• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 124
  • Tagged with
  • 125
  • 125
  • 110
  • 73
  • 54
  • 48
  • 47
  • 47
  • 31
  • 30
  • 25
  • 24
  • 21
  • 17
  • 17
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Práticas gerenciais de enfermeiras em unidades de produção de serviços hospitalares

Vieira, Silvana Lima 28 March 2011 (has links)
Banca Examinadora: Sandra Maria Chaves dos Santos, Silvana Martins Mishima, Cristina Maria Meira de Melo e Josicélia Dumêt Fernandes. / Submitted by Samuel Real Mota (samuel.real@ufba.br) on 2013-08-09T17:26:19Z No. of bitstreams: 1 DISSER_PGENF_279 SILVANA.pdf: 2246421 bytes, checksum: 53464d9272addc68ab6ec16c4e56c3e0 (MD5) / Approved for entry into archive by Flávia Ferreira(flaviaccf@yahoo.com.br) on 2013-09-09T17:20:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSER_PGENF_279 SILVANA.pdf: 2246421 bytes, checksum: 53464d9272addc68ab6ec16c4e56c3e0 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-09-09T17:20:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSER_PGENF_279 SILVANA.pdf: 2246421 bytes, checksum: 53464d9272addc68ab6ec16c4e56c3e0 (MD5) Previous issue date: 2011-03-28 / Estudo sobre práticas gerenciais de enfermeiras em unidades de produção de serviços (UPS) hospitalares, em um Hospital Público de Ensino de Salvador-Bahia tendo por objetivo geral: analisar a prática gerencial de enfermeiras coordenadoras. Trata-se de estudo com abordagem qualitativa, descritiva e exploratória. Como técnicas de coleta de dados utilizamos entrevistas semi-estruturadas, observação assistemática e análise documental, com coleta de dados no período entre outubro à dezembro de 2010. Os sujeitos do estudo foram cinco enfermeiras que exerciam cargo de coordenação de unidades de produção de serviços com diferentes complexidades e finalidades no referido hospital. O tratamento do material coletado foi submetido à análise de conteúdo segundo Bardin (2004). Consideramos quatro categorias de análise para apreensão do exercício da prática gerencial da enfermeira fundamentadas no debate teórico sobre gestão em serviços de enfermagem, a saber: quanto à natureza das atividades desenvolvidas, quanto à interação-articulação entre as coordenações, quanto à autonomia e quanto ao uso de ferramentas gerenciais. Todos os sujeitos da pesquisa foram do sexo feminino, com especialização na área clinica, porém sem capacitação específica gerencial. Os resultados mostram que o conteúdo das práticas das coordenadoras concentrou-se para atividades de supervisão-controle, planejamento, avaliação e capacitação; identificamos que as enfermeiras detêm mais autonomia com a equipe de enfermagem, porém limitada para questões macro da organização, principalmente para execução; no que tange a interação articulação com as demais coordenadoras, esta se restringe à discussão de problemas que envolvem as unidades de produção, porém não ocorre para planejamento e avaliação dos serviços. A análise das categorias foi permeada por fatores intervenientes positivos, como a possibilidade de crescimento profissional e aprimoramento pessoal e, negativos, relacionados à lentidão na resolutividade de problemas, recursos financeiros e de pessoal deficientes. Constatamos que as práticas gerenciais adotadas remetem fortemente a teorias clássicas da administração com conceitos intrínsecos de visões e atitudes centralizadoras e com divisão do trabalho. Concluímos neste estudo que a prática gerencial de enfermeiras coordenadoras de unidades de produção de serviços hospitalares encontra-se distante do necessário para articulação, descentralização e efetividade, tendendo a reproduzir modelos tradicionais nos quais predominam estruturas hierárquicas de controle e obediência às normas. De uma forma geral consideramos que as profissionais se ressentem em sua prática de fragilidade teórica no campo da gerência, além do uso limitado de ferramentas gerenciais que orientem o trabalho, principalmente para avaliação. Esperamos que este estudo contribua para discussões sobre as características, condicionantes e determinantes das práticas gerenciais de enfermeiras. / Salvador
2

O reencantamento do concreto e as apostas nas mudanças nos modelos de atenção e de gestão do SUS (o caso do Instituto Hospitalar General Edson Ramalho/João Pessoa/Paraíba) / The renchantment with the concrete and the wager for changes in standards of attention and management of SUS (the case of the Instituto Hospitalar General Edson Ramalho/João Pessoa/Paraíba)

Coêlho, Bernadete Perez January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2012-05-07T14:44:01Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 000008.pdf: 409708 bytes, checksum: 399ae79f11c0bd6b93ca1b58625ecccb (MD5) Previous issue date: 2006 / Apostar nas mudanças nos modelos de atenção e de gestão é instituir novos arranjos institucionais e dispositivos para dentro dos serviços de saúde, ressignificando o trabalho em saúde. Essa é uma aposta onde gestão e atenção são consideradas como indissociáveis e onde o conceito de resultado em saúde também é ampliado: produzir saúde e produzir sujeitos com maior capacidade de análise e de intervenção diante do cotidiano. O estudo em questão temo como objetivo geral analisar as mudanças no Hospital com a implementação de arranjos institucionais e dispositivos propostos pela Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde em 2003 [...]
3

Tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro : contribuição para o cuidado humanizado

Rossi, Flavia Raquel January 2003 (has links)
O estudo tem por objetivo identificar a utilização das tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro e sua interferência na produção do cuidado.Entende-se por tecnologias leves as tecnologias das relações, como o acolhimento, o vínculo, a autonomização, responsabilização, entre outros. Trata-se de um estudo de caso de abordagem qualitativa, cujos sujeitos do estudo foram enfermeiros do setor de internação de um hospital geral. A coleta de dados foi realizada através da observação livre, no período de dezembro de 2002 a fevereiro de 2003 e os dados foram analisados através da abordagem dialética e classificados em estruturas de relevância. A análise de dados permitiu identificar o acolhimento e o vínculo como tecnologias leves presentes no universo gerencial do enfermeiro. No entanto, foram observadas também situações de não acolhimento e ausência de vínculo, tendo em vista que o uso das tecnologias leves acontece de forma distinta para os diferentes sujeitos envolvidos nos processos de trabalho, assim como nos diferentes momentos de interações entre eles Esse fato imprime características dinâmicas, de irregularidade e contraditoriedades nos processos de trabalho em saúde, assim como no cuidado enquanto resultado esperado desses processos. Concluiu-se que o enfermeiro produz e promove o cuidado humanizado ao utilizar as tecnologias leves. São propostas intervenções direcionadas a possibilitar reflexões pertinentes aos processos de trabalho, com o objetivo de subsidiar os processos gerenciais do enfermeiro com elementos úteis à humanização do cuidado. Descritores: cuidados de enfermagem/ organização e administração; serviços de enfermagem; administração de serviços de saúde; relação enfermeiro – paciente.
4

Gestão orientada para resultados no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas da Fundação Oswaldo Cruza contribuição do modelo PAA-IGs

Ferreira, Daniela de Souza January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-01-07T13:34:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 daniela_ferreira_ini_mest_2013.pdf: 508397 bytes, checksum: 656d11aa2ef18e56984f926aa0dab790 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2015-10-29 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Chagas da Fundação Oswaldo Cruz (IPEC/FIOCRUZ) recorre às estimativas geradas pelo Projeto de Avaliação e Acompanhamento \2013 Indicadores Gerenciais (PAA-IGs). O objetivo do artigo é evidenciar a contribuição do modelo PAA-IGs para aperfeiçoar a gestão orientada para resultados adotada na FIOCRUZ e no IPEC a partir dos anos 90. O método de pesquisa é um estudo de caso comparativo que trata da tomada de decisão a respeito da atividade de assistência tal como é obtida com apoio na sinalização resultante de três classes de evidência, quais sejam os valores: do orçamento executado do IPEC; da previsão orçamentária do Plano Anual do IPEC; e das estimativas de despesas e custos geradas pelo Projeto PAA-IGs. O resultado é que a despesa apurada pelo modelo PAA-IGs contribui para a aferição do resultado do cálculo dos direcionadores dos custos do IPEC. A conclusão é que o artigo aponta exigências para a gestão orientada para resultados em termos da apuração das despesas em uma organização pública multipropósito de saúde e, como contribuição gerencial, confirma a utilidade do modelo PAA-IGs para aperfeiçoar a estimativa da despesa de assistência do IPEC / Since 2006 the monitoring of costs and expenditures in the Evandro Chagas Clinical Research Institute , Oswaldo Cruz Foundation ( IPEC / FIOCRUZ ) uses the estimates generated by the Assessm ent and Mo nitoring - M anagement Indicators Project of IPEC (PAA - IGs). The aim of this paper is to highlight the contribution of the PAA - IGs' model to improve results - oriented management adopted at FIOCRUZ and IPEC from the 90s onward. The research method is a compar ative case study that deals with decision making regarding the health care activities with support resulting from the signal provided by three different classes of evidence, which are the values of the executed budget of IPEC, of the budget forecast of the Annual Plan of IPEC and of the estimates of costs and expenditures generated by the Project PAA - IGs. The result is that expenditures calculated by the PAA - IGs' model improve the result of the calculation of the cost drivers of IPEC. The conclusion is that the paper points the requirements of the results - oriented management model in terms of the calculation of the costs in a multipurpose public health organization and that, in terms of managerial contribution, it confirms the utility of PAA - IGs to improve t he estimates of the health care activities expenditures of IPEC.
5

Diretriz de integração do SAMU com os componentes APS e UPA na rede de urgência e emergência : pesquisa-ação

Nagai, Daniela Kuromoto January 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Aida Maris Peres / Coorientadora: Profª Drª Priscila M. C. Sade / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 28/06/2017 / Inclui referências : f.75-84 / Resumo: O sistema de saúde brasileiro oferece assistência à saúde por meio de um modelo de redes de atenção à saúde. Nesse contexto foram criadas redes prioritárias de atendimento, na qual destaca-se a Rede de Urgência e Emergência (RUE), com seus componentes: Atenção Primária à Saúde (APS) (unidades básicas de saúde, unidades de saúde da família), ambulatórios especializados, serviços de diagnósticos e terapia, unidades de pronto atendimento (UPA) e o serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU). Este estudo parte do pressuposto que os profissionais da APS, da UPA e do SAMU têm dificuldades para trabalhar como equipe integrada, e consequentemente, identifica-se um trabalho fragmentado. O objetivo geral é construir uma diretriz que incorpore estratégias viáveis para fortalecer a integração do SAMU com componentes APS e UPA na RUE. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa delineada pelo método pesquisa-ação e que seguiu as seguintes fases: exploratória, com realização de entrevistas com semi-estruturado, gravadas e transcritas, realizadas no período de junho a julho de 2016; principal, por meio de dois seminários de discussão e planejamento, realizados em setembro e outubro de 2016; ação, com validação da diretriz pelos participantes da pesquisa durante o último seminário. A pesquisa foi realizada em um Distrito Sanitário do Município de Curitiba, Sul do Brasil, e o participantes das entrevistas foram 10 gestores, 23 enfermeiros e 11 médicos. Os dados das entrevistas foram analisados com o auxílio do software IRAMUTEQ e seu método classificação hierárquica descendente, que forneceu um dendograma composto por oito classes, reagrupadas, analisadas e nomeadas como: Critérios utilizados para acionar o SAMU (percepção e atribuição de cada ponto da RUE); Percepção da integração (fortalezas e desafios); e, Desafios para melhorar a integração na RUE (organização do serviços, fluxos e comunicação). A diretriz proposta nos seminários foi elaborada com base em uma matriz adaptada de Vieira (2015) para a integração da RUE junto com os participantes da pesquisa. Conclui-se que a diretriz pode contribuir para a integração entre os componentes da RUE e sua aplicação deve acontecer no sentido de proporcionar o atendimento bem sucedido ao usuário pelo profissional de saúde, conforme proposto pelo Programa Nacional de Humanização do SUS. Uma das expectativas sobre o SAMU é a integração que esse serviço pode proporcionar à RUE, garantindo acesso a todos os níveis de complexidade, no momento mais oportuno para o atendimento do usuário. Palavras-chave: Serviços de saúde. Sistemas de Assistência à Saúde Integralidade em saúde. Administração de serviços de saúde. / Abstract: The National Health System provides health care through a network system. In this context, priority care networks were created, including the Emergency Network, it is composed of the following components: Primary Health Care, specialized outpatient clinics, diagnostic and therapy services, emergency care units (walk-in) and pre-hospital emergency care. This study is based on the assumption that primary health care, emergency care units and pré-hospital emergency care, professionals have difficulty working as an integrated team; as a consequence, a fragmented work is identified, with professionals who have different concepts and ideas. The overall objective is to build a guideline that incorporates feasible strategies to strengthen the integration of primary health care with pre-hospital care and emergency care units. This is a qualitative research delineated by the research-action method obtained through the following phases: Exploratory: application of semi-structured research questionnaire, recorded and transcribed, carried out from June to July 2016; Main: through the discussion and planning seminars, held in September and October 2016; Action: application of the guideline by the research participants. The research was carried out in a Sanitary District of the Municipality of Curitiba and the participants were 10 managers all of the category nurses and 23 nurses and 11 doctors. The answers were analyze with the IRAMUTEQ software. The method was the descending hierarchical classification, provided a dendogram composed of eight classes. These classes were analyzed and named: method used to trigger the pre-hospital emergency care (perception and attribution of each point of the network); Perception of integration (strengths and challenges) and Challenges to better (organization of services, flows and communication). The guideline proposed was drawn upbased on the adapted matrix of integration and with the research participant's opinion. With this research, it concluded that the integration between the services must happen in order to provide the successful care between the health professional and the user, as proposed by the national system humanization program. One of the expectations about pre-hospital emergency care is the integration of the services that can provide in the network, guaranteeing access to all levels of complexity in a timely manner, so it is imperative that for better network operation these services must be integrated. Key Words: Health service. Emergency medial service. Integrality in health. Health service administration.
6

Tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro : contribuição para o cuidado humanizado

Rossi, Flavia Raquel January 2003 (has links)
O estudo tem por objetivo identificar a utilização das tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro e sua interferência na produção do cuidado.Entende-se por tecnologias leves as tecnologias das relações, como o acolhimento, o vínculo, a autonomização, responsabilização, entre outros. Trata-se de um estudo de caso de abordagem qualitativa, cujos sujeitos do estudo foram enfermeiros do setor de internação de um hospital geral. A coleta de dados foi realizada através da observação livre, no período de dezembro de 2002 a fevereiro de 2003 e os dados foram analisados através da abordagem dialética e classificados em estruturas de relevância. A análise de dados permitiu identificar o acolhimento e o vínculo como tecnologias leves presentes no universo gerencial do enfermeiro. No entanto, foram observadas também situações de não acolhimento e ausência de vínculo, tendo em vista que o uso das tecnologias leves acontece de forma distinta para os diferentes sujeitos envolvidos nos processos de trabalho, assim como nos diferentes momentos de interações entre eles Esse fato imprime características dinâmicas, de irregularidade e contraditoriedades nos processos de trabalho em saúde, assim como no cuidado enquanto resultado esperado desses processos. Concluiu-se que o enfermeiro produz e promove o cuidado humanizado ao utilizar as tecnologias leves. São propostas intervenções direcionadas a possibilitar reflexões pertinentes aos processos de trabalho, com o objetivo de subsidiar os processos gerenciais do enfermeiro com elementos úteis à humanização do cuidado. Descritores: cuidados de enfermagem/ organização e administração; serviços de enfermagem; administração de serviços de saúde; relação enfermeiro – paciente.
7

Mortalidade infantil no Estado do Paraná : a gestão de caso como estratégia de enfrentamento

Melanda, Viviane Serra January 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Liliana Müller Larocca / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 05/12/2014 / Inclui referências / Área de concentração: Prática profissional de enfermagem / Resumo: No Brasil, com a Constituição de 1988, a Saúde foi reconhecida como dever do Estado por meio do reconhecimento dos princípios e diretrizes da construção do Sistema Único de Saúde, que abrange os valores das relações sociais decorrentes da moral, da ética, da filosofia, da política e do direito que se orientam em movimentos de diretrizes de caráter organizacional ou técnico que articulam os componentes do sistema de saúde. A política pública é um dos grandes determinantes do processo saúde-doença, e se organiza a partir da apreensão de indicadores e diagnósticos em saúde. Desta forma, a presente pesquisa visa buscar a compreensão da mortalidade infantil e seu indicador: Taxa de Mortalidade Infantil (TMI), com o estudo de variáveis maternas antecedentes ao nascimento, para identificação de fatores de vulnerabilidade, riscos clínicos e sociais na mortalidade infantil, propõe-se analisar a aplicabilidade de uma proposta para a Gestão de Caso em mortalidade infantil no estado do Paraná. O método de pesquisa se configurou como epidemiológico, quantitativo, descritivo e documental. Para estudo das variáveis, foi realizada análise bioestatística dos dados, por meio dos seguintes recursos: Tabwin®32, versão 3.0, Microsoft Excel®, 2013 e Statistical Package for Social Science®, versão 20.0. Os dados secundários foram coletados a partir dos bancos de dados estadual do Sistema de Informação de Mortalidade e Sistema de Informação de Nascidos Vivos, no período de outubro a dezembro 2013. Foram incluídos todos os óbitos na faixa etária menor ou igual a um ano de vida, ocorridos entre 2008 e 2012, num total de 9.279 óbitos, sendo excluídos os óbitos fetais. As variáveis maternas analisadas foram: idade em anos; nível de escolaridade; ocupação habitual; número de filhos tidos e tipo de gravidez. Constatou-se que apesar da baixa prevalência, a TMI entre as mulheres com faixas etárias extremas, ou seja, menores de 15 anos e a partir de 50 anos, tiveram os maiores índices entre todas as faixas etárias categorizadas; assim a variável idade materna pode influenciar no fenômeno da mortalidade infantil. Foi verificado entre as gestantes, uma prevalência de oito anos de estudos e mais. Na medida que a escolaridade aumentou, a mortalidade infantil teve tendência de queda, contudo a TMI, entre os filhos de mães com nenhuma escolaridade, foi 5 vezes superior à de filhos de mulheres com mais de três anos de estudos. Quanto a ocupação materna, 47,6%, pertenciam a categoria: formação superior/ tecnólogo sem especificação da atividade. A variável - filho tido morto anterior, representou 18,98% de todos os óbitos infantis; quando associada as variáveis com baixo risco de mortalidade infantil, estas, passaram a ter risco aumentado. A variável gravidez múltipla, apesar, de representar 2,04% dos óbitos, teve maior risco para mortalidade infantil e elevou o risco de outras variáveis. Destarte, constatou-se a importância do reconhecimento de variáveis da vulnerabilidade materna que elevaram a ocorrência do óbito infantil, e portanto, a Gestão de Caso se configura como uma sugestão de ferramenta de gestão, capaz de interferir positivamente nesta realidade. Palavras-chave: Enfermagem. Saúde Coletiva. Administração de Serviços de Saúde. / Abstract: In Brazil, with the 1988 Constitution, the Health was recognized as a duty of the state through the recognition of the principles and guidelines of the construction of the Unified Health System, which encompasses the values of social relations arising from the moral, ethics, philosophy, politics and law that are oriented movements of organizational character or technical guidelines that articulate the components of the health system. Public policy is one of the major determinants of the health-disease, and is organized with the seizure of health indicators and diagnostics. Thus, this research aims to seek the understanding of infant mortality and its indicator: Infant Mortality Rate (IMR), to the study of maternal variables preceding the birth, to identify vulnerability factors, clinical and social risks in infant mortality, it is proposed to evaluate the feasibility of a proposal for the Case Management in infant mortality in the state of Paraná. The research method was configured as epidemiological, quantitative, descriptive and documentary. To study the variables, biostatistics data analysis was performed using the following resources: Tabwin®32, version 3.0, Microsoft Excel®, 2013, and Statistical Package for Social Science®, version 20.0. Secondary data were collected from the state data of the Mortality Information System and Live Birth Information System, in October-December 2013. We included all deaths in the age group or equal to one year of life, occurred between 2008 and 2012, a total of 9,279 deaths, stillbirths excluded. The analyzed maternal variables were: age in years; level of education; usual occupation; number of children taken and type of pregnancy. It was found that despite the low prevalence, the IMR among women with extreme age groups, ie under 15 years and from 50 years had the highest rates of all age groups categorized; so maternal age variable can influence the infant mortality phenomenon. It has been found among pregnant women, the prevalence of eight years of studies and more. To the extent that education has increased, infant mortality fell trend, however IMR among the children of mothers with no education, was 5 times higher than children of women with more than three years of study. The maternal occupation, 47.6% belonged to category: higher education / designer unspecified activity. The variable - son had died earlier, represented 18.98% of all infant deaths; when the variables associated with low risk of infant mortality, they come to bear increased risk. The variable multiple pregnancy, although, representing 2.04% of deaths had increased risk for infant mortality and increased the risk of other variables. Thus, there was the importance of recognizing the vulnerability of maternal variables that increased the occurrence of infant death, and therefore the Case Management is configured as a suggestion management tool that can positively affect this reality. Keywords: Nursing. Public Health. Health Services Administration.
8

O efeito da autoeficácia sobre as motivações dos clientes para participarem na inovação em serviços

Melo, Bruna Silva de January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-09-03T02:01:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000460910-Texto+Completo-0.pdf: 2142718 bytes, checksum: d575537fdd41d25494e33817208a98ca (MD5) Previous issue date: 2014 / Taking into consideration the new realities in technology and in the economy, which have a direct impact on the global market, innovation has been highlighted as an important phenomenon and is becoming a critical factor, especially as a competitive advantage for organizations. Researchers have sought to describe different processes and stages in which innovative mechanisms can be used for developing products and services. In light of this, researchers also have aimed at understanding the important role that the client can have in the development processes. Considering the presence of clients in companies’ internal projects and the benefits and advantages in which such participation can result, marketing studies - more specifically in the area of consumer behavior - focused on identifying behavioral connections and factors that would be involved in such participation. Based on these inferences, research studies related to motivation aimed at empirically reporting the motivations which lead consumers to participate in such projects and the benefits of doing so. Permeating these matters, researchers stress the importance of further exploration of other factors that could be related to the clients’ motivations to contribute in projects of this dimension, especially factors that could potentiate the effects of motivation on participation. Thus this thesis aimed to empirically evaluate (based on an online survey) the effect of the self-efficacy variable as the moderator of clients’ motivations in relation to their participation in innovation activities in services. 359 questionnaires were obtained from clients participating in innovation projects from two distinct companies. The results showed that the direct effect of motivation on participation is significant, which was also proven in the direct effect of self-efficacy on participation. Furthermore, the results revealed that self-efficacy, acting as moderator, not presented significant result. Based on the results, contributions of academic and managerial natures have been proposed, as well as limitations and suggestions for future research. / A inovação, a partir de novas realidades de tecnologia e economia que impactam diretamente no mercado global, vem se destacando como importante fenômeno e tornando-se fundamental, sobretudo, como vantagem competitiva para as organizações. Entretanto, ao longo dos estudos desenvolvidos, pesquisadores descreveram diferentes processos e etapas em que podem ser utilizados mecanismos inovadores para o desenvolvimento de produtos e serviços e para uma aproximação da inovação no campo de serviços. Dentro dessa realidade, houve a preocupação em compreender o importante papel que o cliente pode ocupar dentro dos processos de desenvolvimento, e a partir da presença dos clientes em projetos internos das empresas traçar os benefícios e vantagens que tal participação pode acarretar. Os estudos de marketing, mais propriamente na área de comportamento do consumidor, ocuparam-se em buscar relações comportamentais e fatores que estariam, por sua vez, envolvidos com essa participação. A partir de tais inferências, pesquisas relacionadas às motivações relatam empiricamente quais motivações propriamente levariam os consumidores a participar em tais projetos e as vantagens atreladas a isso. Permeando essas questões, pesquisadores salientam a importância de maior exploração sobre outros fatores que poderiam estar relacionados com as motivações dos clientes para contribuírem em projetos dessa dimensão, sobretudo, fatores que pudessem potencializar os efeitos das motivações sobre a participação. Assim, a presente dissertação, a partir de uma survey online, objetivou avaliar empiricamente o efeito da variável autoeficácia, como moderadora das motivações dos clientes em relação a sua participação em atividades de inovação em serviços. Dessa forma, 359 questionários foram obtidos junto a clientes participantes de projetos de inovação de duas empresas distintas. Os resultados evidenciaram que o efeito direto das motivações sobre a participação é significativo, o que também foi comprovado no efeito direto da autoeficácia sobre a participação. Ademais, constatou-se que a autoeficácia, atuando como moderadora, não apresentou resultado significativo. Com base nos resultados obtidos, contribuições de cunho acadêmico e gerencial foram propostas, bem como limitações e sugestões para futuras pesquisas.
9

A formação da competência operacional e da benevolência em trocas relacionais de serviços advocatícios

Xavier, Debora Becker Antunes January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:40:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000405181-Texto+Completo-0.pdf: 503296 bytes, checksum: deb92d39367f1de7800ef38da88c8fe1 (MD5) Previous issue date: 2008 / With the goal of maintaining a prolonged relationship with the client, based on trust, this investigation attempted to understand how operational competence and benevolence in relations of exchange of judicial service are formed. To these ends, I looked to identify positive and negative motivators as much for competence as benevolence, through an investigation of qualitative nature, characterized by flexibility. As for the results, they verified that the formation of competence and benevolence are fundamental in questions of technical quality and in the friendly, helpful, transparent and honest relation between the client and lawyer, all observable by the client. The technical understanding of the lawyer, conveyed through his or her secure and reliable behavior, was identified as a positive motivator of competence, while the absence of such was a negative factor. The actions of the professional in favor of the client, in tern, were considered positive motivators for the formation of benevolence, and in their absence, negative.Also the judiciary delay was identified as a negative motivator for competence and benevolence, especially when shackled by the absence of certainty conveyed by the professional, or by problems in the relationship between the parties. At the end of the work, limitations and suggestions were also presented for future investigations. / No intuito de manter com o cliente um relacionamento prolongado, pautado na confiança, esta pesquisa buscou entender como se formam a competência operacional e a benevolência em trocas relacionais de serviços advocatícios. Para tanto, procurou identificar motivadores positivos e negativos tanto da competência como da benevolência, a partir de uma pesquisa de natureza qualitativa, caracterizada pela flexibilidade. Quanto aos resultados, verificou-se que a formação da competência e da benevolência estão fundamentadas em questões de qualidade técnica e no relacionamento amigo, prestativo, transparente e honesto existente entre cliente e advogado, ambos observáveis pelo cliente. O conhecimento técnico do advogado, transmitido por meio do seu comportamento seguro e firme, foi identificado como motivador positivo da competência, enquanto que a ausência deste foi um fator negativo. As ações do profissional em favor do cliente, por sua vez, foram consideradas como motivadores positivos para a formação da benevolência, já a sua falta, negativos.Também a demora do judiciário, mormente quando atrelada a ausência de certeza transmitida pelo profissional ou a problemas de relacionamento entre as partes, foi identificada como motivador negativo para competência e para benevolência. Ao final do trabalho, ainda, foram apresentadas limitações e sugestões para investigações futuras.
10

Tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro : contribuição para o cuidado humanizado

Rossi, Flavia Raquel January 2003 (has links)
O estudo tem por objetivo identificar a utilização das tecnologias leves nos processos gerenciais do enfermeiro e sua interferência na produção do cuidado.Entende-se por tecnologias leves as tecnologias das relações, como o acolhimento, o vínculo, a autonomização, responsabilização, entre outros. Trata-se de um estudo de caso de abordagem qualitativa, cujos sujeitos do estudo foram enfermeiros do setor de internação de um hospital geral. A coleta de dados foi realizada através da observação livre, no período de dezembro de 2002 a fevereiro de 2003 e os dados foram analisados através da abordagem dialética e classificados em estruturas de relevância. A análise de dados permitiu identificar o acolhimento e o vínculo como tecnologias leves presentes no universo gerencial do enfermeiro. No entanto, foram observadas também situações de não acolhimento e ausência de vínculo, tendo em vista que o uso das tecnologias leves acontece de forma distinta para os diferentes sujeitos envolvidos nos processos de trabalho, assim como nos diferentes momentos de interações entre eles Esse fato imprime características dinâmicas, de irregularidade e contraditoriedades nos processos de trabalho em saúde, assim como no cuidado enquanto resultado esperado desses processos. Concluiu-se que o enfermeiro produz e promove o cuidado humanizado ao utilizar as tecnologias leves. São propostas intervenções direcionadas a possibilitar reflexões pertinentes aos processos de trabalho, com o objetivo de subsidiar os processos gerenciais do enfermeiro com elementos úteis à humanização do cuidado. Descritores: cuidados de enfermagem/ organização e administração; serviços de enfermagem; administração de serviços de saúde; relação enfermeiro – paciente.

Page generated in 0.0348 seconds