• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 766
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 771
  • 281
  • 266
  • 197
  • 117
  • 79
  • 75
  • 74
  • 72
  • 65
  • 62
  • 58
  • 57
  • 56
  • 55
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Comportamento de Biomphalaria glabrata variantes Albina e Melanica frente a infecção por schistosoma Mansoni

Allegretti, Silmara Marques, 1963- 02 July 1991 (has links)
Orientador : Luiz Augusto Magalhães / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T00:08:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Allegretti_SilmaraMarques_M.pdf: 6511036 bytes, checksum: 4d3a915357351dbac82fa0b6b8ede347 (MD5) Previous issue date: 1991 / Resumo: O trabalho teve como objetivo verificar as diferenças de comportamento exiswtentes entre Biomphalaria glabrata, variantes albina e melanica, em relação a susceptibilidade ao Schistosoma mansoni, atraves da observação da eliminação de cercarias por um periodo de 3 meses e a verificação das taxas de mortalidade nos moluscos controles e infectados Foi também objetivo do trabalho analisar a existencia de diferenças em numero de celulas estreladas e não estreladas nos diferentes periodos de infecção e observar, atraves de cortes histologicos, a evolução da infecção nos tecidos. Foram infextados moluscos Biomphalaria glabrata variantes albina e melanica da linhagem BH com Schistosoma mansoni da linhagem BH com a intenção de verificarmos qual as duas variantes era a variantes era a mias susceptivel ao parasita. Verificamos que houve maior numero de moluscos melanicos que eliminaram cercarias e por um tempo mais prolongado. Foi observado que houve uma interrupção precoce na eliminação de cercarias pelos moluscos albinos. A taxa de mortalidade dos moluscos infectados pertencentes a variante melanica também foi maior do que a observada na variante albina. Isto era esperado, em decorrencia dos danos provocados pelo parasita no molusco. A contagem das celulas da hemolinfa, feita nas diferentes horas, mostrou-nos que a variante albina possuiu um maior numero de celulas estreladas e não estreladas do que a variante melanica. A variante albina apresentou maior numero de celulas estreladas combateu mais eficientemente a infecção. Isto se explica pela capacidade destas celulas fagocitarem parasitas e qualquer corpo estranho que entre no organismo do molusco. Foi observado que no inicio da infecção houve uma queda do numero de amebocitos estrelados devido, provavelmente, a sua migração para os tecidos, com a finalidade de combater a infecção. Depois de um certo periodo observou-se um pico no numero de celulas nas duas variantes, o que pode significar que estas celulas podem ter retornado dos tecidos para a hemolinfa ou então que houve uma produção de celulas pelo APO. Pode ainda ter ocorrido uma combinação detas duas hipoteses. A analise da infecção nos tecidos teve como intenção principal verificar se havia diferença do comportamento dos amebocitos nas duas variantes. Observou-se que nas duas primeiras horas de infecção. houve dicreta reação amebocitaria ao redor da larva de Schistosoma mansoni em ambas as variantes, porem foram observados esporocistos degenerados com discreta reação amebocitaria, levando-nos a acreditar na existencia de fatores do plasma que atuariam na existencia de fatores do plasma que atuariam na morte dos esporocistos. Nos intervalos de tempo estudados, constatou-se maior numero de esporocistos degenerados na variante albina e maior numero de esporocistos integros na variante melanica. Comparando os resultados obtidos, em Biomphalaria glabrata, variantes albina e melanica, concluimos que os moluscos melanicos tiveram taxas de susceptibilidade e mortalidade maiores que os moluscos da variante albina. Os moluscos da variante albina apresentaram maior numero de celulas estreladas e não estrelados na hemolinfa circulante. Nos cortes histologicos havia maior numero de esporocistos degenerados na variante albina e maior numero de esporocistos integros na variante melanica. Por estes resultados, sugerimos que moluscos pertencentes a especie Biomphalaria glabrata, variante melanica de Belo Horizonte, infectados com Schistosoma mansoni simpatricos são mais susceptiveis que os moluscos da mesmo especie e origem, pertencentes a variante albina / Mestrado / Parasitologia / Mestre em Ciências Biológicas
12

Utilização de soros pluri-especificos no estudo da evolução das imunoglobulinas envolvidas na resposta imune de camundongos ao Schistosoma mansoni Sambon, 1.907

Bastos, Othon de Carvalho 14 July 2018 (has links)
Orientador : Luiz Augusto Magalhães / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T06:04:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bastos_OthondeCarvalho_D.pdf: 5394352 bytes, checksum: a07271186dbb8b5e61d084dac56b070c (MD5) Previous issue date: 1979 / Resumo: Com a finalidade de verificar a possibilidade de estudar a evolução das imunoglobulinas de camundongos envolvidas na resposta imune ao Schiatosoma mansoni, utilizando soros pluri-específicos, lotes de animais foram infectados com o parasita (grupo I) e seus comportamentos parasitológicos foram comparados com os de animais normais, tomados como controle da experiência (grupo C), por meio da imunoeletroforese bidimensional quantitativa. As alterações foram estudadas, quer dentro dos lotes dos dois grupos, quer comparando um grupo com o outro, expressando-se estas comparações pelo aumento relativo expresso pela relação I/C. A especificidade das imunoglobulinas, durante a infecção esquistossomática, foi estudada por imunoeletroforese bidimensional e pela reação de imunofluorescência indireta. Os resultados indicaram que: 1. Houve flutuação nos níveis das imunoglobulinas dos camundongos pertencentes ao grupo I e grupo C, quando os grupos foram estudados isoladamente, durante o período de observação. 2. As flutuações não foram paralelas, principalmente a partir da '6 POT. A' semana após a infecção em diante, quando se observou elevação dos níveis das imunoglobulinas IgGl, IgA e IgM. 3. A expressão das imunoglobulinas pela relação i/C, permitiu verificar o aparecimento de uma resposta primária, ocorrida entre o início da infecção e a segunda semana após esta data, constituída de IgM e IgA, e uma secundária, iniciada na sexta semana de infecção, constituída pela IgGl, IgA e IgM, com aumentos relativos de 4.5; 3 e 2 vezes normal... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências Biológicas
13

Avaliação da condição corporal, presença e identificação de ectoparasitos de carnívoros silvestres, com ênfase em canídeos, em áreas de influência da usina hidrelétrica de Barra Grande, sul do Brasil

Piccoli, Marina Foresti January 2010 (has links)
O objetivo deste trabalho foi avaliar a condição corporal e a presença e identificação de ectoparasitos em carnívoros silvestres, com ênfase em Lycalopex gymnocercus (graxaim-docampo) e Cerdocyon thous (graxaim-do-mato), em uma região ambientalmente afetada pela construção da Usina Hidrelétrica de Barra Grande. Foram realizadas campanhas sazonais para cada uma das quatro áreas de estudo, localizadas na região da fronteira entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina (sul do Brasil), em municípios banhados pelo Rio Pelotas. Os animais foram capturados através da utilização de armadilhas do tipo Tomahawk para mamíferos de médio porte; cada animal capturado foi sedado e teve sua condição corporal avaliada, ectoparasitos removidos, quando presentes, e fixados em álcool 70%. Grande parte dos animais capturados apresentava carrapatos do gênero Amblyomma, mas também se encontraram piolhos da ordem Phthiraptera e larvas de Dermatobia hominis. Encontrou-se uma variação sazonal estatisticamente significativa para a condição corporal dos animais capturados em todas as áreas de estudo e especialmente para L. gymnocercus. Encontrou-se uma correlação significativa entre condição corporal e presença de ectoparasitas para L. gymnocercus e para C. thous. / The aim of this study was to evaluate the body condition and ectoparasites prensence in species of wild carnivores, with emphasis on pampas-fox (Lycalopex gymnocercus) and crab-eating-fox (Cerdocyon thous) in an area environmentally affected by the construction of the Barra Grande hydroelectric power plant. Seasonal field works have been made for each of the four study areas located along the border between Rio Grande do Sul state and Santa Catarina state (southern Brazil), in counties bordering Pelotas river. Animals were captured using Tomahawlk traps for medium-sized mammals. All animals caught were sedated and had their body condition assessed, ectoparasites removed, if any, and fixed in 70% alcohol. Most of the animals trapped had Amblyomma spp. ticks, but we also found lice from the order Phthiraptera and larvae of Dermatobia hominis. We found a statistically significant seasonal variation in body condition of animals caught in all study areas and especially for L. gymnocercus. We found a significant correlation between body condition and ectoparasite presence for L. gymnocercus and C. thous.
14

Avaliação da condição corporal, presença e identificação de ectoparasitos de carnívoros silvestres, com ênfase em canídeos, em áreas de influência da usina hidrelétrica de Barra Grande, sul do Brasil

Piccoli, Marina Foresti January 2010 (has links)
O objetivo deste trabalho foi avaliar a condição corporal e a presença e identificação de ectoparasitos em carnívoros silvestres, com ênfase em Lycalopex gymnocercus (graxaim-docampo) e Cerdocyon thous (graxaim-do-mato), em uma região ambientalmente afetada pela construção da Usina Hidrelétrica de Barra Grande. Foram realizadas campanhas sazonais para cada uma das quatro áreas de estudo, localizadas na região da fronteira entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina (sul do Brasil), em municípios banhados pelo Rio Pelotas. Os animais foram capturados através da utilização de armadilhas do tipo Tomahawk para mamíferos de médio porte; cada animal capturado foi sedado e teve sua condição corporal avaliada, ectoparasitos removidos, quando presentes, e fixados em álcool 70%. Grande parte dos animais capturados apresentava carrapatos do gênero Amblyomma, mas também se encontraram piolhos da ordem Phthiraptera e larvas de Dermatobia hominis. Encontrou-se uma variação sazonal estatisticamente significativa para a condição corporal dos animais capturados em todas as áreas de estudo e especialmente para L. gymnocercus. Encontrou-se uma correlação significativa entre condição corporal e presença de ectoparasitas para L. gymnocercus e para C. thous. / The aim of this study was to evaluate the body condition and ectoparasites prensence in species of wild carnivores, with emphasis on pampas-fox (Lycalopex gymnocercus) and crab-eating-fox (Cerdocyon thous) in an area environmentally affected by the construction of the Barra Grande hydroelectric power plant. Seasonal field works have been made for each of the four study areas located along the border between Rio Grande do Sul state and Santa Catarina state (southern Brazil), in counties bordering Pelotas river. Animals were captured using Tomahawlk traps for medium-sized mammals. All animals caught were sedated and had their body condition assessed, ectoparasites removed, if any, and fixed in 70% alcohol. Most of the animals trapped had Amblyomma spp. ticks, but we also found lice from the order Phthiraptera and larvae of Dermatobia hominis. We found a statistically significant seasonal variation in body condition of animals caught in all study areas and especially for L. gymnocercus. We found a significant correlation between body condition and ectoparasite presence for L. gymnocercus and C. thous.
15

Avaliação da condição corporal, presença e identificação de ectoparasitos de carnívoros silvestres, com ênfase em canídeos, em áreas de influência da usina hidrelétrica de Barra Grande, sul do Brasil

Piccoli, Marina Foresti January 2010 (has links)
O objetivo deste trabalho foi avaliar a condição corporal e a presença e identificação de ectoparasitos em carnívoros silvestres, com ênfase em Lycalopex gymnocercus (graxaim-docampo) e Cerdocyon thous (graxaim-do-mato), em uma região ambientalmente afetada pela construção da Usina Hidrelétrica de Barra Grande. Foram realizadas campanhas sazonais para cada uma das quatro áreas de estudo, localizadas na região da fronteira entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina (sul do Brasil), em municípios banhados pelo Rio Pelotas. Os animais foram capturados através da utilização de armadilhas do tipo Tomahawk para mamíferos de médio porte; cada animal capturado foi sedado e teve sua condição corporal avaliada, ectoparasitos removidos, quando presentes, e fixados em álcool 70%. Grande parte dos animais capturados apresentava carrapatos do gênero Amblyomma, mas também se encontraram piolhos da ordem Phthiraptera e larvas de Dermatobia hominis. Encontrou-se uma variação sazonal estatisticamente significativa para a condição corporal dos animais capturados em todas as áreas de estudo e especialmente para L. gymnocercus. Encontrou-se uma correlação significativa entre condição corporal e presença de ectoparasitas para L. gymnocercus e para C. thous. / The aim of this study was to evaluate the body condition and ectoparasites prensence in species of wild carnivores, with emphasis on pampas-fox (Lycalopex gymnocercus) and crab-eating-fox (Cerdocyon thous) in an area environmentally affected by the construction of the Barra Grande hydroelectric power plant. Seasonal field works have been made for each of the four study areas located along the border between Rio Grande do Sul state and Santa Catarina state (southern Brazil), in counties bordering Pelotas river. Animals were captured using Tomahawlk traps for medium-sized mammals. All animals caught were sedated and had their body condition assessed, ectoparasites removed, if any, and fixed in 70% alcohol. Most of the animals trapped had Amblyomma spp. ticks, but we also found lice from the order Phthiraptera and larvae of Dermatobia hominis. We found a statistically significant seasonal variation in body condition of animals caught in all study areas and especially for L. gymnocercus. We found a significant correlation between body condition and ectoparasite presence for L. gymnocercus and C. thous.
16

Leishmanioses : estudos epidemiológicos e o conhecimento da população de Formiga, Minas Gerais

Menezes, Júlia Alves January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-08T17:29:05Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_JuliaAlvesMenezes.pdf: 8169141 bytes, checksum: e9d42a2ead6ef64ee95391cdf978633c (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-08T17:29:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_JuliaAlvesMenezes.pdf: 8169141 bytes, checksum: e9d42a2ead6ef64ee95391cdf978633c (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-08T17:30:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_JuliaAlvesMenezes.pdf: 8169141 bytes, checksum: e9d42a2ead6ef64ee95391cdf978633c (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-08T17:30:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_JuliaAlvesMenezes.pdf: 8169141 bytes, checksum: e9d42a2ead6ef64ee95391cdf978633c (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / No Novo Mundo, as leishmanioses constituem um grupo de doenças negligenciadas, com alta prevalência mundial e que podem assumir formas graves. Elas são transmitidas ao homem pela picada de flebotomíneos, existindo uma gama de reservatórios, sendo o cão o principal hospedeiro urbano. Neste contexto, as leishmanioses, principalmente a forma visceral zoonótica, tem se urbanizado no Brasil e em várias partes do mundo. O objetivo do presente trabalho foi estudar alguns aspectos epidemiológicos das leishmanioses e o conhecimento da população sobre a doença no município de Formiga, MG. Estes aspectos se referem principalmente à fauna flebotomínica e à infecção canina. Para se conhecer a fauna flebotomínica, foram realizadas coletas sistemáticas mensais entre maio 2012 e abril 2013 utilizando armadilhas luminosas HP em 24 peridomicílios. Os exemplares foram identificados e sua densidade relacionada a fatores climáticos e ambientais. O estudo da frequência da leishmaniose canina foi realizado através da coleta de sangue de 570 cães e posterior análise sorológica (DPP® e ELISA) e molecular (LnPCR). As amostras positivas no LnPCR foram submetidas ao sequenciamento e PCR-RFLP a fim de determinar a espécie de Leishmania. Todos os locais de captura entomológica e os endereços dos cães positivos foram georreferenciados sobre a malha urbana do município e correlacionados aos casos humanos e a fatores ambientais locais. A população foi entrevistada a partir de um questionário quantitativo validado que abordou conceitos relevantes sobre a doença e sobre as condições do peridomicílio. Foram capturados 224 flebotomíneos de 10 espécies diferentes, sendo Lutzomyia longipalpis (35,3%), Lutzomyia cortelezzii (33,5%) e Lutzomyia whitmani (18,3%) as mais abundantes. Foi observada correlação estatisticamente significativa (p<0,05) entre a densidade total de flebotomíneos e a precipitação e temperatura. Em relação aos cães, a taxa de infecção encontrada, considerando os testes sorológicos e o molecular, foi de 19,1%. O sequenciamento e a PCR-RFLP permitiram identificar as espécies Leishmania infantum e Leishmania braziliensis infectando os cães. As análises espaciais demonstraram que L. whitmani (99,8%) se concentra nas proximidades de extensas áreas verdes e em distâncias de até 200m da vegetação. Lutzomyia longipalpis está mais associado à rede hidrográfica, se concentrando, principalmente, nas faixas distantes até 400m de um curso d’água. Para o município, flebotomíneos, cães positivos e casos humanos estão geograficamente relacionados, embora com pouca sobreposição de suas áreas de ocorrência. O estudo sobre o conhecimento da população revelou que os moradores de Formiga desconhecem completamente a doença (93%) e que 95% deles estão sob algum fator de risco. A existência de flebotomíneos comprovadamente vetores de leishmaniose visceral e tegumentar associado ao fato de existirem cães infectados com espécies, tanto dermotrópicas quanto viscerotrópicas do parasito, sugerem que no município está ocorrendo um ciclo de transmissão de leishmanioses visceral. Além disso, pode ocorrer um possível surgimento de casos humanos de leishmaniose tegumentar. Dessa forma, fica evidente que medidas de vigilância e controle precisam ser urgentemente estabelecidas na cidade para se evitar a dispersão e os óbitos por leishmaniose na região. / Leishmaniases in the New World are neglected diseases with high prevalence worldwide and may assume severe forms. They are transmitted to humans by the bite of sand flies and exhibit a range of wild and domestic reservoirs including the dog as the main urban host. In this context, especially zoonotic visceral leishmaniasis form has urbanized in Brazil and around the world. The aim of this work was to study some epidemiological aspects of leishmaniasis and the population’s knowledge about the disease in Formiga, Minas Gerais State. Those aspects are mainly related to the phlebotomine fauna and canine infection. To determine the sand fly fauna, monthly systematic collections were performed between May 2012 and April 2013 using HP light traps in 24 peridomicile. Specimens were identified and their density related to climatic and environmental conditions. The study of the frequency of canine leishmaniasis was performed by collecting blood samples from 570 dogs and subsequent serologic (DPP and ELISA) and molecular (LnPCR) analysis. The LnPCR positive samples were subjected to sequencing and PCR-RFLP to determine the Leishmania species. All the entomological capture sites and addresses of positive dogs were georeferenced on the urban grid of the city and correlated to human cases and local environmental factors. The population was interviewed using a validated quantitative questionnaire addressing relevant concepts about the disease and the conditions of the peridomicily. Two hundred twenty-four phlebotomines from 10 different species were captured, where Lutzomyia longipalpis (35.3%), Lutzomyia cortelezzii (33.5%) and Lutzomyia whitmani (18.3%) were the most abundant. Statistically significant correlation (p <0.05) was observed between total sandfly density and precipitation and temperature. Regarding the dogs, the rate of infection found by considering the serologic and molecular assays was 19.1%. Sequencing and PCR-RFLP allowed the identification of the species Leishmania infantum and Leishmania braziliensis infecting dogs. The spatial analysis showed that L. whitmani (99.8%) is concentrated close to green areas and up to a distance of 200m from vegetation. Lutzomyia longipalpis is most associated with the hydrographic network, concentrating mainly on the distances up to 400m alongside the water. For the Formiga city, phlebotomines, positive dogs and human cases are geographically related, although poor overlap of their occurrence areas has been observed. The study on the knowledge of the population revealed that the residents of Formiga are completely unaware of the disease (93%) and that 95% of them are under some risk factor. The existence of proven sandflies vectors of visceral and tegumentary leishmaniasis and the existence of infected dogs - with both dermotrophic as visceral species - suggest that the city is experiencing a cycle of transmission of visceral leishmaniasis. Besides, the city may be also iin risk of an outbreak of tegumentary human cases. It is clear that surveillance and control measures need to be urgently established in the town to avoid dispersion and deaths per leishmaniasis in the region.
17

Revisão taxonômica e elaboração de mapas de distribuição geográfica de espécies brasileiras da família Lymnaeidae Rafinesque, 1815 (Gastropoda, Basommatophora).

Carvalho, Camilla de Medeiros de January 2014 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T12:50:42Z No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_CamilladeMedeirosdeCarvalho.pdf: 5568046 bytes, checksum: a9d184ab8a961d7a7ec2135b588f09ef (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T12:51:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_CamilladeMedeirosdeCarvalho.pdf: 5568046 bytes, checksum: a9d184ab8a961d7a7ec2135b588f09ef (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-04-17T12:51:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_CamilladeMedeirosdeCarvalho.pdf: 5568046 bytes, checksum: a9d184ab8a961d7a7ec2135b588f09ef (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-17T12:51:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese_DIP_CamilladeMedeirosdeCarvalho.pdf: 5568046 bytes, checksum: a9d184ab8a961d7a7ec2135b588f09ef (MD5) Previous issue date: 2014 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil / Moluscos da família Lymnaeidae Rafinesque, 1815, atuam como hospedeiros intermediários do trematódeo Fasciola hepatica Linnaeus, 1758, agente etiológico da fasciolose, doença parasitária de importância médica e veterinária. As áreas mais críticas onde a doença representa um problema de saúde pública estão localizadas nos países Andinos (Bolívia, Peru, Chile, Equador), região do Caribe (Cuba), norte da África (Egito) e Europa ocidental (Portugal, França e Espanha). Estima-se que mais de 20 milhões de pessoas encontram-se infectadas em todo o mundo. A variabilidade na morfologia da concha e a uniformidade na anatomia interna são características de vários gêneros e espécies da família as quais dificultam a determinação específica. Os objetivos do presente trabalho foram: 1) Analisar a morfologia de espécimes tipo ou topótipos das espécies Galba viatrix d'Orbigny, 1835, G. truncatula (Müller, 1774), G. cubensis Pfeiffer, 1839, Lymnaea rupestris Paraense, 1982 e Pseudosuccinea columella (Say, 1817) e compará-las com limneídeos procedentes do Brasil; 2) Elucidar a localidade tipo de P. columella; 3) Refinar e definir novos caracteres morfológicos que possam ser utilizados na identificação; 4) Rever e retificar a taxonomia dos limneídeos do acervo da coleção Fiocruz-CMM; 5) Elaborar mapas de distribuição geográfica dos limneídeos brasileiros. Através das análises dos topótipos e de exemplares coletados no Brasil foram confirmadas a presença de G. viatrix, G. truncatula, G. cubensis e P. columella. Um neótipo é proposto para P. columella, considerando o desconhecimento da localidade tipo e a invalidade da série tipo para essa espécie. As diferenças evidenciadas entre as espécies de limneídeos foram encontradas principalmente na concha (microescultura e formato), sistema digestivo (estômago e glândulas salivares) e sistema reprodutor (oviduto, próstata, complexo peniano, vesicular seminal e ovotestis). Após avaliação e retificação, o acervo Fiocruz-CMM ficou composto por sete espécies em um total de 98 pontos de coleta, sendo 64 (65.3%) identificados com exemplares da espécie P. columella, 14 (14.3%) com G. truncatula, oito (8.2%) com G. cubensis, sete (7.1%) com G. viatrix, dois (2%) com L. diaphana King, 1830, dois (2%) com L. peregra (Müller, 1774) e um (1%) com L. stagnalis (Linnaeus, 1758). Após o levantamento da ocorrência das espécies no Brasil registrou-se: P. columella em 400 municípios (95,7%), G. viatrix em 10 (2,4%), G. cubensis em seis (1,4%), G. truncatula em três (0,7%) e L. rupestris em um (0,2%). Pela primeira vez, foi elaborado mapas de distribuição de limneídeos no Brasil. / Snails of the family Lymnaeidae act as intermediate hosts of the trematode Fasciola hepatica, the etiologic agent of fasciolosis, a parasitic disease of medical and veterinary importance. The most critical areas where this disease is a problem of public health are located in the Andean countries (Bolivia, Peru, Chile, Ecuador), the Caribbean region (Cuba), North Africa (Egypt) and western Europe (Portugal, France and Spain). It is estimated that over 20 million people are infected worldwide. The variability in shell morphology and uniformity in the internal anatomy of various genera and species are characteristic of the family Lymnaeidae hampering the specific determination. The objectives of this study were to perform: 1) To analyze the morphology of the type specimens or topotypes of species Galba viatrix d'Orbigny, 1835, G. truncatula (Müller, 1774), G. cubensis Pfeiffer, 1839, Lymnaea rupestris Paraense, 1982 and Pseudosuccinea columella (Say, 1817) and compares them with those species occurring in Brazil; 2) Elucidate the type locality of P. columella; 3) Refine and define new morphological characters for lymnaeids species from Brazil; 4) Review and rectify the taxonomy of the lymnaeids samples from Fiocruz-CMM; 5) Develop maps geographic distribution of brazilian lymnaeids. Through the analysis of topotypes and specimens collected in Brazil, we confirmed the presence of G. viatrix, G. truncatula, G. cubensis and P. columella. A new neotype was proposed for P. columella, regarding the unknown type locality and the invalidity of types series to this species. The differences observed between lymnaeids species were mainly found in the shell (microsculpture and shape), digestive system (stomach and salivary glands) and reproductive system (oviduct, prostate, penial complex, seminal vesicle and ovotestis). After rectifying and evaluating the collection Fiocruz-CMM is composed of seven species in a total of 98 sampling points, with 64 (65.3%) identified as P. columella, 14 (14.3%) as G. truncatula, eight (8.2%) as G. cubensis, seven (7.1%) as G. viatrix, two (2%) as L. diaphana King, 1830, two (2%) as L. peregra (Müller, 1774) and one (1%) as L. stagnalis (Linnaeus, 1758). After the research about occurrences of the species in Brazil was registered: P. columella in 400 municipalities (95.7 %), G. viatrix in 10 (2.4 %), G. cubensis in six (1.4 %), G. truncatula in three (0.7 %) and L. rupestris in one (0.2 %). For the first time, maps of the distribution of lymnaeids were developed in Brazil.
18

Avaliação da infecção por Leishmania spp. em pequenos mamíferos de áreas endêmicas de Minas Gerais, Brasil |

Pereira, Agnes Antônia Sampaio January 2015 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T19:01:01Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_DIP_AgnesAntoniaSampaioPereira (2).pdf: 3979166 bytes, checksum: 17d10f25aaa6a7bb5ceb08f07a44820c (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T19:01:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_DIP_AgnesAntoniaSampaioPereira (2).pdf: 3979166 bytes, checksum: 17d10f25aaa6a7bb5ceb08f07a44820c (MD5) / Approved for entry into archive by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2015-06-18T19:01:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_DIP_AgnesAntoniaSampaioPereira (2).pdf: 3979166 bytes, checksum: 17d10f25aaa6a7bb5ceb08f07a44820c (MD5) / Made available in DSpace on 2015-06-18T19:01:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_DIP_AgnesAntoniaSampaioPereira (2).pdf: 3979166 bytes, checksum: 17d10f25aaa6a7bb5ceb08f07a44820c (MD5) Previous issue date: 2015 / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa René Rachou / O conhecimento dos reservatórios de Leishmania spp. é crucial para o estabelecimento de medidas eficientes de controle das leishmanioses. A detecção, identificação da espécie de Leishmania bem como a quantificação da carga parasitária em diferentes amostras de animais podem ser ferramentas úteis na indicação da participação de um determinado hospedeiro como fonte de infecção para os vetores. Neste trabalho foi realizado um estudo sobre a infecção por Leishmania spp. em roedores e marsupiais em áreas endêmicas para as leishmanioses de Minas Gerais. As amostras utilizadas foram provenientes de pequenos mamíferos capturados em cinco localidades: Regional Nordeste de Belo Horizonte, Município de Divinópolis, Terra Indígena Xakriabá no Município de São João das Missões, Barra do Guaicuí em Várzea da Palma e Casa Branca, localidade pertencente ao Município de Brumadinho. A detecção e quantificação do DNA de Leishmania foram realizadas através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) e PCR em tempo real (qPCR) direcionadas ao alvo kDNA e a identificação da espécie através da PCR-RFLP direcionada ao hsp70. Foram capturados animais pertencentes a 14 diferentes espécies, das ordens Rodentia e Didelphimorfia. Os resultados mostraram que, em geral, a maioria dos animais foi capturada em áreas não urbanizadas e a maioria dos espécimes pertencem a ordem Rodentia. Dos 346 animais examinados, 78 (22%) foram positivos em pelo menos um tecido. A maior positividade foi observada na Terra Indígena Xakriabá (35%), seguido pela Regional Nordeste de Belo Horizonte (27%), Casa Branca (24%), Divinópolis (9%) e Barra do Guaicuí (8%). Quanto às espécies de animais, Thrichomys apereoides e Didelphis albiventris tiveram um número expressivo de exemplares capturados (76 e 113 respectivamente) e uma positividade considerada alta (28% e 19%). Com relação aos tecidos, o fígado apresentou maior positividade (14%), seguido por medula (9%), baço (6%), pele de orelha (5%) e pele de cauda (4%). Nas amostras dos animais foram identificadas as espécies L. (V.) braziliensis, L. (L). infantum e L. (V.) guyanensis, sendo que a primeira foi encontrada infectando um maior número e uma maior diversidade de espécies de animais. Os animais capturados na Terra Indígena Xakriabá apresentaram a carga parasitária mais elevada, e, com relação às espécies dos hospedeiros, T. apereoides foi o que apresentou a maior carga parasitária. Quanto aos tecidos, houve uma alta positividade em amostras de fígado enquanto as amostras de baço apresentaram uma alta carga parasitária, o que aponta para a importância desses órgãos na infecção dos pequenos mamíferos por Leishmania spp.. A pele de orelha se mostrou eficiente na detecção das três espécies de Leishmania encontradas. Os resultados obtidos, aliados ao conhecimento epidemiológico da área, mostraram a importância da participação deste animais no ciclo de transmissão de Leishmania nas áreas endêmicas estudadas. Esses dados ressaltam a necessidade de mais estudos a respeito destas diferentes espécies de mamíferos, possíveis reservatórios de Leishmania spp., visando a implementação de novas estratégias de vigilância epidemiológica e aplicação de medidas de controle específicas, tanto para leishmaniose tegumentar como para leishmaniose visceral. / The knowledge about the reservoir of Leishmania spp. is crucial to establish the efficient leishmaniasis control measures. The detection, identification of the Leishmania species and the parasite burden quantification in different clinical animal samples can be useful tools to indicate the participation of a certain host as a source of infection to the vectors. In this work it was done a study about the infection by Leishmania spp. in rodents and marsupials in leishmaniasis endemic areas in Minas Gerais. The used samples were from small mammals captured in five localities: the Northeast Region of Belo Horizonte, the municipality of Divinópolis, the Xakriabá Indian Reservation in the municipality of São João das Missões, Barra do Guaicuí in the municipality of Várzea da Palma and Casa Branca, placed in the municipality of Brumadinho. The detection and quantification of the Leishmania DNA was done through the Polimerase Chain Reaction (PCR) targeted to the kDNA and the identification of the species through the PCR-RFLP targeted to the hsp70. Animals from 14 different species of the orders Rodentia and Didelphimorfia were captured. The results showed that, in general, most of the animals were captured in non urbanized areas and most of the specimens belong to the Rodentia order. From the 346 tested animals, 78 (22%) were positive in at least one tissue. The higher positivity was observed in the Xakriabá Indian Reservation (35%), followed by the Northeast Region of Belo Horizonte (27%), Casa Branca (24%), Divinópolis (9%) and Barra do Guaicuí (8%). Related to the animal species, Thrichomys apereoides and Didelphis albiventris had an expressive number of captured specimens (76 and 113 respectively) and a high positivity (28% and 19%). About the tissues, the liver had the higher positivity (14%), followed by bone marrow (9%), spleen (6%), ear skin (5%) and tail skin (4%). In the animals samples were identified the species L. (V.) braziliensis, L. (L). infantum and L.(V.) guyanensis, wherein the first was found infecting a higher number and a higher diversity of animals species. The captured animals in the Xakriabá Indian Reservation showed a more elevated parasite burden and, related to the host species, T. apereoides showed the higher parasite burden. About the tissues, there was a high positivity in liver samples as the spleen samples showed a high parasite burden, which points to the importance of these organs for the infection of small mammals by Leishmania spp. The ear skin was efficient in the detection of the three Leishmania species found. The obtained results, allied to the area epidemiologic knownledge, showed important participation of these animals in the Leishmania cicle transmission in the studied endemic areas. These data show the need of more researches about these different mammals species, possible Leishmania reservoirs, seeking the implementation of new epidemiological surveillance srtatetegies and the aplliance of specific control measures to the cutaneous leishmaniasis as well to the visceral leishmaniasis.
19

O papel da microbiota intestinal na competência vetorial do Lutzomyia longipalpis para a Leishmania (Leishmnia) infantum chagasi e a transmissão do parasito ao vertebrado pela da picada.

Monteiro, Carolina Cunha January 2012 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2012-09-11T14:49:08Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Carolina Cunha Monteiro.pdf: 2690341 bytes, checksum: c13f5fff0318498b18aff1d8e3e2f76e (MD5) / Made available in DSpace on 2012-09-11T14:49:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Carolina Cunha Monteiro.pdf: 2690341 bytes, checksum: c13f5fff0318498b18aff1d8e3e2f76e (MD5) / FAPEMIG CNPq CAPES Fundação Oswaldo Cruz / As Leishmanioses são doenças causadas por protozoários do gênero Leishmania e transmitidas pela picada dos flebotomíneos. A doença apresenta diferentes manifestações clínicas, como a leishmaniose visceral (LV). No Brasil a LV é causada pela subespécie Leishmania (L.) infantum chagasi e transmitida principalmente pelo vetor Lutzomyia longipalpis e nos últimos dez anos, a média anual de novos casos foi de 3.379. O flebotomíneo, durante o repasto sanguíneo, pode ingerir o parasito que é direcionado ao intestino médio do inseto, onde entra em contato com a microbiota. In vitro a ação dessa microbiota sobre o parasito foi avaliada demonstrando a lise na parede celular de Leishmania (L.)infantum chagasi e Leishmania (V.) braziliensis causada por Serratia marcescens, porém ainda não esta claro o seu papel no vetor. Neste trabalho foi feita a identificação por sequenciamento de DNA de isolados bacterianos do intestino médio de L. longipalpis de duas localidades brasileiras. Nas fêmeas de flebotomíeneos da Gruta da Lapinha foi encontrada pela primeira vez a bactéria da família Enterobactereaceae, Providencia sp. Nas fêmeas de Jacobina a bactéria encontrada foi a espécie Acinetobacter soli. As duas localidades apresentaram maior número de bactérias do tipo bacilos Gram negativos. Os machos de Jacobina não apresentaram crescimento bacteriano, diferentemente dos machos da Gruta da Lapinha. Para análise da influência das bactérias no desenvolvimento do parasito, Fêmeas de L. longipalpis foram infectadas com Leishmania (L.) infantum chagasi e tratadas com dois antibióticos de ação principal sobre bactérias Gram negativas, carbenicilina e gentamicina. Os parasitos do grupo tratado com carbenicilina, além de serem capazes de se estabelecer no flebotomíneos após a digestão, tiveram um aumento no seu número. O grupo tratado com gentamicina apresentou uma queda já no segundo dia pós-infecção, tendo um aumento no quinto dia. Ao incubar as bactérias identificadas no intestino médio com L. (L.) infantum chagasi in vitro, foi possível ver que as bactérias interferem no crescimento do parasito. Analisamos também a expressão de peptídeos antimicrobianos. Gambicina e defensina apresentaram diferença de expressão entre os grupos Não alimentados e Pós Digestão, sendo que a expressão foi maior em Não alimentados. No processo de interação, estabelecemos no laboratório a transmissão de L.(L.) infantum chagasi diretamente via picada do flebotomíneo a hamsters e camundongos. Os dois modelos apresentaram uma variação de 4 a 15 mil parasitos inoculados na orelha dos vertebrados. / Leishmaniasis are diseases caused by protozoa of the genus Leishmania and they are transmitted by the bite of sandflies. The disease presents different clinical manifestations, such as visceral leishmaniasis (VL). In Brazil, VL is caused by Leishmania (L.) infantum chagasi and it is transmitted by the vector bite Lutzomyia longipalpis and during the last ten years the annual new cases average of VL was 3.379. The sandfly is able to ingest the parasite during the blood meal which is directed to the insect midgut where it gets in contacts with the microbiota. The microbiota activity over the parasite was evaluated in vitro demonstrating cell walls lysis of Leishmania (L.) infantum chagasi and L. braziliensis caused by Serratia marcescens but their role in the vector is not clear yet. This work identified bacterial isolates from the L. longipalpis midgut from two deferent places in Brazil by sequencing DNA. Lapinha Cave females showed for the first time in sandflies a bacteria from the Enterobactereaceae family, Providence sp. Jacobina females’ insects presented Acinetobacter soli as a midgut bacteria. The insects from both sites showed a majority of Gram negative rods. Males from Jacobina showed no bacterial growth, unlike the Lapinha Cave ones. In order to analyze the influence of bacteria on the development of the parasite, L. longipalpis females were infected with L. (L.) infantum chagasi and treated with two difenrets antibiotics for Gram negative bacterias, carbenicillin and gentamicin. Carbenicillin treated group parasites were able to establish infection in sand flies after digestion increasing the number of parasites. The gentamicin treated group featured a parasite drop since the second day postinfection, having an increasing on the fifth day. Incubating in vitro those bacterias identified in the midgut with L. (L.) infantum chagasi, could be seen that bacteria interfere on parasite growth. We also analyzed the antimicrobial peptides expression in the insects. Gambicina and defensin expression differ between groups; Not Fed and Post Digestion. The expression was higher in Not Fed one. In the interaction process, we established the laboratory transmission of L. (L.) infantum chagasi directly by the sandfly bite on hamsters and mice. Both models showed a range 4 to 15 million parasites inoculated into the vertebrates’ ear.
20

Estudo de Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) no município de Divinópolis, Minas Gerais, Brasil

Nascimento, Bruno Warlley Leandro January 2013 (has links)
Submitted by Nuzia Santos (nuzia@cpqrr.fiocruz.br) on 2013-05-24T13:07:02Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Bruno Nascimento.pdf: 2690979 bytes, checksum: 8895b1e7cb440d8618cfcad07cc3cb46 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-05-24T13:07:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Bruno Nascimento.pdf: 2690979 bytes, checksum: 8895b1e7cb440d8618cfcad07cc3cb46 (MD5) Previous issue date: 2013 / A transmissão das espécies de Leishmania aos hospedeiros vertebrados envolve várias espécies de flebotomíneos no Brasil. Um estudo sobre a composição da fauna de flebotomíneos foi realizado no município de Divinópolis, Minas Gerais, Brasil, área endêmica para leishmaniose tegumentar (LT), e de transmissão moderada para leishmaniose visceral (LV). Foram realizadas coletas sistematizadas mensais para captura de flebotomíneos durante um ano, de setembro de 2010 a agosto de 2011, com armadilhas luminosas HP instaladas em área urbana, em 15 peridomicílios de casas onde se registrou pelo menos um caso de LT ou LV, e em 5 fragmentos de mata. Também foram realizadas coletas não sistematizadas utilizando armadilhas de Shannon nos fragmentos de mata. A detecção de DNA de Leishmania sp. nos espécimes de flebotomíneos foi realizada por meio da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) e para a identificação da amostra positiva foi utilizada a técnica de sequenciamento genético de fragmentos de DNA. Um total de 1.088 espécimes de flebotomíneos foram coletados pertencentes ao gênero Brumptomyia e Lutzomyia, e 18 espécies. Lutzomyia longipalpis, o principal vetor da Leishmania infatum no Brasil, foi a espécie mais freqüente, sendo encontrada em 14 das 20 localidades. As espécies Lu. longipalpis e Lu. whitmani foram as únicas coletadas em todos os meses de estudo. Nenhuma das espécies foi encontrada em todas as localidades de estudo. As cinco espécies mais frequentes foram: Lu. longipalpis (76,9%), Lu. lenti (8,3%), Lu. whitmani (5,0%), Lu. sallesi (2,8%) e Lu. aragaoi (2,2%). Não foi observada correlação estatisticamente significativa entre densidade total de flebotomíneos e variáveis climáticas durante o período de estudo. As análises moleculares detectaram DNA de Leishmania infantum em um exemplar de Lu. longipalpis. Os dados apontam para a necessidade de medidas de controle da população de flebotomíneos no município de Divinópolis e adoção de estratégias de vigilância entomológica. / The transmission of Leishmania species to vertebrate hosts involves several species of sand flies in Brazil. A study of the sand flies fauna composition was carried out in the city of Divinópolis, Minas Gerais state, Brazil, an endemic area for cutaneous leishmaniasis (CL), and of moderated transmission of visceral leishmaniasis (VL). Monthly systematic collections were made during one year, from September 2010 to August 2011. The HP light traps were installed inperidomicile of 15 houses where at least one case of CL or VL has been recorded and in five forested areas. Systematized collections were carried out using Shannon traps. The detection of DNA of Leishmania sp. in the sand fly specimens was performed by Polymerase Chain Reaction (PCR) and the technique for identification of positive samples genetic sequencing of DNA fragments technique. A total of 1,088 specimens of sand flies were collected, belonging to the genera Brumptomyia e Lutzomyia and 18 species. Lutzomyia longipalpis, the main vector of Leishmania infatum in Brazil, was the most frequent species, being collected in 14 of the 20 locations. The species Lu. longipalpis and Lu. whitmani were the only ones collected in every month studied. None of the collected species were found in all localities sampled. The five most abundant species were: Lu. longipalpis (76.9%), Lu. lenti (8.3%), Lu. whitmani (5.0%), Lu. sallesi (2.8%) and Lu. aragaoi (2.2%). No significant statistical correlation between the total sand fly density and the climatic variables was found. Molecular analysis identified natural infection by Leishmania infantum in one specimen of Lu. longipalpis. The data points to for measures to control the sand fly populations and adoption of strategies for entomological surveillance in Divinópolis municipality.

Page generated in 0.1282 seconds