• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 587
  • 163
  • 37
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 4
  • 4
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 801
  • 290
  • 176
  • 104
  • 81
  • 76
  • 71
  • 71
  • 71
  • 71
  • 71
  • 68
  • 63
  • 60
  • 58
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Estórias pessoais e fictícias : estudo comparativo sobre verbosidade fora de tópico em jovens e idosos

Brandão, Lenisa January 2002 (has links)
Este estudo teve o objetivo de investigar as hipóteses de "falha do supervisor mental" e razões contextuais" para as mudanças de tópico no discurso narrativo de idosos, através da teoria de Kintsch e Van Dijk (1978). Participaram do estudo vinte idosos e vinte jovens com nível universitário, tendo sido excluídos casos de depressão e patologias neurológicas. Os participantes de ambos os grupos realizaram duas avaliações da função de inibição (Teste de Fluência Verbal e Stroop) e foram solicitados a narrar uma estória pessoal e outra fictícia, com um tema definido. Cada proposição dos discursos foi classificada como relevante, indiretamente relevante ou irrelevante ao tópico, verificando também o uso de "estratégias de intenção do emissor" nas proposições não relevantes. Foi investigado também o número total de proposições, apreciações subjetivas e proposições repetidas. Os grupos etários e os gêneros narrativos foram comparados e foram estudadas correlações entre os testes neuropsicológicos e as variáveis de discurso. Os resultados do estudo indicaram que os idosos emitem mais informação indiretamente relevante e subjetiva em narrativas pessoais do que os jovens. Ambos os grupos apresentam uma maior proporção de proposições indiretamente relevantes em estórias pessoais e os idosos apresentaram preferência pelo relato pessoal em narrativas fictícias. Embora o desempenho dos idosos tenha sido mais baixo no teste Stroop do que o desempenho dos jovens, somente em jovens foi observada correlação entre proposições não relevantes e inibição. Os achados apoiaram a hipótese de razões contextuais para a menor focalização do idoso no tópico proposto, sugerindo que com o envelhecimento, ocorre uma mudança pragmática.
42

Configurações identitárias numa turma de EJA: uma leitura para além das margens

Santos, Terezinha Oliveira 19 February 2013 (has links)
Submitted by Cynthia Nascimento (cyngabe@ufba.br) on 2013-02-19T16:05:41Z No. of bitstreams: 1 Terezinha Oliveira Santos.pdf: 1726560 bytes, checksum: 935cf9a3c0bee477c5d96b1653d3fa2c (MD5) / Approved for entry into archive by Fatima Cleômenis Botelho Maria (botelho@ufba.br) on 2013-02-19T16:42:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Terezinha Oliveira Santos.pdf: 1726560 bytes, checksum: 935cf9a3c0bee477c5d96b1653d3fa2c (MD5) / Made available in DSpace on 2013-02-19T16:42:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Terezinha Oliveira Santos.pdf: 1726560 bytes, checksum: 935cf9a3c0bee477c5d96b1653d3fa2c (MD5) / Esta dissertação autoetnográfica é o resultado de um trabalho complexo, no qual, a professora/pesquisadora tentou estabelecer um diálogo entre os processos de constituição identitária dos sujeitos do ensino e da aprendizagem com a sua prática pedagógica, no ensino de português como língua materna, numa turma da 7ª/8ª série da Educação de Jovens e Adultos – EJA, buscando evidenciar o caráter político que envolve tais processos e as representações de alteridade dos sujeitos em questão. A temática das questões identitárias e os estudos linguísticos se interpenetram na concepção de linguagem como discurso e, neste, como o local de atuação dos sujeitos com o(s) seu(s) interlocutor(es), com as marcas identitárias peculiares a ambos, assim como com a posição que cada um ocupa nessa interlocução. Ao utilizar a linguagem verbal, escrita e/ou oral, como objeto, os atores sociais em foco deram visibilidade e voz às percepções de si e do Outro. Nesse entrecruzamento de identidades/subjetividades irromperam as cisões a eles pertencentes, ora pela afrodescendência, pela origem econômica, pela faixa etária, pelo gênero, ora por serem moradores da mesma comunidade na qual também está localizada a escola, como também se tornaram evidentes as clivagens demarcadas pelo biopoder (FOUCAULT, 2005), inerente nessa relação à posição ocupada pela professora. As leituras provenientes da análise dos dados, apoiadas em contribuições teóricas de autores como Foucault (2004), Castoriadis (1982), Stuart Hall (2005), Milton Santos (2005), Muniz Sodré (2000), Frantz Fanon (1983), Norman Fairclough (2001), entre outros, sinalizam para a necessidade de uma formação multiculturalmente sensível, na qual o(a) educador(a), na consciência de si e da sua agência docente, potencialize a sua luta em novas formas de leitura e escrita da realidade sociocultural. / Universidade Federal da Bahia. Instituto de Letras. Salvador-Ba, 2007.
43

Relação entre peso ao nascer autorreferido e medidas antropométricas na vida adulta : estudo longitudinal de saúde do adulto (ELSA-Brasil)

Rockenbach, Gabriele January 2013 (has links)
A presente tese de doutorado foi realizada com o objetivo de investigar a relação entre o peso ao nascer e medidas antropométricas na vida adulta em indivíduos de meia idade (35 a 74 anos) no contexto brasileiro. O trabalho foi realizado com dados basais (2008-2010) do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil), que se trata de um estudo de coorte multicêntrico composto por 15105 servidores civis, ativos e aposentados, vinculados a seis instituições públicas de ensino superior e pesquisa brasileiras. Nesta tese, foram investigadas associações entre peso ao nascer e as medidas de estatura corporal em pé, estatura sentada, comprimento de pernas, comprimento relativo de pernas, índice de massa corporal e circunferência da cintura na vida adulta. Dados sobre peso ao nascer e sociodemográficos foram referidos pelos participantes em entrevista padronizada realizada em período prévio ou durante a visita ao Centro de Pesquisa ELSA. As medidas antropométricas foram aferidas na data de visita ao Centro de Pesquisa. Todas as entrevistas e aferições foram realizadas por equipe previamente treinada e certificada. Para avaliar a associação entre o peso ao nascimento e os indicadores antropométricos na adultez, foram realizados modelos de regressão linear múltipla e regressão logística. De acordo com os resultados do estudo, evidenciou-se que o baixo peso ao nascimento (inferior a 2,5 kg) esteve relacionado a menores medidas estaturais na vida adulta (-3,04 cm de altura em pé, -1,57 cm de segmento superior e -1,47 cm de comprimento das pernas) quando comparados aos nascidos com peso igual ou superior a 2,5 kg. As associações entre comprimento relativo de pernas na adultez e baixo peso ao nascer não foram estatisticamente significativas. Em relação aos indicadores de adiposidade corporal, observou-se que o baixo peso ao nascer associou-se com menor medida de circunferência da cintura na vida adulta, mas em mulheres brancas, com maior medida da circunferência cintura, neste caso em comparação aos nascidos com peso entre 2,5 e 4,0 kg (p≤0,05). Baixo peso ao nascer apresentou associação significativa com excesso de peso na vida adulta apenas em homens (RC ajustado: 0,77; IC 95%: 0,60; 0,99). O elevado peso ao nascer (superior a 4,0 kg), por sua vez, esteve associado com excesso de peso corporal na vida adulta tanto no sexo masculino quanto no sexo feminino. Além disso, o elevado peso ao nascer associou-se com maior circunferência da cintura na vida adulta em ambos os sexos e grupos étnicos (p≤0,05). Os achados do presente estudo sustentam a hipótese de que o peso ao nascimento prediz as medidas antropométricas obtidas na vida adulta. / The present doctoral thesis aimed to investigate the relationship of birth weight with anthropometric measures in adulthood among middle-aged individuals (35-74 years) within the Brazilian context. This investigation was carried out with baseline data (2008-2010) from the Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brazil) which is a multicentre cohort study composed of 15105 civil servants, active and retired, belonging to six federal Brazilian university and research centers. In the present thesis, the associations of birth weight with measures of standing height, sitting height, leg length, relative leg length, body mass index and waist circumference in adulthood were estimated. Birth weight and sociodemographic information were reported by participants during a standardized interview at the Research Clinic. Anthropometrics were also measured at the Research Clinic in the same occasion of the interview. Multiple linear regression and logistic regression models were performed in order to estimate the association of birth weight with adulthood anthropometric assessments. Results showed that low birth weight (less than 2,5 kg) was associated with lower height measures in adulthood (-3,1 cm of standing height, -1,6 cm of trunk length, and – 1,5 cm of leg length) in comparison to birth weight equal or above 2,5 kg. Relative leg length in adulthood and birth weight were not significantly associated. In relation to measures of adiposity, was observed that low birth weight was associated with a smaller measure of waist circumference in adulthood, but for white women, with higher waist circumference, in this case compared to those born weighing between 2,5 and 4,0 kg (p≤0,05). Low birth weight was associated with excess body weight only in men (RC adjusted: 0,77; IC 95%: 0,60; 0,99). High birth weight (≥4,0 kg) was associated with excess body weight in adulthood for both genders. Besides, high birth weight was associated with larger waist circumference in adulthood for both genders and racial/skin color groups (p≤0,05). The findings of the present study support the hypothesis that birth weight predicts anthropometric measures in adult life.
44

Incrementar la actividad física mejora nuestra salud

Mayores, Palabras January 2009 (has links)
No description available.
45

Prevalência da síndrome metabólica e de seus componentes em universitários / Prevalence of metabolic syndrome and its components in college students

Freitas, Roberto Wagner Júnior Freire de January 2013 (has links)
FREITAS, Roberto Wagner Júnior Freire de. Prevalência da síndrome metabólica e de seus componentes em universitários. 2013. 163 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2013. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-23T12:46:48Z No. of bitstreams: 1 2013_tese_rwjffreitas.pdf: 1494013 bytes, checksum: ce8684bff790f7e1d72bfb49b386b395 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-23T12:47:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_tese_rwjffreitas.pdf: 1494013 bytes, checksum: ce8684bff790f7e1d72bfb49b386b395 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-23T12:47:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_tese_rwjffreitas.pdf: 1494013 bytes, checksum: ce8684bff790f7e1d72bfb49b386b395 (MD5) Previous issue date: 2013 / The Metabolic Syndrome (MetS) is a complex disorder represented by a group of cardiovascular risk factors. The increase in general mortality around 1.5 and the increased mortality from cardiovascular disease in 2.5 times are some of the reasons that prove the relevance of the problem. A growing number of young people, especially college students, have been affected by metabolic disorder, and to date, there are no studies with this portion of the population in Brazil. The objective of this investigation was to evaluate the prevalence of MetS and their individual components in a population of college students. Furthermore, we sought to evaluate the influence of the area and the period in which the student is in your course in the MetS prevalence. Cross-sectional study with 702 university students belonging to a Public Institution of Higher Education in Fortaleza, Brazil, in 2011. The sample consisted of students over 18 years, duly enrolled and attending courses in different areas of knowledge like: human, exact, agricultural, health and biological sciences and technology. Initially, students filled out an instrument containing data identifying, demographic and related health indicators like a physical exercise, smoking and alcohol. Next, we assessed the anthropometric data, height, weight, waist circumference, body mass index and blood pressure. Blood samples were taken by a specialized laboratory, respecting a fasting for twelve hours to blood glucose, triglycerides, HDL-cholesterol and LDL-cholesterol. The criteria used for the diagnosis of MetS was the National Cholesterol Education Program – Adult Treatment Panel III (NCEP ATP III). The project was submitted to the Ethics Committee on Human Research of the Center for Health Sciences of the Federal University of Ceará and approved according to the protocol 208/2010. The prevalence of MetS was 1.7%. With regards to its components, 30.9% and 12.1% of students had at least one or two, respectively. Waist circumference, blood pressure, levels of blood glucose and triglyceride levels were increased by 5.6%, 8.3%, 12.1% and 22.5% of the students, respectively. The levels of HDL-cholesterol were reduced by 12.0% of the sample. We found a statistically significant association between BMI and the prevalence of MetS (p=0,000). Students belonging to the health showed the better parameters of waist circumference (p=0.011), blood pressure (p=0.014), of blood glucose (p=0.036), HDL-cholesterol (p=0.000), BMI (p=0.001) and smoking (0.034). Regarding the period of the course, it was evident that alcohol use is lower among freshmen, compared to those students who are at the end of the course (p = 0.000). We conclude that the prevalence of MetS was lower among college students, however, a large portion of them have components present, increasing the chances of onset of the disorder over the years. Moreover, students belonging to health science had fewer of MetS components and better health indicators. Intervention studies should be conducted in seeking to encourage healthy lifestyles for all students, regardless of the training area and period in which they are in progress. / A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular. A elevação da mortalidade geral em torno de 1,5 e o aumento da mortalidade por problemas cardiovasculares em 2,5 vezes são alguns dos motivos que comprovam a relevância do problema. Um número crescente de indivíduos jovens, em especial os estudantes universitários, tem sido acometido pelo distúrbio metabólico e, até o momento, não existem estudos com essa parcela da população no Brasil. O objetivo dessa investigação foi avaliar a prevalência da SM e de seus componentes individuais numa população de estudantes universitários. Além disso, buscou-se avaliar a influência da área de formação e do período em que o aluno se encontra no curso na prevalência da SM. Estudo transversal, realizado com 702 universitários pertencentes a uma Instituição Pública de Ensino Superior de Fortaleza-Brasil, em 2011. Compuseram a amostra estudantes maiores de 18 anos, devidamente matriculados e frequentando cursos de distintas áreas do conhecimento, a saber: humanas, exatas, agrárias, saúde, ciências e tecnologia. Inicialmente, os estudantes preencheram um instrumento contendo dados de identificação, sociodemográficos e relacionados aos indicadores de saúde, como prática de exercícios físicos, tabagismo e etilismo. Em um segundo momento, foram avaliados os dados antropométricos, altura, peso, circunferência abdominal, índice de massa corporal e pressão arterial. Coletas sanguíneas foram realizadas por um laboratório especializado, respeitando um jejum de doze horas, para glicemia venosa, triglicerídeos, HDL-colesterol e LDL-colesterol. O critério utilizado para o diagnóstico de SM foi do National Cholesterol Education Program – Adult Treatment Panel III (NCEP ATP III). O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Ceará e aprovado conforme o protocolo 208/2010. A prevalência da SM foi de 1,7%. Com relação aos seus componentes, 30,9% e 12,1% dos estudantes possuíam, pelo menos, um ou dois deles, respectivamente. A circunferência abdominal, a pressão arterial, os níveis de glicose sanguínea e de triglicerídeos estiveram aumentados em 5,6%, 8,3%, 12,1% e, 22,5% dos estudantes, respectivamente. Os níveis de HDL-colesterol estiveram diminuídos em 12,0% da amostra. Foi encontrada associação estatisticamente significante entre a prevalência da SM e o IMC (p=0,000). Os estudantes pertencentes à área da saúde apresentaram melhores parâmetros da circunferência abdominal (p=0,011), pressão arterial (p=0,014), glicemia venosa de jejum (p=0,036), HDL-colesterol (p=0,000), IMC (p=0,001) e tabagismo (0,034). Com relação ao período do curso, ficou evidenciado que o uso do álcool é menor nos calouros, quando comparados àqueles estudantes que estão no final do curso (p=0,000). Conclui-se que a prevalência da SM foi baixa entre os estudantes universitários, entretanto, grande parcela deles possui componentes presentes, aumentando as chances do aparecimento do distúrbio com o passar dos anos. Além disso, os estudantes pertencentes à área da saúde apresentaram menos componentes da SM e melhores indicadores de saúde. Estudos de intervenção devem ser realizados na busca de incentivar hábitos de vida saudáveis a todos os universitários, independente da área de formação e período em que se encontram no curso.
46

Estórias pessoais e fictícias : estudo comparativo sobre verbosidade fora de tópico em jovens e idosos

Brandão, Lenisa January 2002 (has links)
Este estudo teve o objetivo de investigar as hipóteses de "falha do supervisor mental" e razões contextuais" para as mudanças de tópico no discurso narrativo de idosos, através da teoria de Kintsch e Van Dijk (1978). Participaram do estudo vinte idosos e vinte jovens com nível universitário, tendo sido excluídos casos de depressão e patologias neurológicas. Os participantes de ambos os grupos realizaram duas avaliações da função de inibição (Teste de Fluência Verbal e Stroop) e foram solicitados a narrar uma estória pessoal e outra fictícia, com um tema definido. Cada proposição dos discursos foi classificada como relevante, indiretamente relevante ou irrelevante ao tópico, verificando também o uso de "estratégias de intenção do emissor" nas proposições não relevantes. Foi investigado também o número total de proposições, apreciações subjetivas e proposições repetidas. Os grupos etários e os gêneros narrativos foram comparados e foram estudadas correlações entre os testes neuropsicológicos e as variáveis de discurso. Os resultados do estudo indicaram que os idosos emitem mais informação indiretamente relevante e subjetiva em narrativas pessoais do que os jovens. Ambos os grupos apresentam uma maior proporção de proposições indiretamente relevantes em estórias pessoais e os idosos apresentaram preferência pelo relato pessoal em narrativas fictícias. Embora o desempenho dos idosos tenha sido mais baixo no teste Stroop do que o desempenho dos jovens, somente em jovens foi observada correlação entre proposições não relevantes e inibição. Os achados apoiaram a hipótese de razões contextuais para a menor focalização do idoso no tópico proposto, sugerindo que com o envelhecimento, ocorre uma mudança pragmática.
47

Relação entre peso ao nascer autorreferido e medidas antropométricas na vida adulta : estudo longitudinal de saúde do adulto (ELSA-Brasil)

Rockenbach, Gabriele January 2013 (has links)
A presente tese de doutorado foi realizada com o objetivo de investigar a relação entre o peso ao nascer e medidas antropométricas na vida adulta em indivíduos de meia idade (35 a 74 anos) no contexto brasileiro. O trabalho foi realizado com dados basais (2008-2010) do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil), que se trata de um estudo de coorte multicêntrico composto por 15105 servidores civis, ativos e aposentados, vinculados a seis instituições públicas de ensino superior e pesquisa brasileiras. Nesta tese, foram investigadas associações entre peso ao nascer e as medidas de estatura corporal em pé, estatura sentada, comprimento de pernas, comprimento relativo de pernas, índice de massa corporal e circunferência da cintura na vida adulta. Dados sobre peso ao nascer e sociodemográficos foram referidos pelos participantes em entrevista padronizada realizada em período prévio ou durante a visita ao Centro de Pesquisa ELSA. As medidas antropométricas foram aferidas na data de visita ao Centro de Pesquisa. Todas as entrevistas e aferições foram realizadas por equipe previamente treinada e certificada. Para avaliar a associação entre o peso ao nascimento e os indicadores antropométricos na adultez, foram realizados modelos de regressão linear múltipla e regressão logística. De acordo com os resultados do estudo, evidenciou-se que o baixo peso ao nascimento (inferior a 2,5 kg) esteve relacionado a menores medidas estaturais na vida adulta (-3,04 cm de altura em pé, -1,57 cm de segmento superior e -1,47 cm de comprimento das pernas) quando comparados aos nascidos com peso igual ou superior a 2,5 kg. As associações entre comprimento relativo de pernas na adultez e baixo peso ao nascer não foram estatisticamente significativas. Em relação aos indicadores de adiposidade corporal, observou-se que o baixo peso ao nascer associou-se com menor medida de circunferência da cintura na vida adulta, mas em mulheres brancas, com maior medida da circunferência cintura, neste caso em comparação aos nascidos com peso entre 2,5 e 4,0 kg (p≤0,05). Baixo peso ao nascer apresentou associação significativa com excesso de peso na vida adulta apenas em homens (RC ajustado: 0,77; IC 95%: 0,60; 0,99). O elevado peso ao nascer (superior a 4,0 kg), por sua vez, esteve associado com excesso de peso corporal na vida adulta tanto no sexo masculino quanto no sexo feminino. Além disso, o elevado peso ao nascer associou-se com maior circunferência da cintura na vida adulta em ambos os sexos e grupos étnicos (p≤0,05). Os achados do presente estudo sustentam a hipótese de que o peso ao nascimento prediz as medidas antropométricas obtidas na vida adulta. / The present doctoral thesis aimed to investigate the relationship of birth weight with anthropometric measures in adulthood among middle-aged individuals (35-74 years) within the Brazilian context. This investigation was carried out with baseline data (2008-2010) from the Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brazil) which is a multicentre cohort study composed of 15105 civil servants, active and retired, belonging to six federal Brazilian university and research centers. In the present thesis, the associations of birth weight with measures of standing height, sitting height, leg length, relative leg length, body mass index and waist circumference in adulthood were estimated. Birth weight and sociodemographic information were reported by participants during a standardized interview at the Research Clinic. Anthropometrics were also measured at the Research Clinic in the same occasion of the interview. Multiple linear regression and logistic regression models were performed in order to estimate the association of birth weight with adulthood anthropometric assessments. Results showed that low birth weight (less than 2,5 kg) was associated with lower height measures in adulthood (-3,1 cm of standing height, -1,6 cm of trunk length, and – 1,5 cm of leg length) in comparison to birth weight equal or above 2,5 kg. Relative leg length in adulthood and birth weight were not significantly associated. In relation to measures of adiposity, was observed that low birth weight was associated with a smaller measure of waist circumference in adulthood, but for white women, with higher waist circumference, in this case compared to those born weighing between 2,5 and 4,0 kg (p≤0,05). Low birth weight was associated with excess body weight only in men (RC adjusted: 0,77; IC 95%: 0,60; 0,99). High birth weight (≥4,0 kg) was associated with excess body weight in adulthood for both genders. Besides, high birth weight was associated with larger waist circumference in adulthood for both genders and racial/skin color groups (p≤0,05). The findings of the present study support the hypothesis that birth weight predicts anthropometric measures in adult life.
48

Incidencia y mortalidad del SDRA de causa pulmonar y extrapulmonar en la Unidad de Cuidados Intensivos del Hospital María Auxiliadora de junio 2001 a mayo 2004

Chapoñán Camarena, Edgardo, López Vera, María Elena January 2005 (has links)
El Síndrome de Distrés Respiratorio Agudo (SDRA) condición aguda amenazante de la vida que se caracteriza por la presencia de edema pulmonar no cardiogénico debido a la alteración de la permeabilidad de la membrana capilar pulmonar. Se realizó un estudio retrospectivo con el objetivo de determinar la incidencia, la mortalidad global del SDRA y establecer si existe asociación entre la mortalidad y el tipo de SDRA, para lo cual se incluyeron los 54 pacientes que cumplían con los criterios de ingreso durante el periodo de estudio (Junio 2,001-Mayo 2,004). Se dividió la muestra seleccionada en 2 grupos de acuerdo al tipo de SDRA: Grupo I (SDRA Primario) y Grupo II (SDRA Secundario), a los que se les analizó las variables: edad, sexo, relación PaFiO2, PEEP máximo utilizado, Apache II ingreso, estancia en UCI, días en ventilación mecánica, mortalidad. Así mismo se determinó las causas de SDRA, incidencia y causas de fallecimiento del SDRA. Determinándose que existe una fuerte asociación entre el tipo de SDRA y la mortalidad (p=0.029), encontrándose mayor mortalidad en el SDRA secundario; siendo la mortalidad global del 48% y la sepsis la causa principal de SDRA secundario (44.4%), así mismo que la principal causa de fallecimiento del SDRA es el síndrome de disfunción multiorgánica (SDMO) con 56.6% mientras que la Hipoxemia constituye sólo el 23%. / The acute respiratory distress syndrome (ARDS) threatening acute condition of the life that is characterized by the presence of edema lung non cardiogénico due to the alteration of the permeability of the lung capillary membrane. Was carried out a retrospective study with the objective of determining the incidence, the global mortality of the ARDS and to settle down if association exists between the mortality and the type of ARDS, for that which the 54 patients were included that fulfilled the entrance approaches during the period of study (June 2,001-May 2,004). The sample was divided selected in 2 groups according to the type of ARDS: Group I (Primary ARDS) and Group II (Secondary ARDS), to those that were analyzed the variables: age, sex, relationship PaFiO2, PEEP used maximum, Apache II entrance, stay in ICU, days in ventilation mechanics, mortality. Likewise it was determined the causes of ARDS, incidence and causes of death of the ARDS. Being determined that a strong association exists between the type of ARDS and the mortality (p=0.029), being bigger mortality in the secondary ARDS; being the global mortality of 48% and the sepsis the main cause of secondary ARDS (44.4%), likewise that the main cause of death of the ARDS is the multiple organ dysfunction syndrome (MODS) with 56.6% while the Hipoxemia only constitutes 23%.
49

Violencia Psicosocial ejercida por la familia y sociedad con la edad y sexo, Programa Municipal del Adulto Mayor Lince-Lima

Uriarte Flores, María del Carmen January 2012 (has links)
Introducción: La violencia psicosocial hacia el adulto mayor es innegable en el país, constituye un problema de salud pública que ha azotado a la humanidad durante décadas. Las distintas formas de expresión individual y colectiva de violencia, los factores que la originan y sus consecuencias sociales generan y hacen de ella un fenómeno complejo que causa estragos en la sociedad y la salud del adulto mayor. Objetivo: Determinar la relación de violencia psicosocial ejercida por la familia y sociedad con la edad y sexo entre los asistentes al programa del adulto mayor Municipalidad de Lince-Lima. Metodología: La investigación es de tipo cuantitativo, descriptiva y correlacional, de corte transversal, cuya muestra fue no probabilística por converuencia conforme criterios de inclusión y exclusión, participando 116 adultos mayores de ambos sexos. La técnica utilizada fue la encuesta y como instrumento un cuestionario conteniendo 27 preguntas con respuestas tricotómicas, para establecer los niveles de violencia: Alto, Medio y Bajo, se utilizó la escala estaninos para los valores finales. La recolección de datos fue realizada por la investigadora y colaboradores previamente capacitados en el área de investigación, el análisis de datos fue la estadística descriptiva, incluyendo la prueba de Chi2 para establecer la relación entre violencia psicosocial con edad y sexo teniendo como soporte el Paquete estadístico SPSS versión 19,0. Resultados: Se encontró que 60,3% (70) tenían entre 60-74 años de edad y el 77,2% (78) eran mujeres, en general, la violencia psicológica afectó al 63,8% (alta y media) y la social a un 43,9% (alta y media). En general, la violencia psicosocial alcanzó un 77,4% (alto y medio). Conclusiones: Se identificó que la violencia psicosocial hacia el adulto mayor se encuentra distribuido por niveles (Alto, en un 19,8% Medio en un 58,6% y Bajo 21,6%) siendo el más representativo el nivel medio. La violencia psicológica hacia el adulto mayor se encontró en un nivel medio en más de la mitad de la población. Al relacionar edad y sexo con violencia psicosocial no se encontró correlación, pero en violencia psicológica se encontró que los varones son los más violentados, y los de 60 a 74 años están en un nivel medio de esta violencia.
50

Aprendizes adultos, sujeitos multireferenciais nos servicos de saude

Rizzo, Raquel. January 1900 (has links) (PDF)
Especialista -- Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pos-Graduacao em Informatica na Educacao, Curitiba, 2002.

Page generated in 0.0409 seconds