• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1500
  • 35
  • 35
  • 34
  • 33
  • 21
  • 20
  • 18
  • 18
  • 17
  • 15
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1542
  • 1542
  • 584
  • 536
  • 512
  • 315
  • 289
  • 236
  • 204
  • 160
  • 150
  • 148
  • 138
  • 121
  • 116
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Modelo de conhecimento para mapeamento de instrumentos da gestão do conhecimento e de agentes computacionais da engenharia do conhecimento baseado em ontologias

Rautenberg, Sandro 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T20:23:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 274666.pdf: 3698647 bytes, checksum: 4a2ee5099fbd23ad48d63e86c393e2f2 (MD5) / Esta tese tem como base a visão interdisciplinar da práxis das áreas Engenharia do Conhecimento e Gestão do Conhecimento. Para apoiar a Gestão do Conhecimento em seus processos de criação, organização, formalização, compartilhamento, aplicação e refinamento de conhecimento, a Engenharia do Conhecimento desenvolve modelos, utilizando sistemicamente métodos, técnicas e ferramentas. Uma análise da literatura dessas áreas revelou um desconhecimento dos construtos utilizados em pesquisas e desenvolvimentos interdisciplinares e a necessidade de um modelo de conhecimento da convergência de construtos inerentes. Assim, este trabalho teve como objetivo propor um modelo de conhecimento baseado em ontologias para mapear a utilização de Agentes Computacionais da Engenharia do Conhecimento em Instrumentos da Gestão do Conhecimento. Utilizando elementos da Engenharia de Ontologias, o modelo foi desenvolvido e teve sua viabilidade técnica comprovada em dois cenários, confirmando sua capacidade para: (a) organizar, formalizar e compartilhar conhecimento já estabelecido; e (b) criar conhecimento novo, não estabelecido academicamente, para ser aplicado e/ou refinado. O modelo também foi verificado por nove especialistas de domínio das áreas inerentes, os quais apontaram como resultados: (i) um conjunto de questões que norteiam o entendimento de objetos de investigação em aplicações e pesquisas interdisciplinares da Engenharia e Gestão do Conhecimento; (ii) a explicitação de parte de um modelo de conhecimento no domínio da Engenharia do Conhecimento a ser utilizado no projeto de seus Agentes Computacionais; (iii) a explicitação de parte de um modelo de conhecimento no domínio da Gestão do Conhecimento a ser utilizado na implantação de seus Instrumentos; (iv) uma forma de integração do conhecimento inerente ao projeto de Agentes Computacionais da Engenharia do Conhecimento como soluções tecnológicas mais aderentes aos Instrumentos da Gestão do Conhecimento; e (v) alguns insumos à prospecção de um ambiente aberto para publicação, compartilhamento e exploração do conhecimento interdisciplinar.
12

Análise estratégica baseada em processos de inteligência competitiva (IC) e gestão do conhecimento (GC)

Machado, Cátia dos Reis 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-24T22:26:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 289281.pdf: 5325046 bytes, checksum: 437c9a8af482285ed8ce524b5301e1db (MD5) / As organizações convivem com o paradoxo da abundância de informações e a dificuldade de encontrar informações estratégicas para embasar a tomada de decisão. Nesse sentido, o processo de inteligência competitiva (IC) é uma ferramenta que pode ser utilizada pelas organizações para monitorar as informações do ambiente externo com o propósito de suportar a tomada de decisão. Nesse contexto, esta pesquisa tem por objetivo propor um modelo de análise estratégica baseada em processos de inteligência competitiva (IC) e gestão do conhecimento (GC). Justifica-se pela relevância da área tanto para a academia como para o meio empresarial e pela falta de um modelo de análise, já citado acima, que apresente os elementos que devem ser considerados na etapa de análise estratégica e a conexão entre o conhecimento gerado na análise estratégica e a gestão estratégica da empresa. A pesquisa compreende uma ampla revisão bibliográfica, um estudo multicaso e a verificação do modelo por especialistas da área de IC. Trata-se de uma pesquisa aplicada, de abordagem qualitativa, de caráter exploratório e que utilizou o método de estudo de multicaso para o seu desenvolvimento. Como resultado, esta pesquisa gerou um modelo de análise estratégica baseada em processos de inteligência competitiva (IC) e gestão do conhecimento (GC); um arcabouço teórico sobre o tema; a identificação de melhores práticas adotadas pelas empresas; a caracterização da etapa de análise estratégica; e a proposição de sistemáticas para estruturar o conhecimento gerado, contribuindo com a gestão do conhecimento nas organizações.
13

Uma Abordagem para apoio à gestão de comunidades virtuais de prática baseada na prospecção de participantes ativos

Paulino, Rita de Cássia Romeiro 26 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T03:52:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 290203.pdf: 3510681 bytes, checksum: b463186f747c01063450416039e7acfc (MD5) / As comunidades de prática (CoPs) são instrumentos de apoio aos processos da Gestão de Conhecimento nas organizações. Dessa forma, há participantes que constroem conhecimento dividindo suas experiências, o que torna as comunidades um ambiente atraente para compartilhamento, geração e distribuição de novos conhecimentos. No entanto, um dos maiores problemas referentes a esse instrumento relatados na literatura diz respeito a como manter essas comunidades vivas e ativas ao longo do seu ciclo de vida, assegurando a participação e a motivação por parte de seus membros. Este trabalho identificou requisitos e atributos comuns em participantes ativos de CoPs e mostra que tais requisitos podem servir como unidades de análise na identificação de possíveis perfis com características ativas de participação em uma comunidade. O trabalho aqui exposto propõe que se utilizem os atributos identificados em mecanismos de busca de sistemas de informação para reconhecer perfis ativos em potencial e que sejam adequados à temática de uma CoP. Esses mecanismos podem ser acionados ao longo do ciclo de vida da comunidade ou quando o moderador achar que deve promover uma maior participação entre os membros que a integram. A intervenção do moderador pode favorecer a inclusão de novos membros na comunidade, principalmente de perfis ativos, que é o objetivo maior buscado por uma CoP. Para se construírem esses mecanismos, empregam-se modelos de busca e sistemas de recuperação de informação que possuem em comum o fato de utilizarem "termos" (vetores) para identificar um perfil vinculado a um usuário que esteja em uma base de dados de uma organização.
14

Modelo de ação sobre as dimensões do clima organizacional impactantes à implantação da gestão do conhecimento nas organizações

Garcia, Marcos Antônio January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento / Made available in DSpace on 2012-10-23T22:48:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 248942.pdf: 1849989 bytes, checksum: dd6c71b4799aab53a760cdec9a11a677 (MD5) / A literatura sobre Gestão do Conhecimento apresenta o homem como elemento fundamental nos processos de criação, conversão e compartilhamento do conhecimento, reportando como causa freqüente de resultados insatisfatórios o não engajamento deste nos seus projetos de implantação. São pressupostos deste trabalho que o conhecimento é gerado pelo homem, que sua transmissão depende essencialmente da sua pré-disposição em compartilhar de alguma forma aquilo que sabe, e de que o clima organizacional exerce influência sobre os indivíduos que compõem a organização. Neste sentido, propõe-se um modelo para identificação e ação sobre as dimensões do clima organizacional impactantes à implantação da Gestão do Conhecimento. A construção do modelo se inicia com uma pesquisa bibliográfica onde são caracterizados os fatores críticos para projetos de implantação da Gestão do Conhecimento, identificados os modelos de pesquisa de clima organizacional disponíveis na literatura, como também as ferramentas e métodos que lhe darão suporte, constituindo-se na base teórica para este trabalho. A Teoria Geral de Sistemas e a bibliografia sobre pesquisa social fornecem sustentação à construção das relações de influência que apóiam as construções dos mapas causais utilizados no modelo. Identificadas as relações de influência entre as dimensões do clima organizacional e os fatores críticos para a implantação da Gestão do Conhecimento, e destes com os objetivos estratégicos para a Gestão do Conhecimento, um plano de ação sobre as mesmas é elaborado. O modelo foi aplicado em uma organização prestadora de serviços na área da educação profissionalizante em níveis que vão da formação continuada a programas de pós-graduação, e que expressa, em suas declarações de missão e visão, o anseio pela implantação da Gestão do Conhecimento. Em consonância com o embasamento teórico construído, optou-se por uma aplicação piloto na Divisão de Relações com o Mercado da referida organização, observando-se, além dos referenciais bibliográficos, aspectos complexos situados no seu contexto. Os objetivos específicos deste trabalho foram atingidos através da pesquisa bibliográfica e confirmados durante a aplicação. Construiu-se, assim, o caminho para que seu objetivo geral fosse alcançado, o da construção de um modelo de ação sobre as dimensões do clima organizacional impactantes à implantação da Gestão do Conhecimento. A aplicação do modelo possibilitou revelar as dimensões do clima organizacional que maior influência exercem sobre os fatores críticos de sucesso para a implantação da Gestão do Conhecimento, como também a extensão desta influência aos seus objetivos, criando e mantendo condições favoráveis à sua implantação e continuidade. Conclui-se, portanto que é possível identificar a agir sobre tais dimensões, potencializando-se as chances de sucesso em iniciativas de implantação da Gestão do Conhecimento nas organizações.
15

A influência das práticas da gestão do conhecimento na fase do pré-desenvolvimento de produto

Veiga, Carla Rosana da January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento / Made available in DSpace on 2012-10-24T02:29:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 263091.pdf: 675900 bytes, checksum: 78528076579441618f4c71e6cc84ea5f (MD5) / As organizações inseridas nesse cenário extremamente globalizado necessitam para se manterem competitivas, aprimorar permanentemente suas estratégias de gestão visando o lançamento de produtos inovadores em um menor tempo, com menor custo e que atendam as necessidades do cliente. Pesquisas apontam que uma das formas de se obter destaque nesse ambiente, pode ocorrer através do Processo de Desenvolvimento de Produto - PDP. Considerando a relevância do PDP para as organizações, este trabalho tem por objetivo principal identificar as práticas de Gestão do Conhecimento - GC, e sua influência na fase do pré-desenvolvimento de produto. Estudos destacam que o sucesso do PDP relaciona-se diretamente a gestão eficaz do conhecimento, criado ao longo desse processo, principalmente devido ao grande número de pessoas envolvidas. Desta forma, para que o conhecimento gerado no PDP não se perca e possa ser aplicado em futuros projetos de desenvolvimento, se faz necessário a implementação de práticas voltadas a captura, armazenamento e compartilhamento desse conhecimento. No intuito de perceber a influência das práticas de GC, no âmbito do PDP, mais especificamente na fase do projeto de desenvolvimento, aplicou-se um estudo de caso a partir da metodologia quali-quantitativa, exploratória e descritiva, embasada na revisão da literatura. A análise dos dados foi realizada sob o método da triangulação. O estudo foi conduzido a partir de entrevistas e questionários realizados junto às pessoas diretamente envolvidas com o PDP. Os resultados do trabalho apontaram, que a ausência de práticas voltadas a capturar, armazenar, documentar e compartilhar o conhecimento gerado no PDP está impactando nos custos de produção, dificultando a retenção do conhecimento, bem como no seu compartilhamento. Para finalizar, os resultados da análise demonstraram que embora a empresa apresente problemas no gerenciamento do conhecimento inerente ao PDP, a mesma vem empenhando-se para incorporar um novo raciocínio e foco gerencial para seu processo de desenvolvimento.
16

As práticas de gestão do conhecimento: um estudo de caso na Petrobras

Martire, Tayane Cristina 16 January 2013 (has links)
Submitted by Duarte Zeny (zenydu@gmail.com) on 2013-01-16T19:15:49Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_MARTIRE Taya ne.pdf: 1645040 bytes, checksum: 224ce9773edc796ed94fd3d166be80d8 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-16T19:15:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_MARTIRE Taya ne.pdf: 1645040 bytes, checksum: 224ce9773edc796ed94fd3d166be80d8 (MD5) / Essa pesquisa discute a gestão do conhecimento no âmbito das organizações e constitui-se de um estudo de caso sobre as práticas de gestão do conhecimento desenvolvidas na Petrobras. A motivação da escolha deste tema foi a forma como a gestão do conhecimento tem sido abordada na Petrobras, desde 2000 a empresa tem trabalhado a Gestão do conhecimento de uma forma sistemática, cujo ponto de partida foi uma Agenda de Mudanças, criada a partir do fim do monopólio do petróleo no Brasil. O objetivo geral da pesquisa foi a identificação das práticas de gestão do conhecimento desenvolvidas na Petrobras, adicionalmente objetivou-se também: relacionar essas práticas com o foco de atividades das áreas de gestão do conhecimento, e realizar uma análise das práticas à luz do modelo SECI, postulado por Takeuschi e Nonaka. O referencial teórico foi construído com base nas teorias de Alvarenga Neto e Takeuchi e Nonaka. Os métodos de pesquisa desenvolvidos foram o estudo de caso e o levantamento e os procedimentos de coleta de dados se realizaram por um questionário, entrevistas e análise de documentos institucionais. A amostra constitui-se de 17 áreas de gestão do conhecimento representadas corporativamente na organização. A pesquisa identificou 24 práticas desenvolvidas nas áreas de gestão do conhecimento pesquisadas. Conclui-se que de uma forma geral as áreas têm empreendido um esforço em criar circunstâncias e ambientes de mobilização de conhecimentos de uma forma sistêmica, desenvolvendo práticas em todos os modos de conversão do conhecimento apresentados no modelo SECI. Das áreas pesquisadas, observou-se que a áreas com foco em Gestão e Estratégia e em Conhecimento Técnico concentram a mobilização de conhecimentos nos quadrantes Externalização e Combinação, enquanto as áreas com foco em RH desenvolvem práticas, em maior ou menor grau, presentes nos quatro quadrantes do modelo SECI. A Petrobras é uma empresa que reconhece o ativo conhecimento como um bem que pode ser valorizado e tem buscado fomentar o compartilhamento e a promoção de registros de conhecimento. / Salvador
17

Método sistêmico para aplicação de processos de Gestão do Conhecimento baseado em LMS

Fülber, Heleno 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T07:21:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T20:22:14Z : No. of bitstreams: 1 274968.pdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Este trabalho apresenta um método que tem por objetivo evitar a potencial segmentação na Gestão do Conhecimento (GC) organizacional, advinda do uso de várias abordagens tecnológicas distintas e específicas, especialmente às atividades básicas do processo de geração do conhecimento (armazenar, aprender, comunicar, etc.). Investiga-se qual o impacto tecnológico para que seja possível dar suporte a estas atividades respeitando a integridade e visão sistêmica do processo. A abordagem proposta parte da integração do processo de aprendizagem organizacional com as demais atividades básicas da GC, utilizando-se como base um ferramental tecnológico já presente no cotidiano de muitas organizações, os sistemas de gerência de aprendizagem (Learning Management System - LMS). Primeiramente faz-se uma revisão teórica sobre a GC, que aborda o conhecimento, a sociedade do conhecimento, a engenharia e a gestão do conhecimento, as abordagens da gestão do conhecimento, as atividades da gestão do conhecimento, o processo de gestão do conhecimento, tecnologias utilizadas, e os modelos de gestão do conhecimento. São também apresentados os conceitos sobre os LMS, que além de mostrarem suas características técnicas, realizam uma aproximação destes sistemas com a gestão do conhecimento. Em seguida, apresenta-se o marco metodológico da pesquisa, a solução proposta (método), a análise e interpretação dos resultados, e por fim, as considerações finais da pesquisa.
18

Modelo cooperativo para sistema de gestão do conhecimento

Zissou, Alex de Jesus January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento / Made available in DSpace on 2013-07-16T03:20:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 248839.pdf: 1091362 bytes, checksum: d3c058a816a317b030723dab8ee58a92 (MD5) / Este trabalho apresenta um modelo de portal do conhecimento que tem como objetivo principal gerar conhecimento ao incentivar a colaboração e cooperação entre profissionais de diversas áreas. Descrevem-se estratégias para transformar em novo conhecimento o que antes eram conhecimentos tácitos dos colaboradores especialistas em dado assunto e assim solucionar dificuldades encontradas pelos demais usuários colaboradores cadastrados no portal. O exemplo de aplicação apresentado foi realizado com profissionais da área de informática; entretanto o modelo apresentado pode ser aplicado a qualquer área do conhecimento. Por se tratar de modelo cooperativo que suporta a explicitação, combinação, socialização e internalização do conhecimento, será possível aos usuários a troca de experiências e soluções para problemas recorrentes auxiliando assim, a tomada de decisão.
19

Diretrizes para mitigar as barreiras à implementação da gestão do conhecimento em organizações

Silveira, Rosana Rosa 26 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T07:47:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / Esta tese teve como objetivo geral traçar diretrizes para mitigar as barreiras que dificultam a implementação da Gestão do Conhecimento em organizações. Visando atingir tal desígnio, inicialmente, foram averiguados na literatura temas relacionados à Gestão do Conhecimento e às suas barreiras. Para tanto, a fim de proporcionar uma consistência teórica-empírica na investigação, efetuou-se uma revisão sistemática para elucidar um número considerável de possíveis barreiras que possam estar originando obstáculos à Gestão do Conhecimento, mais especificamente ao compartilhamento do conhecimento. O intuito foi oferecer um ponto de partida mais compreensivo acerca do assunto. Em seguida, realizou-se uma pesquisa acadêmica e aplicada na empresa Itaipu Binacional, objeto de estudo. O método de investigação que caracterizou a pesquisa foi o estudo de caso e se optou por um estudo exploratório e descritivo. A amostra, não probabilística e intencional, constitui-se de cinco gerentes que ocupam o nível tático da empresa e estão administrando de modo estratégico o assunto na Instituição. Importante frisar que os dados foram obtidos junto a fontes primárias e secundárias, por intermédio da aplicação de um questionário com perguntas fechadas, contendo afirmativas aos sujeitos selecionados, bem como entrevistas estruturadas. A fonte secundária consubstanciou-se de dados e informações conseguidas mediante artigos e documentos da Itaipu Binacional. A análise dos dados foi efetuada de maneira descritivo-interpretativa, cujos procedimentos metodológicos adotados foram qualitativos e quantitativos. Para o tratamento dos dados coletados utilizou-se da análise de conteúdo e análise documental. Basicamente, os resultados do presente estudo revelaram que na empresa existem algumas barreiras à Gestão do Conhecimento, tais como: barreira quanto a estrutura organizacional, barreiras relacionadas às iniciativas de Gestão do Conhecimento, entre outras. Com base nos resultados da pesquisa, pode-se dizer que cada ambiente organizacional tem suas barreiras peculiares à Gestão do Conhecimento.
20

Design thinking e a criação de ativos do conhecimento na atividade docente

Martins Filho, Vilson January 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2017-04-18T04:20:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 344808.pdf: 10797601 bytes, checksum: 9e20642306cab2a2b2cf45e078245645 (MD5) Previous issue date: 2016 / O que é inovação em Educação? Poderia residir no Design Thinking a base de um modelo de pensamento que auxilie nos paradigmas educacionais? A partir dos paradigmas da sociedade do conhecimento na perspectiva da Educação, o presente estudo investigou a construção de práticas docentes favoráveis a inovação por uma abordagem criativa baseada em Design Thinking. Tal abordagem tem como objetivo a criação de ativos do conhecimento com aplicações em mídias do conhecimento para o processo de ensino e aprendizagem. A proposta apresentada é constituída por três elementos principais: Um diagnóstico de contexto institucional baseado nas práticas inovadoras em Educação de três relatórios internacionais (UNESCO, 2014; LUCKIN et al., 2012; JOHNSON et al., 2014), suas correlações com as Premissas Fundamentais da Lógica Dominante de Serviços, (VARGO; LUSCH, 2008)Em paralelo configurou-se um modelo de autodiagnostico docente baseado nas competências docente (UNESCO, 2009; ISTE, 2015) para observação de ancoragens pessoais. Ainda em paralelo a estes dois diagnósticos, concebeu-se um Modelo de Taxonomia Abdutiva para a orientação do raciocínio de lógica abdutiva para a composição de atividades de ensino e aprendizagem permeadas por mídias do conhecimento. Os modelos constituídos tiveram sua verificação observada em um estudo de caso com dois grupos de 20 professores em duas diferentes instituições de ensino não pública. O estudo de caso observou a conversão do conhecimento em arquiteturas SECI e BA na forma de um programa de capacitação de Ativos de Conhecimento (NONAKA; TOYAMA; KONNO, 2000) na forma de um programa de capacitação docente. Para análise de dados do experimento proposto, utilizou-se uma abordagem mista de análise de dados qualitativos e qualitativos. A coleta e análise dos dados qualitativos foram realizadas através de questionários e o uso de um balanced scorecard para a verificação dos ativos do conhecimento. Para coleta e análise dos dados qualitativos, utilizou-se a observação participante (TAYLOR; BOGDAN; DEVAULT, 2015) em conjunto com ferramentas de computação cognitiva de análise preditiva IBM Watson Analytics. Os resultados obtidos a partir dos três diagnósticos e dos indicadores objetivos de ativos do conhecimento validaram a boa aplicabilidade o Modelo de Taxonomia Abdutiva. Observou-se também os impactos positivos que um autodiagnostico docente realiza em esforços institucionais que buscam a inovação em Educação do Ensino Superior. A pesquisa concluiu que o Design Thinking precisa de uma abordagem focada no contexto institucional e nas ancoragens docentes quanto a inovação em Educação para fomentar atividades coletivas de nós-ação. A proposta construída neste estudo, auxiliam o caminho de sucesso para inovação em instituições de Ensino Superior. O experimento apontou também que as atividades de fomento a inovação em Educação são melhor sucedidas quando a gestão destas instituições assume a definição de inovação como atividade humana coletiva, superando resultados de perspectivas de inovação como tecnologia e processo. Ao final, a pesquisa conclui com o refinamento do modelo de taxonomia abdutiva acrescentando o verbo acompanhar em paralelo com o verbo criar em atividades de Internalização do conhecimento. Ao final o estudo elenca recomendações para futuras aplicação dos modelos desenvolvidos e acompanhamento das atividades e propostas inovadoras geradas pelos docentes. O estudo elenca ainda a importância de participação das lideranças institucionais na aplicação do modelo de taxonomia abdutiva.<br> / Abstract : What is Innovation in Education? Could reside in the Design Thinking the basis of a reasoning model to assist in educational paradigms? From the knowledge society paradigms in the context of education, this study investigated the construction of a creative approach based on Design Thinking for teachers practices that lead to innovation propositions during teaching and learning process. This approach aims to create knowledge assets with applications in knowledge media to the process of teaching and learning. The proposal consists of three main elements: An institutional context diagnostic based on innovative practices in education three international reports (UNESCO, 2014; LUCKIN et al., 2012; JOHNSON et al., 2014) their correlations with the fundamental assumptions of the Service Dominant Logic (VARGO; LUSCH, 2008) at the same time set up a teacher self-diagnosis model based on teaching skills (UNESCO, 2009; ISTE, 2015) to observe personal anchorages. Also in parallel to these two diagnoses, conceived a Abductive Taxonomy Model for the guidance of abductive reasoning for the composition of teaching and learning practices by knowledge media.The models had made verification observed in a case study with two groups of 20 teachers in two different non-public educational institutions. The study finded that the conversion of knowledge by SECI process and BA spaces and observed the knowledge asset (NONAKA; TOYAMA; KONNO, 2000) created during a teacher training program. For data analysis the proposed experiment, was applied a mixed approach for qualitative analysis and qualitative data. The collection and analysis of quantitative data was conducted through questionnaires and the use of a balanced scorecard for the verification of knowledge assets. For collection and analysis of qualitative data, we used participant observation (TAYLOR; BOGDAN; DEVAULT, 2015) in conjunction with cognitive computing tools of predictive analytics IBM Watson Analytics. The results from the three diagnostic and objective indicators of knowledge assets validated the applicability of the Abductive Taxonomy Model. It was also noted the positive impact that a teacher self-diagnosis performs in institutional efforts that seek innovation in Education of Higher Education. The research concluded that Design Thinking needs a focused approach in the institutional context and teachers anchorages as innovation in education to promote collective activities of us-action. From the proposal evaluated in this research, the efforts in innovation now have greater success and applicability in higher education institutions. The findings shows a usefull roadmap for innovation in Higher Education, pointing that the development of innovation activities in Education are more successful when the management of these institutions takes over the definition of innovation as a collective human activity, surpassing results of innovation perspectives as technology and process. Finally, the research concludes with the refinement of abductive taxonomy model adding a verb follow in parallel with the verb create at Internalization activities of knowledge management. At the end of the study lists recommendations for future application of the developed models, monitoring of activities and innovative proposals generated by teachers. The study also lists the importance of participation of institutional leadership in the application of abductive taxonomy model.

Page generated in 0.1926 seconds