• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1440
  • 36
  • 24
  • 18
  • 17
  • 16
  • 16
  • 14
  • 12
  • 12
  • 9
  • 9
  • 5
  • 5
  • 5
  • Tagged with
  • 1570
  • 902
  • 267
  • 261
  • 232
  • 169
  • 133
  • 124
  • 109
  • 92
  • 90
  • 90
  • 88
  • 83
  • 83
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Das spanische Stilleben des 17. Jahrhunderts : Theorie, Genese und Entfaltung, einer neuen Bildgattung /

Scheffler, Felix. January 2000 (has links)
Diss.--Bochum--Ruhr Universität, 1997. / Bibliogr. p. [583]-602. Index.
2

Das spanische Stillleben im 17. Jahrhundert : vom fensterlosen Raum zur lichtdurchfluteten Landschaft /

Oppermann, Ira. January 1900 (has links)
Dissertation--Berlin--Freie Universität, 2004. / Bibliogr. p. 261-269.
3

As representações sociais da morte para professoras e pais em instituições de educação infantil

Magalhães, Ariana Trindade de Oliveira 05 October 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008. / Submitted by Rosane Cossich Furtado (rosanecossich@gmail.com) on 2010-02-25T11:29:38Z No. of bitstreams: 1 2008_ArianaTrindadeOliveiraMagalhaes.pdf: 749872 bytes, checksum: e228ff54fb754d8c0bc6fb14f7eb3700 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-02-25T22:37:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_ArianaTrindadeOliveiraMagalhaes.pdf: 749872 bytes, checksum: e228ff54fb754d8c0bc6fb14f7eb3700 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-02-25T22:37:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_ArianaTrindadeOliveiraMagalhaes.pdf: 749872 bytes, checksum: e228ff54fb754d8c0bc6fb14f7eb3700 (MD5) Previous issue date: 2008-10-05 / Este trabalho teve como objetivo identificar e analisar as representações sociais da morte de professoras e pais, em duas instituições de educação infantil, pública e particular em Brasília-DF. Mas é possível refletir sobre a morte num ambiente com crianças tão pequenas? De que forma isso pode ser feito? Tentar responder a essas questões foi um dos objetivos desta pesquisa. A autora, que há anos vem trabalhando com crianças em instituições de educação infantil, sentiu a necessidade de conhecer melhor o tema após ter compreendido que a família, a escola e a sociedade não educam as crianças para perdas, frustações e, menos ainda, a morte. Neste trabalho a autora fez um percurso histórico sobre a morte no ocidente e aborda outros capítulos que incitem o leitor a compreender e refletir sobre as representações sociais da morte que foram se constituindo na nossa cultura, sugerindo algumas mudanças de atitudes na educação como também a utilização de um recurso indispensável nessa fase da vida escolar da criança – a literatura infantil. A opção metodológica pela teoria das representações sociais é que por meio das relações sociais que a criança vivencia no seu meio familiar, na escola e com seus pares é que a criança vai construindo a representação do mundo. Sendo assim, a análise dos dados obtidos pela pesquisa constatou que as representações sociais de professoras e pais sobre a morte , tanto da escola particular como da escola pública, ainda estão muito vinculadas as representações sociais historicamente concebidas pela nossa cultura, influenciando a maneira como eles irão tratar o assunto com às crianças. Para a melhoria desta realidade, sugere-se pensar a instituição de educação infantil como um espaço de ecologia humana, onde a temática da morte, como também os diversos temas do cotidiano, passem a ser discutidos com seriedade e responsabilidade. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This paper aims to identify and analyze the social representations of death among teachers and parents in two Brazilian elementary schools, being one public and the other private, both located in Brasilia, DF. But, would it be possible to think about death in an environment with children so young? How one does that? To answer such questions comprises one aim of this research. The author, who has being working with children in institutions devoted to childhood education, felt the necessity to better understand the subject after having seen that families, schools and society do not educate children properly for coping with losses, frustrations and, worse yet, death of a dear person. In this paper, the author has made a historic tour about death in the occidental society, stimulating the readers to consider the social representations of death constructed in our culture. The author suggests some attitude changes in education and contends the relevance of literature reading in this phase of the school life. The option for the social representations methodology was due to the fact that it is through such methodology that children construct their world representation. In this context, the data analysis showed that the social representations of both teachers and parents, in both public and private schools, are heavily related to those social representations historically conceived by our culture, which influences the manner the adults presents the subject to children. For improving these circumstances, the author contends that elementary schools should be a place for nurturing human ecology concepts, being death and other relevant human themes treated with seriousness and responsibility.
4

Ortotanásia : uma decisão frente à terminalidade

Sanchez y Sanches, Kilda Mara 07 March 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Bioética, 2012. / Submitted by Tania Milca Carvalho Malheiros (tania@bce.unb.br) on 2012-05-30T14:31:55Z No. of bitstreams: 1 2012_KildaMaraSanchezySanchez_Parcial.pdf: 993825 bytes, checksum: 2122564b3f3d8b5be19e13e6ebd8d4e6 (MD5) / Approved for entry into archive by Elzi Bittencourt(elzi@bce.unb.br) on 2012-06-02T13:01:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_KildaMaraSanchezySanchez_Parcial.pdf: 993825 bytes, checksum: 2122564b3f3d8b5be19e13e6ebd8d4e6 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-06-02T13:01:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_KildaMaraSanchezySanchez_Parcial.pdf: 993825 bytes, checksum: 2122564b3f3d8b5be19e13e6ebd8d4e6 (MD5) / O ser humano sempre buscou compreender a morte, discutindo-a em seus costumes e tradições e em contextos acadêmicos por filósofos, antropólogos, historiadores, médicos e psicólogos. Mesmo assim há dificuldades para aceitá-la como parte da vida e os médicos seriam os profissionais responsáveis pelo seu adiamento. Hoje é possível se pensar em morte com dignidade e com qualidade. A questão da ortotanásia foi recentemente regulamentada no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), pela entrada em vigor da Resolução 1805/2006. O objetivo geral da pesquisa foi refletir e discutir, com contribuições da bioética, sobre práticas de limitação ou suspensão de suporte vital em situações de terminalidade, a partir de relatos de médicos oncologistas. Participaram dez profissionais que atuavam em serviços públicos de saúde do Distrito Federal. Um roteiro de entrevista semiestruturado norteou os eixos temáticos investigados, a saber: concepções de ortotanásia e eutanásia; influências na decisão de suspensão ou limitação de suporte vital em condição de terminalidade; enfrentamento de conflitos entre profissionais e familiares em situações do fim da vida; conhecimento da Resolução 1805 do CFM; formação e experiência profissional na suspensão ou limitação de suporte vital; efeitos da resolução na prática atual de profissionais de medicina. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo. Os resultados principais indicaram que a quase totalidade dos participantes tinha uma concepção de ortotanásia e de eutanásia compatível com o estabelecido na literatura. Sete médicos conheciam a resolução do CFM e três mencionaram a fragilidade legal de uma regulamentação proveniente de uma entidade de classe. Os relatos indicaram a necessidade de mudanças na formação médica diante dos depoimentos acerca da omissão desses temas em seus cursos de graduação. Oito médicos afirmaram que a regulamentação da questão não afetaria sobremaneira a prática cotidiana, pois conceitos morais e éticos tendem a prevalecer na tomada de decisão. Princípios bioéticos, como autonomia, beneficência, não maleficência e justiça podem contribuir para a elucidação de dilemas sobre a suspensão ou limitação de suporte vital em situação de terminalidade. A difusão da Resolução 1805/06, e de princípios bioéticos que a respaldam, é urgente visando à aplicação efetiva da mesma em contextos de morte e terminalidade. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The human being has always sought to understand death, discussing it in its customs and traditions, and in academic contexts provided by philosophers, anthropologists, historians and psychologists. Even so, it is still difficult to accept it as part of life, and doctors would be the professionals responsible for its delay. Today, it is possible to think of death with dignity and quality. The issue of orthotanasia was recently regulated in Brazil by the Federal Council of Medicine (FCM), by Resolution 1805/2006, already in force. The general objective of the research was to reflect and discuss, with the contributions of Bioethics, the limitation or withdrawal of life support in situations of terminality, based on reports of oncologists. Ten oncologists who worked in the Federal-structured interview directed the themes to be investigated, which were: conceptions of orthotanasia and euthanasia; influences in the decision of introducing or not vital support in terminal condition; confrontation of conflicts between professionals and family members in life experience in the suspension, of or limitation of life support; effects of the resolution in the current practice of medical professionals. The data was analyzed through content analysis. The main results indicate that almost all of the participants had a conception of orthotanasia and euthanasia compatible to what had been established in the literature. Seven doctors knew of the FCM Resolution and three mentioned the legal frailty of a regulation originating from a class entity. The reports indicated the necessity of change in the medical formation, in view of the omission of these themes in the graduation courses. Eight doctors affirmed that the regulation of the issue would not affect their daily practice, for moral and ethical concepts tend to prevail in the decision making process. Bioethical principles, such as autonomy, beneficence, no maleficence and justice, may contribute to the elucidation of dilemmas on the removal or limitation of life support in terminal conditions. The diffusion of Resolution 1805, and of bioethical principles which support it, is urgent, aiming its effective application in context of death and terminal conditions.
5

Aspectos anatomo-clinicos da doença raiva em animais domesticos

Assis, Alair 13 November 2000 (has links)
Orientador : Konradin Metze / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-27T16:29:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Assis_Alair_D.pdf: 2974427 bytes, checksum: 62b2aa7973be4427ad102102c793a5e0 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: A ocorrência de uma epidemia de raiva animal na região de Mogi Guaçu, estado de São Paulo, proporcionou estudos detalhados da evolução clínica da doença em animais, principalmente cães, possibilitando caracterizar quadros atípicos da doença. Ao longo da evolução da epidemia animal, e durante os anos posteriores em que ações de controle foram aplicadas (de 1989 a 1998), todos os animais de interesse epidemiológico foram observados clinicamente, bem como coletados materiais para estudos histopatológicos, pelas técnicas tradicionais e por imunohistoquímica. Assim sendo, 1152 lâminas de cortes histológicos de diversos órgãos de 112 animais positivos resultantes de 635 amostras de interesse epidemiológico encaminhadas para diagnóstico laboratorial foram confeccionadas e analisadas à microscopia, com correlações posteriores aos históricos dos respectivos animais bem como aos fatos ocorridos durante o período patogênico da doença, fornecendo, tais análises, informações que confirmam fatos já comentados na literatura científica, além de outros até então não descritos. Obtivemos a caracterização da ocorrência de casos atípicos da raiva, com destaque aos casos de morte súbita sem sintomas clínicos anteriores sugestivos da doença, enterite hemorrágica com óbito sem manifestação neurológica associada e manifestações típicas de outras doenças neurológicas. A ocorrência de morte súbita, a enterite hemorrágica e a hemofagocitose nos diversos tecidos, foram alguns dos achados de maior significado no presente estudo. Os casos atípicos com capacidade de eliminação do vírus pela via usual, possibilitam uma reavaliação dos métodos de profilaxia destinados aos comunicantes, já que os animais vítimas de tais manifestações, são importantes fontes de infecção nem sempre consideradas. Portanto, resumimos o presente trabalho como uma análise comparativa entre as evidências clínicas e os resultados da investigação histopatológica, produzindo informações de relevância para estudos epidemiológicos / Abstract: The occurrence of an epidemic of rabies in a certain region in the State of São Paulo provided detailed investigations related to the clínical development of the disease in animaIs, particularly in dogs. The event made the identification of the disease atypical pictures possible. During the animal epidemic evolution and the following years, when control actions were applied (ftom 1989 to 1998), alI the animaIs presenting epidemiological interest were clínically observed, and material for histopathological studies was collected both through traditional techniques and immunehistochemistry. This way, 1152 slides of histological cuts ftom different organs of 112 animaIs positive in 635 epidemiologically interesting samples - which were sent for laboratory diagnosis - were prepared and analyzed under microscope. Afterward, comparisons with the history of these animaIs were carried o~ as well as with the facts which occurred during the pathogenic period of the disease. These analyses provided information confirming facts already mentioned in the scientific literature in addition to others which are not yet described. As a result, the occurrence of atypical rabies cases was identified such as sudden death without previous clínical symptoms suggesting the disease, hemorrhage enteritis followed by death without associated neurological manifestation and typical manifestations of other neurological diseases. The occurrence of sudden death, the hemorrhage enteritis, and the hemophagocytosis in several tissues were some ofthe major discoveries in this study. Atypical cases able to eliminate the vírus through usual ways make a re¬evaluation of the prophylaxis methods destined to communicators possible, since the animaIs which are victims of such manifestations are important infection sources and have not always been considered. Therefore we summarized this work as a comparative analysis between clínical evidences and the results of the histopathological investigation, thus producing information relevant to epidemiological studies / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
6

Vivenciando o processo da morte na formação do enfermeiro

Pinho, Lícia Maria Oliveira January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008. / Submitted by Debora Freitas de Sousa (deborahera@gmail.com) on 2009-08-25T18:09:25Z No. of bitstreams: 1 2008_LiciaMariaOPinho.pdf: 2523155 bytes, checksum: 5d6d7252168fbb27a7c6b8e5ff2576e3 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2009-08-26T13:19:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_LiciaMariaOPinho.pdf: 2523155 bytes, checksum: 5d6d7252168fbb27a7c6b8e5ff2576e3 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-08-26T13:19:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_LiciaMariaOPinho.pdf: 2523155 bytes, checksum: 5d6d7252168fbb27a7c6b8e5ff2576e3 (MD5) Previous issue date: 2008 / Importantes estudos foram realizados nos últimos anos quanto à necessidade de se pensar em formas de ensinar a cuidar do indivíduo no processo de morte, mas ainda insuficientes para provocar transformações na prática do cuidado com a pessoa em sua finitude. Este estudo teve como objetivos desvelar a vivência da morte e do morrer na prática educativa do enfermeiro docente com o acadêmico de Enfermagem no campo hospitalar; compreender o significado do existir humano para o enfermeiro docente e, conhecer as formas de abordagem sobre a morte adotadas por docentes de Enfermagem em Instituições de Ensino Superior. Pesquisa fenomenológica desenvolvida em três Cursos de Graduação em Enfermagem, localizados no município de Goiânia-GO. Foram entrevistados doze docentes no período de outubro de 2006 a março de 2007. De posse dos depoimentos integralmente transcritos emergentes da experiência vivida de cada docente, encaminhei-me para análise que foi realizada em busca do invariante, das convergências, ou seja, da essência das falas de cada sujeito. A leitura atentiva dos dizeres dos sujeitos da investigação à luz do pensamento da ontologia existencial de Martim Heidegger, foi fundamental para a compreensão dos diferentes modos de como o processo da morte vai se mostrando ao docente nas diversas formas de estar-ensinando e de estar-aprendendo. Os resultados deram origem a três categorias temáticas: “o significado da temporalidade do existir do homem”; “vivenciar a morte e o morrer com acadêmicos” e “educar para cuidar da pessoa no processo de morte: é possível?”, que apontaram para a falta de preparo e habilidade dos docentes para a vivência com o estudante em lidar com as questões da morte e do morrer. Revelaram que a formação em relação ao tema é superficial, breve e sem conexão com as disciplinas curriculares. Este estudo permitiu uma reflexão sobre o ensinar a cuidar do ser-morrendo. Sugiro construir competências e habilidades, para um cuidar singular e integral, dirigidos não somente à cura, mas a uma re-dimensão diante da vida, onde a morte deve ser visualizada como parte da existência. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Important studies were carried out in the last years as for the necessity to think about forms of teaching to take care of the individual in the process of the death, but still insufficient in order to stimulate transformations in practice of taking care before the person in his finitude. The objective of this study was to reveal the existence of the death and the act of dying in educational practice of the nurse teacher with the academic of Nursing in the hospital field and to understand the meaning of the act of existing in humans for the nurse teacher and the forms of approach on death adopted by professors of Nursing in Institutions of Superior Teaching. Phenomenological study developed in three courses of Nursing located in Goiânia- GO. Twelve professors were interviewed in the period of October of 2006 to March of 2007. In possession of the integrally transcribed testimonies, emergent of the experience lived by each teacher; I set out for analysis which was carried out in search of the invariant and of the convergences, in other words, of the essence of the words of each person. The attentive reading of the words of the subject of the investigation considering the thought of the existential ontology by Martin Heidegger was basic for the understanding of the different ways of how the process of the death is appearing to teachers in several forms of being-teaching and of being-learning. Three thematic categories had originated from the results: "the meaning of the temporality of the act of existing of the man", "to experience the death and the act of dying with academics" and to educate to take care of the person in the death and in dying: is it possible?" This pointed to the lack of preparation and skill of the teachers in the existence of the student to deal with the questions of the death and of dying. They showed that the formation regarding the subject is superficial, short and without connection with curricular subjects. This study allowed a reflection on teaching how to take care of the dying person. I suggest building competences and skills to take care singularly and integrally, directed not only to the cure, but to a re-dimension before life, in order that the death can be visualized as part of the existence.
7

La nature morte au Québec et la question du sujet en art (1887-1907)

D'Amours, Annie. January 1900 (has links) (PDF)
Thèse (M.A.)--Université Laval, 2005. / Titre de l'écran-titre (visionné le 28 mars 2007). Bibliogr.
8

AS DUAS FACES DA MORTE: DA IMPESSOALIDADE DECADENTE À DECISÃO ANTECIPADORA. UMA REFLEXÃO A PARTIR DO PENSAMENTO DE MARTIN HEIDEGGER.

BARCELLOS, I. A. 29 September 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:08:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8126_Dissertação final de Igor20151130-155815.pdf: 1191972 bytes, checksum: 2352a6ef8514749d2e8ea96bb6129466 (MD5) Previous issue date: 2014-09-29 / Martin Heidegger, considerado um dos maiores filósofos da contemporaneidade, tem como a questão fundamental de seu pensamento a pergunta pelo Ser. Essa temática perpassa todo sua obra, desde seu primeiro livro, Ser e tempo, publicada originalmente em 1927 até a derradeira fase de seu pensamento. A partir da ontologia fundamental, isto é, a pergunta pelo sentido do ser em geral, Heidegger se lança a pensar diversos fenômenos, dentre os quais a morte. Esta aparece de forma mais decisiva em sua obra de estreia e se situa no percurso de seu pensamento no momento em que Heidegger se encontra na necessidade de pensar o ser do Dasein como um todo, ou seja, do início ao fim. Como o fim do Dasein é a morte, então digna se faz tal temática a ser abordada pelo pensador. Como, então se deve pensar a morte? Heidegger oferece em Ser e tempo o caminho: da impropriedade à propriedade. Nesse sentido, começamos nossa investigação: demonstramos as limitações da compreensão imprópria sobre a morte assim como investigamos o que é a impropriedade do Dasein; posteriormente, consideramos a morte em sentido próprio, o que em outras palavras diz ser-para-a-morte, apresentando conceitos fundamentais da filosofia de Heidegger como angústia, compreensão, disposição, discurso, até desembocarmos no fenômeno da de-cisão antecipadora. Esta é a abertura privilegiada do Dasein na qual este ente assume a própria morte e se desentranha em sua totalidade.
9

Poussins Parerga : Quellen, Entwicklung und Bedeutung der Kleinkompositionen in den Gemälden Nicolas Poussins /

Keazor, Henry. January 1998 (has links)
Diss.--Philosophisch-historische Fakultät--Heidelberg--Ruprecht-Karls-Universität, 1996. / Bibliogr. p. 163-181. Index.
10

Cézanne : Stilleben /

Kitschen, Friederike. January 1900 (has links)
Diss.--Philos. Fakultät--Münich--Ludwig Maximilians Universität, 1994. / Bibliogr. p. 193-196.

Page generated in 0.0387 seconds