• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 83
  • 4
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 93
  • 33
  • 26
  • 25
  • 24
  • 23
  • 20
  • 18
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Der Zusammenhang von Entwicklung und Erziehung aus systemtheoretischer Sicht

Goldmann, Ulrike. January 1900 (has links) (PDF)
Erlangen, Nürnberg, Universiẗat, Diss., 2001.
2

Structures and dynamics of autopoietic organizations theory and simulation

Blaschke, Steffen January 2007 (has links)
Zugl.: Marburg, Univ., Diss., 2007
3

Autopoiese e sociedade : a rede integrada de serviços da Restinga na teoria dos sistemas vivos

Dal Molin, Fábio January 2002 (has links)
Este estudo busca a compreensão de uma rede social através da Teoria dos Sistemas Vivos. Por sistema vivo entende-se aquele que, mantendo sua organização distinta por um observador (identidade sistêmica), realiza câmbios em sua estrutura (elementos constituintes) no processo de produção de si mesmo (autopoiese). Por serem abertos ao fluxo de matéria e energia, os sistemas autopoiéticos realizam seus câmbios estruturais a partir de interações com outros sistemas, ou acoplamentos estruturais. É feita uma breve contextualização teórica a respeito das descobertas da física contemporânea até a noção de redes autopoiéticas seu uso na psicologia social e institucional. Foi escolhida como objeto de estudo a Rede Integrada de Serviços do Bairro Restinga, em Porto Alegre, através da observação de suas reuniões (diários de campo) e transcrições de suas atas, bem como documentos enviados pela e para a Rede como sistema. São analisados três momentos de sua autopoiese: sua constituição como espaço aberto e múltiplo, seus movimentos com fins organizativos (auto-regulação) e um acoplamento com outro sistema. Por fim, discute-se a importância da pesquisa, pela sua integração entre a teoria dos sistemas vivos e a possibilidade de uma nova sociedade.
4

Autopoiese e sociedade : a rede integrada de serviços da Restinga na teoria dos sistemas vivos

Dal Molin, Fábio January 2002 (has links)
Este estudo busca a compreensão de uma rede social através da Teoria dos Sistemas Vivos. Por sistema vivo entende-se aquele que, mantendo sua organização distinta por um observador (identidade sistêmica), realiza câmbios em sua estrutura (elementos constituintes) no processo de produção de si mesmo (autopoiese). Por serem abertos ao fluxo de matéria e energia, os sistemas autopoiéticos realizam seus câmbios estruturais a partir de interações com outros sistemas, ou acoplamentos estruturais. É feita uma breve contextualização teórica a respeito das descobertas da física contemporânea até a noção de redes autopoiéticas seu uso na psicologia social e institucional. Foi escolhida como objeto de estudo a Rede Integrada de Serviços do Bairro Restinga, em Porto Alegre, através da observação de suas reuniões (diários de campo) e transcrições de suas atas, bem como documentos enviados pela e para a Rede como sistema. São analisados três momentos de sua autopoiese: sua constituição como espaço aberto e múltiplo, seus movimentos com fins organizativos (auto-regulação) e um acoplamento com outro sistema. Por fim, discute-se a importância da pesquisa, pela sua integração entre a teoria dos sistemas vivos e a possibilidade de uma nova sociedade.
5

Efeito reflexo constitucional: Estudo de caso sobre a racionalidade e o sistema jurídico na pós-modernidade

Amando Junior, José January 2006 (has links)
234 f. / Submitted by Ana Valéria de Jesus Moura (anavaleria_131@hotmail.com) on 2013-03-22T13:18:05Z No. of bitstreams: 1 JOSÉ AMANDO JUNIOR - DISSERTAÇÃO.pdf: 1119524 bytes, checksum: 5fe0d4b237fd9699b6a8e4019712cd93 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Valéria de Jesus Moura(anavaleria_131@hotmail.com) on 2013-03-22T13:18:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 JOSÉ AMANDO JUNIOR - DISSERTAÇÃO.pdf: 1119524 bytes, checksum: 5fe0d4b237fd9699b6a8e4019712cd93 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-22T13:18:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 JOSÉ AMANDO JUNIOR - DISSERTAÇÃO.pdf: 1119524 bytes, checksum: 5fe0d4b237fd9699b6a8e4019712cd93 (MD5) Previous issue date: 2006 / Esta dissertação versa sobre as transformações do direito na transição pós-moderna, tendo como procedimento de análise a teoria dos sistemas autopoiéticos, e técnica metodológica um estudo de caso um fenômeno relativo ao controle jurisdicional de constitucionalidade: a atuação da Corte Constitucional como legislador positivo. / Salvador
6

ARTelligent : Arte e Inteligência Artificial no contexto da emergência e da autopoiese

Barretto, Francisco de Paula 02 February 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidadea de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2011. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-05-23T14:43:08Z No. of bitstreams: 1 2012_FranciscodePaulaBarreto.pdf: 9085120 bytes, checksum: 2c6aba322dc34a3f826412ba1511bb11 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-05-25T11:31:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_FranciscodePaulaBarreto.pdf: 9085120 bytes, checksum: 2c6aba322dc34a3f826412ba1511bb11 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-25T11:31:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_FranciscodePaulaBarreto.pdf: 9085120 bytes, checksum: 2c6aba322dc34a3f826412ba1511bb11 (MD5) / Esta pesquisa prático-teórica aborda de forma transdisciplinar os panoramas de utilização de Inteligência Artificial (IA) na arte computacional considerando a obtenção de resultados emergentes. Estes sistemas inteligentes são capazes de reproduzir comportamento inteligente computacionalmente através da utilização de várias técnicas. Aqui são enfatizadas duas técnicas que tem forte embasamento na psicologia e na biologia: Redes Neurais Artificiais (RNA) e Algoritmos Genéticos (AG) . Na modelagem dos sistemas inteligentes, independente da técnica utilizada, se faz necessário pensar como representar o mundo, domínio onde o agente está inserido, a fim de possibilitar que o mesmo realize inferências e aprenda como melhorar as suas ações. A forma como se escolhe representar o mundo para o agente e as ferramentas que utilizamos para que ele realize tais inferências tem um papel fundamental não apenas no resultado estético do sistema como também no aparecimento do comportamento emergente, foco deste estudo. O comportamento emergente pode ser definido, segundo Peter Cariani (2009) como algo fundamentalmente novo que não poderia ser previsto antes de acontecer. Essa característica emergente do sistema pode ser vista como uma heurística para a obtenção da criatividade. Outro aspecto importante é a questão autopoiética dos sistemas, definida por Francisco Varela e Humberto Maturana (1997) no livro De Máquinas e Seres Vivos: autopoiese, a organização do vivo. Nesta obra são definidas várias características que definem um sistema vivo como uma máquina autopoiética, sendo a principal dela a capacidade dos seres vivos de produzirem e manterem a si próprios. Além deste estudo das relações entre IA, arte computacional, emergência e autopoiese, são apresentados dois trabalhos artísticos onde pode-se encontrar os conceitos discutidos: EvoTwitter e Geopartitura ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This practical-theoretical research addresses, in a transdisciplinary way, on the possible applications of Artificial Intelligence (AI) in computer art considering the achievement of emergent results. These intelligent systems are able to reproduce computationally intelligent behavior through the use of various techniques. Here we present two psychology and biology based techniques: Artificial Neural Networks (ANN) and Genetic Algorithms (GA). In the intelligent systems modeling process, regardless the chosen technique, it is necessary to think how to represent the knowledge involved in the domain in which the agent is inserted so it might be able to perform inferences and learn during this process, improving its actions. The chosen way of representing this knowledge and the tools we provide for its inference process have a primary role not only on the aesthetic results but also on the emergent behavior, emphasized on this research. The emergent behavior can be defined, according to Peter Cariani (2009) as something fundamentally new, that could not be predicted before it happened. This feature of the emerging system can be seen as a useful heuristic to move towards a creative behavior. Another important aspect in this research is the autopoietic system, defined by Humberto Maturana and Francisco Varela (1997) in their book Machines and Living Beings: autopoiesis, the living organization. In this book they enlist several characteristics that define a living system as an autopoietic machine, including its main ability to produce and maintain themselves. In addition to this study of the relationship between AI, computer art, emergence and autopoiesis, two projects (EvoTwitter and Geopartitura) are presented so we might better understand some of these concepts.
7

Autopoiese e sociedade : a rede integrada de serviços da Restinga na teoria dos sistemas vivos

Dal Molin, Fábio January 2002 (has links)
Este estudo busca a compreensão de uma rede social através da Teoria dos Sistemas Vivos. Por sistema vivo entende-se aquele que, mantendo sua organização distinta por um observador (identidade sistêmica), realiza câmbios em sua estrutura (elementos constituintes) no processo de produção de si mesmo (autopoiese). Por serem abertos ao fluxo de matéria e energia, os sistemas autopoiéticos realizam seus câmbios estruturais a partir de interações com outros sistemas, ou acoplamentos estruturais. É feita uma breve contextualização teórica a respeito das descobertas da física contemporânea até a noção de redes autopoiéticas seu uso na psicologia social e institucional. Foi escolhida como objeto de estudo a Rede Integrada de Serviços do Bairro Restinga, em Porto Alegre, através da observação de suas reuniões (diários de campo) e transcrições de suas atas, bem como documentos enviados pela e para a Rede como sistema. São analisados três momentos de sua autopoiese: sua constituição como espaço aberto e múltiplo, seus movimentos com fins organizativos (auto-regulação) e um acoplamento com outro sistema. Por fim, discute-se a importância da pesquisa, pela sua integração entre a teoria dos sistemas vivos e a possibilidade de uma nova sociedade.
8

Der Krieg als autopoietisches System : die Kriege der Gegenwart und Niklas Luhmanns Systemtheorie

Matuszek, Krzysztof C. January 2007 (has links)
Zugl.: Berlin, Humboldt-Universität, Diss., 2006
9

Intranet: compondo a rede autopoiética da organização complexa

Rech, Jane January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:45:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000389725-Texto+Completo-0.pdf: 2855030 bytes, checksum: d181e40b39951426ee2aaa1705a0016a (MD5) Previous issue date: 2007 / Since its creation, in the 90s, the Intranet corporative net that uses the technology and the infrastructure of communicationof data of the Internet for the internal communication of the own company and/or for the independent communication of the physical localization of its departments and/or divisions has conquered each time more space and importance in the contemporary companies. The peculiarities of its configuration seem to promote new alternatives of properties that can represent transformations and advances for the communication processes, constituted of an excellent subject for research. The objective of this study is to discuss and to understand the constitution of the Intranet conceived, in the scope of the mediatized organizational communication, as a place of emergent communication processes, and assumed as a component of the autopoietics net of the complex organization. It is, therefore, an investigation about the delicate relations between Culture, Knowledge and Communication, in the company, having the employee subject as joint point. The corpus to make it scientific, in the scope of this thesis, are the speech of the subjects (employees expressing themselves by means of production of meaning via oral speech, in a situation of interview), that frequently use the Intranet and also the speech of the employee subjects that are responsible for the production and update of contents and devices of the Intranet, of two searched plants, a Brazilian and a French one. The theoretical recital is based on Morin, assuming, as Method, the Paradigm of the Complexity. The socialcultural practices and the communicational ones of the Intranet are thought from the notion of Autopoiesis of Maturana. Hence a qualitative research is carried through, according to Bauer and Gaskel, endorsed in case study, according to Yin. The content analysis, consisted of two interpretative movements, is inspired in the qualitative textual analysis, proposed by Moraes. The first Interpretative Movement searches to understand how the dimensions of the Autopoiesis (Autonomy, Circularity and Selfreference) are constituted and are expressed in each one of the investigated companies. The Second Interpretative Movement investigates how the dimensions of Complexity (Communication, Culture and Knowledge) are constituted and are expressed in the respective companies. The results point that among other aspects, the Intranet, as an element that favors the incessant integration of the subjects with the context in which they live their daily routine in the company. From two dynamic processes in constant change, the one of the employees and the one of the company, a congruence relation appears mediated by the Intranet that perpetuates and is perpetuated by the organizational culture. The capillarization of the Intranet (understood as a space of generation and circulation of communication, culture and knowledge) by the body of the company, and the appropriation use that the employees make of it, generates cocreation relations or the continuous autopoietics reconstruction of the enterprise ambience. Finally, the research points that it there is not only a way of use and appropriation of the Intranet. On the contrary, that is going to depend on what each company wants the Intranet to be, in its context, that is, from a simply way to improve the internal communication, to an ampler space of information exchange, management of working processes and management of the creation of the knowledge of the/in the company / Desde a sua criação, na década de 90, a Intranet – rede corporativa que utiliza a tecnologia e a infraestrutura de comunicação de dados da Internet para a comunicação interna da própria empresa e/ou para a comunicação independente da localização física de seus departamentos e/ou divisões – tem conquistado cada vez mais espaço e importância nas empresas contemporâneas. As peculiaridades de sua configuração parecem suscitar novas alternativas de propriedades, que podem representar transformações e avanços para os processos de comunicação, constituindose em um tema relevante para pesquisa. Este estudo tem como objetivo discutir e compreender a constituição da Intranet concebida, no âmbito da comunicação organizacional midiatizada, como lugar de processos comunicacionais emergentes, e assumida enquanto componente da rede autopoiética da organização complexa. Trata-se, portanto, de uma investigação em torno das delicadas relações entre Cultura, Conhecimento e Comunicação, na empresa, tendo o Sujeito como ponto de articulação. O corpus para o fazer científico, no âmbito desta tese, são as falas de sujeitos (funcionários expressando-se por meio da produção de sentido via discurso oral, em situação de entrevista), que utilizam assiduamente a Intranet e também as falas de sujeitos que são responsáveis pela produção e atualização de conteúdos e dispositivos da Intranet, das duas indústrias pesquisadas, uma brasileira e outra francesa.A fundamentação teórica é baseada em Morin, assumindo, como Método, o Paradigma da Complexidade. As práticas sócio-culturais e comunicacionais da Intranet são pensadas a partir da noção de Autopoiese, de Maturana. Para tanto, é realizada uma pesquisa qualitativa, conforme Bauer e Gaskel, respaldada no estudo de caso, segundo Yin. A análise de conteúdo, composta por dois movimentos interpretativos, é inspirada na análise textual qualitativa, proposta por Moraes. O Primeiro Movimento Interpretativo busca compreender como as dimensões da Autopoiese (Autonomia, Circularidade e Autoreferência) se constituem e são expressas em cada uma das empresas pesquisadas. O Segundo Movimento Interpretativo investiga como as dimensões da Complexidade (Comunicação, Cultura e Conhecimento) se constituem e são expressas nas respectivas empresas. Os resultados apontam, dentre outros aspectos, a Intranet como um elemento que favorece a incessante acoplagem dos sujeitos-funcionários ao contexto no qual vivem seu cotidiano na empresa. A partir de duas dinâmicas em constante mudança, a dos funcionários e a da empresa, surge uma relação de congruência, mediada pela Intranet, que perpetua e é perpetuada pela cultura organizacional. A “capilarização” da Intranet (entendida como espaço de geração e circulação de comunicação, cultura e conhecimento) pelo “corpo” da empresa, e a apropriação uso que os funcionários fazem dela, geram relações de co-criação ou “a contínua reconstrução autopoiética” do ambiente empresarial. Finalmente, a pesquisa aponta que não há um único modo de uso e apropriação da Intranet. Ao contrário, isso vai depender do que cada empresa quer que ela seja, no seu contexto, isto é, desde simplesmente uma maneira de melhorar a comunicação interna, até um espaço mais amplo de troca de informações, gestão dos processos de trabalho e gestão da criação do conhecimento da/na empresa.
10

Práticas pedagógicas que pensam a ética da vida com crianças e jovens: buscas e reflexões a partir da bioantropoética e da matriz biológico-cultural da existência humana

Trindade, Ana Felícia Guedes January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:49:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000435125-Texto+Completo-0.pdf: 7360215 bytes, checksum: 02c4b68156ef202f46206c642909b4fd (MD5) Previous issue date: 2011 / El estudio reflexiona sobre las prácticas de enseñanza que ellos piensan que la ética de la vida de niños y jóvenes que buscan expresiones y declaraciones en la Escuela de Práctica Ética, que son los valores éticos de carácter duradero. En esse sentido, la investigación de los aspectos éticos de la matriz experimentado algunos períodos de estudio en la Escuela y los Amigos de la Play Proyecto Verde, la Escuela Hall Elementary School Lidovino Fanton, en Porto Alegre. Estudio de las áreas de auto-Ética, Ética y socio Antropoética, llevar a cabo estos experimentos. El uso de la Metodología de Grupos de Enfoque en la escuela y los amigos de entrevistas semi-estructuradas Verde con el proyecto para jugar. Una reflexión sobre la ética de la naturaleza que constituye el poder latente como profesores de las asignaturas, lo que permite la evolución de su proceso de humanización, lo que permite la socialización de estos edificios con los alumnos con los que vivir y producir. Para ello, investiga, los educadores que participan en essas prácticas de enseñanza, tales como la ética se acumula y se manifiessa en su vida, en su vida profesional en sus propuessas pedagógicas y sus procesos de consolidación de los valores éticos a los niños y jóvenes con las que trabajan. La encuessa se desarrolla sobre la base de sociológicos y biológicos Bioantropoética en Edgar Morin y Bio-Cultural Matriz de la existencia humana en Humberto Maturana, la búsqueda de los planteamientos teóricos de estos estudiosos, con implicaciones filosóficas y pedagógicas. Pensar la ética como principio formativo de la naturaleza humana y la cultura, la ética propone un Viva, todo el día, todos los días, a través de una vivienda nueva humanos, la articulación de Ética de la Vida y Vida Ética, Ética Práctica.Refleja el essablecimiento de soportar los valores humanos, la ética en la Escuela, con niños y jóvenes de la formación de profesores, sus visiones del mundo y sus concepciones de la vida humana, la ética y ser humano y la calidad de sus prácticas de enseñanza. Así, essa investigación invita oportunidades prácticas que la escuela tiene que ser una profunda reflexión sobre la ética de la naturaleza humana y su poder para asumir la condición de más plenamente su humanidad - los ejercicios que viven Bioantropoética y la experiencia operativa de las reflexiones sobre el arte de ser humano vivo y en directo, lo biológico-cultural de la matriz de la existencia humana. spa / O estudo reflete sobre Práticas Pedagógicas que pensam a Ética da Vida com Crianças e Jovens, buscando manifestações e extratos de Ética Prática na Escola, as quais podem constituir valores éticos de caráter duradouro. Nesse sentido, investiga a matriz ética experienciada durante alguns períodos de escolarização na Escola Amigos do Verde e no Projeto Brincar, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Lidovino Fanton, em Porto Alegre. Estuda os âmbitos de Auto-Ética, Sócio-Ética e Antropoética realizando-se nessas experiências. Utiliza a Metodologia de Grupos Focais na Escola Amigos do Verde e Entrevistas Semi-estruturadas para com o Projeto Brincar. Reflete sobre parte da natureza ética que compõe os sujeitos educadores como potência latente, a qual permite a evolução dos seus processos de humanização, possibilitando a socialização dessas construções com os estudantes com quem convivem e produzem. Para isso, investiga, com os educadores envolvidos nessas Práticas Pedagógicas, como a Ética constrói-se e manifesta-se em suas vidas, em suas vidas profissionais, em suas propostas pedagógicas e em seus processos de consolidação de valores éticos com as crianças e jovens com quem trabalham. A Pesquisa desenvolve-se nas bases sociológicas e biológicas da Bioantropoética, em Edgar Morin e na Matriz Biológico-Cultural da Existência Humana, em Humberto Maturana, buscando as aproximações teóricas entre esses estudiosos, com repercussões filosóficas e pedagógicas. Pensando a Ética como um princípio formativo a partir da Natureza Humana e da Cultura, propõe uma Ética Viva, de todo o dia, do cotidiano, através de um novo habitar humano, articulando Ética da Vida, Ética Viva e Ética Prática.Reflete a constituição de valores humanos éticos duradouros na Escola, com crianças e jovens, a partir da formação dos professores, das suas visões de mundo e das suas concepções de Vida, de Ética e de Ser Humano e da qualidade das suas Práticas Pedagógicas. Assim, essa pesquisa acena as possibilidades concretas que a Escola tem de constituir reflexão profunda acerca da Natureza Ética do ser humano e sua potência para assumir a condição mais plena de sua humanidade – a Bioantropoética e a Autopoiese, vivendo exercícios e experiências de reflexões operativas em torno da arte do viver e do conviver humano, pela Complexidade e Matríztica.

Page generated in 0.0955 seconds