade de primeira maturação. Duas coletas de juvenis capturados por traineiras foram realizadas. Cerca de 2.000 juvenis na primeira, com peso médio de 2,9 ± 0,33 g e comprimento total médio de 7,9 ± 0,81 cm e na segunda, 1.500 peixes com 1,35 ± 0,32 g de peso médio e 5,98 ± 0,44 cm de comprimento médio. Após 300 dias de cativeiro, os peixes da primeira captura apresentaram peso e comprimento total médios de 36,65 ± 7,33 g e 15,85 ± 0,93 cm. Os da segunda, após 330 dias, apresentaram peso médio de 50,41 ± 8,9 g e comprimento total médio de 17,92 ± 0,84 cm. A relação gonadosomática para machos e fêmeas da primeira captura foi de 0,47%; 2,70% e 6,20%; e de 0,47%; 1,77% e 3,82%, respectivamente. Seis testes de indução hormonal (T1 à T6) foram realizados nas concentrações de 25, 50, 75 e 100 µg.kg-1 de peixe do hormônio LHRHa. Em T5, na concentração de 75 µg.kg-1 de peixe do LHRHa, haviam 24.725 ovos fertilizados, com uma taxa de fertilização de 92%. No estudo, três larviculturas foram realizadas, produzindo 16.175 juvenis no total. Na segunda larvicultura, após 24 dias de cultivo, os juvenis apresentaram comprimento total médio de 5,03 ± 0,35 cm e sobrevivência de 35 %. Esse estudo demonstrou a viabilidade da maturação, reprodução e larvicultura da sardinha-verdadeira em condições de confinamento, possibilitando a produção artificial da isca-viva.<br> / Abstract : The sardine (Sardinella brasiliensis) is an important species of commercial fisheries in Brazil , being used by the fishing industry as live bait to catch the skipjack (Katsuwonus pelamis). This study had the objective to monitor the growth, maturation, spawning and larval rearing of Brazilian sardinella juveniles caught in the wild and kept in confinement until the age of first maturity. Two samples of juvenile caught by trawlers were performed. About 2.000 juveniles weighing 2,9 ± 0,33 g and total length of 7,9 ± 0,81 cm at the first capture and 1.500 fish with 1,35 ± 0,32 g of weight and 5,98 ± 0,44 cm in length at the second. After 300 days in captivity the fishes of the first capture had 36,65 ± 7,33 g of weight and 15,85 ± 0,93 cm of total length. At the second capture after 330 days in laboratory they had 50,41 ± 8,9 g of weight and 17,92 ± 0,84 cm total length. The gonadosomatic relation for males and females of the first capture was 0,47 % , 2,70 % and 6,20 % and 0,47 %, 1,77% and 3,82 % , respectively. Hormonal inductions were performed with six induction tests (T1 to T6) at concentrations of 25, 50, 75 and 100 g.kg- 1 of fish with LHRHa. In T5, at a concentration of 75 g.kg-1 of fish with LHRHa, 24.725 eggs were fertilized with fertilization rate of 92%. In this study, three hatcheries were performed, producing 16.175 juveniles in total. In the second hatchery after 24 days of culture the juveniles showed 5,03 ± 0,35 cm of total length and survival of 35%. This study demonstrated the feasibility of maturation , reproduction and larval rearing of sardine in confined conditions , enabling the production of artificial bait alive.
7

Avaliação dos efeitos da adição de Lactobacillus plantarum BN na fermentação de sardinha verdadeira (Sardinella brasiliensis) pelo método da salga úmida

Silveira, Danilo Rodrigues da January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. / Made available in DSpace on 2012-10-18T12:56:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O presente trabalho teve como objetivos: (1) avaliar os parâmetros físico-químicos (concentração de sal, temperatura da salmoura ácido lático e pH dos filés) no período de 0 a 28 dias de salga da sardinha verdadeira (Sardinella brasiliensis); (2) avaliar os parâmetros físico-químicos (temperatura da salmoura, pH dos filés e da salmoura) e (3) avaliar as habilidades bacteriocinogênicas de Lactobacillus plantarum BN na primeira semana de fermentação. Lactobacillus plantarum BN não tolerou a salmoura contendo 10% de sal (NaCl), diminuindo uma unidade exponencial no tempo zero de fermentação. Em 28 dias da salga, o sal nas concentrações de 6,8 e 10% foi capaz de prolongar o tempo de armazenamento dos filés em 3 semanas, enquanto que a concentração de 4% foi insuficiente para evitar a putrefaÇão dos filés. Verificou-se que os filés fermentados por Lactobacillus plantaum BN em salmouras com 6, 8 e 10% de sal, apresentaram estabilidade microbiológica, aos 14 dias de fermentação. Na primeira semana os testes de detecção de bacteriocinas indicaram a presença de substância inibitórias em amostras de salmoura com 4, 6 e 8 de sal, no tempo de 48 horas de fermentação. Lactobacillus plantarum BN, adicionado à salmoura com 6% de sal, inibiu o crescimento de Staphylococcus aureus, no tempo de 48 horas de fermentação e foi confirmado de que essas substâncias eram realmente bacteriocinas. Além disso, o Lactobacillus plantarum BN tolerou um pH de 4,2, podendo ser indicado como cultura iniciadora para a obtenção de um produto fermentado, microbiologicamente seguro.
8

Congelamento de files de sardinha por imersão e avaliação fisica e sensorial de sua qualidade durante a estocagem

Carneiro, Maria de Jesus de Mesquita 24 July 2018 (has links)
Orientadores: Satoshi Tobinaga, Marcelo Cristianini, Anne Lucie Raoult-Wack / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-24T13:06:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Carneiro_MariadeJesusdeMesquita_D.pdf: 7835228 bytes, checksum: f2d52f5875dad4d42fe89d79de43d947 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Filés de sardinhas (Sardina pilchardus) foram congelados por imersão em solução saturada de NaCI a - 20°C, a dois diferentes períodos de tempo (10 minutos e 2 horas), e congeladas por ar frio em câmara frigorífica a -20°C, como método de comparação entre os processos. Foi obtido o equilíbrio térmico em 7 minutos com a amostra congelada por imersão e 3 horas com a congelamento por ar frio. As amostras congeladas em câmara frigorífica perderam água durante o congelamento, enquanto aquelas congeladas por RCPI (Resfriamento ou Congelamento Por Imersão) ganharam água durante o processo. As amostras congeladas por imersão continuaram a ganhar sal mesmo após seu completo congelamento. Com amostras que foram deixadas na solução de congelamento por tempos prolongados, foi verificado que após 3 horas de permanência na mesma, ocorria um descongelamento da superfície dos filés. As amostras congeladas por RCPI apresentaram uma maior capacidade de retenção de água (CRA) e menor exsudação durante o descongelamento e cozimento que a amostra congelada em câmara frigorífica Os filés congelados pelos diferentes processos foram descongelados e submetidos a marinagem em uma solução contendo 3,3% de cloreto de sódio e 3,5% de ácido acético a 10°C durante 45 minutos. Uma parte foi marinada logo após o congelamento e uma outra após um mês de estocagem a - 20°C. A amostra congelada por ar frio apresentou uma maior perda de água durante a marinagem do que as amostras congeladas por imersão. Para os diferentes produtos marinados logo após o congelamento não foi verificada diferença significativa (p<0,05) de capacidade de retenção de água entre si nem com o tempo de estocagem. Para as amostras marinadas após um mês de estocagem a amostra que foi congelada em câmara frigorífica apresentou maior CRA que as amostras congeladas por imersão. Não foi verificada diferença significativa entre as amostras congeladas pelos diferentes métodos, nem entre as amostras que passaram pelo processo de marinagem, constatados pelos resultados obtidos através de uma análise sensorial com uma equipe de provadores. / Abstract: Sardine fillets (Sardina pilchardus) were frozen by immersion in at - 20°C NaCl saturated brine (10 min and 2 h) and by air-blast freezing at - 20°C, used as the control method. It was verified that the immersion freezing is faster than air-blast freezing at the same temperature. The thermal equilibrium was reached after 7 min and 3 h for immersion freezing and air-blast freezing, respectively. The samples frozen by air-blast lost water during the process whereas ICF (Immersion Chilling and Freezing) frozen samples gained water during the immersion time. After 10 min (equilibrium thermal reached), the salt content increased due to "secondary penetration". As salt continued to penetrate into the frozen fillets, thawing was observed after 3 h immersion. The immersion frozen samples presented higher water-holding capacity (WHC) and smaller drip loss after thawing and cooking than those freezed by air-blast. Sardine fillets frozen by ICF process and by air-blast freezing were marinated in 3.3% sodium chloride and 3.5% acetic acid for 45 minutes at 10°C. The samples frozen by immersion lost less water during marinating process than those cold air. No significant differences of the waterholding capacity were found among the marinated samples with frozen fillets by the different methods. No significant differences among the frozen samples was verified by Sensorial Evaluation. Also there was no difference among the marinated samples. / Doutorado / Doutor em Engenharia de Alimentos
9

Utilização de benzocaína, eugenol e tricaína metanosulfato (MS-222) como anestésicos em juvenis e adultos para a sardinha-verdadeira, Sardinella brasilienses (STEINDACHNER , 1879)

Takeuchi, Ricardo Shunji January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Aquicultura. / Made available in DSpace on 2013-06-26T00:20:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 309735.pdf: 143766 bytes, checksum: d975f330990d2176fad65235c618365e (MD5) / A sardinha-verdadeira, Sardinella brasiliensis, tem grande importância para a indústria de pescado e também para a pesca de atum, na modalidade vara e isca, servindo como isca viva. Na aquicultura, os anestésicos são utilizados diariamente para facilitar manejo e reduzir o estresse. O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos e a eficácia de três agentes anestésicos em juvenis e adultos e determinar a concentração mínima necessária para a anestesia. Juvenis, com de peso 4,96 ± 0,89 g e comprimento de 8,2 ± 0,5 cm, e adultos, com peso de 30,02 ± 5 g e comprimento de 15,7 ± 1 cm, foram expostos individualmente a quatro concentrações de cada anestésico benzocaína (25, 37,5, 50, 67,5 mg.l-1), MS-222 (50, 75, 100, 125 mg.l-1) e eugenol (20, 40, 60, 80 mg.l-1). Para cada concentração testada foram utilizados 10 peixes (n=10). Como premissas básicas, considerou-se que o tempo de anestesia deveria ser menor do que 3 minutos e a recuperação menor que 10 minutos. As concentrações ideais obtidas para temperatura de 25°C foram 40 mg.l-1 de eugenol, 100 mg.l-1 de MS-222 para ambos os tamanhos, e a de benzocaína foi de 35 mg.l-1 para os juvenis e de 50 mg.l-1 para os adultos. Para o eugenol e a benzocaína os tempos de indução e recuperação foram proporcionais ao tamanho.
10

Estado atual da produção de juvenis de sardinha-verdadeira (sardinella brasiliensis) em laboratório

Guinle, Lucas do Valle January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:35:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 331459.pdf: 758598 bytes, checksum: 9b50cbd337ecd580144c53cb08d6b411 (MD5) Previous issue date: 2014 / A sardinha-verdadeira faz parte de um dos principais estoques pesqueiros da região sul-sudeste do Brasil. O presente estudo teve como objetivo descrever o processo de produção de juvenis de sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) em laboratório e calcular os dados relativos ao custeio direto. Para tanto, foi considerado o Custeio Direto de Produção (CDP), sendo este a somatória dos custos fixos e variáveis. Neste trabalho foram desconsiderados custos de investimento e os juros sobre o capital para implantação de um centro de produção de juvenis. Os índices zootécnicos para produção de formas jovens de sardinha-verdadeira foram obtidos em dois ciclos produtivos que ocorreram em maio de 2013 e abril de 2014 no LAPMAR/UFSC. A larvicultura foi realizada em tanques de 6 m³ com a densidade de 4 - 6 larvas/ L. A terminação do processo produtivo se deu com 60 dias de cultivo, período no qual os juvenis apresentaram comprimento médio de 6,3 ± 0,53 cm e peso médio 1,7 ± 0,39 g. As larviculturas ocorridas no LAPMAR resultaram na produção de 13.300 e 21.154 juvenis de sardinha-verdadeira, despescados nos anos de 2013 e 2014 respectivamente. Os custos fixos foram responsáveis por 65% dos custos totais de produção, sendo 55% referentes à despesa com mão-de-obra. Por sua vez, os custos variáveis representaram 35% dos custos totais de produção, sendo que as maiores parcelas foram referentes à Artemia e à ração utilizada. Com a taxa de sobrevivência oscilando de 38% a 60%, o custo por juvenil de sardinha produzido variou entre de R$ 0,64 e R$ 0,40.<br> / Abstract: The sardine is part of a major fish stocks in the south-southeastern Brazil. The aim of this study was to determine the cost of rearing juvenile of sardine (Sardinella brasiliensis) in the laboratory. To calculate production costs were considered the Total direct cost of production (TDP), the sum of the fixed and variable costs. In this work the investment costs and the interest on capital for deploying a production center for juveniles were disregarded. Production indices for producing juveniles of sardine were obtained in two production cycles that occurred in May 2013 and April 2014 in LAPMAR / UFSC. The larvae were taken at 6 m³ density tanks with 4-6 larvae / L-1. The termination of the production process was at 60 DAH, period juveniles had medium length 6,3 ± 0,53 cm and weighing 1.7 ± 0,39 g. The reproductive processes occurring in LAPMAR resulted in the production of 13,300 and 21,154 juveniles of sardine harvested, in the years 2013 and 2014 respectively. Fixed costs accounted for 65% of total production costs, and 55% of this expenses was due to labor costs. Variable costs represented 35% of total production costs, and their larger plots were related to Artemia and feed used.

Page generated in 0.0532 seconds